RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

LEIXÕES ESTEVE PERTO DA LIDERANÇA


Liga Orangina 14ª Jornada
Estádio António Coimbra da Mota
Árbitro Jorge Sousa
ESTORIL 1 LEIXÕES 1
Ao intervalo, 0-0, marcadores Fausto (81) e Licá (90+3)

ESTORIL: Vagner, Anderson, Steven Vitória, Lameirão, Tiago Gomes; Gonçalo, Diogo (Bruno de Paula 60) João Coimbra (Gerson 84) Moreira (Tony Taylor 60) Licá e Adilson. Treinador Marco Silva.

LEIXÕES: Waldson, Paulinho, Nuno Silva, Hernâni (Feliciano, 68’), Joel, Florent, Marcelo, Pedro Santos, Paulo Tavares (Luís Silva, 90+1), Diego Mourão e Jumisse (Fausto, 68’). Treinador Litos

Empate no jogo da liderança, a equipa de Matosinhos perdeu in extremis a liderança da prova à 14ª Jornada. O encontro valeu sobretudo pela mágnifica segunda parte, período em que as equipas ligaram mais o seu jogo e a emoção foi ao rubro.
A primeira parte o equilibriu foi a nota dominante do encontro, período em que pouco há a registar. O jogo morno demonstra a eficácia de ambas as partes do encontro cujo primeiro remate foi apenas aos 28’ com Tiago Gomes a cruzar na sequência de um canto e Lameirão a enviar a bola ao poste da baliza defendida por Waldson. O Leixões viria a responder 3 minutos depois quando Jumisse combina bem com Diego Mourão e o moçambicano a rematar ao lado da baliza de Wagner. Ao intervalo o nulo espelhava bem o se passava no Estoril.

COM TURMA DO MAR POR CIMA, PEDRO SANTOS ABRIU O LIVRO

A segunda parte os primeiros dez minutos a toada que vinha do primeiro tempo mantinha-se, só aos 56’ e 58’ Pedro Santos, tentou primeiro com um remate por cima e depois com boa intervenção do guarda-redes dos da casa. Com a dupla substituição operada por Litos, o Leixões tornou-se mais atacante e o Estoril teve mais dificuldades para conseguir controlar a equipa de Matosinhos. Aos 72’ Pedro Santos havia novamente de romper todo o meio campo e a rematar para que Fausto pudesse facturar mas o avançado não conseguiu chegar à bola. Aos 80’ fez-se história! Num lance de ataque iniciado por Pedro Santos, Fausto a finalizar da melhor forma num lance em que o guardião do Estoril não tinha hipóteses de defesa. Fez-se história uma vez que foi o primeiro golo que o Estoril sofreu em casa. Um minuto depois os da casa viriam a reagir, mas sem grande consequência com Tony Taylor a rematar ao lado da baliza defendida por Waldson. Mas o Estoril viria mesmo a empatar o encontro já na compensação quando Licá de cabeça faz a igualdade para os da casa.

O MELHOR EM CAMPO
PERDRO SANTOS
O médio esteve imparável, foi um diabo à solta no Coimbra da Mota, assistiu Fausto para o golo leixonense e este nas melhores jogadas da turma do mar


DECLARAÇÕES
Marco Silva, treinador do Estoril
O empate não me satisfaz, mas a equipa mostrou muita alma. Este resultado não nos perturba
Litos, treinador do Leixões
As minhas equipas jogam sempre para ganhar e a vitória teria sido muito justa

Sem comentários:

Enviar um comentário

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC