RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

LUSITANOS EMPATA NO GONDIM, COM EXCELENTE ATITUDE DOS SEUS JOGADORES


Grande jogo, grande atitude, grande equipa, que mais uma vez se viu obrigada a lutar contra as adversidades do jogo, já que logo aos 25 minutos do 1º tempo, se viu reduzida a 10 elementos e a perder por 2-0.
Num jogo disputado em grande velocidade, foi o Gondim que chegou ao 1º golo, através da marcação de um livre à entrada da área, tendo conseguido o 2º golo através da marcação de uma grande penalidade no minuto 26, lance que originou muitos protestos da equipa do Lusitanos, já que até se pode dar como benefício da dúvida na marcação da grande penalidade, dado se tratar de lance típico do avançado isolado, travado ou não em falta pelo G.R.
É um lance sempre difícil de ajuizar, já o mesmo não se pode dizer da forma como o mesmo começa, já que há um claro fora de jogo de 2 jogadores do Gondim, que se limitaram a seguir para a baliza e aí aconteceu o lance da penalidade e consequente vermelho para o G.R. Tiago do Lusitanos.
Perante um cenário destes, era de prever um resto de jogo (65m) muito difícil para a equipa do Lusitanos, mas toda a equipa mostrou ter atitude, empenho e qualidade, algum sentimento de raiva, por tudo o que tem acontecido e partiu para uma exibição excelente de toda a equipa, coroada com a obtenção do 1º golo ao minuto 31, por Ricardo Silva, excelente jogada individual, coroada com um grande golo.
Após o descanso dos guerreiros e ainda mais motivados pelo golo conseguido e com a vontade e querer de conseguir mais, assistimos a uma segunda parte completamente dominada pelo Lusitanos, com a equipa a demonstrar um enorme poder de sacrifício e entreajuda entre os vários sectores, conseguindo assim realizar uma excelente exibição, conseguindo que fosse o Gondim a realizar algum anti-jogo e perda de tempo, dado que não conseguia aguentar o ritmo e o futebol apresentado e imposto pelo Lusitanos, foi com naturalidade e merecimento que apareceu o 2º golo da autoria de Ricardo Lopes, mais um grande golo, obtido no minuto 82.
Resultado final de 2-2, mais do que merecido para a uma equipa que tem lutado contra várias adversidades, mas que demonstrou uma enorme atitude, um enorme querer, uma grande qualidade e que merece com certeza outro lugar mais cimeiro na tabela classificativa.

Lusitanos: Tiago, Cordeiro (Kiko 85m), Guerra, Carlos Manuel, Rui, Meneses, Carlos Miguel, Ricardo Silva, Ricardo Lopes, João (Ricardo Sousa 25m) e Paulo (Costinha 65m)).

VITÓRIA DO CRER, DETERMINAÇÃO E VONTADE DE VENCER.

Custóias F.C. 1 AC Felgueiras 0
Local: Complexo Desportivo de Custóias, em Matosinhos
Árbitro do encontro: Hélder Lamas.
O jogo valeu principalmente pela 2ª parte do Custóias.

A primeira parte decorreu com domínio total da equipa do Cutóias, com jogadas bem delineadas, mas algo intermitente, alguns passes errados que poderiam ser prejudiciais. 0-0 era o resultado ao intervalo, que castiga a inoperância atacante da equipa do Custóias, que se revelou muito perdulária.
Na segunda parte, e com a entrada de Márcio e Félix, em simultâneo, para os lugares dos ; Magalhães e Cerejo aos 54 minutos, os custóienses tornaram-se mais perigosos, podendo ter marcado em várias ocasiões, depois e reduzido a 10 elementos aos 58 minutos, com expulsão de Tino, e a lesão de Ramalho logo de seguida, que leva o técnico, Manuel Pinheiro, à 3ª substituição, forçada, entra Bruno Pacheco aos 66 minutos, a equipa de Matosinhos, recuou as suas linhas e jogou em contra ataque, convidando à subida no terreno do AC Felgueiras, a partir deste momento a equipa da casa começou a criar mais perigo, até que ao 83 minutos, Félix, dentro da área recebe a bola tira o adversário da frente, e remata certeiro para o fundo das redes.
Vitória merecida e muito justa da equipa de Matosinhos, que impulsionada pelas entradas de: Márcio, Félix e Bruno Pacheco, foi dona e senhora do jogo.
Arbitragem com dualidade de critérios em prejuízo da equipa da casa. Vitória do crer, determinação e vontade de vencer.

CUSTÓIAS: Meneses, Jorginho, Pedro, Bruno Cruz e Carlos; Tino, Pacheco e Ramalho ( Bruno Pacheco 66); Penantes, Magalhães ( Márcio 54) e Cerejo ( Félix 54 ).
Treinador: Manuel Pinheiro.

AC FELGUEIRAS: Cura, Tanta, Jorge, Milton e Bragança ( Tiago 62); Élio ( Bruno 74), Luís e Bakero; Diogo, Totta ( Brasil 20) e Hadji.

Treinador. António Lima Pereira.
Ao intervalo: 0-0. Golo, Félix (83)

Cartão Vermelho: Tino(58)

LAVRENSE PERDE PELA 2ª VEZ. ASSIM...! SUBIR FICA MAIS LONGE

Local: Estádio Municipal da Maia
Árbitro do encontro: Paulo Pinto.
A equipa Lavrense, tinha uma deslocação, que se previa muito complicada, o que de facto se veio a confirmar. Um golo de Moutinho aos 33 minutos, foi o golpe fatal nas aspirações Lavrenses, que consequentemente perderam três pontos nesta perseguição aos lugares de acesso à subida de divisão.
Sempre à procura do golo, que lhe permitia mudar o rumo aos acontecimentos, a equipa de Matosinhos, nem sempre o fez com discernimento, adiantou-se no terreno, e com uma recuperação de bola muito intermitente, permitiu que a equipa da casa se acerca-se com algum perigo junto da baliza à guarda de Beleza, com transições rápidas e rectilíneas na direcção da baliza. Os matosinhenses, com mais posse de bola, não foram capazes de violar as redes maiatas. Em suma; Uma vitória da equipa da Maia que geriu o jogo com grande pragmatismo.

MAIA LIDADOR: Ruben, Pedro leite, Grilo, Marmelo e Moutinho (Zé Pedro 51); Didi, Charles e Vitinha (Paulo Jorge 51); Pauleta, Guedes e Nuno Maia.
Treinador: Eduardo Luís.

LAVRENSE: Beleza, Filipe Sousa, Laranjeira (Eduardo 80) Paulo Alberto e Nuno Ribeiro; Artur Alexandre (Cassamá 59), Postiga e Tiago, Pisco, Nuno Santos (Machado 64) e Hugo Almeida.
Treinador: Sabino Mendes.

Ao intervalo: 1-0. Golo, Moutinho (33)
Cartão Vermelho: Didi (44), Paulo Alberto (88)

A VITÓRIA DA CONFIRMAÇÃO, E A CERTEZA DO CAMINHO CERTO.


Uma vitoria extraordinária do Infesta no terreno do Nun'Álvares por 0-2 aproveitando o deslize do Pedras Rubras que empatou em casa com o Lixa a dois golos, aumentando assim a vantagem para 10 pontos de diferença.
Primeira parte dominada pelo Infesta pois a equipa do Nun'Álvares jogou praticamente em contra-ataque, até ao golo do goleador Pedro Nuno que deu vantagem ao Infesta ainda antes do intervalo. Na segunda parte o Nun'Álvares entrou com outra atitude mas aí prevaleceu a maior experiência e eficácia do Infesta que perto do final aumentou a vantagem por Braga.
http://fc-infesta.blogspot.com/

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC