RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 13 de janeiro de 2013

NO BERÇO DE CR7 MANDA O LEIXÕES (sem espinhas!)


SEM ESPINHAS!

22.ª jornada da 2ª Liga
Estádio da Imaculada Conceição, Freguesia de Sto António – Funchal
Árbitro, Renato Gonçalves (Guarda)
MARITIMO B 0 LEIXÕES SC 3
Ao intervalo, 0-0, golos, Luis silva (53`) Hernâni (83`) e Mailo (90+1`)
 
MARITIMO B: Carin, Tiago, Patrick Bauer, João Guilherme (Dino, 75) Gonçalo Abreu, Semedo, Hassan, Amar (Nuno Rocha, 56), João Vieira (André Ferreira (64), Kukula e Ibrahim. Treinador: José Barros.
 
LEIXÕES SC: Rui Sacramento, Steven (Hernâni, 23 e Novais, 86), Nuno Silva, José Pedro, Sequeira, Fábio Santos, Luís Silva, Malafaia, Gonçalo Graça, Kisito e Tiago Borges (Mailo, 73). Treinador: Pedro Correia.
 
No primeiro jogo da segunda volta, o Leixões, que havia vencido na primeira, em Matosinhos, por 1-0, voltou a repetir a dose, desta feita por número bem mais folagados.
 
Destaque para Hernâni no seu segundo jogo, apos grave lesão da cervical, o jogador GUERREIRO entrou, marcou e saiu.
 
Com uma segunda parte quase perfeita, permitiu à turma do Mar obter a segunda vitória longe de Matosinhos (sétima na prova). Na próxima jornada, o Leixões recebe o Atlético, naquele que será o primeiro jogo de 2013 no Estádio do Mar e que terá transmissão televisiva em direto.

INFESTA ARRASA LIDER MIRANDELA


Digas deu muito que fazer à defesa do Mirandela.
 
A melhor exibição do Infesta esta temporada, culminou com uma vitoria por 3-0, que até foi escassa, tal foi o domínio durante todo o encontro em que se o Infesta marca-se mais dois ou três golos, não ficaria mal no resultado.
A vitoria no passado domingo, no terreno do Padroense, pode ter sido o tal "click" que o treinador José Manuel Ribeiro, disse que faltava e agora, com esta vitoria frente ao ainda líder do campeonato Mirandela, espera-se que se dê continuidade para uma grande segunda volta.
 
INFESTA: Ricardo, Jorginho, Rui Jorge, Tiago Jonas (Correia, 75'), Pedro Pereira, Dany, Vitinha I (Bruno Pereira, 90'), João Reis, Vitinha II, Digas e Maga (Pedro Nuno, 18').
 
O jogo começou com maior domínio do Mirandela. A fazer valer a sua condição de líder do campeonato, os transmontanos assumiram o jogo e a criar perigo logo aos 2 minutos, num remate perigoso de Rui Lopes para fantástica intervenção de Ricardo. Aos poucos o Infesta foi equilibrando e aos 7 minutos, Dany põe à prova Richard que fez uma boa defesa. Aos 10 minutos, lance confuso na área do Mirandela, onde Tiago Jonas acaba por ser rasteirado por um defensor da equipa forasteira. O árbitro bem posicionado, assinala uma grande penalidade que o capitão Vitinha I, não desperdiça e fez o primeiro golo da partida colocando o Infesta na frente do marcador. O Infesta, galvanizado com o golo, tem nova oportunidade dois minutos depois, quando Pedro Pereira, faz um cruzamento rasteiro para a área, mas os avançados infestistas não acreditaram que a bola passa-se por toda a defesa do Mirandela, perdendo-se assim uma excelente oportunidade. O guarda-redes do Infesta Ricardo, também esteve em evidência ao defender mais uma vez muito bem, um remate de Toninho aos 16 minutos. Aos 25 minutos, Nuno Corunha atrasa mal a bola para Richard, mas Digas, já em esforço para chegar à bola, não consegue desfeitear o guardião forasteiro. Aos 33 minutos, o Infesta beneficia de um livre descaído pela direita e quando todos esperavam um cruzamento para a área, Pedro Pereira atirou directo para a baliza, batendo o guardião Richard. O Infesta vencia por dois a zero, resultado que não mais se alterou até ao intervalo.
 
Na segunda metade, o Infesta pede uma grande penalidade aos 52 minutos, por mão na bola de Nuno Corunha mas o árbitro manda seguir. No minuto seguinte, Vitinha II em jogada de insistência, faz o terceiro golo do Infesta. Tudo corria bem ao Infesta que passou a jogar em contra-ataque perante a vantagem que já tinha no jogo. Apesar da vantagem do Infesta, o Mirandela pouco ou nada fazia para voltar ao jogo, não fazendo valer as suas credenciais de líder do campeonato. Aos 58 minutos, num livre de Vitinha I que cruzou para a área, a defesa da equipa forasteira alivia para fora da área, onde aparece Dany que de primeira, atira rente ao poste para boa intervenção de Richard para canto. No canto, Vitinha I tenta marcar directamente à baliza, mas a bola embate na barra. Aos 62 minutos, o árbitro da partida assinala grande penalidade a favor do Mirandela, por eventual falta de Jonas sobre Lucas. Uma grande penalidade muito forçada pois os dois jogadores agarraram-se mutuamente. Toninho bateu a penalidade mas o guarda-redes Ricardo, defende a dois tempos. Muito bem o guarda-redes do Infesta a responder muito bem, quando é solicitado. Aos 68 minutos, grande jogada individual de Digas pela direita, que passa por vários adversários e deixa em Pedro Nuno que não conseguiu chegar à bola. No minuto seguinte, contra-ataque pela esquerda do Infesta, por Vitinha II, que pressionado pelos dois defesas, deixou na direita em Digas que isolado, rematou ao poste da baliza de Richard. Aos 76 minutos, o Infesta beneficia de um livre indirecto dentro da área do Mirandela por atraso de Nuno Corunha ao guarda-redes Richard. Na zona de penalti, Digas atirou por cima. O Mirandela, estava a ser sufocado pelo Infesta que criava mais perigo em contra-ataque do que o Mirandela que tinha a posse de bola. Aos 86 minutos, o Mirandela dá um ar da sua graça quando Nani faz um remate mas a bola passa ao lado da baliza de Ricardo. Dois minutos depois, Digas em boa jogada deixa em Dany que atira para mais uma excelente intervenção de Richard. Tempo ainda para Bruno Pereira, o mais recente reforço do Infesta, se estrear em campo, substituindo o capitão Vitinha I.
 
O Infesta vence e convence e podia bem ter goleado o líder Mirandela. Com esta vitoria, a equipa de José Manuel Ribeiro sai da zona de despromoção, aproveitando os deslizes de Padroense e Joane. O árbitro da partida, Pedro Ferreira de Braga, acaba por não ter influência no resultado, suscitando apenas duvidas no lance ao minuto 52 em que Corunha jogou a bola com a mão dentro da área e aos 62', quando assinala uma grande penalidade a favor do Mirandela quando ambos os atletas se estavam a agarrar mutuamente. Na próxima jornada, a primeira da segunda volta, o Infesta recebe o Limianos.
 
IN FC INFESTA

LUSITANOS JÁ NÃO VENCE HÁ TRÊS JORNADAS


AF Porto - 2ª Divisão Série 1 2012/13 | Jornada 16
Parque de Jogos Domingos Soares Lopes- Sta. Cruz do Bispo
Árbitro, Rui Fangueiro
LUSITANOS 1 MELRES 1
Ao intervalo, 0-0, golos Suíço (51`) e Célio (57`)
 
OS LUSITANOS: Rui Sérgio, Carveli, Teixeira, Guerra e Tarrelo; Edu, Ricardo Silva (Nuno Esteves), Meneses, Carlos Miguel, Suiço e Nuno Silva (Xuxa). Treinador Albino Guerra.
 
A equipa dos Lusitanos que equipou com o equipamento alternativo (todo de vermelho), que vinha de duas derrotas consecutivas fora de portas, não conseguiu vencer um adversário direto na competição, alcançando apenas um empate frente a aguerrida equipa gondomarense.
A primeira parte foi disputada com muita entrega de ambas as equipa, mas a predominância mais ofensiva pertenceu aos homens da casa, disfrutando mesmo de duas excelente oportunidades de se adiantarem no marcador, 1º Ricardo silva de livre direto proporcionada a defesa da tarde ao guardião Gilberto, a 2ª por Suiço, que isolado pela direita não consegue desfeitear a baliza adversária, quando tinha no corredor central Carlos Miguel, que se preparava para encostar.
 
A segunda metade desenrola-se com a mesma toda, e a equipa da casa é feliz ao minuto 51`, quando o central Teixeira, incorpora-se no ataque e isola Suiço pela esquerda que dispara forte, rasteiro e colocado fazendo o primeiro da partida. Ao minuto 57 os forasteiros chegam à igualdade, na sequencia de um livre direto (frontal), em abono da verdade, não nos pareceu existir qualquer falta, Rui Sérgio ainda defende, mas na recarga o recém entrado Célio, não perdoa fazendo o empate. Volvidos dez minutos do golo forasteiro, uma contrariedade na equipa de Albino Guerra, Hugo Tarrelo é expulso por duplo amarelo, cometendo uma falta praticamente inocente (corta o esférico com a mão), a partir deste momento os forasteiros foram mais perigosos no ataque à baliza dos anfitriões, a equipa dos Lusitanos, passa a jogar em futebol mais direto, sem com tudo conseguir os seus intentos de alvejar a baliza gondomarense e o resultado não se alterou.
 
  Empate que penaliza amis os Lusitanos, que parecem estar a perder gás, não conseguindo impor o futebol de que foi capaz no inicio da temporada.

RESULTADOS DE 13 DE JANEIRO 2013


Clubes de Matosinhos

Destaques para as vitórias, do Leça (a primeira do campeonato) do Leixões (folgada na Madeira) e do Infesta (arrasou o líder)

MARITIMO B 0 LEIXÕES SC 3

TIRSENSE 2 PADROENSE 0
INFESTA 3 MIRANDELA 0

LEÇA 2 REBORDOSA 1

S. MARTINHO 1 PERAFITA 3

VALADARES 2 SENHORA HORA 2
LEVERENSE 1 CUSTÓIAS 0
LAVRENSE 2 SP CRUZ 1
LEÇA DO BALIO 1 FC FOZ 3

OS LUSITANOS 1 MELRES 1
INTER DE MILHEIRÓS 2 ALDEIA NOVA 1

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC