RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 1 de março de 2020

OUTROS RESULTADOS DO FIM DE SEMANA MATOSINHENSE

FUTEBOL:

Sub 23:
SC Coimbrões 7-0 Perafita
AD Grijó 0-0 Senhora da Hora


Sub 19:
Lavrense 1-2 Valadares Gaia
Padroense B 2-4 Avintes
Boavista B 0-2 Leça FC
Leixões B 7-3 Balasar
SC Rio Tinto 2-2 Infesta
Geração Benfica Matosinhos 4-0 Custóias FC
Leça do Balio 2-3 Infesta B
Lavrense B 1-2 Maia Lidador


Sub 17:
Varzim 1-0 Leixões
Hernâni Gonçalves 2-2 Leça do Balio
FC Pedras Rubras 1-2 Leça FC
Lavrense 1-2 FC Foz
Padroense B 3-3 SC Salgueiros
GD Aldeia Nova 2-8 Infesta
Custóias FC 4-3 SC Porto
Padroense C 0-1 Leça do Balio Jun.B S16
Castêlo da Maia 8-1 Senhora da Hora
Infesta B 1-1 UD Valonguense


Sub 15:
Leça FC 3-0 Sport Canidelo
Nogueirense FC 0-2 Padroense
Hernâni Gonçalves 6-1 Leça do Balio
Valadares Gaia 0-2 Leixões
Geração Benfica Matosinhos B 17-0 Sp. Cruz
GAAD - Academia Topfut 1-5 Leixões B
Perafita 1-1 GD Aldeia Nova
Custóias FC 11-1 Leça do Balio
Infesta 1-0 Geração Benfica Matosinhos
Leixões C 4-0 Lavrense
FC Foz 6-1 Leça FC B
SC Vilar Pinheiro 0-1 Custóias FC
Varzim 6-0 Infesta B
Lavrense 0-1 Mocidade Sangemil


Veteranos:
Custóias FC 2-0 Ermesinde 1936
GDRJ Ribeiras 2-3 Leixões
Infesta 0-2 Lousada
Unidos de Paiço 2-5 Rebordosa AC


Futsal:


Séniores:
ADR S. Pedro de Fins 0-4 Freixieiro
Freixieiro 3-6 Rio Ave
Paçosde Ferreira 8-1 Cohaemato
Barranha SC 2-0 Estrelas Susanenses
Jaca 0-7 Leça FC
Balantuna 1-1 Leixões
AA Leça 1-4 Maia Futsal
Matosinhos Futsal Clube 1-5 Ac. Pedras Rubras
Santa Cruz FC 1-6 GDR Retorta B
União Fanzerense 3-3 Cruzeiro Santana
S. Sebastião 3-1 FC Prelada
Juventude Matosinhos 1-6 Amanhã Criança
uventude Gaia B 0-3 Junqueira


Sub 17:
Alfa AC 2-1 Bairro do Viso
Junqueira 4-3 Leixões


Sub 15:
AD Polenenses 3-7 Cohaemato
Leixões 5-4 AM Lomba
Freixieiro 2-5 Junqueira
GMDUP Vendas de Azeitão 4-1 Matosinhos Futsal Clube


Diogo Bernardino

SUB 19 DO LEIXÕES REGRESSAM AOS TRIUNFOS

Parque Domingos Soares Lopes
Terceira jornada da fase de manutenção da 1.ª Divisão Nacional Zona Norte
Árbitro: Marco Cruz
Leixões 2-1 Paços de Ferreira

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: Ricardo Ferreira (12 e 17 g.p) e Nuno Lima (84)
Cartões: Amarelo para Espinoza (29), Francisco Carvalho (32), Regufe (36), Arroyo (41), João Rocha (68), Ricardo Teixeira (73), Nuno Lima (84), Hélder Morim (85), Mateus (90+1) e Luís Ferreira (90+2). Vermelho para Bruno Silva (no final).


Leixões: Mateus Vieira, Arroyo (Tomás Silva, 54), Ricardo Teixeira, Evans Aneni, Hélder Morim, João Regufe (Carlos Ferreira, 46), Filipe Castro (Vítor Santos, 71), Rodrigo Ferreira (Castillo, 90+1), Isnaba Graça, Moisés Conceição e Ricardo Ferreira

Treinador: José Faria


Paços de Ferreira: José Oliveira, Miguel Mota (Rodrigo Rodrigues, 77), Luís Ferreira, Nuno Lima, Luís Bastos, Nóbrega, Francisco Carvalho (João Rocha, 46), Bruno Silva (Filipe, 71), Espinoza (Igor, 77), Matchoi e Diogo Costa

Treinador: Pedro Campos


Os sub-19 do Leixões regressaram aos triunfos, conseguindo a primeira vitória na fase de manutenção na primeira divisão nacional na Zona Norte.

Ricardo Ferreira apontou o primeiro golo aos 12 minutos após um cruzamento ao primeiro poste ao qual cabeceou para o fundo das redes.

Aos 17 de grande penalidade fez o segundo para os bebés do mar.

Na segunda parte, Nuno Lima aos 84 minutos ainda reduziu para o Paços de Ferreira que apontou o golo ao segundo poste após um bom canto apontado pelos 'castores'.

O Leixões é sexto classificado com 23 pontos e está com os mesmos pontos do último classificado que garante a manutenção na primeira divisão e na próxima jornada, sábado, às 15:00 vai ao terreno do Feirense.


Fonte da Foto: Duarte Rodrigues


Diogo Bernardino

CAPÍTULO DA FINALIZAÇÃO INFRUTÍFERO PARA O LEIXÕES

O Leixões empatou em casa do Balantuna a uma bola, num encontro em que o capítulo da finalização foi preponderante. 

Bruno apontou o golo do Leixões.

José Oliveira disse o seguinte no final: "Não era o resultado que pretendíamos. Viemos com ambição de conquistar os três pontos e acho que era o resultado mais justo, por aquilo que desenvolvemos dentro da quadra. Inclusive, mandamos cinco bolas nos postes, mas quem não marca não consegue ganhar jogos e este capítulo foi determinante para o resultado final. 

Vamos continuar o nosso trabalho porque aqui ninguém desiste e desistir é para os fracos e a fraqueza é uma palavra que está fora da nossa cabeça. Cada vez mais unidos e fortes. Parabéns aos jogadores e agradecer a presença e o apoio dos adeptos"

O Leixões recebe na próxima sexta-feira às 22:15 o AA Leça em dérbi matosinhense.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

LEIXÕES TERMINA LIGA DE ELITE DO FUTSAL FEMININO EM QUARTO LUGAR

A turma leixonense recebeu e venceu o Modicus por 2-1, na última jornada da Liga de Elite da AF Porto. 

Tânia e Sousa fizeram os golos do Leixões.

O Leixões terminou assim a prova em 4.º lugar.

Anselmo Amaro, no final: "Último jogo da fase de campeão, agora é lutar pela taça distrital. Jogo logo de início com muita pressão exercida pelas nossas jogadoras conseguindo acabar a primeira parte a vencer por 1-0. 

Na segunda parte, entramos ainda com mais vontade de vencer o jogo, marcando mais um golo e, apesar de sofrermos um golo, as jogadoras tiveram a maturidade suficiente para segurar e garantir a vitória"


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

LEIXÕES SC SOLIDARIZA COM SAD NO ÂMBITO DO PROCESSO JOGO DUPLO

A direção do Leixões, presidido por Jorge Moreira, solidariza com a SAD no âmbito do processo Jogo Duplo, frisando que a direção ao comando de Paulo Lopo recorra da "sentença até às últimas instâncias", emitiu hoje em comunicado.

"Nesta fase, mostramos solidariedade com a Leixões SAD e fazemos votos que esta pugne e defenda intransigentemente o bom nome do Leixões, recorrendo da sentença até às últimas instâncias, pois acreditamos na justiça portuguesa", mencionou.

A Leixões SAD, que gere o futebol profissional, foi constituída em 14 de junho de 2002 e o clube detém 40% do capital da SAD.

A SAD do Leixões manifesta "total tranquilidade" em relação ao acórdão do Jogo Duplo, salientando que "o gabinete jurídico da SAD vai analisar a sentença proferida", anunciou a SAD hoje em comunicado.

"A Leixões SC - Futebol, SAD vem, por este meio, manifestar a total tranquilidade quanto à leitura do acórdão do processo "Jogo Duplo", feita durante a tarde de hoje. O gabinete jurídico da SAD vai analisar a sentença proferida pelo coletivo de juízes para, certamente, interpor recurso nas instâncias competentes. Na próxima segunda-feira, pelas 15:00, o Presidente do Conselho de Administração da SAD, Paulo Lopo, irá em Conferência de imprensa, a realizar no Estádio do Mar, expor a posição da Leixões SC - Futebol, SAD sobre este assunto", descreve o comunicado.

A partir de agora o Leixões tem um mês para apresentar recurso que coloca a leitura do acórdão em suspenso automático e efetivo para o tribunal da Relação em Lisboa.

Segundo indica hoje a Agência Lusa, o Leixões foi condenado por dois anos de não participar na I e II Liga, no âmbito do processo Jogo Duplo, indicou hoje a Agência Noticiosa.

A agência ainda refere que o Leixões deve pagar uma multa na ordem dos 60 mil euros.

De acordo com a informação recolhida pela Agência Lusa, caso avança esta condenação para os 'bebés do mar' esta só vai ocorrer quando esta estiver em trânsito em julgado, isto quando passar por todos os recursos possíveis ou porque o prazo para recorrer terminou.

O antigo presidente da SAD do Leixões Carlos Oliveira, o antigo diretor desportivo Nuno Silva e o atual treinador da Oliveirense, Pedro Miguel foram condenados pelo acórdão do Jogo Duplo, de acordo com indicações do JN.

Carlos Oliveira foi condenado por um crime de corrupção ativa a uma pena suspensa de dois anos e três meses de prisão e a pena acessória de exercício de funções a nível desportivo durante dois anos.

Nuno Silva, ex-dirigente desportivo foi condenado por três crimes de corrupção ativa a uma pena suspensa de três anos e nove meses de prisão e a pena acessória de proibição de exercício de funções de dirigente desportivo durante dois anos e três meses.

Pedro Miguel Ferreira, que foi treinador do Leixões na altura foi condenado por um crime de corrupção ativa em competição desportiva a uma pena suspensa de dois anos de prisão e à pena acessória de exercício de função de treinador durante dois anos.

Pena suspensa de prisão significa que se a pessoa em questão não cometer nenhum crime durante esse período, este não vai preso. Se cometer um crime durante o período em questão e se for condenado em termos efetivos, o tribunal pode levantar a pena suspensa, de acordo com dados recolhidos.

"No mar não há contestação, há sim indignação e está é de todos, minha, do Jorge e de todos os adeptos que seguem incrédulos o que se vai passando na “injustiça” Portuguesa! Como deve saber não sou responsável pelo jogo duplo nem eu nem este magnífico clube que represento com muito orgulho mas estarei cá para resolver isso pode ter a certeza, porque Deus só dá grandes desafios a grandes guerreiros", referiu Paulo Lopo hoje no seu Facebook.

De acordo com informação da Agência Lusa, caso o acórdão transite em julgado, o Leixões fica proibido de participar na I e II Liga durante duas temporadas, paga a multa de 60 mil euros em 240 dias, sendo que a taxa vai ser diária e a quantia é de 250 euros e vai ficar privado de direito a subsídios, subvenções ou incentivos do estado, autarquias locais e outras entidades públicas.

O trânsito em julgado acontece sem mais possibilidades de recurso, o que acontece se o tribunal da Relação para o qual o Leixões SAD vai recorrer, confirmar a sentença e depois só o Constitucional pode salvar o Leixões SAD.

A sanção se for aplicada antes do inicio da temporada vai para o Campeonato de Portugal, sem que inicie nova edição da Segunda Liga e se for a meio, é automaticamente desclassificado ficando com zero pontos, sendo que os resultados ficam sem consideração e os pontos que perder não serão atribuídos a essas equipas, a menos que aconteça na segunda volta, o que faz com que os resultados da primeira se mantém.

A Liga e a Federação Portuguesa de Futebol vão aguardar a definição sabendo como vai atuar e para já, os regulamentos da Liga não tem como saber qual a forma de atuar em caso de despromoção por imposição judicial.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

HUMBERTO SILVA SOFRE PRIMEIRA EXPULSÃO NA SUA CARREIRA

Há uma primeira vez para tudo e hoje o guardião Humberto Silva sofreu a primeira expulsão na sua carreira, ao serviço do Perosinho, na derrota por 3-1 com o Leça do Balio.

"Apenas vou dizer que saí fora da área e a bola rematada pelo adversário foi defendida por mim com o peito, tornando o lance legal, mas o fiscal de linha assim não o entendeu, pois o arbitro ia continuar a jogada e até alguns adversários disseram o mesmo, mas alguém decidiu o contrário", descreveu.

O natural de Matosinhos que já joga futebol desde os oito anos foi expulso aos 10 minutos do encontro.

Humberto começou a sua carreira no Aldeia Nova, passou pelo Perafita, Padroense, Pedras Rubras, Avintes e Leça.

Esta temporada ao serviço do Perosinho fez 19 partidas.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

"É FUNDAMENTAL AMEALHAR TRÊS PONTOS PARA CONTINUAR A NOSSA CAMINHADA"

O treinador do Leça Domingos Barros salientou que o encontro com o Lourosa "é um jogo muito importante" e que "é fundamental amealhar três pontos para continuar a nossa caminhada", em declarações hoje ao facebook do Leça.

"Este é um jogo importante mas os 10 que faltam até ao fim são decisivos. São três pontos que podemos ganhar e o adversário não. É um jogo muito importante, não há dúvida nenhuma", descreveu.

"Na preparação da época estes lugares da tabela não eram o nosso objetivo, contudo estamos cá desde a primeira jornada e temos ambição de mais. É fundamental, de forma equilibrada, conseguirmos amealhar três pontos para continuar a nossa caminhada", mencionou.

Domingos Barros revelou que conta uma equipa dentro daquilo que é a sua "dinâmica do jogo, as características dos jogadores", entre outros elementos.

"Contamos com a equipa do Lourosa dentro daquilo que foi a nossa preparação do jogo analisando dentro da dinâmica do jogo as características dos jogadores que pensamos que vão entrar no 11. Estamos preparados para esses diferentes comportamentos, principalmente com jogadores diferentes, mas sempre com o foco principal na nossa equipa", afirmou.

"Precisamos de todos na bancada a apoiar do primeiro ao último minuto. Sabemos que os nossos adeptos são a nossa força. Adeptos que juntamente com a nossa paixão e competência no campo, nos fazem aproximar de adversários com outras estruturas organizacionais e financeiras. Nesta fase precisamos do vosso apoio, carinho e paixão para continuar na “busca” do nosso/vosso sonho", pediu.

O Leça quatro classificado da Série B do Campeonato de Portugal recebe em casa o Lourosa, segundo classificado com mais quatro pontos do que os leceiros, este domingo às 15:00.


Fonte da Foto: Leça FC


Diogo Bernardino

EX-DIRIGENTES DO LEIXÕES SAD FORAM CONDENADOS PELO ACÓRDÃO DO JOGO DUPLO

O antigo presidente da SAD do Leixões Carlos Oliveira, o antigo diretor desportivo Nuno Silva e o atual treinador da Oliveirense, Pedro Miguel foram condenados pelo acórdão do Jogo Duplo, de acordo com indicações do JN.

Carlos Oliveira foi condenado por um crime de corrupção ativa a uma pena suspensa de dois anos e três meses de prisão e a pena acessória de exercício de funções a nível desportivo durante dois anos.

Nuno Silva, ex-dirigente desportivo foi condenado por três crimes de corrupção ativa a uma pena suspensa de três anos e nove meses de prisão e a pena acessória de proibição de exercício de funções de dirigente desportivo durante dois anos e três meses.

Pedro Miguel Ferreira, que foi treinador do Leixões na altura foi condenado por um crime de corrupção ativa em competição desportiva a uma pena suspensa de dois anos de prisão e à pena acessória de exercício de função de treinador durante dois anos.

Pena suspensa de prisão significa que se a pessoa em questão não cometer nenhum crime durante esse período, este não vai preso. Se cometer um crime durante o período em questão e se for condenado em termos efetivos, o tribunal pode levantar a pena suspensa, de acordo com dados recolhidos.

"No mar não há contestação, há sim indignação e está é de todos, minha, do Jorge e de todos os adeptos que seguem incrédulos o que se vai passando na “injustiça” Portuguesa! Como deve saber não sou responsável pelo jogo duplo nem eu nem este magnífico clube que represento com muito orgulho mas estarei cá para resolver isso pode ter a certeza, porque Deus só dá grandes desafios a grandes guerreiros", referiu Paulo Lopo hoje no seu Facebook.

De acordo com informação da Agência Lusa, caso o acórdão transite em julgado, o Leixões fica proibido de participar na I e II Liga durante duas temporadas, paga a multa de 60 mil euros em 240 dias, sendo que a taxa vai ser diária e a quantia é de 250 euros e vai ficar privado de direito a subsídios, subvenções ou incentivos do estado, autarquias locais e outras entidades públicas.

O trânsito em julgado acontece sem mais possibilidades de recurso, o que acontece se o tribunal da Relação para o qual o Leixões SAD vai recorrer, confirmar a sentença e depois só o Constitucional pode salvar o Leixões SAD.

A sanção se for aplicada antes do inicio da temporada vai para o Campeonato de Portugal, sem que inicie nova edição da Segunda Liga e se for a meio, é automaticamente desclassificado ficando com zero pontos, sendo que os resultados ficam sem consideração e os pontos que perder não serão atribuídos a essas equipas, a menos que aconteça na segunda volta, o que faz com que os resultados da primeira se mantém.

A Liga e a Federação Portuguesa de Futebol vão aguardar a definição sabendo como vai atuar e para já, os regulamentos da Liga não tem como saber qual a forma de atuar em caso de despromoção por imposição judicial.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino


SUB 13.2 VENCERAM EM FIM DE SEMANA COMPLICADO PARA O LEIXÕES

Os sub 13.2 venceram este fim de semana o Salgueiros por 2-0, sendo que os sub 13-1 perderam por 5-2 em casa do Nogueirense.

Os sub 13.2 estão no segundo lugar com 49 pontos vai ao terreno do Nogueirense B no sábado, às 13:00.

Os sub 13.1 estão no quatro lugar com 40 pontos vai ao terreno do Candal.

Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

GATÕES CONQUISTA TRIUNFO IMPORTANTE QUE COLOCOU UM CENTRAL A GUARDA-REDES

O Gatões voltou aos triunfos após a derrota com o Mociedade Sangemil, frente ao Marechal Gomes da Costa por 2-1, apresentando hoje em campo sem nenhum dos seus guarda-redes, socorrendo-se do central Tiago Maia. 

Tiago Maia disponibilizou para o fazer ficando desde logo condicionado à partida. 

Foi um jogo em que valeu-se da entrega dos jogadores de ambas as equipas, nem sempre bem jogado.

O Gatões marcou logo aos 10 minutos por intermédio de Adu e aos 20 o Marechal Gomes da Costa, faz o empate na sequência de um lance de bola parada. 

Na segunda parte mais do mesmo até que aos 80 minutos Márcio coloca o Gatões a vencer na sequência de um rápido contra ataque. 

Passados dois minutos penalty contra o Gatões, com o jogador adversário a atirar ao lado acabando o Gatões por conquistar a vitória.

Carlos, Miguel Dias e Carvalho ainda continuam lesionados e ainda não foram a jogo, sendo que Vítor vai regressar na próxima semana.

O Gatões, sétimo classificado com 33 pontos, vai ao terreno do São Pedro de Fins.


Fonte da Foto: HR


Diogo Bernardino

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC