RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 10 de março de 2020

FUTEBOL DE MATOSINHOS AFETADO PELO COVID-19

O surto do coronavírus no nosso país, principalmente no distrito do Porto, leva a que várias equipas do futebol de Matosinhos sejam afetadas pelo COVID-19, anunciaram os vários clubes em comunicados e também em exclusivo ao Mitchfoot.


Leça do Balio:

O clube baliense anunciou que cancelou a partir de 10 de março toda a atividade desportiva, o que inclui "todos os treinos das equipas de formação de ambos os géneros"

De acordo com indicações dadas pelo clube frisa que o risco de propagação "é elevado", esclarecendo que as medidas "são excecionais".   



Lavrense:

Os treinos das camadas jovens do Lavrense ficam suspensos até nova comunicação os permita fazer regressar à normalidade, já os veteranos e os séniores mantém os treinos, revelou uma fonte segura em exclusivo hoje ao Mitchfoot.

Os séniores e os veteranos vão manter os treinos até ordem em contrário.


Leixões:

O clube decidiu manter todos os treinos de todos os escalões e géneros de todas as modalidades, mas de acordo com várias informações a equipa sénior e dos sub-23 de futebol vão realizar os seus jogos à porta fechada, já os de voleibol ficam suspensos.

Já as equipas de futsal, os escalões de formação do futebol, do futsal suspensos até 23 de março e do andebol por tempo indeterminado e do voleibol também.

O clube referiu em comunicado que "continuará a acompanhar a evolução desta situação e atualizará as suas orientações sempre que necessário".



Lusitanos:

Uma fonte em exclusivo ao Mitchfoot referiu que o clube suspendeu até dia 23 de março os seus treinos e atividades, o que significa que o estádio da equipa de Santa Cruz do Bispo não vai receber jogos ou treinos.

A mesma fonte revelou que a direção do clube vai reunir daqui a oito dias para discutir o que fazer até dia 23 pelo menos.



Padroense:

ATUALIZAÇÃO: O Padroense anunciou que decidiu suspender toda a atividade desportiva (futebol e andebol) até dia 22 de março, além de adiar o jantar de gala do 98.º aniversário do clube.



Infesta:

A equipa de São Mamede emitiu em comunicado que "suspende a actividade de treinos de todos os escalões de forma preventiva até novas indicações".



Custóias:

O clube decidiu suspender todas as atividades dos escalões da formação até dia 23 de março



Gatões:

O clube decidiu em exclusivo ao Mitchfoot que não vai efetuar treinos até dia 24 de março.



Perafita:

ATUALIZAÇÃO: O Perafita cancelou, todos os treinos, de todos os escalões de formação, pelo menos até ao fim da próxima semana.



Leça:

O clube emitiu um comunicado que até indicação em contrário, todos os escalões vão manter os habituais treinos, sendo que a mesma posição "pode ser revista a qualquer momento em função das indicacões das autoridades competentes".

O clube revelou que vai aumentar as condições de higiene no estádio e nas suas instalações para todos os envolventes.



Ventura:

O clube anunciou em exclusivo ao Mitchfoot que vai suspender por tempo indeterminado todos os treinos da equipa sénior, sendo que certo que não vai competir até ao dia 23 de março. 

Uma fonte segura explicou que o risco de propagação "é elevado" e que com esta medida é possível conter o surto do COVID-19.



Aldeia Nova:

Os treinos e atividades da formação do Aldeia Nova estão suspensos até 22 de março e se estiverem "reunidas todas as condições" deve ser retomado a 23 deste mês, anunciou o clube num comunicado

"De forma preventiva informamos que os treinos e todas as atividades da nossa Academia de Formação de Futebol, estão Suspensos até dia 22 do corrente mês", descreve a equipa.

"Se estiverem reunidas todas as condições que salvaguardem os melhores interesses dos nossos Atletas, retomamos atividade Segunda Feira dia 23", acrescentou.



Senhora da Hora:

Os treinos realizados no estádio da Senhora da Hora vão manter-se nesta semana apesar do facto dos jogos estarem suspensos até 23 de março, anunciou a direção do clube hoje em comunicado.

"A direcção do Sport Clube Senhora da Hora salienta que os treinos calendarizados para a corrente semana se manterão, contudo poderão estar sujeitos após avaliação diária da situação e indicações da DGS a alterações", referiu a direção liderada por Vasco Carvalho.



Até 23 de março todos os clubes irão fornecer novas comunicações sobre a situação, para dar a conhecer novas medidas de acordo com as indiciações governamentais e da Direção Geral de Saúde.

Os jogos da Associação de Futebol do Porto que incluem várias equipas matosinhenses ficam suspensos até 23 de março, anunciou a AF Porto hoje em comunicado.

"A Associação de Futebol do Porto determina que, a partir desta data e até nova comunicação estão suspensos todos os jogos de todas as competições de futebol e futsal, de ambos os géneros e escalões, na área da sua jurisdição e que estejam programados entre a presente data (10 de Março de 2020) até dia 23 de Março de 2020", declarou o presidente Lourenço Pinto.

Com esta medida, os jogos de todas as equipas matosinhenses de todos os escalões nos distritais ficam suspensos por duas semanas.

A associação mencionou que vai ser reavaliada a situação a 23 de março e feita uma nova comunicação.

O Leça, o Leixões e o Freixieiro terão os seus encontros à porta fechada. As camadas mais jovens de futebol e de futsal dos nacionais ficam sem competir até ao final do mês.



Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

COVID-19: LEÇA-AROUCA VAI SER REALIZADO À PORTA FECHADA

O encontro entre o Leça-Arouca que esta manhã foi dado pela Federação como um encontro à porta aberta, muda o seu paradigma para porta fechada, devido a nova orientação da DGS, anunciou hoje a FPF.

"Face à Orientação n.º 7 da DGS sobre os eventos de massa e a infeção pelo Covid-19, datada de 10 de março, em que é aconselhado o adiamento ou cancelamento de todos os eventos que possam implicar a concentração de mais de 150 pessoas em concelhos nos quais se verifique a existência de focos de transmissão secundária de Covid-19".

Por isso esta decisão implica que o encontro se realize sem a presença de qualquer adepto por equidade com as outras competições nacionais, que também vão estar à porta fechada.

Além disso a Federação revelou que os clubes ficam isentos do pagamento da taxa de organização do jogo.

Além do Leça, o Leixões também terá o seu encontro à porta fechada, bem como o Freixieiro. Já os clubes que competem nas distritais ficam suspensos até 23 de março e as camadas mais jovens de futebol e de futsal ficam sem competir até ao final do mês.

O Leça-Arouca, jogo grande da jornada 26 da Série B do Campeonato de Portugal vai ser realizado domingo às 15:00.



Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

ÚLTIMA HORA: JOGOS DA AF PORTO SUSPENSOS ATÉ 23 DE MARÇO

Os jogos da Associação de Futebol do Porto que incluem várias equipas matosinhenses ficam suspensos até 23 de março, anunciou a AF Porto hoje em comunicado.

"A Associação de Futebol do Porto determina que, a partir desta data e até nova comunicação estão suspensos todos os jogos de todas as competições de futebol e futsal, de ambos os géneros e escalões, na área da sua jurisdição e que estejam programados entre a presente data (10 de Março de 2020) até dia 23 de Março de 2020", declarou o presidente Lourenço Pinto.

Com esta medida, os jogos de todas as equipas matosinhenses de todos os escalões ficam suspensos por duas semanas.

A associação mencionou que vai ser reavaliada a situação a 23 de março e feita uma nova comunicação.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino


ÚLTIMA HORA: CASA PIA-LEIXÕES VAI DECORRER À PORTA FECHADA

Os jogos da I e II Liga desta jornada vão decorrer à porta fechada, incluído o Casa Pia-Leixões, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol em comunicado oficial.

"Suspender todas as provas nacionais dos escalões de formação de futebol e futsal entre 14 e 28 de março; Determinar que todos os jogos das competições nacionais de futsal decorram à porta fechada; Determinar que os jogos das provas nacionais seniores não-profissionais de futebol não poderão ter mais de 5 mil pessoas nas bancadas, no cumprimento das recomendações da Direção-Geral de Saúde; Determinar que todos os jogos das competições de futebol profissional decorrerão à porta fechada" são as medidas que a Federação anunciou.

Assim sendo para as equipas de Matosinhos, a equipa principal e os sub-23 do Leixões realizam esta jornada à porta fechada, os sub-19 do Leixões e do Padroense, além dos sub-17 da equipa de Padrão da Légua ficam três semanas sem competir e o Freixieiro da II divisão nacional de futsal vai realizar o seu encontro à porta fechada.

Em relação ao Leça que defronta esta semana em casa o Arouca o encontro vai-se realizar, com a restrição de que não podem haver mais de cinco mil adeptos nas bancadas.

Esta semana vai decorrer em Matosinhos as finais da Taça de Portugal de futsal masculino e feminino ao qual a FPF declarou que estes vão ser realizados à prova fechada.

"O grupo de emergência continuará a monitorizar a situação, podendo rever - ampliando ou reduzindo - as medidas agora implementadas", declarou.

Estas medidas estão a ser adotadas devido às declarações da ministra da saúde, Marta Temido, que anunciou que todos os eventos ao ar livre com mais de 5000 pessoas devem ser cancelados ou adiados ou à porta fechada.

O grupo de emergência criado pelo Presidente da FPF é constituído pelo: Presidente da Liga Portugal, Presidente da Comissão delegada das Associações, Presidente do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol, Presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, Presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol e Presidente da Associação Nacional de Médicos de Futebol.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino


"MERECÍAMOS MUITO MAIS"

O médio francês do Leixões Amine Oudhiri frisou que os jogadores "merecíamos muito mais" frente ao Farense, salientando a presença dos 4324 adeptos, a maior assistência da temporada, em declarações à SPORT TV. 


Análise ao jogo com o Farense:

"Nós fizemos um grande jogo e merecíamos muito mais mas o futebol é assim. A força do grupo com estes adeptos incríveis também foi importante" 


Objetivo para a temporada:

"O nosso objetivo passa agora por ganhar o maior número de pontos possíveis e em cada jogo mostrar o Leixões" 


Proposta do Aves em janeiro:

"Estou bem aqui, o presidente tem confiança em mim, gosto de estar aqui e vou dar tudo por este clube"


Fonte da Foto: Duarte Rodrigues


Diogo Bernardino

LEIXÕES MERECIA MELHOR SORTE EM NOITE QUASE PERFEITA

Estádio do Mar, em Matosinhos:
II Liga (Jornada 24)
Árbitro: Carlos Xistra (AF Castelo Branco)
Leixões 1-1 Farense


Ao intervalo: 0-0
Marcadores: João Graça (46) e Ryan Gauld (83).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ryan Gauld (21), Hugo Seco (40), Franco (48), Rui Pedro (57), David Sualehe (61), Harramiz (75), Amine (80) e Luís Rocha (90+2).


Leixões: Stefanovic, Zé Carlos, Pedro Pinto, Pedro Monteiro, Derick, Gonçalo Franco, Amine, João Graça (Harramiz, 70), Joca (Romário Baldé, 78), Avto e Rui Pedro (Bura, 89).

Treinador: Manuel Cajuda.


Farense: Hugo Marques, Matheus Silva (Miguel Bandarra, 85), Luís Rocha, Rafael Vieira, David Sualehe (Fábio Nunes, 61), Fabrício Isidoro, Lucca (Irobiso, 56), André Vieira, Hugo Seco, Ryan Gauld e Fabrício

Treinador: Sérgio Vieira 


Exibição de grande nível merecia melhor destino final numa noite em que os leixonenses responderam em massa aos pedidos do clube e os jogadores retribuíram com uma das melhores partidas da temporada. 

Com a presença de 4324 espetadores que deram uma boa moldura humana ao Estádio do Mar, depois da SAD anunciar entrada gratuita no estádio como forma de protesto pela decisão do acórdão do processo Jogo Duplo, o Leixões conseguiu apresentar um futebol de excelente qualidade frente a um candidato ao título.

O encontro promete estender-se bem para lá das quatro linhas e por alguns dias devido a alguns casos em que a interpretação do árbitro Carlos Xistra, que curiosamente apitou o encontro da primeira volta entre ambas as equipas, foi criticado de forma dura por vários elementos no jogo.

A formação leixonense entrou em campo com o mesmo onze que venceu o Benfica B, com Joca a 10 e Rui Pedro como ponta de lança móvel e com o regresso de Bura e Harramiz após lesão. 

Moralizado pelo apoio das bancadas, o Leixões com mais intensidade, agressividade no bom sentido e melhor definição no último terço, mostram enormes evoluções desde que Cajuda tomou conta das rédeas há um mês.

Nos primeiros 15 minutos foi o Farense que entrou melhor na partida, pois precisava de pontos para não sair da liderança do campeonato, sempre com André Vieira, um jogador repentino em grande destaque.

Aos quatro, num lance em que parece o avançado Fabrício Simões estar em fora de jogo, remata rasteiro para uma boa defesa de Stefanovic, que só em uma ocasião quase borrava a pintura. Aos nove André Vieira continuou a colocar à prova a baliza leixonense.

A formação leixonense com algumas dificuldades em retirar a pressão exercida pela formação sempre teve em Avto e Rui Pedro jogadores rápidos, com boa visão de jogo, que flanqueiam por vários corredores, confundindo as marcações da linha defensiva do Farense.    

Foi a partir desses dois elementos que começaram a surgir os primeiros lances de perigo para a formação matosinhense, com João Graça (14) e Rui Pedro (25) a darem muito trabalho a Hugo Marques.

O Farense esboçava bons lances, sempre que a equipa leixonense não conseguia travar o ritmo colocado pela linha ofensiva com constantes movimentações e tabelas, ao qual André Vieira (27) e Simões (39), chegaram a ameaçar a baliza.

Durante a primeira parte, o árbitro Carlos Xistra, que antes do encontro já não recolhia as melhores impressões dos adeptos e sócios leixonenses, algumas das ações que efetuou durante o encontro receberam uma assobiadela que era bem audível.

O árbitro interpretou por exemplo que o guarda-redes Stefanovic aos 29 minutos que estava a queixar-se de algumas dores na perna não devia estar no chão, o mesmo a Hugo Marques aos 39, entre outros momentos.

Com boa dinâmica, a tentar o golo pelos flancos, pelo meio, com bons cruzamentos, com boas movimentações quer em jogo organizado ou em contra-ataque, a insistência e a persistência acabaria por dar frutos no início da segunda parte.

Melhor entrada para o segundo tempo não podia ter o Leixões, cruzamento vindo da direita de Avto, corte defeituoso de um defesa do Farense e João Graça por entre os centrais a cabecear para o fundo das redes aos 46 minutos. Terceiro golo do médio no campeonato.

A partir daqui o Leixões dominaria o encontro com vários lances da autoria de João Graça, Joca, Rui Pedro, que tentaram chegar ao segundo golo para deixar ainda mais apreensivo um Farense que não encontrava formas de travar o ímpeto leixonense.

A partir daqui Cajuda mexeu na equipa com as entradas de Harramiz e Romário Baldé, para dar maior frescura no ataque leixonense e as mudanças constantes dos jogadores, com Avto e Romário a trocar de posições, como também Harramiz e Rui Pedro.

Já Sérgio Vieira colocou homens mais altos na área com as enttradas de Irobiso e Fábio Nunes.

O Leixões tentava de tudo para chegar ao segundo golo, mas faltavam jogadores na zona de finalização ou qualidade na hora de acertar no último terço.

O Farense no único lance de perigo que teria na segunda parte conseguiu o golo. Lance que começa numa recuperação de bola, num lance em que Amine fica no chão a queixar-se na perna, ao qual o árbitro mandou seguir o jogo e depois o escocês Ryan Gauld com brio individual a empatar aos 83 minutos sem hipóteses para Stefanovic.    

O Leixões é nono classificado com 33 pontos e na próxima semana, até ordem em contrário devido ao coronavírus, os matosinhenses vão ao terreno do último classificado, o Casa Pia, no domingo às 15:00.


Fonte das Fotos: Duarte Rodrigues/Joaquim Teixeira


Diogo Bernardino 

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC