RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

LEIXÕES POR DUAS VEZES DEIXA FUGIR OS TRÊS PONTOS


Estádio Dr. Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia.
23ª Jornada da II Liga
Árbitro: Hélder Malheiro (AF Lisboa).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Derrick (32), Luís Silva (36), Manuel Godinho (40), Diogo Clemente (56), Ricardo Tavares (85) e Fati (90+3).
Oliveirense -- Leixões: 3-2.
Ao intervalo: 1-2.Marcadores:  Bura, 16) Sérgio Ribeiro, (28) André Clóvis,( 45+1) Agdon,( 60) Fati,( 70).

Oliveirense: Kadu, Diogo Sousa, Manuel Godinho, Mathaus, Ricardo Tavares, Filipe Gonçalves, João Graça (Paraíba, 59), Diogo Clemente (Bouldini, 59), Sérgio Ribeiro, Agdon (Alemão, 75) e Fati. Treinador: Pedro Miguel.

Leixões: Tony, Jorge Silva, Matheus Costa, Bura, Derick, Amine (Evandro Brandão, 74), Zé Paulo, Luís Silva (Filipe Ribeiro, 80), Camara, André Clóvis e Roniel. Treinador: Jorge Casquilha.

Em nova casa emprestada, a terceira desta época, a Oliveirense entrou a perder no Estádio Dr. Jorge Sampaio, devido ao golo de Bura, aos 16 minutos, com Sérgio Ribeiro a igualar a partida, aos 28, mas já perto do intervalo, André Clóvis levou os visitantes para o balneário em vantagem.
No segundo tempo, Agdon voltou a empatar para a Oliveirense, aos 60 minutos, enquanto Fati consumou a reviravolta unionista dez minutos depois, uma vitória que leva a formação de Pedro Miguel a subir até ao 10.º lugar da tabela, mas fica ainda a dois pontos e a dois lugares do Leixões.
A Oliveirense teve duas ocasiões para chegar à vantagem, por intermédio de Fati, negado por Tony, e acabou por ser o Leixões a chegar à vantagem, num bom cruzamento de Jorge Silva para a entrada de Bura, que cabeceou para o fundo das redes.
Os locais assumiram o controlo da partida, uma combinação entre Fati e Ricardo Tavares abriu o flanco esquerdo e o guineense, dentro da área, serviu Sérgio Ribeiro que 'disparou' para a baliza e colocou a igualdade no marcador.
No último lance da primeira parte, o guarda-redes da Oliveirense saiu para agarrar a bola, largou-a quando passou a linha limite da área, deixando-a nos pés de André Clóvis, que só teve de acertar na baliza.
No segundo tempo, Pedro Miguel colocou Paraíba e Bouldini com resultados imediatos, o médio brasileiro na primeira vez que tocou na bola, tirou um defesa da frente e cruzou tenso para Agdon, que só teve de colocar a cabeça à bola para empatar a partida.
Foram precisos 10 minutos para se completar a reviravolta oliveirense, com o golo de Fati aos 70 minutos, com Ricardo Tavares a lançar por cima da defesa adversária o guineense, que seguiu isolado para a baliza e, no 'cara-a-cara' com Tony, colocou por entre as pernas do 'guardião'.
Evandro Brandão ainda teve uma excelente ocasião para igualar a partida, a dois minutos do fim, mas depois de afastar Manuel Godinho e com tudo para fazer o golo, atirou rasteiro e ao lado.

Foto Duarte Rodrigues 

domingo, 17 de fevereiro de 2019

BIS DE ZÉ PAULO NO REGRESSO AOS TRIUNFOS


22ª Jornada da II Liga
Estádio do Mar em Matosinhos
Árbitro: José Rodrigues (AF Lisboa).
Leixões - Vitória de Guimarães B, 2-1.
Ao intervalo: 2-0.
Golos Zé Paulo,( 28 e 45+1) Aziz, (57).

LEIXÕES: Tony, Jorge Silva, Bura, Pedro Monteiro, Derick Poloni, Zé Paulo (Filipe Ribeiro, 73), Oudrhiri (Ceitil, 56), Luís Silva, Erivaldo, André Clóvis e Roniel (Camara, 65). Treinador: Jorge Casquilha.

V GUIMARÃES  B: Daniel Figueira, Maga, Edmond Topsoba, Denis, Sualehe, Shun (Elias, 46), Rosier (Christophe Burga, 83), Al Musrati, Hélder, Mimito e Aziz. Treinador: Alex Costa.

A formação de Matosinhos regressou às vitórias, depois de um empate com o Farense (1-1), enquanto os vimaranenses somaram o sexto jogo consecutivo sem vencer.
Com este resultado, os leixonenses subiram ao oitavo lugar do campeonato, enquanto o Vitória de Guimarães B caiu para a zona de descida, passando a ocupar o 16.º lugar.
A equipa da casa dominou ao longo da primeira parte e Zé Paulo traduziu essa supremacia em golos, o primeiro apontado aos 28 minutos e o segundo já em tempo de compensação, antes do intervalo, aos 45+1 de grande penalidade.
No segundo tempo, os vimaranenses ainda conseguiram reduzir, aos 57 minutos, por intermédio de Aziz, os vimarenenses ainda chegar a marcar mas o lance foi parado imediatamente pelo equipa de arbitragem por fora de jogo. Por parte dos homens do Mar André Clóvis esteve perto de marcar por duas vezes , triunfo justo da equipa de Matosinhos que assim regressa aos triunfos somando já a 5ª vitoria consecutiva no Estádio do Mar

Foto Duarte Rodrigues


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

PADROENSE SURPREENDIDO NO PADRÃO


Estádio do Padroense FC  
23ª jornada da Divisão d´Elite
Árbitro Pedro Campos
Cartão Vermelho a Teixeira (55 ) Renato (79) E Lindolfo e Ronaldo (90+1)

PADROENSE: Moreira, Renato, Lindolfo, Barny , Balito, Ivan, Guilherme (Carneiro 69),  Leitão, Ricardinho, Mesquita e Jardel (Lutchindo 69). Treinador João Costa

BOAVISTE B: Fábio Velasques, Rui Bruno, João Paulo, Portela, Camelo (Rúben  46), Teixeira, Ricardo, Henrique Zeca (Ronaldo 60) e Dani (Ackan 90) . Treinador Tiago Freitas 

A equipa do Padroense foi surpreendida pela Equipa do Boavista B que mostrou credenciais para ocupar lugares bem mas acima na tabela.
Jogo não muito bem conseguido pela equipa do Padroense muito por culpa da inspiração dos jogadores boavisteiros que demonstraram maturidade futebolística pata andar a discutir outros voos neste campeonato
A equipa dos Bravos de Matosinhos nunca conseguiram impor o seu futebol frente ao Boavista que bem posicionado no terreno criou sempre mais dificuldades, denotando um bom controle de bola (Ricardo o seu expoente máximo) e princípios de jogo muito bem definidos, tendo em Dani, uma seta apontada à baliza do guarda redes Moreira, que evitou males maiores.
Com a entrada de Lutchindo o Padroense ainda chegou a acreditar que poderia mudar o rumo aos acontecimento mas pertenceu ao Boavista a melhor oportunidade para ampliar a vantagem. 

EMPATE EM FARO FOI MELHOR QUE A EXIBIÇÃO


André Clóvis marcou (2 golos em três jogos)
Estádio de São Luís.
21.ª jornada da 2.ª Liga
Árbitro: Fábio Veríssimo (Leiria).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Matheus Costa (55), Erivaldo (67), Fabrício (70), Luís Silva (82) e Perisic (89). Cartão vermelho direto para Alan Júnior (90+2).
Farense - Leixões, 1-1.
Ao intervalo: 1-0.Cássio, 44 minutos.André Clóvis, 66 minutos.

 Farense: Hugo Marques, Filipe Godinho, Bruno Bernardo, Cássio, Perisic, Nuno Borges, André Vieira, Markovic (Fabrício, 63), Mayambela, Fábio Nunes (Tavinho, 77) e Irobiso (Alan Júnior, 84) Treinador: Álvaro Magalhães.

Leixões: Tony, Jorge Silva, Matheus Costa, Pedro Monteiro, Stephane (Camara, 59), André Ceitil, Zé Paulo (Felipe Ribeiro, 90+3), Luís Silva, Erivaldo (Evandro Brandão, 77), Derick Poloni e André Clóvis.Treinador: Jorge Casquilha.

O Farense e o Leixões empataram 1-1, em jogo da 21.ª jornada da 2.ª Liga
O novo técnico da equipa de Faro, que substituiu Rui Duarte no início da semana, fez apenas uma mudança no 'onze', face à derrota com o Sporting de Braga B, na jornada anterior (1-0), com a saída de Daniel Bragança para a entrada de André Vieira, que já não era titular para a II Liga desde a jornada inaugural.
O Farense que estreou Álvaro Magalhãess no comando técnico, apostou nas bolas longas para o extremo sul-africano Mayambela, apenas autor de um remate à figura a meio de uma primeira parte sem oportunidades de golo.
Já na parte final do primeiro tempo, um 'alívio' de Tony contra Fábio Nunes (35 minutos) quase originava o golo dos locais, que chegou aos 44 minutos, após um canto, com Cássio a resolver um lance confuso com um remate indefensável.
No início do segundo tempo, o panorama mudou ligeiramente, com o Leixões a subir as linhas em busca da igualdade, concretizada aos 66 minutos, num cabeceamento de André Clóvis, após cruzamento de Camara, entrado minutos antes.
O empate entre dois conjuntos nulos em termos ofensivos justificou-se em pleno, numa partida sem oportunidades de golo e que terminou com o Farense em inferioridade numérica, devido à expulsão de Alan Júnior (90+2).

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

CONTAS DA MANUTENÇÃO FICAM COM DANTES


Estádio do Leça em Leça da Palmeira
Jornada 20 do Campeonato de Portugal Série B
Árbitro Gonçalo Martins (Vial Real)
Cartão Vermelho por acumulação a Teles (40)

LEÇA: Cristiano, Joel, Materazzi, João Pedro, Paulo Lopes, Bruno Simoões (Medeiros 72), Pedro Pinto, Teles, Zé Carlos, Miguel Ângelo (Miguel Lopes) Isaac. Treinador Domingos Barros

PEDRAS RUBRAS: Isac, Thomas, Ricardo Carvalho, Pecks, Miguel Vaz, Nikiena (Igor 65), Taborda (André Viana 84), Pimenta, Andrade (Nuno Pereira 65), Tiago Silva e Dibola. António Pedro

Encontro para as contas da manutenção, terminou empatado, sem golos e sem grande motivos de interesse.
Os lances de perigo foram raros, mas o sinal pertenceu ao  Leça, que chamou a si o comando do jogo, tendo o Pedras Rubras jogado mais na expectativa
Perto dos 40 minutos, a primeira contrariedade para o Leça com a expulsão de Teles após acumulação de amarelos, num lance perfeitamente evitável, a partir deste momento os visitantes subiram um pouco as linhas mas sem resultados práticos.
No segundo tempo e a jogar em inferioridade numérica a equipa do Leça exibe-se melhor que o adversário e Isaac com um golpe de cabeça esteve perto de inaugurar o marcador mas o guardião Isac faz portentosa mantendo o nulo verificado. Com o andamento do jogo o Leça parece ter caído fisicamente, os maiatos aproveitando-se disso, volta a carga terminando por cima do jogo.

Foto Leça FC 

GRANDE FUTEBOL E GRANDE CORAÇÃO


Estádio do Mar, em Matosinhos.
Jornada 20 da II Liga
Árbitro: André Narciso (AF Setúbal).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Amine (30 e 61), Diney (40), Cícero (57). Roniel (67). Cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos para Amine (61).
Leixões - Estoril, 2-0.
Ao intervalo: 1-0, André Clóvis, (22) Zé Paulo, (50).

Leixões: Tony, Jorge Silva, Bura, Matheus Costa, Derick, Amine, Luís Silva, Zé Paulo (Pedro Monteiro 83), Erivaldo, Roniel (Filipe Ribeiro, 70) e André (Ceitil, 63).  Treinador: Jorge Casquilha.

Estoril: Thierry, Pedro Queirós, Diakhité, Diney, Rafael Furlan, Cícero, Gonçalo, Ibra Koneh (Chaby, 72), Andrezinho (Gorré, 46), Sandro Lima e Roberto (Jonata, 65). Treinador: Bruno Baltazar.

Clóvis e Zé Paulo marcaram este domingo os golos do regresso às vitórias do Leixões, na receção ao Estoril por 2-0, em partida da 20.ª jornada da 2.ª Liga, mesmo jogando 40 minutos em inferioridade numérica.
Perante um Estoril desinspirado, o Leixões começou a dominar o encontro, criando várias ocasiões de golo, a primeira delas logo aos três minutos quando Bura cabeceou por cima da barra, após um pontapé de canto.
A resposta 'canarinha' surgiu num remate cruzado de Sandro Lima (6 minutos) que passou junto ao poste direito, após o que o Leixões intensificou o assédio que viria a culminar com um golo, uma estreia de André Clóvis (22'), depois do cruzamento da direita de Erivaldo quase surtir em autogolo de Diakhité, ressaltado em Thierry para o avançado marcar.
Aos 43 minutos, um livre de Zé Paulo foi concluído de cabeça por Matheus Costa, que atirou junto ao poste direito da baliza.
O 2-0 ocorreu no início da segunda parte, depois de Luís Silva (50) cruzar da esquerda, Thierry negar o golo a Roniel e Zé Paulo marcar, na emenda.
A expulsão de Amine (61) ameaçou desequilibrar um jogo que o Estoril, então mais ofensivo, queria inverter, mas Tony mostrou competência entre os postes aos 59 e 75 minutos, opondo-se a remates de Roberto e Sandro Lima.
Nos últimos minutos, Jonata falhou o 'alvo' e o resultado não sofreu mais alterações. 

Foto Leixões Sad 

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC