RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 14 de outubro de 2012

INFESTA COM RAZÕES DE QUEIXA DA ARBITRAGEM


O Infesta vencia ao intervalo por 2-1.

Assistiu-se a um bom espectáculo de futebol esta tarde em São Mamede de Infesta, com duas equipas claramente ofensivas. O Infesta entrou melhor na partida pois logo aos 2 minutos, Carlos cruza da esquerda e Ely atira de cabeça ao lado. Três minutos depois, o Infesta adianta-se no marcador, Ely em excelente jogada individual, deixa na direita para Jorginho, este cruza ao primeiro poste onde Eduardo ao tentar desviar a bola, introduz a mesma na própria baliza. O Tirsense respondeu por Tiago Lenho que a cruzamento de Tiba, cabeceia cruzado para defesa apertada de Isac. Aos 16 minutos, livre no meio campo do Infesta a favorecer o Tirsense, Eduardo cruza para a grande área e Carlos, infeliz, acaba por de cabeça introduzir a bola na própria baliza. Os jesuítas chegavam assim ao empate. O encontro estava equilibrado com lances de perigo para ambos os lados, principalmente nos cruzamentos aéreos mas as defensivas iam dando conta do recado. Aos 28 minutos, Tiago Lenho aparece à entrada da área para atirar com muito perigo à baliza do Infesta mas a bola passa um pouco por cima da barra. Dois minutos depois, o Infesta responde por Bruninho que em lance individual, flecte para o meio e atira um pouco ao lado. Mesmo em cima do intervalo, o Infesta chega novamente à vantagem, num livre marcado a meio campo, Vitinha I coloca a bola na área e Jonas, mais alto que todos, de cabeça, faz o segundo do Infesta.
 
  Na segunda metade, voltou-se a assistir a um jogo bastante aberto com lances de perigo para ambos os lados. Apesar do Tirsense estar em desvantagem, foi o Infesta que esteve mais perto do terceiro golo. André Maia por duas vezes, com dois passes magistrais, coloca Ely em boa posição mas o avançado cabo-verdiano no primeiro lance deixou-se antecipar por Tiago Lenho e no segundo, perdeu-se em fintas ao guarda-redes Pedro Soares. Aos 62 minutos, o caso do jogo, Dany dentro da área cruza a bola e Filipe Babo corta o lance com a mão, um lance claro de grande penalidade, que não deixa dúvidas mas que o árbitro, nada assinalou. Pouco depois o Tirsense consegue o empate, Rafinha pela esquerda, cruza da linha de fundo, a bola passa rasteira por toda a gente na área e ao segundo poste, aparece Maurício que empata o encontro. Uma falha defensiva que custou caro ao Infesta. Dez minutos depois, canto da esquerda de André Soares e Tiago Lenho de cabeça, coloca os jesuítas na frente do marcador pela primeira vez no jogo. O Infesta bem tentou o golo do empate e esteve perto de acontecer aos 87 minutos por Rui Jorge, que após canto da esquerda de Vitinha I, aparece a cabecear ao primeiro poste para defesa apertada e com o pé do guardião forasteiro. Já em cima do minuto 90, novo canto de Vitinha I, a bola é cruzada para a entrada da área onde aparece Bruninho que de primeira atira com perigo ao lado.
 
O resultado é injusto, pois o Infesta fez o suficiente para vencer o encontro. O árbitro da partida fica ligado directamente ao resultado do jogo, pelo lance aos 62 minutos, onde Filipe Babo corta a bola com a mão dentro da área a cruzamento de Dany. Uma grande penalidade que ficou por marcar e que poderia ter dado naquela altura o terceiro golo a favor do Infesta. O campeonato pára no próximo fim-de-semana para se disputar a 3ª eliminatória da Taça de Portugal. O Infesta entra em campo a 28 deste mês com a deslocação ao terreno do Varzim.
 
FONTE SITIO FC INFESTA

LEÇA MAIS VALIA NÃO TER MARCADO


III DIVISÃO SERIE B JORNADA 5
Estádio do Leça FC
Árbitro André Almeida
LEÇA FC 1 SANTA EULÁLIA 1
Ao Intervalo, 0-0, marcadores, Serginho (50) e Benecio (89)
LEÇA: Castro, João Santos, Serginho, Zé Soares e César; Dias, Bruno Freitas (Pisco), Coutinho, Domingos e Bruno João; Pedras (Hugo Almeida). Treinador Slagalo
 
SANTA EULÁLIA: Espinha, Inácio, Filipe Alves (Miguel André), Élio e Armando; Rui Costa (Benecio), André Cunha, Nelson; ZéZé, Tiago monteiro (filipe Magalhães) e Carlitos. Treinador João Fernando.
Leça desceu esta tarde do Céu ao inferno.
EXCELENTE PRIMEIRA PARTE DO LEÇA
O Leça apresentou-se para este jogo com uma tática (4-5-1) extremamente defensiva, com nada mais nada menos do que sete (7) jogadores de características defensivas escalados para o onze inicial, ficando toda a “armada” sentada no banco de suplentes, jogadores ofensivos: Hugo Almeida, Gandarela, Pisco, João Pires e Serrão Sousa, dois estreantes na convocatória. Um pouco surpreendentemente a primeira parte decorreu com o domínio da equipa do Leça, que esteve muito perto de marcar. Aos 22`minutos Domingos, ganha a bola já dentro da pequena área, com esta a sobrar para Bruno João que remata fraquinho à figura de Espinha, gorando-se excelente oportunidade de abrir o marcador. 24`minutos Bruno João cruza da esquerda e Coutinho de cabeça atira muito perto do poste esquerdo do guarda-redes forasteiro, dois minutos depois Pedras que jogou sozinho lá na frente, não consegue a emenda na cara do guarda-redes. Atingiu-se o intervalo com um nulo, um pouco lisonjeiro para os visitantes. De referir que os ULTRAS LEÇA em forma de protesto estiveram silenciosos durante estes 45`minutos, apresentando um faixa que dizia “ BOMBA DE MILHÕES LEÇA COM TOSTÕES”.
 
LEÇA A PARTIR DO GOLO ENCOLHEU-SE
A segunda etapa começou da melhor maneira para a equipa leceira, Coutinho marca um livre descaído pela direita, e Sérginho, defesa goleador (3 golos) encosta de cabeça fazendo o primeiro da partida aos 50`minutos. Ao minuto 50` terminou o jogo para o Leça, quando se perspetivava a procura do segundo golo, o Leça até então estava por cima do jogo, inexplicavelmente baixa as sua linhas e defende muito atrás, convidando se quisermos, que o adversário ataca-se com mais consistência, respondendo de pontapé para à frente. Valeu aos leceiros a tarde inspirada do guarda-redes CASTRO (são Castro), negou o golo por três vezes ao Santa Eulália, 68`, 74`e 88`minutos, e tantas vezes o cântaro… adivinhava-se o golo forasteiro, que aconteceu em cima do minuto 89, por Benecio ex jogador do Leça. Hugo Almeida, três minutos depois quase marcava, na única oportunidade leceira nos segundos 45`minutos. Mas a tarde era mesmo de CASTRO, que na resposta segura o empate para os da casa. Resultado justo por aquilo que os leceiros fizeram até marcar, depois...
 
A armada que não chgou a ser utilizada.
 
A equipa leceira, é de baixo custo é certo, mas isto não é sinonimo de fraca qualidade. O Plantel leceiro tem qualidade, já demonstrada no decorrer desta época. Urge ser necessário fazer-se algo para que os resultados apareçam.
Arbitragem em bom plano.

RESULTADOS DOS JOGOS DO DIA 14 DE OUTUBRO 2012


Resultados do Futebol de Matosinhos Fim-de semana negro para os matosinhenses, só mesmo os Bravos de Matosinhos, Padroense FC, conseguiram vencer o seu adversário.

SANTA CLARA 3 LEIXÕES 1
PADROENSE 2 JOANE 1
INFESTA 2 TIRSENSE 3

LEÇA 1 SANTA EULÁLIA 1

PERAFITA 1 OLIVEIRA DO DOURO 1

SCS HORA 1 LEVERENSE 2
VALADARES 1 LAVRENSE 1
LEÇA DO BALIO 0 GULPILHARES 1
AVINTES 2 CUSTÓIAS 0

SÃO ROMÃO 2 OS LUSITANOS 2
MELRES 5 ALDEIA NOVA 0

O DESAGRADO DE JOSÉ PACHECO TREINADOR DE FUTEBOL DE FORMAÇÃO



JOSÉ PACHECO MOSTRA-SE DESAGRADADO

Chamo-me José Pacheco e sou treinador de futebol, neste momento treino os juvenis e os infantis da UD Lavrense (Escola de Futebol Paulo Faria). Nos dois últimos anos treinei no FC Perafita (Escola Academia Sporting), nos escalões de Iniciados e Juniores, os quais levei da 2ª divisão distrital à 1ª divisão.
 
Mas o que me traz aqui e que gostava que me ajudassem a tornar público, porque eu gostava que estas pessoas que cometem estas injustiças não passassem impunes era o seguinte:
" Desde sempre os atrasos nos pagamentos dos salários eram uma constante, mas na ultima época estes ultrapassaram o limite do razoável, chegando aos três meses de atraso. No final da época disseram-me que iam saldar tudo no dia 31 de julho e que no dia 19 de agosto (dia de inicio da época 2012/2013) eu teria condições para iniciar a época. no entanto isso não aconteceu e eu despedi-me.
 
Agora eles dizem que não pagam. Da parte do FC Perafita desde sempre tive apoio total, mas as pessoas responsáveis da Academia não têm respeito por ninguém, visto que isto se passa com mais do que um treinador. Sou professor de Educação Física. Tenho 37 anos e dois filhos.
 
Devem-me 2100€. Isto representa muitas horas de trabalho e muitas horas sem a companhia dos meus filhos.
 
Grato desde já pela vossa atenção,

José Pacheco.

JUNIORES - EM CASA MANDA O LEÇA


1ª DIVISÃO A F PORTO – JUNIORES A SUB19 - JORNADA 5
Complexo Municipal de Leça da Palmeira
LEÇA FC 3 VILANOVENSE 1
 
LEÇA FC: 1-Bruno; 2-Fruta; 3-Pedro; 4-Tiago Moura; 5-Diogo; 6-Hugo; 7-Tiago Oliveira (13-Filipe); 8-Tiago Cruz; 9-Miguel; (15-João); 10-Evandro (17-Tiago Rodrigues); 11-Azevedo. Treinador, Nelo

Marcadores do Leça: 8-Tiago Cruz; 4-Tiago Moura; 17-Tiago Rodrigues. Marcador do Vilanovense: 7-To Zé
Como traduz o resultado final a superioridade dos jovens leceiros, ficou bem vincada, sendo de facto ao longo dos noventa minutos superiores em todos os capítulos do jogo. Com esta vitória a equipa leceira posiciona-se na 8ª posição da tabela com 9 pontos em cinco jogos, fruto de 3 vitória e 2 derrotas. Na próxima jornada, dia 20 de Outubro o Leça vai deslocar-se ao SC Coimbrões

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC