RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

DAVID PINTO É REFORÇO DO ALDEIA NOVA

O extremo direito David Pinto (ex-Infesta) é reforço do Aldeia Nova, com contrato válido até final da temporada, anunciou o Aldeia Nova.

David deixa o F.C. Infesta após seis jogos na primeira metade da temporada e vai vestir a camisola 27 e quer ajudar a equipa o mais rápido possível.

O atleta deixou uma mensagem para os sócios e simpatizantes que vai passar esta terça feira pelas 21:30.

David representou o Leça, Lusitanos, Sousense e Custóias.


Fonte da Foto: Aldeia Nova


Diogo Bernardino

LEÇA DO BALIO SOMA QUARTA DERROTA CONSECUTIVA

Estádio Rei Ramiro, no Candal
AF Porto Divisão de Honra Série 1 (Jornada 19)
Árbitro: Domingos Alves
Candal 3-0 Leça do Balio


Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Campota (48), Branquinho (50) e Sousa (65)

Candal: Miguel, Hélder, Sousa, Peçanha, Cristiano, Manuel José (Mário, 80), Campota (Santos, 80), Morgado, Branquinho, João Sousa (João Reis, 36) e João Miguel (Cacheira, 80)

Treinador: Tozé


Leça do Balio: Tiago Moniz, Hugo, Fábio Castro (Dani, 70), Carlos Diogo, Félix, André Ribeiro (Fábio Loureiro, 76), Luís Barbosa, Nélson (Martin, 70), Tiago Vieira, Paulo Marinho e Tata (Queimado, 70)

Treinador: Flávio Silva


A equipa do Candal saía muito bem na primeira fase de construção, sendo que o Leça do Balio explorava muito bem as alas nos primeiros minutos de jogo.

As oportunidades iam surgido aos nove minutos por Félix, 13 minutos por Bernardo, 15 por Fábio num pontapé de canto, 16 por João Sousa, com mais bola para o Candal que teve algum controlo, mas sem colocar em prática esse mesmo domínio.

A equipa matosinhense apresentava um excelente bloco defensivo, travando qualquer tentativa da equipa de Gaia colocar em prática as suas qualidades.

Na segunda parte, logo aos 48 minutos João Reis cruza para o primeiro poste onde Comporta ao segundo poste coloca a bola no fundo das redes. Logo a seguir aos 50 chegou o segundo do Candal, onde num canto João Reis cruza ao primeiro poste e na confusão Branquinho coloca a bola no fundo das redes.

Mesmo assim, o Leça do Balio não deixou de procurar o golo e aos 58 queixou-se de uma grande penalidade e no mesmo lance André Ribeiro com um pontapé canhão quase abanava as redes de Miguel.

Aos 65, o Leça do Balio tinha uma missão super difícil depois de João Reis, o 'joker' do Candal cruzar para a cabeça de Sousa que se limitou a colocar a bola no fundo das redes. 

Até ao final do jogo, o Candal limitou-se a gerir a vantagem. 

O Leça do Balio, 16.º classificado com nove pontos na próxima jornada recebe o Balasar.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

ÚLTIMA HORA: RIDWAN BABATUNDE REFORÇA OS SUB-23 DO LEIXÕES

O defesa central nigeriano Ridwan Babatunde reforça os sub-23 do Leixões, anunciou o Viljandi Tulevik da Estónia o clube que representava.

O central de 18 anos esteve no Olisa FC, antes desta primeira metade da época reforçar o Tulevik da Primeira Liga da Estónia onde realizou 11 jogos.

O central é o sexto reforço dos sub-23 do Leixões nos últimos dias do mercado de transferências, juntamente com Abderrahmen Kar, Edmilson Santos, Jianjing Huang, Mody Cissé e Nadson.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

DIOGO ANDREZO DEIXA O LEIXÕES E REFORÇA O TROFENSE POR EMPRÉSTIMO

O avançado de 19 anos Diogo Andrezo deixa o Leixões e reforça o Trofense por empréstimo, com contrato válido até ao final da temporada, anunciou o clube do Campeonato de Portugal no seu Facebook.

Diogo Andrezo na primeira metade da temporada pelos sub 23 do Leixões fez 22 jogos.

Andrezo vai ajudar assim o Trofense a manter-se na Série B do Campeonato de Portugal, juntamente com Alan Junior que está emprestado também à formação da Trofa.

Andrezo fez a sua formação no Sporting, FC Porto, Boavista, Rio Ave, Maia Lidador, Sanjoanense e SC Braga.


Fonte da Foto: Trofense


Diogo Bernardino

ESTREIA DE MANUEL CAJUDA NO LEIXÕES COMEÇA COM UM DESAIRE

Estádio da Choupana
II Liga Jornada 19
Árbitro: Fábio Veríssimo (AF Leiria).
Nacional 1-0 Leixões

Ao intervalo: 1-0.
Marcador: Kenji Gorré (34).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bruno Monteiro (30 e 45), Amine (37), Leonel Mosevich (44), Júlio César (52), Bura (67), Vítor Gonçalves (73), Anthony Sosa (76) e João Graça (89). Cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos para Bruno Monteiro (45).


Nacional: Daniel Guimarães, Kalindi, Júlio César, Leonel Mosevich, Anthony Sosa, Nuno Borges, Vítor Gonçalves, Rúben Micael (Marcelo Freitas, 80), João Camacho (Evouna, 78), Kenji Gorré e Brayan Riascos (Bryan Rochez, 65).

Treinador: Luís Freire.


Leixões: Stefanovic, Pedro Pinto, Bura, João Pedro (Pedro Monteiro, 17), Derick Poloni, Bruno Monteiro, Amine, Avto (Pana, 60), Perdigão (João Graça, 46), André Claro e Harramiz.

Treinador: Manuel Cajuda.


O Leixões prolongou a sua série de jogos sem conhecer o sabor da vitória, que vai a dez partidas, desde Segunda Liga a Taça de Portugal e aumenta assim mais um ponto para a possível subida (a 12 da subida).

Os insulares conseguiram o triunfo mas tiveram muitas dificuldades frente ao Leixões, sendo que os matosinhenses apesar de terem feito a segunda parte sem Bruno Monteiro expulso por acumulação de amarelos foi melhor. 

Aos 17, grande adversidade para o conjunto de Manuel Cajuda com a lesão de João Pedro.

Nos primeiros 30 minutos foi o Leixões que começou melhor, apoiado por duas centenas de adeptos, com lances de contra-ataque finalizados por André Claro aos 10 e Derick aos 16. Muito bem organizado a nível defensivo, o Nacional só aos 18 por Camacho começou a criar perigo. 

Contra a corrente do jogo, o Nacional inaugurou o marcador com um cruzamento de Camacho para Gorré que aproveitou uma escorregadela de Pedro Pinto para apontar o primeiro aos 34 minutos.

Aos 45, outra adversidade para os 'bebés do mar' com a expulsão de Bruno Monteiro por acumulação de cartões amarelos.

No segundo tempo reduzido a dez, a formação de Manuel Cajuda procurou o empate, enquanto o Nacional criava as oportunidades, mas não sentenciava o jogo e na resposta André Claro aos 75 e aos 83 esteve perto de marcar, com Mosevich a tirar o 'pão da boca' ao Leixões.

Aos 89 um erro grave de Sosa para Bura que jogava a avançado obrigou Guimarães a uma defesa difícil para evitar o empate.

O Leixões, 12.º classificado com 25 pontos recebe na próxima jornada, o Varzim, sábado, às 15:00 no dérbi do Mar.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

FALTA DE EFICÁCIA FEZ A DIFERENÇA

Estádio do Leça, em Leça da Palmeira
Campeonato de Portugal Série B (Jornada 20)
Árbitro: Pedro Viveiros (AF Madeira)
Leça 1-1 Lusitano Vildemoinhos

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Braz (63) e Isaac Boakye (73)
Ação disciplinar: Amarelo para Barros (35), Cláudio (55), Tiago Gonçalves (61) e Nonso (63)

Leça: Cristiano, João Pedro, Manuel Né, Pecks, Claúdio (Van Zeller, 67), Samuel Teles, João Paulo (Simões, 80), Nelsinho, João Paulino, Isaac Boakye e Adilson

Treinador: Domingos Barros


Lusitano: Ruca, Leal, Tiago Gonçalves, Raphael, João Guilherme, Barros (Mamadou, 60), Nonso (Paulo, 75), Mauro, Hélder, Miguel Lopes e Braz (Luís Almeida, 90+2)

Treinador: Rogério Sousa


O Leça foi travado pelo Lusitano de Vildemoinhos e não conseguiu aproveitar o resultado que se traduziu em Arouca com a vitória do primeiro classificado sobre o segundo, o Lusitânia de Lourosa por 1-0.

Mesmo assim nem tudo correu mal ao Leça, conseguiu reduzir para apenas um ponto a diferença para os lugares do play-off do Campeonato de Portugal, mas a distância para o primeiro aumenta para nove pontos.

Um jogo bem conseguido do Leça, onde somente faltou ter concretizado as ocasiões de golo que criaram. Jogando com um adversário com linhas muito baixas e com as oportunidades que tiveram, pelo menos quarto ou cinco flagrantes.

O Leça foi novamente superior frente a um adversário que teimava em jogar no contra-ataque e a tentar apostar pelas alas maioritariamente pelas incursões de Miguel Lopes, ex-Leça e a maior dor de cabeça para a linha defensiva.

Apesar da saída de Zé Carlos rumo ao Leça e que trouxe Cláudio Borges e sem a oportunidade de ver os três reforços: Joel Mateus, Isaac Cissé e Guilherme Cruz, o Leça manteve o estilo de jogo que o preconiza.

O Leça não se sentiu órfão sem Zé Carlos e partiu em busca de preciosos pontos na luta pelos objetivos. A falta de ambição que colocou em campo é mérito de uma ideia coesa, capaz de acumular com uma boa organização coletiva a uma dose de remates perigosos.

Ninguém surpreendeu no sistema tático nem nas escolhas, nota de destaque para o regresso de Cristiano que estava lesionado e ainda teve de utilizar uma proteção na cara. O Leça apostava mais uma vez pelos corredores laterais e foi a partir daí que aos quatro minutos que Adilson e aos oito por Paulino estiveram perto de inaugurar o marcador se não fosse o olhar atento de Ruca.

O Lusitano de Vildemoinhos conseguiu ajustar-se ao excelente início de jogo e a reduzir o espaço de conforto do Leça, equilibrando as operações da partida. Aos 35 Isaac Boakye teve uma oportunidade de ouro para apontar o primeiro, se não fosse mais uma vez Ruca com um olhar de lince a travar a gazela.

Na segunda parte, o Lusitano começou melhor, mas cada remate era um brinde para as mãos de Cristiano, que viu os seus companheiros começar um festival de golos falhados. 

Aos 55 Isaac remata com estrondo ao poste da baliza de Ruca, aos 57 e aos 59 Nelsinho falhou à boca da baliza, demorando algum tempo a resolver a situação.

As duas equipas aumentaram a intensidade de jogo, num jogo de ataque e resposta, mas aos 63 minutos num lance de génio, Braz arranca, deixando dois adversários e fuzila para as redes de Cristiano sem hipótese.

Mas o Leça não deu amostras de ter sido abatido pelo golo sofrido e começou novamente a subir as linhas, as suas tropas para o ataque fixo à baliza de Ruca e aos 72 após um passe de régua e esquadro de Paulino para Adilson, o central Tiago Gonçalves no entender do árbitro faz falta no coração da área e aos 73 minutos Isaac Boakye de grande penalidade fez o golo do empate, sexto golo na temporada.

Até ao final, só houveram mais duas situações perigosas até ao final e para o Leça, que não foi tão eficaz nas oportunidades, mas mesmo assim não é fácil criar estas oportunidades com equipas que se apresentam deste modo.

O Leça, terceiro classificado com 39 pontos vai ao terreno do Valadares, no próximo sábado, às 11:45.


Fonte das Fotos: Leça FC


Diogo Bernardino

LUSITANOS DERROTADO EM CASA DO SOBREIRENSE

Campo do Sobreirense
AF Porto I Divisão Série 1 (Jornada 18)
Árbitro: Daniel Marques
Sobreirense 4-2 Lusitanos


Ao intervalo: 3-1
Marcadores: Ivo (12), João (22); Hélio (28 e 33), Miguel (52) e Pereira (79)


Sobreirense: Guga, Guimarães (Bruninho, 74), Poças, Tiago, Lopes (Gugu, 80), Mendes, Sousa, Hélio (Zé Pedro, 80), João, Miguel (Iuri, 74) e Sérgio 

Treinador: Eduardo Mota


Lusitanos: Bruno, Fernando, Paulo (Simão, 80), Diogo (Marcelo, 56), Tiago Pereira, Ivo (Huguinho, 80), Fabinho (Leitão, 56), Kevin (Joi, 56), Pina e Rúben


Treinador: Albino Guerra


O Lusitanos entrou melhor aos 12 minutos com o golo de Ivo, e nos primeiros 45 minutos, onde o deslumbramento dos alvi negros, após o golo onde até aí era superior, em três lances de bola parada o Sobreirense chega a um resultado que lhe deu mais tranquilidade até ao intervalo.

A partir daí Miguel aos 52 e Pereira aos 79 fizeram os outros golos do jogo.

O Lusitanos, 12.º classificado com 17 pontos recebe na próxima jornada o Vandoma


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

PERAFITA PASSA POR EXCELENTE MOMENTO

Estádio do FC Perafita
AF Porto I Divisão Série 1 (Jornada 18)
Árbitro: Pedro Cardoso
Perafita 3-1 Ramaldense

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Rocha (23), David (32), Bernardo (49) e Zé Miguel (57)

Perafita: Mourão, Tuta, Bernardo Faustino (Pacheco, 46), Pedrilson (Hélder, 65), Resende (Bezerra, 46), David, Branco, Rafa, Chico e Zé Miguel (Zuca, 85)

Treinador: Paulo Gentil

Ramaldense: Paulinho, Ivan, Chumbinho (Hugo, 55), Paulo Ferreira, Júlio, Hermínio (Melo, 24), Chiquinho (Paulinho, 55), Francisco (Ivo, 55), Mamede, Flávio e Rocha

Treinador: Tó 


O Perafita está a passar por uma excelente fase, desde que Paulo Gentil tomou conta da equipa técnica do clube, conseguindo este domingo a segunda vitória consecutiva.

Início do jogo com duas equipas completamente distintas em termos classificativos onde o Perafita entrou apático no jogo com índices de agressividade ao portador da bola muito baixo e permitiu que o Ramaldense viesse a crescer ao longo dos 15 minutos iniciais.

No entanto no desenrolar do jogo o Perafita cresceu e embora não houvesse oportunidades até aos 25 minutos da primeira parte. Surge o golo do Ramaldense contra a maré do jogo, contra ataque e numa má abordagem ao lance por parte de Mourão onde a bola passa pelo meio das pernas.

O golo da equipa adversária veio acordar a equipa da casa onde começou com o seu futebol corrido e após um lançamento do lado esquerdo do ataque, um cruzamento de Chico foi parar à cabeça de David que saltou mais alto que a defesa adversária e igualou o marcador.

Até ao final houve 2 oportunidades de golo da equipa da casa mas faltou lucidez no momento de finalização. Empate justo ao intervalo.

O segundo tempo começou com o Perafita a encostar o Ramaldense à sua grande área onde não permitiu sequer sair a jogar e foi num momento de pressão que ganhou um canto. Canto esse batido por Chico ao primeiro poste e num ressalto, Bernardo limitou a encostar a bola para o fundo da rede.

O Perafita tinha vindo do balneário com a correcção dos índices de agressividade e ganhou sempre as primeiras e segundas bolas e conseguiu segurar e controlar o jogo a seu belo prazer e ao minuto 57 após uma bola ganha no meio campo, Jaime Pacheco faz uma passe de profundidade uma vez que viu o seu colega Zé Miguel na rotura e este frente ao guarda-redes coloca a bola no sentido contrário fazendo assim o 3-1 ao minuto 57.

Até ao final do jogo o Perafita controlou o jogo e podia ter dilatado o marcador. O Ramaldense simplesmente através de bolas paradas criou perigo em dois momentos e em ambos, Mourão fez 2 excelentes intervenções segurando assim o resultado.

Vitória justíssima do Perafita que vem crescendo de jogo para jogo.

O Perafita, último classificado com sete pontos vai ao terreno do Torrão.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

ALDEIA NOVA CONSEGUE EMPATE NUM JOGO EM QUE O RESULTADO PODERIA SER OUTRO

Estádio Comendador António Pimenta em Lever
AF Porto I Divisão Série 1 (Jornada 18)
Árbitro: Tiago Barbosa
Leverense 2-2 Aldeia Nova

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Danilo (37), Joel (38 e 66 g.p) e Vieira (88) 
Vermelho: Rosas (71)


Leverense: Norinho, Vítor, Nando (Meno, 71), Renato, Rafa, Ricky (Bruno, 46), Rui Pinho, Bruno Ferreira (Carrizo, 46), Joel, Filipe Mota (Neves, 75) e Rocha

Treinador: Filipe Borges


Aldeia Nova: Pinheiro, Rosas, Batista, Gonçalo, Vieira, Zé Paulo (Martins, 73), Gonçalo, Peneda (Freitas, 73), Simão (Pepo, 83), Danilo e Dr. Love (Ribeiras, 83)


Treinador: Leão


O Aldeia Nova empatou a duas bolas em casa do Leverense, num jogo em que podiam ter tido outro resultado.

Os Matosinhenses iam em busca de encurtar distância pontual para o Leverense e entrou muito bem na partida, com mais garra, mais atitude e foram várias as oportunidades de golo que infelizmente não se concretizaram. 

O Aldeia Nova viria a marcar de canto por Danilo que ao primeiro poste de cabeça fez o primeiro do encontro aos 37 minutos. 

A equipa continuou a mandar no encontro e viu Zé falhar o penalti que poderia fazer o 2-0. Cinco minutos depois novo penálti escandaloso que o árbitro não assinalou. 

O Leverense sem nada fazer para marcar, chegaria ao golo do empate ainda na primeira parte através de penalti por Joel. Ao intevalo o resultado era muito injusto e penalizador para equipa de Matosinhos. 

Na segunda parte a equipa do Leverense foi mais capaz e mostrou porque está na segunda posição, mais objetiva, mais calma e pragmática acabaria por chegar a vantagem através novamente de penalti.  A equipa do Aldeia Nova foi novamente para cima do Leverense à procura de pelo menos do empate e veria tudo se complicar mais com a expulsão de Rosas.  

Com 10 o Aldeia Nova soube sofrer, mas nunca deixou de pensar no empate e já muito perto dos 90 Vieira com um remate fora da área fez o golo do empate.

O Aldeia Nova quinto classificado com 31 pontos na próxima jornada recebe o SC Campo


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

SENHORA DA HORA SOMA SÉTIMO JOGO SEM VENCER

Complexo Desportivo do Senhora da Hora, em Matosinhos
AF Porto I Divisão Série 1 (Jornada 18)
Árbitro: Inês Alves
Senhora da Hora 1-2 Águas Santas

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Gui (17), Jailton (28) e Gomes (60)
Vermelho para Bruno aos 90+5


Senhora da Hora: Pedro Ribeiro, Rui Sousa, Miguel, Jailton, Jean (Estrela, 82), Fredy, Sá (Diogo Santos, 70), Ricardo (Bruno Silva, 70), Frank (Marcus, 82), Diego e Rafa

Treinador: Vasco Carvalho (presidente)


Águas Santas: Simão, Ricardo Silva, Carlos, Tavares, André Sousa, Rúben Ferreira, Rodrigues, Gui, Gomes (Figueiredo, 77), Rúben Sousa (Almeida, 77) e Tiago (Ferraz, 74)

Treinador: Vital


Num jogo em que o Senhora da Hora entrou bem, mas falhou um penalti logo por Diego nos primeiros minutos do jogo e enviou uma bola ao poste por Fredy. 

O Águas Santas em contra ataque faz o 1-0 aos 17 minutos por Gui num remate espetacular que deixou Pedro Ribeiro pregado ao relvado, mas a insistência e a persistência do Senhora da Hora deram frutos pois aos 27 Jailton empata num lance de insistência ao segundo poste. 

Na segunda parte o A. Santas numa jogada feliz em que a defesa do SCSH facilitou, faz o 1-2 por Gomes aos 60 minutos. O SCSH fez um jogo com muito empenho e está a melhorar e mesmo a terminar Bruno foi expulso aos 90+5.

A Arbitragem de Inês Alves prejudicou o Sport Clube Senhora da Hora.

O Senhora da Hora é 15.º classificado com 14 pontos e ma próxima jornada vai ao terreno do Valonguense.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

JOGO QUENTINHO RETIRA AO LAVRENSE HIPÓTESE DE APANHAR TOPO DA TABELA

Complexo Desportivo de Lavra, em Matosinhos
AF Porto Divisão de Honra Série 1 (Jornada 19)
Árbitro: Carlos Fernandes
Lavrense 1-1 AC Milheirós

Ao intervalo: 0-1
Marcadores: Sanches (34) e Hulk (68)
Vermelhos: Gonza (63) e Teixeira (90+1)


UD Lavrense: Padrão, Fradinho, Trivelas, Mesquita, Hulk, Zidane, Barreira, Batista (Rui Paulino, 79), Léo (Mica, 46), Rui Pinheiro (Leandro, 46) e Noverça (Berto, 62)

Treinador: Nuno Gonçalves


AC Milheirós: Marcelo, Hugo (Cerqueira, 75), André, Vilas, Teixeira, Gonza, Corujas, Pinheiro, Sanchez, Rafa (Telmo, 62) e Quintal (Tiago Gomes, 62)

Treinador: João Almeida


A UD Lavrense, empatou a uma bola com o AC Milheirós, numa primeira parte menos conseguida, que levou a equipa a perder por uma bola para o intervalo.

Na segunda parte, o Lavrense entra melhor no jogo, acabando por marcar e empatar o encontro por intermédio de Hulk aos 68.

Já no final do encontro num lance de penalty mal ajuizado pelo árbitro da partida que acabou por lesionar de forma grave Mesquita que teve de ser transportado ao hospital, retirou a possibilidade de poder marcar e levar o encontro de vencido.

O Lavrense, quarto classificado com 37 pontos defronta o Desportivo de Portugal na próxima jornada.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

CUSTÓIAS REALIZA MELHOR JOGO DA ÉPOCA

Complexo Desportivo de Custóias, em Matosinhos
AF Porto Divisão de Honra Série 1 (Jornada 19)
Árbitro: André Isento
Custóias 2-1 Dragões Sandinenses

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Alan (38 g.p e 68) e Gonçalo (47)
Vermelho: Mauro (49)

Custóias: Beleza, Pedro (Rodrigues, 87), Zé D Angola, Carlos (Meneses, 87), Gabriel, João Duarte (Hugo, 82), Diogo, Igor, Paulo Silva, Artur e Alan

Treinador: Mário Rui


Dragões Sandinenses: Coelho, Miguel, Mauro, Joca, Bruno Gomes, Rodrigo, Jorginho, Coutinho, António Pinto (Paulinho, 56), Carlitos (Joel, 65) e Gonçalo (Marcelo, 65)

Treinador: Carlos Santos


Vitória justíssima para o Custóias num dos melhores jogos desta época para a formação matosinhense que a partir deste momento tem três triunfos consecutivos.

O Custóias foi para o intervalo a ganhar por 1-0 com muita justiça numa primeira parte espetacular, pecando só pelos golos, merecendo ir para o intervalo a ganhar por mais. O tento foi apontado por Alan aos 38 de grande penalidade.

Na segunda parte tornam a entrar bem mas num canto a favor do Custóias acaba numa transição rápida do Sandinenses que dá golo (1-1) por Gonçalo aos 47. 

Mesmo assim o Custóias continuou à procura do golo e depois de desperdiçar várias oportunidades acabam por conseguir por intermédio do Alan (2-1) numa jogada espetacular do Paulo a picar a bola por cima da defesa e o avançado brasileiro sem deixar cair marca um golo espetacular.

Até ao final ainda tiveram mais situações de golo, enquanto a equipa do Sandinenses só se destinava a defender para não perder por mais.

O Custóias, nono classificado com 25 pontos na próxima jornada vai ao terreno do Arcozelo.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

EMPATE ARRANCADO A FERROS AO CAIR DO PANO

Parque de Jogos Soares dos Reis, Vila Nova de Gaia
Divisão de Elite – Série 1 | AF Porto | Jornada 21
Árbitro: João Dias
VILA FC 1-1 FC INFESTA

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Gaspar Monteiro (15′) | Malícia (93′)


Vila FC: Tavares, Nuno Gomes, Pelegrini (João Silva, 66), Oliveira, Geovani, Castro, Flávio (Ozório, 66), Paulinho (Rui João, 83), Paulo Monteiro, Gaspar (Juan, 83) e Fábio Gomes

Treinador: Abílio Novais


INFESTA: Rui Pereira; João Silva, Chaves, André Ribeiro, Rafael Pinho (Morais, 65); Bessa, João Ricardo (Luís Carlos, 65), Lúcio; Miguel Rosa (Malícia, 73), João Rodrigues e Dani (Filipe, 65).

Treinador: Bruno Costa


O Infesta arrancou um precioso ponto na luta pela manutenção. Num encontro com equipas com objectivos completamente diferentes, a equipa do Infesta até foi superior e o empate acaba por ser um mal menor para os comandados de Bruno Costa.

Apesar da diferença pontual entre as duas equipas, foi o Infesta que entrou melhor na partida e por duas vezes, aos 7 e 9 minutos, João Rodrigues e Dani, bem posicionados, remataram sobre a barra da baliza de Tavares. 

Contra a corrente do jogo, o Vila chega à vantagem aos 15 minutos por Gaspar Monteiro que foi mais assertivo e rematou junto ao poste direito da baliza de Rui Pereira. 

O Vila esteve perto de aumentar a vantagem por Giovani pouco depois, num remate de cabeça em lance de bola parada e perto do intervalo, João Silva em boa posição, desperdiça o empate com um cabeceamento ao lado.

Na segunda metade, o Infesta entrou pressionaste, Lúcio deu o aviso com um remate sobre a barra e pouco depois, o capitão André Ribeiro, de cabeça, viu Tavares a fazer a defesa da tarde. 

O Vila respondeu por Monteiro com um remate a passar a poucos centímetros da baliza do Infesta e com a “carne toda no assador”, a equipa de Bruno Costa procurou até ao último minuto o golo do empate que surgiu já em período de compensação por Malícia que concluiu um cruzamento com uma cabeçada para a baliza da equipa da casa, dando justiça ao marcador.

No próximo domingo, o Infesta, 15.º classificado com 13 pontos recebe o Rio Tinto.


Fonte das Fotos: Joaquim Sousa


Diogo Bernardino

PADROENSE CONSEGUE TRÊS PONTOS PRECIOSOS

Estádio Professor Diretor Vieira de Carvalho, na Maia
AF Porto Div. Elite Pro-Nacional Série 1 (Jornada 21)
Árbitro: Ricardo Carriço
Maia Lidador 1-2 Padroense

Ao intervalo: 1-2
Marcadores: Cacheira (3), Miguel Pedro (5) e Mesquita (27)


Maia Lidador: Paiva, Li Biao, Renato Maia, Cadu, André Tavares, Miguel Pedro, Ivan, Dani Soares (Zejun, 56), Nuno Silva (Ricardinho, 56), Miguel Pinto e Cafú

Treinador: Bock


Padroense: Moreira, Fábio Andrade, Taipa, Kang, Estebainha, Xoura (Juca, 72), Nuno Carvalho, Cacheira (Carlos Pinto, 80), Ricardo Diogo (Gorito, 72), Mesquita (Nico, 80) e Jardel (Pedro Oliveira, 72)

Treinador: João Costa


Excelente jogo do Padroense que em casa do Maia conseguiu três preciosos pontos. 

O jogo começou da melhor forma para os Bravos de Matosinhos que fizeram o golo aos 3 minutos por Cacheira mas o Maia aos 5 restabelece a igualdade por Miguel Pedro. 

Entretanto houve algumas oportunidades para as duas equipas, aos 12 um atraso para Moreira, Cadu ganha o esférico isola-se frente a Moreira que faz a mancha e evita o segundo do Maia, aos 21 é Xoura que remata forte para grande defesa de Paiva.

Aos 27 é Mesquita que recebe a bola, dribla o adversário e faz o segundo para o Padroense.

Na segunda parte aos 47 minutos livre batido pelo lado esquerdo e isolado o avançado do Maia tenta o empate mas Moreira a defender com mestria. Aos 60 oportunidade soberana para o Maia, Cadu isolado remata forte mas Moreira consegue a defesa. Aos 86 é Pedro Oliveira que perdeu excelente oportunidade para dilatar o marcador, mas a equipa do Padrão da Légua conseguiu os três pontos.

O Padroense, oitavo classificado com 31 pontos recebe o Varzim B.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

OUTROS RESULTADOS DAS FORMAÇÕES MATOSINHENSES ESTE FIM DE SEMANA

Futebol:


Sub 23:

SC Salgueiros 5-0 Perafita
Rebordosa AC 2-0 Senhora da Hora


Sub 19:

Balasar 0-5 Padroense B
Castêlo da Maia 4-4 Lavrense
Infesta 1-0 FC Felgueiras 1932
Custóias FC 0-2 SC Salgueiros B
GD Aldeia Nova 0-3 Leça do Balio
Castêlo da Maia B 2-5 Infesta B


Sub 17:

SC Braga 3-0 Padroense
Padroense B 3-1 FC Pedras Rubras
Leça do Balio 0-5 Leixões
Leça FC 2-4 Maia Lidador
EF Macieira da Maia 1-4 Lavrense
Leixões B 11-0 GD Aldeia Nova
Geração Benfica Matosinhos 0-2 Infesta
Leça do Balio Jun.B S16 2-1 Senhora da Hora
FC Pedras Rubras 9-0 Senhora da Hora


Sub 15:

Arcozelo 0-3 Leça FC
Leixões 4-3 Padroense
Leça do Balio 0-1 Rio Ave B
Infesta B 2-2 Gondim-Maia
Leixões C 2-1 Lavrense
Padroense 5-1 Vilanovense FC


Sub 13:

Leça do Balio 2-0 Custóias FC
Nogueirense FC Jun.D S12 0-1 Infesta
Sport Canidelo 1-2 Perafita
Leixões B 0-2 Leça FC
Leixões 5-0 Alfenense B


Masters:

Custóias FC 1-0 Mocidade Sangemil
Infesta 3-0 Vila Meã


Feminino:

Leça do Balio 0-6 AD Grijó


Futsal:


Séniores:

Arsenal Maia 5-0 Freixieiro
Moradores da Granja 5-0 Cohaemato
AA Leça 2-0 GD Cem Paus


Sub 19:

Boavista 1-1 Matosinhos Futsal Clube
Freixieiro 2-3 Póvoa Futsal
FC Prelada 4-4 Alfa AC
Barranha SC 2-3 ADC Santa Isabel


Sub 17:

Boavista 1-2 Matosinhos Futsal Clube


Sub 15:

AA Leça 3-2 GDCR Escolas de Arreigada
AD Polenenses 6-0 Junqueira


Veteranos:

NCR Valongo 9-1 AD Polenenses


Feminino:

AD Amarante 1-1 Barranha SC


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

EMPATE QUE SOUBE A POUCO PARA OS MASTERS DO LEIXÕES

A Equipa de Masters do Leixões empatou a uma bola contra o Candal, em jogo a contar para a Divisão de Elite.

Entrada forte do Leixões no jogo, criando inúmeras oportunidades de golo, mas foi o Candal, a aproveitar um erro defensivo e a chegar à vantagem.

Na segunda parte, Jorge Gonçalves foi lançado a jogo e poucos minutos depois fez o golo do empate. Até final, foram muitas as oportunidades desperdiçadas.

O empate soube a pouco numa das melhores exibições da época, com a falta de eficácia a fixar o resultado.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

MASTERS DO JUVENTUDE DAS RIBEIRA GOLEARAM

Os masters do Juventude das Ribeiras golearam o Arcozelo por 5-0, num jogo de sentido único com um ribeiras pressionante e com muito espaço para jogar. 

O Ribeiras começou por desperdiçar muitas oportunidades na primeira parte e a equipa do Arcozelo ia ganhando confiança com a falta de acerto do adversário, chegando a criar duas oportunidades de golo travadas pelo já habitual suspeito do costume,  Paulo Franco. 

Ao intervalo a vantagem mínima foi o menos mau. A segunda parte foi completamente diferente, a equipa visitante já desgastada, pouco perigo criou e com naturalidade e mais acerto na finalização, o Ribeiras fez por merecer alongar de forma natural o marcador conseguindo vencer por 5-0. 

De salientar o golo de Filipe do meio campo com um chapéu ao guarda redes.


Fonte da Foto: Juventude das Ribeiras


Diogo Bernardino

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC