RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 28 de fevereiro de 2016

EXIBIÇÃO COM RAÇA E SENTIMENTO POR MIGUEL AMARAL

 
32ª Jornada da Segunda Liga 
Estádio do Mar, em Matosinhos. 
Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tarcisio(34),Vitor Alves e Alemão (45+3), Bruno China(46), Jander (73), Nélson Pedroso (82 e 90+3). Cartão vermelho por acumulação para Nélson Pedroso (90+3). 
LEIXÕES 3 D AVES 1 
Ao intervalo: 2-1, golos, Ricardo Barros (4 e 45+2) Theo Mendy ( 43') , Bruno Lamas (56') 

LEIXÕES: Ricardo Moura, Rateira, Diogo Nunes (Wellington, 78), Pedro Pinto, João Pedro, Bruno China, Malafaia (Abalo, 80), Bruno Lamas, Pedras, Alemão (Slim, 66) e Ricardo Barros.Treinador: Pedro Miguel 

D AVES: Quim, Vítor Alves, Romaric, Marcos Valente, Nélson Pedroso, Ericsson, Tarcísio (Fernando Silva, 46), Pedró (Serhii, 62), Jander, Theo Mendy e Guedes (Diallo, 62).Treinador: Ulisses Morais. 

Com dois golos de Ricardo Barros e outro de Bruno Lamas o Leixões impôs-se ao Desportivo das Aves, ganhando por 3-1, em jogo da 32.ª jornada da 2ª Liga, uma vitória com sentimento por Miguel Amaral membro da claque MV03, que na véspera terminava a sua vida num estupido acidente de trabalho, no Porto de Leixões

A vencer desde o quarto minuto, depois do poste devolver uma bola batida de livre direto por Bruno Lamas, aproveitada por Ricardo Barros aproveitou para abrir o marcador, o Leixões teve muitas dificuldades em suster o crescimento gradual do Aves. Ainda que só nos minutos derradeiros da primeira parte tenham voltado a haver golos, o Aves mostrou argumentos para chegar antes ao empate, pecando, contudo, no último passe. Até que Jander (43 minutos) arrancou pela esquerda para a área, deixando para trás Rateira, rematou, com a bola a desviar em Ricardo Moura, surgindo então Theo Mendy, com o peito, entre os centrais, a repor a igualdade. A equipa de Matosinhos aproveitou os descontos para recuperar a vantagem, novamente com a dupla Bruno Lamas e Ricardo Barros a combinar para uma finalização do avançado que passou sobre Quim, que saíra para tentar fazer a mancha. 

 No recomeço, Bruno Lamas (56') aumentou a sua influência no jogo, acorrendo ao cruzamento da direita de Alemão para bater Quim com um remate cruzado e em força. E depois de Quim tirar o quarto golo a Slim (56'), outro recém-entrado, Diallo (68'), atirou de longe sobre a barra e Serhii (79') sem oposição na área, atirou cruzado junto ao poste direito. Já nos descontos, Nélson Pedroso viu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. 

 Conferência de Imprensa

Pedro Miguel "Em primeiro lugar, quero dar os parabéns aos jogadores do Leixões pela entrega que tiveram num relvado difícil e contra uma equipa difícil. Depois, também quero agradecer aos nossos adeptos, pois desde que aqui cheguei eles incentivam e puxam sempre pela equipa, estando a ganhar ou a perder. Esta vitória é dedicada por todo o grupo de trabalho a dois leixonenses que faleceram nos últimos dias: o senhor Belmiro Galego, sócio do clube e autor de livros importantes sobre o Leixões, e um membro da nossa claque (Miguel Amaral) que faleceu ontem num acidente estúpido; hoje, de certeza, que estaria aqui a puxar pelo Leixões. Quanto ao jogo, o golo cedo foi um bom tónico, porque nos permitiu ganhar avanço no marcador, que era o que pretendíamos. Depois, o Aves criou-nos algumas dificuldades e chegou ao golo, mas conseguimos reagir e voltar a ganhar vantagem antes do intervalo. Na cabina disse aos meus jogadores que, para vencermos, teríamos de fazer um terceiro golo, o que conseguimos. Depois disso, o jogo esteve aberto, pudemos fazer um quarto golo mas o Aves também teve as suas hipóteses de marcar. Soubemos sofrer e conseguimos uma vitória difícil mas muito importante, porque precisávamos destes três pontos." 
Ulisses Morais "Foi um excelente jogo de futebol num relvado difícil, com duas equipas a quererem ganhar. A equipa que errasse menos teria vantagem. Entrámos no jogo a perder, conseguimos equilibrar e chegar ao empate, mas deitamos tudo a perder no segundo golo do Leixões. Na segunda parte, sofremos o terceiro mas nunca desistimos porque o Aves luta sempre pelo melhor resultado. Encontrámos pela frente uma equipa competente, que foi capaz de marcar golos com muito mérito."

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC