RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

SUB-19 DAS SEREIAS DO MAR PERDEM PELA PRIMEIRA VEZ

Os sub-19 das sereias do Mar perdem pela primeira vez no campeonato por 2-1 frente ao Póvoa Futsal num encontro em que os árbitros não compareceram.

O jogo tem de ser realizado na mesma, apitando dois diretores, sendo que o Póvoa abusou da violência neste encontro.

Sílvia foi a marcadora leixonense neste jogo.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino


'SEREIAS DO MAR' GOLEARAM AO ALFENENSE

A turma leixonense foi mais forte e acabou a golear o Alfenense por 10-5, continuando a perseguição ao topo da tabela.

Vandinha (4), Marta (3), Tânia (2) e Flávia (1) apontaram os golos do Leixões.

Anselmo Amaro, no final: "Fizemos uma primeira parte muito bem jogada em que conseguimos desenvolver o nosso futsal, acabando a mesma a vencer por 7-1. 

A segunda parte foi um pouco mais complicada visto que a equipa adversária começou logo de inicio a fazer 5 para 4, o que nos fez trabalhar mais um pouco e,  pesar de alguns erros cometidos, lá conseguimos terminar o jogo a vencer por 10-5"


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

MASTERS DO LEIXÕES SOMAM E SEGUEM

A turma leixonense recebeu e venceu o Arcozelo, por 4-1, em mais uma jornada da Divisão de Elite de Masters.

Numa partida com grande domínio do Leixões que foi materializando em golos o seu ascendente. 

Moreira e Vítor Carneiro, ambos por duas vezes, foram os autores dos golos.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

LEÇA SURPREENDIDO PELO CASTRO DAIRE

Estádio do Leça
Campeonato de Portugal Série B (Jornada 18)
Árbitro: Daniel Cardoso (AF Aveiro)
Leça 0-1 Castro Daire

Ao intervalo: 0-1
Marcador: Marcel Ribeiro (36 g.p)
Amarelos: Hugo Parense (31), Pedro Pereira (83) e Peterson (88)

Leça: Gustavo, Zé Carlos, Manuel Né, Pecks, Paulo Lopes, Samuel Teles, Nelsinho (João Paulo, 42), Simões (João Paulino, 57), Van Zeller (Rafa, 71), Isaac e Adilson.

Treinador: Domingos Barros

Castro Daire: Pedro Gonçalves, Tomé (Pedro Pereira, 67), Rui Mendonça, Simão Fernandes, Luís Pedro, Márcio Rocha, Márcio (Peterson, 74), Hugo Parente (Pedro Marado, 87), Fred Lopes, Marcel e Barry.

Treinador: Vasco Almeida


O Leça foi surpreendido em casa pelo Castro Daire por 1-0, com um resultado que mesmo assim não deixou os leceiros a abanar nas aspirações para uma possível ida ao play-off de acesso à II Liga.

O Leça foi a única equipa com estratégia para assumir o jogo, contudo o Castro Daire sentiu-se confortável a jogar sem bola, e com uma linha de cinco defesas mais um duplo pivot, conseguindo bloquear as tentativas de entrar na área.

A equipa de Viseu foi muito eficaz nas marcações, não dando hipóteses aos leceiros de chegarem com perigo à baliza. A formação de Leça da Palmeira não conseguia abrir espaços, enquanto o Castro Daire jogava em contra-ataque e aos 27 Hugo Parente mandou uma bola com estrondo à barra.

Aos 36, Marcel Ribeiro de grande penalidade fez o golo que ia dar o triunfo ao Castro Daire.

Na segunda parte, o treinador Vasco Almeida fez com que a sua equipa baixasse ainda mais as suas linhas jogando quase sempre no seu meio campo.

Conseguindo ter muita bola, uma percentagem enorme de posse, na verdade poucas oportunidades efetivas foram criadas, sendo que o jogo criado pela formação do Castro Daire não foi muito bom para o espetáculo, mas eficaz para conquistar pontos, aumentando assim para 14 os jogos sempre a somar pontos.

O Leça é terceiro classificado com 35 pontos e na próxima jornada vai ao terreno do Espinho, domingo às 17:15.


Fonte da Foto: Leça FC


Diogo Bernardino

LUSITANOS VÊ TRÊS PONTOS A ESCAPAR AO CAIR DO PANO

Campo do Parada
AF Porto 1.ª Divisão Série 1 (Jornada 17)
Árbitro: João Silva
Parada 2-2 Lusitanos

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Paulo Pereira (20 e 67), Albano (23) e China (90)


FC Parada: Ray (Nuno, 57), Miccoli, Zé Pedro, Duarte, Rui, Albino, André, Costa (Miguel Dias, 57),  Tomás, Guedes (China, 46) e Patelas

Treinador: David Barbosa

Lusitanos: Paulinho, Paulo Gonçalves, Diogo, Rúben (Marcelo, 77), Tiago, Paulo Pereira (Fernando, 77), Ivo, Joy (João, 64), Mário, Kevin e Pina

Treinador: Albino Guerra


Os primeiros 15 minutos tiveram o ascendente do lusitanos com duas grandes oportunidades de golo onde a sorte não estava do lado da equipa matosinhense, com uma bola ao poste e outra a poucos milímetros do poste esquerdo.

Aos 21 Paulo Pereira fez o primeiro para o Lusitanos, Albano aos 23 fez o empate. Ao intervalo o resultado não espelhava o que se passava em campo.

Paulo Pereira aos 63 fez o segundo para o Lusitanos mas a terminar a partida aos 95 minutos China fez o golo que ditou o resultado final.

Um fim inglório para a formação matosinhense, que se queixou da arbitragem inclinada.

Na próxima jornada o Lusitanos, 12.º classificado com 16 pontos recebe o São Félix.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

SENHORA DA HORA CONSEGUE EMPATE AO CAIR DO PANO

Complexo Desportivo do Senhora da Hora
AF Porto 1.ª Divisão Série 1 (Jornada 16)
Árbitro: Célio Eusébio
Senhora da Hora 3-3 Sobreirense

Ao intervalo: 1-2
Marcadores: Eduardo (20 g.p), João Oliveira (30 e 81), Paulo Marques (39), Frank (60) e Eduardo (87)
Vermelho: Guga (30)

Senhora da Hora: Moreira, Bruno, (Bonani, 77), Miguel, Jailton, Jean (Estrela, 77), Fredy, Frankm, Ricardo (Diogo Santos, 46), Diego, Eduardo e Bocas (Marcus, 60)

Treinador: Ricardo Ferreira


Sobreirense: Guga, Guimarães, Poças, Ruizinho, Tiaguinho, Sérgio Sousa, Mendes, Paulo Marques (Fábio Lopes, 83), Miguel (Claúdio, 83), João Oliveira e Iuri (Otero, 60)

Treinador: Eduardo Moya


Jogo muito bem disputado por duas equipas a necessitarem de pontuar. 

Na 1.ª parte num jogo de parada e resposta, Eduardo faz o 1-0 de grande penalidade para o SCSH aos 20 minutos a castigar falta sobre Diego, João Oliveira do Sobreirense empata o jogo, 1-1 aos 30 após um cruzamento de Miguel. 

Aos 33 Bocas mandou a bola à barra da baliza de Guga. Paulo Marques do Sobreirense faz o 1-2 aos 39, fixando o resultado na 1ª parte, após a marcação de um livre direto bem apontado. 

Na 2.ª parte, o SCSH entrou melhor e empata o jogo 2-2 por Frank aos 60 após uma segunda bola após um remate de Diogo Santos, João Oliveira do Sobreirense marca aos 81 e faz o 2-3 após jogada rápida. 

O SCSH por intermédio de Eduardo aos 87 que após fintar dois adversários faz o 3-3 final.

O Senhora da Hora, 14.º classificado com 14 pontos vai ao terreno do Crestuma.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

GATÕES SOMA QUINTA VITÓRIA CONSECUTIVA

Gatões: Marcos, Miguel (Sena, 86), Lages, Preto, Nando, Ricardo, Marinho (Amaral, 65), Salazar, João Nuno (Miguel Santos, 46), Márcio (Vítor, 86) e Botelho (Ademar, 65)

Suplentes: Vieira, Ademar, Vítor, Sena, Ricardo Monteiro, Miguel Santos e Amaral

Marcadores: 14 (Lages), 21 (Botelho), 44 (Ricardo Santos) e 90 (Cruz).

O Gatões venceu o Cruz fora de casa por 3-1, em jogo da jornada 17 da Série 1 da 2.ª Divisão da AF Porto.

Um jogo em que o Gatões dominou sempre com boa réplica do Cruz, graças aos golos de Lages aos 14, Botelho aos 21 e Ricardo Santos aos  44. 

No segundo tempo, o controlo do jogo, criando várias oportunidades. O Cruz marcou já nos descontos. 

Nunca na história do Gatões se conseguiu 5 vitórias consecutivas.

Na próxima jornada, o Gatões, nono classificado com 22 pontos vai ao terreno do Codessos.


Fonte da Foto: Humberto Ribeiro


Diogo Bernardino

PERAFITA VOLTA A PERDER

Estádio FC Perafita
AF Porto 1.ª Divisão Série 1 (Jornada 16)
Árbitro: Ivo Xavier
Perafita 1-3 Valonguense


Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Parada (12), Zé Miguel (24), Edu (51) e Cadu (57)


Perafita: Mourão, Bernardo, Pedrailson, Tuta, Chico (Léo, 75), Rafa (Faustino, 75), David, Bruninho (Hélder, 55), Branco (Pacheco, 75), Resende e Zé Miguel

Treinador: Paulo Gentil

Valonguense: Hugo, Diogo, Vital, Nuno Manuel, Joel (Vitinha, 30), Pimenta (Zé Tó, 60), Cadu (Alex, 70), Xau Lin, Edu e Parada

Treinador: Sérgio Machado


O Perafita voltou a perder em mais uma jornada do campeonato, desta vez frente ao Valonguense por 3-1, em jogo da ronda 16 da 1.º Divisão Série 1.

Parada aos 12 marcou o primeiro para o Perafita, Zé Miguel respondeu aos 24, Edu aos 51 devolveu a vantagem ao adversário que a aumentou seis minutos depois por Cadu.

O Perafita, último com um ponto recebe na próxima jornada o Senhora da Hora.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

ALDEIA NOVA TRIUNFA SUADO E REDUZ DISTÂNCIAS PARA O TOPO DA CLASSIFICAÇÃO

Complexo Desportivo de Valbom
AF Porto 1.ª Divisão Série 1 (Jornada 16)
Árbitro: Inês Alves
Ataense 1-2 Aldeia Nova

Ao intervalo: 0-1
Marcadores: Gonçalo (33), Careca (76, g.p) e Zé Paulo (81)
Vermelhos: Berg (55), Carlos (70), Vítor (70) e Filipe (74)

Ataense: Maia, Luís (Pereira, 61), Zé Carlos, Filipe (Petit, 81), Marquinhos, Leo, Carlos, Coates, Bruno (Careca, 42), Berg e Gama (Miguel, 42)

Treinador: Pedro Gonçalves


Aldeia Nova: João, Gonçalo V (Simão, 52), Danilo, Gonçalo, Batista, Pepo (Marcelo), Vieira (Iuri), Martins, Rosas, Filipe C e Zé Paulo.

Treinador: Leão


O Aldeia Nova visitou o terreno do Ataense com a certeza que só a vitoria interessava, entrou bem na partida e mandou no jogo quase toda a primeira parte, criando algumas oportunidades de golo. Golo esse que viria a acontecer de bola parada. 

Livre perto da entrada da área, cruzamento ao primeiro poste e na confusão entre guarda redes e central adversario,  Danilo consegue cabecear e fazer o golo. Ao intervalo resultado justo. 

Na segunda parte o Aldeia Nova entrou mais apático e com o ataense com mais jogadores no ataque. Pensou se que tudo poderia melhorar quando o jogador do ataense foi expulso por uma entrada mais dura, mas os jogadores não conseguiram aproveitar a vantagem de homens em campo. 

Um pouco mais tarde o ataense viria a jogar com 9 jogadores. O que se adivinhava fácil, tornou se dificil e a equipa da casa chegaria ao empate com uma desatenção brutal. 

A equipa de Matosinhos voltou a querer entrar no jogo no entanto novo rêves, com expulsão que ninguem percebeu porquê para Filipe.  A equipa tentou subir no terreno e Zé Paulo decidiu resolver a partida com um golaco ao ângulo com um remate de longe. 

Nos últimos minutos a equipa da casa subiu toda no terreno, mas não conseguiu causar perigo. Um jogo que tinha tudo para ser mais fácil e menos sofrível.

Na próxima jornada, o quatro classificado com 30 pontos recebe o Perafita em casa num dérbi matosinhense.


Fonte da Foto: TT


Diogo Bernardino

PADROENSE E ERMESINDE ANULAM-SE

Estádio dos Sonhos em Ermesinde
AF Porto Divisão de Elite Série 1 (Jornada 19)
Árbitro: João Dias
Ermesinde 0-0 Padroense

Ao intervalo: 0-0

ERMESINDE - Sérgio, Bessa, Bruno, Castro, Quim, Lindo, Fernandes (Oliveira, 46), Deco, Dani (Beré, 46), Henrique e Rafa (Marino, 79)

Treinador: Jorge Lopes

Padroense - Moreira, Fábio, Taipa, Ricardo, Estebainha, Jardel, Mesquita (Juca, 80), N.Carvalho, Cacheira (80, Nico),.Kang, David (Pedro Oliveira, 51)

Treinador: João Costa


Num jogo com domínio do Padroense mas por manifesta falta de sorte não consegue os três pontos.

Aos 11 m Kan Wei Gu remata forte a bola sai ao lado. Aos 28 novamente Kang cabeceia à barra, aos 50 é David que cabeceia novamente para a barra, aos 53 é Bére que remata à malha lateral e no minuto seguinte o mesmo cabeceia para defesa de Moreira e foram as únicas vezes que o Ermesinde criou perigo à baliza do Padroense.

Aos 61 é Ricardo isolado que remata por cima da baliza. Nico aos 83 faz um remate com o guardião fora dos postes mas o defesa da equipa da casa tira a poucos metros da linha de golo.

Com este resultado, o Padroense é oitavo classificado com 28 pontos e na próxima jornada recebe o Salgueiros.


Fonte da Foto: Jorge Peixoto


Diogo Bernardino

CUSTÓIAS REGRESSA AOS TRIUNFOS TRÊS ENCONTROS DEPOIS

Complexo Desportivo do Custóias, em Matosinhos
AF Porto Divisão de Honra Série 1 (Jornada 17)
Árbitro: Rui Soares
Custóias 2-1 AC Milheirós

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Sanches (48), Alan (70) e Bolota (83)

Custóias: Beleza, Santa Cruz, Bolota, Zé D Angola, Artur, Igor (Rodrigues, 85), Diogo Teixeira, Rui Meneses (Gonçalo Silva, 42), Pedro Martins, Paulo Silva (Diogo Melo, 85) e Alan (Hugo Ribeiro, 85).

Treinador: Mário Rui

AC Milheirós: Marcelo, Telmo Pinto, Nuno, André Lopes, Nuno Vilas, João Teixeira, Gonçalo Silva (Pinheiro, 46), Ricardo Nogueira, Ricardo Sanches, Luís Silva (Quaresma, 78) e Fábio Camões.

Treinador: João Almeida


O Custóias regressou aos triunfos vencendo por 2-1. Os homens ao comando de Mário Rui entram muito bem no jogo e aos 15 minutos tem uma grande penalidade mas Alan mandou ao poste.

Na segunda parte esta iniciou com o golo do Milheirós aos 48’ marcado pelo Ricardo Sanches, o Custóias teve que reagir e depois de várias oportunidades lá conseguiu empatar pelo Alan aos 70’. 

Continuam a pressionar à procura da vitória que veio a surgir num canto marcado pelo Paulo Silva com golo de cabeça do Bolota aos 83’. 

Depois foi gerir até ao final para uma vitória justíssima.

Com este resultado, o Custóias é 10.º classificado com 19 pontos e vai ao terreno do Desportivo de Portugal no próximo encontro.


Fonte da Foto: Custóias FC


Diogo Bernardino

GOLAÇOS NO DÉRBI COM O LEÇA DO BALIO MANTÊM LAVRENSE NO TOPO

Complexo Desportivo de Lavra, em Matosinhos
AF Porto Divisão de Honra Série 1 (Jornada 17)
Árbitro:
Lavrense 3-1 Leça do Balio

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Félix (5), Hulk (27), Mesquita (63) e Luís Pereira (70)
Cartões: Vermelho para Chico (41)


Lavrense: Padrão, Luís Pereira, Miguel Fradinho, Pedro Mesquita (Leandro, 85), Diogo Barreira, Miguel Magalhães (Rui Paulino, 85), Ruizinho (Rodrigues, 85), Noverça (Berto, 51), Anunciação, Trivelas e Hulk (Tiago, 85)

Treinador: Nuno Gonçalves


Leça do Balio: Abrantes, Paulo Marinho (Tiago, 65), Rui Saldanha, Hugo Santos, Chico, André Ribeiro, Carlos Diogo (Nélson, 65), Luís Barbosa (Marco, 79), Félix, Sérgio (Martim, 79) e Fábio Loureiro (Dani, 65)

Treinador: Flávio Silva


No dérbi matosinhense da semana, frente a frente dois opostos diferentes em termos de classificação, mas não em qualidade. O Lavrense apostavam em fazer pressão ao portador da bola e na primeira fase de construção, mas foi o Leça do Balio que entrou melhor na partida.

Logo aos cinco minutos após um lançamento bem perto da área com cruzamento de Paulo Marinho para Fábio Loureiro que dá a Félix que com um remate em arco bate Padrão e inaugura o marcador. O Leça do Balio mesmo assim tinha muitas dificuldades em sair com a bola a seu belo prazer, tudo graças à excelente dinâmica ofensiva e defensiva da equipa de Lavra.

O Lavrense era muito perigoso nas bolas paradas e aos 20 minutos livre perigoso de Pedro Mesquita com a bola a bater com estrondo na barra de Abrantes, mas aos 27 o primeiro do Lavrense, a pressão deu resultados, Livre cobrado, Zidane cabeceia para atrás onde Hulk com um pontapé acrobático coloca a bola no fundo das redes.

O Leça do Balio travava com qualidade o estilo de jogo do Lavrense e aos 41 minutos expulsão de Chico após tirar a bola da posse da equipa de Lavra após ter feito falta no entender do árbitro.

Na segunda parte, essa contrariedade não foi tão transparente, sendo que o encontro foi amarrado a meio-campo, com as duas equipas à procura de espaços para explanar em campo o seu estilo de jogo e aos 63, uma obra de arte acabava de ser criada.

Livre direto de Mesquita com a bola a bater com estrondo no poste antes de entrar. Com um futebol mais esclarecido e de boa qualidade e aos 73 o terceiro do Lavrense e quem esteve presente no estádio delirou com a sinfonia que foi concebida.

Jogada de insistência onde Luís Ferreira finta dois adversários e com um remate cruzado bate Abrantes. A partir daqui o Lavrense resguardou-se, explorando o contra-ataque. Os balienses e os lavrenses tiveram cada um uma última oportunidade para marcar, com Nélson aos 74 e Ruizinho aos 89 a terem essas oportunidades.

Num encontro especial, Berto Sá, contratado ao Mirandela foi a estreia para o Lavrense a partir dos 51 minutos. Apresenta-se como um jogador capaz de coordenar jogadas, quer a nível defensivo como a atacante e é um dos reforços de inverno pedidos por Nuno Gonçalves.

Com este resultado, o Lavrense é segundo classificado com 36 pontos e vai ao terreno do Castelo da Maia na próxima jornada e o Leça do Balio é 16.º classificado com 11 pontos e recebe o Inter Milheirós na próxima ronda.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

ÚLTIMA HORA: MATOSINHENSE DIOGO SOUSA RESCINDE CONTRATO COM FÁTIMA

O lateral direito matosinhense Diogo Sousa que já passou por clubes como Infesta e Padroense, rescindiu hoje contrato com o Fátima, sendo que este domingo foi titular, sabe o Mitchfoot de fonte segura.

Diogo Sousa era uma das pedras basilares do Fátima no Campeonato de Portugal, sendo que foi utilizado por 14 vezes esta temporada, mas ao que se sabe, o Fátima tem tido problemas financeiros e falta de pagamentos de ordenados, pelo que pode ter sido este o motivo da rescisão do atleta.

Sousa saltou do Infesta para o Vit Setubal há três epocas, saltando cinco divisões, sendo que depois foi emprestado à Oliveirense da II Liga durante duas temporadas, sendo que no verão de 2019 rescindiu com o Setúbal para assinar contrato com o Fátima.

Sendo assim Diogo Sousa é um jogador livre de assumir qualquer compromisso.


Fonte da Foto: CD Fátima

Diogo Bernardino

INFESTA RESSENTIU-SE DA EXPULSÃO E FOI GOLEADO

Estádio Vieira de Carvalho – Maia
AF Porto Div. Elite Pro-Nacional Série 1 Jornada 19
Árbitro – Fábio Alexandre
Maia Lidador 5-2 Infesta

Ao intervalo: 0-2
Marcadores  – João Rodrigues 4´, Dani 21´, Ivan 64 e 67´, Cafú 68`, Nuno Silva 70 e Pedró 80 
Cartão vermelho – Luís Carlos 60 

MAIA -  Márcio, Pedro Neto (Pedro 60), Li, Bião, (Rui Fortes 46), Renato, Ricardo (Ivan 60), Miguel Pedro, Cafú, Miguel Pinto, Zejun (Nuno Silva 46), Daniel Soares (André Tavares 27), Cadu, André Tavares, 27) 

Trein – Bock 

INFESTA: Pedro, Bessa (Ricardo, 65), Silva, André Ribeiro, Morais, Chaves, Luís Carlos,  Mário,  Dani (Miguel,81), Morgado e João Rodrigues (Maia,81).  

Trein - Bruno Costa   

(Não utilizados: Fragateiro, Rafael e Filipe)


O Infesta passou do céu ao inferno em apenas 6 minutos, sofrendo quatro golos durante esse período, resultante da expulsão de Luís Carlos aos 60 que condicionou a formação matosinhense.

O Infesta entra bem na partida, não deixando o Maia sair do meio campo com uma equipa muito desfalcada, com menos 3 jogadores que habitualmente são titulares, devido às expulsões do jogo com o Salgueiros.

O médio defensivo Batista está ainda lesionado, desde o jogo com o Ermesinde. O primeiro golo apareceu logo aos 4 minutos, após jogada bem delineada pela equipa, com Bessa que assiste João Rodrigues que inaugura o marcador.

Cafu por duas vezes, tentou o empate mas Pedro esteve seguro ao defender. O segundo golo surgiu num lance rápido de Dani, que roubou a bola a meio campo, passou pelos centrais e na cara com o gr, coloca a bola no fundo das redes aos 21.

O Infesta estava melhor na partida, daí a vantagem com naturalidade ao intervalo. Na segunda parte, o Infesta podia ter matado o jogo, João Rodrigues pela esquerda serviu Dani que na cara do golo, atirou por cima.

Em 3 minutos, aos 57 e 60, Luis Carlos foi admoestado com dois amarelos, só que no segundo amarelo, Luís nem toca no jogador, joga a bola e o árbitro, coloca o Infesta a jogar com 10.

A equipa ressentiu-se da expulsao e em 6 minutos o Maia deu a volta ao resultado. A equipa estava perdida em campo e ainda sofreu o 5 num livre do meio da rua de Pedró.

O Infesta está no 15.º lugar com 12 pontos a quatro da manutenção e na próxima jornada recebe o Varzim B domingo às 15:00.


Fonte das Fotos: DR


Diogo Bernardino

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC