domingo, 19 de março de 2017

DURO CASTIGO E IMERECIDO PARA O LEIXÕES


33.ª Jornada da Ledman Ligapro
Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto).
Leixões 1 Sporting B 2
Ao intervalo: 0-0. Golos Rafael Barbosa,(59) Bruno Lamas, (81).Jovane,(84).

 Leixões: Ricardo Moura, André Teixeira, Silvério, Bruno China, Lucas, Salvador (Tino, 61), Abalo, Fati (Miguel Ângelo, 74), Fatai, Ludovic (Bruno Lamas, 46) e Porcelis. Treinador: Daniel Kenedy. 

Sporting B: Pedro Silva, André Geraldes, Kiki, Ivanildo Fernandes, Ricardo Esgaio, Bubacar, Delgado (Jovane, 78), Aouacheria (Edu, 87), Ryan Gauld, Rafael Barbosa e Leonardo Ruiz (Ronaldo, 70). Treinador: Luís Martins.

 Rafael Barbosa inaugurou o marcador perto da hora de jogo, respondendo Bruno Lamas ao minuto 81, antes de, na cobrança de um livre direto, Jovane dar a vitória aos leões. O Leixões que nos últimos três jogos não foi além de empates, perdeu em casa o que torna as coisas da manutenção mais difici de conseguir.
 Jogando de pé para pé, os leões quase chegaram ao golo ao minuto 10, quando Ryan Gauld, após uma assistência de Leonardo Ruiz, rematou por duas vezes para outras tantas defesas de Ricardo Moura. Com um futebol por vezes trapalhão, nem por isso o Leixões deixou de criar perigo, tendo Ludovic (19') surgido na área a assistir Fatai para uma emenda para o ar. Numa fase de maior pressão, a equipa da Matosinhos ficou outra vez perto de marcar, num lance em que Fatai (32') da esquerda colocou a bola em Bruno China, que assistiu para a emenda de Silvério, novamente sobre a barra.
 O Sporting B adiantou-se no marcador contra a corrente do jogo, ao minuto 59, com Rafael Barbosa a 'encher o pé' na área, correspondendo a um cruzamento da direita de Ruiz. A reação do Leixões produziu efeitos ao minuto 81, quando Bruno Lamas aproveitou um ressalto e rematou de pé esquerdo, fazendo a bola entrar no ângulo superior direito da baliza de Pedro Silva.A resposta surgiu num livre direto de Jovane (84'), a cerca de 30 metros da baliza, sem hipóteses para Ricardo Moura. 

Foto Marco Fragateiro

 Lusa

LAVRENSE VENCE DÉRBI DE MATOSINHOS COM JUSTIÇA


Jornada 1 Divisão D´Elite serie 1 fase de Manutenção/Despromoção
Complexo Desportivo de Lavra
Árbitro Rui Fangueiro
LAVRENSE 1 PADROENSE 0
Ao intervalo 0-0 Golo Ramos (77`)

LAVRENSE: Zé Pedro, Ramos, Palheira, João Magalhães e Abílio; Ruizinho, Wendel e Zé Campos; Tiago Carvalho (Carlitos 71) , Cheta (Couto 80) e Kaká. Treinador António Gaiteiro

PADROENSE: João Matos, João Pinto, Fábio, Meneses e Taipa; Ivan, Medeiros , Mesquita, Pedro Oliveira, Lutchindo (Alex 75)  e Cacheira (Ricardo 75`). Treinador Prof.  João Costa

Bonita tarde de sol mas com muito vento à mistura, o que dificultou ambas as equipas na apresentação de futebol mais bem jogado. No entanto foi um dérbi muito disputado em que o fair play foi a nota dominante.
No primeiro tempo o equilíbrio foi patente, onde destacamos aos  6 e 7 minutos dois remates muito perigosos do conjunto Lavrense, 1º Tiago Carvalho e 2º Zé Campos. À passagem do quarto de hora, Medeiros faz tudo bem, só que em boa posição tira mal as medidas à baliza de Zé Pedro e bola sai por cima. Aos 18 minutos Cheta cai na área, na sequência de uma lance imprudente dos defensores do Padrão, mas Rui Fangueiro árbitro do encontro bem colocado nada assinala. Jogo de parada e resposta sem grandes lances de perigo e o intervalo chegou.

No segundo tempo e com o vento a favor, a equipa da casa tem uma entrada bem superior ao conjunto visitante. 50 minutos a equipa do Padroense pede grande penalidade, num lance quanto a nós furtuito (bola ressalta para a mão de Cheta depois de cortada por Palheira). 57 minutos Meneses faz falta dentro da área de rigor sobre Tiago Carvalho mas o árbitro transforma em livre fora da área que Zé Campos cobrou magistralmente mas João Matos responde com a defesa da tarde. Aos 63 Kaká isolado pelo pontapé de Zé Pedro a favor do vento atira fraco ao lado. Praticamente na resposta Mesquita quase faz golo, mas encontra bem posicionado Zé Pedro. 70 minutos em joga de insistência Cacheira fica perto do golo. Aos 77 minutos e despois da insistência no ataque do conjunto Lavrense Ramos em posição duvidosa e na sequencia de um pontapé de canto recebe a assistencia de Palheira e de cabeça faz o único golo da partida. Até ao fim a equipa do Padroense tentou o pressing sobre a defensiva Lavrense, mas esbarrou na defensiva da turma da casa que em contra ataque também ia ameaçando.

Resultado justo com uma arbitragem com alguns erros de apreciação. 

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC