domingo, 13 de novembro de 2016

À SEXTA JORNADA O GDAN CONHECE A DERROTA


GDAN sofre primeira derrota
Campo do Outeiro, Paranhos, Porto. Palco do confronto entre os primeiros classificados da 2ª divisão serie 1, SC Cruz e o GD Aldeia Nova.
A grande questão que rodeava este jogo era sem dúvida se o GD Aldeia Nova iria adaptar-se às dimensões do terreno de jogo e seu piso “pelado” e até que ponto é que o SC Cruz iria tirar benefício do factor casa. Bastou 30 minutos e a resposta foi dada por parte do SC Cruz, com 2 golos,a jogar e com conhecimento da vantagem que tem também do terreno de jogo, consegue ir para o intervalo com a vantagem de 2 golos.
O recomeço da 2ª parte, seria idêntica á 1ª parte e praticamente ao restante jogo, falante em termos futebolísticos, seria “Bola cá, Bola lá” as dimensões do terreno não dava para outras alternativas, embora aos 56 minutos Sérgio reduz e lança alguma esperança para o GD Aldeia Nova e quando se esperava uma reacção mais ofensiva e canalizadora para a baliza adversária, a mesma começa a não ganhar contornos práticos e disso se aproveitou o SC Cruz que aumenta o marcador para 3 x 1.
Últimos 15 minutos, mister Rosas refresca a linha avançada e o GDAN começa a empurrar o seu adversário para o seu meio campo, criando algumas boas oportunidades para reduzir o resultado, mas com o tempo a passar já pouco ou nada poderia tirar a vitória ao SC Cruz, a reacção do GDAN pecou pelo tardio.

Árbitro; Luís Rocha
Árbitros Auxiliares; José Silva e Jorge Pinto
GD Aldeia Nova
Treinador: João Rosas
Vítor – Alex - Sérgio – Braga (Cp) – Xincas – P. Rosas – Quintas – D. Rosas – P. Vieira -   Zé Paulo – Simão;

 Supl; Guilherme – J. Paulo  – Joca – Gonçalo – Berna – Correia - Ema.

Manuel Sá 

ARBITRAGEM CHEIA DE CASOS NO DERBI DE MATOSINHOS

Divisão D´Elite Pró – Nacional AF Porto Jornada 11
Estádio do Padroense FC
Árbitro Edgar Batista
Padroense 2 Leça FC 2
Ao intervalo, 0-2 Marcadores: Areias (11) Pedras (16 gp ) Paulinho (74 gp) Ivan (90+4)

PADROENSE: João Matos, João Pinto, Meneses, Paulinho e Taipa (Fábio); Miranda (Pereira 60), Alex (Barbosa 87), Medeiros (Ivan 46) , Mesquita, Ricardo e André. Treinador Augusto Mata.

LEÇA: Diogo, Joel, Crista, Noura e Dani; Miguel, Marcos Silva e Pedras; Areias (Paulo Lopes 60), David (Jair 60) e Jota (Alex 60), Treinador Domingo Barros.

Derbi de Matosinhos disputado num ambiente carregado de emoção, antes do apito inicial foi dado um minuto de silencio  em memória de Armando Mesquita, ex jogador de futebol que faleceu na passada sexta feira vítima de cancro

Sob um dia de Verão de São Martinho (a chuva resolveu dar tréguas). O encontro começa de alguma forma frouxo e sem grandes motivos de interesse, até que Pedras resolve pegar no esférico e depois de uma jogada de insistência pela lado direito, a defensiva do Padroense, meio adormecida não alivia o perigo, a bola sobra para Areias que remata a contar.  A Equipa da casa que teve grandes dificuldades na zona de construção, assiste ao segundo golo dos leceiros, desta vez de apontado de grande penalidade pelo capitão Pedras.
Padroense não consegue responder com perigo, apesar da posse de bola, o Leça mais pratico e objectivo, praticando um futebol de transições, minuto 20 vê o árbitro parar uma jogada de grande perigo quando Areias se preparava para fazer o 0-3 (Arbitro beneficia claramente o infractor quando aponta uma falta marcada sobre David). A turma de Domingos, melhor no terreno vai dando conta do recado e consegue que o perigo ande arredado da sua baliza. Ao minuto 36, mais uma “caso” Jovanovic treinador adjunto, é expulso do banco por protestar, quanto a nós de uma forma natural, um lance mal tirado de fora de jogo. O intervalo chegou a vitória justa da turma de Leça da Palmeira
No Segundo tempo e com duas alterações produzidas por Augusto Mata, a equipa do Padroense mostra-se mais esclarecida e assume as despesas do jogo indo em busca do golo que lhe permita voltar ao jogo. Mas pertenceu primeiro, o lance de maior perigo à equipa do Leça, quando ao minuto 49, João Matos no limite da sua área impede que Pedras faça gosto ao pé.
Minuto 55, o capitão Paulinho, caí na área mas o árbitro nada assinala, de nada valendo os protestos dos jogadores do Padrão.
Aos 64 minutos, Pereira na primeira vez que toca no esférico, atira ao poste direito da baliza de Diogo.
Aos 73 minutos, mais um “caso”, Penalti assinalado a favor do Padrão, falta sobre Fábio na área de rigor, Paulinho na marca de 11 metros, permite a defesa a Diogo, que esteve enorme nesta lance pois defendeu com mestria e segurança também a recarga, mas o árbitro auxiliar dá indicações ao chefe de equipa por violação da área, o lance repete-se e desta vez Paulinho não perdoou reduzindo o placard.
Aos 77 minutos é a vez de João Matos brilhar com vistosa defesa a remate de Miguel que de fora da área tenta o chapéu.
90+ 2 mais um “caso”, expulsão do médio Paulo Lopes com segundo amarelo por pontapear a bola (lance perfeitamente normal consideramos aqui excesso de rigor do árbitro, pois Paulo Lopes, já estava amarelado por protestos na repetição do penalti)
Em cima do minuto 90+4 antes mesmo do apito final, o Padroense chega à igualdade através de um livre direto superiormente marcado por Ivan.

Em suma um jogo bem disputado com fair- play que quase se estragava devido a uma arbitragem muito infeliz, em que a equipa do Leça saiu mais prejudicada. 

LEIXÕES DE REGRESSO ÀS DERROTAS EM COIMBRA

Ledman Liga Pró Jornada 15
Estádio Cidade de Coimbra.
Árbitro: Luís Ferreira (Braga).
ACADÉMICA 1 LEIXÕES SC 0
Ao intervalo: 1-0. Traquina, 26 minutos.

ACADÉMICA: Ricardo Ribeiro, Nii Plange, Diogo Coelho, João Real, Makonda, Nuno Piloto, Fernando Alexandre, Pedro Nuno (Kaká, 74), Marinho (Ernest, 74), Traquina (Nuno Santos, 88) e Tozé Marreco. Treinador: Costinha.

LEIXÕES: Ricardo Moura, Wellington, André Teixeira, João Freitas, Vumbi, Bruno China, André Salvador (Rui Cardoso, 57), Bruno Lamas, Bruno Henrique, Ludovic (Malele, 64) e Fatai (Manuel José, 81) Treinador: Daniel Kennedy.

Os estudantes dominaram os primeiros 45 minutos, mas criaram poucas oportunidades de golo. Numa dessas situações, aos 12 minutos, Traquina combinou com Pedro Nuno dentro da área, mas o remate do médio academista sai ao lado. O marcador funcionou aos 26 minutos por Traquina, muito ativo na partida, que entrou na área descaído para a esquerda do seu ataque e rematou em arco, fazendo um golo de belo efeito. Seis minutos depois, um defesa do Leixões quase fazia autogolo, num cruzamento de Marinho na área, mas a bola saiu a rasar o poste. Aos 43 minutos, Nii Plange antecipou-se a Fatai e evitou que o avançado do Leixões ficasse 'na cara' do guarda-redes Ricardo Ribeiro.

Na segunda parte, o jogo teve outra dinâmica, com a equipa nortenha a procurar o golo do empate, mas foi a Académica quem esteve mais perto de marcar novamente. Corria o minuto 48, quando Traquina cruzou para a área, onde Tozé Marreco, sem oposição, rematou à meia volta, para uma grande intervenção do guarda-redes leixonense. Aos 60 minutos, Makonda cruzou para o cabeceamento do avançado Tozé Marreco, novamente em excelente posição, mas a bola saiu à figura do guarda-redes. A melhor ocasião do Leixões registou-se aos 66 minutos, numa grande confusão na área contrária, em que Rui Cardoso não conseguiu emendar a bola para dentro da baliza, permitindo a antecipação de um defesa da Académica.

Tozé Marreco voltou a desperdiçar nova oportunidade, desta vez aos 69 minutos, após cruzamento rasteiro de Marinho, com o dianteiro da 'briosa' a chegar ligeiramente atrasado e rematar por cima da trave.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC