RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 11 de abril de 2011

LUSITANOS NÃO MERECIA TÃO DURO CASTIGO.


35ª Jornada da II divisão da A.F. Porto

Local: Campo do Atlético Rio Tinto, em Gondomar

Árbitro: Rui Eiras Ferreira

DERROTA COM SABOR A INJUSTIÇA


A equipa do Lusitanos partiu para esta partida, bastante debilitada, devido aos vários casos de lesões que o plantel padece, apresentando assim apenas 3 suplentes, 1 dos quais também com problemas, e foi assim que a equipa se apresentou no terreno do At. de Rio Tinto, um candidato à subida de divisão, que ocupa neste momento o 4º lugar com apenas 1 ponto de atraso do 1º classificado. Foi assim com todas estas limitações que viriam a ser agravadas, quando aos 33 minutos o treinador Marco Aleixo se viu forçado a substituir o Ricardo Lopes, por indisposição deste, que bem tentou, mas não conseguiu continuar em campo, que a equipa do Lusitanos realizou uma exibição bem conseguida e de enorme valentia e entreajuda de todos os jogadores, conseguindo jogar de igual para igual com o At. Rio Tinto, criando algumas boas jogadas de futebol, tendo o jogo sido bem disputado, acabando o Lusitanos por sofrer um golo no final da 1ª parte, ao minuto 40, devido a uma falha.


A segunda parte decorreu de igual maneira, grande entrega, jogo bem disputado e seria com o aproximar do fim do jogo, que o Lusitanos assumiria o comando do mesmo, obrigando o At. Rio Tinto a procurar controlar mais o jogo e segurar a vantagem conseguida, tendo inclusive a melhor oportunidade de golo pertencido ao Lusitanos, quando o João apareceu isolado, após excelente passe de Fábio, na cara do G.R. e chutou ao lado. Logo após esta jogada o árbitro da partida resolveu mostrar serviço e inventou uma grande penalidade a favor do At. Rio Tinto, numa jogada perfeitamente normal, deixando toda agente incrédula, sentenciando assim a partida ao minuto 87. É pena que ao fim de quase hora e meia de bom futebol, bem disputado e com o resultado sempre em dúvida, o que valoriza o espectáculo e os intervenientes, apareça alguém que resolve ser protagonista e decide o jogo, deitando por terra todo o esforço dos atletas. Bom jogo da equipa do Lusitanos, grande entrega, grande atitude, grande esforço, levado até ao limite, a comprovar que os últimos resultados não têm aparecido por acaso, que mereciam outro resultado, mas principalmente outro respeito de quem dirige os jogos.

Lusitanos: Tiago, Cordeiro (Marco aos 90), Kiko, Guerra, Xuxa, Carlos Manuel, Ricardo Silva, Costinha, Meneses, Ricardo Lopes ( Fábio aos 33) e João.
Treinador: Marco Aleixo

BRONCA!! NA 1ª DIVISÃO DA A.F.PORTO


COMUNICADO OFICIAL DE 11 DE ABRIL DE 2011. CIRCULAR Nº 143 – 2010/2011 DA A. F. PORTO

No jogo de 3 Abril de 2011, com o resultado, A.A. S. Pedro de Rates 3 Serzedo 3, a ser anulado e averbado consequentemente a derrota ao Clube anfitrião, Assoc. Amizade de S. P. de Rates.

É mais uma manobra que caracteriza o futebol português, desta feita na Assc. Futebol do Porto, na reunião do conselho disciplinar de 7 de Abril de 2011

Com esta decisão tomada pelos responsáveis da A.F. Porto, a verdade desportiva é autenticamente atropelada!

Quando apenas faltam disputar duas jornadas para o fim da competição, e ainda, com duas equipas fortemente empenhadas na subida de divisão. F.C. Perafita - Matosinhos, 65 pontos e Serzedo – Gaia, 64 pontos. Eis que com a sanção disciplinar reportada ao S. P. de Rates, as posições das duas equipas interessadas na subida de divisão, invertem-se, passando agora a ser: Serzedo, 2º clss. com 66 pontos e Perafita, 3º class. com 65 pontos.

Será que vale a pena confiar nos dirigentes desportivos?
Quem vai ressarcir o clube mais penalizado, em caso de não subir de divisão?

Aos briosos atletas do F.C. Perafita. Não desistam! Continuem a acreditar que o vosso objectivo, ainda á possível.

LAVRENSE PERDE EM SERZEDO COM ARBITRAGEM HABILIDOSA.


32ª Jornada da I divisão da A F Porto

Local: Complexo Desportivo da Rainha. Serzedo – Gaia

Árbitro: Raul Válega.

CUSTA MESMO PERDER ASSIM…

Foi um bom jogo, em que a equipa do Lavrense entra melhor, dominando com bom controlo de bola e jogando com um futebol fluido junto ao relvado. A equipa do Serzedo, a jogar em casa fez do contra ataque a sua arma, para levar de vencida a equipa do Lavrense. Como já se disse anteriormente, o Lavrense dominava, quando numa jogada rápida de contra ataque a equipa da casa chega ao golo, num remate de fora da área, a bola embate na trave e aparece um jogador completamente acampado na área em posição clara de fora de jogo a fazer o 1-0. Este golo mexe com a equipa do Lavrense, o que a levou à intranquilidade, e passa por um período de difícil de controlar, e o Serzedo aproveita o descontrolo Lavrense e com um jogo directo, cria duas boas ocasiões para marcar, no entanto desperdiçadas. Ao intervalo, 1-0.

COM ARBITRAGEM TENDENCIOSA…É DIFICIL.

A segunda parte começa praticamente com o segundo golo da equipa do Serzedo, acabando aí com o jogo, mais uma bola chutada para as costas da defesa e o avançado do Serzedo não falha e faz o 2-0. O resto do jogo foi muito equilibrado não havendo grandes oportunidades de golo, até que perto do final de jogo o Lavrense, num cruzamento do Filipe Sousa, Nuno santos desvia ao 1º poste e Marcos marca um bom golo, fazendo o 2 1 e dando alento para que a equipa do Lavrense ainda acreditasse em chegar à igualdade. Mesmo ao cair do pano, no último lance do desafio, e após mais um chuto para a frente e com benevolência da defensiva Lavrense o avançado do Serzedo, que se encontrava em nítido fora de jogo, aproveita para fazer o 3-1, resultado com que terminaria o encontro. De referir que a equipa de arbitragem tentou sempre empurrar a equipa do Lavrense para a sua zona defensiva e que validou dois golos irregulares à equipa da casa, que como todos sabem, está na corrida com a equipa do Perafita ( Matosinhos), à subida de divisão. Assim de facto, para uns, é mais fácil, e para outros…

LAVRENSE: Beleza, Filipe Sousa, Paulo Alberto, Ribeiro (Machado), Nuno Ribeiro, Artur, Augusto, Miguel (Cassamá), Hugo almeida (Marcos), Tiago, Nuno Santos

Treinador: Hugo Reis.

Golo Lavrense, marcado por Marcos.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC