terça-feira, 30 de maio de 2017

GDAN EMPATA EM CASA MAS ESTÁ FIRME NA LIDERANÇA


GDAN e AD Marco empatam a 1 bola.
O 4º jogo da fase final de apuramento de subida de divisão, opôs o GD Aldeia Nova contra o AD Marco 09. Em dia de chuva que mesmo assim não conseguiu afastar os adeptos e apoiantes do complexo desportivo do Aldeia Nova, com uma boa moldura humana, muita cor e com uma boa demonstração de alegria, pode-se afirmar que o apoio às duas equipas não deixou de marcar presença.
Um jogo que era de prever difícil para ambas as equipas, um jogo em que uma derrota praticamente deitaria por terra qualquer pretensão de subida, e como estavam conscientes de tal situação, ambas as equipas empenharam-se e brindaram os presentes com um bom jogo de futebol em que o resultado seria uma incógnita até o fim do jogo.
7 Minutos passados do ponta pé de saída e Zé Paulo a fazer um bonito golo e dar vantagem ao GDAN, reação instantânea do Marco que passados 12 minutos estabelece a igualdade, até ao apito final assistiu-se a uma luta renhida com imensa garra e bons lances de futebol cujo único objetivo era a tentativa de alterar o resultado, contudo o mesmo manter-se-ia até o apito final. Resultado que deixa ambas as equipas a dependerem-se de si próprio para alcanças os seus objetivos. De salientar que ambas as equipas tiveram e desperdiçaram boas oportunidades de alterar o marcador, contudo pode-se considerar um resultado justo pelo que se passou no terreno do jogo.
Resultado final GD Aldeia Nova 1 x 1 AD Marco 09.
Golos do GDAN:  Zé Paulo
Treinador GDAN: João Rosas
GDAN; Vítor – Yan - Alex – Sérgio – Gonçalo –P. Rosas – D. Rosas – Alessandro – Joca  - Zé Paulo - Ema. Supl; Tomas Rosas – Quinta - Simão – Vieira - Simeão – Correia – Xincas


Manuel Sá 

segunda-feira, 29 de maio de 2017

DECIDIDO! ARMÉNIO SANTOS NÃO VAI CONTINUAR NA U D LAVRENSE


Surpreendentemente Arménio Santos (49 anos) vai deixar de conduzir os destinos da União Desportiva Lavrense
Para trás ficaram 5 anos de liderança que culminou com duas subidas de divisão em 2012/2013 da 1ª para a Honra e 2015/2016 subida à Elite.
Arménio Santos deixa assim um legado de vitórias inigualável na UD Lavrense.

Mitchfoot sabe também que com esta decisão do presidente Arménio Santos, o mister António Gaiteiro pode também abandonar o comando técnico da UDL, deixando também para trás um trabalho honroso e de qualidade que apesar das dificuldades, principalmente o desequilíbrio encontrado no plantel, tendo mesmo perdido pedras importantes no xadrez conseguiu de uma forma perentória afirmar o clube de Lavra na divisão maior da AF Porto  

domingo, 28 de maio de 2017

PLAY OFF - LEIXÕES GANHA VANTAGEM PARA A 2ª MAO


Estádio Municipal da Praia da Vitória
Árbitro: Tiago Martins (Lisboa).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Fonseca (3 minutos), Abalo (20), Bruno China (31), Cristiano (78), Salvador (88) e Fatai (90+1).
PRAIENSE 0 LEIXÕES 1
Ao intervalo, 0-o, Salvador, (83)

PRAIENSE - Tiago Maia, Diogo Careca, Cristiano, Fonseca, Filipe Andrade (Queirós, 47), Breno (Luís Tavares, 87), Luciano Serpa, Stehb, Vitinha, Patrick (Hélder Arruda, 71) e João Peixoto.Treinador: Francisco Agatão.

LEIXÕES - Ricardo Moura, Jorge Silva, Cadú, André Teixeira, Belly, Bruno China, Abalo (Silvério, 88), Lamas (Salvador, 79), Fatai, Fati (Ludovic, 71) e Porcellis. Treinador: Daniel Kenedy.

O Leixões venceu no sábado fora o Praiense 1-0, na primeira mão do 'play-off' de acesso à 2.ª Liga, com um golo de Salvador, aos 83 minutos, partindo em vantagem para o segundo encontro. Que se realiza no estádio do Mar no próximo sábado dia 3 de Junho
A jogar em casa e com o vento a seu favor, na primeira parte, a equipa da Praia da Vitória entrou melhor, com mais posse de bola e mais lances de perigo para a baliza de Ricardo Moura.
Aos 15 minutos, Patrick desperdiçou uma oportunidade para rematar e Vitinha, na recarga, também não conseguiu um remate certeiro. O Praiense ainda arrancou três cantos seguidos ao adversário, mas não conseguiu finalizar.
Na sequência de um livre perigoso contra o Leixões, João Peixoto rematou à trave, aos 32 minutos, num dos lances com maior perigo para a baliza da equipa de Matosinhos.
O melhor marcador do Praiense nesta época, Filipe Andrade, lesionou-se a 10 minutos do fim da primeira parte. Francisco Agatão tentou manter o avançado em campo, mas aos 47, este deitou-se no chão e acabou por ser substituído por Queirós.
A segunda parte foi mais equilibrada, mas com menos lances de perigo, com os jogadores a cometerem vários erros.
Já com o vento a seu favor, o Leixões conseguiu passar mais tempo no meio campo do adversário e criar mais lances de perigo, mas os 'encarnados' da Praia da Vitória não facilitaram.
Salvador, recém-entrado em campo, acabou por resolver o jogo, aos 83 minutos, com um remate dentro de área, na sequência de um passe de Fatai. A bola ainda bateu num defesa do Praiense, acabando por enganar Tiago Maia.
Foto Rodrigo Bento

Fonte Lusa 

quinta-feira, 25 de maio de 2017

O TREINADOR DAS SUBIDAS FOI HOMENAGEADO NO ENTRONCAMENTO

O ‘treinador das subidas’, Vítor Oliveira, que esta época levou o Portimonense de regresso à I Liga, foi homenageado hoje, nos arredores do Entroncamento, por um grupo de amigos e conhecidos do mundo do futebol.

"Esta é a merecida homenagem a um grande treinador, mas, sobretudo, a um grande homem", afirmou o ex-dirigente que descreveu Vítor Oliveira como "um homem sério, trabalhador, que diz o que tem a dizer olhos nos olhos e que é incapaz de meter uma faca nas costas de alguém.

Os elogios estenderam-se a outros convivas. Henrique Calisto, treinador e amigo de infância de Vítor Oliveira, com quem partilhou os jogos de rua e a formação no Leixões, recorda alguém que desde cedo demonstrou "espírito de liderança, inteligência e sagacidade" muito acima da média, bem como uma "enorme capacidade de fazer amigos".
"Era um jogador tecnicamente muito evoluído", recorda Calisto, que ainda se lembra de um jogo nos juniores em que Vítor Oliveira, que antes de se afirmar como médio jogou a ponta de lança, marcou 14 golos.

Vítor Oliveira, de 63 anos, nasceu em Matosinhos, no distrito do Porto, a 17 de novembro de 1953. Jogou futebol no Leixões, onde passou a sénior, na época de 1970-1971, jogando ainda no Paredes, Famalicão, Sporting de Espinho, Sporting de Braga e Portimonense, clube onde acabaria a carreira, na época de 1984-1985.

A primeira experiência no comando de uma equipa aconteceu no Famalicão, na época de 1978-79, então como jogador-treinador, mas a estreia ‘a sério’ como treinador aconteceu na época de 1985-86, curiosamente no Portimonense, clube que agora fez regressar à I Liga.

No seu percurso de mais de 30 anos como treinador, Vítor Oliveira passou por cerca de duas dezenas de clubes, alguns por mais de uma vez, destacando-se as dez subidas de divisão, com outros tantos clubes.

Paços de Ferreira (1990-1991), Académica (1996-1997), União de Leiria (1997-1998), Belenenses (1998-1999), Leixões (2006-2007), Arouca (2012-2013), Moreirense (2013-2014), União da Madeira (2014-2015), Desportivo de Chaves (2015-2016) e Portimonense (2016-2017) foram os emblemas promovidos por Vítor Oliveira.

A esta dezena de subidas de divisão, as últimas cinco obtidas de forma consecutiva, juntam-se mais cinco títulos nacionais do segundo escalão do futebol português, obtidos ao serviço do Paços de Ferreira (1990-1991), União de Leiria (1997-1998), Leixões (2006-2007), Moreirense (2013-2014) e Portimonense (2016-2017).


Fonte Fut 365

GARANTIDO A SUBIDA O LEÇA (SUB19) PROCURA O TÍTULO


AF Porto 2ª Divisão Ap. Campeão Jun.A S19 2016/17
Próximo Sabado dia 27 de Maio o Leça sub 19 vai entrar em competição com o objetivo de se sagrar Campeão da 2ª Divisão AF Porto em sub 19
Uma meia final em que por sorteio saiu o C R P Barrosas (Felgueiras), um adversário que por certo tens as mesmas ambições da turma orientada por Filipe Mesquita, um jogo de “Mata/Mata” em que apura o finalista.
O jogo vais ser realizado  no Campo Sintético do Aliados de Lordelo (Lordelo Paredes) pela 15:00.

A equipa do Leça FC muito bem orientada por Filipe Mesquita técnico de 32 anos, que como jogador passou por clubes como o GD Aldeia Nova e os Lusitanos FCSC, sendo coadjuvado por André Silva (23 anos) ele que também como guarda redes representou entre outros SCS Hora, Custóias FC e os Lusitanos, já garantiu a subida de divisão e luta agora por conquistar um título que escasseia na vitrina do museu leceiro 

terça-feira, 23 de maio de 2017

CPT BAIRRO DE CARCAVELOS SOPROU 40 VELAS

O Centro Popular dos Trabalhadores do Bairro de Carcavelos fez 40 anos de existência.
Na passada quarta-feira dia 17 de Maio a popular coletividade de Matosinhos completou 40 anos de fundação. A celebração do aniversário decorreu no sábado dia 20 de Maio, com um programa que contemplou a arte nas vertentes do desporto cultura e música.

O período da manhã foi totalmente preenchido com um torneio de futebol de cinco realizado no complexo desportivo do Carcavelos (piso sintético) e com o acompanhamento musical a cargo da Rádio Toca a Dançar.

Período da tarde, para além da vertente desportiva contou também com a presença do Grupo Capoeira Vadeia, Rancho Folclórico Vareirinhos de Matosinhos e os bombos da Cruz de Pau. Apos a atuação destes grupos matosinhenses seguiu-se a cerimónia protocolar de entrega de prémios e homenagens, que contou com várias personalidades da política e desporto concelhio, onde se destacam o Presidente da Câmara Dr. Eduardo pinheiro, a deputada da Assembleia da República e Vice Presidente do Grupo Parlamentar do PS, Drª. Luísa Salgueiro, Engª Helena Vaz Presidente da MatosinhoSport, Dr. Pedro Sousa Presidente da junta Matosinhos/Leça da Palmeira, Prof. Henrique Calisto, Joaquim Ventura Presidente da Associação de Coletividades, Nuno Ferreira empresário e Presidente do secretariado do PS Perafita, Paulo Pinhal Vice Presidente do Leixões SC, entre outros…Depois das lembranças entregues a todos eles, seguiu-se a homenagem aos 5 sócios fundadores da coletividade, nº1 José Oliveira, nº2 Carlos Aleixo, nº3 Colorindo Rosas, nº4 Paulo Soares, nº 5 Eduardo Paquete, atual presidente da direção.


O momento alto do aniversário ficou guardado para o período da noite, com um espetáculo musical organizado pela Rádio Toca a Dançar e contou com vários artistas da música portuguesa e que foi transmitido para todo o mundo através das redes sociais      

CMM, LEIXÕES, LIONS E MITCHFOOT JUNTOS PELAS CRIANÇAS DE CABO VERDE

O Leixões SC, Lions Clube Lusofonia e Mitchfoot Futebol de Matosinhos juntam-se à Câmara Municipal de Matosinhos para participarem em evento solidário

Um grupo de jovens denominado de Groguense, naturais de Cabo Verde, que estudam no nosso país, receberam um convite para em São Vicente - Cabo Verde participarem num torneio de futebol que vai decorrer durante o mês de Junho, com a finalidade de ajudar crianças carenciadas e portadoras de patologias.

O Evento criado pelo Centro de Ajuda a Crianças Portadoras de Patologias, que através da sua responsável tem utilizado as redes sociais para angariar apoios nomeadamente materiais escolares, bens alimentícios.

Através da Câmara Municipal de Matosinhos este Centro de Ajuda conta com o apoio dos Lions Clube Lusofonia com livros, brinquedos e roupas. Do Leixões Sport Clube tiveram apoio no equipamento para a equipa que vai jogar pelo Grupo Groguense e algumas bolas para serem oferecidas as crianças. Mitchfoot Futebol de Matosinhos associam-se para fazer o acompanhamento e Jornalistico desta actividade


Os bens conseguidos serão transportados até ao seu destino (São Vicente - Cabo Verde) com o apoio do Centro de Ajuda.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

ZÉ PAULO VESTIU A PELE DE HERÓI


Segunda Divisão AFP (SERIE 2) fase apuramento de subidas
Complexo Desportivo Aldeia Nova – Perafita – Matosinhos
Árbitro: Rui Oliveira
Ao intervalo, 2-2, golos Galochas (13) Diogo Rosas (28), Alessandro (35), Valkirio (41), Zé Paulo (90+1)

GD ALDEIA NOVA: Vítor, Yan (Joca 70), Alex, Sérgio Braga e Gonçalo, Pedro Rosas, Correia e Alessandro (Simão 85), Diogo Rosas, Zé Paulo e Ema. Treinador Prof. João Rosas.

AC MILHEIRÓS: Pedro, Luís Teixeira, Rebelo, Chumbinho, Doro, Daniel, Pimenta, Huguinho, Cerqueira (Bertinho 65), Galochas (Sénio 77), Valkirio. Treinador João Almeida.
Aldeia Nova é líder isolado com 7 pontos, mais 3 que o adversário deste jogo.

O 3º jogo da fase final de apuramento de subida de divisão, opôs o GD Aldeia Nova contra o AC Milheirós. Duas equipas com o mesmo percurso nesta fase final, 1 vitória fora de portas e um empate caseiro. O complexo desportivo do Aldeia Nova registou uma boa moldura humana e embandeirou-se para o que seria uma magnifica tarde desportiva.
Um bom jogo com parada e resposta constante, a requerer a máxima atenção por parte dos guarda-redes. Galochas ao minuto 13 faz vibrar a claque presente do ACM ao inaugurar o marcador, Diogo Rosa ao executar um livre direto na perfeição estabelece a igualdade e ao minuto 35 Alessandro coloca o GDAN em vantagem, ainda os festejos estavam quentes quando Valkirio restabelece nova mente a igualdade a duas bolas.

2ª parte, imotiva e com a incógnita total quanto a possíveis golos, ora por excelentes intervenção dos guarda-redes ora por ineficácia dos avançados o resultado mantinha-se e quando tudo previa que o resultado final fosse um empate, eis que surge Zé Pedro a reclamar o estatuto de herói ao fazer o 3º golo do GDAN.

Manuel Sá 

HUMBERTO VAI RECEBER " O GAIENSE" EM ANO DE ESTREIA PELO AVINTES


Humberto Silva, guarda-redes de 35 anos, natural Matosinhos é um dos contemplados para receber os tão desejados prémios “ O Gaiense”.
Humberto (irmão de Zé António ex jogador leixonense) pela primeira vez no FC Avintes, destacou-se dos demais entre os postes e foi o guarda-redes menos batido.  
Humberto: “ em termos individuais foi a melhor época de sempre e graças a um coletivo fantástico foi possível receber este prémio”

Recordo que Humberto vai marcar presença também na VII Gala Mitchfoot sendo ele um dos guarda-redes da Seleção de Matosinhos  






Mário Mitch e Humberto 

ÁRBITRO AGRIDE PAIS DE ATLETAS (SUB 15) E PÕE-SE EM FUGA

Complexo Desportivo Municipal de Leça da Palmeira (Bataria) dia 21 de Maio 2017, às 13:30 

Leça 2 Perafita 2 (iniciados acabou de uma forma insólita)
Desta vez não foi o juiz da partida a ser agredido, mas sim o agressor. 

O árbitro Pedro Barbosa (AF Porto) está acusado por ter agredido atletas e pais e depois ter-se posto em fuga.
Segundo o relato, tudo começou durante o jogo, os pais dos atletas do Perafita proferiram ”bocas” as quais respondia o árbitro assistente com insultos para a bancada. No final é já sem presença policial e já em direcção à sua viatura, o árbitro provocou e ameaçou os pais dos atletas perguntado “quem é o boi? “ e começou a agredir adeptos, segundo uma testemunha ocular “ estava tresloucado e bateu nos pais e colocou os miúdos em pânico “

O juiz da partida (sub 15) entre o Leça e Perafita, agrediu três atletas (14 e 15 anos) e o pai (40 anos) de um deles que teve de ser hospitalizado por suspeitas de lesão grave num olho.
Agostinho Silva, pai de um atleta revelou ao JN, que a agressão (à cabeçada e a morder) do árbitro ocorreu 40 minutos depois de o jogo ter terminado e após dispensa das forças policiais, depois colocou-se em fuga no seu mercedes, quase atropelando as pessoas presentes no local.
As vitimas apresentaram queixa contra o agressor confirmada pela PSP  a acusação aponta para as agressões feitas pela equipa de arbitragem e que ainda não foram identificados formalmente.
Conhecido por ser “duro” não é primeira vez que Pedro Barbosa é envolvido em casos de violência, em Setembro de 2010 foi acusado de tentativa de atropelamento ao presidente do Amarante, acabando absolvido.

Fonte JN




VOO DAS AVES SEGURAM LEIXÕES


42ª (última) Jornada da Ledman Liga pro
Estádio do  Mar – Matosinhos
Árbitro Bruno Paixão (Setúbal)
LEIXÕES 0 UNIÃO DA MADEIRA 2
Ao intervalo, 0-1 golos Fábio Silva (1) Luís Carlos (87)

LEIXÕES: Ricardo Moura, Jorge Silva (Miguel Angelo 76), Cadu, André Teixeira, Belly, Bruno China, Abalo (Tino 46), Bruno Lamas, Fatai, Porcellis, Fati (Ludovic 86) Daniel Kenedy

U. MADEIRA: Tony, Tiago Moreira, Jaime, Tiago Ferreira, Luís Trinco, João Caminata (Henrique 90+4), Mica (Glan Martins 90+2), Sérgio Marakis, Ruben Lima, Nuno Vivieros (Luís Carlos 73) e Flávio Silva. Treinador Jorge Casquilha.

Apesar de derrota, valeu ao Leixões o triunfo do Aves sobre o Fafe. O Leixões vai disputar o play-off de manutenção, (Praiense ou Merelinense são os possíveis adversário sorteio dia 22 Maio)
Num jogo que estava a obrigado a vencer para não sofrer qualquer percalço, a equipa do Leixões não foi capaz e acaba a época com a língua de fora, apesar do empenho é notório a falta de lucidez e frescura física.

O Leixões falhou!

Logo no primeiro minuto sofre o golo, Ricardo Moura ainda deteve dois remates, mas à terceira Flávio Silva abriu o marcador.
O jogo resume-se depois a um domínio Leixonense, esteve inclusive mais perto do empate ( Bruno Lamas ainda no 1º tempo testou Tony guarda redes madeirense, no 2º tempo mais duas oportunidades para os homens do Mar) do que sofrer o 2º golo, que chegou ao caír do pano por intermédio de Luís Carlos.

Conferencia de imprensa:

Daniel Kenedy “Quando cá cheguei, estamos a 8/9 pontos do play-off. São estes jogadores que vão salvar o Leixões. Contra tudo e contra todos.”

Jorge Casquilha “ Vitória justa da melhor equipa. Honramos a camisola e fomos sempre sérios. Fomos mestres na gestão do jogo e marcamos o 2º golo.”

Foto Marco Fragateiro 

COM GOLO FELIZ A VITÓRIA NÃO FUGIU AO PADROENSE


9ª Jornada da fase de manutenção da Divisão d´Elite
Estádio do Padroense FC – Padrão da Légua – Matosinhos
Árbitro: Tiago Loureiro
PADROENSE 1 PEDROUÇOS AC 0
Ao intervalo, 0-0 golo Mesquita (67)

PADROENSE: Beleza, João Pinto, Meneses, Daniel Pereira, Taipa, Ivan, Medeiros (Mateus 899, Lutchindo (Ricardo 69) Cacheira (Alex 69), Pedro Oliveira e Mesquita (André 89). Treinador Prof: João Costa

PEDROUÇOS AC: Moreira, Tiago Folha, Bessa, Paulo (Zé Pedro 84), Digo Batista, Brian (Fabinho 76), Moedas, Ramalho (Tiago 84), Vítor Andrade. José Luís e Miguelito. Treinador Joca

Três pontos importantes para o conjunto Matosinhense na luta pela manutenção. Moreira com excelente exibição não merecia ter sofrido o golo daquela forma(Mesquita remata e bola desvia num defesa do Pedrouços e anicha-se nas redes).
Jogo com duas partes distintas uma da outra, a 1ª pertenceu ao Padroense mas Moreira a grande altura, impediu que a bola entraves por algumas vezes. Na segunda o Pedrouços foi melhor e José Luís rematou à trave, Meneses defensor da casa salva golo certo em cima da linha, mas foi mesquita que desatou o nó e resolveu a favor do Padroense, o Encontro contou com duas expulsões, uma para cada lado, Pedro Oliveira (78) para o Padroense e Diogo Batista (81) para os visitantes

Próxima jornada a equipa do Padroense vai jogar no terreno da AD Grijó. 

segunda-feira, 15 de maio de 2017

PEDROUÇOS AC VENCE LAVRENSE COM JUSTIÇA

8ª Jornada D. Elite Série 1, Manutenção
Estádio Municipal de Pedrouços – Maia
Árbitro Tiago Sá
PEDROUÇOS 3 LAVRENSE 0
Ao intervalo, 2-0 Golos, João Luís (9), Paulo (43), Ramalho (57).

PEDROUÇOS: Moreira, Folha, Paulo, Beça e Batista; Brian, Moedas e Ramalho (Flávio 85), Andrade (Zé Pedro 82), João Luís (Tiago 85), Miguelito (Fabinho 82). Treinador Joca

LAVRENSE: Zé Pedro, Carlitos, João Magalhães, Ramos, Abílio; Amílcar (Cheta 46), Ruizinho, Wendel (Sousa 85), Zé Campos (Vasco 85), Tiago Carvalho (Mesquita 85) e Kaká (Couto 46). Treinador António Gaiteiro

Pedrouços a precisar de pontos para fugir ao play off de manutenção, encarou esta partida de uma forma bastante motivada, fruto da vitória forasteira conseguida na jornada passada em Oliveira do Douro.
Aproveitando a embalagem vitoriosa os comandados de Joca, começaram com a corda toda, e logo aos 9 minutos abriram o marcador,  João Luís entra na área pelo lado direito e remata cruzado sem hipóteses para Zé Pedro. O Jogo entrou numa toada de equilíbrio, com ligeiro ascendente dos homens da casa. Em cima do minuto 43, na sequência de um pontapé de canto os maiatos adiantam-se no marcador com um golpe de cabeça do central Paulo que deu uma ajuda no ataque.

No segundo tempo, e sempre com o Pedrouços a comandar as operações, o veterano Ramalho faz um golaço aos 57 minutos, depois de driblar três defesas Lavrenses dispara mais em jeito do que em força e aniquila qualquer reacção ao conjunto Lavrense.
A turma de Gaiteiro, que tem vivido algumas dificuldades na composição do seu onze, praticamente órfão de defesas centrais de raiz, lacuna que se vem fazendo sentir nas últimas jornadas, com 30 pontos na tabela, precisa apenas de uma vitória para selar a manutenção.
Próxima jornada o conjunto Lavrense, recebe no seu reduto a equipa do Grijó. Ficando penas por disputar um jogo para os Lavrense, pois a equipa de Gaiteiro folga na última jornada

domingo, 14 de maio de 2017

EMPATE CASEIRO QUE NÃO DESVIA GDAN DA SUBIDA


GDAN empata a 1 bola.
O 2º jogo da fase final de apuramento de subida de divisão, opôs o GD Aldeia Nova contra o FC Parada, um jogo como o tempo, frio, pouco atractivo e sem grandes emoções. Um jogo em que o GDAN não consegui dar continuidade ao bom desempenho que tinha vindo a realizar nos últimos encontros, ficando muito aquém das suas capacidades futebolísticas.
Empate a 1 bolo penaliza mais o GDAN, contudo pela exibição hoje efetuada, pode-se disser que é um resultado justo.
Golos do GDAN: Alessandro
Treinador GDAN: João Rosas

GDAN; Vítor – Yan - Alex – Sérgio – Gonçalo – Quintas – P. Rosas – D. Rosas – Alessandro - Zé Paulo – Ema. Supl; Tomas Rosas – Braga - Correia – Joca - Simeão – J. Paulo – Xincas

Manuel Sá 

IVO GONÇALVES IMPEDIU QUE O LEIXÕES VENCESSE EM PENAFIEL


41.ª jornada da Ledman Liga pro
Estádio Municipal 25 de Abril, em Penafiel.
Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa.
Ação disciplinar: Cartão amarelo a Dioug (41), Romeu Ribeiro (57), Fidelis (59), Cadu (60), André Fontes (65), Bruno China (74) e Rafa Sousa (90+4).
PENAFIEL 0 LEIXÕES 0

PENAFIEL: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Diouf, Pedro Araújo, Romeu Ribeiro (Hélio, 58), André Fontes (César, 90+2), Rafa Sousa, Wellington, Fidelis e Gonçalo Abreu (Danilo, 81). Treinador: Paulo Alves.

LEIXÕES: Ricardo Moura, Jorge Silva, Cadu, André Teixeira, Belly, Bruno China, Abalo, Bruno Lamas, Fatai (Salvador, 65), Porcellis (Tino, 80) e Fati (Ludovic, 89).Treinador: Daniel Kenedy.

O Leixões empatou este domingo 0-0 no reduto do Penafiel, mas continua a depender de si para garantir a presença no playoff de permanência,
O guarda-redes Ivo Gonçalves, do Penafiel, foi a figura maior do jogo, ao negar por cinco vezes, todas na primeira parte, o golo ao Leixões, que, com este empate, manteve o 18.º lugar, agora com 46 pontos, mais um do que o Fafe, equipa com quem que vai discutir um lugar no 'play-off'.
O Leixões entrou melhor e dispôs de várias situações de golo, a maioria dos quais no primeiro quarto de hora, mas Ivo Gonçalves revelou-se um obstáculo sempre intransponível para Porcellis, Bruno Lamas, Fati, Jorge Silva e Fatai. Agressiva a meio-campo, sob a 'batuta' de Bruno Lamas, um jogador de qualidade superior, a formação de Matosinhos conseguia ter posse no meio campo contrário e levar a bola até à grande área contrária, respondendo o Penafiel em transições e através de remates de fora da área. Wellington, aos 11 minutos, 'fuzilou' a baliza de Ricardo Moura, em tarde descansada, fazendo a bola passar perto, e Gonçalo Abreu, aos 32, levou a bola ao 'ferro', num centro traiçoeiro.


A qualidade e o ritmo de jogo, sobretudo, baixaram de intensidade no segundo tempo, com os locais a baixarem mais as linhas e a apostarem mais nas transições e a formação de Matosinhos, apoiada por uma enorme e ruidosa falange de apoio, a arriscar menos no ataque, para evitar qualquer surpresa. Ainda assim, o Leixões voltou a ser a equipa mais perigosa, com Fati, logo no reatamento, a fazer tudo bem menos o remate, fraco e torto, já na área, e Bruno Lamas, pouco depois, a acertar no poste, após trabalho individual no interior da área.  Pertenceram ao central Cadu, do Leixões, os derradeiros momentos de algum suspense no jogo, após cabeamentos na sequência de pontapés de canto, em lances bem mais perigosos do que os (primeiros) remates (direcionados no jogo) de Wellington e Danilo, para o Penafiel.

Fotos Marco Fragateiro 

segunda-feira, 8 de maio de 2017

GDAN ENTRE COM PÉ DIREITO NA FASE DE SUBIDA

GDAN conquista Marco de Canaveses.
MARCO 09 1 GD ALDEIA NOVA 3
O 1º jogo da fase final de apuramento de subida de divisão, opôs o AD Marco 09 contra o GD Aldeia Nova.

Um jogo em que as expectativas eram elevadas para as duas equipas, prova disso foi o enorme apoio de simpatizantes e claques presentes no recinto de jogo, o inimigo principal antes do jogo começar era sem dúvida o desconhecimento futebolista das equipas.
O jogo começou da melhor maneira para o GDAN que aos 3 minutos inaugurou o marcador por Quintas, que surpreendeu todo e todos, surpreendeu os apoiantes do Marco que em poucos segundos passaram de eufóricos ao silêncio, a rapidez do golo surpreendeu os próprios apoiantes do GDAN que levaram alguns segundos a acreditar e a ter uma tedia manifestação de alegria, só aos 45 minutos com o golo de JOCA a fazer o 2 a 0 é que houve uma verdadeira explosão por parte dos adeptos presentes e que atingi-o o clímax aos 64 minutos quando Ema faz os 3 a 0.
Um jogo bem disputado com o AD Marco 09 a circular e a trocar bem a bola, contudo encontrou pela frente uma equipa bem posicionada no terreno, com uma defesa a cumprir e a não facilitar, um meio campo a mostrar a sua garra, preenchendo os espaços e a dificultar a ação do seu adversário, uma linha de avançada que pela sua rapidez de ação criou inúmeros problemas á defesa contrária e um GR “Vítor” que esteve simplesmente em GRANDE, defendeu o que tinha de defender, orientou e deu enorme confiança á equipa.
 A primeira parte seria muito bem disputada com muito equilíbrio e o perigo a rondar constantemente as duas balizas, a principal diferença da 1ª parte seria a finalização.

2ª parte foi jogada em ritmo mais pautável, logicamente a ganhar por 2 a 0 o GDAN controlou o seu jogo deixando o AD Marco tomar as iniciativas de jogo, e jogando em contra ataque acabaria por fazer o 3 a 0 e falhar uma grande penalidade no minutos finais do jogo. Ao minuto 95 o AD Marco 09 através de uma grande penalidade marca o seu tento de hora, justiça seja feito, mereceu o seu tento de honra, mais pelo que fez na 1ª parte.
De louvar o comportamento de todos os presentes, tanto jogadores (Fair-Play excecional), árbitros “sem casos”  e apoiantes “Lindo de ver” que fizeram com que em Marco de Canaveses houvesse só e simplesmente FUTEBOL e FESTA.

Golos do GDAN;  Quintas – Joca – Ema
Treinador GDAN: João Rosas
GDAN; Vitor – Yan - Alex – Sérgio – Gonçalo – Quintas – P. Rosas – D. Rosas – Joca - Zé Paulo - Simeão

Supl; Tomas Rosas – Braga - Simão – Alessandro -  Ema – J. Paulo - Xincas

Manuel Sá

FUTEBOL DE MATOSINHOS...ESTÁ NA HORA DA DECISÃO


FUTEBOL DE MATOSINHOS

Chegou o momento chave de uma época em que todos tinham um objectivo, embora diferentes todos se empenharam a alcançar o que propuseram.
Ledman Liga Pro.
De máquina de calcular…mas só depende si para o play off.
Com duas jornadas para se fechar o campeonato da segunda liga profissional.
Leixões mantem viva a chama para permanecer nas competições profissionais…agora só através do play off de manutenção.
Só dependendo de si,  o Leixões precisa de apenas vencer os seus jogos e de se preocupar com que vem logo a seguir…AD Fafe e Vizela (a três pontos mas com desvantagem no confronto direto em relação ao Fafe, e três pontos mais que o Vizela mas aqui vence no confronto direto) o Ac. Viseu, esse já vai a seis pontos (e vence no confronto direto para o Leixões)
Divisão D´Elite A F Porto
Tudo ainda muito embrulhado…
Com quatro jogos por realizar na maior divisão da AFP
Lavrense com 30 pontos é o clube mais bem colocado no que diz respeito aos clubes de Matosinhos ( só tem pela frente 3 jogos para disputar) assim sendo ainda não garantiu a permanência, mas está muito perto de o conseguir .
Padroense e Leça FC (24 pontos), com quatro jogos por realizar, encontram-se na luta pela fuga à despromoção, (entenda-se Paly off de manutenção) sim porque essa luta está ao rubro com Grijó (26), Candal (25), e Pedrouços (24) Gondim (19) ainda deslumbra possibilidade de se intrometer na luta pelo lugar do play off. Serzedo (11) já desceu à Honra.
Divisão de Honra AFP
Infesta é a jóia da coroa
A entrada para a última jornada o FC Infesta (56) encontra-se na qualidade de vice líder em igualdade pontual com o Ermesinde
Os Infestistas que visitam na derradeira jornada a equipa do Perafita, precisam apenas de um ponto para garantir a subida direta à divisão d´Elite, sendo que na pior das hipóteses vai disputar o play off de subida e isso é garantido já. Mas também é justo referir que se o Infesta fizer melhor resultado que o Ermesinde 1932, sagra-se Campeão da divisão de Honra 
Perafita (37 pontos) já tem o seu campeonato concluído já garantiu a permanência na Honra.
Cabe ao D Leça do Balio (31 pontos) a tarefa mais espinhosa. Luta desesperadamente para fugir a despromoção, com menos dois pontos que o Aparecida, tudo ainda é possível na jornada derradeira. Ambos os clubes tem jogos de grau de dificuldade elevado. Balio visita o Avintes (52) que ainda sonha com o play off de subida e Aparecida vai ao Folgosa da Maia (50) que de maquina de calcular na mão, ainda faz contas ao play off.
1ª divisão série 1 AFP
Matematicamente ainda é possível…
Custóias (50) ainda sonha com o último lugar do pódio, um lugar que pode trazer uma repescagem nas contas finais da competição, à semelhança de anos anteriores
Os Lusitanos de Santa Cruz do Bispo (21), com uma época muito abaixo do seu potencial, está presa por arames e tem pela frente uma tarefa muito complicada para fugir a despromoção quase certa, seis pontos o separam o At Rio Tinto (27) último lugar acima da linha d´água, quando estão em jogo os mesmos seis pontos, resta a esperança de os gondomarenses não pontuarem frente ao Torrão (11), já despromovido para decidirem na última jornada (Os Lusitanos vs At Rio Tinto) jogo em que os de Santa Cruz do Bispo precisam de golear
 Play off de subida à 1ª Divisão AFP

Aldeia Nova começou da melhor forma a fase de subida ao vencer por 3-1 no reduto do Marco 09, recebendo na próxima jornada o Parada a turma de João Rosa pode vencendo fazer pleno e rumar com segurança à subida à 1ª AFP

domingo, 7 de maio de 2017

BALDE GELADO NAS PRETENSÕES LEIXONENSES


JORNADA 40 LEDMAN LIGA PRO
Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Bruno Esteves (AF Setúbal).
ção disciplinar: Cartão amarelo para Djikiné (58), André Teixeira (79) e Belly (83). Cartão vermelho direto para Djikiné (58).
Cerca de 6000 espectadores (nem na maior parte dos jogos da 1ª Liga)
LEIXÕES 1 SP COVILHÃ 3
Ao intervalo: 0-0. Cadu, (50) Ponde, 79. 83 (grande penalidade) Medarious, (87).

LEIXÕES: Ricardo Moura, Jorge Silva, Cadu, André Teixeira, Belly, Bruno China, Bruno Lamas, Abalo (Tino, 81), Fatai, Fati (Miguel Ângelo, 70) e Porcelis. Treinador: Daniel Kenedy.

SP COVILHÃ: Igor Rodrigues, Mike, Joel, Zarabi (Sambinha, 53), Marcílio, Gilberto, Djikiné, Diarra (Onyeka, 54), Erivelto (Ponde, 42), Medarious e Harramiz.  Treinador: Filipe Gouveia.

O Covilhã começou o jogo a fazer uma boa troca de bola, facto que inibiu a equipa da casa de jogar ao ataque, passando largos minutos atrás dos jogadores visitantes e sem poder alvejar a baliza contrária. Sem conseguir entrar na área visitante, a equipa de Matosinhos teve em Porcelis uma opção acertada nas bolas paradas, com o brasileiro a começar por tirar tinta do poste (15), antes de acertar no travessão (25), ambos de livre direto. Com melhores transições ofensivas, a equipa da casa continuou a criar perigo e Bruno Lamas (19) tentou a sua sorte a cerca de 30 metros da baliza, correspondendo Igor Rodrigues com uma defesa felina para canto. Numa situação descansada na tabela classificativa, o Covilhã quase aproveitou um erro na área leixonense, quando Bruno Lamas (36) falhou um alívio e Harramiz, sem marcação e com tempo, rematou sobre a barra. 

No segundo tempo, foi outra vez de bola parada que o Leixões ameaçou e marcou, com Cadu (50), de cabeça, a corresponder a pontapé de canto de Fati para abrir o marcador. Aos 59 minutos, Fati recebeu de Jorge Silva e, na área, arriscou o remate, não conseguindo Porcelis chegar para a emenda.  Em quatro minutos, aos 79 e 83 minutos, o árbitro assinalou duas grandes penalidades por alegadas faltas de André Teixeira e Belly, com Ponde a consumar a reviravolta para os serranos. A equipa de Matosinhos sofreu ainda um terceiro golo, quando assistido por Ponde, Medarious (87) surgiu na cara de Ricardo Moura a marcar.

Com este resultado, o Leixões já sabe que terá, pelo menos de disputar um 'play-off' de manutenção, uma vez que a duas jornadas do fim tem 6 pontos de desvantagem para o AC de Viseu, primeira equipa acima da 'linha de água'.

VII GALA MITCHFOOT FUTEBOL DE MATOSINHOS

DIA 3 DE JUNHO
15:00 - JOGO VINTAGE HOMENAGEM A AUGUSTO
FC INFESTA VS PADROENSE FC

17:00 - JOGO DAS ESTRELAS
FC INFESTA VS SELEÇAO DE MATOSINHOS

MOMENTO MUSICAL
ANABELA DELGADO, JOÃO NORTE E MIGUEL MORAIS
RANCHO FOLCLÓRICO INFANTIL VAREIRINHOS DE MATOSINHOS

CERMINÓNIA
PROTOCOLAR , ENTREGA DOS PRÉMIOS

ESTÁDIO MOREIRA MARQUES (RUA GASPAR LINO SÃO MAMEDE INFESTA





sábado, 6 de maio de 2017

PEDRO OLIVEIRA ASSISTE E MARCA PARA DESEQUILIBRAR

7ª Jornada da D. Elite - Serie 1 Manutenção
Estádio do Padroense FC
Árbitro João Lamares
PADROENSE 2 LEÇA 1
Ao intervalo 1-1 Golos: Mesquita (22) Pedras (43) Pedro Oliveira (85)

PADROENSE: Beleza, João Pinto, Meneses, Fábio e Taipa; Alex (Ivan 46), Medeiros (Medeiros 88), Ricardo, Mesquita (Leo 88), Pedro Oliveira (André 88) e Cacheira. Treinador Prof. João Costa 

LEÇA FC: Diogo, Joel, Bruno Freitas (Jota 67), Crista e Alex (Tiago borges 88); Noura Miguel (João Castro 88), Jair, Pedras, David (Rocha 67), Areias (Daniel 88)  Treinador Domingos Barros.

Jogo muito disputado, valeu pela entrega dos jogadores de ambas as equipas e sobretudo ela emoção vivida no final do encontro em que a vitória poderia surgir para qualquer dos lados.

No primeiro tempo , o equilíbrio foi a nota mais dominante, sem grande lances de perigo, valeu a brilhante jogada (triângulo Medeiros, Pedro Oliveira e Mesquita) o primeiro descobre Pedro Oliveira pelo lado esquerdo, este mete no meio onde aparece Mesquita a fuzilar a baliza á guarda de Diogo. Quase a findar  primeiro tempo Joel cruza com conta peso e media para área e o capitão Pedras bem lá no alto fuzila de cabeça restabelecendo a igualdade.

No segundo tempo, a parada e resposta prevaleceu, sem contudo existirem lances de perigo junto às áreas de ambos os lados.

Minuto 64`Ricardo vê segundo amarelo por falta sobre Jair no meio campo e é expulso do jogo. A partir daqui Domingos Barros mexe na sua equipa colocando mais  frescura e dando mais poderio e posse à sua equipa, Padroense a jogar em inferioridade numérica, só descia com a certeza de poder finalizar com êxito. Aos 85 minutos e na sequência de um pontapé de canto, Pedro Oliveira dá vantagem à sua equipa com um golpe de cabeça indefensável. O Leça tenta tudo desenfreadamente na esperança de chegar de novo à igualdade, Domingos Barros coloca “ a carne toda no assador ”, mas é o Padroense que fica a centímetros do golo, quando Beleza pontapeia o esférico para frente e Lutchindo penteia de cabeça para baliza deserta (Diogo tinha ido dar ajuda ao ataque) mas sem a força e direção desejado, dando tempo a Jota pegar de novo na bola e contra atacando. Já para lá dos 4 minutos de descontos dados pelo árbitro, Tiago Borges introduz a bola no fundo da baliza de Beleza, mas o juiz auxiliar (bancada) anula o lance por fora de jogo. Depois do termino do jogo e ainda no relvado Jair recebe ordem de expulsão. 

Com este resultado a equipa orientada pelo prof João Costa iguala a equipa leceira orientada por Domingos Barros, na tabela com 24 pontos mas beneficiando de melhor goal average. Ambas as equipas estão 3 pontos acima do lugar de play off de manutenção

segunda-feira, 1 de maio de 2017

PREMIOS MITCHFOOT ESTÁ ENCONTRADO OS VENCEDORES DE 2016/2017


Fim das votações para os prémios Mitchfoot Futebol de Matosinhos, estão encontrados os vencedores

MARCOS MEDEIROS (PADROENSE) – JOGADOR DO ANO
JOÃO MATOS (PADROENSE) – MELHOR GUARDA REDES
DIOGO SOUSA (FC iNFESTA) – REVELAÇÃO
PEDRAS (MAIA LIDADOR) – JOGADOR MATOSINHENSE

Prémios atribuídos diretamente pelo Blog

AUGUSTO MATA – HONRA E MÉRITO DESPORTIVO
JOAQUIM VENTURA – PERSONALIDADE DO ANO
ÁLVARO LOPES – PRÉMIO FIM DE CARREIRA
JORGE PINTO – TREINADOR DO ANO
EQUIPA DO ANO – FC INFESTA

Parabéns aos vencedores, honra aos vencidos
QUEM VENCE É O FUTEBOL DE MATOSINHOS

Obrigado a todos os que se dignaram a participar nestas nomeações, obrigado a todos os eleitores que bateram recordes de participação.

A cerimónia (VII GALA FUTEBOL DE MATOSINHOS) de entrega dos prémios realiza-se no dia 3 de Junho 2017, no Estádio Moreira Marques (FC INFESTA) na rua Gaspar Lino em São Mamede Infesta - Matosinhos 

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC