RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

LAVRENSE VENCE E LIDERA ISOLADO


Complexo Desportivo de Lavra
3ª Jornada AF Porto Divisão Honra Série 1
Árbitro: Ivo Xavier
UD LAVRENSE 1 CASTÊLO DA MAIA 0
Ao intervalo, 0-0 Golo Mesquita aos 68 minutos

LAVRENSE: Padrão, Fradinho, Trivelas, Mesquita, (Vasco Batista 90), Zidane (Ruizinho 90), Henrique Valmor (Noverça 46) Barreira, Batista, Hulk (Gandarela 79), Luís André e Léo (Anunciação 79) Treinador Nuno Gonçalves.  

CASTÊLO DA MAIA: Polvo, Martins, Luís, Rafa, Russel (Lpoes 90+2), Jorge (Crespo 68), Suiço, Ivo, Fabinho (Quinando 68), Mendes (Carreira 68) e Cardoso ( Lima 46). Treinador Pedro Pontes.

Apesar do um único golo na partida, foi um espetáculo digno de ser visto com as duas equipas à procura da vitória e consequentemente isolar-se na tabela em termos de liderança.
O Lavrense entrou melhor com duas grande chances para se adiantar no marcador . O Castêlo responde de igual forma pondo em sentido o sector mais recuado Lavrense.
Foi já na etapa complementar e aos 68 minutos o único golo do jogo de boal parada, Livre superiormente apontado por Mesquita. Em ritmo de parada e resposta com oportunidades repartidas sempre em ritmo bastante alto, o jogo chegou ao fim sem que as redes fossem violadas. A equipa de Nuno Gonçalves conseguiu três preciosos pontos que lhe permite liderar isolado à 3ª Jornada fazendo o pleno de vitórias.
De salientar também a boa moldura humana que compôs quase por completo a bancada central. Boa Arbitragem

Fotos UDL 

PADROENSE PERDULÁRIO EMPATA EM CASA



Estádio do Padroense, Padrão da Légua - Senhora da Hora
4ª Jornada AF Porto Divisão de Elite - Pro-nacional Série 1
Árbitro: Pedro Silva
PADROENSE FC 1 ERMESINDE 1936 1
Ao intervalo 1-1. Golos Estebainha (12) e Beré (44)

PADROENSE: Moreira, Li (Lico 46), Kang, Carlos Pinto (Dani 76) Balito, Gorito (Nico 60), Xoura, Juca (Jardel 60), Estebainha, Ricardo e Mesquita (Cacheira 60). Treinador João Costa.

ERMESINDE: Sérgio, Daniel Félix, Pedro, João Machado, Pantir, João Fernandes (Marco 68) João Lindo, Ricardo (Quim 46) Rafa (Neto 80), Deco (Oliveira 80) e Beré (Herdeiro 80). Treinador Jorge Lopes.

Depois do equilíbrio nos minutos iniciais Estebainha aproveitou uma desconcentração defensiva do Ermesinde e marcou o primeiro da tarde. Tónico para a equipa comandada por João Costa que a partir do golo embalou para uma boa exibição desperdiçando algumas boas oportunidades, umas vezes por manifesta falta de pontaria outras por paradas do guardião Sérgio. O Ermesinde nesta fase do jogo também dispôs de algumas chances mas foi Juca que voltou a ameaçar a baliza forasteira. O Ermesinde é mais feliz e em cima do intervalo empata o jogo com um golo de Beré.

No segundo tempo só deu mesmo Padroense em termos ofensivos e só não conseguiu os três pontos porque encontrou uma guarda redes inspirado e que foi capas de segurar o empate para sua equipa fazendo defesas extraordinárias.
Resulta que penaliza mais a equipa do Padroense que esteve bem melhor no jogo criando várias situações de golos.  
Com este resultado o Padroense baixa para a 5ª posição agora dois pontos do primeiro.

Fotos Jorge Peixoto


VITÓRIA SUADA QUANDO TINHAM TUDO PARA VENCER TRANQUILAMENTE


Estádio municipal de Amarante
Campeonato de Portugal Série B – 5ª Jornada
Árbitro: José Bessa
AMARANTE 3 LEÇA FC 4
Ao intervalo, 0-3, golos de Adilson (5, 31 e 36) Pedro (49), Cissé (53) Junca (57) e Paulo Lopes (85)  

AMARANTE: Carlos, Simão, Pedro, Piquet, Romeu (Varela 40), Marquinhos (Junca 40), Lamelas, Alex Silva (Edi 90) Ricky, Sampaio e Cissé. Treinador Mauro Silva

LEÇA: Cristiano, Zé Carlos, Cláudio, Peks e Paulo Lopes, Nélsinho, Bruno Simões (Jair 70), Teles, Isaac (João Pedro 90), Pedro Prazeres (João Paulo 80) e Adilson. Treinador Domingos Barros.

O Leça (líder da classificação) quase deita tudo a perder dada a displicência demonstrada no segundo tempo…mas Paulo Lopes na parte final carimbou mais três pontos para os verde e brancos.
7 golos num só jogo é por si só é sinonimo de espetacularidade.
Com duas partes bem distintas, a primeira o destaque vai direito para Adilson que fez um hattrick. Os Leceiros sempre focados nos três pontos fazendo jus à condição de lideres da prova e fruto do seu melhor futebol, chegaram à vantagem confortável de 3 golos sem resposta.

Não foi por falta de aviso que os leceiros quase ponham tudo a perder no segundo tempo…vindo das cabines alertados para a reação do adversário, os homens comandados por Domingos Barros, displicentes permitiram a reação amarantina que em menos de quinze minutos restabeleceram a igualdade. Depois o Leça puxando dos galões volta ser Leça, concentrado, agressivo na recuperação de bola e eficaz nas transições, chama si de novo o comando do jogo…a cinco minutos do fim o capitão Paulo Lopes bateu Carlos e garantiu o triunfo para a sua equipa que continuou a bater-se pela vitória mesmo consentido o empate de uma forma incrível.

Análise de Domingos Barros treinador do Leça FC  
“Os Primeiros 45 minutos foram fantásticos da nossa equipa , que nos permitiu ir para o intervalo com 3 golos de vantagem!  Saímos da cabine alertados para a reação do Amarante, e de uma forma inadmissível  aos 57 minutos o jogo estava empatado. Uma entrada desastrosa na segunda parte.  A partir desse momento voltamos a ser LEÇA e dispusemos de algumas situações  para vencer o jogo. Chegamos à vitória  com inteira justiça, mas é inadmissível o nosso comportamento no início da segunda parte".

Fotos DR. 


JUSTIÇA AO CAIR DO PANO!


6.ª jornada da 2ª Liga.
Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: André Castro (AF Aveiro).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Pedro (18), Umaro Umbaló (22), Pedro Henrique (87) e Svilar (89).
Leixões - Benfica B, 1-0.
Ao intervalo: 0-0. 1-0, André Clóvis, 90+3 minutos.

Leixões: Stefanovic, Rui Silva, João Pedro (Pedro Pinto, 46), Bura, Vítor Bruno, Amine, Luís Silva, Júnior Sena, João Graça (Derick, 59), Harramiz e André Claro (André Clóvis, 74).Treinador: Carlos Pinto.

Benfica B: Svilar, João Ferreira, Kalaica, Morato, Frimpong, Mendes (Rafael Brito, 79), Vukotic (Chrien, 75), Tiago Dantas, Umaro Embaló, Rodrigo Conceição (Pedro Henrique, 70) e Nuno Santos. Treinador: Renato Paiva.

O Leixões venceu este domingo o Benfica B, por 1-0, no Estádio do Mar, em Matosinhos, jogo referente à 6.ª jornada da Liga 2.
Depois de uma primeira parte equilibrada, os segundos 45 minutos foram praticamente de sentido único: o da baliza defendida por Svilar.

Não nos lembramos de um “ massacre” igual, no Estádio do Mar…45 minutos de futebol ofensivo total, ora em transições, ou em posse, o Leixões jogou sempre com os olhos na baliza à guarda de Sivlar. Os lances de perigo sucediam-se, mas a bola não entrava.  O Benfica B mais parecia um equipa pequena que apenas não queria perder, completamente transfigurada desde os primeiros 45 minutos, usaram a estratégia “do deixa andar”, simulando lesões, fazendo com o tempo passa-se sem se jogar. Mas o Leixões foi uma equipa que nunca desistiu de chegar ao golo,  até que, aos 90+3 minutos, aproveitando um cruzamento da esquerda de Derick,  André Clóvis encostou ao segundo poste, quebrando a resistência encarnada do Seixal

Com este triunfo o segundo consecutivo, a equipa de Matosinhos sobe ao 5º lugar da tabela com 11 pontos, entrando na luta da subida, objetivo da “Armada do Mar”


Fotos Duarte Rodrigues 

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC