RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 22 de maio de 2017

ZÉ PAULO VESTIU A PELE DE HERÓI


Segunda Divisão AFP (SERIE 2) fase apuramento de subidas
Complexo Desportivo Aldeia Nova – Perafita – Matosinhos
Árbitro: Rui Oliveira
Ao intervalo, 2-2, golos Galochas (13) Diogo Rosas (28), Alessandro (35), Valkirio (41), Zé Paulo (90+1)

GD ALDEIA NOVA: Vítor, Yan (Joca 70), Alex, Sérgio Braga e Gonçalo, Pedro Rosas, Correia e Alessandro (Simão 85), Diogo Rosas, Zé Paulo e Ema. Treinador Prof. João Rosas.

AC MILHEIRÓS: Pedro, Luís Teixeira, Rebelo, Chumbinho, Doro, Daniel, Pimenta, Huguinho, Cerqueira (Bertinho 65), Galochas (Sénio 77), Valkirio. Treinador João Almeida.
Aldeia Nova é líder isolado com 7 pontos, mais 3 que o adversário deste jogo.

O 3º jogo da fase final de apuramento de subida de divisão, opôs o GD Aldeia Nova contra o AC Milheirós. Duas equipas com o mesmo percurso nesta fase final, 1 vitória fora de portas e um empate caseiro. O complexo desportivo do Aldeia Nova registou uma boa moldura humana e embandeirou-se para o que seria uma magnifica tarde desportiva.
Um bom jogo com parada e resposta constante, a requerer a máxima atenção por parte dos guarda-redes. Galochas ao minuto 13 faz vibrar a claque presente do ACM ao inaugurar o marcador, Diogo Rosa ao executar um livre direto na perfeição estabelece a igualdade e ao minuto 35 Alessandro coloca o GDAN em vantagem, ainda os festejos estavam quentes quando Valkirio restabelece nova mente a igualdade a duas bolas.

2ª parte, imotiva e com a incógnita total quanto a possíveis golos, ora por excelentes intervenção dos guarda-redes ora por ineficácia dos avançados o resultado mantinha-se e quando tudo previa que o resultado final fosse um empate, eis que surge Zé Pedro a reclamar o estatuto de herói ao fazer o 3º golo do GDAN.

Manuel Sá 

HUMBERTO VAI RECEBER " O GAIENSE" EM ANO DE ESTREIA PELO AVINTES


Humberto Silva, guarda-redes de 35 anos, natural Matosinhos é um dos contemplados para receber os tão desejados prémios “ O Gaiense”.
Humberto (irmão de Zé António ex jogador leixonense) pela primeira vez no FC Avintes, destacou-se dos demais entre os postes e foi o guarda-redes menos batido.  
Humberto: “ em termos individuais foi a melhor época de sempre e graças a um coletivo fantástico foi possível receber este prémio”

Recordo que Humberto vai marcar presença também na VII Gala Mitchfoot sendo ele um dos guarda-redes da Seleção de Matosinhos  






Mário Mitch e Humberto 

ÁRBITRO AGRIDE PAIS DE ATLETAS (SUB 15) E PÕE-SE EM FUGA

Complexo Desportivo Municipal de Leça da Palmeira (Bataria) dia 21 de Maio 2017, às 13:30 

Leça 2 Perafita 2 (iniciados acabou de uma forma insólita)
Desta vez não foi o juiz da partida a ser agredido, mas sim o agressor. 

O árbitro Pedro Barbosa (AF Porto) está acusado por ter agredido atletas e pais e depois ter-se posto em fuga.
Segundo o relato, tudo começou durante o jogo, os pais dos atletas do Perafita proferiram ”bocas” as quais respondia o árbitro assistente com insultos para a bancada. No final é já sem presença policial e já em direcção à sua viatura, o árbitro provocou e ameaçou os pais dos atletas perguntado “quem é o boi? “ e começou a agredir adeptos, segundo uma testemunha ocular “ estava tresloucado e bateu nos pais e colocou os miúdos em pânico “

O juiz da partida (sub 15) entre o Leça e Perafita, agrediu três atletas (14 e 15 anos) e o pai (40 anos) de um deles que teve de ser hospitalizado por suspeitas de lesão grave num olho.
Agostinho Silva, pai de um atleta revelou ao JN, que a agressão (à cabeçada e a morder) do árbitro ocorreu 40 minutos depois de o jogo ter terminado e após dispensa das forças policiais, depois colocou-se em fuga no seu mercedes, quase atropelando as pessoas presentes no local.
As vitimas apresentaram queixa contra o agressor confirmada pela PSP  a acusação aponta para as agressões feitas pela equipa de arbitragem e que ainda não foram identificados formalmente.
Conhecido por ser “duro” não é primeira vez que Pedro Barbosa é envolvido em casos de violência, em Setembro de 2010 foi acusado de tentativa de atropelamento ao presidente do Amarante, acabando absolvido.

Fonte JN




VOO DAS AVES SEGURAM LEIXÕES


42ª (última) Jornada da Ledman Liga pro
Estádio do  Mar – Matosinhos
Árbitro Bruno Paixão (Setúbal)
LEIXÕES 0 UNIÃO DA MADEIRA 2
Ao intervalo, 0-1 golos Fábio Silva (1) Luís Carlos (87)

LEIXÕES: Ricardo Moura, Jorge Silva (Miguel Angelo 76), Cadu, André Teixeira, Belly, Bruno China, Abalo (Tino 46), Bruno Lamas, Fatai, Porcellis, Fati (Ludovic 86) Daniel Kenedy

U. MADEIRA: Tony, Tiago Moreira, Jaime, Tiago Ferreira, Luís Trinco, João Caminata (Henrique 90+4), Mica (Glan Martins 90+2), Sérgio Marakis, Ruben Lima, Nuno Vivieros (Luís Carlos 73) e Flávio Silva. Treinador Jorge Casquilha.

Apesar de derrota, valeu ao Leixões o triunfo do Aves sobre o Fafe. O Leixões vai disputar o play-off de manutenção, (Praiense ou Merelinense são os possíveis adversário sorteio dia 22 Maio)
Num jogo que estava a obrigado a vencer para não sofrer qualquer percalço, a equipa do Leixões não foi capaz e acaba a época com a língua de fora, apesar do empenho é notório a falta de lucidez e frescura física.

O Leixões falhou!

Logo no primeiro minuto sofre o golo, Ricardo Moura ainda deteve dois remates, mas à terceira Flávio Silva abriu o marcador.
O jogo resume-se depois a um domínio Leixonense, esteve inclusive mais perto do empate ( Bruno Lamas ainda no 1º tempo testou Tony guarda redes madeirense, no 2º tempo mais duas oportunidades para os homens do Mar) do que sofrer o 2º golo, que chegou ao caír do pano por intermédio de Luís Carlos.

Conferencia de imprensa:

Daniel Kenedy “Quando cá cheguei, estamos a 8/9 pontos do play-off. São estes jogadores que vão salvar o Leixões. Contra tudo e contra todos.”

Jorge Casquilha “ Vitória justa da melhor equipa. Honramos a camisola e fomos sempre sérios. Fomos mestres na gestão do jogo e marcamos o 2º golo.”

Foto Marco Fragateiro 

COM GOLO FELIZ A VITÓRIA NÃO FUGIU AO PADROENSE


9ª Jornada da fase de manutenção da Divisão d´Elite
Estádio do Padroense FC – Padrão da Légua – Matosinhos
Árbitro: Tiago Loureiro
PADROENSE 1 PEDROUÇOS AC 0
Ao intervalo, 0-0 golo Mesquita (67)

PADROENSE: Beleza, João Pinto, Meneses, Daniel Pereira, Taipa, Ivan, Medeiros (Mateus 899, Lutchindo (Ricardo 69) Cacheira (Alex 69), Pedro Oliveira e Mesquita (André 89). Treinador Prof: João Costa

PEDROUÇOS AC: Moreira, Tiago Folha, Bessa, Paulo (Zé Pedro 84), Digo Batista, Brian (Fabinho 76), Moedas, Ramalho (Tiago 84), Vítor Andrade. José Luís e Miguelito. Treinador Joca

Três pontos importantes para o conjunto Matosinhense na luta pela manutenção. Moreira com excelente exibição não merecia ter sofrido o golo daquela forma(Mesquita remata e bola desvia num defesa do Pedrouços e anicha-se nas redes).
Jogo com duas partes distintas uma da outra, a 1ª pertenceu ao Padroense mas Moreira a grande altura, impediu que a bola entraves por algumas vezes. Na segunda o Pedrouços foi melhor e José Luís rematou à trave, Meneses defensor da casa salva golo certo em cima da linha, mas foi mesquita que desatou o nó e resolveu a favor do Padroense, o Encontro contou com duas expulsões, uma para cada lado, Pedro Oliveira (78) para o Padroense e Diogo Batista (81) para os visitantes

Próxima jornada a equipa do Padroense vai jogar no terreno da AD Grijó. 

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC