terça-feira, 27 de janeiro de 2015

OS LUSITANOS VENCEM O CUSTÓIAS (AF Porto 2ª Divisão Série 3 Juvenis sub 17)


Lusitanos FC trava Custóias FC 
 AF Porto 2ª Divisão Série 3 Juvenis sub 17, com uma classificação confortável o Padroense C lidera esta serie com 39 pontos, mais 9 do que o segundo classificado o Sport Cruz, que este fim de semana passou um teste difícil ao ir vencer o FC Infesta por 4 x 3, mantendo a perseguição ao Padroense C que recebeu em sua casa o Srª da Hora e venceu por 3 x 0. O duelo entre Leças deu empate a 2 bolas, Leça FC continua em 3 º lugar enquanto os jovens do Leça do Balio ainda seguram a lanterna vermelho. FC Perafita e UD Lavrense ficaram pelo empate a 1 bola e continuam empatados na classificação, ambos com 15 pontos. Desportivo de Portugal esteve de folga este fim de semana. 

Lusitanos FC e Custóias FC (FOTO), travaram um duelo interessante e competitivo, com o resultado a ser incerto até o apito final. O futebol mais maduro por parte do Custóias FC não chegou para ultrapassar um Lusitanos, mais motivado e mais convicto em querer ganhar o jogo, pelo que a vitória por 1 bola a 0 por parte dos jovens do Lusitanos aceita-se, assim como se aceitava o empate, acima de tudo foi um bom jogo de futebol.

 Manuel Sá

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

HUGO MONTEIRO É REFORÇO PARA O ATAQUE LEIXONENSE


O avançado Hugo Monteiro em definitivo no Leixões. 
O jogador, de 29 anos, quis trocar de clube para ter a oportunidade de jogar com mais regularidade, algo que não vinha a acontecer no Arouca. 

Apesar de o FC Arouca avançar no seu site que o jogador Hugo Monteiro será emprestado ao Leixões, o site oficial do clube de Matosinhos refere que o jogador chega a Matosinhos “depois de rescindir com o clube arouquense, onde passou as últimas cinco temporadas”. 

A confirmação do negócio já foi oficializada pela SAD onde refere que o jogador começará a treinar terça feira no Estádio do Mar sob as ordens do técnico Horácio Gonçalves.

PADROENSE SEM SORTE, SAI DERROTADO DA GANDRA

 
Divisão d´elite pro nacional AFP Jornada 20 
Complexo Desportivo cidade da Gandra- Paredes 
Árbitro João Pereira 
ALIANÇA DA GANDRA 2 PADROENSE 1 
Ao intervalo, 0-1 Marcadores Cuco (13) Manuel Luís (48 e 90+3) 
Cartão Vermelho Bruno Cunha (50) 

ALIANÇA DA GANDRA: Cláudio, Nelson, Nando, Marcelo, Ruizinho (Sá 85) Brito, Chavica (Cerqueira 79), Fábio (André 46) Manuel Luís, Pilhas e João Oliveira. Treinador Mário Rocha. 

PADROENSE: Humberto, Simão, Porto, Jorge (Paulinho II 80), Nogueira (China 80), Bruno Cunha, Nuno Gomes, Paulinho, Rui Carvalho (Quim 60) Tiago Carvalho e Cuco. Treinador Ricardo Silva 

Em dia de estreia de mais um Complexo Desportivo com um funcional e moderno tapete sintético, a equipa do Padroense só não estragou a festa aos locais por manifesta falta de sorte, de facto a turma do Padrão da Légua, foi mais equipa criou mais lances de perigo junto à baliza, mas não foi feliz… e quando o mal menor (empate) parecia consumado eis que Manuel Luís bafejado pela sorte dá os três pontos imerecidos ao conjunto local. 

 

Padroense chega a vantagem fruto do seu melhor futebol iam decorridos 13 minutos, CUCO foi o autor do golo, ainda no primeiro tempo, Nogueira atira com estrondo aos ferros da baliza anfitriã No inicio do segundo tempo o Aliança da Gandra empata o jogo(48m) a partir dos 50 minutos vermelho directo ao central Bruno Cunha e o Padroense fica reduzido a dez elementos, mesmo em inferioridade numérica o Padroense consegue estar por cima do jogo e cria as melhores chances para marcar, mas em cima do minuto 90+3 os homens da casa fazem o golo que lhes dá os três pontos. Isto chama-se futebol e é por isso que se trata de um desporto apaixonante

BALIENSES COM RAZÃO DE QUEIXA DA ARBITRAGEM


Jornada 16, 1ª Divisão Serie 1 Associação Futebol do Porto 
Estádio Jorge Sampaio – Pedroso - Gaia 
Arbitro: José Pedro Dias 
Vermelho: Rafa (55). 
PEDROSO 2 LEÇA DO BALIO 1 
Ao intervalo: 1-0.Marcadores: Joel (2), Diogo (60, gp) e Tita (68). 

PEDROSO: Nuno; Cláudio, Gerson, Hugo (Berna, 60), e Neves; Isidro, Tita e Cardoso; Joel (Manito, 78), Rúben e Júlio. Treinador: Manuel António. 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; João Pinto, Miguel Cunha, Quaresma e Diogo; Soberano ( Shev, 66), Rafa e Hugo; Pedro Gomes, Hélder (Monteiro, 74), e Cardoso. Treinador: Mário Heitor. 

A equipa Baliense deslocou se até Pedroso, Vila Nova de Gaia a um excelente relvado sintético e perdeu por 2-1 num jogo que foi prejudicado nitidamente pelo trio de arbitragem. Entrou mal no jogo a equipa de Mário Heitor, desfalcada de alguns elementos que não puderam dar o contributo à equipa e logo aos dois minutos numa desatenção defensiva o Pedroso faz o primeiro golo por intermédio de Joel não dando hipótese de defesa ao guardião Baliense. Reagiu muito bem ao golo a equipa aurinegra e rapidamente colocou em campo os seus processos de jogo e foi tomando conta do jogo e andou perto do golo. O Pedroso com uma grande entrega ao jogo perante os seus adeptos, em transições rápidas foi também criando perigo mas sem realmente incomodar Miguel Mota, durante o primeiro tempo 
 No segundo tempo Mário Heitor mexeu na equipa fazendo entrar Shev para dar velocidade e profundidade ao ataque e a equipa Baliense entrou a todo o gás para fazer o golo da igualdade. Foi a partir desta altura que o arbitro da partida entrou em ação com sucessivas decisões sempre em prejuízo dos homens de Matosinhos. O avançado Hugo isola-se só com o guarda redes da casa pela frente e é derrubado pelo defesa do Pedroso e não é assinalada qualquer infração, nem o respectivo cartão vermelho. O médio criativo Rafa sempre em destaque na equipa de Mário Heitor é travado em falta nitidamente no meio campo, mas o arbitro da partida marca falta por simulação de Rafa e dá o segundo amarelo e o respectivo vermelho, deixando a equipa de Matosinhos reduzida a dez elementos numa fase em que estava a mandar no jogo praticando um bom futebol. Aos sessenta minutos o defesa Hélder em posição frontal à baliza para finalizar, após um cruzamento de Shev é travado pelo central do turma da casa e o arbitro da partida marca penalti, mas não dá o devido cartão vermelho ao jogador do Pedroso. Na marcação da grande penalidade o médio Carlos Diogo mostrou frieza e fez o empate com classe. Aos 68 minutos mais um caso do jogo com o guarda redes Miguel Mota a sair a uma bola bombeada para a área e larga o esférico depois de ser tocado dentro da pequena área por um elemento do Pedroso, sem ser assinalado a respectiva falta e na sequência do lance Miguel Cunha alivia a bola antes de a mesma ter passado completamente a linha de baliza, mas o arbitro da partida assinalou golo! Um duplo erro no mesmo lance do trio de arbitragem, que tornou a figura da partida pelos inúmeros erros cometidos sempre em prejuízo da mesma equipa. 
Após este golo fantasma que deu os três pontos aos da casa, a equipa Baliense quebrou momentaneamente e o Pedroso teve duas excelentes oportunidades de golo mas Miguel Mota esteve em bom plano. 
De realçar o trabalho notável destes jogadores Balienses que mesmo sendo prejudicados por três elementos vestidos de preto, foram unidos e solidários dentro do campo, dando tudo o que tinham para dar, chegando ao fim do jogo em lágrimas por sentirem se injustiçados e roubados não podendo nada fazer. A equipa de Mário Heitor vem da segunda divisão onde subiu na temporada passada, mas apresenta um futebol bem estruturado com qualidade e já começa a incomodar por andar nos primeiros lugar da tabela classificativa. 

Na próxima jornada o Desportivo Leça do Balio recebe a formação do Crestuma no seu estádio.

domingo, 25 de janeiro de 2015

PEDRAS EM 3 MINUTOS DÁ TRIUNFO AO LEIXÕES

 
Segunda Liga jornada 24 
Estádio do Mar, em Matosinhos 
Árbitro: Luís Ferreira (Braga). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Gonçalo Graça (44), Cadinha (57), Bazzoffia (62), Mastriani (75) e Rodrigo António (90). 
Leixões-Olhanense, 2-1. 
Ao intervalo: 0-1.Marcadores:0-1, Giraldo, 13 minutos.1-1, Pedras, 82.2-1, Pedras, 85. 

Leixões: Chastre, Gonçalo Graça (Chiquinho, 70), Pedro Pinto, Zé Pedro, João Pedro (Pedro Tavares, 76), Rui Cardoso (Pedras, int), Moedas, Cadinha, Novais, Mendes e Alemão.Treinador: Horácio Gonçalves. 

Olhanense: Svedkauskas, Duarte Machado (Weldon, 87), Nuno Diogo, Diakhité, Pedrelli, Rodrigo António, Diogo Melo, Celestino, André Pires (Bazzoffia, int), Mastriani e Giraldo (Gonzalez, 76).Treinador: Jorge Paixão. 

Dois golos do avançado Pedras, nos últimos 10 minutos, valeram este domingo uma vitória ao Leixões sobre o Olhanense, em jogo da 24.ª jornada da Segunda Liga 
 

Apesar do Leixões entrar melhor na partida, foi o Olhanense a chegar à vantagem ainda no primeiro quarto de hora (13), no único lance em que incomodou Chastre. Rui Cardoso perdeu a bola no meio-campo, o esférico sobrou para Mastriani, que serviu Giraldo, que com tranquilidade atirou para o fundo das redes. O Leixões procurou reagir, mas, apesar de ter tido sempre mais bola, não conseguia criar ocasiões claras de golo. 
No segundo tempo, voltou a ser a formação de Matosinhos a que mais procurou lançar-se no ataque, mas os melhores momentos dos homens de Horácio Gonçalves estavam reservados para a reta final. Aos 82, Chiquinho arranca um cruzamento da direita e, em esforço, Pedras cabeceia para o empate. O mesmo Pedras assumir-se-ia como o herói da partida quando, três minutos depois, 'inventou' um pontapé de bicicleta de excelente execução que dita a 'cambalhota' no marcador e o nono triunfo caseiro dos matosinhenses
 Fotos Duarte Rodrigues
Texto Record 

sábado, 24 de janeiro de 2015

VIAFARA, COLOMBIANO É REFORÇO DO LEIXÕES

O Leixões garantiu a contratação do avançado colombiano Jhoan Viafara, ex-Sertanense (Campeonato Nacional de Seniores), anunciou  o Leixões em comunicado. 

Aos 25 anos, o ponta-de-lança, que já fez  o primeiro treino com a camisola leixonense, aumenta, assim, o leque de opções ofensivas ao dispor do técnico Horácio Gonçalves que, em dezembro, viu sair Ricardo Valente, o melhor marcador da equipa (11 golos), para o Vitória de Guimarães. 
Na frente de ataque dos ‘bebés do mar’, o avançado colombiano terá como principal opositor Alemão, o homem sobre quem tem recaído a missão de ocupar a vaga deixada em aberto pela saída do artilheiro-mor da formação de Matosinhos. 

Depois de ter jogado no Bogotá, da Colômbia, Viafara emigrou pela primeira vez em 2012/2013 para representar o Barracas Central, da Argentina. Na temporada seguinte, seguiu viagem para o Trofense, onde permaneceu até que, na reabertura do mercado, em janeiro, se mudou para o Tondela. Ao longo dessa época, em que se estreou na II Liga, fez um total de 32 jogos e marcou seis golos. 
Nesta temporada, representou o Sertanense, do Campeonato Nacional de Seniores, tendo participado apenas em seis encontros e apontado dois golos. 

Viafara é já o quarto reforço confirmado no Leixões desde a reabertura do mercado, seguindo-se aos brasileiros Roberto Sousa, Bruno Lamas e Caio.

 FUTEBOL 365

LEÇA ESTREIA NOVO TÉCNICO

A direcção do Leça não perdeu tempo na escolha do sucessor de Pedro Soares no comando técnico da equipa sénior do Leça 

ÓSCAR NOGUEIRA é o escolhido pela direcção leceira e chega ao clube pela mão do empresário José Vieira, o mesmo que tratou das contracções mais recentes para os verde e brancos de Leça da Palmeira 

Trata-se de um regresso ao futebol de Matosinhos, pois na época passada orientou a equipa do FC Perafita que competiu no CNS, Óscar Nogueira vai fazer a sua estreia no banco leceiro tomando o comando dos verde e brancos, já este domingo (dia 25 Janeiro) frente ao Varzim B a contar para a 20ª Jornada (em casa) da Divisão d´elite Pró-Nacional AF Porto

OS LUSITANOS, RENATO É REFORÇO DE INVERNO

Renato Teixeira é o novo reforço do Lusitanos F.C.S.C ! 

O polivalente jogador (lateral, defesa central, médio defensivo ou médio centro) chega nesta abertura de inverno ao plantel dos Lusitanos FCSC oriundo do Custóias FC Jogador formado no Leixões e Salgueiros que ao nível sénior representou clubes como o Sousense, o Padroense e o Leça FC , e Custóias FC, onde se encontrava há três épocas já está ao dispor do treinador Paulo Silva , um seu já conhecido dos tempos de Custóias .

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

BRILHANTE VITÓRIA DOS BALIENSES FORA DE PORTAS


1º Divisão Associação de Futebol do Porto, jornada 15. 
Complexo desportivo de Campanhã, na cidade do Porto. 
Arbitro: Tony Calvo. 
S.VÍTOR 0 DL BALIO 2 
Ao intervalo: 0-2. Marcadores: Cardigos (30) e Rafa (45). 

S. VÍTOR: Seabra; Rola (Diogo, 80), Brian, João Pedro e Paulinho; Ivan, Caracol e João Silva; Serginho, Filipe e Avelino. Treinador: Jorge Bastos.

 LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; João Pinto, Cardigos, Miguel Cunha e Hélder (João Cardoso, 58); Carlos Diogo, Rafa (Edu, 46), Pedro Gomes e Quaresma; Nandinho (Grade, 58) e Hugo Ferreira (Soberano, 70).Treinador: Mário Heitor. 

A formação do Leça do Balio, acabou a primeira volta do campeonato da melhor forma, juntando uma vitória a uma excelente exibição, alcançando o terceiro lugar da tabela classificativa com 27 pontos. Entrou bem na partida a equipa orientada pelo técnico Mário Heitor, tomando conta do jogo desde os minutos iniciais, com uma boa posse e circulação de bola. Logo nos minutos iniciais o avançado Hugo isola-se e é derrubado pelo guarda redes da casa, ficando a ideia que se justificava a expulsão de Seabra. De bola parada aos trinta minutos, na transformação de um pontapé de canto Pedro Cardigos de cabeça com muita classe abriu o marcador para a equipa Baliense. Em vantagem no marcador os de Matosinhos não tiraram o pé do acelerador e em cima do intervalo Rafa, num remate fora de área faz o segundo golo. E que golo! Candidato a uns dos melhores do campeonato, um autêntico hino ao futebol, o momento protagonizado por Rafa contrato esta época ao Padroense. Chegou o intervalo com o Leça do Balio a vencer justamente pelas oportunidades de golo criadas. 

No segundo tempo a formação do S. Vítor entrou com uma grande determinação para virar os rumos dos acontecimentos, mas a equipa Baliense desceu as linhas e foi defendendo bem a sua baliza. Mário Heitor refrescou a equipa e apostou em transições rápidas e quase deu resultado quando o avançado Hugo se isola e permite a defesa do guarda redes da equipa da casa. O S. Vitor teve a sua melhor oportunidade quando o seu avançado se isola mas Miguel Mota mostrou competência e fechou a sua baliza à chave. Chegou o fim do jogo com uma vitória justa da equipa do Desportivo de Leça do Balio, perante um S. Vítor que mostrou bons argumentos e tudo fez para um resultado positivo.

LEIXÕES VENCE E IMPEDE ALGARVIOS DE CHEGAR À LIDERANÇA

Estádio do Mar, em Matosinhos. 
Árbitro: Tiago Martins (Lisboa). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Orlando (35), Chastre (64), Fabrício (65), Fidelis (72), Maurício (90) e Pedro Tavares (90+1). 

LEIXÕES 1 PORTIMONENSE 0 
Ao intervalo: 0-0. Marcador: 1-0, Zé Pedro, 66 minutos. 

LEIXÕES: Chastre, Gonçalo Graça, Pedro Pinto, Zé Pedro, João Pedro, Cadinha, Orlando, Rui Cardoso (Pedras, 59), Novais, Alemão (Pedro Tavares, 69) e Yuanyi Li (Mendes, 53). Treinador: Horácio Gonçalves. 

PORTIMONENSE: Ricardo Ferreira, Ricardo Pessoa, Ivo Nicolau, Maurício, Acácio, Ryuki (Juninho, 68), Fabrício (Adelino, 85), Ewerton, Zambujo (Pires, 63), Fidelis e Fernandinho.Treinador: Vítor Maçãs. 

O Leixões voltou este domingo às vitórias na receção ao Portimonense no último jogo da primeira volta da Segunda LIGA. 
 Com o jogo a ser disputado a meio campo, ambas as formações sairam para intervalo sem qualquer golo marcado que evidenciava aquilo que se havia passado. Na primeira metade destaque para um contra-ataque dos algarvios, aos 25', a terminar fora do terreno de jogo e para um remate de Gonçalo Graça aos 29'. 

 Na segunda metade houve mais Leixões e prova disso foram as jogadas de Yuanyi Li a assistir Gronçalo Graça para um golo quase certo não fosse ser afastado no momento certo (46') e de Gonçalo Graça num cruzamento que viria a acabar nas mãos do guardião do Portimonense (49'). Aos 59' Chastre foi chamado a intervir em excelente plano com defesa a remate cruzado de Fernandinho, ele que viria novamente a tentar a sua sorte aos 62'. Aos 63' o Portimonense poderia ter passado para a frente do marcador na marcaçao de uma grande penalidade que acabaria por ser defendida por Chastre. 
 Na resposta o golo leixonense. Aos 66' Zé Pedro apontou o seu primeiro golo esta temporada após um livre apontado para a área com um remate que só iria acabar já dentro da baliza da equipa adversária. Gonçalo Graça, aos 73', tentou a sua sorte com um remate a passar perto do poste da baliza do Portimonense que respondeu através de Mauricio. 
 Num espaço de 2 minutos (86' e 88') o Leixões teve duas oportunidades: Pedraas cabeceia para defesa de Ricardo Ferreira e Pedro Tavares remata à trave que termina perto da linha de golo. Em cima dos 90' numa grande penalidade a beneficiar os leixonenses, Mendes atira mas Ricardo Ferreira defende e evita o segundo do Leixões.
BLOG lEIXÕES

TER O PÁSSARO NA MÃO…



AF Porto Divisão de Elite - Pro-nacional 2014/15 – 19 ª jornada 
 Estádio do Leça FC em Leça da Palmeira 
Árbitro, João Gonçalves
Cartão Vermelho a Sérgio (80)
LEÇA 3 FC LIXA 4 
Ao intervalo, 1-1, marcadores, Guilherme (25) Raul (40, 82 gp e 87) Lico (75) Pedras (80) Fábio Teixeira (90+2) 

LEÇA: Sérgio, Hugo Fernandes, Meneses, Lico ( Mário 75) Pedras, Marcelo (Hugo 60), Marcos, Touré, Marco Fafiães (Pablo 60) Bruno Vaz e Guilherme (Nogueira 75). Treinador Pedro Soares. 

LIXA: Tiago, Neto, Raul, René (Fábio Teixeira 65) Marco, Ruben, Fábio (João Alves 65) Samuel (Finza 80), Diogo, Maicon, Luizinho (Bruno Pereira 46) Treinador, Eugénio Cunha 

 A equipa leceira recebeu no seu reduto a equipa do Lixa (actual 7ª classificada na tabela). Depois de uma primeira parte em que o equilíbrio foi a nota dominante (o 1-1 registado ao intervalo traduzia o que se tinha passado). 
 Veio o segundo tempo e os golos surgiram em catatumba, primeiro o Leça por intermédio de Lico e depois Pedras, deram vantagem ao conjunto verde e branco, quase que dando uma machadada no adversário e resolvendo o encontro…mas engam-se os mais optimistas, e enquanto há minutos para jogar, tudo pode acontecer. Iam decorridos 80 minutos os lixenses reduzem para 3-2, através de uma grande penalidade , Raul bisa no encontro e sete minutos depois faz o Hattrick empatando o jogo num golo ferido de legalidade, antes do remate fatal existiram duas faltas sobre os leceiros que não foram assinaladas. Com Sérgio expulso, e como um jogador de campo na baliza,  a equipa leceira depois de ter o pássaro na mão, tremeu  …mas o pior para as cores leceiras estava para acontecer, quando aos 90+2 Fábio Teixeira coloca pela primeira vez a sua equipa em vantagem, fechado a contagem e conseguindo um triunfo importante quando já nem os adeptos lixenses acreditavam e consequentemente abandonavam o estádio 

PERAFITA VENCE DERBI MATOSINHENSE


AF Porto Divisão de Elite - Pro-nacional 2014/15 -Jornada 19 
Estádio do Padroense FC no Padrão da Légua- Senhora da Hora 
Árbitro José Pedro Dias 
Cartão vermelho por acumulação Armando (38)
PADROENSE 0 PERAFITA 1
Ao intervalo, 0-0, marcadores Sérgio aos 83 minutos 

PADROENSE: Humberto, Porto, Bruno Cunha (Quim 71), Bruno Gomes, Paulinho (Rosas 56), Cuco, China (Jorge 79), Rui Carvalho, Sousa, (Tiago Carvalho 37), Emídio e Nogueira. Treinador Ricardo Silva 

PERAFITA: Artur, João Pedro, Armando, Ricardo e Henrique, Toninho, Luís Castro e Sérgio (Paulinho 90+2), Paulo Henrique, Bruninho e Lutchindo (Ricardinho 77). Treinador Manuel Matias 

Exibição pobre da equipa da casa, que não conseguiu e apesar de estar em superioridade numérica durante 52 minutos vencer o FC Perafita que bem arrumadinho e com a lição bem estudada, aproveitou e bem um deslise defensivo ( Gonçalo Porto escorregou e deixou na cara o avançado Sérgio que mais não fez do que fazer o golo da vitória). Mais pragmático o conjunto perafitense, venceu bem uma partida que teve poucas oportunidades de golo, mas que foi muito disputada.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

PARA O LEÇA DE ITALIA CHEGA O MÉDIO CILFONE

O Leça através do empresário José Vieira acaba de assegurar o contributo do médio António Cilfone, jogador italiano que fez formação na AS Roma, aos 19 anos saiu para o Bari um ano depois já vestia a camisola azul bebé do rival e vizinho Lazio AC. 
Hoje com 22 anos António Cilfone é uma aposta forte com vista a manutenção do Leça FC, na Divisão Elite pro-nacional da AF Porto

EMPATE COM SABOR A VITÓRIA


17ª Jornada - Divisão de Elite AF PORTO 
Estádio Municipal de Gaia (Parque das Lavandeiras) 
Árbitro Paulo Nunes 
OL DO DOURO 2 LEÇA FC 2 
Ao intervalo 2-1 marcadores Rómulo (7 pb) Fábio Zola (29 gp), Penantes (30) Hugo (64) 

OLIVEIRA DO DOURO: Faria, David, Rómulo, Gui (Barbosa 66), Fábio Zola, Careca, Penantes, Carlos Pinto, João Rodrigues (Rui João 60), David Pinto, Napoleão (Luis Pereira 66) Treinador Alexandre Ribeiro 

LEÇA FC: Sérgio, Fernandes, João Paulo Noura, Meneses, Lico (Guilherme 66), Pedras (Cerqueira 90+2), Marcelo (Mário 90+2), Marcos, Fafiães (Pablo 46), Vaz e Miguel (Hugo 46) Treinador Pedro Soares.

   

A equipa do Leça defrontou um adversário que se previa bastante difícil de bater no seu reduto. Aos sete minutos depois do apito inicial o Leça chega à vantagem a traves de um golo contra. A maior qualidade técnica do Oliveira do Douro, veio ao de cima a até chegar o descanso conseguiu virar o resultado indo para as cabines a vencer por duas bolas a uma. 
No segundo tempo, os leceiros agigantam-se de novo e Hugo que tinha entrado apos o intervalo repõe a igualdade, com alguma justiça pois a jovem equipa orientada por Pedro Soares fez por merecer voltar a marcar. Até ao final do jogo a equipa anfitriã bem tentou chegar ao golo da vitória, mas os leceiros bem fechadinhos não permitiram conseguindo um empate que chega a ter sabor de vitória.

INICIADOS SENHORENSES NÃO COMEÇAM BEM O ANO

 
Iniciados entram com o pé esquerdo no novo ano 

AF Porto, 2ª Divisão Série 4 Campeonato de Iniciados. 
 Única equipa de Matosinhos nesta serie, totalmente dominada por equipas Maiatas e com uma prova imaculada até a paragem natalícia, nada previa a entrada atribulada no novo ano por parte dos iniciados do Srª da Hora . 
Com a sua primeira derrota, em casa do segundo classificado, o Castêlo da Maia por 3 x 2 e agora com um empate caseiro por 1 bola com o S. Pedro Fins faz com que a diferença entre o 1º e o 2º classificado seja somente de 2 pontos, ou seja o ultimo terço do campeonato vai ser infernal, competitivo e sem margens de erro para as duas equipas, sem nunca esquecer o FC Pedras Rubras, que aposta na recuperação dos 5 pontos que os separa do play-off. 
As equipas maiatas do FC Pedras Rubras, Nogueirense FC e Castêlo da Maia, protagonizaram as goleadas da semana ao derrotar o FC Foz por 5 x 0 , o Inter Milheirós por 7 x 0 e o Pedrouços AC por 6 x 0, assim como o Folgosa da Maia B que foi vencer o Gondim da Maia em sua casa por 3 x 1. Nesta ronda coube a folga ao Mocidade de S. Gemil . 

Manuel Sá

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

POSTIGA BISA NO DERBI MATOSINHENSE

 
15ª Jornada - Divisão de Honra da AF PORTO 
Complexo Desportivo de Lavra - Matosinhos 
Arbitro Nuno Lopes 
UD LAVRENSE 3 CUSTÓIAS 1 
Ao intervalo 1-0, marcadores Postiga (45 e 67 gp) Zé Martins (47) e Ivo (81) 

LAVRENSE: Toni, Fradinho, Couto, Káká, Postiga (Pepito 78), Marcos, Pertiga, (Ivo 61), Wendel, Dani, Neves e Costinha. Treinador Leandro Cunha 

 CUSTÓIAS: Tiago, Cerejo, Bruno Cruz, Sidon e Fifas; Couto, Sérgio (Santa Cruz 80), Zé Martins (Magalhães 80) e Alan. Treinador Mário Rui 

 

Lavrense vence dérbi com dois golos de Postiga. 
A equipa orientada por Leandro Cunha, tem feito uma recuperação notável na tabela classificativa, e tem mantido uma consistência de resultados positivos dentro do espectável dos dirigentes lavrenses. Domingo passado o Custóias FC, outra equipa do concelho, não foi capaz de para a onda vitoriosa da turma de Lavra a quando na qualidade de anfitrião. Postiga, jovem médio que outrora passou pelo Leça FC, foi o marcador de serviço, bisando no encontro. 
A equipa custóiense, que renovou o seu plantel (Bruno Cruz, Sérgio, Magalhães entre outros vieram acrescentar mais maturidade…) Dezembro último, ainda esboçou obter algo mais para além da derrota, mas Ivo avançado que passou pelo Senhora da Hora, deu o golpe fatal nas pretensões dos visitantes. 
 Resultado justo, arbitrado por Nuno Lopes que quase não se deu por ele, que é o mesmo que dizer que esteve a altura das exigências de um derbi.


Decorreu também, no intervalo do jogo da equipa sénior entre a UD Lavrense e o Custóias FC, a entrega dos diplomas e medalhas aos atletas do mês de dezembro 2014 dos vários escalões da UD Lavrense. A todos os atletas premiados, os nossos parabéns, continuem a trabalhar como até agora. A todos os restantes atletas, agradecemos o vosso esforço, empenho e trabalho. Continuem a trabalhar para alcançarem os vossos objetivos, pois os próximos poderão ser vocês.

domingo, 11 de janeiro de 2015

LEIXÕES SAI DE AVEIRO COM UM PONTO

SEGUNDA LIGA 22.ª JORNADA 
Estádio Municipal de Aveiro 
Árbitro: Ricardo Lourenço (Portalegre). 
Ação disciplinar: cartão amarelo para Assis (26 e 85), Cadinha (38) e Baldé (87). Cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos para Assis (86). 

Beira-Mar-Leixões, 0-0 

Beira-Mar: Rui Rego, André Nogueira, Diego Tavares, Fábio Santos, Vítor Vinha, Assis, Chaparro, Edu (Billal, 56), Baldé, Dieguinho (Anderson, 56) e Nadson. Treinador: Paulo Alves. 

 Leixões: Chastre, Gonçalo Graça, Pedro Pinto, Alabi, João Pedro, Orlando, Rui Cardoso (Moedas, 72), Novais, Cadinha, Yuanyi Li (Pedro Tavares, 78) e Alemão (Pedras, 82). Treinador: Horácio Gonçalves. 

 Terminou tal como começou o jogo desta tarde entre Beira-Mar e Leixões SC que marca a primeira deslocação do ano da equipa matosinhense. O nulo permaneceu até ao apito final mas há vários pontos de registo com Novais a merecer destaque pelos dois remates a passarem ao lado da baliza de Rui Rego ainda na primeira metade da partida (29' e 43'). Por parte do Beira-Mar, o único lance de risco na primeira metade acabaria por ser um remate de Dieguinho, aos 32', a sair fraco. Já na segunda metade Alemão obrigou, aos 67', Rui Rego a aplicar-se a fundo de forma a evitar o golo certo do Leixões enviando a bola para fora. Estava à vista o golo da equipa de Horácio Gonçalves que também viu Bilal, do Beira-Mar, enviar uma bola à barra da baliza defendida por Chastre. A partir dos 85' o Beira-Mar ficou reduzido a 10 elementos com expulsão de Assis por acumulação de cartões amarelos mas nem mesmo assim o conjunto leixonense conseguiu um outro resultado além do empate. No próximo domingo regressamos ao Estádio do Mar com receção ao Portimonense. 
 Blog Leixões
   
Claque leixonense este domingo em Aveiro. Diz quem viu que eram mais que os da casa!

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

MENOS BALIO NA PRIMEIRA E MAIS ÁRBITRO NA SEGUNDA PARTE ORIGINA DERROTA


1ª Divisão serie 1 AFP jornada 13 
Complexo Desportivo do Avintes, em Vila Nova De Gaia. 
Arbitro: Gustavo Correia. 
Vermelhos: Edú, (60), Leo (75) e Hugo Soares (85). 
AVINTES 2 D L BALIO 0 
Ao intervalo: 1-0. Marcadores: João Pereira (34), e Tiago Silva (81). 

AVINTES; Rúben; Tiago Silva (Alex, 83), Tiago Costa (Nuno, 83), António Puskas e Leo; Telmo Pedrosa, Bruno (Rafael, 75), e João Pereira, Hélder, Ivo (João Guilherme, 83) e Telmo Sousa. Treinador: Miguel Rolinha. 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; João Pinto, Filipe Barata (Grade, 46), Cardigos, e Hugo Soares; Miguel Cunha, Álvaro, (Rafa, 46) e Soberano (Brás, 66); Edú, Nandinho (Hugo Ferreira, 46) e Pedro Gomes. Treinador: Mário Heitor. 

A formação Baliense deslocou-se a Vila Nova De Gaia, ao estádio do Avintes e perdeu por duas bolas a zero, devido a uma primeira parte mal conseguida e por uma arbitragem muito caseira no segundo tempo. A equipa de Mário Heitor entrou algo desconcentrada na partida e logo nos minutos iniciais a equipa da casa podia ter marcado após uma escorregadela de Hugo Soares, mas o avançado da equipa da casa falhou na finalização. O Leça Do Balio tentava como o habitual sair a jogar com o seu processo de jogo bem definido, mas sentiu dificuldade em fazer a ligação entre a defesa e o meio campo sem ideias, o que obrigava a bater bolas nos seus homens mais adiantados, que favoreceu claramente a equipa da casa. O Avintes com um maior caudal ofensivo, criou duas boas oportunidades de golo mas valeu Miguel Mota com boas intervenções, para desespero dos adeptos da equipa da casa. Aos 34 minutos numa desatenção defensiva o Avintes passou para a frente do marcador num remate de João Pereira já dentro da área após um cruzamento do lado esquerdo do ataque. A equipa Baliense tentou reagir e aproximou se da baliza de Rúben, mas sem criar verdadeiro perigo, excepção feita a um canto direto marcado por Pedro Gomes que só não foi golo devido à boa actuação do guarda redes da equipa Gaiense. 

 No segundo tempo o técnico Mário Heitor completamente desagrado com os seus jogadores, mexeu na equipa para dar mais consistência ao meio campo e mais profundidade no ataque lançado Grade, Hugo Ferreira e Rafa. Sortiu efeito as alterações efectuadas, com a equipa Baliense com um dinamismo e uma qualidade de jogo bem diferente do primeiro tempo a dominar claramente os minutos inicias da segunda parte proporcionando momentos emotivos ao jogo. Quando a equipa Baliense estava realmente numa fase ascendente à procura do golo do empate e a criar oportunidades, o arbitro da partida expulsa o capitão Baliense Edú aos sessenta minutos, sem motivo, o que prejudicou claramente os homens de Matosinhos que ficaram em inferioridade numérica. Mesmo assim os Balienses continuaram com uma entrega notável na partida, continuando com um ascendente na qualidade de jogo e estiveram perto do golo com uma bola enviada à barra por Hugo após um cruzamento de Rafa que se mostrou em bom nível. Aos 85 minutos mais um lance muito duvidoso com o juiz da partida a marcar penalti contra o Leça Do Balio e a expulsar Hugo Soares. A equipa Baliense ficou reduzida a nove elementos e no respectivo penalti, a equipa da casa faz o segundo golo e encerra definitivamente as contas do jogo. Uma pedra no sapato este penalti para a equipa de Mário Heitor, pois até este lance a equipa de Gaia no segundo tempo não incomodou o guardião Miguel Mota. O arbitro da partida acabou por prejudicar claramente o conjunto aurinegro no segundo tempo, que após este jogo caiu para o sexto lugar da tabela classificativa. 

Na próxima jornada o Desportivo Leça do Balio recebe no seu estádio o segundo classificado da tabela classificativa, o candidato à subida Leverense, no que se prevê um grande duelo.

FLAVIO SILVA É O TREINADOR DOS SUB 19 DA U D LAVRENSE


Flávio Silva técnico de futebol outrora (2012/2013) considerado e eleito TREINADOR DO ANO FUTEBOL DE MATOSINHOS...depois de sair do SC Senhora da Hora vai representar a UD Lavrense, a convite do Presidente Arménio Santos para liderar a equipa de sub 19 que compete na 1ª Divisão distrital AFP 

Como treinador Flávio Silva já orientou o Leça FC no escalão de Juvenis, G.D. Aldeia Nova (Seniores), S C Senhora da Hora, adjunto de Nuno Gonçalves nos seniores, acumulando funções de técnico dos Juvenis, é também no presente monitor e coordenador da nova Academia de futebol do G D Aldeia Nova.

JOGÃO DE FUTEBOL... ASSIM VALE A PENA!

 
1ª Divisão Serie 1 A F Porto 13ª Jornada 
Parque Domingos Soares Lopes em Sta Cruz do Bispo- Matosinhos 
Árbitro Paulo Pinto 
OS LUSITANOS 2 GULPILHARES 2 Ao Intervalo, 1-0, marcadores Suiço (37 gp) Cambiasso (71) Fábio (80), Paulo (90+4) 

OS LUSITANOS: Zé Filipe, Teixeira, Gouveia, Tarrelo, Rui Dias, Ricardo Silva, Pipo Mesquita, Suiço (Paulo 74), Carlos Miguel (Filipe Teixeira 72) Zé Bina (Carlos Letra 46), David. Treinador Paulo Silva 

GULPILHARES: Faria, Fábio, Valente, Gerson (Alvarenga 70), Cláudio (Ruben 52), Diogo, Maté, Vitinha, Cambiasso, Pedro Gil, Nuno Velha. Treinador António Pereira

 

Que assistiu ao encontro entre estas duas equipas, Os Lusitanos 5º e Gulpilhares 1º classificados, por certo não como perdido o seu tempo…foi de facto um jogão de bola, onde existiram golos, e a alternância do marcador faz prova disso mesmo. Já em período de descontos e quando os visitantes se preparavam para levar os três pontos, Paulo fez justiça ao apontar o golo que resultaria na divisão de pontos. 
 O primeiro tempo foi todo ele dominado pela equipa da casa que desta vez equipou toda de vermelho, e teve no seu dianteiro e melhor marcador Suiço o golo que os levaria com justiça para as cabines a vencer, disfrutando com optimismo o descanso. 
No segundo tempo a equipa visitante com o seu equipamento tradicional ( de amarelo/verde vestido), puxa dos galões de líder desta prova e em 10 minutos dá a volta ao resultado. Apanhando-se a perder depois de ter estado em vantagem, Os Lusitanos foram à procura do empate, que veio a surgir em período de compensação dado pelo árbitro do encontro.

As fotos tiradas por telemovel não são de facto as melhores por isso mesmo as minhas desculpas

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC

PUBLICIDADE DE MATOSINHOS

PUBLICIDADE DE MATOSINHOS