RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

REFORÇOS DE INVERNO DO PADROENSE FC

Reforços para o Padroense Para encontrar estabilidade em termos de resultados desportivos para a sua equipa sénior comandada por Ricardo Silva, o Padroense vai receber três excelentes reforços com o objectivo de fugir aos lugares de despromoção da Divisão d´Elite A F Porto

CHINA médio ex FC Pedras Rubras Vítor Alexandre Nunes de Castro, conhecido por CHINA no mundo do futebol , tem 21 anos é médio e teve formação no Gondomar, de onde é natural, Leixões e Pedras Rubras, utiliza como pé preferencial o esquerdo. 

 BRUNO CUNHA defesa central ex Sousense Bruno Alexandre Pinto Cunha, jogador de 33 anos é defesa central, BRUNO CUNHA esteve 8 épocas ao serviço do Sousense, excelente complexão física, utiliza o pé direito com mais regularidade.


CHINA

CUCO médio ex Tirsense José Manuel Silva Moreira jogador de 32 anos, CUCO é o mais sonante dos novos reforços do Padroense, filho de José Manuel ex jogador de primeiro plano , que esteve ao serviço de Boavista, Slagueiros e Rio Ave, entre outros, CUCO é médio, centro/defensivo e tem larga experiencia que por certo vai impor no Padroense, onde pontifica muita juventude, já teve uma passagem pelo estrangeiro (ChipreDOXA), em Portugal, para além do FC Tirsense, vestiu a camisola do Beira Mar, Freamunde , Rio Ave, Sta Clara entre outros…

André Moreira médio ex Valonguense, entre outros... jogou no São Martinho comandado por Gaiteiro e no nosso Leça FC, está com tudo acertado para representar o Padroense


CUCO

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

DOIS GOLPES DE CABEÇA DÃO TRIUNFO JUSTO AO LEÇA DO BALIO

1ª Divisão serie 1 A F Porto 12ª jornada 
Complexo Desportivo Leça Do Balio. 
Arbitro: Carlos Reis. 
LEÇA DO BALIO 2 PEROSINHO 1 
Ao intervalo: 1-0. Golos: Soberano (20), Diogo (70) e Cardigos (74). 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; Carlitos, João Pinto, Cardigos, e Miguel Cunha; Edu, Soberano (Quaresma, 75), e Rafa (Álvaro, 63); Nandinho (Hugo, 63), Gomes e Grade. Treinador: Mário Heitor. 

PEROSINHO: Pinto; Elói, Fábio, Neto e Mário (Domingos, 78); Carlos, Nando e Pinto(Diogo, 64); Ricky, Casanova (Castro, 78) e Serginho. Treinador: Alfredo Mendes. 

O Desportivo Leça Do Balio regressou às vitórias frente ao Perosinho perante o seu publico após dois jogos fora de casa sem vencer, alcançando os 21 pontos na décima segunda jornada da associação de futebol do Porto. O técnico Mário Heitor mexeu com sucesso no onze Baliense nesta jornada, dando os primeiros minutos da época ao experiente avançado Nandinho, estreando também o reforço de Inverno Gomes contratado ao Padroense e utilizou Édu a trinco. Com estas alterações a equipa Baliense respondeu com êxito, tendo uma entrada fulgurante no desafio, dominando o jogo, coroada com a vantagem no marcador com um cabeçeamento imparavel de Soberano aos vinte minutos. O Perosinho reagiu à desvantagem, incomodou o ultimo reduto baliense e teve uma grande oportunidade para empatar, mas Miguel Mota fez a defesa da tarde. Com os visitantes a procurar o empate abriram espaço para a equipa da casa atacar, mas falhou o ultimo passe para lançar a velocidade de Grade e Gomes no ataque. Perto do intervalo Gomes podia ter estreado se a marcar mas valeu o guarda redes do Perosinho, Pinto com uma excelente defesa a adiar o segundo golo. 

 

No segundo tempo o Leça Do Balio baixou o ritmo de jogo, tendo menos posse de bola que nos primeiros 45 minutos e teve pela frente um Perosinho mais pressionante que tudo fazia para criar oportunidades de golo para empatar a partida. Grade e Gomes no ataque em bom plano e com Nandinho muito esforçado iam tentando criar os desequilíbrios para o segundo golo que daria a devida tranquilidade no jogo aos homens de Mário Heitor. Como quem não marca sofre o Perosinho numa desatenção defensiva Baliense empatou a partida através de Diogo, para desespero dos adeptos da equipa da casa. Mário Heitor com as alterações introduzidas na equipa no segundo tempo, refrescou a equipa para dar mais consistência ao meio campo e mais uma vez com sucesso com uma visível subida de rendimento. Aos 74 minutos num pontapé de canto Pedro Cardigos estava no sitio certo e com um fantástico golpe de cabeça marcou o segundo golo da equipa de Matosinhos que viria a vitória na partida. Até ao apito final a equipa de Mário Heitor controlou os acontecimentos com grande classe e garantiu assim os três merecidos pontos frente a um adversário que mostrou bons argumentos.

domingo, 21 de dezembro de 2014

À CONVERSA COM ANTÓNIO GAITEIRO ( um dos mais prestigiados técnicos de Matosinhos)

GAITEIRO 
“ O SÃO MARTINHO PREFERE UM TÉCNICO COM O MESMO PERFIL DO MEU” 

COMO SE PODE ENTER ESTE FUTEBOL (MAL DIRIGIDO) 

António Gaiteiro treinador de futebol, natural de Matosinhos 63 anos, um dos mais conceituados do futebol matosinhense, de repente e sem nada para que o fizesse prever sai da A R de São Martinho clube que disputa a Divisão de Elite Pró Nacional da A F do Porto. Apos a sua inesperada saída do comando técnico da turma campense, e a pedido do Blog Mitchfoot Futebol de Matosinhos, o mister concebeu falar em exclusivo sobre a sua saída e nos recebeu na sua humilde casa com a disposição e amizade que o destaca dos demais. 

 MITCHFOOT - Antes de falarmos da sua ligação com o São Martinho, fale-nos um pouco de si… do seu percurso como treinador…

ANTÓNIO GAITEIRO – “ Comecei a minha carreira de treinador adjunto do Mister Pinhal ao serviço do G.D. Café Lisbonense, para depois assumir como treinador principal, época de 1990/91, obtendo um honroso 3º lugar, depois seguiu-se o Juventude de Matosinhos durante as épocas 91/92 a 95/96, terminando sempre nos lugares cimeiros, a seguir na época 96/97, tive o prazer de treinar o AT Clube de Rechousa, 3º lugar, em 97/98 regresso ao futebol de Matosinhos, para treinar o G.D. Leões da Agra, até 2001/02, época que atingi o bonito recorde de 27 vitórias em 27 jogos, que me valeu o nome inscrito no Guinness, depois de me consagrar campeão e vice-campeão em cinco anos. 2002/2003 e 2003/2004, o Sport Progresso, com um 4º lugar, entre 2003/2004 a 2006/2007, três anos de interregno para descansar, para depois surgir o convite do Custóias Futebol Clube em Dezembro de 2006 para conseguir a manutenção, na época seguinte, 2007/2008, com um grupo fantástico conseguimos a subida à divisão de honra da A.F. Porto, feito de que muito me orgulho, 2008/09, ainda com o Custóias, na Divisão de Honra da A.F. Porto, ano seguinte paragem parar reflexão, até que surge o convite do G D Leça do Balio, Outubro de 2010, clube onde me encontro, com o que me foi pedido pela direcção, atingido, manutenção do clube na 1ºdivisão da A.F. Porto. Seguindo-se depois talvez e digo-o com alguma segurança, não menosprezando todos os clubes por onde passei, os melhores tempos como treinador, onde conseguimos em duas temporadas levar o FC Perafita, da primeira distrital ao Campeonato Nacional de Seniores. Por último a A R São Martinho” 

M – O que de melhor recorda desta carreira que aos poucos se tem revelado bastante positiva? 

 AG – “ 2001/02, época que atingi o bonito recorde de 27 vitórias em 27 jogos, que me valeu o nome inscrito no Guinness, a segunda época (2007/2008) no Custóias, em que subimos à honra e que guardo com carinho e sem dúvida as duas épocas que passei no Perafita, onde encontrei uma verdadeira casa um grupo de excelentes jogadores que me ajudaram imenso “ 

M - Tem algum treinador como referencia? 

AG – “ Não sou vaidoso, quem me conhece bem, sabe que não tenho qualquer tipo de vedetismo, podia estar aqui a nomear-te treinadores sobejamente conhecidos, mas não! a minha humildade e a minha sinceridade, leva-me a dizer-te, que o Treinador, que me lançou nestas lides, o mister Pinhal, no G D Lisbonense, é nele que me revejo, pois com ele aprendi bastante e ainda hoje passados 20 anos, com o meu cunho pessoal, ponho em prática alguns métodos de então.” 

M – Mister vamos ao que nos trouxe até aqui…como é que inesperadamente o Gaiteiro rompe a ligação com o são Martinho? 

AG – "Bem, parece ser um pouco estranho, mas o facto é que já não sou treinador do são Martinho, depois de conseguir um honroso 5º lugar a época passada e chegar as meias finais da Taça, como uma equipa construída para a divisão de honra, em minha opinião é notável. Esta época estar nos lugares de dizem respeito à subida (2º classificado da divisão elite), nunca perdendo em casa (em 7 jogos apenas um empate), depois de conseguir um esprito de vitória depois de fazer com que os campenses fossem respeitados fora de portas, com um cultura de vitória, nunca antes vivida em são Martinho nos últimos tempos(…)de repente vejo a porta de saída escancarada à minha frente…de facto e depois do jogo em Rebordosa as coisa ficaram muito complicadas e o meu trabalho de alguma forma estava a ser perturbado(…) tenho uma óptima relação com os dirigentes do clube, mas há coisas no futebol que enquanto líder não posso permitir (…) nas minhas equipas só jogam, quem de facto o justifica com trabalho produzido durante a semana, que me dêem garantias de qualidade física e técnica para poderem jogar ao domingo, e isso é bem claro e não abdico! Não posso permitir que outros assuntos que venham do exterior e de fora do balneário consigam “ minar ” o grupo e destabilizar o mesmo ao ponto de tentarem pressionar as escolhas para o onze de domingo. Para meu espanto, depois do primeiro treino apos a derrota no Padrão da Légua, as coisas estavam bem e nada fazia prever o aconteceria no dia seguinte (terça feira última). Os dirigentes do são Martinho fizeram questão de se deslocaram ao meu habitat ( a Matosinhos), para me informarem de que gostariam de me substituir, dizendo que fiz um óptimo trabalho mas que gostariam de arranjar um técnico com o mesmo perfil (o que não percebi…risos), é verdade e isso não posso negar, que me encontrava já com algum desgaste físico e psicológico (as viagens estavam a ser saturantes e desconfortáveis), e decidi de pronto aceitar a desvinculação. 
Foram dois anos bem passados, com a consciência do dever cumprido, fico grato pela oportunidade dada, fiquei adepto campense sem dúvida, fui muito bem tratado em são Martinho, e quem sabe um dia poder voltar. 

M - E agora vai descansar ou vai estar atento a que o telefone toque? 

AG – “ O futuro a Deus pertence, sabes que quem anda no futebol, precisa também de sorte, mas também não estou preocupado com o meu regresso ao futebol, tenho um crédito que me permite poder encarar o futuro com optimismo, não estou desesperado…aliás preciso de descansar, de recuperar algumas energias, perdidas com estas duas épocas vividas em São Martinho, como aliás te disse atrás as viagens são muito cansativas e saturantes até. Vou esperar para ver o que acontece e até lá vou apreciar o futebol de uma forma diferente (como simples anonimo que gosta de futebol)

   

M – Mister, como foi jogador do SC Senhora da Hora, questiono-lhe se um dia gostava de treinar o clube senhorenses? 

G – “ Em Matosinhos, falta treinar o Padroense, Leça, Lavrense e Leixões e Infesta, é óbvio que gostaria de um dia vir a treinar qualquer daqueles que faltam no meu percurso de treinador, mas posso te dizer em primeira mão que vou acabar, não sei quando…, mas vou acabar a minha carreira no SCS Senhora da Hora, habito bem defronte ao estádio e tenho muita estima pelo seu presidente Vasco de Carvalho e por todos senhorenses dos quais me incluo pois já sou sócio do SCS Hora”. 

M - Em abono da verdade, todos os treinadores tem os seus adjuntos, pessoas em que se pode confiar a cem por cento, o mister não foge à regra, quer falar-nos um pouco daqueles que dia a dia trabalham consigo e que de alguma forma são em momentos oportunos também os seus olhos… 

AG – “ Eles são um grande elo de ligação entre mim e o plantel, o Manuel Marques, é um estudioso do futebol, muito organizado e muito profissional…o Manuel Pinhal é um rapaz excelente tem um perfil único, capaz de se por ao nível dos jogadores quando é preciso, mas acima de tudo somos uma equipa para além de sermos bons amigos. 

M - Por último quer deixar uma mensagem aos desportistas e amantes do futebol de Matosinhos? 

 G – “ Quero deixar um mensagem de esperança a todos principalmente os que comigo, diariamente trabalham, e dizer-lhes que com seriedade e atitude e muito profissionalismo, conseguiremos alcançar todos os nossos sonhos. Feliz Natal para todos e um ano novo cheio de saúde e prosperidade”

 .

fotos de Anabela Delgado

É NORMAL! LEIXÕES VOLTA A PERDER FORA DE PORTAS


Apenas um vitória como visitante em 2014..que venha 2015 depressa... 
20ª jornada da segunda liga 
Estádio de São Luís, em Faro. 
Árbitro: Iancu Ioan Vasilica (Vila Real). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pedro Pinto (90+3). 
Farense - Leixões, 3-0. 
Ao intervalo: 2-0. Marcadores: 1-0, Yang Tan, 22 minutos. 2-0, Bruno Carvalho, 45. 3-0, Yang Tan, 78. 

FARENSE: Ricardo, Carlitos, Lameirão, Wei Huang, Hugo Luz, Carlos Rodrigues, Bruno Carvalho, Neca (Bilro, 10) Matthew (Hernani, 70), Edinho Junior (Gonzalez, 83) e Yang Tan. Treinador: Abel Xavier. 

LEIXÕES: Chastre, Gonçalo Graça, Pedro Pinto, Alabi, João Pedro, Orlando (Rui Cardoso, 63), João Viana (Pedras, 46), Novais, Preciado, Cadinha e Alemão (Yuanyi Li, 78). Treinador: Horácio Gonçalves. 

 Não está fácil a vida da equipa sénior de futebol longe do Estádio do Mar. No Estádio São Luís, averbou a 10.ª derrota da época (9.ª fora de casa) ao perder com o SC Farense em jogo da 20.ª jornada da Segunda LIGA. 
O Leixões SC até começou melhor mas rapidamente o conjunto algarvio rapidamente equilibrou a partida a dispôs da primeira oportunidade à passagem dos 12’ com Edinho a não conseguir levar a melhor sobre Chastre. A resposta dos homens de Horácio Gonçalves surge aos 17’ com Ricardo Neves a antecipar-se a um cruzamento certo de Alemão para golo. Aos 21’ o primeiro da partida para os homens da casa. 
O chinês Yang Tan colocou a equipa de Faro na frente do marcador depois de enviar uma bola ao poste esquerdo que caprichosamente viria a entrar junto do poste contrário. 
A perder o Leixões foi atrás do prejuízo e Preciado obrigou Ricardo Neves a defesa apertada sendo até aí o homem do jogo. Em contra-ataque, já em tempo de compensação antes do intervalo, Bruno Carvalho dilatou a vantagem num lance que começa na esquerda com ataque dos algarvios e após cruzamento, Bruno Carvalho só com Chastre pela frente fez o 2-0. 

Na segunda metade, Horácio Gonçalves apostou em Pedras, Rui Cardoso e Li mas mesmo assim a única oportunidade de grande perigo surgiu por parte de João Novais através de um remate que viria a sair ao lado da baliza algarvia quando estavam decorridos 66 minutos de jogo. Yang Tan que tinha inaugurado o marcador ainda na primeira metade voltou a colocar os leixonenses de olhos em bico quando, aos 77’, voltou a introduzir a bola dentro da baliza defendida por Chastre. 
Em cima dos 90 minutos Rui Cardoso, através de um cabeceamento surgido de um pontapé de canto de Li, ainda causou perigo mas a bola acabaria por sair por cima. 

Na próxima jornada, apenas no próximo ano, o Leixões vai receber o Oriental. 

 Conferência de Imprensa 
Horácio Gonçalves 
"Dentro de portas temos sido exemplares e estamos a fazer um campeonato fantástico mas fora não temos tido aquela pontinha de sorte que é necessária para conseguirmos ir buscar pontos Ainda hoje isso aconteceu: a primeira oportunidade é nossa, com um homem isolado, e depois tivemos mais duas oportunidades com dois homens isolados, enquanto do outro lado o Farense foi eficaz. Na segunda parte tivemos o jogo controlado mas não conseguimos ser eficazes nos últimos trinta metros. Quando vencemos, vencemos todos, quando perdemos, perdemos todos. Este grupo é unido e vamos tornear estas dificuldades no futuro, porque algum dia vamos ter de vencer fora. Por vezes, no futebol há coisas que não têm explicação e esta é uma delas. Falta o clique porque temos tido qualidade de jogo, como ainda hoje se viu. Confiança não falta, mas temos de dar a volta a esta situação."

 Abel Xavier "
O resultado é justo mas a postura do Leixões foi muito digna, o que evidenciou mais a nossa vitória. O nosso trabalho está a ser bem conseguido e o jogo de hoje mostrou isso."

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

SUB 19 DO PADROENSE ESTÃO EM ALTA


Padroense FC em grande “juniores A” 

Campeonato de juniores A, 1ª Div da AFPorto, após a 13 jornada, verifica-se que as equipas do Leça FC, UD Lavrense e Infesta encontram-se no fundo da tabela classificativa e em zona de descida, 
O Leça FC empatou em casa com o Castêlo da Maia por 1 x 1, enquanto que em S. Mamede Infesta em derbi de Matosinhos, FC Infesta e UD Lavrense repartiram os pontos após o empate a 1 bola. 
Mas nem tudo vai mal na formação de Matosinhos, Leixões SC deslocou-se até Vila Do Conde e num campo tradicionalmente difícil conseguiu trazer 1 ponto para casa ao empatar a 1 bola com o Rio Ave e assim segura o 3º lugar da classificação. A fazer uma campanha notável está o Padroense FC, que após derrotar os Maiatos do Maia Lidador por 3 bolas a 0, sobe ao 1º lugar da classificação geral. 
De salientar que na próxima jornada o confronto entre os 4 últimos classificados que pode trazer alteração significativa em termo de fuga á despromoção. No próximo fim de semana temos jogo grande, sem dúvida um autentico derbi matosinhense, que opõe o 1º classificado, FC Padroense e o 3º Classificado o Leixões SC, cujo diferença pontual é somente de 3 pontos. 

Manuel Sá

HISPANO/BRASILEIRO ROBERTO SOUSA ESTÁ DE REGRESSO AO CLUBE DO MAR

Roberto Sousa assina pelo Leixões A J Winners e a Leixões Sport Club Futebol, SAD garantiram a contratação do médio hispano-brasileiro Roberto Sousa (ex-Persepólis, Irão) a partir do próximo mês de janeiro de 2015. 
Na sequência do trabalho conjunto entre a empresa J Winners e a Leixões SAD  que vai originar as alterações acionistas já anunciadas esta contratação visa reforçar o plantel do Leixões para a segunda metade do campeonato da Segunda Liga. Roberto de Sousa Resende (29 anos, 1,77 metros, 76 kg) é um nome por de mais conhecido no universo Leixonense e no futebol português, depois da brilhante temporada de 2008/09, que culminou com o histórico 6.º lugar do nosso Clube na Primeira Liga. 
Nessa época, o médio hispano-brasileiro cumpriu 25 jogos pelo Leixões (22 no campeonato), tendo apontado um golo que está na memória de todos, pois valeu um brilhante triunfo em Alvalade, frente ao Sporting. Roberto mudou-se entretanto para o Marítimo e jogou depois no Irão, regressando agora a Portugal e ao Leixões, para reforçar o plantel às ordens do treinador Horácio Gonçalves a partir de janeiro.

Roberto Sousa 
"Estou muito feliz por poder voltar ao Leixões, clube onde passei uma grande temporada, como todos se lembram. É uma casa que conheço bem e que tem uns adeptos maravilhosos que apoiam bastante a equipa. Vai dar tudo certo neste meu regresso e vou fazer tudo para ajudar o Leixões a alcançar os seus objetivos", 
Disse Roberto Sousa ao www.leixoessc.pt. 
"Toda a gente pode esperar o melhor Roberto, porque sabem bem como sou, como jogo e o que posso garantir é que vou para o Leixões com uma enorme vontade de trabalhar e de voltar a mostrar todo o meu potencial", continuou Roberto, mostrando-se grato por este convite: "Quero agradecer ao senhor Carlos Oliveira, à dona Sílvia Carvalho e ao senhor Jaime Conceição por me terem feito este convite para jogar no Leixões. É algo que me orgulha muito, tal como à minha família, porque o Leixões é um grande clube que foi muito importante para a minha carreira. Agora está na hora de eu ser muito importante para o Leixões. Estou certo de que juntos vamos voltar a ter muito sucesso."
www.Leixõessc.pt

GAITEIRO TÉCNICO MATOSINHENSE, ESTÁ “ OUT” DO SÃO MARTINHO

A R São Martinho que na época de 2012/13 beneficiou da repescagem em virtude da composição dos novos quadros competitivos da A F Porto, confiou o comando técnico para a época seguinte a António Gaiteiro técnico matosinhense que levou o FC Perafita nas duas épocas anteriores ao Campeonato Nacional de Seniores. 
 Em 2013/14 e com o São Martinho na divisão de elite da AF Porto e com António Gaiteiro ao leme, terminou a época num honroso 5ª lugar na tabela, tendo conhecido o sabor da derrota em casa por apenas uma vez, levando também o clube às meias finais da taça Brali. 
Na época em curso e com 15 jogos realizados a equipa do São Martinho encontra-se em lugares de promoção (2º classificado), com 23 golos marcados, 15 golos sofridos, com dez vitórias apenas empatando por uma vez e conhecido a derrota por quatro vezes, sendo como anfitrião imbatível, conhecendo o empate por apenas uma vez em 7 jogos caseiros. 
Sensacionalmente e surpreendentemente António Gaiteiro deixa o comando técnico dos campenses. O técnico matosinhense, rescindiu amigavelmente e acompanham a sua saída os seus adjuntos de sempre, Manuel Marques e Manuel Pinhal. 
 O motivo que levou o técnico a esta inesperada decisão prende-se, pensamos nós, por degaste físico e psicológico…em breve o técnico a convite do blog Mitchfoot vai prenunciar-se sobre esta e outras questões que pairam no ar…

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

MÁ SEGUNDA PARTE ORIGINA DERROTA PARA LÁ DOS NOVENTA


1ª Divisão serie 1 A F Porto 11ª jornada 
Complexo Desportivo de S. Félix Da Marinha, em Vila Nova de Gaia. 
Árbitro. Pedro Estela. 
SÃO FÉLIX DA MARINHA 2 LEÇA DO BALIO 1 
Ao intervalo: 0-1. Marcadores: Carlos Diogo (13), Ratoteli (57) e Serginho (90+3).

 S. FÉLIX: Isac; Miguel Reis, Diogo Morgado, Bóia e Zé (Diogo Carvalho, 78), Zé Pedro, Serafim e Ratoteli; Ricardo Reis, Serginho e Ferrari (Garcês, 55).Treinador: Jorge Duarte. 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; Carlitos, João Cardoso, Cardigos e João Pinto; Carlos Diogo (Rafa, 46), Soberano (Ivo, 58) e Quaresma; Álvaro (João Machado, 70), Hugo e Grade.Treinador: Mário Heitor. 

O Desportivo Leça do Balio saiu com nota negativa no teste de S. Félix de Marinha, onde perdeu com um golo sofrido no último minuto da partida, após ter estado em vantagem ao intervalo. A partida teve dois periodos completamente distintos, onde no primeiro tempo a equipa Baliense foi superior em todos os capitulos, perante um S. Félix com pouca chama e um segundo tempo com a equipa da casa revitalizada estando por cima no encontro e a justificar a vantagem no fim dos noventa minutos, pelas oportunidades de golo criadas. Aos 13 minutos num pontapé de canto a equipa orientado por Mário Heitor adiantou-se no marcador por Carlos Diogo a aparecer sem marcação na área e a finalizar com sucesso. Após o golo a equipa Baliense continuou por cima na partida, com muita posse de bola mas faltou inspiração no ultimo terço do terreno para criar desiquilibrios. A formação gaiense no primeiro tempo só chegou ao ultimo reduto Baliense em lançes de bola parada mas sem criar perigo iminente. 

No segundo tempo a equipa da casa entrou com outra vontade na partida, com muita garra e determinação e com um dinamismo diferente do primeiro tempo, chegando logo no seu inicio ao empate num lance em que a defesa Baliense mostrou muita passividade. Este tento moralizou a equipa da casa que foi construindo jogadas de ataque rápido e por várias vezes podia ter marcando o segundo golo, mas iam esbarrando em Miguel Mota, sempre muito atento. O Leça do Balio sempre com uma grande entrega ao jogo tinha muitas dificuldades para chegar com verdadeiro perigo ao último reduto Gaiense. O técnico Mário Heitor mudou o sistema tático e introduziu alterações para dar mais consistência à equipa, mas faltava um cerebro e qualidade de pensamento à zona intermediária para poder lançar os flaqueadores Ivo e Grade para criar desiquilibrios no ataque. No último minuto da partida a equipa aurinegra já a jogar com dez elementos aproveitou um livre a seu favor para tentar ganhar o jogo, mas nesse mesmo lançe a equipa da casa após ganhar a bola, num rápido contra ataque aproveitando o adiantamento da turma de Matosinhos fez o golo da vitória para desespero dos jogadores comandados por Mário Heitor. 

 Castigo pesado para o Desportivo Leça do Balio que pagou cara a fatura por uma segunda parte menos conseguida, que não esteve de acordo com o real valor da equipa comandada pelo técnico Mário Heitor. Na próxima jornada o Desportivo Leça do Balio recebe no seu estádio a equipa do Perosinho.

PADROENSE VENCE COM JUSTIÇA O CANDIDATO QUE VEIO DA TERRA DOS JESUITAS


Divisão Elite A F Porto 15ª jornada 
Estádio do Padroense FC- Padrão da Légua- Sra da Hora 
Árbitro Paulo Pinto. 
PADROENSE 2 SÃO MARTINHO 1 
Ao intervalo, 2-0, marcadores, Jorge (5) Nogueira (10) e Cheta (83) 

PADROENSE: Humberto, Simão, Porto, Nélson, Bruno Gomes, Jorge (Miranda 87), Rosas (Joel 65), Paulinho, Tiago Carvalho, Sousa (Quim 87) e Nogueira. Treinador Ricardo Silva. 

SÃO MARTINHO: Mata, Rufino, Bruno Santos, Costa (Zé Soares 34), Jota, Ratinho, Rui Luís (Gomes 46), Rui Gonçalves, Ricardinho (Dani 60), Carlitos e Cheta. Treinador António Gaiteiro.
   
Com um inicio fulgurante, a equipa do Padroense quase que aniquilou o seu forte opositor vindo de Sto Tirso, que só tarde respondeu com um belíssimo golo do avançado matosinhense Cheta. 

Entrando com a corda toda a equipa do Padrão só precisou de dez minutos para alcançar um vantagem que lhe desse algum conforto para defrontar a turma de António Gaiteiro, um dos lideres desta prova. Jorge e Nogueira, este último com um belo remate de fora da área deram a vantagem ao Padroense que foi para o intervalo a vencer com toda a justiça 

 No segundo tempo e com uma vantagem confortante a equipa do Padroense soube gerir e controlar as intenções dos campistas, excepção feita ao minuto 83, pois Cheta conseguiu arrancar um belíssimo golo (livre direto). A equipa do Padroense vai deslocar-se na próxima jornada a Valongo para defrontar a União Desportiva Local

domingo, 14 de dezembro de 2014

RESULTADOS DO FUTEBOL SÉNIOR DE MATOSINHOS

Segunda Liga 19 ª Jornada 
LEIXÕES 2 vs UNIÃO DA MADEIRA 1 

Divisão Elite A F Porto 15ª jornada 
PADROENSE 2 vs SÃO MARTINHO 1 
VALADARES 1 vs LEÇA FC 0 
PERAFITA 3 vs BEBORDOSA 0 

Divisão Honra A F Porto 12ª Jornada 
CANIDELO 2 vs LAVRENSE 1 
FC FOZ 1 vs FC INFESTA 1 
CUSTÓIAS 3 vs MAIA LIDADOR 1 

1ª Divisão serie 1 AF Porto 11ª Jornada 
CRESTUMA 1 vs SENHORA DA HORA 1 
SÃO FÉLIX DA MARINHA 2 vs D LEÇA DO BALIO 1 
OS LUSITANOS 0 vs CASTELO DA MAIA 0 

O administrador do blog Mitchfoot Futebol de Matosinhos, deseja a todos os seus amigos e seguidores um FELIZ NATAL repleto de muita SAÚDE envolvido em muita PAZ

REMONTADA SABOROSA RESULTOU NA 7ª VITÓRIA EM CASA

 
Segunda Liga 19ª jornada 
Estádio do Mar, Matosinhos 
 Árbitro: Tiago Antunes (Coimbra) 
 Cartão amarelo a Pedro Pinto (29’), Valente (48’), Mendes (54’) e João Pedro (90’+5) 

LEIXÕES 2 U. MADEIRA 1 
Ao intervalo 1- 1, Marcadores: 0-1, Kisley, 14 minutos. 1-1, Valente, 15. 2-1, Alabi, 80. 

Leixões SC: Chastre, João Pedro, Cadinha (Zé Pedro, 89’), Gonçalo Graça, Pedro Pinto, Orlando, Preciado (Alemão, 75’), Mendes, Hugo Guedes (Rui Cardoso, 67’), Valente e Alabi. Treinador: Horácio Gonçalves 

União da Madeira: Trigueira, Chico, Vinicius, Zarabi, Stéphane, Jota (Calé. 64), Soares, Ruben Andrade, Kisley, Mendy e Diogo Coelho (Ayrton, 46). Treinador: Vítor Oliveira. 

 

Está fechado o ano em grande no Estádio do Mar. 
O Leixões recebeu e bateu o União da Madeira por 2-1.

Até foram os visitantes os primeiros a marcar (por Kisley, aos 14 minutos), mas a resposta pronta de Valente, que empatou aos 15, e uma segunda parte muito conseguida dos homens de Horácio Gonçalves, que culminou num golo de Alabi (80), redundariam na sétima vitória dos "bebés do mar" em casa. Num jogo inicialmente muito dividido, o primeiro golo do encontro viria a surgir para os visitantes com Kisley a adiantar os madeirenses no marcador depois de um lance em que a defesa leixonense não fica isenta de culpas. Na resposta, um minuto depois (15’), Valente através de um remate cruzado colocou os homens de Horácio Gonçalves novamente em jogo e soma mais um na sua conta pessoal. 

 Como o objetivo era conquistar os três pontos para acabar com a fase menos positiva (equipa vinha de duas derrotas), a segunda parte foi totalmente dominada pela equipa da casa, A formação de Horácio Gonçalves ia apertando o cerco e foi já depois de Mendes (63) e Gonçalo Graça (74) terem andado perto do golo que o nigeriano Alabi desviou de cabeça para o fundo da baliza (80), após cruzamento de Valente. 

Na próxima jornada (domingo dia 21 às 15h00) Leixões desloca-se ao Algarve para defrontar o Farense.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

FEMININO SENHORENSE EM CRESCENDO


Srª Hora “feminino” em recuperação

Campeonato feminino de sub 19 da Associação de Futebol do Porto . 
As meninas do Srª da Hora, deslocaram-se até Águas Santas, a fim de defrontar a equipa local, que iniciou o campeonato com postura de candidata, por isso previa-se um jogo difícil para as jovens do Srª da Hora, contudo e dando seguimento de bons jogos, as senhorenses conseguiram trazer os 3 pontos para casa ao vencer por 2 x 1 e saltar para a 4ª posição da classificação geral, que dá acesso a Fase de Apuramento do Campeão. 
FC Pedroso perde em casa com o Boavista C por 1 x 3, enquanto Candal e Dragon Force B ficaram pelo empate a 1 bola. 
Leça do Balio com um campeonato muito irregular é goleada em casa pelo Boavista por 2 x 9, Boavista que com a derrota do Hernani Gonçalves, em casa pelo Dragon Force por 3 x 4 começa a distanciar-se no rumo ao título. 
As maiatas do Gondim-Maia sofrem nova derrota em casa com o Boavista B por 0 x 3. A folga coube ao Valadares Gaia. 

Manuel Sá

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

BALIO EMPATA…ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA DESTA VEZ NÃO FURA


1ª Divisão Associação de Futebol do Porto Jornada 10. 
Complexo Desportivo de S. Pedro de Fins, na Maia. 
Arbitra: Ana Afonso.
Vermelhos: Ferraz (38), Peixoto (38) e Cafú (70). 

MOCIDADE SANGEMIL 0 D LEÇA DO BALIO 0

MOCIDADE SANGEMIL: Ricardo; João Carvalho, Ferraz, Cafú e Renato; Ricardo Dias, Bruno Silva e Latas (Pires, 46); César (Tiago Melo, 46), Peixoto e Márcio Ferreira (Hélder Freitas, 63). Treinador: Hugo Pancho. 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; João Pinto, João Cardoso, (Shev, 70), Hugo Soares e Cardigos; Álvaro (João Machado, 70), Ivo e Quaresma; Hugo, Rafa e Diogo (Edu, 56). Treinador: Mário Heitor. 

O Leça Do Balio deslocou-se à Maia para defrontar o Mocidade Sangemil e conquistou um empate que soube a pouco na jornada 10 da 1º divisão de associação de futebol do Porto. Entrou bem no jogo a equipa comandada por Mário Heitor e com um bom futebol, rapidamente tomou conta do jogo, sendo a equipa mais esclarecida. Teve várias oportunidades de golo, mas faltou eficácia para bater o guarda redes do Mocidade de Sangemil. A equipa da casa tentou soltar-se da pressão exercida pela equipa de Matosinhos, mas raramente conseguiu chegar com perigo à baliza Baliense defendida por Miguel Mota. Aos 38 minutos de jogo Ferraz e Peixoto são expulsos pela juíza da partida deixando a equipa da casa reduzida a nove elementos. 

 No segundo tempo a equipa Baliense com mais dois elementos continuou a carregar no acelerador em busca do golo. O Mocidade Sangemil abdicou de atacar e defendia com os nove homens dentro da área o que dificultou a tarefa Baliense que parecia bem mais fácil. A equipa de Mário Heitor abusou dos cruzamentos para área e o avançado Hugo, o goleador desta equipa, sempre muito marcado tinha dificuldades para finalizar com êxito, falhando algumas oportunidades de golo. Ivo e Rafa tentavam pelas linhas desatar o nó mas estiveram furos abaixo do que poderiam fazer. A equipa Baliense tentava de todas as formas chegar ao golo, Carlos Diogo num remate excelente fora da área proporcionou uma grande defesa ao guarda redes da casa. O técnico Mário Heitor mexeu na equipa entrando os veteranos Edú e João Machado para tentar dar experiência ao conjunto, para travar a ansiedade da busca do golo, inimiga da eficácia, mas sem êxito porque nos últimos vinte minutos de jogo não houve jogo! A equipa da casa fez anti jogo simulando sucessivas lesões e paragens no jogo o que não dignificou o futebol. 

Empate que soube a pouco para a equipa de Mário Heitor que a haver um vencedor merecia claramente o triunfo na partida. Ao fim desta jornada a equipa do Leça do Balio encontra-se no quarto posto da tabela classificativa com 18 pontos.

LEÇA PERDE FULGOR INICIAL …E EMPATA EM CASA.


Divisão de Elite Pro-Nacional A F Porto jornada 14 
Estádio do Leça FC em Leça da Palmeira/Matosinhos 
Árbitro Bruno Costa 
LEÇA FC 0 ALIADOS DE LORDELO 0 

LEÇA FC: Sérgio, Hugo Fernandes, Meneses, Hugo Pinto (Marco Fafiães 60), Pedras (Guilherme 60), Marcos silva (Lico 80), Touré e Bruno Vaz (Cerqueira 80) Pablo, Miguel Nogueira e Marcelo. Treinador Pedro Soares 

ALIADOS: César, Preto, Joel, Gustavo (Tó Jó 80), Jonas (Hugo Silva 80), Hugo Costa, Teixeira, Ricardo (Rui Jorge 80), Chico (Santos 60) Poeira e Eduardo. Treinador Juvenal Brandão. 

Jogo muito disputado, com boas oportunidades criadas para ambos os lados mas o nulo verificado ao longo dos 90 minutos deve-se à ineficácia na hora de rematar protagonizada por ambos os conjuntos. No segundo tempo os leceiros apoderam-se do último reduto visitante mas sem resultados práticos, ou seja não desataram o nó, muito bem conseguido pelos forasteiros que com muita intenção seguraram este preciosos ponto.

PERAFITA CEDE PARA LÁ DA HORA…PAULINHO ex INFESTA DESEQUILIBROU


Divisão de Elite Pro-Nacional A F Porto Jornada 14 
Complexo Desportivo Valadares, Gaia 
Árbitro: Manuel Silva 
VALADARES 2 PERAFITA 1 
Ao intervalo, 0-0, marcadores, Paulo Campos (55) Ricardinho (86) Paulinho (93) 

VALADARES: Hélder Costa, Rui Jorge, Hélder Duarte, Bruninho, Johny, Vitinha, Lobo, Paulo Campos (Paulinho 70), Bruno Teixeira, Carlos Sousa e Valente. Treinador Paulo Alexandre. 

PERAFITA: Artur, João Pedro, Armando, Ricardo, Magalhães; Castro (Ricardinho 60), Toninho, Tinaia, Paulinho (Bruninho 88) Lutchindo e Sérgio. Treinador Manuel Matias

 

A solução estava no banco, Paulinho para lá do minuto 90 desequilibrou a favor dos gaienses. Jogo muito disputado, com muito pulmão e coração dos intervenientes, a equipa da casa teve predominância ofensiva, criou algumas oportunidades de se adiantar no marcador e fazendo jus ao seu favoritismo, mas encontrou pela frente uma turma muito bem posicionada e organizada defensivamente, que de quando em vez ia ameaçando o ultimo reduto caseiro. Quando a divisão de pontos parecia mais que certa nas contas finais da partida, Paulinho dá um pontapé no que parecia mais lógico e de livre direto superiormente marcado dá os três pontos em disputa a turma gaiense, que com este resultado conrinua à espreita dos lugares cimeiros.

De referir que os matosinhenses, forma penalizados esta semana pelo conselho de disciplina da A F Porto com a perda de 7 pontos, pelo processo em que foram envolvidos que diz respeito a irregularidade de jogadores no banco dos suplentes. 

 FOTOS Domingos Lobo

domingo, 7 de dezembro de 2014

RESULTADOS (7 DEZ.2014) FUTEBOL SÉNIOR DE MATOSINHOS

RESULTADOS DO FUTEBOL SÉNIOR DE MATOSINHOS DIA 7 DE DEZEMBRO DE 2014 

Segunda Liga 2014/2015 18ª Jornada 
STA CLARA 2 vs LEIXÕES SC 0 

 Divisão Elite pro-nacional AF Porto jornada 14 
LEÇA 0 vs ALIADOS LORDELO 0 
VALADARES GAIA 2 vs PERAFITA 1 
SEREZEDO 1 vs PADROENSE 0 

 Divisão de Honra AF Porto 11ª jornada 
VILARINHO 5 vs CUSTÓIAS 0 
LAVRENSE 2 vs VILA FC 1 
INFESTA 1 vs CINTANIA DE SANFINS 0 

 1ª Divisão serie 1 AF Porto jornada 10 
LUSITANOS 1 vs SÃO FÉLIX DA MARINHA 4 
SENHORA DA HORA 3 vs PEDROSO 4 
M. SANGEMIL 0 vs D LEÇA DO BALIO 0

LEIXÕES VOLTA A PERDER E JÁ NÃO VENCE FORA HÁ 10 MESES


18ª jornada Segunda Liga 
Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada. 
Árbitro: Tiago Martins (Lisboa). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Amoreirinha (19'), Pedro Tavares (22'), Pacheco (37' e 79'), Tiago Ronaldo (56') e Clemente (90'+4). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Pacheco (79'). 
Santa Clara - Leixões, 2-0. 
Ao intervalo: 1-0. Marcadores: 1-0, Ely, 35 minutos. 2-0, Pedro Tavares, 67' (própria baliza). 

Santa Clara: Serginho, Luís Dias, Amoreirinha, Accioly, Mike, Tiago Ronaldo, Ruizinho (Malafaia,75'), Pacheco, João Ventura (Nuno Silva, 66'), Ely (Davide,85') e Clemente. Treinador: Filipe Gouveia. 

Leixões: Chastre, Gonçalo Graça, Alabi (Moedas, 60'), Pedro Pinto, Pedro Tavares (Pedras, 69'), Rui Orlando, João Novais, Alemão, Li (Mendes, 46'), Ayrton e Ricardo Valente. Treinador: Horácio Gonçalves. 

Não está fácil a vida dos leixonenses longe de Matosinhos. 

Uma vez mais a equipa não conseguiu vencer fora de casa e hoje, em Ponta Delgada, o Leixões perdeu por 2-0 contra o Santa Clara. No Estádio de São Miguel, a equipa da casa apresentou-se com novo técnico que viu a sua equipa chegar à vantagem ao minuto 35 com Ely a fazer o único golo dessa metade. Destaque ainda para a estreia de Alabi pelo Leixões. A perder, o Leixões foi atrás do prejuízo e na segunda metade apresentou-se por cima do adversário e até merecia outro resultado que não aquele que se apresentava. Numa altura em que o Leixões estava por cima do jogo, Pedro Tavares teve a infelicidade de introduzir a bola dentro da sua própria equipa na tentativa de aliviar um cruzamento aos 68'. O Santa Clara ainda se viu reduzido a 10 unidades (79') mas nem isso foi suficiente para trazer para Matosinhos outro resultado. 
No próximo domingo, 14 de dezembro, recebemos o União naquele que é o último jogo em casa este ano. 

Conferência de imprensa 
"O fator vento ajudou e tivemos retraídos. Tivemos situações em que devíamos ter criado mais perigo. Na segunda parte já controlámos mais o jogo. Nos últimos trinta metros não conseguimos ser eficazes. Acho que foi um jogo bem disputado com duas equipas a quererem vencer. No computo geral aceita-se a vitória do Santa Clara mas foi digna a figura do Leixões. Quando venho cá tenho a certeza que visito amigos. Qualquer treinador gostaria de treinar o Santa Clara. Desejo boa sorte ao Santa Clara para o futuro." Horácio Gonçalves, treinador do Leixões

BLOG LEIXÕES

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

FLÁVIO SILVA É UM TÉCNICO LIVRE DE COMPROMISSO

Flávio Silva técnico de futebol que já foi considerado como TREINADOR DO FUTEBOL DE MATOSINHOS no ano 2013, está livre de compromisso… 

Flávio Silva que depois de ser técnico dos escalões de formação do Leça FC, abraçou o projecto sénior do GD Aldeia Nova, onde permaneceu durante duas épocas e que lhe rendeu algum destaque dos demais pois como atras foi referido foi ao serviço do clube perafitense que se consagrou TREINADO DO ANO 2013. 
Após a desistência do GD Aldeia da Nova das competições seniores da AF Porto, Flávio Silva por opção decidiu parar uma época, para esta corrente ter aceite o convite de Nuno Gonçalves para formar uma dupla técnica ao serviço dos seniores do SC Senhora da Hora , tendo também aceite o convite do presidente Vasco Carvalho para orientar os juvenis A do clube senhorenses. No entanto, nem tudo correu como era espectável, e com a saída do técnico Nuno Gonçalves, Flávio Silva, como é seu apanágio seguiu o seu chefe de equipa, ficando só com a responsabilidade do Juvenis. Após chegar a acordo como o presidente dos senhorenses, Flávio Silva achou por bem pedir escusa do cargo e saiu de um forma bastante elegante….encontrando –se por isso um treinador livre de compromisso. 

 FLÁVIO SILVA na sua página facebook oficial “Este foi o último jogo em que representei o S.C. Senhora da Hora. Após uma boa conversa com o Presidente do clube (Vasco Carvalho) decidimos que o melhor seria terminarmos o nosso vinculo. Tenho que agradecer a todos pela oportunidade mas o futebol é isto mesmo. Aos meninos que foram briosos em todos os momentos o meu muito obrigado por serem tudo isto que está representado nesta imagem... Tenho que deixar o meu agradecimento especial ao meu AMIGO sim porque somos mesmo AMIGOS, para que não restem dúvidas, o meu muito obrigado Nuno Gonçalves . A todos um grande Até já..”

JOVEM EQUIPA SENHORENSE ESTÁ EM GRANDE


Iniciados A do Srª da Hora “Invictos” 

Campeonato de iniciados da 2ª Div da AFPorto, após a 10 jornada a equipa do Srª da Hora ainda não conhece o sabor da derrota. 
Este fim de semana com a visita do Pedras Rubras, a expectativa em redor desse jogo era enorme, seria o Pedras Rubras capaz de travar os jovens da Srª da Hora? 
O jogo começou da melhor maneira para a equipa da casa que logo aos 5 minutos por intermédio de Vítor Bonani inaugura o marcador, ainda os jovens de Pedras Rubras estavam a recuperar do tento sofrido, quando aos 9 minutos João Rego aproveitando um erro defensivo e faz o 2 a 0. Aos 24 minutos João Rego, faz o seu 2 golo. Até o intervalo as equipas limitaram-se a jogar no meio campo, sem lances dignos de registo. 

2ª parte começa com o Pedras Rubras a querer tomar conta do jogo e nos primeiros 10 minutos chegou a dominar o meio campo e a criar duas grandes oportunidades de golo, mas seria o Srª da Hora por intermédio de João Rego a fazer o 4 a 0, ao minuto 10. A reacção do Pedras Rubras ao golo foi surpreendentemente boa e passados 3 minutos Bruno Costa faz golo para o Pedras Rubras, com os ânimos em alto os jovens maiatos equilibraram o jogo e criaram algumas boas oportunidades para diminuir a vantagem do seu adversário, contudo o jogo chegaria ao fim com a vitória do Srª da Hora por 4 bolas a 1. 
Boa segunda parte por parte dos jovens de Pedras Rubras. Srª da Hora mostrou ter um boa equipa e bem orientado pelo mister Renato Castelo. 

Srª da Hora : 1 Tiago Amorim – 3 João Martins – 4 Sérgio Brás – 6 Francisco Rodrigues – 8 Tiago Neves (cap) – 9 João Rego – 10 Pedro Russo – 13 João Elvas – 17 Diogo Rodrigues – 22 Vítor Bonani – 24 Francisco Pereira - Supelentes: 12 Jorge Lisboa – 5 Bruno Abreu – 7 Alexandre Pacheco – 14 Jaime Branco – 18 João Pinto – 20 Rafael Dias – 21 Tiago Dinis FC Pedras Rubras: 1 David – 4 João Silva – 6 Artur – 8 Mário – 10 Taveira – 11 Bruno Araújo – 15 Leandro – 17 João Pereira – 22 Tiago Cruz (cap) – 25 Bruno Costa – 92 Pedro Cruz Supelentes: 48 António Costa – 7 Fábio – 9 Tomás – 14 Tiago Silva – 19 Mendes – 20 João Ferreira – 77 Dinis 

Manuel Sá

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

BALIENSES REGRESSAM AS VITÓRIAS


AF Porto 1ª Divisão Série 1 2014/15 9ª Jornada 
 Complexo Desportivo de Leça do Balio, em Matosinhos. 
Arbitro: Pedro Pinto. 
LEÇA DO BALIO 1 ÁGUAS SANTAS 0 
Ao intervalo 1-0, Golo: Carlos Diogo (35). 

LEÇA DO BALIO. Miguel Mota; Carlitos, Cardoso, Soares e Miguel Cunha (Ivo, 11); Diogo, Soberano (Edu, 67), e Quaresma; Hugo, Rafa (Machado, 78) e Grade.Treinador: Mário Heitor. 

ÁGUAS SANTAS: Brito; Rui Costa, Moura, Ruizinho e Ricky (Cabral, 80); Nuno, Narciso e Fabiano, (Flávio, 58); Pinho, Fonseca (Aires, 46), e Pedrinho (Tozé, 80).Treinador: Milton Ribeiro. 

O Leça do Balio regressou às vitórias na nona jornada da 1º divisão da Associação de Futebol do Porto com uma boa exibição num jogo resolvido na primeira parte com um golo de Carlos Diogo. Nota positiva para a entrada da equipa da casa que entrou a pressionar e a mandar no jogo, frente a um Águas Santas motivado com a mudança de treinador e bem organizado no terreno. O técnico Baliense teve de mexer na equipa aos onze minutos por lesão do central Miguel Cunha, entrando Ivo para o seu lugar e passando Cardoso jogando a central que fez um excelente jogo cheio de garra e fibra, mostrando que é solução válida para Mário Heitor. Aos 35 minutos numa bela jogada coletiva Baliense Carlos Diogo com um remate fora de área fez o golo que viria a dar os três pontos à equipa da casa. O médio Carlos Diogo tem mantido um nível elevado nas suas exibições e teve nos seus pés o momento mais bonito da tarde. O Águas Santas ia atacando mas raramente incomodou o guardião Miguel Mota verdadeiramente no primeiro tempo. 

No segundo tempo, a equipa da casa geriu a vantagem, conseguindo criar um volume ofensivo superior do que na primeira parte com boas jogadas, mas esteve muito perdulária no capítulo da finalização. Como o segundo golo da tranquilidade teimava em não entrar o Águas Santas ia acreditando que era possível empatar a partida e foi se aproximando da baliza Baliense e criou perigo, mas valeu Miguel Mota com duas grande defesas a garantir o nulo na sua baliza. Terminou a partida com uma vitória justa da equipa comandado por Mário Heitor que só pecou por escassa com tantas oportunidades de golo criadas. 

Nota positiva para a turma que viajou da Maia que deu uma excelente réplica à equipa Baliense e mostrou argumentos para subir na tabela classificativa. O Leça do Balio após esta jornada ocupa o quarto lugar da tabela classificativa com 17 pontos.

PERAFITA, DEPOIS DA TEMPESTADE VEIO A ABONANÇA


Divisão d´elite pro nacional A F porto Jornada 13 
Estádio do Futebol Clube de Perafita – em Perafita – Matosinhos 
Árbitro, João Santos 
Cartão Vermelho a André (85)

PERAFITA 1 VALONGUENSE 
0 Ao intervalo, 1-0, Marcador Paulinho (40) 

PERAFITA: Artur, João Pedro, Ricardo, Armando e Magalhães; Castro, Toninho e Tinaia, Sérgio (Gonçalo 91), Paulinho e Lutchindo (Ricardinho 76). Treinador Manuel Matias. 

VALONGUENSE: Menezes, Roberto, Moreira, André, Vital (Monteiro 67), Brhima, Vítor (Miguel 46), André Moreira (Leandro 56), Ricardo, Igor e Pedro ( Paiva 67). 

Treinador Mário Barros Perafita vence e sobe na tabela classificativa. Depois de navegar em águas muito agitadas, a turma do comandante Manuel Matias, tem dado uma resposta muito positiva nos últimos jogos, depois da vitória forasteira obtida na jornada anterior, em que teve como destaque o aniversariante Tinaia, autor de um bonito golo. 

Esta jornada os perafitenses voltam a sorrir com um golo (único) obtido por Paulinho, ele que tinha dado mostras de algum descontentamento, tendo mesmo anunciado que o seu ciclo de emblema do Perafita ao peito tinha terminado…recuou na decisão e em boa hora o fez, regressando ao terreno de jogo e com um golo obtido selou mais três pontos para o conjunto de António Santana 

 A titulo de curiosidade, a turma forasteira, apresentou pela primeira vez, o reforço Ricardo, ex Padroense e Valadares, ele que esteve muito perto de ser reforço perafitense esta época.

PADROENSE ESTREIA HUMBERTO E VENCE OS MINEIROS COM TRANQUILIDADE


Divisão d´Elite Pro nacional AF Porto Jornada 13
 Estádio do Padroense FC No Padrão Da Légua- Matosinhos 
Árbitro Pedro Barbosa 
Cartão Vermelho a Paulo Oliveira (95) 

PADROENSE 2 S. PEDRO DA COVA 0 
Ao intervalo 0-0 Marcadores Paulinho II (70), Rui Carvalho (72) 

PADROENSE FC: Humberto, Simão, Porto, Bruno Gomes e Nélson; Jorge (Paulinho II 54), Paulinho I, Rui Carvalho, Diego Sousa, Quim (Miranda 54) e Nogueira (Chico 81), Treinador Ricardo Silva. 

S P DA COVA: Maia, Ruizinho (Diogo 78) Carlão, Bruno (Hugo 78), Coentrão (Reus 78), Veiga, David (Alex 57), Pedrinho, Paulo Oliveira, Paulinho e Marcos. Treinador Manuel Jorge. 

Num encontro que serviu de estreia do guarda redes Humberto com a camisola do Padroense e do avançado Nogueira ex FC Pedras Rubras, encontro esse de grande importância para as contas da manutenção. Os matosinhenses em dois minutos resolveram a questão a seu favor. Paulinho II que saltara do banco no decorrer do segundo tempo fez o primeiro de cabeça, dando o mote para dois minutos depois, Rui Carvalho que se cotou como o melhor em campo, fazer o segundo. 

Os mineiros bem tentaram amenizar os estragos provocados pelos matosinhenses, e quase reduziam o placard, mas Porto em cima da linha evitou o golo forasteiro, dando tranquilidade à equipa para o que restava para o fim do encontro.

LEIXÕES MARCA O PASSO NA SERRA


Segunda Liga 17ª Jornada 
Estádio José Santos Pinto. 
Árbitro: Luís Ferreira (Braga). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo a João Pedro (28'), Tiago Moreira (61'), Mendes (83') e Erivelto (83'). 

SP DA COVILHÃ 3 LEIXÕES 0 
Ao intervalo: 0-0.Marcadores:1-0 - Erivelto, 46 minutos.2-0 - Zé Tiago, 68 minutos.3-0 - Bilel, 81 minutos. 

Sporting da Covilhã: Taborda, Tiago Moreira, Diogo Coelho, Edgar, Joel, Xeka, Djikiné, Carlos Manuel (Zé Tiago, 65'), Traquina, Kizito (Bilel, 76'), Erivelto (Elenilson, 85').Treinador: Francisco Chaló. 

Leixões: Chastre, Gonçalo Graça (Pedras, 70'), Pedro Pinto, Zé Pedro (Alemão, 60'), João Pedro, Orlando, João Novais, Moedas (Cadinha, 46'), Mendes, Preciado, Valente.Treinador: Horácio Gonçalves. 

A malapata nos jogos fora de Matosinhos continua e, o Leixões voltou a perder. 

Na Covilhã, o conjunto leixonense viu-se a jogar na primeira metade contra o vento forte que se fazia sentir naquela cidade e as melhores oportunidades foram da equipa da casa. As duas únicas oportunidades do conjunto de Horácio Gonçalves surgiram por Moedas (24’) e pelo capitão João Novais (34’). O Covilhã ainda colocou a bola dentro da baliza de Chastre mas o lance de Kizito foi antecedido por uma falta sobre um dos homens de Matosinhos. 

 Com o nulo a permanecer até ao tempo de descanso, na segunda metade o Covilhã começou a construir o resultado logo no primeiro minuto. Erivelto, de livre, colocou os serranos em vantagem e a resposta leixonense surgiu aos 56’ por Preciado. Onze minutos depois (67’), o Leixões teve a sua melhor oportunidade com João Novais a enviar a bola à barra da baliza de Taborda e Valente, na recarga, a enviar a bola para lá da linha de fundo. Um minuto depois, em contra-ataque, João Trigo viria a ampliar a vantagem para 2-0 para os homens da casa. Na resposta o Leixões obrigou Taborda a aplicar-se por duas vezes: primeiro a remate de Mendes após um canto de Cadinha (69’) e depois na sequência de um cabeceamento de Orlando (72’). A perder o Leixões não desistiu mas nunca viria a conseguir reduzir a desvantagem. Vilela, aos 83’, viria mesmo a fechar o resultado em 3-0 a favor da equipa da Covilhã num lance que se inicia com um lançamento na linha lateral. 

 Com este resultado o Leixões amplia o número de jogos sem vencer fora de Matosinhos (última vitória foi em fevereiro na Trofa) e já na quarta-feira (3 de dezembro), pelas 15h00, joga no Estádio do Mar diante do FC Porto B.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

ALBINO GUERRA ESTA DE REGRESSO AO SCS HORA AGORA COMO TREINADOR PRINCIPAL

Albino Guerra treinador que se encontrava livre e disponível para liderar um projecto ao nível sénior, aceitou o convite de Vasco de Carvalho presidente senhorenses, para substituir o treinador Nuno Gonçalves no comando técnico da turma da Senhora da Hora. 

Trata-se de um regresso ao clube senhorenses, depois de no Senhora da Hora, ter sido adjunto de Joca a quando da subida à Divisão de Honra. 

Albino Guerra, com técnico principal treinou o Nespereira, Os Lusitanos de Santa Cruz, e como adjunto de Joca, para alem do Senhora da Hora, esteve também na UD Lavrense e FC Perafita , teve também uma passagem pelo Custóias de Mário Rui exercendo o cargo de treinador de guarda redes. 

Albino Guerra será apresentado ao plantel com quem vai trabalhar e de imediato exercerá funções, no treino agendado para esta noite quando forem 20:30

FUTEBOL FEMININO RESULTADOS



Sub 19 Futebol Feminino 

Em terras Maiatas, as meninas do Srª da Hora, confirmaram o seu bom momento actual ao golear por 7 bolas a 0 a formação do Gondim-Maia, obtendo o resultado mais expressivo da jornada e subindo na classificação geral para o 6º lugar. 
D. Leça do Balio e Dragon Force não foram alem de um empate a 1 bola, resultado que serve mais a formação de Leça do Balio do que ao Dragon Force que com este empate começa a atrasar-se dos lugares cimeiros. 
Águas Santas e Hernâni Gonçalves proporcionaram o jogo grande da semana, joga de candidatas ao titulo, mas com a vitória por 3 a 2 em terreno Maiato, o Hernâni Gonçalves conseguem manter a liderança em parceria com o Boavista. 
FC. Valadares Gaia não teve dificuldade em derrotar o Boavista C por 6 a 1 em sua casa, enquanto a equipa B do Boavista foi a Candal derrotar a equipa local por 3 a 1.
O comandante da prova Boavista deslocou-se até Pedroso e derrotou o Pedroso FC por 5 a 1. Dragon Force B teve direito a folga. 

Manuel Sá

LEÇA DO BALIO SAI VERGADO A UMA PESADA DERROTA EM ARCOZELO


1ª Divisão Associação de Futebol do Porto, jornada 8. 
Local: Complexo Desportivo de Arcozelo. 
Arbitro: Hélder Casanova. 
ARCOZELO 4 LEÇA DO BALIO 1 
 Ao intervalo: 1-1. Golos: Grade (9), Moreira (42), Bruno (50 e 63, gp) e Fábio (85). Vermelhos: António (5), Didi (38) e João Pinto (63). 

ARCOZELO: Moita; Ricardo, António, Marques e Fábio; Hélder (Pedrinho, 89), Bruno e Didi; Valter, Guga (Guil, 39) e Moreira (João Reis, 84).Treinador: Allen. 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; João Pinto, Pedro Cardigos, Miguel Cunha e Soares (Quaresma, 57); Soberano, Grade e Rafa (Cardoso, 67); Álvaro (Ivo, 57) Carlos Diogo e Hugo.Treinador: Mário Heitor. 

A formação do Leça Do Balio sofreu uma pesada derrota nesta jornada que não está de acordo com o seu valor enquanto equipa. Entrou muito bem no jogo a equipa comandado por Mário Heitor jogando um bom futebol, de pé para pé e em toda a largura do campo chegando ao último reduto do Arcozelo com facilidade. Logo aos cinco minutos Grade isola-se e é derrubado pelo central da equipa gaiense, bem expulso pelo arbitro da partida que mais tarde se veio a transformar na figura da tarde. Aos nove minutos naturalmente Grade faz o golo Baliense numa excelente execução. A equipa Matosinhense continuou a jogar bom futebol e dominando completamente o jogo até ao minuto 38 da partida em que o rumo dos acontecimentos mudaram completamente. O jogador Didi do Arcozelo é expulso pelo arbitro da partida, Hélder Casanova, após uma troca de insultos de ambas as partes! Após este lance a equipa aurinegra relaxou em demasia pelo fato de estar com mais dois elementos no terreno de jogo, e os visitantes não baixaram os braços. Aos 42 minutos Moreira, avançado do Arcozelo domina a bola ainda no seu meio campo e consegue em velocidade passar por toda a defensiva Baliense, muito lenta e sem agressividade, e isola-se e só com Miguel Mota pela frente faz o empate para delírio dos adeptos locais.

 No segundo tempo o Arcozelo entra praticamente a marcar o segundo golo, após mais uma vez muita passividade da equipa aurinegra, que numa jogada que podia estar perfeitamente controlada foram obrigados a fazer uma falta à entrada da sua área. Na cobrança do livre Bruno, jogador gaiense, faz um golo fenomenal para guardar na sua lista de recordações não dando hipótese de defesa a Miguel Mota. No lance seguinte na sequência de um pontapé de canto Soberano marca um golo limpo anulado pelo arbitro da partida, que considerou mão do jogador aurinegro quando na realidade a bola bateu lhe no nariz e não na mão. A equipa do Leça do Balio ia atacando na procuro do empate na partida mas sempre sem grandes ideias com um meio campo uns furos abaixo do normal no que tem sido habitual. Quando os atletas aurinegros perdiam a posse de bola não reagiam da melhor forma na sua recuperação, apresentando muita passividade e pouca garra o que dava espaço à equipa gaiense para ter bola mesmo com menos dois elementos. Aos 63 minutos mais um caso de muito azar para a equipa de Matosinhos com o lateral direito João Pinto expulso e penalti muito mal assinalado o que deu o terceiro golo à equipa do Arcozelo e praticamente arrumou com o jogo. O técnico Mário Heitor mexeu na equipa em busca de uma recuperação mas a sua formação esteve numa tarde negativa e nem a superioridade numérica foi suficiente para um resultado positivo. O quarto golo do Arcozelo chegou já no final da partida em que a equipa gaiense com muito valor e uma grande atitude no jogo, aproveitou o total desgaste pelo resultado da equipa Baliense. A equipa de Mário Heitor pagou muito caro o relaxamento e a falta de atitude de alguns elementos do seu conjunto que apostaram na individualidade e não no coletivo como o habitual, após as duas expulsões da equipa adversária que fez desse argumento a sua motivação para ganhar o jogo.

 Arbitragem muito pobre do juiz da partida que foi a figura pela negativa, onde no primeiro tempo prejudicou o Arcozelo e no segundo tempo o Leça do Balio, certamente para equilibrar as contas. Após esta jornada o Desportivo Leça do Balio ocupa o quinto lugar da tabela classificativa com 14 pontos.

domingo, 23 de novembro de 2014

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA TANTO BATE QUE ÀS VEZES NÃO FURA


LEIXÕES DOMINOU OS LEÕES MAS NÃO CONSEGUIU A VITÓRIA 
Segunda Liga Portuguesa 2014/2015 | Campeonato | Jornada 14 
Estádio do Mar em Matosinhos 
Árbitro: Iancu Vasilica (Vila Real). 
LEIXÕES SC 0 vs SPORTING CP (B) 0 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Gelson (54), Mica (60 e 90+3) e Orlando (67). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Mica (90+3). 

Leixões: Chastre, Gonçalo Graça, Pedro Pinto, Zé Pedro, João Pedro, Novais (Rui Cardoso, 82), Orlando, Moedas (Cadinha, 64), Mendes (Alemão, 75), Valente e Preciado. Treinador: Horácio Gonçalves. 

Sporting B: Luís Ribeiro, Mauro Riquicho, Tobias Figueiredo, Sambinha, Mica, Fokobo, Iuri Medeiros, Wallyson, Drame (Francisco Gerardes, 75), Enoh (Salim Cissé, 80) e Gelson (Hadi Sacko, 58). Treinador: João de Deus. 

 A equipa sénior de futebol empatou na tarde de domingo, no Estádio do Mar, com o Sporting B em jogo que serviu para acertar calendário na Segunda LIGA. Sem qualquer golo, o resultado final não saiu do 0-0 com que começou a partida mas foram do conjunto leixonense as melhores oportunidades. Oportunidades para marcar não faltaram e mesmo estando praticamente todo o jogo por cima da partida com Preciado, Valente, Mendes e Hugo Guedes a terem nos pés as oportunidades do encontro. 
Nos descontos os sportinguistas viram-se reduzidos a 10 unidades por expulsão, por acumulação de cartões amarelos, de Mica. 

Os jogos voltam ao Mar apenas no próximo dia 3 de dezembro com receção ao FC Porto B sendo que antes, no próximo dia 30 de novembro, o Leixões visita a Covilhã.

SENHORA DA HORA VOLTA A PERDER E TREINADOR PEDE DEMISSÃO


Complexo Desportivo do SCS Senhora da Hora
AF Porto 1ª Divisão Série 1 2014/15 | Campeonato | Jornada 8

S C SENHORA DA HORA 1 LEVERENSE 5

Fantasma das derrotas pesa sobre o Srª da Hora, mais uma vez a equipa do Srª da Hora entra forte e consegue inaugurar o marcador, dando ilusão a um bom jogo, contudo o equipa do Leverense que soube aguardar e aproveitar os erros do seu adversário em 5 minutos acabou por marcar 2 golos e se o jogo começava a ficar complicado para o Srª Hora, ainda mais ficou com a marcação de uma grande penalidade a favor do Leverense, ( penalti muito rigoroso, um remate á queima roupa inevitável para o defesa e mesmo assim a duvida fica no ar, se a bola foi á mão ou no peito ) com o resultado em 1 x 3 chegou-se ao intervalo. 

2ª parte, diversas alterações por parte do Srª da Hora na tentativa de melhor o seu jogo, mas foi a equipa de Lever a controlar o jogo, dando o meio campo ao seu adversário e em rápidos contra ataques acabou por marcar mais 2 golos. Vitória justa mas muito exagerado no resultado final. 

Depois de mais esta derrota, e da sequência de resultados negativos o treinador Nuno Gonçalves pede a demissão que foi aceite pelo presidente Vasco de Carvalho

RESULTADOS FUTEBOL DE MATOSINHOS


Jogos futebol sénior de Matosinhos
DIA 23 DE NOVEMBRO 2014

 Segunda Liga Portuguesa 2014/2015 | Campeonato | Jornada 14
 LEIXÕES SC 0  vs SPORTING CP (B) 0

AF Porto Divisão de Elite - Pro-nacional 2014/15 | Campeonato | Jornada 12
ALIADOS LORDELO 1 vs FC PERAFITA 2
LEÇA FC 2 vs VILA MEÃ 2
VARZIM SC (B) 3 vs PADROENSE FC 1

 AF Porto 1ª Divisão Série 1 2014/15 | Campeonato | Jornada 8
OS LUSITANOS 2 vs PEDROSO 1
SENHORA DA HORA 1 vs LEVERENSE 5
ARCOZELO 4 vs D LEÇA DO BALIO 1

 AF Porto Taça Brali Grupo Honra 2014/15
Grupo 1
FC FOZ 4 vs CUSTÓIAS 1
SANDINENSE 3 vs FC INFESTA 2
Grupo 2
LAVRENSE 2vs NOGUEIRENSE 1

sábado, 22 de novembro de 2014

PEDRO GOMES AVANÇADO RESCINDIU COM O PADROENSE

Pedro Castro Nogueira Gomes, avançado destro, de 24 anos, formado nos escalões de formação da AD Sanjoanense, conheceu clubes como: Avintes, Cinfães, Leça, Gulpilhares entre outros… 

Pedro Gomes avançado que já vestiu a camisola leceira, rescindiu amigavelmente na passada 3ª feira o contrato que o liga ao Padroense FC 

O jogador encontra-se por isso mesmo com total disponibilidade para vestir nova camisola abraçar novo projecto…contacto 910298181

BAIXA DE VULTO NO UNIVERSO PERAFITENSE

O Capitão bateu com a porta 
Paulo Jorge Rodrigues Oliveira, 35 anos natural de Matosinhos. Desde a época 2005/2006 (10 épocas) Paulinho vestiu a camisola azul e branca do FC Perafita. 

Vários treinadores, vários companheiros, vários títulos partilhados em comum com todos eles, ficam para trás, num percurso simplesmente notável. 

PAULINHO fecha ciclo de 10 anos ao serviço do clube presidido por António Santana Como o próprio faz questão de anunciar na sua página Facebook) “A minha era no Perafita vai chegar o fim quero estar em paz e continuar a fazer o que mais gosto que é jogar futebol, mais tarde agradeço as pessoas...”

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

FUTEBOL DE SALTO ALTO


Futebol Feminino sub 19 AFPorto

 Após a 5ª jornada verifica-se que o trio da frente continuam firmes e a somar vitórias, Hernâni Gonçalves venceu por 1 bola a 0 a formação de Leça do Balio, enquanto o Boavista FC mostrou ser uma vez mais, serio candidato á conquista do título ao golear a jovem formação de Canelas por 8 a 0. 

Descolando-se da frente da classificação mas simplesmente pelo facto de folgar, está Águas Santas, que para a semana irá defrontar o Hernani Gonçalves, aquele que será o jogo da semana. 

 Em recuperação e com a moral em alto está o Srª da Hora que venceu o FC Pedroso por 2 bolas a 1 e subiu na classificação geral. 
 Dragon Force, em forma de aviso ás primeiras classificadas que está presente na corrida ao titulo, goleou o Gondim-Maia por um expressivo 16 a 0, Boavista C é derrotado em casa pelo Dragon Force B por 7 a 2 enquanto o Valadares Gaia vence o Boavista B por 3 a 0.

Manuel Sá

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

REMONTADA BALIENSE COM CLASSE E MUITO CORAÇÃO

Complexo Desportivo de Leça do Balio 
Jornada 7, 1º Divisão Associação de Futebol Do Porto. 
Arbitro: Armando Mendes. 

LEÇA DO BALIO 3 CANELAS 2
Ao intervalo: 0-2. Golos: Macaco (25), Fábio (30), Hugo (55 e 75), Diogo (60). Vermelhos: Isac (20) e Carlitos (88).

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; Carlitos, João Pinto, Miguel Cunha e Hugo Soares; Soberano, Diogo e Álvaro (João Machado, 80); Grade (Cardoso, 75), Hugo e Rafa (Ivo, 20). Treinador: Mário Heitor. 

CANELAS 2010: Paulo; Fábio, Isac, Fernando e Ferreira; Pereira, Aranha (Marcio, 65) e Cristiano; João, Macaco e Barbosa (Rola, 70). Treinador: Nuno Sousa. 

A formação Baliense recebeu e venceu o Canelas 2010 por três dois, na sétima jornada, numa reviravolta fantástica no marcador depois de estar a perder por dois zero ao intervalo. O Desportivo de Leça do Balio entrou determinado na partida, jogando um bom futebol numa partida que já se sabia que ia ser bastante difícil para o conjunto de Matosinhos devido à agressividade da equipa adversária dentro das quatro linhas, quando as equipas estavam separadas na tabela classificativa por apenas dois pontos. Nos primeiros vinte minutos a equipa de Mário Heitor criou oportunidades para marcar mas não conseguiu descobrir o caminho para o golo. Aos vinte minutos o defesa esquerdo do Canelas 2010 é bem expulso pelo arbitro da partida depois de ter pontapeado o jovem Rafa que teve mesmo que sair do jogo mal tratado. Neste lance gerou-se uma confusão dentro do campo, com jogadores do Canelas 2010 a causaram o pânico com agressões a jogadores da equipa da casa e ameaças ao arbitro com total passividade do juiz da partida. Após esta confusão a equipa de Matosinhos desconcentrou-se e o os visitantes fizeram dois golos de bola parada num espaço de cinco minutos, chegando ao intervalo em vantagem. 

No segundo tempo o técnico Mário Heitor mudou a estratégia da equipa e os jogadores Balienses foram uns autênticos heróis, com uma garra e uma determinação notável e mesmo em sofrimento perante a atitude do adversário e a passividade do arbitro conseguiram tomar conta do jogo. Colocando em prática o seu futebol de bola no pé, ataque planeado e pressão a toda a largura do terreno, aproveitando a velocidade de Grade, Hugo e Ivo no ataque foram instalando a "tremideira" na defensiva do Canelas. Aos 55 minutos na sequência de um pontapé de canto Hugo com a pontaria certeira marcou o primeiro golo da equipa Baliense. Passados cinco minutos, após mais um pontapé de canto o guarda redes visitante afasta da bola da sua área, que sobrou para Carlos Diogo que com classe bateu forte e colocado para o fundo da baliza dos visitantes fazendo o empate na partida. Depois de empatar a partida os aurinegros não tiraram o pé do acelerador em busca dos três pontos e numa jogada bonita de ataque, Álvaro com muita classe faz um passe fantástico para o avançado Hugo que isolado fez o golo da vitória. Muito mérito para este jovem avançado contratado ao Pedrouços, que tem estado em destaque na equipa liderada por Mário Heitor, que fez neste jogo o seu oitavo golo da temporada. Quando o Leça do Balio já estava em vantagem no marcador o arbitro da partida marcou um penalti escandaloso causando a revolta da equipa da casa e dos adeptos. Mas Miguel Mota fez justiça, o experiente guardião Baliense, que tem sido um pilar na equipa de Mário Heitor tal como na temporada passada, defendeu o penalti convertido pelo avançado do Canelas 2010 e tornou-se decisivo na partida, segurando os merecidos três pontos para delírio dos adeptos da casa. Até ao final da partida o Canelas ia lançado desesperadamente bolas para a área da equipa da casa, onde os centrais Hugo Soares e Miguel Cunha iam impondo a sua qualidade para resolver os lances mais complicados. 

 Chegou o final do encontro com uma vitória fantástica e merecida do Desportivo de Leça do Balio que após esta jornada está no quarto lugar da tabela classificativa com 14 pontos.

domingo, 16 de novembro de 2014

O QUE DE BOM SE FAZ...COM ORIGEM EM MATOSINHOS

Jorge Marinho e António Gaiteiro, tem tido sucesso fora do futebol de Matosinhos JOCA e GAITEIRO, respectivamente treinadores e responsáveis máximos na orientação técnica das equipas Pedrouços AC e AR São Martinho, tem feito um percurso simplesmente notável à frente do comando das suas equipas. Tendo para isso, muito contribuindo os seus adjuntos, Pedro Silva (Pedrouços AC) e Manuel Marques e Manuel Pinhal (AR São Martinho)
   
Mister Joca, é líder ao fim de 9 jornadas na Divisão de Honra, com 19 pontos fruto de 5 vitórias e 4 empates, não conhecendo o sabor da derrota…tem 15 golos marcados e apenas 6 golos sofridos.  
Mister Gaiteiro, na Divisão d´Elite, é terceiro com os mesmos pontos (25) do segundo a apenas um do primeiro. O secore de Gaiterio é bem favorável também pois conseguiu em 11 jornadas disputadas alcançar 8 triunfos, e 1 empate, apenas por duas vezes saiu sem qualquer ponto conquistado tendo obtido 16 golos marcados e 9 sofridos.

 Em suma dois excelentes trabalhos fora de portas, nas principais divisões da AF Porto, elevando bem alto o nome dos agentes desportivos naturais de Matosinhos.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC