RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 13 de março de 2011

PERAFITA TRAIDO PELA EFICÁCIA DO SERZEDO

Local: Complexo Desportivo da Rainha, Serzedo - Gaia

Árbitro: Daniel Santos.

A EQUIPA DO PERAFITA DOMINOU TODO O JOGO

A equipa do Perafita, deu um passo atrás, no tão almejado objetivo da subida.
No duelo azul, levou a melhor a equipa do Serzedo, que fez da eficácia a sua arma.



O jogo inicia-se com uma toada de equilibriu e nos primeiros 15 minutos as oportunidades de golo foram repartidas, primeiro para o Serzedo aos 10 minutos, por Ricardinho que na cara de Artur, permite a este uma grande parada, depois para o Perafita, Nandinho marca um livre na direita e Hélder Maia, cabeceia com manda as regras e Clemente, Guarda-redes da casa, nega o golo ao perafitense. A partir deste momento a equipa de Matosinhos, consegue anular as pedras influentes na manobra ofensiva da equipa da casa ( Ricardinho e Bruninho) e parte para uma exibição portentosa, como já não se via, há muito nos jogos fora de casa, com uma qualidade de posse muito boa, a equipa de Matosinhos ia conseguindo desequilíbrios na defensiva do Serzedo criando várias ocasiões de golo para abrir o activo no campo da Rainha, primeiro por Paulinho de livre directo, Clemente responde bem sacudindo a bola para canto, depois Nandinho, isolado, coloca a bola por cima do guarda-redes, aparecendo um defensor, já quase em cima da linha de golo a evitar o mesmo, a equipa do Perafita, manda no jogo, e a toda largura do terreno, cria grandes dificuldades à equipa da casa, chegando o jogo ao intervalo com um nulo muito lisonjeiro para os da casa.



Na segunda parte e quando ainda nada o fazia prever, aos 50 minutos, Ricardinho ( um diabo à solta), marca para o Serzedo, concluindo ao segundo poste um cruzamento do lado direito em que a defensiva perafitense não consegue interceptar. Apanhado na condição de vencedor, a equipa do Serzedo, baixa as suas linhas, e dá o domínio de jogo à equipa do Perafita, jogando em contra-ataque, fruto do golo conseguido no reatamento do jogo. A equipa do Perafita, não se fez rogada e foi à procura do golo que lhe permitisse empatar a contenda, dominando em toda a linha a equipa do Perafita, não foi capaz de abrir a bem posicionada defensiva do Serzedo, ora pela excelente exibição do seu guarda-redes, ora pela ineficácia das linhas mais avançadas da equipa do Perafita. De referir que os quatro minutos de jogo concedidos pelo árbitro como descontos, praticamente não se jogou futebol, interrompido constantemente por não haver bola, e por existir bolas a mais. Em suma resultado de 1-0 que permeia a eficácia da equipa do Serzedo, duas oportunidades um golo, e penaliza os perafitenses, que realizaram principalmente na primeira parte do jogo, uma excelente exibição, que justificava outro resultado. Arbitragem, regular.



PERAFITA: Artur, Tiago Silva ( Gandarela ), Hélder Maia, Trajano e Serrão ( Ivo); Carinhas ( Jorginho ), Tinaia, Paulinho, Nandinho, Peixe e Fábio.
Treinador Paulo Gentil.
Próxima jornada a equipa do Perafita recebe a equipa do F.C. Foz

INFESTA DESPACHA S. PEDRO DA COVA COM 2 GOLOS SEM RESPOSTA


Numa tarde com muita chuva e muito frio, fez-se o possível para que a inauguração do Parque de Jogos Manuel Ramos, corresse nas melhores condições. Varias entidades estiveram presentes, desde o Presidente da Câmara de Matosinhos, Dr. Guilherme Pinto, o vereador do Desporto, Dr. Guilherme Aguiar e a deputada da Assembleia da Republica, Luísa Salgueiro, assim como o Presidente da Junta de Freguesia de S.Mamede de Infesta, Sr. Moutinho Mendes.

O Infesta regressou às vitorias esta tarde ao vencer por 2-0 os "mineiros" de S. Pedro da Cova. O treinador José Manuel Ribeiro, fez regressar ao onze o capitão Vitinha que cumpriu jogo de castigo na passada semana com o Pedrouços e apostou em Galego para lateral esquerdo em vez de Coutinho. Sendo assim fez alinhar Miguel, Tiago Dias, Rui Jorge, Vilas Boas, Galego (Coutinho, 78'), Cláudio, Vitinha I, Vitinha II (Armando, 87'), Serge (Rui Franco, 76'), Paulinho e Pedro Nuno.
A equipa do São Pedro da Cova, foi a primeira a criar perigo quando no primeiro minuto, um jogador aparece pela esquerda, valendo Tiago Dias a cortar para canto. Mas o Infesta respondeu bem e aos 3 minutos, canto da direita de Vitinha I, onde aparece Rui Jorge nas alturas a atirar de cabeça ao lado. O jogo passou-se a jogar mais a meio campo, aparecendo oportunidades de parte a parte, mas aos 20 minutos, num livre batido por Vitinha I, a bola embate contra um jogador forasteiro, tendo depois Paulinho rematado novamente contra um defensor mineiro e noutra recarga, Paulinho novamente atira pouco ao lado.O Infesta dispôs de duas oportunidades consecutivas e Vitinha II, a passe de Pedro Nuno, rematou cruzado para defesa do guarda-redes forasteiro. Logo de seguida, Vitinha II, atrasou para Vitinha que atirou à barra. O São Pedro da Cova de tentou bisar a baliza de Miguel. Num livre marcado pela direita, Dialló aparece ao segundo poste, cabeceando para o centro, mas a defesa do Infesta aliviou muito bem a bola. Aos 43', canto ao primeiro poste de Vitinha I, que Pedro Nuno com o pé, não conseguiu desviar, minutos depois, Paulinho aparece pela direita e tenta o cruzamento para Pedro Nuno, mas o guarda-redes defendeu para canto.A primeira parte termina com um nulo no marcador com o Infesta a ser castigado pela ineficácia no ataque.


A segunda parte foi bem diferente. O Infesta entrou determinado em marcar o golo e o mesmo aconteceu aos 51 minutos por Paulinho, que apareceu isolado perante o guardião forasteiro, não dando hipóteses de defesa. Estava inaugurado o marcador. Aos 53 minutos, nova oportunidade para o Infesta, canto de Vitinha I, e Pedro Nuno a cabecear por cima da baliza. O Infesta fazia o suficiente para estar a vencer e aos 70 minutos, Vitinha II em jogada individual pela direita, desenvencilhou-se de dois adversários e quando todos esperavam o cruzamento para o centro da área, fez um magnifico chapéu ao guardião do São Pedro da Cova, aumentando a vantagem para 2-0. Poucos minutos depois Arturinho de livre, atirou ao lado da baliza de Miguel. A cinco minutos do final, Pedro Nuno não conseguiu aproveitar da melhor forma, um mau atraso do guardião, atirando ao lado da baliza.A vitoria do Infesta é justa, principalmente pela boa segunda parte realizada. O arbitro do encontro, esteve em evidencia ao mostrar demasiados cartões amarelos aos jogadores de ambas as equipas, sem que tal se justificasse.

Nos restantes jogos da jornada, todos os seguidores do Infesta (Grijó, Nogueirense e Pedras Rubras) venceram à excepção do Lixa que empatou a zero em Avintes.
Na próxima jornada, o Infesta desloca-se ao terreno do Lixa.
http://fc-infesta.blogspot.com/

ÁRBITRO PREJUDICOU O CUSTÓIAS

Local: Estádio Municipal Pedras Rubras, Moreira – Maia

Árbitro: Daniel Santos.

EQUIPA DO CUSTÓIAS FOI SEMPRE MELHOR

A equipa do Custóias foi até Pedras Rubras realizar uma excelente exibição, pertencendo-lhe as melhores oportunidades de golo e o domínio sobre o jogo.
A equipa do Pedras Rubras entrou na melhor na partida, a jogar em casa pressionou os custóienses logo no inicio, com uma forte pressão que durou cerca de 10 minutos, sem com tudo fazer mossa na defensiva custóiense, que esteve a altura, a equipa de Matosinhos, consegue sacudir a pressão inicial e aos poucos começa a mandar no jogo, e chega ao golo, mal anulado pelo Sr. Daniel Santos, que marcou fora de jogo, quando a bola é proveniente de um adversário, sinal do que estava para acontecer, mais à frente no desenrolar da partida. A equipa do Custóias, motivada pelas três vitórias consecutivas, mandou e comandou o jogo até ao fim da 1ª parte, com um resultado de 0-0, lisonjeiro para a equipa do Pedras Rubras.



No regresso das cabines o cariz da partida, não se alterou, e a equipa de Matosinhos, abre o activo muito naturalmente, tal era a superioridade custóiense, por Félix aos 55 minutos. A partir deste momento, o que se temia ( sinal dado na 1ª parte) aconteceu, o Sr. Daniel Santos, chama a si o protagonismo do encontro e começa a distribuir cartões amarelos, atrás de cartões amarelos à equipa custóiense, inibindo os seus jogadores de disputar os lances em condições de igualdade com o seu opositor, mas o pior estava para vir, quando uma bola que saiu claramente do retângulo de jogo, deu em golo da igualdade para a equipa da Casa, aos 72 minutos. Para três minutos depois, a sequência de tantos amarelos (9) para a equipa do Custóias, o árbitro, expulsa Bruno Mendes, iam decorridos 75 minutos, mesmo reduzido numericamente, pertenceu á equipa de Matosinhos a oportunidade de avançar no marcador, quando João Paulo, isolado remata ao lado, na resposta o Pedras Rubras chega ao golo que lhe daria os três pontos aos 83 minutos. já em período de descontos a equipa do Custóias, desperdiça uma excelente ocasião de igualar a partida, por Cerejo, a um metro da baliza. Resultado final 2-1.

Será que o Custóias F. C. começa a incomodar aqueles que já o davam como moribundo?...

Mário Rui Ferreira treinador do Custóias.
“ A minha equipa fez um grande jogo, os jogadores estão de parabéns,tudo fizemos para sairmos com a vitória e consequentemente os três pontos, mas não nos deixaram “. Disse o técnico com algum amargo de boca.

CUSTÓIAS: Menezes, Bruno Pacheco ( Carlos), Bruno Cruz ,Tino, Magalhães, Bruno Mendes, Pacheco, Márcio, Penantes ( João Paulo), Félix ( Cerejo ) e Vasconcelos. Treinador Mário Rui Ferreira
Ao intervalo 0-0. Golo, Félix (55) Fernando (72) Bezu (83)

Próxima jornada a equipa do Custóias recebe o Salgueiros 08

Penafiel-Leixões, 1-4: ESTREIA AMARGA DE FRANCISCO CHALÓ


RUI PEDRO FOI O HOMEN DO JOGO

O Leixões manteve-se na corrida à subida de divisão, ao impor uma pesada derrota (4-1) ao anfitrião Penafiel, que acumulou falhas defensivas e prosseguiu uma desastrosa caminhada, este sábado, na 21.ª jornada da Liga Orangina. A formação de Matosinhos, comandada por Litos, passou a somar 30 pontos, menos seis do que o Trofense, que caiu para o segundo lugar, ao perder por 1-0 no reduto da Oliveirense, nova líder da tabela, com 38.
Rui Pedro aparecer para assumir a função de protagonista do dia, o leixonense precisou de apenas dois minutos para bisar: primeiro, aproveitou uma desatenção da defesa do Penafiel, que ficou a pedir fora-de-jogo, para rematar rasteiro e bater Márcio Ramos, depois, de novo isolado frente ao guarda-redes, fez um chapéu para assinar o segundo golo. Pedro Santos, em velocidade, ultrapassou a desnorteada defesa do Penafiel e apontou o terceiro, aos 26 minutos.

A segunda parte foi uma repetição dos primeiros 45 minutos, com o Leixões a massacrar o Penafiel e com Ruben a aproveitar novo disparate do quarteto defensivo local para tornar ainda mais expressiva a vantagem.

Os pupilos de Litos, seguros da vitória, limitaram-se, então, a controlar o jogo, sendo apenas surpreendidos por um insatisfeito Cascavel, que fez o golo de honra dos locais.

Jogo no Estádio Municipal 25 de Abril, em Penafiel

Penafiel - Leixões, 1-4

Marcadores: 0-1, Rui Pedro, 18 minutos; 0-2, Rui Pedro, 20; 0-3, Pedro Santos, 26; 0-4, Ruben, 56; 1-4, Cascavel, 86

Leixões: Fonseca, Jean Sony, Nuno Silva, Zarabi, Areias, Cauê, Tales, Pedro Santos (Ruben, 46), Livramento (Paulo Tavares, 53), Félix e Rui Pedro (Precheski, 70)

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pedro Santos(5’), Costa (34’), Hugo Soares (52’), Cascavel (61’) e Rui Pedro (69’)

Assistência: cerca de 1200 espectadores

Fonte Jornal Record.

RESULTADOS DESPORTIVOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

Resultados desportivos

PENAFIEL 1 LEIXÕES 4
PADROENSE 0 A. DE LORDELO 2
VILA MEÃ 0 LEÇA FC 0
INFESTA 2 S PEDRO DA COVA 0
PEDRAS RUBRAS 2 CUSTÓIAS 1
SERZEDO 1 PERAFITA 0
CASTELO DA MAIA 2 LAVRENSE 3
VALADARES 0 LEÇA DO BALIO 0
S.FÉLIX 3 SENHORA DA HORA 0
GIULHABREU 5 LUSITANOS 3

QUE TREMENDA INJUSTIÇA!


Local: Estádio do Padroense Futebol Clube, Padrão da Légua – Matosinhos

Árbitro: Jorge Rodrigues

O Padroense, recebeu no seu anfiteatro a equipa do Aliados de Lordelo (12º) e na zona de despromoção. Com transmissão televisiva, através da estação PORTO CANAL, com uma casa bem composta de público, tudo se conjugava para que Os Bravos de Matosinhos, mesmo à condição, se tornassem líderes da competição, facto que a consumar-se seria histórico para as hostes padroenses. Mas não! A Equipa do Aliados de Lordelo, não permitiu tal feito.

QUÉM NÃO MARCA SOFRE!

O jogo começa com a equipa de Matosinhos a comandar os cordelinhos do jogo, fazendo jus ao lugar que ocupa, com jogadas ofensivas bem delineadas, e com a posse que carateriza a equipa do Padroense, o perigo era uma constante junto à baliza de César, que protagonizou a melhor exibição de um guarda-redes, que já se viu nos últimos tempos, à passagem do minuto 10, César, já tinha negado o golo por duas vezes aos dianteiros da equipa da casa, e como quem não marca sofre! como diz o ditado, a equipa forasteira, marca na 1ª vez que desce com perigo à baliza de Marco, canto do lado direito, batido por André Rateira (ex LeçaFC) e Pedro Silva a encostar de cabeça, batendo Marco pela 1º vez, iam decorridos 15 minutos. A equipa do Padroense, não tremeu, e foi para cima do adversário, de uma forma constante, à procura da golo da igualdade, que poderia ter acontecido à passagem da meia hora de jogo, quando o Capitão, Sérgio (tarde de pouco acerto), permite uma grande defesa ao homem do jogo (César), na transformação de uma grande penalidade, na sequência do lance, Paulinho, magoa-se seriamente no nariz, tendo mesmo necessidade de ser assistido, fora das quatro linhas, o tempo avança e os Bravos de Matosinhos, não desistem em procurar o golo mais que merecido, mas o guardião forasteiro não dava tréguas, negando o golo a Marcão, o avançado responde bem a um cruzamento da esquerda executado por Mariano, mas César evita mais uma vez que a sua baliza fosse violada, até que ao minuto 46, o desespero dos adeptos locais, penalti indiscutível favorável ao Padroense, Sérgio, chamado a converter, e a cena repete-se, o guarda redes César, com uma grande defesa , evita o golo da equipa de Matosinhos. Ao intervalo, que tremenda injustiça para o Padroense com o resultado de 0-1.

Na etapa complementar, a equipa de Matosinhos regressa com a mesma disposição, aos 54 minutos entra Bruninho, para o lugar do capitão Sérgio, e o cariz do jogo não se alterou, domínio total do Padroense, ameaçando com muita frequência a baliza dos forasteiros, que por sua vez, respondiam em contra-ataque, sempre com o buliçoso André Rateira em destaque. Aos 58 minutos, Mário costa, executa um pontapé de bicicleta, a bola levava selo de golo, mas César, responde com mais uma grande intervenção, na resposta, André Rateira, quase marca o segundo dos forasteiros, numa jogada de contra-ataque. Augusto Mata, técnico da equipa matosinhense, faz sair Vila, amarelado, e fazendo entrar Armando, Paulinho sai também, resentindo-se da lesão sofrida no nariz, para o seu lugar entra Bosingwa, a equipa de Matosinhos, não para de procurar o golo que lhe fugia vezes sem conta, e já bem perto do final do jogo, ao minuto 87, André Rateira, faz o 0-2, acentuando ainda mais a injustiça no resultado, que permeou a equipa mais eficaz, pois em três oportunidades de golo, converteu duas. Resultado final 0-2


A equipa de Matosinhos, não mereceu tão duro castigo, teve uma excelente atitude e só por manifesta falta de sorte, não conseguiu levar de vencida a equipa do Aliados de Lordelo
A equipa forasteira, fez da eficácia a sua arma, bem suportada na excelente exibição do seu guarda-redes. HÁ DIAS ASSIM…e é por isso que o futebol é APAIXONANTE

PADROENSE: Marco, Paulinho ( Bosingwa ), Vila ( Armando ), Daniel, Miguel; André Simões, Mariano e Sérgio (cap) ( Bruninho); Mário costa, Marcão e Silva. Treinador: Augusto Mata.

Próxima jornada, tudo pode ser diferente, a equipa de Matosinhos, visita o líder Tondela.
FOTOS: Domingos Lobo

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC