RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

HUGO MONTEIRO É REFORÇO PARA O ATAQUE LEIXONENSE


O avançado Hugo Monteiro em definitivo no Leixões. 
O jogador, de 29 anos, quis trocar de clube para ter a oportunidade de jogar com mais regularidade, algo que não vinha a acontecer no Arouca. 

Apesar de o FC Arouca avançar no seu site que o jogador Hugo Monteiro será emprestado ao Leixões, o site oficial do clube de Matosinhos refere que o jogador chega a Matosinhos “depois de rescindir com o clube arouquense, onde passou as últimas cinco temporadas”. 

A confirmação do negócio já foi oficializada pela SAD onde refere que o jogador começará a treinar terça feira no Estádio do Mar sob as ordens do técnico Horácio Gonçalves.

PADROENSE SEM SORTE, SAI DERROTADO DA GANDRA

 
Divisão d´elite pro nacional AFP Jornada 20 
Complexo Desportivo cidade da Gandra- Paredes 
Árbitro João Pereira 
ALIANÇA DA GANDRA 2 PADROENSE 1 
Ao intervalo, 0-1 Marcadores Cuco (13) Manuel Luís (48 e 90+3) 
Cartão Vermelho Bruno Cunha (50) 

ALIANÇA DA GANDRA: Cláudio, Nelson, Nando, Marcelo, Ruizinho (Sá 85) Brito, Chavica (Cerqueira 79), Fábio (André 46) Manuel Luís, Pilhas e João Oliveira. Treinador Mário Rocha. 

PADROENSE: Humberto, Simão, Porto, Jorge (Paulinho II 80), Nogueira (China 80), Bruno Cunha, Nuno Gomes, Paulinho, Rui Carvalho (Quim 60) Tiago Carvalho e Cuco. Treinador Ricardo Silva 

Em dia de estreia de mais um Complexo Desportivo com um funcional e moderno tapete sintético, a equipa do Padroense só não estragou a festa aos locais por manifesta falta de sorte, de facto a turma do Padrão da Légua, foi mais equipa criou mais lances de perigo junto à baliza, mas não foi feliz… e quando o mal menor (empate) parecia consumado eis que Manuel Luís bafejado pela sorte dá os três pontos imerecidos ao conjunto local. 

 

Padroense chega a vantagem fruto do seu melhor futebol iam decorridos 13 minutos, CUCO foi o autor do golo, ainda no primeiro tempo, Nogueira atira com estrondo aos ferros da baliza anfitriã No inicio do segundo tempo o Aliança da Gandra empata o jogo(48m) a partir dos 50 minutos vermelho directo ao central Bruno Cunha e o Padroense fica reduzido a dez elementos, mesmo em inferioridade numérica o Padroense consegue estar por cima do jogo e cria as melhores chances para marcar, mas em cima do minuto 90+3 os homens da casa fazem o golo que lhes dá os três pontos. Isto chama-se futebol e é por isso que se trata de um desporto apaixonante

BALIENSES COM RAZÃO DE QUEIXA DA ARBITRAGEM


Jornada 16, 1ª Divisão Serie 1 Associação Futebol do Porto 
Estádio Jorge Sampaio – Pedroso - Gaia 
Arbitro: José Pedro Dias 
Vermelho: Rafa (55). 
PEDROSO 2 LEÇA DO BALIO 1 
Ao intervalo: 1-0.Marcadores: Joel (2), Diogo (60, gp) e Tita (68). 

PEDROSO: Nuno; Cláudio, Gerson, Hugo (Berna, 60), e Neves; Isidro, Tita e Cardoso; Joel (Manito, 78), Rúben e Júlio. Treinador: Manuel António. 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; João Pinto, Miguel Cunha, Quaresma e Diogo; Soberano ( Shev, 66), Rafa e Hugo; Pedro Gomes, Hélder (Monteiro, 74), e Cardoso. Treinador: Mário Heitor. 

A equipa Baliense deslocou se até Pedroso, Vila Nova de Gaia a um excelente relvado sintético e perdeu por 2-1 num jogo que foi prejudicado nitidamente pelo trio de arbitragem. Entrou mal no jogo a equipa de Mário Heitor, desfalcada de alguns elementos que não puderam dar o contributo à equipa e logo aos dois minutos numa desatenção defensiva o Pedroso faz o primeiro golo por intermédio de Joel não dando hipótese de defesa ao guardião Baliense. Reagiu muito bem ao golo a equipa aurinegra e rapidamente colocou em campo os seus processos de jogo e foi tomando conta do jogo e andou perto do golo. O Pedroso com uma grande entrega ao jogo perante os seus adeptos, em transições rápidas foi também criando perigo mas sem realmente incomodar Miguel Mota, durante o primeiro tempo 
 No segundo tempo Mário Heitor mexeu na equipa fazendo entrar Shev para dar velocidade e profundidade ao ataque e a equipa Baliense entrou a todo o gás para fazer o golo da igualdade. Foi a partir desta altura que o arbitro da partida entrou em ação com sucessivas decisões sempre em prejuízo dos homens de Matosinhos. O avançado Hugo isola-se só com o guarda redes da casa pela frente e é derrubado pelo defesa do Pedroso e não é assinalada qualquer infração, nem o respectivo cartão vermelho. O médio criativo Rafa sempre em destaque na equipa de Mário Heitor é travado em falta nitidamente no meio campo, mas o arbitro da partida marca falta por simulação de Rafa e dá o segundo amarelo e o respectivo vermelho, deixando a equipa de Matosinhos reduzida a dez elementos numa fase em que estava a mandar no jogo praticando um bom futebol. Aos sessenta minutos o defesa Hélder em posição frontal à baliza para finalizar, após um cruzamento de Shev é travado pelo central do turma da casa e o arbitro da partida marca penalti, mas não dá o devido cartão vermelho ao jogador do Pedroso. Na marcação da grande penalidade o médio Carlos Diogo mostrou frieza e fez o empate com classe. Aos 68 minutos mais um caso do jogo com o guarda redes Miguel Mota a sair a uma bola bombeada para a área e larga o esférico depois de ser tocado dentro da pequena área por um elemento do Pedroso, sem ser assinalado a respectiva falta e na sequência do lance Miguel Cunha alivia a bola antes de a mesma ter passado completamente a linha de baliza, mas o arbitro da partida assinalou golo! Um duplo erro no mesmo lance do trio de arbitragem, que tornou a figura da partida pelos inúmeros erros cometidos sempre em prejuízo da mesma equipa. 
Após este golo fantasma que deu os três pontos aos da casa, a equipa Baliense quebrou momentaneamente e o Pedroso teve duas excelentes oportunidades de golo mas Miguel Mota esteve em bom plano. 
De realçar o trabalho notável destes jogadores Balienses que mesmo sendo prejudicados por três elementos vestidos de preto, foram unidos e solidários dentro do campo, dando tudo o que tinham para dar, chegando ao fim do jogo em lágrimas por sentirem se injustiçados e roubados não podendo nada fazer. A equipa de Mário Heitor vem da segunda divisão onde subiu na temporada passada, mas apresenta um futebol bem estruturado com qualidade e já começa a incomodar por andar nos primeiros lugar da tabela classificativa. 

Na próxima jornada o Desportivo Leça do Balio recebe a formação do Crestuma no seu estádio.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC