RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

BRUNO MONTEIRO HERÓI POR UM DIA


Aos 21 anos, Bruno Monteiro já se pode gabar de ter sentido esse prazer. No sábado, o guardião do Lavrense inspirou-se na época carnavalesca e vestiu a pele de herói, ao abrir caminho à vitória frente ao Alfenense, por 4-1, na 19.ª jornada da Divisão de Honra. 

Com dez minutos de jogo, Bruno Monteiro surpreendeu tudo e todos, inclusive ele próprio. "Na marcação de um livre, tentei colocar a bola no ponta de lança, mas ela saiu longa e, com a ajuda do vento forte, marquei golo. Nunca me passou pela cabeça que tal aconteceria", reconhece, sorridente, Bruno Monteiro, que ficou incrédulo e sem saber como festejar. "Não estou habituado a marcar golos e fiquei sem reação. Na época passada, contra o Pedrouços, também estive num lance de golo, mas ficou a dúvida se fui eu que o marquei. Desta vez, não houve dúvidas", explica o novo herói de Lavra.

 "Só mais tarde me apercebi da dimensão do feito. O vídeo começou a ser partilhado nas redes sociais e não parei de receber felicitações. Tem sido bonito", reconhece Bruno Monteiro, que dedicou o golo à família. "Dediquei-o à minha mãe e ao meu irmão. Infelizmente, o meu pai já faleceu, mas sei que ficaria orgulhoso", explica o guarda-redes, que não perde a esperança de ser profissional de futebol. "É um sonho que espero concretizar". Por enquanto, trabalha num centro de lavagem de automóveis. "É complicado conciliar o futebol com o trabalho. Levanto-me para ir trabalhar às 6.45 horas e só chego a casa do treino depois das 22 horas. Há dias em que só me apetece ir para a cama descansar, mas a paixão pela bola supera o cansaço", justifica Bruno Monteiro. 

 Natural de Matosinhos, Bruno Monteiro iniciou a formação no Leixões e foi no Estádio do Mar que encontrou a referência no futebol: Beto. O internacional português, do Sevilha, é fonte de inspiração para o guarda-redes do Lavrense, que não desperdiçava nenhuma oportunidade para estar junto do ídolo. "Cheguei a ser apanha-bolas do Leixões para falar com ele. Deu-me alguns conselhos, força e motivação para trabalhar nos limites e nunca desistir. É o que faço", garante Bruno Monteiro, que, tal como Beto, tenta "compensar a baixa estatura com maior rapidez e agilidade". Enquanto persegue o sonho de ser profissional, ajuda os jovens do Lavrense. "Treino os guarda-redes de todos os escalões do clube. É um orgulho poder ajudá-los. Na minha altura não havia metade dos recursos", lamenta Bruno Monteiro. 

By Jornal de Noticias

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC