RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

LEIXÕES PERDE MAS CONTINUA NOS LUGARES DE SUBIDA


LIGA ORANGINA 6ª JORNADA
Jogo no Estádio Municipal de Portimão.
Árbitro: Jorge Sousa (Porto).

Portimonense - Leixões, 2-1
Ao intervalo: 2-0.
Marcadores:1-0, Rafa, 02 minutos. 2-0, Simi, 24. 2-1, Paulo Tavares (penalti), 83.

PORTIMONENSE: Jules Goda, Ricardo Pessoa, Eliezio, Ruben Fernandes, Ricardo Nunes, Ben Traoré, Semedo, Alhassan (Vítor Gonçalves, 56), Fabrício (Jonas, 46), Rafa e Simi (Felipe Miranda, 72).

LEIXÕES: Waldson, Tiago Costa, Nuno Silva, Joel, Florent (Diego Mourão, 46), Feliciano (Wesllem, 61), Paulo Tavares, Jumisse (Moisés, 57), Pedro Santos, Fausto e Capela.

Assistência: cerca de 700 espetadores.

O Leixões Sport Club não foi feliz na deslocação ao Algarve, mas manteve o segundo lugar da classificação, agora a três pontos do Atlético, novamente líder isolado da Liga Orangina.
Os algarvios entraram melhor no jogo e marcaram no primeiro ataque que realizaram à baliza da formação de Matosinhos, onde Rafa finalizou com êxito um lance individual de Ben Traoré, na esquerda, deixando vários adversários para trás. Com um futebol rápido e com o Leixões "encostado" à sua área, a equipa de Portimão amplia a vantagem aos 24 minutos, com Simi, solto na área, a finalizar a assistência de Rafa. O Leixões só aos 18 minutos logrou ameaçar a baliza dos algarvios, no único lance de perigo da primeira parte, mas o remate de Capela acabou por sair ao lado da baliza de Goda.

No segundo tempo, os papéis inverteram-se e foi o Leixões a assumir o controlo do jogo, mas sem conseguir traduzir em golos essa supremacia, apesar de nos primeiros minutos Moisés e Capela terem colocado à prova o guarda-redes Goda. O golo acabaria por surgir aos 83 minutos, na sequência de um penalti convertido por Paulo Tavares, originado por Vítor Gonçalves. O Leixões acabou a partida reduzido a 10 elementos devido … expulsão de Fausto, que viu o cartão vermelho direto por protestos junto ao árbitro auxiliar.

O campeonato vai sofrer agora uma interrupção de três semanas, devido aos compromissos da selecção nacional e à realização da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal (o Leixões recebe o Aljustrelense, no dia 16).

Na sétima jornada da Liga Orangina, marcada para dia 23, o Leixões SC recebe o Atlético no Estádio do Mar.

VILA MEÃ x LEÇA TERMINA COMO COMEÇOU, 0-0



III DIVISÃO SERIE B
Estádio Municipal de Vila Meã
Árbitro Luís Moreira (Porto)
VILA MEÃ 0 LEÇA FC 0

MUITAS OCASIÕES PARA MARCAR MAS O NULO FOI ATÉ AO FIM

VILA MEÃ: Torcato, Mário Alves, Daniel, Miguel, Pinheiro; Mika (Magalhães), Calvino, Pedrinho (Lemos), Mesquita (Ansiães) e Areias. Treinador Manuel Monteiro.

LEÇA: Cláudio, Zé D Angola, Madalena, Zé Soares e Ernesto; Moura, Tiago Neto e Ricardinho (Hélder Pereira); Paiva (Vasconcelos), Vitor Hugo (Tiago André)e Nogueira. Treinador Armindo Machado.

O começa com um ritmo demasiado morno e nada atractivo. As equipas encaixaram-se uma na outra e os desequilíbrios ofensivos eram raridade no encontro, até que ao minuto 34, a equipa do Leça dispôs de uma soberana ocasião para abrir o marcador, Torcado em evidência fez uma excelente defesa de recurso.

MELHOR O VILA MEÃ

A segunda metade, a equipa da casa, reagiu melhor ao forte calor que se fez sentir e passou a dominar o encontro, destacando-se com um futebol mais ofensivo, em que criaram algumas boas ocasiões para marcar. A equipa leceira respondeu sempre muito bem e protagonizou também algum perigo junto à área dos da casa. Em suma foi um jogo disputa sobe forte calor que se fez sentir, nada próprio para esta altura do ano (Outono) em que a equipa da casa se adaptou melhor. O empate deve-se aceitar mas a equipa da casa merecia algo mais.

PADROENSE SAI GOLEADO DE TONDELA


II DIVISÃO ZONA CENTRO
Árbitro: João Mendes
Tondela 5 Padroense 2

Tondela: Avelino, Pica, Materazzi, Fábio Pacheco, Piojo, Márcio, Vieirinha, Bére, Hélder Lopes, Mangualde, Magano. Suplentes: Cláudio Ramos, Gomes, Pedrosa, Hugo Costa, Ruca, Ronan, George. Treinador: Vítor Paneira

Padroense: Marco, Paulinho, Ricardo, Armando, Vitor Lobo, Daniel, Seidi, Mariano, Bruninho, Miguel, Marcão. Suplentes: Freitas, Sérgio Carvalho, Penantes, Mário Costa, Tonel, Nuno Paulo, Gazela. Treinador: Augusto Mata

Ao intervalo, 2-0, Golos Tondela: Piojo, Pica, Gomes (2),Pedrosa . Golos Padroense: Penantes, Bruninho.

PADROENSE EM CRISE DE RESULTADOS

Quando já perdia por uma bola a zero, o minuto 28 da primeira parte foi o momento decisivo do jogo que ditou a derrota do Padroense FC, frente ao líder Tondela, quando Vitor Lobo foi retirado do encontro por expulsão(duplo amarelo), ficando os matosinhenses a jogar com dez durante uma hora de jogo.
A partir daí a formação orientada por Vítor Paneira, teve a missão facilitada, a vencer e com mais um jogador em campo, a equipa do Tondela, controlou o jogo e o adversário e ainda se adiantou no marcador antes do intervalo, com um golo de Piojo, indo para o descanso com dois golos de vantagem.

Na etapa complementar a equipa da casa, em superioridade numérica desde o minuto 28, rapidamente acaba com o jogo, com um bis de Gomes, recentemente entrado no jogo. Os Bravos de Matosinhos, ainda reduziram para 4-1, mas seria a equipa do Tondela a fazer funcionar novamente o marcador. Para bem perto do fim os matosinhenses reduzirem para 5-2 na transformação de uma grande penalidade.

PULGA E WILSOM FABRICARAM GOLO LAVRENSE

1ª DIVISÃO AF PORTO SERIE 1 - 3 JORNADA
Parque Municipal de Jogos de Folgosa - Maia
Folgosa da Maia 0-1 Lavrense

UD LAVRENSE: Miguel Mota, Daniel Gonçalves, Filipe Sousa, Cuca e Renato; Wilson, João Diogo e Freitas, Ivo, Pedrinho e Tiago Pulga. Treinador Hugo Reis.

A primeira parte disputou-se a um ritmo muito aceitável, com ambas as equipas á procura de vencerem esta partida, em toada de muito equilibriu, a equipa Lavrense foi mais feliz na obtenção do golo, momento esse derivado de um cruzamento de Tiago Pulga e Wilson ao segundo poste, só teve de encostar.


Na segunda parte a toda do jogo não se alterou, muito equilibrada. A equipa de arbitragem cometeu alguns excessos na marcação de algumas faltas, não permitindo qualquer contacto físico, por via disso mesmo, Filipe Sousa, foi vítima de tais excessos, pois viu o cartão vermelho por acumulação aos 60 minutos, jogando a equipa Lavrense em inferioridade numérica a ultima meia hora de jogo.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC