RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 13 de novembro de 2011

SENHORA DA HORA MARCA PASSO


I DIVISÃO SERIE 2 A F PORTO
"Tarde negra"
Estádio do SCS Hora.
SENHORA DA HORA 0 PEROSINHO 3

Senhora da Hora; Dourado, Carneiro, Leandro, Ramalho, Diogo, Álvaro (75 Borges), Vilas, Ricardo, Ferrer, Sérgio (60 Serrão), Kaka (75 Moreira).

Inicio do jogo com entrada do Perosinho a surpreender a equipa da casa, criando alguns lances de perigo, o Senhora da Hora, consegue equilibrar o jogo, criando algumas oportunidades de golo, incluindo um remate de kaka , que proporciona a defesa da tarde ao guarda redes forasteiro, que com uma palmada desvia a bola para o poste.

Na segunda parte com a equipa da casa, a ter mais posse de bola e com saídas rápidas de transições ofensivas, Sérgio aparece a entrada da área e remata forte, mas sem encontrar o destino que pretendia, reposição da bola rápida do guarda-redes que isola o seu colega, apanhando a defensiva de Matosinhos descompensada, para abrir o marcador aos 55 minutos. A equipa da casa torna-se mais ofensiva, tenta igualar o marcador mas num canto após corte para a ala, saí cruzamento e apanha a defensiva de Matosinhos, desconcentrada na abordagem do lance, fazendo de cabeça o segundo golo. O senhora da Hora não baixa os braços e Joca alarga a frente de ataque, que por desinspiração ofensiva, não aproveita para marcar. Nos momentos finais e quando ninguém esperava surge um lance de grande confusão, em que o avançado do Perosinho é derrubado dentro da área, sendo marcado o castigo máximo, aproveita a equipa forasteira para dilatar o marcador. Resultado muito pesado, apesar do clube de Matosinhos ter uma tarde algo apagada.
Arbitragem regular, sem grandes problemas na condução do jogo.

CUSTÓIAS SOMA QUINTA DERROTA CONSECUTIVA



DIVISÃO DE HONRA A F PORTO
Estádio Custóias Futebol Clube
Árbitro Nelson Pascoal
CUSTÓIAS 0 D. SANDINENSES 1
Marcador, Márcio aos 58 minutos



CUSTÓIAS: Meneses, Danny, Noura, Nuno Ribeiro e Magalhães; Eduardo (Silveira), Mário Rui e Dias; Gandarela, Nuno Santos (Paulo Lopes)e Adérito (Caramalho). Treinador, Paulo Silva.

D. SANDINENSES: Xavi, Preto, Rui, Barreiros e Bruno Gomes (Agostinho); Wilson, Pedro Abel e Tóze, Márcio (Quinzinho), Nuno e Ivo (Tiago).



Algo vai mal no reino dos custóienses, a equipa apresenta-se desmotivada e algo deserta de ideias, urge ser necessário fazer-se algo que motive estes jogadores, pois os resultados não aparecem. Depois de um inicio bastante prometedor, a equipa do Custóias, soma a sua quinta derrota consecutiva.



O jogo começou com bastante equilibriu, sem grandes lances de perigo junto às duas balizas, se exceptuarmos; dois cruzamentos ao segundo poste da baliza custóiense e um remate, traiçoeiro, que Meneses se opôs muito bem, defendendo para canto. À passagem do minuto 18`os custóienses, parecem acordar e Dias de fora da área remata forte junto ao relvado e Xavi defende com segurança. No minuto seguinte, a melhor oportunidade para a equipa da casa; Gandarela, pelo lado esquerdo do ataque ganha no um para um e fica coma abaliza a sua mercê, mas com o pé direito remata à malha lateral, dando a sensação de golo. Aos 23 minutos, Edu de livre direto à entrada da área pelo lado esquerdo, remata ao “sete” mas Xavi protagoniza a defesa da tarde. O perigo só viria a acontecer outra vez em cima do minuto 45` através de Nuno Santos, que dentro da área remata forte mas encontra pela frente um defensor forasteiro.



Na segunda parte, foi o canto do cisne para a equipa custóiense, logo no minuto 49`o mister Paulo Silva, mexe na equipa tirando do jogo a única referencia atacante (Nuno Santos) e faz entrar Paulo Lopes, a ideia seria jogar nas costas da defensiva forasteira, com avançados mais móveis, mas o resultado, não foi o mais esperado, a equipa do Custóias, não mais se encontrou e com um futebol previsível e sem grande acutilância, permitiu que a equipa de Sandim marcasse aos 58`por Márcio (ex Custóias) em jogada de conta ataque. Golpe que abalou definitivamente a estrutura da equipa da casa que viu aos 71` o seu guarda-redes, Meneses, a negar autenticamente aquele que seria o segundo golo dos Sandinenses. Até ao fim a equipa de Sandim, com três pontos no saco, organizou-se defensivamente e não permitiu que o Custóias criasse algum perigo junto á sua baliza, vencendo com justiça o encontro. A arbitragem, teve uma actuação sem reparos, ajuizando bem os lances disputados

INFESTA IMPARÁVEL! 5ª VITÓRIA CONSECUTIVA

Aí vão cinco vitorias de seguida

Depois de um inicio de temporada pouco produtivo, com apenas quatro pontos conquistados nas primeiras quatro jornadas, o Infesta, desde a vitoria em casa frente ao Sousense na quinta jornada, só sabe ganhar e hoje, aumentou a vantagem pontual para os mais directos seguidores, que não venceram nos encontros desta tarde. A vitoria por 2-0 frente ao Lamego, mostrou que a equipa do Infesta está bem e recomenda-se e começa a ser um sério candidato a uma eventual subida de divisão.



Numa tarde de muita chuva e trovoadas, Infesta e Lamego protagonizaram uma primeira parte bastante equilibrada, com a equipa lamecense a ter mais posse de bola nos primeiros quinze minutos e a criar o primeiro lance de perigo aos 18 minutos, numa tabelinha entre Binaia e Patrício, com este ultimo a cruzar rasteiro para a a área, ressaltando num defensor do Infesta e ficando à mercê de Rafa, mas Duarte, consegue segurar a bola a tempo. Depois, o Infesta teve mais ascendente no encontro e várias oportunidades para marcar. Aos 26 minutos, Paulinho cruza rasteiro da direita para Pedro Nuno que de primeira atira por cima. O Infesta atacava com perigo sempre pela direita e os cruzamentos de Carlos Pinto aos 30' e Paulinho aos 39', tiveram o mesmo destino, a cabeça de Pedro Nuno que atirou sempre por cima. Mas aos 33', um cruzamento/remate do lateral direito do Infesta, Carlos Pinto, embate no poste de Marco Oliveira.

Infesta foi mais forte na segunda parte.



A segunda metade do encontro, trouxe um Infesta determinado em procurar o golo e aos 46 minutos, Vitinha II em jogada individual, atira por cima. Mas um minuto depois, Pedro Nuno à boca da baliza, após remate de Paulinho, inaugura o marcador no Parque de Jogos Manuel Ramos. A equipa de Lamego na jogada seguinte, quase chega ao empate, valeu Duarte que por duas vezes, negou o golo aos avançados lamecenses num lance confuso dentro da área, culminando com um remate de Sarmento ao lado. Aos 64 minutos, com o Lamego balanceado para o ataque, um pontapé de canto da esquerda criou bastante perigo com Duarte, mais uma vez, a defender em cima da linha de golo. No contra-ataque, Vitinha II isolado perante Marco Oliveira, faz um chapéu, fazendo o segundo golo do Infesta. A equipa do Lamego que procurava incessantemente o golo, criava espaços ao ataque do Infesta e com naturalidade, o Infesta teve oportunidades de aumentar a vantagem. Aos 80 minutos, passe de Oliveira, a rasgar a defesa forasteira, para Paulinho que remata contra Sarmento dentro da área, dois minutos depois, Oliveira novamente a desmarcar Paulinho pela direita, este cruza perto da linha de fundo para a área onde Pedro Nuno, sozinho, chega atrasado à bola. O Lamego ainda tem uma oportunidade aos 86 minutos por Binaia que à entrada da área, remata por cima da baliza de Duarte e já em período de compensação, Nuno Almeida atira ao poste da baliza do Lamego. Vitória justa do Infesta que mantém a liderança na série com 19 pontos, mais três do que os segundos classificados, Sousense e Grijó. O Infesta joga apenas a 27 de Novembro, quando se deslocar ao terreno do Serzedelo, devido à paragem que o campeonato vai sofrer no próximo fim-de-semana devido aos encontros da 4ª eliminatória da Taça de Portugal. O arbitro Pedro Cabral de Ponta Delgada, esteve bem durante todo o encontro.

FC INFESTA

RESULTADOS DESPORTIVOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS


Resultados das equipas de Matosinhos.
Jornada, muito longe de ser positiva para as cores matosinhenses.
Apenas o FC Infesta, que parece afirmar-se como forte candidato ao Play-off de subida, venceu este fim de semana, por duas bolas a zero, frente ao SP Lamego.
Nos distritais, jornada fracamente negativa, pois apenas Os Lusitanos, levaram a melhor sobre o seu adversário.

PADROENSE 1 OPERÁRIO 1
SP MEDA 1 LEÇA FC 1
INFESTA 2 SP LAMEGO 0
CUSTÓIAS 0 D.SANDINENSES 1
MAIA LIDADOR 1 PERAFITA 1
LAVRENSE 1 ALIANÇA DA GANDRA 4
SENHORA DA HORA 0 PEROSINHO 3
CRESTUMA 2 L BALIO 1
VILA BOA DE QUIRES 0 OS LUSITANOS 2

FUTEBOL DE MATOSINHOS - O MELHOR DE 2011


A semelhança do ano passado,” mitchfoot futebol de Matosinhos” leva a efeito a eleição do melhor jogador de Matosinhos do ano 2011

Trinta e três (33) são os jogadores nomeados, três (3) de cada equipa de Matosinhos (11 clubes), o critério de nomeação passou exclusivamente pelos colaboradores do blog, que de alguma forma “representam” os clubes matosinhenses.

A eleição irá decorrer no período de 15 Novembro a 20 de Dezembro de 2011
Os leitores do Blog mitchfoot futebol de Matosinhos, vão decidir!

Esteja ATENTO! Em breve os nomeados…quem vai destronar o PAULINHO, FC Infesta, melhor jogador de 2010?

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC