RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

sábado, 26 de março de 2011

ANTEVISÃO DO INFESTA-FELGUEIRAS

O Infesta recebe amanhã, o tranquilo Académico de Felgueiras que se encontra em 7º lugar na classificação, praticamente com a manutenção garantida pois tem mais 17 pontos que a primeira equipa abaixo da linha de agua, o Avintes. O jogo que se vai disputar a partir das 16h00 no Parque de Jogos Manuel Ramos, terá como pontos de interesse, a resposta que a equipa do Infesta irá dar, depois de ter sofrido no passado domingo a terceira derrota da temporada. O treinador José Manuel Ribeiro, não poderá contar com o guarda-redes Miguel Matos, que foi expulso no ultimo jogo com o Lixa, sendo provavelmente substituído por Duarte na baliza. A equipa do Infesta continua no primeiro lugar com mais 8 pontos que o Grijó, 2º classificado. Quanto à equipa de Felgueiras, que perdeu na primeira volta em casa com o Infesta por 1-2, venceu na passada semana em casa o Avintes por 3-1 e praticamente assegurou a permanência nesta divisão.
O arbitro nomeado para este encontro será o Sr. Ivan Vigário.

http://fc-infesta.blogspot.com/

IVO ( PERAFITA ) FALA SOBRE O DERBI, SCS HORAvs PERAFITA


Ivo Miguel, jogador do Perafita que na época passada representou os senhorenses, também falou ao mitchfoot, sobre o derbi de à manhã na Senhora da hora.

IVO - “As perspectivas para o jogo é ganharmos para manter a esperança em subir.. Não penso que seja um ajuste de contas, é mais um jogo do campeonato. Para mim é um jogo especial, porque joguei no Senhora da Hora, 3 anos e vou reencontrar os meus amigos. Espero que seja um bom jogo de futebol, e o Perafita ganhe”

TROPEÇÃO INESPERADO!


25ª jornada da II Divisão Nacional - Zona Centro Local: Estádio do Padroense F.C.- Padrão da Légua


Árbitro: Luís Ferreira. 1º Assistente: José silva. 2º Assistente: Miguel Silva.

As equipas alinharam


PADROENSE: Marco, Paulinho ( Bosingwa ), Armando Vila e Vítor Lobo; Daniel ( Mário costa ), André Simões e Mariano; ( Sérgio),Bruninho, Marcão e Silva. Treinador: Augusto Mata Suplentes não utilizados: Freitas, Miguel, Rui, Alcino.


TOURIZENSE: Ruca, Rodolfo, Filipe Paiva, Tó Mané, Ricardo, Silvio ( Zaza/Tiago Almeida), João Pedro, Diarra ( Diogo Ribeiro), Nivaldo, Name, Gerbo. Treinador: Tó Margarido Suplentes não autorizados: Guerra, Pedro Fontes, Zé Francisco, Xavier Ao intervalo: 1-0. Golos, Marcão (16), Tiago Almeida (75) Gerbo (76)

GOLO DE MARCÃO FOI INSUFICIENTE. Jogo mais uma vez transmitido pela televisão, através da estação PORTO CANAL, que parece tornar-se no calcanhar de Aquiles para a equipa do Padroense, dois jogos em casa a serem televisionados, duas derrotas. Casa muito bem composta de espectadores, apesar da chuva que não deu tréguas, principalmente na primeira parte do desafio, recorde-se que a direcção do BRAVOS DE MATOSINHOS, abriu as portas ao público em geral. O jogo começa, como tantos outros, numa toada de equilibriu, até que a partir dos 10 minutos, a equipa anfitriã, começa a aparecer com mais acutilância no ataque e muito naturalmente, abre o marcador aos 16 minutos, através de Marcão, a finalizar à ponta de lança, no coração da área, na sequência de um pontapé de canto marcado ao primeiro poste com o desvio de André Simões para trás e Marcão a encostar de cabeça, balançando as redes de Ruca. A equipa do Padroense, por cima do jogo, controla o mesmo e o adversário que protagonizava tímidos contra-ataques, aos 31 minutos, Bruninho, remata forte com boa defesa do guarda-redes, Ruca. Resultado ao intervalo, 1-0 para a melhor equipa sobre um relvado, muito bem tratado.

MINUTO 75 FOI FATÍDÍCO PARA O PADROENSE

No regresso das cabines, o cariz do jogo não se alterou, o Padroense controla o jogo e de quando em vez aparece com algum perigo junto à baliza do Tourizense, que ia respondendo como podia. Os forasteiros fortemente motivados por estar a defrontar os líderes da competição, começam a acreditar, que era possível chegar ao golo na baliza do Padroense. Os primeiros 20 minutos foram de facto muito intensos, aos 51 minutos, amarelo a Nivaldo, lisonjeiro para a infracção do jogador, aos 52 minutos, Daniel, de fora da área remata forte e colocado, mas Ruca, responde com uma defesa com alguma dificuldade, minuto 53, a equipa do Tourizense, ameaça a baliza de Marco, na resposta, lance duvidoso na área do Tourizense, mão na bola do defesa Filipe Paiva, que o Árbitro assinala, mas de fora da área, do livre nada resulta, aos 61 minutos, Paulinho atrasa mal e coloca abola no avançado forasteiro e Marco por instinto, segura a vantagem até em tão. No minuto 75, fatídico para os Bravos de Matosinhos, o Tourisense, chega ao empate, num lance em que Marco, não fica bem na fotografia, e na reposta o golo da vantagem, quando nada o fazia prever, Gerbo aparece sem marcação ao segundo poste e factura sem hipótese para Marco, a equipa do Padroense, surpreendida com a reacção do adversário, demorou muito a responder, e só aos 82 minutos criou a melhor chance do desafio, Mário Costa isolado, pelo lado direito e já dentro da pequena área, permite a defesa a Ruca e na recarga, Daniel atira para fora com o guarda-redes já batido. Resultado final, 1-2, penalizador para o Padroense, que sabe que têm que contar com a motivação extra dos adversários, por ser líder da competição.

Próxima jornada a equipa do Padroense, vai até terras do Leitão, para defrontar o Anadia.

Fotos: Domingos Lobo

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC