quarta-feira, 30 de novembro de 2016

CALDAS TROCA O LEÇA PELO ALFENENSE

Fernando Luís Ribeiro Caldas, lateral/avançado esquerdino de 27 anos trocou o Leça FC pelo Alfenense clune da Divisão de Honra, o motivo desta troca prende-se com a sua situação profissional, Caldas exerce um horário por turnos e não é combatível com os compromissos leceiros. O jogador tem como clubes da formação, Leixões, FC Porto, Infesta e Padroense.  Ao nível snior Caldas já vestiu as camisolas, de: Leça, FC Pedras Rubras, Salgueiros, entre outros tendo uma passagem por Espanha ao serviço do Tomelloso. Segue-se agora o Alfenense, camisola que já envergou no jogo frente ao D Leça do Balio.  

PEDRO CARVALHO É REFORÇO DE INVERNO DO ALFENENSE

Pedro Carvalho acaba ligação com os Lusitanos e assina pelo Alfenense, o jogador formado no SC Senhora da Hora, depois da chegada do novo treinador (Jorge Teixeira) deixa assim o Os Lusitanos de Santa Cruz do Bispo para ingressar no Alfenense clube que milita na Divisão de Honra A F Porto. O avançado, já vestiu as camisolas do D Leça do Balio, Senhora da Hora e os Lusitanos, segue-se agora o Alfenense.   

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

VASCO NUNO É GUARDA REDES E ESTÁ LIVRE DE COMPROMISSO

Vasco Nuno Marques da Silva (21 anos) Natural de Gondomar
Com 1.95cm de altura é guarda-redes e está livre de compromisso. 

Formado no Clube Recreativo Ataense, tem como ídolos  o Belga Van Der Sar, o checo Peter Cech e o alemão Oliver Kahn

O seu percurso ao nível da Formação: Infantis 1° \2°ano clube recreativo Ataense com jogos feitos no campeonato de juvenis e juniores - Juvenil 1°\2° ano no Gondomar no campeonato nacional e jogos nos juniores do nacional com apuramento para a fase final - Junior 1°ano no Gondomar campeonato 2° divisão nacional- Junior 2°ano no Canidelo no campeonato da 2° divisão nacional. Está livre de compromisso e pronto para ingressar de imediato num plantel.

Contacto: 912865922

QUINTA FEIRA FERIADO DIA 1 DEZEMBRO HÁ FUTEBOL


PRÓXIMA JORNADA FUTEBOL SÉNIOR DE MATOSINHOS

Dia 4 Dezembro
Ledman Liga Pró 17ª jornada
Olhanense vs Leixões SC

Divisão D´Elite Pro Nacional AF Porto 14ª Jornada
Dia 1 Dezembro.
Padroense vs Rio Tinto
Serzedo vs Lavrense
Canelas vs Leça.

Divisão de Honra A F Porto 10ª Jornada
Dia 4 Dezembro
Leverense vs FC Infesta
Perafita vs Folgosa da Maia
Vila Caiz vs Leça do Balio

1ª Divisão Serie 1 A F Porto 9ª Jornada
Dia 4 Dezembro
Os Lusitanos vs Águas Santas
Crestuma vs Custóias

2ª Divisão Serie 1 A F Porto 9ª Jornada
Dia 4 Dezembro
Senhora da Hora vs S. Pedro de Fins

 Escola de Futebol 115vs GD Aldeia Nova.

INFESTA VENCE COM UMA REMONTADA À ESPANHOLA


Divisão de Honra AF Porto jornada 9
Parque de jogos Manuel Ramos (Arroteia-São Mamede Infesta)
Árbitro Rui Fangueiro.
FC INFESTA 3 VILA FC 1
Ao intervalo, 0-0, golos, Jorginho (49), Lúcio (64), Paiva (74 e 78)

FC INFESTA: Miguel, Sousa, André Ribeiro, Teixeira, Estrela, Lúcio, Mário (Varela 85), Paiva, Braga (Neto 65), Rui Ferreira e Vitinha (Soares 58). Treinador Jorginho.

VILA FC: Fábio, Miguel Ferreira, Miguel Mendes, Pedro. Oliveira, Basílio, Nuno Costa, Kaká, Diogo, Jorginho, João (Gaspar 83), Rodri. Treinador António Remelgado.

No jogo em que marcou o regresso do avançado Braga aos Infestistas, Paiva chamou a si o protagonismo e bisou na partida.
A turma de Jorginho conseguiu assim o primeiro triunfo diante os seus associados.
O Infesta foi sempre o melhor conjunto durante os 90 minutos, no primeiro tempo criou e esbanjou oportunidades de sobra para ir para as cabines a vencer, mas falhou claramente na finalização. Rui Ferreira atirou ao poste, Braga também desperdiçou soberana oportunidade. O vila também ameaçou o último reduto Infestista, mas Miguel com uma boa parada a remate de Diogo e André Ribeiro com um corte providencial evitaram o golo dos forasteiros.
No segundo tempo, os visitantes deram um ar da sua graça fruto dessa supremacia, chegaram ao golo através de Jorginho. O Infesta em desvantagem intensifica mais no ataque e na sequência de um livre Sousa aponta à cabeça de Lúcio que fez a igualdade. Mas estava guardado para o ultimo quarto de hora, a confirmação da remontada, Paiva bisa e coloca o Infesta na frente do Marcador.

Na próxima ronda, o Infesta visita o terreno do último classificado Leverense. 

Foto Carla Ferreira 

A SOLUÇAO ENCONTRADA NO BANCO DE SUPLENTES


Divisão de Honra da A F Porto Jornada 9
Árbitro Carlos Silva
NUN`ÁLVARES 1 PERAFITA 2
Ao intervalo, 0-1, Pepe (41), Zeca (62) Postiga (90+2)

NUN`ÁLVARES: Postiga, Ruizinho, Pepe, Hélio (Pedrinho 80), Teixeira, André, André Soares (Miranda 80), Tozé, Guedes, João Pinto (Neves 68) Roma (Apolónio 46). Treinador José Antonio.

PERAFITA: Monteiro, Pele, Fradinho (Zeca 46), Morgado, Nélson, Zé Augusto, Barbosa (Postiga 56), Queimado, Fábio Loureiro, Chico (João Paulo 75) e Nogueira. Treinador Paulo Gentil.
Grande vitoria dos perafitenses em casa do líder até então. Reviravolta surpreendente com a solução a vir do banco de suplentes.
A perder ao intervalo, a equipa de Paulo Gentil, realizou um excelente segundo tempo, desferindo perigosos contra ataques que surpreenderam os visitados, Zeca fez a igualdade ao minuto 62 e Postiga selou a reviravolta no marcador em cima do apito final do encontro.

Próximo compromisso, o Perafita recebe no seu reduto a equipa do Folgosa da Maia.  

REVIRAVOLTA MAIATA EM TRÊS MINUTOS…



Estádio Municipal da Maia
Árbitro Paulo Moreira
MAIA LIDADOR 3 LAVRENSE 1
Ao intervalo, 0-1, golos de Ricardo (42 pb), Pedras (51 gp) Dinando (53), Diogo Preto (82).

MAIA LIDADOR: Hélder, Ricardo, Dinando (Tiago Martins 77), João, Mateus (Grilo 60), Castro (Sérgio 46), Romário, Pedras, Lico, Pedro, Hugo (Diogo Preto 46) Treinador Pedro Ferreira.

UD LAVRENSE: Tiago Oliveira, João Magalhães, Pedro Gomes, Palheira e Abílio, Amical, Wendel (Hugo 59), Zé Campos (Couto 78) Paulinho (Cheta 59) Tiago Carvalho e Kaká. Treinador Antonio Gaiteiro.

A viver em estado de graça com a entrada do novo técnico, a equipa Lavrense, motivada com os resultados obtidos, principalmente em casa, chegou ao intervalo no Municipal da
Maia a vencer por uma bola a zero a turma orientada por Pedro Ferreira que de uma vez por todas se assume como candidata à subida, ainda atirou uma bola à barra. Mas no segundo tempo e em três minutos os maiatos deram a volta ao marcador, primeiro por Pedras de grande penalidade e dois minutos depois por Dinando. Cheta que se estreou ao serviço dos lavrenses, não foi suficiente para a sua equipa chega à igualdade, criando algumas oportunidades para empate, ao invés sofreu o terceiro golo marcado por Diogo Preto de livre direto, que tinha entrado no inicio do segundo tempo.

Próximo confronto a equipa de Lavra volta a jogar fora, desta vez em casa do Serzedo.

COMEÇA A SER HABITUAL O PADROENSE CORRER ATRÁS DO PREJUÍZO


13ª JORNADA DA DIVISÃO D´ELITE A F PORTO
Estádio do Padroense FC
Árbitro Roberto Moura
PADROENSE 2 PEDROUÇOS 2
Ao intervalo, 0-2 Golos João Luís (3), Andrade (15), Mesquita (59) e Pereira (90).

PADROENSE: João Matos, Fábio, Ricardo, Mesquita, Medeiros (Ivan 77), Alex, João Pinto (Cacheira 46), André, Paulinho, Barbosa, Mateus (Pereira 46).Treinador Augusto Mata

PEDROUÇOS: Moreira, Folha, Paulo Turé, Bruno, Brian, Zé, Ramalho (Kuka 74), Andrade, Pulga (Dani 86), João Luís (Fábio 74). Treinador Joca

Começa a ser habitual a equipa de Augusto Mata ser surpreendida logo nos minutos iniciais do encontro, aconteceu em casa com o Oliveira do Douro, com o Leça, fora com o Lavrense e desta vez com o Pedrouços AC.
A equipa do Padroense, dada a sua juventude de alguma forma entra quase sempre desconcentrada nas partidas, e depois lá tem de correr atrás do prejuízo e conseguir de uma forma bem sofrida empatar o encontro à semelhança do que aconteceu no último jogo em casa frente ao Leça.
15` minutos bastaram para que a equipa de Joca se colocasse na posição de vencedor com uma margem que lhe permitisse  alguma folga. Logo aos 3 minutos João Luís jogador formado no SC Senhora da Hora abre o marcador, para Andrade (15`), jogador que passou pela formação do Padroense fazer o segundo, resultado com que se atingiu o intervalo.
No segundo tempo a equipa de Augusto Mata reduz o marcador através de Mesquita (3º golo), reforço de inverno que veio do FC Pedras Rubras. Em cima do minuto 90 e de uma forma sofrida e bastante feliz Pereira sela a igualdade. No final um desentendimento entre Moreira guarda-redes visitante e Pereira autor do golo dos da casa, gerou alguma confusão, prontamente sanada com a intervenção dos dirigentes.

Próxima jornada o Padroense volta a jogar no Padrão da Légua, frente ao SC Rio Tinto.

domingo, 27 de novembro de 2016

RESULTADOS FUTEBOL SÉNIOR DE MATOSINHOS

Ledman Liga Pro (Segunda Liga) Jornada 16
Leixões 1 Santa Clara 1

Divisão D´Elite Pró – Nacional Serie 1 AF Porto Jornada 13
Serzedo 1 Leça FC 2
Maia Lidador 3 UD Lavrense 1
Padroense FC 2 Pedrouços AC 2
Divisão de Honra AF Porto Jornada 9
Infesta FC 3 Vila FC 1
Nun`Alvares 1 FC Perafita 2
D Leça do Balio 0 Alfenense 1
1ª Divisão serie 1 AF Porto Jornada 8
Custóias FC 1 Águas Santas 0
Arcozelo 2 OS Lusitanos 0
2ª Divisão serie 1 AF Porto Jornada 8
Gervide 1 Senhora da Hora 3
Gondim B 1 Aldeia Nova 2

PENALTI SALVA LEIXÕES À BEIRA DO FIM


16.ª jornada da 2.ª Liga (Ledman Liga Pro)
Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Bruno Paixão (AF Setúbal).
Leixões - Santa Clara, 1-1.
Ao intervalo: 0-0.Marcadores: Telmo Castanheira (80) Belly, (90 gp)

Leixões: Ricardo Moura, André Teixeira, Freitas, Wellington, Belly, Bruno China, Salvador (Gonçalo Gregório, 81), Bruno Lamas (Chiquinho, 70), Ludovic (Malele, 77), Fatai e Shiao Wei.Treinador: Daniel Kenedy.

Santa Clara: Serginho, João Dias, Victor Massaia, Accioly, Igor, Diogo Santos, Pacheco, Telmo Castanheira (Hugo Santos, 85), João Reis (Rúben Saldanha, 67), Berny Burke (Batatinha, 45) e Clemente. Treinador: Rui Amorim.

Num duelo entre equipas à procura do regresso às vitórias, o Leixões surgiu em campo a dominar, criando várias oportunidades na fase inicial da partida para chegar à vantagem.
 O chinês Shiao Wei (9'), num lance precedido de falta, teve a melhor ocasião dos locais na primeira parte, rematando a cerca de 30 metros da baliza, com a bola embater no poste direito.
 Com o Santa Clara em busca dos lugares de promoção, a partida ganhou um novo equilíbrio, acabando Ricardo Moura, na baliza do clube de Matosinhos, por fazer prevalecer o empate ao intervalo, com defesas a remates de João Reis (34') e Telmo Castanheira (45').
 Na segunda parte, o Leixões manteve o controlo do jogo, teve através de Ludovic (51' e 62') duas ocasiões soberanas para marcar, a primeira deles deu a ilusão de golo, de tão junto ao poste direito a bola passou.
 Telmo Castanheira, a unidade de maior qualidade nos açorianos, começou então a mudar o cariz da partida, primeiro num remate em arco (68') que passou sobre a barra e depois com o golo (80'), numa oportuna finalização na área a cruzamento da esquerda de Igor.
 O empate surgiu de grande penalidade, apontada por Belly, a castigar derruba na área de Serginho sobre Malele.


Autor: Lusa

sábado, 26 de novembro de 2016

GDAN VENCE FORA A JOGAR EM INFERIORIDADE NÚMERICA


Complexo Desportivo de Gondim – Maia
8ª Jornada da 2ª Divisão serie 1 AF Porto
Árbitro; José Batista
GONDIM B 1 GDAN 2
Ao intervalo, 1-1, golos Diogo Rosas (3 e 77) Carvalho (29)

Gondim-Maia: Rui Pereira – Moreira – Bento – Rafa – Sousa – carvalho – Guilherme – Dayogy – Hugo – Bruno – Torrie.  Supl: Pedro – J. Pedro – Fonseca – Marinho – Leitão. Treinador: Paulo Jorge

GD Aldeia Nova: Vítor – Alex - Sérgio – Braga (Cp) – Xincas – P. Rosas – Simão – D. Rosas – Ema -   Zé Paulo – Simeão;  Supl; Guilherme – J. Paulo  – Joca – Chico – Berna – Correia – Quintas. Treinador: João Rosas

GDAN vence a jogar com 10 durante 65 minutos
Parque Municipal de Gondim-Maia foi palco do encontro entre o Gondim-Maia B e o GD Aldeia Nova. A jovem equipa do Gondim-Maia, a jogar em casa começou o jogo praticamente a perder, visto que aos 3 minutos de jogo, Diogo Rosas abre o marcador para a equipa do GDAN, como seria de esperar o jogo ganhou novos contornos, passou-se a jogar com maior rapidez, como boa parada e resposta por parte das 2 equipas. Aos 25 minutos, o caso do jogo, Braga do GDAN é expulso com vermelho directo, faltando muito tempo para jogar, logicamente o Gondim-Maia começou a encarar o jogo com mais optimismo, resultado dessa mudança de atitude é que ao minuto 29, Carvalho restabelece a igualdade. Até ao intervalo GDAN, a jogar com 10 sentiu alguma dificuldade em se organizar em campo e a acertar marcações, teve que se aplicar e ter determinação de luta para conseguir levar o empate para as cabines.
2ª parte era aguardada com certa expectativa, o optimismo do Gondim-Maia era alto e a reacção do GDAN era uma incógnita. Surpreendentemente ou não, o equilíbrio de jogo começou a ser notório e a ameaça de golo era iminente para qualquer baliza. A defender bem, com garra e determinação e a jogar com contra ataques rápidos, não surpreendeu que Diogo Rosas aos 77 minutos bisasse e coloca-se o GDAN na frente do marcador. Os minutos finais seriam jogados em bom ritmo mas tanto ofensivamente como defensivamente o coração é que mandava, posicionamentos e táctica, isso desapareceu por completo do jogo. Por ter jogado 65 minutos com 10 elementos, pela entrega, garra e demonstração de união em campo, a vitória do GDAN pode ser considerada justa.

Arbitragem em bom plano.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

A.F. PORTO VAI ANALISAR O “CASO CANELAS” EM AG.


A direcção da A. F.Porto convocou uma Assembleia Geral para segunda feira dia 28 de Novembro, para debater o diferendo que opõe 12 clubes da Divisão D´Elite ao Canelas, acusado de coacção e praticas de violência.
O executivo da AF Porto, liderado por Dr. Lourenço Pinto, pretende ouvir os associados no sentido de acolher propostas que levem ao fim de um impasse que tem redundado em faltas de comparência dos 12 clubes aos jogos com o Canelas.
Com a legitimidade reforçada por propostas que saíam da AG, a direcção da AF Porto, pode partir para um solução que desbloqueie um problema real a que os órgãos juridicionais  não têm meios para pôr cobro.

Entretanto aqueles 12 clubes reuniram-se e estão a preparar um documento que estabeleça um caderno de encargos que pode servir de luz ao fundo do túnel de um diferendo que está a afectar a maior Associação de Futebol do país. 

BRAGA É REGRESSO CONFIRMADO AO INFESTA

Quatro temporadas depois, Braga regressa ao Infesta
E já está à disposição do técnico Jorginho para o próximo jogo com o Vila FC.

José Ricardo Carneiro Braga, nascido em 1989-03-05 (27 anos), natural de São Mamede do Coronado, jogador formado nos escalões de formação do FC Infesta, tendo sido campeão distrital (2010/11) e subiu da 3ª à 2ª Divisão Nacional, tendo saído no ano seguinte para o Leça FC onde iniciou a época, depois fixou-se em definitivo no Noguierense, conseguindo a sua terceira época consecutiva com subidas de divisão. A seguir surge no caminho de José Braga, Perafita, Serzedo, Leça do Balio e po último o Alfenense.


terça-feira, 22 de novembro de 2016

CHETA É REFORÇO DA UD LAVRENSE

Daniel Cheta é reforço para António Gaiteiro, que vive um estado de graça, desde que pegou na equipa já conquistou 8 pontos colocando os Lavrenses a par de Leça FC E Padroense na tabela classificativa
O avançado matosinhense, chega à equipa do Lavrense para reforçar a equipa agora orientada por mister Gaiteiro. Cheta é um “velho” conhecido do treinador, inclusive ambos fizeram parte e figura de destaque em clubes como Custóias, Perafita e São Martinho.

Cheta que esteve ao serviço do Leça FC a época passada, começou a época em curso no CD Candal, mas por motivos profissionais, agora resolvidos, o avançado não chegou a ser inscrito pelo clube gaiense. Recordo que Cheta já vestiu as cores do Lavrense numa época de sonho quando a equipa era orientada por Junas Naciri.

HUGO FERREIRA DEIXA O PADROENSE PARA VOLTAR AO DL BALIO

Hugo Ferreira (23 anos), 85k peso, 1,85 altura, avançado ponta de lança.
Regressa Desportivo Leça do Balio, depois de ter sido recrutado pelo Padroense no inicio da temporada,

Hugo não foi feliz nesta passagem, pelo Padroense equipa Divisão D´Elite, o técnico Augusto Mata, no inicio pareceu contar com o avançado, mas no último mês e com a chegada de Mesquita e Mateus o caminho para a titularidade de Hugo ficou mas complicado. Posto isto Hugo decidiu regressar ao D L Balio sendo um opção de respeito para o técnico Prof. Manuel Gonçalves

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

GDAN REGRESSA ÀS VITÓRIAS


Quando as equipas entram em campo com o único objectivo e pensamento de jogar futebol, independentemente do resultado, TODOS ficam a ganhar e principalmente o futebol. 
O GD Aldeia Nova recebeu no seu recinto de jogo em Perafita a equipa do Marechal Gomes da Costa, e venceu por 2 bolas a 1.

Um jogo em que ambas as equipas se preocuparam em jogar futebol, umas vezes bem outras menos bem mas sempre com atitude, empenho e querer. GD Aldeia Nova define desde muito cedo a ambição de conquistar os 3 pontos e com 12 minutos de jogo vence por 2 bolas a 0, com golos de Simeão aos 10 e 12 (GP). 
A equipa do Marechal Gomes da Costa, reage e começa a equilibrar o jogo e regressa do intervalo com ambição de tentar inverter o resultado, fruto disso é que Dino aos 55 minutos através de uma grande penalidade reduz para 2 x 1. Estava relançado a emotividade do jogo, contudo o GD Aldeia Nova soube tirar partido da ansiedade do MGC e foi controlando o jogo até o apito final.

Boa arbitragem e praticamente invisível por parte do trio de arbitragem.
Árbitro; Sílvia Pereira
Árbitros Auxiliares; Diana Moreira e Paula Pereira

GD Aldeia Nova
Treinador: João Rosas
Vítor – Alex - Sérgio – Braga (Cp) – Xincas – P. Rosas – Simão – D. Rosas – Ema -   Zé Paulo – Simeão;
 Supl; Guilherme – J. Paulo  – Joca – Chico – Berna – Correia - Quintas

foto Manuel Sá


RESULTADOS E PRÓXIMA JORNADA


RESULTADOS

4ª Eliminatória da Taça de Portugal
Oreintal 1 Leixões SC 2 (apos prolongamento)

Divisão D´Elite Pró – Nacional Serie 1 AF Porto Jornada 12
Lavrense 2 Padroense 1
Leça FC 2 Maia Lidador 2

Divisão de Honra AF Porto Jornada 8
Perafita 1 D Sandinenses 2
Infesta 1 Avintes 1
Ataense 1 Leça do Balio 2

1ª Divisão serie 1 AF Porto Jornada 7
Os Lusitanos 0 Custóias FC 1

2ª Divisão serie 1 AF Porto Jornada 7
Aldeia Nova 2 M Gomes da Costa 1
Senhora da Hora 1 AC Milheirós 2

PRÓXIMA JORNADA

Ledman Liga Pro (Segunda Liga) Jornada 16
Leixões vs Santa Clara

Divisão D´Elite Pró – Nacional Serie 1 AF Porto Jornada 13
Serzedo vs Leça FC
Maia Lidador vs UD Lavrense
Padroense FC  vs Pedrouços AC

Divisão de Honra AF Porto Jornada 9
Infesta FC vs Vila FC
Nun`Alvares vs FC Perafita
D Leça do Balio vs Alfenense

1ª Divisão serie 1 AF Porto Jornada 8
Custóias FC Águas Santas
Arcozelo vs OS Lusitanos

2ª Divisão serie 1 AF Porto Jornada 8
Gervide vs Senhora da Hora

Gondim B vs Aldeia Nova

INFESTA CEDE AO CAÍR DO PANO


Divisão de Honra da AF Porto Jornada 8
Parque de jogos Manuel Ramos (Arroteia)
Árbitro: Tiago Sá
INFESTA 1 AVINTES 1
Ao intervalo, 1-0, Golos Vitinha (30 gp) e Oliveira (87)

INFESTA: Miguel, Sousa, Teixeira, André Ribeiro, Estrela, Lúcio, Vitinha, Mário, Paiva, João Rodrigues (Varela 59) e Rui Ferreira. Treinador Jorginho.

AVINTES: Humberto, Bruno, Viana (Jonas 74), Silva, Vitinha, Avelino (Freixo 87), Djaló, Oliveira, Renato, Gomes e Cambiasso. Treinador Paulo Alexandre.
A equipa do Infesta, recebeu o Avintes líder da prova até então.

Consciente das dificuldades que tinham que superar, a equipa comandada por Jorginho, puxou dos galões de equipa anfitriã e partiu para uma excelente exibição que só foi traída bem perto do final do jogo.
Mais dinâmicos e inconformados, os infestistas justificaram a vantagem conseguida ao minuto 30 através de uma grande penalidade apontada pelo experiente e capitão Vitinha. Indo para as cabines com um triunfo que pecava apenas por escasso.
O segundo tempo, já foi jogado em perfeito equilíbrio, o Avintes reagiu e atoada do jogo foi de parada e resposta, com oportunidades para ambos os lados e bem perto do final do jogo, os forasteiros chegam à igualde por Oliveira, na sequencia de um pontapé de canto.

Próximo compromisso os infestistas recebem no seu reduto a equipa do Vila FC  

foto Carla Ferreira 

LEÇA COM GRANDE CORAÇÃO É RECOMPENSADO NO FIM


Divisão D`Elite Serie 1ª F Porto Jornada 12
Estádio do Leça FC
Árbitro: Bruno Linhares
Catão Vermelho Alex (54) Álvaro (89)
LEÇA FC 2 MAIA LIDADOR 2
Ao intervalo, 1-2, golos de Areias (1), Hugo (23) Pedras (41), Marcos Silva (90).

LEÇA FC: Diogo, Crista, Noura, Alex, Pedras, David (André Rocha 76), Marcos Silva, Miguel (Jair 64), Areias (Castro 76), Jota, Dani (Álvaro 63). Treinador Domingos Barros.

MAIA LIDADOR: Hélder, Ricardo, Dinando (Jeffrey 89), João, Mateus (Diogo Preto 63), Castro (Sérgio 36), Romário, Pedras, Lico, Pedro e Hugo. Treinador Pedro Ferreira.

A equipa do Leça, recebeu a visita de um ilustre convidado, um dos candidatos à subida ao Campeonato de Portugal.
Ainda mal tinha soado o apito do árbitro, já o Leça se encontrava na posição de vencedor, Areias aproveita um momento de desconcentração da turma maiata e abre o marcador logo no primeiro minuto.
A turma maiata, bem orientada por Pedro Ferreira, desde então assume as despesas do jogo e parte em busca do golo, que surge ao minuto 23, por Hugo. O futebol mais consistente apresentado pelos maiatos permitem com naturalidade a reviravolta, selada ao minuto 41 pelo experiente jogador matosinhense ex Leixões, Pedras.

No segundo tempo, a equipa do Leça vai á procura do resultado e retira o comando do jogo aos visitados, mas ao minuto 54 vê-se reduzida a 10 elementos. Inexplicavelmente a turma de Pedro Ferreira, recua no terreno e foi já 9 elementos em campo (expulsão de Álvaro) que turma leceira empata o jogo pelo médio Marcos Silva.

Próximo compromisso a equipa do Leça vai jogar em Serzedo . 

fotos Carlos Andrade

O LEIXÕES ESTÁ NOS OITAVOS DE FINAL DA TAÇA


4ª Eliminatória da Taça de Portugal
Campo Carlos Salema em Marvila
Árbitro: Carlos Cabral (Algarve)
ORIENTAL 1 LEIXÕES 1*
*Leixões vence por 1-2 apos prolongamento
Ao intervalo, o-0, golos Faísca (46) Bruno Lamas (53) e Wei (108)

ORIENTAL: Rafael Marques, Abel Pereira (Nogueira 77), Daniel Almeida, Hugo Grilo, Varudo, Tiago Mota, Faísca, Diogo Pires, Álvaro Jaló, Henrique Gomes (Vitor Veloso71), João Santos (Pedro Mendes 67) Treinador António Pereira.

LEIXÕES: Assis, André Teixeira, Freitas, Welington, Lucas, Bruno China, Bruno Lamas (Malele 64), Rui Cardoso, Fatal, Gonçalo Gregório (Wei 54) Ludovic (Chiquinho 91). Treinaodr Daniel Kenedy.

Pela primeira vez em três anos o Leixões está nos oitavos de Final da Taça de Portugal, após vencer em Lisboa (Marvila) o Oriental por 1-2 após prolongamento.
A equipa lisboeta marcou primeiro por intermédio de Faísca a abrir o segunto tempo, mas o brasileiro Bruno Lamas de livre direto igualou a partida levando o jogo para o prolongamento e aí o chines Wei numa recarga a remate de Chiquinho, colocou a equipa de Matosinhos nos oitavos de final da prova rainha do futebol português.

COFERÊNCIA DE IMPRENSA

Daniel Almeida (cap Oriental): “O resultado foi injusto, pelo que a equipa produziu…este jogo reflecte a nossa época, a equipa trabalha muito mas os resultados não aparecem.”


Daniel Kenedy: “Os jogadores estavam prevenidos para as dificuldades que tivemos…dedicamos a vitoria e a passagem aos oitavos a Malele…esperamos no sorteiro que nos calhe em sorte uma boa equipa.

fotos do Oriental 

domingo, 20 de novembro de 2016

DAVID FOI O JUSTICEIRO NO DERBI LUSITANOS VS CUSTÓIAS


Parque de jogos Domingos S. Lopes Santa Cruz do Bispo
1ª Divisão serie 1 AF Porto Jornada 7
Árbitro: José Santos
AS LUSITANOS 0 CUSTÓIAS 1
Ao intervalo 0-0, Marcador David (76)


OS LUSITANOS: Luís Miguel, Fabinho, Sergio Teixeira, Saldanha e Tarrelo (Cap). Ricardinho (Paulo 74), Valente e Meneses, Pedro Carvalho (Sandro 46), Oliveira (Miguel 74) e Ricky (Suiço 63). Treinador Jorge Teixeira.
CUSTÓIAS: Figueiras, Santa Cruz, Bruno Cruz (cap) Tata e Batista; Couto, Rebelo e Diogo; David, Rui Paulino (Gouveia 85) e Ferrer (Santos 85). Treinador Mário Rui Ferreira.

Derbi bem disputado que serviu para estrear o novo técnico Jorge Teixeira no comando da equipa de Santa Cruz do Bispo.
Primeiro tempo muito equilibrado em que as duas defensivas estiveram melhor superiorizando a ambos os ataques. A primeira parte terminou sem oportunidades de golo, se e excetuar-mos um bola na trave da Baliza à guarda de Luís Miguel.

No segundo tempo tudo foi diferente, mais Custóias, que porfiou sempre no ataque, criando grandes calafrios ao último reduto defensivo aurinegro. Depois de Luís Miguel salvar golo certo em cima da linha de golo e de David, isolado pela esquerda atirar fraquinho ao lado, chegou o golo que se adivinhava à passagem do minuto 76. David coloca justiça no marcador quando isolado pelo lado direito, dispara de fora da área um remate que encantou todos aqueles que assistiam ao jogo, protagonizando um grande golo. Os Lusitanos, quase que acordaram logo após o golo sofrido, mas as suas investidas esbarravam na bem organizada defensiva custóiense comandada por Bruno Cruz.

Resultado justo com uma excelente arbitragem. 

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

MANUEL MONTEIRO É O NOVO TREINADOR DO CESARENSE


Manuel Monteiro é o escolhido para substituir Martelinho no comando técnico do Cesarense, da Serie C do Campeonato de Portugal, Recorde-se que o treinador estava sem clube dessa a época passada, altura em que deixou o Leixões SC. Monteiro vai sem adjunto, o mesmo será contratado pela direção do Cesarense. 

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

JORGE TEIXEIRA É O NOVO TREINADOR DE OS LUSITANOS


Jorge Teixeira (Jorginho) treinador de 60 anos, é o escolhido pela direção de Os Lusitanos FC SC para substituir Albino Guerra no comando da equipa sénior.
 Arredado das lides futebolistas na AF Porto por opção, Jorge Teixeira fui matando o “vício da bola” nos Veteranos do FC Pedras Rubras.
Para além de ter disso o primeiro treinador da U D Lavrense, o agora treinador de Os Lusitanos, leva consigo a experiencia adquirida junto de figuras bem conhecidas do futebol Matosinhense e nacional como são os casos de Albertino (Pintor) e Eliseu (Minhoca) dois bebés que chegaram a internacionais.
O técnico já foi apresentado ontem e de seguida começou a trabalhar.

Mitchfoot deseja ao novo técnico aurinegro muito sucesso desportivo.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

ALBINO GUERRA DEIXA O COMANDO DE OS LUSITANOS


Mitchfoot sabe que Albino Guerra já não é o treinador dos Lusitanos FC SC, inclusive já não esteve em funções no passado domingo no Complexo Desportivo de Campanha (Cerco) no jogo referente à 6ª Jornada da serie 1 - 1ª Divisão AF Porto que terminou com mais uma derrota frente ao S. São Vítor por 2-1, a equipa foi entregue a um dos adjuntos Rui Dias.
Um tanto quanto inesperado, visto que ainda estamos no início de uma caminha que se espera dura, mas com tudo para dar certo em termos de objectivo proposto no arranque da temporada que passa pela manutenção da equipa sénior neste campeonato.
Mitchfoot sabe que o que motivou a saída do técnico, prende-se com a falta de apoio e perda de confiança demonstrada pelos responsáveis aurinegros no próprio treinador.
Albino Guerra, conhecido no meio futebolístico por ser um técnico disciplinado e de fortes convicções, tentou logo no início, impor as suas regras, facto que não caiu muito bem dentro do seio do grupo. A juntar a isso os resultados para o campeonato não serem os pretendidos, 4 derrotas em 5 jogos, pelo meio a passagem histórica (Jamais alcançada pelo clube de Santa Cruz do Bispo) à fase seguinte da taça A F Porto.
Chamado pela direção, a qual lhe deu um voto de confiança, Albino Guerra colocou o lugar à disposição, no início recusado, mas um “caso” que envolveu um jogador apressou a tomada de posição da direcção em dispensar os serviços do técnico e do adjunto Lino.

Posto isto e sem demoras a direção de Os Lusitanos tratou de seguida em arranjar substituto para o cargo de treinador e a escolha recaiu num técnico praticamente desconhecido, mas com um trajeto que inspira confiança aos dirigentes, num bom trabalho, o treinador irá hoje ser apresentado ao plantel e iniciará funções logo de seguida

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

RESULTADOS/ PRÓXIMA JORNADA FUTEBOL SÉNIOR DE MATOSINHOS


RESULTADOS

Ledman Liga Pró Jornada 15
Académica 1 Leixões 0
Divisão D´Elite Pró – Nacional AF Porto Jornada 11
Padroense 2 Leça FC 2
AD Grijó 2 UD Lavrense 0

Divisão de Honra AF Porto Jornada 7
Avintes 3 FC Perafita 0
D Leça do Balio 2  Canidelo 1
Nogueirense 2 FC Infesta 2

1ª Divisão AF Porto Jornada 6
S. Vítor Os Lusitanos
Castelo da Maia 3 Custóias FC 0

2ª Divisão AF Porto Jornada 6
Sp Cruz 3 GD Aldeia Nova 1

Inter de Milheirós 0 Senhora da Hora 3

AGENDA DE JOGOS Domingo dia 20 Nov.

 4ª Eliminatória da Taça de Portugal
Oreintal vs Leixões SC

Divisão D´Elite Pró – Nacional Serie 1 AF Porto Jornada 12
Lavrense vs Padroense
Leça FC vs Maia Lidador

Divisão de Honra AF Porto Jornada 8
Perafita vs D Sandinenses
Infesta vs Avintes
Ataense vs Leça do Balio

1ª Divisão serie 1 AF Porto Jornada 7
Os Lusitanos vs Custóias FC

2ª Divisão serie 1 AF Porto Jornada 7
Aldeia Nova vs M Gomes da Costa
Senhora da Hora vs AC Milheirós 

CUSTÓIAS DESFALCADO FOI PRESA FÁCIL PARA O CASTÊLO


1ªDivisão serie 1 AF Porto jornada 6
Estádio Municipal do Castelo da Maia
Árbitro Domingos Pereira
CASTELO DA MAIA 3 CUSTÓIAS 0
Ao intervalo, 3-0, Golos João Alves (9), André Santos (21) e Renato (33).

CASTELO DA MAIA: Alex, Ribas (Martins 86), João Alves, Bananas e Bruno (Silva 10), Mazola, Kinando, João Duarte (Pauleta 63), Paulo Carneiro, (Nuno Pereira 86), Renato (Rui Peneda 86) André Santos. Treinador Luciano Simões

CUSTÓIAS: Figueiras, Santa Cruz, Gouveia (Vilaça 76), Bruno Cruz e Batista (Cardoso 46); Couto (Ruizinho 46), Diogo (Costa 46), Tata, David e Alan (Alex 33).Treinador Mário Rui Ferreira.

A equipa do Custóias sentiu grandes dificuldades nesta deslocação ao Castelo. Como se o valor do adversário não bastasse, os custoiense apresentaram-se de forma significativamente desfalcados de pedras importantes na manobra defensiva da turma de Mário Rui Ferreira. Tiago Moniz guarda-redes não pode alinha devido a castigo federativo (no seu lugar teve de avançar o seu treinador especifico, Figueiras) Flávio defesa central e capitão não pode alinha pelas mesmas razões…Mas ao Castelo não se pode imputar qualquer culpa e fizeram como era natural o seu papel de boa equipa nesta divisão e com tranquilidade fizeram os golos, acompanhados de excelente exibição no primeiro tempo. 
Na etapa complementar os visitados souberam gerir o jogo de uma forma consistente, não permitindo quaisquer veleidades aos matosinhenses, impondo-lhes a primeira derrota no campeonato e assumindo consequentemente a liderança da prova. 


Próximo compromisso Os Lusitanos vs Custóias em Santa Cruz do Bispo

HUMBERTO DECISIVO NO DESFECHO DO JOGO EM AVINTES


Divisão de Honra AF Porto Jornada 7
Complexo Desportivo de Avintes – Gaia
Árbitro, Sílvia Pereira
AVINTES 3 PERAFITA 0
Ao intervalo, 1-0, Golos, Vitinha (44 gp), Avelino (65) e Djaló (78)

AVINTES: Humberto, Bruno, Rooney (Cambiasco 78), Viana e Silva, Vitinha (Paulo Freixo 85), Jorge (Djaló 68), Avelino (Serginho 85), Oliveira, Renato e Gomes. Treinador Paulo Alexandre.

PERAFITA: Monteiro, Pelé, Fradinho (Postiga 70), Zé Augusto e Morgado; Barbosa (Nogueira 43), Wiliams (Dani 75) e Queimado, Fábio Loureiro, João Paulo e Chico. Treinador Paulo Gentil.

Uma primeira parte em que o equilíbrio foi a nota dominante, em que as oportunidades foram repartidas, um golo de penalti ao fechar o primeiro tempo, traduz ligeiro ascendente da turma da casa.
No segundo tempo a equipa do FC Perafita, esteve por várias vezes muito perto de fazer a igualdade, mas Humberto guarda redes matosinhense, esteve ao seu melhor nível executando defesas de grande qualidade, evitando consequentemente o golo perafitense. Quem não consegue marcar arrisca-se a sofrer e foi o que aconteceu…primeiro Avelino a fazer o segundo golo caseiro e depois Djaló a sentenciar o encontro.
Próxima jornada os Perafitenses tem a visita dos D. Sandinenses em Perafita.

domingo, 13 de novembro de 2016

À SEXTA JORNADA O GDAN CONHECE A DERROTA


GDAN sofre primeira derrota
Campo do Outeiro, Paranhos, Porto. Palco do confronto entre os primeiros classificados da 2ª divisão serie 1, SC Cruz e o GD Aldeia Nova.
A grande questão que rodeava este jogo era sem dúvida se o GD Aldeia Nova iria adaptar-se às dimensões do terreno de jogo e seu piso “pelado” e até que ponto é que o SC Cruz iria tirar benefício do factor casa. Bastou 30 minutos e a resposta foi dada por parte do SC Cruz, com 2 golos,a jogar e com conhecimento da vantagem que tem também do terreno de jogo, consegue ir para o intervalo com a vantagem de 2 golos.
O recomeço da 2ª parte, seria idêntica á 1ª parte e praticamente ao restante jogo, falante em termos futebolísticos, seria “Bola cá, Bola lá” as dimensões do terreno não dava para outras alternativas, embora aos 56 minutos Sérgio reduz e lança alguma esperança para o GD Aldeia Nova e quando se esperava uma reacção mais ofensiva e canalizadora para a baliza adversária, a mesma começa a não ganhar contornos práticos e disso se aproveitou o SC Cruz que aumenta o marcador para 3 x 1.
Últimos 15 minutos, mister Rosas refresca a linha avançada e o GDAN começa a empurrar o seu adversário para o seu meio campo, criando algumas boas oportunidades para reduzir o resultado, mas com o tempo a passar já pouco ou nada poderia tirar a vitória ao SC Cruz, a reacção do GDAN pecou pelo tardio.

Árbitro; Luís Rocha
Árbitros Auxiliares; José Silva e Jorge Pinto
GD Aldeia Nova
Treinador: João Rosas
Vítor – Alex - Sérgio – Braga (Cp) – Xincas – P. Rosas – Quintas – D. Rosas – P. Vieira -   Zé Paulo – Simão;

 Supl; Guilherme – J. Paulo  – Joca – Gonçalo – Berna – Correia - Ema.

Manuel Sá 

ARBITRAGEM CHEIA DE CASOS NO DERBI DE MATOSINHOS

Divisão D´Elite Pró – Nacional AF Porto Jornada 11
Estádio do Padroense FC
Árbitro Edgar Batista
Padroense 2 Leça FC 2
Ao intervalo, 0-2 Marcadores: Areias (11) Pedras (16 gp ) Paulinho (74 gp) Ivan (90+4)

PADROENSE: João Matos, João Pinto, Meneses, Paulinho e Taipa (Fábio); Miranda (Pereira 60), Alex (Barbosa 87), Medeiros (Ivan 46) , Mesquita, Ricardo e André. Treinador Augusto Mata.

LEÇA: Diogo, Joel, Crista, Noura e Dani; Miguel, Marcos Silva e Pedras; Areias (Paulo Lopes 60), David (Jair 60) e Jota (Alex 60), Treinador Domingo Barros.

Derbi de Matosinhos disputado num ambiente carregado de emoção, antes do apito inicial foi dado um minuto de silencio  em memória de Armando Mesquita, ex jogador de futebol que faleceu na passada sexta feira vítima de cancro

Sob um dia de Verão de São Martinho (a chuva resolveu dar tréguas). O encontro começa de alguma forma frouxo e sem grandes motivos de interesse, até que Pedras resolve pegar no esférico e depois de uma jogada de insistência pela lado direito, a defensiva do Padroense, meio adormecida não alivia o perigo, a bola sobra para Areias que remata a contar.  A Equipa da casa que teve grandes dificuldades na zona de construção, assiste ao segundo golo dos leceiros, desta vez de apontado de grande penalidade pelo capitão Pedras.
Padroense não consegue responder com perigo, apesar da posse de bola, o Leça mais pratico e objectivo, praticando um futebol de transições, minuto 20 vê o árbitro parar uma jogada de grande perigo quando Areias se preparava para fazer o 0-3 (Arbitro beneficia claramente o infractor quando aponta uma falta marcada sobre David). A turma de Domingos, melhor no terreno vai dando conta do recado e consegue que o perigo ande arredado da sua baliza. Ao minuto 36, mais uma “caso” Jovanovic treinador adjunto, é expulso do banco por protestar, quanto a nós de uma forma natural, um lance mal tirado de fora de jogo. O intervalo chegou a vitória justa da turma de Leça da Palmeira
No Segundo tempo e com duas alterações produzidas por Augusto Mata, a equipa do Padroense mostra-se mais esclarecida e assume as despesas do jogo indo em busca do golo que lhe permita voltar ao jogo. Mas pertenceu primeiro, o lance de maior perigo à equipa do Leça, quando ao minuto 49, João Matos no limite da sua área impede que Pedras faça gosto ao pé.
Minuto 55, o capitão Paulinho, caí na área mas o árbitro nada assinala, de nada valendo os protestos dos jogadores do Padrão.
Aos 64 minutos, Pereira na primeira vez que toca no esférico, atira ao poste direito da baliza de Diogo.
Aos 73 minutos, mais um “caso”, Penalti assinalado a favor do Padrão, falta sobre Fábio na área de rigor, Paulinho na marca de 11 metros, permite a defesa a Diogo, que esteve enorme nesta lance pois defendeu com mestria e segurança também a recarga, mas o árbitro auxiliar dá indicações ao chefe de equipa por violação da área, o lance repete-se e desta vez Paulinho não perdoou reduzindo o placard.
Aos 77 minutos é a vez de João Matos brilhar com vistosa defesa a remate de Miguel que de fora da área tenta o chapéu.
90+ 2 mais um “caso”, expulsão do médio Paulo Lopes com segundo amarelo por pontapear a bola (lance perfeitamente normal consideramos aqui excesso de rigor do árbitro, pois Paulo Lopes, já estava amarelado por protestos na repetição do penalti)
Em cima do minuto 90+4 antes mesmo do apito final, o Padroense chega à igualdade através de um livre direto superiormente marcado por Ivan.

Em suma um jogo bem disputado com fair- play que quase se estragava devido a uma arbitragem muito infeliz, em que a equipa do Leça saiu mais prejudicada. 

LEIXÕES DE REGRESSO ÀS DERROTAS EM COIMBRA

Ledman Liga Pró Jornada 15
Estádio Cidade de Coimbra.
Árbitro: Luís Ferreira (Braga).
ACADÉMICA 1 LEIXÕES SC 0
Ao intervalo: 1-0. Traquina, 26 minutos.

ACADÉMICA: Ricardo Ribeiro, Nii Plange, Diogo Coelho, João Real, Makonda, Nuno Piloto, Fernando Alexandre, Pedro Nuno (Kaká, 74), Marinho (Ernest, 74), Traquina (Nuno Santos, 88) e Tozé Marreco. Treinador: Costinha.

LEIXÕES: Ricardo Moura, Wellington, André Teixeira, João Freitas, Vumbi, Bruno China, André Salvador (Rui Cardoso, 57), Bruno Lamas, Bruno Henrique, Ludovic (Malele, 64) e Fatai (Manuel José, 81) Treinador: Daniel Kennedy.

Os estudantes dominaram os primeiros 45 minutos, mas criaram poucas oportunidades de golo. Numa dessas situações, aos 12 minutos, Traquina combinou com Pedro Nuno dentro da área, mas o remate do médio academista sai ao lado. O marcador funcionou aos 26 minutos por Traquina, muito ativo na partida, que entrou na área descaído para a esquerda do seu ataque e rematou em arco, fazendo um golo de belo efeito. Seis minutos depois, um defesa do Leixões quase fazia autogolo, num cruzamento de Marinho na área, mas a bola saiu a rasar o poste. Aos 43 minutos, Nii Plange antecipou-se a Fatai e evitou que o avançado do Leixões ficasse 'na cara' do guarda-redes Ricardo Ribeiro.

Na segunda parte, o jogo teve outra dinâmica, com a equipa nortenha a procurar o golo do empate, mas foi a Académica quem esteve mais perto de marcar novamente. Corria o minuto 48, quando Traquina cruzou para a área, onde Tozé Marreco, sem oposição, rematou à meia volta, para uma grande intervenção do guarda-redes leixonense. Aos 60 minutos, Makonda cruzou para o cabeceamento do avançado Tozé Marreco, novamente em excelente posição, mas a bola saiu à figura do guarda-redes. A melhor ocasião do Leixões registou-se aos 66 minutos, numa grande confusão na área contrária, em que Rui Cardoso não conseguiu emendar a bola para dentro da baliza, permitindo a antecipação de um defesa da Académica.

Tozé Marreco voltou a desperdiçar nova oportunidade, desta vez aos 69 minutos, após cruzamento rasteiro de Marinho, com o dianteiro da 'briosa' a chegar ligeiramente atrasado e rematar por cima da trave.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC