RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

ANÁLISE DE UM ADÉPTO CONFESSO DO LEIXÕES


REVEILLON

- Esta época o Leixões vai entrar no Ano Novo em lugar de subida. O clube falhou os seus dois últimos grandes objectivos desportivos, primeiro, ao descer à Liga de Honra, depois, ao não conseguir a subida. Esta temporada, anunciou o orçamento mais baixo da década e nem assim o está a cumprir, mas a equipa, depois de um início relativamente modesto, entrou numa fase muito positiva e, perto do final da primeira volta, está em lugar de promoção e pode atingir a liderança na próxima jornada, caso vença no Estoril. Mas apetece perguntar: onde estaria o Leixões com outra dinâmica financeira e com os seus compromissos em dia?
No meio de tantos problemas, quem contratou esta equipa técnica merece um forte aplauso. Litos está também bem auxiliado, numa mescla de juventude e experiência, através de José Nuno Azevedo, Nuno Costa e João Fonseca. Entendo que o plantel está bem trabalhado, terá as suas lacunas, mas motivar jogadores a quem não se cumpre com o salário na hora certa não é nada fácil. Acho que, neste quadro, ninguém lhes pode pedir/exigir a subida. Uma coisa é certa: esta equipa luta muito e não joga para o empate. Já venceu sete jogos quando, no campeonato passado, o Leixões obteve dez vitórias no total... E tem mais quatro pontos do que à 13.ª jornada de 2010/11.
Se se fizesse uma sondagem, acho que quase toda a gente responderia que queria que o clube subisse. Eu também! Mas, acima de tudo, gostava que, em 2012, o Leixões fosse um clube DE PRIMEIRA. Feliz Ano Novo!

Por João Pedro Faria

PAULINHO PENANTES (ex CANDAL) É REFORÇO DE INVERNO DO FC INFESTA

Paulo Adriano Marantes Oliveira

Nascido a 1984-11-14 (27 anos) Natural do Porto.
Porf. José Manuel Ribeiro, técnico infestista, tem mais uma opção para a frente de ataque da equipa. PAULINHO PENANTES, avançado que se revela muito experiente, com uma carreira que passou por clubes como: Desportivo de Portugal, Estoril Praia, União Tires, Vilanovense, FC Maia, Vila Meã, Pedrouços e Candal. Vem reforçar o líder da serie B III Divisão Nacional. O FC Infesta espera pelo certificado do atleta para o poder inscrever, que se prevê, chegue esta sexta-feira.

A titulo de curiosidade, PAULINHO PENANTES, é irmão do também avançado do Padroense FC, TIAGO PENANTES.
“mitchfoot futebol de Matosinhos” Saúda o ingresso deste belíssimo jogador no futebol de Matosinhos, particularmente no FC Infesta.

FELIZ 2012 CIDADE DE MATOSINHOS


NESTE NOVO ANO QUE SE INICIA
POSSAMOS CAMINHAR MAIS E MAIS
EM BUSCA DE UM MUNDO MELHOR

OS MELHORES EXITOS DESPORTIVOS
PARA TODOS OS CLUBES DE MATOSINHOS

QUE 2012 SEJA MUITO FELIZ PARA TODOS

Mário Barbosa " mitch"

LITOS - "A ATITUDE DOS JOGADORES, É MERECEDORA DESTE PRÉMIO"


Leixões com férias curtas a pensar na liderança

O Leixões despediu-se do ano com um triunfo (1-0) caseiro frente ao União da Madeira que levou o conjunto de Litos ao segundo lugar da Liga Orangina. Ainda assim, antes de o plantel entrar num curto período de férias, o técnico já deixou os votos para a entrada em 2012, frente ao Estoril:

"Vamos de férias antes de defrontar uma grande equipa, à qual também queremos ganhar". O jogo frente ao primeiro classificado, o Estoril, rival dos matosinhenses na corrida pela subida de divisão, terá lugar apenas no dia 8 de Janeiro, mas o técnico agendou o regresso aos trabalhos para a próxima segunda-feira, já que na preparação para defrontar, fora de portas, "uma grande equipa", todo o tempo é valioso. Com a possibilidade de ultrapassar os canarinhos na classificação, tirando-lhes o comando, Litos considera que "o primeiro lugar nesta altura do campeonato não quer dizer nada", mas ressalva que a atitude dos seus jogadores "é merecedora desse prémio".

Quanto a mexidas no plantel no mercado de Inverno, o técnico não espera muitas mudanças, embora haja a possibilidade de reajustes, nomeadamente, com a saída de um ou dois jogadores menos utilizados.

O JOGO

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

DANIEL CHETA - ENTREVISTA AO SITE DO FC PERAFITA

NOME: António Daniel Mar Pinhal Branco Cheta
IDADE: 29/02/1988 (23 anos)NATURALIDADE: Matosinhos
POSIÇÃO: AvançadoALTURA: 1,85PESO: 77kg
Prato preferido: Lasanha. Filme: Gladiador. Programa de Tv: CSI
Um Desporto: Voleibol. Um ídolo: Cristiano Ronaldo.
O que a família representa para ti? Um grande apoio
Um lugar: Praia. O que gostas de fazer nas horas vagas? Cinema e estar com os amigos. Uma frase: Carpe Diem Um momento inesquecível na tua carreira? Fase final nacional de juvenis. Um título marcante? A subida pelo Custóias FC a divisão de honra

Entrevista ao site do FC Perafita feita por Atoviag

Atoviag: Como começas-te no futebol e quais clubes que representas-te?

Cheta:Comecei no futebol graças ao meu pai que sempre me incentivou a jogar e entrei para o Leixões onde estive durante mais ou menos 12anos e onde vivi bons momentos Depois disso fui para o Custóias FC onde tive duas épocas seguindo-se o UD Lavrense e SC Srª. da Hora até chegar este ano ao FC Perafita.

Atoviag: Qual o jogo mais difícil até hoje?

Cheta:Este ano temos tido vários jogos difíceis, principalmente quando é no pelado e onde temos mais dificuldade em praticar o nosso futebol.

Atoviag: Quais as maiores dificuldades que um jogador encontra para ser reconhecido?

Cheta:Na minha posição isso e uma resposta simples.
Tem que se marcar golos, jogando bem ou mal o que interessa são os golos.

Atoviag: Como é se adaptar a uma nova equipa?

Cheta:Acho que devido a minha forma de ser sempre, consegui integrar-me facilmente e este ano acho que não foi excepção. Mas não esperava encontrar um grupo tão bom como este.

Atoviag: Quais as tuas perspectivas para o final desta época?

Cheta:A minha perspectiva para o final da época e que iremos subir de divisão porque estamos bem e unidos que e o mais importante.



Atoviag: O que tens a dizer quando os sócios e adeptos do FC Perafita quando estes te exigem que marques golo?

Cheta:O meu objectivo em todos os jogos é esse mas nem sempre e possível, mas tento sempre dar o meu máximo e ajudando o mais possível para que o FC Perafita ganhe que isso e mais importante.

Atoviag: Achas úteis as novas tecnologias (Site, Vídeos e Facebook) no FC Perafita?

Cheta:Acho Bastante importante, isto porque nem todos os familiares e amigos podem ir a estádio e com toda esta informação já podem ver um resumo e para nos jogadores que ficamos sempre com uma boa recordação.

Atoviag: Qual a tua meta que pretendes atingir no FC Perafita?

Cheta: a principal meta e a subida e só depois disso a nível pessoal gostaria de atingir a marca dos 15 golos.

Atoviag: Consideras o plantel do FC Perafita bom?

Cheta:O plantel do Perafita sempre foi muito bom e por isso e que tem jogadores que já estão no clube há muitos anos e os que vieram ajudaram a ficar mais forte e principalmente mais unido.

Atoviag: E o balneário é tão forte e unido como se fala?

Cheta:É bastante forte e unido e isso vê-se dentro de campo pela a ajuda que existe sempre entre todos.

Atoviag: Antes de terminar, gostaria que deixasses um recado para os jovens que querem seguir no futebol.

Cheta:Continuem a jogar futebol e a desfrutar os bons momentos que o desporto traz.

FC PERAFITA

HERNANI COLOCA LEIXÕES NO PÓDIUM



LIGA ORANGINA 13ª JORNADA
Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos
Árbitro: Cosme Machado (Braga).
Leixões-U. Madeira, 1-0
Ao intervalo, Marcador: 1-0, Hernâni (51')

Leixões: Waldson, Paulinho, Nuno Silva, Marcelo, Florent, Luís Silva, Paulo Tavares, Jumisse (Fausto, 46'), Hernâni (Feliciano, 62'), Diego Mourão e Pedro Santos (André Carvalho, 77').

União da Madeira: Christopher, Carlos Manuel (Tomé, 46'), Roberto, Avalos, Alex, Toni, Bruno, Ruben Andrade, Silva, Tozé (Diop, 71') e Gleibson (Nuno Silva, 59').

LEIXÕES FECHA O ANO COM A SUBIDA NO HORIZONTE

Um golo de Hernâni permitiu ao Leixões vencer o União da Madeira, por 1-0, em jogo relativo à 13.ª jornada da Liga Orangina. Numa tarde/noite fria, o Leixões soube ser paciente para somar mais três pontos e continuar o seu caminho tranquilo entre os primeiros da tabela.
Numa primeira parte sem história nem grandes oportunidades de golo, ambas as equipas apresentaram-se com um futebol lento e pouco criativo. Pertenceu à turma do mar a melhor oportunidade de golo, num remate cruzado de Hernâni com abola a passar muito perto do alvo. Do lado contrário, um tímido remate em cima do intervalo foi o que de melhor que se viu dos unionistas
Ao intervalo, Litos fez entrar Fausto e tirou Jumisse, numa clara aposta num futebol mais rápido e ofensivo. O resultado natural da supremacia Leixonense surgiu pouco depois do reinício do encontro, quando Hernâni obteve o quarto golo da época (terceiro na Liga Orangina), num eficaz golpe de cabeça. Toda a jogada, desenvolvida pelo lado esquerdo, foi excelente, culminando com um centro perfeito de Luís Silva a que Hernâni correspondeu da melhor forma, com um desvio ao primeiro poste, antecipando-se a toda defesa madeirense.
Até ao fim do jogo a equipa leixonense, soube controlar o mesmo, e mesmo no final, foi o Leixões quem podia ter ampliado o resultado, num remate de Diego Mourão, a passe de Fausto, que Christopher defendeu com dificuldade, permitindo uma recarga do avançado brasileiro que acabou na malha lateral.

O QUE ELES DISSERAM

Litos - "Fizemos um jogo excepcional e conseguimos mais uma vitória, dando continuidade ao que havíamos feito em Oliveira de Azeméis. Há muitos adjectivos para qualificar os meus jogadores que, em certos momentos, já quase nem necessitam que o treinador lhes transmita indicações para dentro do campo, porque sabem muito bem aquilo que têm de fazer. Quero desejar um bom ano para todos. Agora vamos descansar uns dias, querendo voltar à competição com uma vitória frente a uma grande equipa, como é o Estoril."

Predag Jokanovic - "Faltou-nos alguma experiência. É como na escola, temos de aprender rápido, porque não temos muito tempo a perder. Levarmos um ponto daqui de Matosinhos era algo de muito positivo, mas tenho de dar os parabéns ao Leixões, porque marcou um golo e ganhou o jogo."

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

LEIXÕES - TERMIRAR O ANO A VENCER


À espera de boa faina

O Leixões tem tido um percurso consistente e em crescendo que lhe permite fixar-se no quarto lugar da tabela, vindo da ronda anterior com uma vitória no reduto do semifinalista da Taça de Portugal, Oliveirense. Se a isto o factor-casa for levado em conta, os comandados de Litos são claramente favoritos na partida de hoje, frente ao União da Madeira. Os insulares já trocaram de treinador e isso trouxe nova esperança mas o certo é que são últimos classificados e duas das três vitórias que conseguiram foram nas longínquas primeira e segunda jornadas. As diferenças são claras.

Equipas Prováveis

Estádio do Mar, em Matosinhos

Árbitro Cosme Machado [AF Braga]

Leixões
Waldson; Paulinho, Nuno Silva, Zé Pedro e Florent; Marcelo, Paulo Tavares, Junisse e Hernâni; Diego Mourão e Pedro Santos

Outros convocados: Fonseca, Fausto, Luís Silva, André Carvalho, Marcelo, Wesllem, Moisés e Feliciano

Treinador Litos

União da Madeira
Christopher; Carlos Manuel, Ávalos, Fábio Ervões e Alex; Toni, Rúben Andrade, Gleibson, Bruno Fernandes e Tozé Marreco; Silva

Outros convocados: Matt Jones, José Roberto, Silvestre Pinheiro, Tomé Mendes, Nuno Silva, Mbaye Diop e Etamé

Treinador Pedrag Jokanovic

O JOGO

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

AMANHA ÀS 18:00 ESTÁDIO DO MAR - " para matar o borrego"


Sabia que…

O União da Madeira, que amanhã (18 horas) visita o Leixões, para a Liga de Honra, está ligado ao maior feito da história do centenário clube do Mar?

Na célebre época de 1960/61, que culminou com a brilhante conquista da Taça de Portugal, os leixonenses despacharam o União da Madeira, nos quartos-de-final, com duas vitórias (3-0 e 3-1), dado que as eliminatórias eram a duas mãos.

Curiosamente, o Leixões voltaria a defrontar a equipa madeirense por mais quatro vezes, mas nunca mais a venceu. Amanhã é uma excelente ocasião para matar o borrego…

Por JOÃO PEDRO FARIA

LITOS NÃO GOSTA DA DIFERENÇA DE TRATAMENTO ENTRE CLUBES DA 1ª E 2ª LIGA


"Pouca consideração por atletas e profissionais"

Litos, treinador do Leixões, não gostou da diferença de tratamento entre os clubes da Liga ZON Sagres e os da Liga Orangina. A marcação de uma jornada para apenas três dias após o Natal, algo que não acontece na principal divisão do futebol nacional, levou o treinador a tecer algumas críticas aos organizadores das competições: "Dia 25, era obrigatório efectuar uma paragem para permitir que toda a gente pudesse estar com a família. Mas isso tornou a semana atípica, pois não houve treino a três dias de um jogo. O Natal é uma data importante em termos de família e, se pararam umas provas, deviam ter parado todas. Em Portugal não há tradição de se jogar nesta quadra, pelo que deviam ter interrompido todas as competições e não apenas algumas."

Mas Litos vai mais longe ao manifestar o descontentamento pela desigualdade de tratamento entre as duas competições profissionais: "Pensava que fôssemos apenas profissionais de uma equipa de segunda divisão e não profissionais de segunda, mas parece que não é bem assim. Quem gere os campeonatos deveria ter tido maior consideração pelos atletas e pelos profissionais em geral, pois há quem more longe do lugar onde trabalha, impedindo-os de estarem com os seus familiares. Mas, como somos profissionais, não vamos deixar que isto afecte o nosso rendimento no próximo jogo."

O Leixões defronta amanhã o União da Madeira e o técnico leixonense quer encerrar o ano com uma vitória. "Mesmo que não tivéssemos ganho à Oliveirense, toda gente quereria conquistar, na mesma, os três pontos frente ao União", assegura Litos, para quem os insulares formam "uma equipa que tem demonstrado que gosta de jogar e que sabe jogar". Quanto ao apoio dos adeptos, o técnico está optimista: "Há muita gente que está de férias, em especial os mais novos, e trata-se do último jogo do ano, pelo que acredito que vamos ter uma boa casa."

O JOGO

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O INFESTA JOGA NA QUINTA DO PRESIDENTE


O caso insólito de jogar na quinta do presidente

Por força dos novos regulamentos federativos, o relvado do Estádio Moreira Marques não tem as dimensões mínimas necessárias para receber jogos oficiais (100 metros de cumprimento e 64 de largura), pelo que o Infesta teve de encontrar uma alternativa a partir da época passada. Começou por jogar em Leça do Balio e depois mudou-se para a Quinta da Arroteia, situada em São Mamede de Infesta e propriedade do presidente Manuel Ramos, cuja casa também fica naquele espaço. O recinto, então pelado, existe há duas décadas e, há um ano, recebeu um relvado sintético da última geração, iluminação artificial e uma bancada com capacidade para cerca de 500 pessoas. O presidente cedeu o direito de superfície ao clube e aguarda agora pelos apoios financeiros acordados então com a Câmara Municipal de Matosinhos. Rebaptizado com o nome do líder do clube, o pequeno parque de jogos é agora a casa da equipa sénior do Infesta na III Divisão Nacional, embora parte dos treinos se realize no velhinho Moreira Marques.

O JOGO

INFESTA - EQUIPA DA SEMANA (para o jornal OJOGO)

FC Infesta
BI do clube
Fundação: 1 de Agosto de 1934
Estádio: Parque de Jogos Manuel Ramos
Lotação: 500 lugares
Sócios: cerca de 500 (pagantes)
Equipamento: Camisola branca com listas azuis e calções azuis
Títulos: Campeonato da AF Porto (39/40, 48/49, 56/57, 73/74, 83/84 e 10/11); subida à III Nacional (75/76), III Nacional (88/89)



Montanha Russa

O trajecto do Infesta ao longo das últimas quatro épocas é, no mínimo, radical. Após 20 anos consecutivos na II Divisão Nacional, o clube desceu à III em 2008/09 e, na época seguinte, caiu mesmo para a Divisão de Honra da AF Porto. Tratou-se de uma queda abrupta, mas o inferno da distrital durou apenas um ano. A equipa subiu e agora lidera mesmo a Série B da III Divisão, ao cabo de 12 jornadas. No fim-de-semana, ganhou em Mêda e beneficiou dos empates do Grijó e do Sousense para se isolar no comando.
"Fomos todos responsáveis pelas descidas. Houve menos investimento do que nos anos anteriores, as derrotas começaram a surgir e entrou-se num ciclo vicioso", contextualiza José Manuel Ribeiro, o actual treinador que na altura era adjunto de Manuel António. "Não se ter trocado de treinador de uma época para a outra foi o principal motivo", defende José Teixeira, vice-presidente para o futebol sénior. Já o presidente, o histórico Manuel Ramos, desvaloriza por completo derrapagem vertiginosa. "Não se passou nada de especial", considera.
Refeito do pesadelo, o Infesta volta a sonhar pela positiva, mas com cautela. "O objectivo é ficar nos seis primeiros na fase regular para assegurarmos já a permanência. Mas temos condições para lutar pela subida. Vamos lutar sempre, mas podemos abdicar da participação na II Divisão, se concluirmos que não temos condições para isso", explica Manuel Ramos, presidente do clube desde 1973 e financiador quase exclusivo. Aos 78 anos, quer retirar-se. "O meu genro, José Guimarães, seria a pessoa ideal para me suceder, mas além de dinheiro é preciso disponibilidade. É difícil o clube sobreviver sem mim. Tenho paciência de rei", diz .

O treinador
Paixão eterna
José Manuel Ribeiro entrou para o clube aos nove anos. Sócio e ex-jogador (lateral-direito), agora é o treinador da equipa principal, depois de ter sido adjunto. Professor de Educação Física numa escola de São João da Madeira, já conta com uma subida na curta carreira a solo e olha com ponderação para o primeiro lugar da equipa na Série B da III Divisão. "Não sei se isto é uma surpresa. O plantel não fica atrás de nenhum outro, mas o campeonato é muito equilibrado. Uma derrota pode fazer-nos baixar muito na classificação", afirma o técnico, para quem "o lugar do Infesta é na II Divisão Nacional, pela história e condições que tem".

VITINHA I capitão
'Tu cá tu lá' com Deco
Vitinha é um dos jogadores mais experientes do Infesta. A cumprir a décima época consecutiva ao serviço do clube, divide a actividade desportiva com a feira, onde vende meias e cuecas. Abraçou o negócio ao lado da mulher, depois de perceber que seria impossível viver em exclusivo do futebol. Para trás, ficou um percurso interessante, com passagens pela formação do FC Porto e pelos seniores do Salgueiros (98/99), onde foi colega de Deco, algo que diz com orgulho.

O JOGO

CUCA - UD LAVRENSE VAI DEIXAR O FUTEBOL DE MATOSINHOS

José Francisco (CUCA), jogador da U D Lavrense, ex sub 19 leixonense, defesa central de grandes recursos técnicos e que recentemente foi eleito pelos leitores do bolg mitchfoot, como o segundo Melhor de 2011 do futebol de Matosinhos.
Acaba de ser transferido da UD Lavrense para a equipa do Portosantense.

O CUCA (1º ano sénior) tinha integrado o plantel sénior do Lavrense no inicio da época , mas o seu valor veio ao de cima e impôs-se logo e foi ele mais o G. Redes MIGUEL MOTA os únicos totalistas do campeonato.
É um central que já levava 2 golos no campeonato, tem um toque de bola acima da media e um bom jogo de cabeça e por isso cobiçado por clubes de outras divisões e com outros objectivos .


O clube Portosantense aparece numa altura em que todos comentavam que o jogador tinha andamento para outras divisões superiores.
O jogador irá fazer em acordo com o clube os últimos treinos na próxima semana e embarcará de imediato para a ilha Dourada no inicio do ano, para dar continuidade á sua carreira.

FELIZ NATAL CIDADE DE MATOSINHOS


MITCHFOOT VAI ENTRAR NUM CURTO PERIODO DE FÉRIAS DE NATAL

A TODOS OS LEITORES
A TODOS OS COLABORADORES
A TODOS AGENTES DESPORTIVOS
A TODOS OS MATOSINHENSES
A TODOS OS EMIGRANTES
A PORTUGAL INTEIRO

SANTO E FELIZ NATAL

O MELHOR DE 2011 ( e o vencedor é:)


O MELHOR 2011 PARA OS LEITORES DO BLOG MITCHFOOT FUTEBOL DE MATOSINHOS

O sucessor de Paulinho INFESTA, vencedor do ano de 2010
A votação para a eleição do melhor jogador do futebol de Matosinhos, foi muito concorrida.
Com um total de votos de 1357, repartidos pelos 3 quadros de votação, ditou o seguinte:

1º QUADRO – TOTAL DE VOTOS - 633

RUI RAMOS – 35 votos = 5% do total de votos
NUNO RIBEIRO - 34 votos = 5%
JOEL – 41 votos = 6%
GANDARELA - 23 votos = 3%
NANDINHO - 27 votos = 4%
PAULINHO OLIVEIRA – 31 votos = 5%
TINAIA - 18 votos = 3%
CUCA - 358 votos = 58%
GONÇALO – 17 votos = 3%
TIAGO – 26 votos = 4%
ÁLVARO – 23 votos = 4%

2º QUADRO -TOTAL DE VOTOS - 537

CAPELA – 5 votos = 1% do total de votos
FAUSTO – 5 votos = 1%
NUNO SILVA – 16 votos = 3%
MARCO - 15 votos = 3%
ARMANDO – 365 = 67%
SEABRA – 28 votos = 5%
PAULINHO - 47 votos = 9%
PEDRO NUNO - 11 votos = 2%
VITINHA I - 11 votos = 2%
MADALENA – 17 votos = 4%
MOURA – 17 votos = 3%

3º QUADRO – TOTAL DE VOTOS - 187

CRISTIANO – 14 votos = 7% do total de votos
RICARDO – 15 votos = 8%
DINIS – 17 votos = 9%
VIRGILIO - 15 votos = 8%
PIMENTEL - 25 votos = 13%
RICARDO LOPES – 21 votos = 11%
MENESES - 42 votos = 23%
CARLOS MANUEL - 16 votos = 9%
DIOGO – 9 votos = 5%
PINTO – 7 votos = 4%
BARROS – 6 votos = 3%

A eleição para O MELHOR DE 2011, foi muito disputada, com se pode constatar nos quadros em cima descritos, a diferença para atribuir O MELHOR DE 2011, foi apenas de 7 votos.
Diferença muito curta, que revela a popularidade dos eleitos ARMANDO E CUCA (1º e 2º) respectivamente.

O terceiro (3º) Paulinho FC Infesta, foi vencedor o ano passado (2010), perdeu o trono, mas manteve-se no pódium.

CLASSIFICAÇÃO FINAL:

ARMANDO - Padroense FC, primeiro classificado (1º) com 365 votos

CUCA - UD Lavrense, segundo classificado (2º) com 358 votos

PAULINHO – FC Infesta, terceiro classificado (3º) com 47 votos

MENESES - OS Lusitanos, quarto classificado (4º) com 42 votos

JOEL – Custóias FC, quinto classificado (5º) com 41 votos

Em momento oportuno, MITCHFOOT FUTEBOL DE MATOSINHOS, vai entregar a TROFÉU ao vencedor, ARMANDO MESQUITA jogador do Padroense FC

A todos os que se dignaram participar nesta simbólica eleição, mitchfoot AGRADECE

A todos os nomeados, mitchfoot FELICITA

PARABENS ao vencedor, HONRA aos vencidos

A TODOS UM SANTO E FELIZ NATAL .

VIVA O FUTEBOL DE MATOSINHOS

Mário Barbosa “mitch”

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

PERAFITA FECHA O ANO COM GOLEADA (Com uma exibição de nota artística elevada)


I DIVISÃO A F PORTO 16ª JORNADA
Estádio F. C. Perafita
Árbitro – Pedro Bessa
PERAFITA 4 LEÕES DE CITANIA 0
Ao intervalo - 2-0 – marcadores. Cheta (24 e 31) Paulinho (59) Tinaia (62)


PERAFITA: Artur, Marco (Moura), Trajano, Hélder Maia e Alex; Marco Moreira, Tinaia (Joel) e Soberano (Carinhas), Cheta, Paulinho e Lutchindo. Treinador António Gaiteiro

LEÕES DE CITANIA: João, Tiago, Pedro (Sérgio), Brito (Jorge), Paulo; Vítor, Soares e Moura; Bruno, Costa e Hugo (Bernardino) Treinador: Germano Pereira.

EXIBIÇÃO COM NOTA ARTÍSTICA ELEVADA


O jogo iniciou-se com uma toada de relativo equilíbrio, os locais a tentarem estudar os visitantes e vice-versa. No entanto, este período não durou mais do que 10 minutos, o FC Perafita assumiu as “despesas” do encontro e partiu para o jogo com um único objectivo, a vitória, conseguiu impor o seu futebol característico, com muita posse de bola, ora com transições rápidas, para a sua linha avançada, ora com trocas sucessivas de bola, tentando, e conseguindo descompensar a equipa forasteira do seu esquema táctico. Os lances de perigo junto da baliza dos Leões de Citânia começaram a intensificar. No entanto o marcador só viria a funcionar à passagem do minuto 24, num lançamento lateral executado com rapidez, a bola é endossada para Paulinho que de primeira cruza com peso conta e medida para a cabeça de Cheta, que desfere o cabeceamento certeiro, estava assim inaugurado o marcador e traduzido em golos o melhor futebol empregue pelo FC Perafita. Ao minuto 26, num lance, também ele precedido de um lançamento lateral, mas desta vez directo para o coração da área, a bola sobra para Paulinho que quando se preparava para dominar o esférico é empurrado pelas costas por um defensor dos visitantes, sem sombra para qualquer duvida, foi assinalado penalti, e na marcação Paulinho, permitiu a defesa do guarda redes dos Leões de Citânia. Quando se pensaria que este lance fosse um tónico para os visitantes e um revés para os locais, tal não aconteceu, foi novamente o FC Perafita a pegar no jogo e com uma insaciável “fome” de golos, continuou na procura do segundo golo, tal viria a acontecer num livre marcado por Tinaia na estrema esquerda, marcado de forma muito tensa e para a zona de ninguém, onde na trajectória surgiu mais uma vez Cheta a desviar milimetricamente a bola para o fundo das redes dos visitantes,


Com o reatar da segunda parte do encontro, esperava-se uma reacção por parte dos visitantes, que não chegou acontecer, fruto da enorme disponibilidade e querer de toda um equipa do FC Perafita, que se encontra motivadíssima, com muita frescura física, pois faz das transições rápidas, uma das suas armas, contrapondo, quando o jogo assim o pede com uma consistente posse de bola. Assim não foi de estranhar que o futebol de qualidade viesse a dar mais frutos, numa jogada toda ela executada pela ala esquerda dos locais, surge um cruzamento para o flanco oposto que apanha Paulinho com algum espaço, o defensor visitante hesitou em entrar à queima deixando espaço, mais do que suficiente para o mesmo Paulinho, levantar a cabeça e cruzar para Cheta, no entanto, no calor da disputa de bola o defensor dos Leões de Citânia, ao tentar cortar o lance incorre em falta, pois coloca o braço à bola, desviando-a assim do seu percurso natural, nova grande penalidade assinalada, novamente os mesmos actores, Paulinho e o guarda redes visitante, desta vez, o avançado levou a melhor e carimbou o golo, que foi o terceiro dos visitados, decorria o minuto 59. Ainda mal restabelecida do terceiro golo a equipa dos Leões de Citânia encontrava-se perante uma nova e prometedora possibilidade de os visitados aumentarem a vantagem já de si dilatada, após um corte sancionado como jogo perigoso activo, dando origem a livre indirecto dentro da área, muito perto do limite desta, um pouco descaído para a esquerda, chamado a converter, Tinaia, desfere um remate muito forte e colocado, não dando qualquer hipótese ao guarda redes dos visitantes.
Estava assim feito o resultado final, com uma goleada e como se costuma dizer com uma bela nota artística, uma exibição de se tirar o chapéu.

LEÇA - RUI RAMOS MATOU O BORREGO.


III DIVISÃO SERIE B 12ª JORNADA
Estádio do Azevido - Rebordosa
Arbitro Pedro Cabral.
Ao intervalo – 0-0, maracador Rui Ramos (58)

REBORDOSA: Adriano, Jerónimo (Arnold) Ricardo, Gustavo e Alex (Tiago), Sousa (Nani), Vítor, Hugo, Pinto, Carlos e Litos. Treinador Carlos Barbosa

LEÇA FC : Cláudio, Zé d'Angola, Tiago Madalena, Hélder Pereira, Ernesto, Rui Ramos, André Moreira, Ricardinho (Moura), Cerejo, Vítor Hugo (Paiva)e Pedro Gomes (Magno). Treinador Armindo Machado.

Antevia-se um confronto muito difícil para os leceiros, nesta deslocação a Rebordosa, terreno em que a equipa do Leça nunca tinha vencido. Tradicionalmente muito complicado de contornar este adversário no seu reduto, a equipa leceira encarou o jogo com forte determinação e venceu com toda a justiça, pois foi de facto uma autêntica equipa, bem posicionada no terreno e muito concentrada nas tarefas a desempenhar. Com uma primeira parte muito disputada, com alguma dureza (excessiva), por parte dos homens da casa, a equipa leceira, nunca perdeu o norte e jogou sempre, olhos nos olhos, com um adversário que se encontrava a sua frente na tabela classificativa.
Na segunda parte, e com a mesma toada de jogo, equilibrado e sem grandes lances de perigo, aos 58`minutos, a equipa do Leça, beneficiou de uma das muitas faltas do adversário, livre apontado por André Moreira e Rui Ramos a abrir o marcador, matando o BORREGO. Até ao fim os leceiros, com muito querer e qualidade de posse de bola, controlaram o jogo e o adversário, beneficiando de uma expulsão de Carlos, jogando os últimos dez minutos com mais uma unidade, mas o jogo não terminou sem que os leceiros, perdessem Ernesto, também por expulsão aos 90+7`minutos (exagerado tempo de compensação).

Em suma, foi uma exibição muito agradável do Leça, que mereceu ganhar esta partida mesmo contra uma arbitragem muito fraca e um adversário que usou e abusou da dureza em quase todos os lances.

Leça FC segue na 6ª posição com 17 pontos, a 5 pontos do líder Infesta e com os mesmos pontos do 7º classificado, o Sp. Mêda.
O próximo jogo terá lugar em 2012, no dia 8 de Janeiro, em casa, frente ao Sousense.

PADROENSE DESINSPIRADO CEDE EMPATE EM CASA

II DIVISÃO ZONA CENTRO 13 ª JORNADA
Estádio Padroense FC
PADROENSE 0 AMARANTE 0

PADROENSE: Marco, Paulinho, Ricardo, Bruno Pereira (Tonel), Miguel; Daniel, Mariano (Nuno Paulo) e Seabra; Bruninho, Marcão e Penantes (Benvindo). Treinador Augusto Mata

AMARANTE: Celso, Castro, Cameiro, Marquinhos (Caetano) André Pires, Lamelas e Tiago Silva; Bruno Alves (Teixeira), Tiago Martins (Rodrigues), Bispo e Nelson Campos. Treinador Arlindo Gomes

O EMPATE FOI MAL MENOR

A equipa do Padroense esteve nitidamente desinspirada neste encontro, com tudo, o jogo foi desenrolado a meio campo, com o equilibriu a ser a nota dominante.
Os BRAVOS de Matosinhos, nunca conseguiram chamar a si os cordelinhos do jogo, e com muitos passes errados, permitiram que o adversário conseguisse jogar nas transições ofensivas. A equipa visitante teve as melhores oportunidades de golo para levar de vencido este encontro.

A equipa de Matosinhos, só volta a jogar em 2012, fazendo uma visita a Cinfães, clube que esta na zona de despromoção – No dia 8 de Janeiro.

LEIXÕES - COM A SUBIDA NO HORIZONTE


Jogo no Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis.
Árbitro: João Capela (Lisboa).
Oliveirense - Leixões, 2-4.
Ao intervalo: 1-2.Marcadores:0-1, Jumisse, 2 minutos-0-2, Pedro Santos, 29'-1-2, Adriano, 33'-1-3, Diego Mourão, 47'-2-3, Adriano, 78'-2-4, Moisés, 90'+1

A TURMA DO MAR COM FUTEBOL PRAGMÁTICO E EFICAZ

Oliveirense: Bruno Vale, Nuno Lopes, Bruno Souza, Laranjeira, Chico Silva (Ivan Santos, 46), Zé Pedro, Oliveira (Guima, 55), Rui Lima, Clemente, Adriano e Barge (Sassá, 70).

Leixões: Waldson, Paulinho, Nuno Silva, Joel, Florent, Pedro Santos (Tiago Costa, 82), Paulo Tavares, Jumisse, Hernâni (Wesllem, 57), Marcelo e Diego Mourão (Moisés, 53).

JUMISSE REVELA VEIA GOLEADORA (4 golos na prova)


O Leixões venceu este domingo no terreno da Oliveirense, por 4-2, em jogo da 12.ª jornada da Liga Orangina, e saltou para a quarta posição, beneficiando da derrota do Santa Clara e "descolando" também de um adversário direto.
Jumisse, aproveitou da melhor forma um erro de Chico Silva e empurrou para o fundo das redes da baliza de Bruno Vale, inaugurando o marcador. Melhor começo, não podia ter a turma do Mar, pois aos 2`minutos já vencia no reduto da formação de Oliveira de Azeméis.
A turma do Mar, ampliou a vantagem aos 29 minutos, na sequência de uma grande penalidade marcada por João Capela, a castigar falta de Nuno Lopes, que Pedro Santos não desperdiçou, dilatando o resultado. O conjunto caseiro esboçou resposta e reduziu ao minuto 33, por intermédio de Adriano. Resultado que se atingiria o intervalo.
No reatar da partida, o Leixões ampliou o resultado e chegou ao terceiro golo aos 47 minutos, com um tento oportuno do avançado brasileiro Diego Mourão, que correspondeu da melhor forma a um cruzamento de Jumisse. A Oliveirense não desistiu e correu atrás do prejuízo, chegando ao 3-2 ao minuto 78, com Adriano a "bisar" e a relançar o encontro para os minutos finais, mas Moisés confirmou que os três pontos vinham mesmo para Matosinhos, concluindo um contra-ataque conduzido pelo capitão Nuno Silva no último minuto.

Quatro golos do segundo melhor ataque da Liga Orangina carimbaram a terceira vitória fora do Estádio do Mar e fazem com que o Natal de todos os leixonenses seja bem mais alegre.
Antes do fim de 2011, ainda há mais um jogo para o campeonato, com o União da Madeira, no Estádio do Mar, dia 28, pelas (18h00).

ALDEIA NOVA PERDE EM SÃO ROMÃO

Campeonato Distrital 2.ª Divisão Série 01 –15.ª Jornada.
Campo:F. C. S. Romão – S. Romão do Coronado – Trofa
Árbitro:Pedro Lopes
Campo:F. C. S. Romão – S. Romão do Coronado – Trofa
F. C. S. Romão 1 vs G. D. Aldeia Nova 0
Resultado ao intervalo: 1 – 0 Marcador: Hugo Filipe aos 35’

G. D. Aldeia Nova :Vilaça, Pinto, Manu, Igor, Ivo, Hélder, Filipe, Gouveia, Barros (cap), Tomás e Kareka
Suplentes:Miguel, Natal, R. Rocha, Daniel, Correia, Pedro e Noronha
Substituições:Natal por Gouveia e Noronha por Filipe aos 65’ e Daniel por Manu aos 77’Treinador:Luís Magalhães

Natal chega mais cedo a S. Romão do Coronado
O Aldeia Nova visitou hoje o F. C. S. Romão, um jogo realizado num campo de dimensões reduzidas, mais parecia um campo de futebol de sete, pelado, onde a equipa do S. Romão se sente mais à vontade. O S. Romão tem a sua primeira ocasião de golo por volta dos vinte e cinco minutos, quando, na transformação de um livre, Vilaça faz uma boa defesa desviando a bola para canto, batendo esta ainda na barra. Aos trinta e cinco minutos, “apareceu o pai Natal” na área do Aldeia Nova. Lance de contra-ataque do S. Romão, alguma confusão dentro da área, onde Igor tenta tirar a bola. No entanto, esta é desviada com braço de Hugo Filipe para dentro da baliza de Vilaça. O árbitro perto do lance, faz vista grossa, não valendo de nada os protestos dos jogadores do Aldeia Nova. Pouco depois termina a primeira parte, com o resultado de uma bola a zero a favor do S. Romão.

O Aldeia Nova entra na segunda parte a tentar a igualdade e, ao minuto cinquenta e cinco, Tomás, com forte remate, vê a bola a sair junto à barra da baliza de João. Minuto sessenta, falta de Barros à entrada da área. Na marcação do respectivo livre, Moreira remata ao vértice esquerdo da baliza de Vilaça. Ao minuto oitenta e três, boa oportunidade de golo para o Aldeia. Daniel, a meio do meio campo do S. Romão, remata forte, com o redes João a fazer uma excelente defesa para canto e a segurar a vitória para a sua equipa. Alguns minutos depois, chega o final do jogo, com o S. Romão a vencer por uma bola a zero, uma boa prenda do Natal que se avizinha.
O Campeonato vai agora parar duas semanas, devido à época do Natal e Ano Novo

Por José Cunha

MERCADO DE TRANSFERENCIAS

INFESTA
O médio/avançado ex infesta, Tiago Carvalho, está a caminho do Custóias
O jogador, natural de Guifões-Matosinhos de 20 anos idade, por não ser muito utilizado pelo técnico, José Manuel Ribeiro, na equipa infestista, optou por sair para ter a possibilidade de jogar mais. Tudo indica que será jogador do Custóias FC.

Vítor Pádua por razões profissionais deixa de pertencer ao plantel do Infesta, o GUARDA-REDES não consegue conciliar a profissão (Segurança) com o futebol.

SCSª HORA
João Dourado guarda-redes, decidiu sair do clube senhorense, preferindo a paragem, pois não se deslumbra para já, qualquer clube no horizonte do jogador.

CUSTÓIAS CEDE NO ÚLTIMO MINUTO


Estádio Cidade de Rio Tinto- Gondomar
Arbitro Pedro Estrela
Ao intervalo, 0-1, marcadores, Magalhães (43 gp)e Joel (89)

SP RIO TINTO: Beleza, Duarte, Bruno, Miguel, Fábio; Pires, Joel, Kika, Marco Cláudio, Marco Araújo e Paulo.

CUSTÓIAS FC: Meneses, Pessoa, Luizão, Nuno Ribeiro e Magalhães (Adérito); Eduardo, Dias e Renato, Gandarela (Danny), Caramalho e David (Nuno Santos). Treinador Paulo Silva

Num campo de relva natural (muito mal tratado) quase impraticável.
Grande jogo realizado pela equipa do Custóias na deslocação ao SP Rio Tinto, o resultado é de facto lisonjeiro para os da casa, pois os visitantes foram superiores em quase todo jogo.

MENESES SEGURA E MAGALHÃES DA VANTAGEM
A primeira parte o equilibriu foi a nota dominante. Aos 16`minutos grande penalidade, muito duvidosa, marcada a favor dos da casa, que Meneses defendeu com grande classe. A supremacia dos forasteiros, só deu os seus frutos muito perto do intervalo, através de outra grande penalidade, esta sim! Não há dúvidas, defensor do Rio Tinto, joga a bola com a mão dentro da área de rigor.Chamado a converter, Magalhães não perdoou, fazendo o 0-1 com que se atingiu o intervalo.




QUEM NÃO MARCA, SOFRE!
A segunda parte assistiu-se a vinte minutos de futebol bem jogado por ambas as equipas, mas pertenceu ao Custóias a s melhores oportunidades de golo, para sentenciar a partida. Aos 59`minutos, David, isolado atira ao poste esquerdo da baliza de Beleza. Aos 64` minutos novamente David em boa posição, servido por Caramalho (grande jogo), atira para as nuvens. Aos 70`minutos, Caramalho, outra a vez a assistir David, que apesar de travado em falta pelo guarda-redes (Grande penalidade?), atira para fora. Insiste o Custóias e aos 85`minutos Danny que entrara para o lugar de Gandarela, esteve muito perto de marcar, proporcionando uma grande defesa a Beleza (ex UD Lavrense). Como quem não marca sofre! Injustiça ao cair do pano, golo do Rio Tinto aos 89`minutos, marcado por Joel, num contra-ataque rápido, cruzamento e o médio a finalizar de cabeça, antecipando-se à defensiva custóiense.
Não merecia tão duro castigo a equipa custóiense, que nos últimos jogos realizados, tem demonstrado futebol de qualidade suficiente para se manter nesta divisão. Com um pouco mais de sorte, os custóiense tem tudo para subir na tabela.

ARBITRAGEM DESASTROSA E DESPERDÍCIO DE OPORTUNIDADES DERROTAM S.C.Sª HORA



O S.C. Senhora da Hora alinhou com: Gamito, Carneiro, Ramalho, Leandro, Diogo(45m Dani), Ricardo, Jordan, Sérgio (55 Kaka), Serrão, Bruninho e Ferrer(78 Moreira).

Entrada da equipa da casa a querer a vitoria e nos primeiros minutos a criar três oportunidades para abrir o marcador. Apesar de não conseguir finalizar, conseguia controlar o jogo, Ferrer dentro da área e derrubado e o juiz, transforma o penalti num cartão amarelo ao jogador da casa, a equipa até reage bem e mesmo assim não vira a cara a luta e continua a criar imensas oportunidades para marcar. O Crestuma chega pela primeira vez á baliza do SC Senhora da Hora aos 43 minutos e faz golo. Entrada no segundo tempo, com a equipa de arbitragem a prejudicar o SC Senhora da Hora, eram jogadores do Crestuma em claro fora de jogo e o fiscal de linha a fazer vista grossa, o arbitro a fazer vista grossa a uma mão deliberada do central do Crestuma dentro da sua área e como não chegasse nos últimos minutos, carga sobre Kaka que o senhor juiz, transforma em dois amarelos e um vermelho directo e respectiva falta, se calhar por ser derrubado quando não podia ser. Esta equipa de arbitragem esteve péssima com nota de 0 a 20,obteve 2 e todos com muita experiencia nesta andanças. Como estamos em época Natalícia e todos" Santos" ajudam, um Santo Natal para todos.

Poe Pedro Silva

INFESTA EM GRANDE - VIRA O ANO EM PRIMEIRO


Pedro Nuno, Braga e Paulinho foram os autores dos golos.

O Infesta reassumiu a liderança isolada do campeonato ao vencer esta tarde em Mêda a equipa local por 0-3. Num jogo completamente dominado pela equipa do Infesta, com mais posse de bola, mais ataques, mais remates, a equipa de José Manuel Ribeiro chegou com toda a naturalidade ao primeiro golo aos 11 minutos por Pedro Nuno e à passagem da meia hora, chegou ao segundo golo por Braga. A partir do segundo golo, o Infesta tirou o pé do acelerador e o Mêda procurou a todo o custo reduzir mas sem perigo. Na segunda metade, o Infesta entrou novamente a todo o gás e aos 52 minutos, Paulinho terminou em golo, uma jogada bonita do Infesta. Com o terceiro golo, a equipa do Mêda, mais com o coração do que com a cabeça, procurou correr atrás do prejuízo, mas quase nunca conseguiu criar perigo. Com esta vitoria, o Infesta voltou à liderança isolada do campeonato, beneficiando dos empates caseiros de Sousense e Grijó.

FC INFESTA

domingo, 18 de dezembro de 2011

RESULTADOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

RESULTADOS DE FIM-SEMANA

OLIVEIRENSE 2 LEIXÕES 4

PADROENSE 0 AMARANTE 0

SP MEDA 0 INFESTA 3

REBORDOSA 0 LEÇA FC 1




SP RIO TINTO 1 CUSTÓIAS 1

PERAFITA 4 LEÕES DE CITANIA 0

LAVRENSE 0 BOUGADENSE 1

SENHORA DA HORA 0 CRESTUMA 1

LEÇA DO BALIO 1 FC FOZ 0

LUSITANOS 1 MOCIDADE SANGEMIL 2

SÃO ROMÃO 1 ALDEIA NOVA 0

ENCERRAMENTO DAS COMEMORAÇÕES DOS 80 ANOS DO SCSª HORA (Personalidades foram distinguidas)


Decorreu ontem dia 17 de Dezembro, o Programa de encerramento comemorações dos 80 anos do Sport Clube senhora da Hora, MUITA GENTE MESMO no clube e a seguir no Salão Nobre da Junta de freguesia, COM GRANDE FÉ E FERVOR CLUBISTA.

O evento contou com a Presença dos
PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA GERAL DO CLUBE DR VASCO BETTENCOURT, SR PRESIDENTE DA CÂMARA DE MATOSINHOS DR GUILHERME PINTO, VICE-PRESIDENTE C.M.M. DR NUNO OLIVEIRA, PRESIDENTE ASSEMBLEIA MUNICIPAL MATOSINHOS SR GUILHERME VILA VERDE, DISTINTO SÓCIO DO SPORT CLUBE SENHORA DA HORA QUE RECEBEU O TROFÉU MAIS DE 25 ANOS SÓCIO. SR. PRESIDENTE DA JUNTA DA SENHORA DA HORA SR VALENTIM CAMPOS , MUITOS DIRIGENTES E SÓCIOS e SIMPATIZANTES DO SENHORA DA HORA-

O Sr VEREADOR DA CÂMARA MATOSINHOS DR GUILHERME AGUIAR recebeu o PRÉMIO " PERSONALIDADE DO ANO 2011 " CONCELHO DE MATOSINHOS PELO SEU EMPENHO NO DESENVOLVIMENTO DO PROJECTO DE REQUALIFICAÇÃO DO COMPLEXO DESPORTIVO MUNICIPAL DA SENHORA DA HORA. Pela mão do Presidente do clube sr Vasco de Carvalho, que lhe dedicou rasgados elogios, pelo excelente trabalho que vem desenvolvendo no concelho de MATOSINHOS em prol do DESPORTO.

Tendo a seguir o srº Presidente da junta da Senhora da Hora sr VALENTIM CAMPOS TENDO SIDO AGRACIADO COM O TROFÉU" PERSONALIDADE DO ANO 2011 " CIDADE SENHORA DA HORA , pelo seu interesse e colaboração no desenvolvimento do projecto de
VALORIZAÇÃO DO SPORT CLUBE SENHORA DA HORA.

VOLTE FACE! GAMITO DE PEDRA E CAL NO SC SENHORA DA HORA

GAMITO
Gamito, guarda-redes dos senhorenses, que se tem exibido ao mais alto nível na defesa das suas redes, prestação que lhe valeu um convite para representar a AD Baião clube da divisão de honra. O atleta vai permanecer no plantel do SCSª Hora, pois as negociações com o clube baionense, não foram concluídas de forma que o jogador se mudasse para Baião.

JÚNIOR E JOÃO LUÍS
Entretanto, mitchfoot sabe de fonte segura, que dois atletas estão muito próximo de ingressar no clube senhorense, já este mês. Júnior defesa central/médio e João Luís avançado, que a confirmar-se, trata-se de um regresso ao clube, pois ambos atletas, representaram o SCSª Hora na época passada.

sábado, 17 de dezembro de 2011

PEDRO SANTOS - LEIXONENSE É O MELHOR DE NOVEMBRO

PEDRO SANTOS está duplamente de parabéns. O Sindicato dos Jogadores considerou o craque do Leixões o melhor jogador no mês de Novembro e melhor jogador jovem, também de Novembro. Duas distinções merecidas, cujos troféus serão brevemente entregues.

Por João Pedro Faria

LEIXÕES - 2 MESES DE SALÁRIOS EM ATRASO

O plantel do futebol sénior tem Outubro e Novembro por receber. A equipa comandada por Litos viu ser-lhe pago no início da semana o mês de Setembro e, apesar de ter 2 meses por saldar, o Leixões não corre o risco de ser penalizado (perda de pontos) podendo inscrever jogadores já em Janeiro na reabertura do mercado.

BLOG LEIXÕES

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

ENQUADRADO NO PERÍODO NATALÍCIO CUSTÓIAS FC ORGANIZA TORNEIO DE FUT.7


INTEGRAÇÃO CUP`11

O Custóias FC tem o prazer de organizar o torneio quadrangular INTEGRAÇÃO CUP`11
Com o intuito de promover, em geral a pratica do futebol sob a alçada dos valores da camaradagem, espírito de equipa, desportivismo, Fair play
Perspectivamos a INTEGRAÇÃO CUP`11 como um tremendo benefício para a sociedade, oferecendo um modelo competitivo que potencie ao máximo a participação no jogo, e encorajamos todos os responsáveis das equipas envolvidas a oferecerem o melhor das suas virtudes pedagógicas na realização de cada das suas tarefas bem como, os atletas a contribuírem com comportamentos positivos baseados nos valores desportivos e do Fair Play, de modo a tornar este evento um exemplo para a comunidade e para eventos vindouros.
Louvando a natureza do evento.

ADÃO ROCHA (o Presidente)
___________________________________________________
MODELO COMPETITIVO

Torneio Quadrangular de FUTEBOL 7

Com as seguintes Equipas:
POLICIA DE SEGURANÇA PUBLICA
GUARDAS PRISIONAIS DO EPP
CUSTÓIAS FC (seniores)
VETERANOS CUSTÓIAS FC

Jogo de Abertura – POLICIA S P vs Veteranos Custóias FC
2º Jogo – CUSTÓIAS FC vs Guardas Prisionais do EPP

Jogos de 40`minutos, duas partes de 20`minutos, c/ intervalo de 5`minutos

Complexo Desportivo do Custóias FC
DIA 20 DE DEZEMBRO 2011 – 19:00

MERCADO DE TRANSFERENCIAS (Futebol de Matosinhos)


SCSª HORA
De saída do clube estão:
Gamito, convite de um clube da divisão de honra
Borges e Vilas Boas sem clube.
Álvaro a caminho do FC Perafita

CUSTÓIAS FC
De saída do clube estão:
Rui Dias já está no Nun`Alvares clube da divisão de honra
César lateral esquerdo ex sub 19 leixonense, sem clube
Paulo Lopes, por motivos profissionais.

PERAFITA- PRENDA (Álvaro SCS ª Hora) NO SAPATINHO DE GAITEIRO

REFORÇO IMPORTANTE QUE SE ENQUADRA NO OBJECTIVO.
Álvaro, avançado, jogador bastante experiente, vai ser jogador do FC Perafita
O ex senhorense tem tudo acertado com o clube azul e branco liderado pelo carismático presidente António Santana.
Álvaro que depois de representar a UD Lavrense, seguiu esta época para o Senhora da Hora, mas em virtude de o clube senhorense não lhe proporcionar as condições necessárias, o jogador decidiu sair, apesar de ser contra a sua vontade.
Mister António Gaiteiro, tem assim uma prenda no sapatinho. Reforço importante para atacar a tão desejada subida de divisão, recorde-se que os perafitenses são líderes isolados do campeonato da 1ª divisão serie 1 da AF Porto.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC