RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

LEIXÕES POR DUAS VEZES DEIXA FUGIR OS TRÊS PONTOS


Estádio Dr. Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia.
23ª Jornada da II Liga
Árbitro: Hélder Malheiro (AF Lisboa).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Derrick (32), Luís Silva (36), Manuel Godinho (40), Diogo Clemente (56), Ricardo Tavares (85) e Fati (90+3).
Oliveirense -- Leixões: 3-2.
Ao intervalo: 1-2.Marcadores:  Bura, 16) Sérgio Ribeiro, (28) André Clóvis,( 45+1) Agdon,( 60) Fati,( 70).

Oliveirense: Kadu, Diogo Sousa, Manuel Godinho, Mathaus, Ricardo Tavares, Filipe Gonçalves, João Graça (Paraíba, 59), Diogo Clemente (Bouldini, 59), Sérgio Ribeiro, Agdon (Alemão, 75) e Fati. Treinador: Pedro Miguel.

Leixões: Tony, Jorge Silva, Matheus Costa, Bura, Derick, Amine (Evandro Brandão, 74), Zé Paulo, Luís Silva (Filipe Ribeiro, 80), Camara, André Clóvis e Roniel. Treinador: Jorge Casquilha.

Em nova casa emprestada, a terceira desta época, a Oliveirense entrou a perder no Estádio Dr. Jorge Sampaio, devido ao golo de Bura, aos 16 minutos, com Sérgio Ribeiro a igualar a partida, aos 28, mas já perto do intervalo, André Clóvis levou os visitantes para o balneário em vantagem.
No segundo tempo, Agdon voltou a empatar para a Oliveirense, aos 60 minutos, enquanto Fati consumou a reviravolta unionista dez minutos depois, uma vitória que leva a formação de Pedro Miguel a subir até ao 10.º lugar da tabela, mas fica ainda a dois pontos e a dois lugares do Leixões.
A Oliveirense teve duas ocasiões para chegar à vantagem, por intermédio de Fati, negado por Tony, e acabou por ser o Leixões a chegar à vantagem, num bom cruzamento de Jorge Silva para a entrada de Bura, que cabeceou para o fundo das redes.
Os locais assumiram o controlo da partida, uma combinação entre Fati e Ricardo Tavares abriu o flanco esquerdo e o guineense, dentro da área, serviu Sérgio Ribeiro que 'disparou' para a baliza e colocou a igualdade no marcador.
No último lance da primeira parte, o guarda-redes da Oliveirense saiu para agarrar a bola, largou-a quando passou a linha limite da área, deixando-a nos pés de André Clóvis, que só teve de acertar na baliza.
No segundo tempo, Pedro Miguel colocou Paraíba e Bouldini com resultados imediatos, o médio brasileiro na primeira vez que tocou na bola, tirou um defesa da frente e cruzou tenso para Agdon, que só teve de colocar a cabeça à bola para empatar a partida.
Foram precisos 10 minutos para se completar a reviravolta oliveirense, com o golo de Fati aos 70 minutos, com Ricardo Tavares a lançar por cima da defesa adversária o guineense, que seguiu isolado para a baliza e, no 'cara-a-cara' com Tony, colocou por entre as pernas do 'guardião'.
Evandro Brandão ainda teve uma excelente ocasião para igualar a partida, a dois minutos do fim, mas depois de afastar Manuel Godinho e com tudo para fazer o golo, atirou rasteiro e ao lado.

Foto Duarte Rodrigues 

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC