RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

DOMINGO DIA 20 DE JANEIRO HÁ DÉRBI EM MATOSINHOS


Domingo dia 20 de Janeiro, há dérbi em Matosinhos, jogo a contar para a 1ª Divisão AF Porto Serie 1 Jornada 18.
UD Lavrense vs SCS Hora, vão medir forças no Complexo Desportivo de Lavra.
As equipas estão apenas separadas por apenas um ponto na tabela classificativa, Lavrense tem 25 pontos e está posicionada no 8º lugar, os senhorenses no 9º lugar com 24 pontos, ambas têm tido as melhores prestações na prova, no que diz respeito a clubes de Matosinhos.
Os dois clubes têm também em comum, a particularidade de terem nos seus planteis, jogadores que já representaram as duas equipas, os jogos realizados entre si, têm sido de muita espetacularidade e refletem muito equilibriu no resultado final.
Na primeira volta o resultado saldou-se num empate, como será o próximo?

PERAFITA VENCE E CONVENCE! (firme na perseguição)


Jornada 17 da 1ª Divisão de Honra da A.F.Porto
Estádio S. Martinho - Santo Tirso
S. MARTINHO 1-3 FC PERAFITA
Ao intervalo, 1-0, golos Quim (29) Paulinho (61 e 71`) e Tinaia (88`)
 
FC PERAFITA: Artur, Nuno R., Tiago M., Raimundo, B. Magalhães, Viana, Hélder Silva, Tinaia, Paulinho, Lutchindo e Cheta. Suplentes: Mata, Alex, Luís, Pedrinha, Rafa e Nandinho. Treinador António Gaiteiro
 
 
O Perafita, entrou no jogo consciente da sua importância e desde do início mostrou ao que vinha, assumiu o jogo e foi à procura do golo, no entanto, a primeira situação de perigo pertenceu ao S. Martinho, que aproveitou uma desatenção defensiva, e um dos seus avançados a rematou por cima da baliza de Artur. Mas aos 29 minutos os visitados chegam ao golo por intermédio de Quim. Com o Lutchindo e o Paulinho a dar grande profundidade ao jogo atacante dos perafitenses, os visitantes responderam, nomeadamente por Cheta e Tinaia, que com um pouco mais de sorte podiam ter feito golo. Daniel Cheta, que depois de uma excelente jogada apareceu na cara do guarda-redes adversário, mas sofreu um toque do defesa do S. Martinho, que foi o suficiente para Cheta não conseguir a melhor trajetória.
 
 
O intervalo chegou com 1-0 no marcador a favor dos homens de verde e branco.
 
  No segundo tempo, o FC Perafita, continuou a mostrar que vinha às terras dos “jesuítas”, não para saborear o seu doce tradicional, que é ex-líbris da cidade, mas sim para levar para casa os três pontos.E numa jogada de ataque perafitense, eis que no que parecia já perdido o lance, visto que o guardião do S. Martinho parecia ter controlado a bola. Cheta insiste em pressionar e o guardião acaba por fazer “borrada” e largar a bola para os pés de Cheta, este parte em direção à baliza e é puxado pelos pés.O árbitro da partida não teve duvidas e assinalava a grande penalidade. Chamado a converter, Paulinho não perdoa e faz assim o golo do empate perafitense. Mas, o perigo para a baliza do perafita, também ainda não tinha acabado. Numa jogada pela direita do ataque do S. Martinho, o atacante da casa remata com toda a força, mas a bola acabaria nas mãos do “rei” Artur. O guardião do FC Perafita, depois da grande defesa chuta a bola com toda a sua força e acaba nos pés de Cheta que mais uma vez isolado de frente para a baliza, sofre nova falta do guardião de Santo Tirso que acabaria de ser expulso com a mostragem do segundo cartão amarelo e vermelho logo a seguir. Mais uma vez, Paulinho chamado à marcação do penalti e desta vez “enfia” no meio da baliza. Com Pedrinha já em campo e em boa forma, numa jogada de grande nível, coloca nos pés de Paulinho, este com um passe de “morte” coloca nos pés de cheta, que remata com tanta violência que o guardião da casa não consegue segurar e deixa para Tinaia encostar para o golo. Estava feito o 1-3. O S. Martinho passou a jogar um pouco mais próximo da baliza, perafitense na procura de amenizar os estragos, masresultado não se alterou até ao final do jogo.
 
Notas finais para assinalar dois aspetos positivos: o número de adeptos que estiveram presentes para  assistirem ao desafio, e o bom trabalho da equipa de arbitragem liderada por Nelson Pascual.

A F PORTO- 1ª DIVISÃO SERIE 1(Custóias FC, UD Lavrense e D Leça do Balio)


AF Porto - 1ª Divisão Série 1 2012/13 | Jornada 17
________________________________
Complexo Desportivo do Leverense
Árbitro, Manuel Tavares
LEVERENSE 1 CUSTÓIAS 0
Ao intervalo, 1-0, golo Barbosa (42`)
 
CUSTÓIAS: Luís, Renato, Flávio, Cláudio e Graça, Ivo, (Estrela), Medeiros, João Luís (Heldinho), Pigo (Vasquinho), Santa Cruz e Dany. Treinador Mário Rui.
 
Custóias volta às derrotas, desta vez fora de portas e com muitas queixas da arbitragem, Renato ex Leça FC, que realizou o seu segundo jogo ao serviço dos custóienses, desde que regressou ao clube, foi expulso em cima do minuto 90.

__________________________________
Complexo Desportivo de Lavra
Árbitro, Diogo Cancela
LAVRENSE 2 SP CRUZ 1
Ao intervalo, 1-0, golos Joel (9`) Fábio (48) e Seabra (89)
 
LAVRENSE: Telmo, Dani, Jesus, Tiago Pinto, Ricardo, Grilo, Couto (Seabra), Joel (Diego), Káka (Amaral), Ferrer (Cardoso) e Tiago Carvalho. Treinador Eduardo Paixão.

A equipa do Lavrense recebeu e venceu com alguma dificuldade o último classificado da prova. Vitória arrancada a ferros, pois a equipa lavrense marcou pelo suplente Rui Seabra, em cima do apito final. Destaque também para Joel, o médio estreia-se a marcar ao serviço do clube de Lavra. Vitória importante, que lhe valeu ultrapassar na tabela, o SCS Hora, seu adversário da próxima jornada.

___________________________________
Complexo Desportivo de Leça do Balio
Árbitro, Nuno Lopes
LEÇA DO BALIO 1 FC FOZ 3
Ao intervalo, 1-1, golos, Vanzeller (30 e 70`) Virgílio (35`) e Teixeira (65`)
 
LEÇA DO BALIO: Dinis, Marco Pereira, Cardigos, Virgílio e Grilo; Eduardo, Vitor Hugo (Carlitos) e Barros (César); Vitor Carneiro (Cris), Bessa e Miguel. Treinador Manuel Paulo (Paulão)
 
A equipa baliense, volta a perder no seu reduto, desta feita frente a um adversário que se encontra bem classificado na tabela. O Leça do Balio, encontra-se posicionada na segunda metade da tabela, mantendo-se 4 pontos acima dos lugares de descida.

FINALMENTE A PRIMEIRA VITÓRIA


III Divisão Série B 2012/2013 | Jornada 14
Estádio do Leça FC
Árbitro, João Calado (Coimbra)
LEÇA 2 REBORDOSA 1
Ao intervalo, 0-1 golos, Marcos (10), João M. Santos (49) e Rafa (85)
 
LEÇA: Castro, Sérgio, João Santos, Cláudio, Mário, César, Cerqueira, Pisco (Bruno Freitas) Pilé (Rafa), Domingos e Bruno João (Júnior). Treinador Vítor Leal.
 
REBORDOSA: Cláudio, Jerónimo, Marcos, Bruninho (Dias), Carlão, Barros, Marquinho, alex, Bessa (Vítor Hugo), Ismael, Xaneca (Mota). Treinador José Mota.
 
O Leça ganhou finalmente no campeonato da 3ª divisão B, com este resultado abandonou o último lugar, saindo mesmo dos lugares de descida aos distritais, estando agora em 10 lugar. O Leça que tinha uma excelente oportunidade de passar o seu adversário na classificação e entregar-lhe o último lugar na tabela, não se fez rogado e não desperdiçou a oportunidade. Entrando praticamente a perder com um golo fortuito do Rebordosa, a equipa do Leça tremeu e não se encontrou durante a primeira parte. Deserte de ideias e com a moral bastante baixa, os leceiros não criaram perigo algum à baliza forasteira e o intervalo chegou com a derrota parcial de 0-1.
 
2o tempo tudo foi diferente, com a entrada de Junior e Rafa (estreia absoluta)as coisas mudaram e para melhor. A equipa verde e branca partiu para cima do adversário e as oportunidades de golo foram-se sucedendo umas atras das outras. O golo do empate surgiu em lance de bola parada (canto aos 49`) João Miguel Santos, empata a partida. A vitória chegou em cima do minuto 85` RAFA de livre, encheu os corações leceiros de alegria.

JESUÍTAS FORAM MAIS EFICAZES.


II Divisão Zona Norte 2012/13 | Jornada 15
Estádio Abel Alves Figueiredo- Sto Tirso.
Árbitro, Carlos Reis (Porto)
TIRSENSE 2 PADROENSE 0
Ao intervalo, 1-0, golos Maurício (27), Pedro Tiba (89)

TIRSENSE: Pedro Soares, Barroso, Gil Dias, André Pinto, Vilaça, Ricardo, Fabinho, Rui (Veloso), Rafinha (Pedro Tiba) André Soares, Maurício (Lendro) Treinador Carlos Pinto.

PADROENSE: Marco, Paulinho, Lobo, Armando e Migue (Vinicius), Ricardo (Gazela), Chico, Amaral, Manuel Cordeiro, Fábu, Areias (Gonçalo). Treinador Augusto Mata.


Na terra dos Jesuítas, os Bravos de Matosinhos, perderam por duas bolas a zero e complicaram as contas na tabela classificativa, desceram para o penúltima posição. Num jogo muito musculado, muito por culpa do estado do relvado (muito pesado), quase improprio para a prática do futebol. Os Jesuítas mais felizes e eficazes na finalização, levaram de vencida a equipa do Padroense. Com o jogo disputado a meio campo, os Jesuítas abriram o marcador aos 27`minutos por Maurício, que aproveita um deslize de Chico, antes mesmo, aos 17 minutos, Augusto Mata vê-se forçado a mexer na sua equipa derivado a lesão de Pedro F.Areias, para o seu lugar entrou Gonçalo (estreia absoluta do ex infestista).


No segundo tempo e apesar de nem sempre bem jogado, os matosinhenses bem que tentaram chegar ao golo da igualdade, chegando com algum perigo ao último reduto Jesuíta através de lances de bola parada. O Tirsense que jogou bem melhor do que no primeiro tempo, só conseguiu selar a vitória, em cima do minuto 90.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC