RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

FEMININO DO CUSTÓIAS DE VOLTA ÀS VITORIAS


Custóias regressa ás vitórias 

Com um fim-de-semana impróprio para a prática do futebol derivado à chuva que caiu e responsável pelo adiamento de alguns jogos o Campeonato de promoção feminino Serie A, teve o seu recomeço após as férias natalícias. CP Martim, 
Os Sandinenses, e o Boavista, continuam no topo da tabela, sendo de prever um campeonato emotivo e bem disputado até ao fecho do mesmo. 
As equipas de Matosinhos, Leixões SC, Custóias FC e SC Srª da Hora, encontram-se praticamente fora da corrida ao título, pelo que só lhes resta dignificar as suas cores e alcançar a melhor classificação possível. 
Leixões SC que recebeu a equipa de Paredes, não foi além de um empate a 1 bola. 
Custóias FC a jogar em casa regressou às vitórias tendo batido a equipa do ADJ Mouquim (Famalicão) por 3 bolas a 1. 
SC Srª da Hora a jogar em campo emprestado (UD Lavrense) contra o Freamunde, não conseguir averbar os seus primeiros três pontos, saindo derrotado pelo 1 bola a 0 e consequentemente continua á procura da sua primeira vitória. 
Na serie B, Vila FC distancia-se do D. Sandinenses e do Murtoense e segue isolado em 1º lugar da sua serie.

 Manuel Sà

PERAFITA SOMA MAIS UMA DERROTA

 
AF Porto Divisão de Elite - Jornada 19 
Estádio Cidade de Rio Tinto 
Árbitro Carlos Silva 
RIO TINTO 2 PERAFITA 0 
Ao intervalo 2-0, golos de Bruno Teixeira (22 e 44) 

SC RIO TINTO: Ivo, João Pereira (Rui 9), Vítor Hugo, Jorge Pereira, Macieira, Madja (Dani 78) André Oliveira (Carlitos 87) Bruno Costa, Maga (Jean 87) Pablo e Bruno Teixiera. Treinador Sérgio Machado. 

FC PERAFITA: Mata, Rocha (Couto 29), Morgado, Tiago Silva e Tiga; Coutinho (Queimado 58) Marco Fafiães, Ricardo, Areias (Vinagre 64) Nandinho e João Paulo. Treinador Paulo Gentil.

   

Jogo bem disputado em que a dificuldade encontrada se viu no estado do relvado, praticamente impraticável Devido à forte chuva que se fez sentir particularmente no norte do País o mais espectável seria quem marcasse primeiro saia vitorioso do jogo, e assim foi! 
Não foi um grande espectáculo de futebol como era de esperar, foi um jogo de muita luta e solidariedade de ambas as equipas! 
Na primeira parte o Rio tinto assumiu as despesas do jogo como lhe competia, jogava em casa e tem outros objectivos que não os do Perafita, por isso mesmo os visitantes talvez por estratégia deram iniciativa de jogo ao adversário, e partiam em rápidas jogadas de transição sem contudo fazer grande mossa na defensiva gondomarense. Com mais pendor ofensivo os homens da casa nem sempre levavam perigo à baliza de Mata, mas adaptaram-se melhor ao estado do terreno e por duas vezes, tirando partido do mesmo, chegaram aos golos por Bruno Teixeira (ele que já jogou no Leça FC) que bisa no encontro. 

 Na segunda tempo a equipa do Perafita como lhe competia entrou mais forte indo á procura de amenizar o resultado e até dispôs de algumas oportunidades para fazer golo mas não o conseguiu. A equipa da casa estando em vantagem por dois golos limitou-se a gerir o resultado obtido no primeiro tempo Em suma foi um jogo bem disputado com duas partes distintas que teve um resultado justo. Boa arbitragem

Paulo Gentil treinador do FC Perafita “ Efectivamente o estado do terreno condicionou bastante mas penso que estivemos bem, com confiança, sentido que estamos a melhorar…frente a um adversário muito bom muito experiente, conseguimos ser superiores no segundo tempo, mas o resultado é justo”(…) “ O nosso campeonato vai começar agora, pois tivemos bastantes dificuldades na primeira volta, com a perda por lesão de sete jogadores potencialmente titulares. Temos condições para recuperar em prol do prejuízo e penso que vamos conseguir atingir os objectivos.” 

 fotos Facebook Sp Rio Tinto

3º VITÓRIA CONSECUTIVA VALE SAÍDA DA ZONA DE DESPROMOÇÃO


Segunda Liga - Jornada 24 
 Estádio do Mar, em Matosinhos. 
Árbitro: Jorge Ferreira (Braga).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Djibril (56). 
LEIXÕES 1 FC PENAFIEL 0 
Ao intervalo: 0-0. Marcador: Alemão, 83 minutos. 

LEIXÕES: Ricardo Moura, Gonçalo Graça, Diogo Nunes, Pedro Pinto, João Pedro, Malafaia, Caio (Niang, 78), Bruno Lamas, Pedras (Rateira, 78), Alemão (Pan Ximing, 90+3) e Ricardo Barros.Treinador: Pedro Miguel. 

 PENAFIEL: Ivo, Kalindi, Amoreirinha, Pedro Ribeiro, Pedro Araújo, Djibril (Mbala, 89), Tiago Barros, Aldair (Vieira, 55), Caetano (César, 76), Gonçalo Abreu e Yero. Treinador: Paulo Alves. 

O Leixões somou, a terceira vitória consecutiva na 2.ª Liga, ao bater o Penafiel por 1-0, resultado que lhe valeu sair da zona de despromoção. Num relvado muito difícil, face à chuva que tem caído na região, as duas equipas procuraram adaptar-se da melhor forma, mas o futebol esteve longe de seduzir. 
Numa meia parte em que se lutou mais do que se jogou, apenas por duas vezes a baliza esteve em perigo: primeiro quando Pedro Ribeiro (oito minutos), sem oposição, atirou na área para a bancada e depois através de Pedras (33), que viu o seu remate desviar num defesa e sair junto ao poste esquerdo. 
O forte assédio com que o Leixões começou a segunda parte trouxe um novo personagem ao jogo: Alemão, por duas vezes, aos 50 minutos, criou perigo, valendo aos forasteiros a oposição do guarda-redes Ivo. Depois, aos 69 minutos, o árbitro Jorge Ferreira, que havia invalidado bem um golo da Ricardo Barros, aos 60, deixou passar impune um derrube de Kalindi a Alemão, quando este se esgueirava para a área. De bola parada, o Penafiel (75 minutos) esteve perto de marcar, com Ricardo Moura a não segurar o livre direto cobrado por Tiago Barros, acabando, à segunda, por deter o esférico em cima do risco da baliza. Num lance em que a infelicidade de Ivo (83 minutos) se aliou ao oportunismo de Alemão, o extremo do Leixões aproveitou o desentendimento entre Kalindi e o guarda-redes para atirar para as redes desertas, após um cruzamento de Rateira da direita, garantindo o triunfo para os locais. 

Conferência de Imprensa 

Pedro Miguel "Vitória justa da melhor equipa, da que teve mais oportunidades e que esteve sempre por cima do jogo. O Penafiel apenas nas bolas paradas tentou criar algum perigo. Queríamos ter chegado ao golo mais cedo, mas parabéns aos jogadores que trabalharam imenso. Sabíamos que ia ser um jogo difícil pelo estado do terreno e trabalhámos durante a semana sabendo disso. Jogar bem nestas condições passa por simplificar o jogo e hoje pedia-se futebol direto. Felizmente conseguimos conquistar três pontos, que eram muito importantes para nós. Estamos contentes com o trabalho que temos vindo a realizar. Em 8 jogos fizemos mais pontos do que o Leixões tinha feito nos anteriores 16. Estamos no caminho certo e encaramos o futuro com otimismo, mas temos de continuar a trabalhar. Mais uma vez, quero deixar uma palavra para os adeptos que nos apoiaram do princípio ao fim. Nos momentos em que a equipa estava por baixo eles ajudaram e empurraram-nos para a vitória. Foram e têm sido muito importantes. O Leixões tem de ser isto. Todos juntos a puxar para o mesmo sítio: grupo de trabalho, adeptos e direção." 

 Paulo Alves "Foi um jogo extremamente difícil e complicado. O Leixões adaptou-se melhor e acabou por ganhar num erro defensivo nosso, embora tenha tido o seu mérito, porque teve sempre muita alma e coração, algo que nos faltou. Perdemos um jogo que era muito importante para nós e temos de repensar o que queremos fazer, porque precisamos de mais atitude para conquistar pontos."

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC