RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

GAITEIRO DE REGRESSO PARA ORIENTAR A UD LAVRENSE

António Gaiteiro é o substituto de Leandro Cunha no comando da equipa Lavrense, que compete na Divisão D´Elite Pro Nacional AF Porto

A aposta pessoal do presidente Arménio Santos recaiu na contratação de António Gaiteiro para substituição do técnico Leandro Cunha, que terminou funções com clube esta terça-feira última.

O treinador mister Gaiteiro já foi apresentado e já começou a trabalhar, comandando o plantel sénior esta quarta-feira, no treino que já estava agendado. A sua estreia está marcada para a próxima jornada altura em que os Lavrense recebem no seu reduto a equipa do CD Candal, já no próximo domingo.

Gaiteiro, é o novo timoneiro e pela frente tem a tarefa bastante difícil e aliciante de tirar o clube dos lugares de descida e estabilizar o clube na Divisão D` Elite…levando na bagagem um curriculum carregado de experiencia e o conhecimento da principal divisão da AF Porto. Para trás ficou o São Martinho, último clube (Sto Tirso) treinado por Gaiteiro e o melhor passado do FC Perafita em termos competitivos.

Acompanha o mister António Gaiteiro, Flávio Silva que transita da Academia de Formação Lavrense e que passará a ser o seu braço direito.  

DANIEL KENEDY ESCOLHIDO PARA SUBSTITUIR FILIPE COELHO NO LEIXÕES

Daniel Kenedy é o novo treinador do Leixões
O técnico sucede a Filipe Coelho e estreia-se num escalão profissional em Portugal

A SAD do Leixões, da II Liga de futebol, comunicou hoje ter rescindido de forma amigável com a equipa técnica liderada por Filipe Coelho e anunciou a chegada do novo treinador, Daniel Kenedy.

Num comunicado publicado na página oficial do clube na internet, a SAD informa "que chegou a acordo para a rescisão amigável dos contratos com a equipa técnica formada por Filipe Coelho, Vasco Matos, João Batista e Paulo Ferreira".

Na mesma nota informativa, a SAD adianta ter contratado "para o comando técnico da sua equipa sénior o treinador Daniel Kenedy, que será coadjuvado pelos treinadores João Crespo, António Carvalho e João Araújo, mantendo-se na estrutura o atual treinador de guarda-redes, Nuno Santos".

O antigo jogador do Benfica e da seleção portuguesa já orientou o treino de hoje, que decorreu em Fão, uma vez que o relvado do Estádio do Mar vai sofrer uma intervenção para ser melhorado, aproveitando o facto de o próximo jogo em casa ser apenas no dia 27 de novembro, diante do Santa Clara.

"A administração da Leixões SAD informa os associados e simpatizantes que, na sequência do pedido de demissão do atual presidente Paulo Antunes, será constituído um novo Conselho de Administração que será formalizado na assembleia geral da Leixões SAD, agendada para o próximo dia 30 de novembro", acrescenta o documento sobre a outra demissão, também hoje formalizada.


Com 13 jornadas decorridas, o Leixões ocupa o 20.º e antepenúltimo lugar da classificação, com nove pontos.

DN 

PRESIDENTE DA SAD LEIXONENSE SÁI COM O TREINADOR

Paulo Antunes, presidente da SAD do Leixões, apresentou a demissão e comunicou que a equipa técnica, que é liderada por Filipe Coelho, também está de saída do clube.

Comunicado:

Estimados Leixonenses:

Os resultados da equipa, numa primeira fase, e por culpa essencialmente das arbitragens, não foram o espelho das exibições em campo. Esse facto, devidamente documentado, foi já comunicado às instâncias que regulam o futebol em Portugal. Teríamos hoje mais seis a oito pontos.
Posteriormente, estou consciente que a equipa oscilou em termos exibicionais, considerando que tal se ficou a dever, essencialmente, à intranquilidade fruto da posição em que a equipa se encontrou na tabela classificativa.

No que à equipa técnica diz respeito, é meu entendimento, que cumpriu, exemplarmente, com o que lhe foi pedido pela administração:
-Entre a opção de um jogo directo, que não garante mais pontos, e que não valoriza jogadores, e de um jogo trabalhado, de posse de bola e que evidenciasse o talento dos jogadores, pediu-se que seguisse por este caminho.
-Entre a opção por jogadores experientes mas sem margem de crescimento e ambição natural, e a de jogadores jovens, com futuro pela frente que só a eles cumpre agarrar, optou-se pela segunda.

Só assim, no meu entender, faz sentido a existência desta Liga.

E só assim poderemos valorizar os nossos maiores activos e ter o retorno financeiro que permitirá ao Leixões sair da situação financeira em que se encontra, pelos seus próprios meios e pelo seu próprio valor, sem se alienar nem criar dependências externas. No curto espaço de tempo desde o início da época, foram várias e diversas as abordagens de clubes da primeira liga que procuram informação sobre os nossos jogadores.
Tenho por estéril o objectivo de obtenção de uma classificação suficiente que tenha como consequência o incumprimento das obrigações financeiras. No limite, por esta via, a SAD, que se encontra numa trajectória de sustentabilidade, entraria numa espiral de acumulação de passivo, com consequências muito graves para o clube.

Sabemos (todos) do risco da opção tomada.

Sou também absolutamente crítico da tese de que os treinadores vivem de resultados: esta é a posição mais comum. E a posição, que na sua medida, ajuda a contribuir para estado calamitoso da maioria dos clubes de futebol.

O treinador vive de competência, trabalho, dedicação, lealdade. E tudo isso esta equipa técnica tem de sobra.

Acho, por isso incorrecto, definir o futuro de alguém pelo penálti marcado ou não marcado, pela expulsão bem ou mal decidida, pela oportunidade falhada, pela bola na trave ou bola na rede. Um projecto de futebol tem de ser muito mais do que isso.

Assim, se alguma critica há que fazer, a mesma deve ser feita ao projecto iniciado, e a mim em primeiro lugar, e não à equipa técnica que se limitou, neste ponto, a perceber e a treinar (e bem), indo de encontro ao que lhes é pedido. Se alguma coisa falhou, foi o projecto, e não o treinador que o compreendeu, acarinhou e trabalhou.

Por isso acompanho a equipa técnica nesta demissão.

Comuniquei pois aos accionistas a minha decisão de renunciar ao cargo de Presidente do Conselho de Administração da Leixões SAD com efeitos imediatos.

Espero o apoio a todos a estes jovens jogadores, alguns da formação, e que aceitaram vestir a camisola do Leixões renegociando, em baixa, as suas condições salariais pelo amor e reconhecimento que têm ao clube.

Acredito muito em todo o grupo de trabalho e estou certoque os resultados vão aparecer.

Desejo toda a sorte do mundo à pessoa que me suceda.
E igual sorte à equipa técnica escolhida.
As maiores felicidades aos jogadores - que grupo fantástico!!!
E todo o sucesso ao Leixões.»

Paulo Antunes»




LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC