RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

SCS HORA EMPATA EM CASA FRENTE AO CASTELO DA MAIA. VEJA O VIDEO.


1.ª Divisão A. F. Porto (25ª Jornada)
Senhora da Hora, 0 - Castelo da Maia, 0


Jogo cinzento, em tarde muita cinzenta e chuva, apesar do empenho da equipa do SENHORA DA HORA, o Castelo da Maia, montou um teia que não deixou jogar , e lutou muito ,acabou por levar o queria, um ponto.

Destaques
O senhora da hora já não sofre golos nos ultimos jogos e marca 8 em tres jogos , a equipa está forte ..

Árbitragem:
Arbitro RUI OLIVEIRA Boa Arbitragem

Veja o video do jogo.



made in SCS Hora

LEÇA DO BALIO DESPERDIÇA A HIPÓTESE DE SUBIR NA CLASSIFICAÇÃO


Local: Complexo Desportivo Leça do Balio – Matosinhos
Árbitro do encontro: Paulo Neves.

Desde o inicio do jogo que se verificou alguma inércia da equipa do Leça do Balio, nunca durante o jogo o Leça do Balio se conseguiu superiorizar ao seu adversário, como, já costuma ser hábito.

MAIS UM EMPATE


No jogo decorrido no passado Domingo, aconteceu algo que já não é a imagem de marca desta equipa do Leça do Balio, ou seja, não conseguiu exercer pressão, o que desde logo facilitou a vida ao adversário, este, por seu lado bem organizado, foi criando uma ou outra oportunidade para poder inaugurar o resultado. Somente de sofrer alguns sustos é que o Leça do Balio acordou e começou a construir situações, também elas de pendor ofensivo e com muito mérito dos centro campistas e avançados do Leça do Balio. Decorridos 20’minutos, após uma forte pressão ofensiva por parte das hostes Balienses, eis que uma bola cruzada para a área do Foz, fica à mercê de Feliciano que bem posicionado na entrada da área, desfere um remate colossalíssimo, que não deu hipóteses ao guardião do Foz, inaugurando assim o marcador. Após a marcação do golo, o Leça do Balio conseguiu criar algumas situações para dilatar o marcador, mas, quer por boas intervenções do guardião visitante, quer pela maior eficácia da defensiva visitante o mesmo não se alterou, de realçar a marcação de uma grande penalidade, a favor do Foz, por mão na bola de um defensor do Leça do Balio, mas que os visitantes não conseguiram concretizar, por mérito espectacular do guardião Dinis, que mais uma vez, se portou como um dos melhores em campo, senão mesmo, o melhor, que defendeu com mestria a grande penalidade.



No segundo tempo, continuou-se a verificar em campo, uma equipa do Leça do Balio, incaracterística e sem conseguir impor o seu futebol de bom recorte técnico, com duas alterações efectuadas ao intervalo, o Leça do Balio, não conseguia soltar-se das marcações exercidas pelo adversário, e foi este que foi criando oportunidades atrás de oportunidades, todas elas, defendidas com Mestria, pelo homem do jogo – DINIS -, nesta altura o Leça do Balio bem tentava pegar no jogo, mas somente em transições ofensivas rápidas conseguia incomodar o último reduto dos visitantes, neste período surgiu, talvez a melhor situação de golo de toda a partida, numa bela transição ofensiva pelo flanco direito a bola chega aos pés de Carlitos que sempre em progressão consegue, já dentro da área, ludibriar dois adversários e oferecer o golo feito aos colegas avançados, que por mera infelicidade, por duas vezes no decorrer da mesma jogada não conseguiram enviar a bola para o fundo das redes visitantes. Como quem não marca sofre, foi isso mesmo que aconteceu, já numa fase de tudo ou nada o Foz consegue ganhar um livre descaído sobre o flanco direito (84’), da marcação do mesmo surge o desvio ao primeiro poste do avançado visitante para concretizar o empate que haveria de resistir até ao final. Já no período de descontos o Leça do Balio dispôs de uma bela oportunidade para desfeitear a equipa visitante, mas, mais uma vez os avançados do Leça do Balio, não conseguiram dar a melhor direcção a um cruzamento para a área e a bola passou por cima do travessão.

Figura do jogo: Dinis, uma exibição de grande qualidade, tardando o golo visitante com mestria.

A equipa de arbitragem esteve bem no plano técnico, já nos plano disciplinar terá que rever alguns critérios de avaliação, pois acabou prejudicando a equipa visitada.

LEÇA DO BALIO: Dinis, Marco, Rita, Virgílio e Diogo ( Grilo 46); Marco Moreira, Joel, Feliciano(Chaves 46/Cristiano 75), Séninho, Ismael e Carlitos. Treinador: António Gaiteiro
Ao intervalo. 1-0. Golos Feliciano (20) Tiago Almeida (84)
Cartão vermelho: Marco (90+1) Pedro Fonseca (90+1)
Próxima jornada a equipa baliense vai até Labruge.

LAVRENSE JÁ PREPARA A PRÓXIMA ÉPOCA

A direcção da U.D. Lavrense, logo após a derrota de domingo passado frente ao Labruge, por 0-1, decidiu dispensar as prestações dos Atletas; Pisco, Laranjeira e Postiga, assim como a do treinador João Paulo.


A pensar já na próxima época desportiva, a direcção decidiu contratar o jovem técnico, Hugo Reis, que se encontrava sem clube, depois de esta época ter começado no Maia-Lidador.
Hugo Reis, filho do também treinador, Mário Reis, têm no seu curto passado como treinador, experiencia vivida ao serviço do clube maiato, 1º como técnico da formação do F.C.Maia (Juniores e juvenis) e depois como técnico da equipa sénior, do Maia-lidador, clube que subiu à 1ª divisão da AF Porto, a época passada.

EM INFERIORIDADE NÚMÉRICA, OS LUSITANOS DEITARAM TUDO A PERDER.


JOGÃO DE BOLA.

25ª jornada da 2ª divisão AF Porto
Local: Campo do Gatões. Guifões-Matosinhos
Árbitro do encontro: Nélson Oliveira

Grande jogo, grande atitude, grande entrega de uma equipa que se viu em inferioridade numérica aos 17 minutos, por culpa própria e teve assim que lutar com argumentos diferentes para a obtenção do melhor resultado. O jogo começou com o Lusitanos a assumir o controlo do mesmo, procurando a obtenção do golo, através de jogadas bem delineadas, mas aconteceu o fatídico minuto 17, em que o jogador Meneses, resolveu protestar com o árbitro uma jogada em que interveio e foi assinalada falta a favor do Lusitanos. Depois de avisado pelo árbitro e como insistiu com os protestos, viu o 1º cartão amarelo, mesmo assim continuou e após novo aviso, viu o 2º amarelo e consequente vermelho. Logo após o reatamento do jogo, depois deste incidente acontece o golo do Boavista, ao minuto 25, na sequência da marcação de um livre. Seria de esperar a quebra de rendimento do Lusitanos, mas a equipa uniu-se e com grande entrega e esforço, conseguiu partir para uma exibição de grande nível, controlando completamente adversário, conseguindo criar duas oportunidades flagrantes de golo, a primeira uma grande penalidade defendida pelo G.R. do Boavista a punir uma mão dentro da área, a segunda um remate à queima-roupa de Ricardo Lopes, após uma grande jogada individual e tabela com um colega, à qual se opôs novamente o G.R. do Boavista com outra grande defesa.


A segunda parte começa praticamente com o lance do 2º golo do Boavista, no minuto 52, obtido em lance de puro contra-ataque, mais uma vês contra a corrente do jogo, já que era o Lusitanos que continuava e continuou à procura de marcar um golo, o que veio a acontecer logo de seguida no minuto 57, marcado por Paulo de cabeça. Com este golo a equipa do Lusitanos, ainda acreditou mais na recuperação e assistimos a uma constante procura do golo do empate, que não veio a acontecer, umas vezes por ineficácia, outras por falta de sorte, outras ainda pela exibição do G.R. do Boavista, que foi de longe o melhor jogador do encontro. Já na parte final o Boavista, conseguiu o 3º golo através de mais uma jogada de contra-ataque, num lance em que o G.R. do Lusitanos é um pouco extemporâneo, já que o lance ocorreu na lateral direita do limite da grande área, derrubando o avançado e provocando a consequente grande penalidade, fica apenas a dúvida de ser dentro ou fora da grande área.
Vitória do Boavista que se aceita, mas que por tudo o que a equipa do Lusitanos, apresentou, lutou e se sacrificou, era merecedora de outro resultado.

LUSITANOS: Ricardo Sousa, Cordeiro, Carlos Manuel (kIKo aos 75), Guerra, Rui (Xuxa aos 60), Carlos Miguel, Meneses, Ricardo Silva, Ricardo Lopes, Fábio (Marco aos 54) e Paulo. Treinador: Marco Aleixo

Cartão Vermelho. Meneses (17) Evanildo (68)
Próxima jornada os Lusitanos vão entrar de folga.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC