RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 29 de agosto de 2017

1º PONTO CONQUISTADO FORA VEIO NO FIM DO JOGO

5ª jornada da Ledman Liga pro
Estádio 1º de Maio, em Braga.
Árbitro: André Narciso (Associação de Futebol de Setúbal)
Ação disciplinar: cartão amarelo para Belima (31), Lucas (34), Thales (41), Ricardo Alves (49), Tiago Sá (81), Inácio (89). O treinador de guarda-redes do Leixões, José Serrão, e o treinador adjunto do Sporting de Braga B, Custódio, foram expulsos (75 e 90+3, respetivamente).
SP.BRAGA B 2 LEIXÕES 2
Ao intervalo: 0-1.Ricardo Barros, (04) Crespo, (53)Luther Singh, (64 gp).Breitner,( 90 gp ).

BRAGA B: Tiago Sá, Thales, Inácio, Lucas, Simão, Loum (Crespo, 32), Didi, Trincão, Luther Singh (Bruno Wilson, 84), André Ribeiro (Edelino Ié, 32) e Manuel Namora.Treinador: João Aroso.

LEIXÕES: André Ferreira, Hendrickx (Yousouf, 71), Matheus Costa, Ricardo Alves, João Lucas, Bruno China, Stephen, Bruno Lamas (Breitner, 57), Belima (Kukula, 36), Evandro Brandão e Ricardo Barros. Treinador: João Henriques.

Numa partida muito emotiva, o Leixões adiantou-se no marcador bem cedo, por Ricardo Barros (4'), mas o Sporting de Braga B, que continua a ser a única equipa que ainda não venceu no campeonato, consumou a reviravolta com golos de Crespo (53') e Luther Singh (64', de penálti). Contudo, quando já ninguém o esperava, os matosinhenses lograram o empate, também de penálti, por Breitner (90'), resultado que se ajusta. O Sporting de Braga B continua em último lugar, com apenas dois pontos, enquanto o Leixões segue na primeira metade da tabela.
O Leixões foi melhor na primeira parte e inaugurou o marcador por Ricardo Barros, assistido por Bruno China, que aproveitou da melhor forma o adormecimento da defesa minhota.
Descontente com a exibição da equipa, João Aroso fez uma dupla substituição muito cedo, aos 32 minutos, apostando em Edelino Ié e Crespo para os lugares de Loum e André Ribeiro, mas só colheu os frutos da mudança na segunda parte.

Aos 53 minutos, Crespo correspondeu da melhor forma, ao segundo poste, a um cruzamento largo de Simão da esquerda e empatou a partida.
Dois minutos depois, o Leixões esteve muito perto do segundo, mas Evandro Brandão falhou de forma incrível e, no minuto seguinte, o Braga B marcou.
Hendrickx derrubou Crespo na área, grande penalidade que Luther Singh converteu, consumando a 'cambalhota' no marcador (64).
O Leixões foi em busca do empate, encostando o Braga B ao seu último reduto, e já nos minutos finais também beneficiou de um penálti, por falta de Inácio sobre Stephen, castigo máximo convertido por Breitner (90).

Conferência de imprensa

João Henriques (tr. Leixões): “Partida bem disputada, com duas equipas a praticar bom futebol e o resultado final reflete isso mesmo. O empate ajusta-se. Depois de uma primeira parte muito bem conseguida da nossa parte, em que a vantagem pecava por escassa, o Braga B reentrou bem e nós não conseguimos contrariar essa boa entrada. Com 1-1, falhámos uma grande oportunidade para fazer o 2-1 e, na sequência da jogada, o Braga marcou de penálti, conseguindo um resultado que me parecia injusto para o que tinha acontecido até então. Conseguimos retificar algumas coisas, reagimos bem ao 1-2, e partimos para uns bons 20 minutos finais que nos permitiram chegar ao 2-2 que, volto a dizer, se ajusta ao que se passou em campo. Este empate vai servir como um virar de página nos jogos fora do Leixões e vai permitir que olhemos para o futuro de uma forma positiva. A finalizar, quero salientar e agradecer, mais uma vez, o apoio fantástico dos adeptos do Leixões. Numa segunda-feira à tarde, vimos muitos adeptos do Leixões em Braga a apoiar a equipa do início ao fim. O nosso sucesso, ainda que curto perante o que queríamos levar daqui, também é deles. O meu futuro? É público que sou o treinador principal do Leixões. A SAD deu-me toda a confiança para continuar com o meu trabalho. Como já tive oportunidade de dizer, não olho para o futuro a longo prazo. Preocupo-me jogo a jogo e a minha obrigação é encontrar as melhores soluções para o Leixões e ser competente neste cargo.”

João Aroso (tr. Braga 'B'): “Até final tudo pode acontecer, mas acreditei que era hoje que ia vencer. Estivemos muito perto. Na primeira parte estivemos longe do nosso habitual, mas reagimos bem na segunda, com um pouco mais de alma do que com qualidade. Não gosto de falar de arbitragens, mas o resultado certo seria 4-2, porque marcámos dois golos que foram anulados com decisões incompetentes do árbitro. E tenho muitas dúvidas no penálti que dá o empate ao Leixões. Devia haver vídeo-árbitro na Segunda Liga. Se houvesse, hoje tínhamos ganho.”

sábado, 19 de agosto de 2017

KENEDY " SAIO DAQUI MUITO FELIZ POR TER REPRESENTADO O GRANDE LEIXÕES"


Após a derrota frente ao Académico (0-3), o treinador do Leixões, Kenedy, apresentou a demissão e a direção do clube aceitou. Terminando assim um período de 10 meses em que esteve como treinador principal da equipa matosinhense.

Daniel Kenedy “salvou” o que parecia inevitável (Descida ao campeonato de Portugal) a época passada…esta época o arranque não tem sido feliz, duas vitórias e duas derrotas em quatro jogos oficiais (Vitória sobre o AC Viseu para a taça da Liga, Vitória sobre o Varzim e duas derrotas pesadas frente ao Real Massamá e AC Viseu) 8 golos sofridos e 5 marcados ( recorde-se que a SAD Leixonense fez um grande investimento no reforço do plantel e os resultados obtidos não vinham a condizer) 
  
Treinador Leixonense de 43 anos serviu-se das redes sociais para se despedir da família leixonense
 “Sempre dei a cara em todos os momentos, fossem eles bons ou maus.
Hoje, decidi colocar o meu lugar à disposição da SAD e do Presidente, porque acho que é a altura certa para o fazer e a equipa precisa de uma mudança.
É uma decisão minha e acho que é o melhor para mim e para o Leixões.
Vou continuar a amar este clube e, a partir de agora, sou mais um adepto leixonense.
Agradeço a todos pela forma como me trataram, desde o Presidente a todos os adeptos. Agradeço a todo o universo leixonense pela forma como me acolheu e tratou durante estes dez meses.

Saio daqui muito feliz por ter representado o grande Leixões, mas a vida dá muitas voltas e o futebol é assim.”

LEIXÕES OUTRA VEZ GOLEADO E KENEDY SAÍ!

3ª jornada da Ledman Ligapro
Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu
Árbitro: Vítor Ferreira (Braga
ACADÉMICO VISEU 3 LEIXÕES SC 0
Ao intervalo 0-0, Golos: Barry (50’), Sandro Lima (54’) e Zé Paulo (83’)

Ac. Viseu: Peçanha, Joel, bruno Sousa, Bura, Lucas, Capela, Fernando Ferreira (Bruno Loureiro, 81’), Rui Miguel (Zé Paulo, 60’), Paná, Sandro Lima e Barry (Yuri, 73’). Treinador: Francisco Chaló

Leixões SC: André Ferreira, Jorge Silva, Jaime, Ricardo Alves (Okitokandjo, 80’), Derick, Stephen, Luís Silva, Breitner (Bruno Lamas, 64’), Evando Brandão (Youssouf, 61’), Kukula e Ricardo Barros. Treinador: Daniel Kenedy

A equipa anfitriã entrou confiante em campo e, de imediato, mostrou que se queria manter na senda das vitórias. Nos primeiros minutos da partida, primeiro Lucas e depois Fernando Ferreira atiraram à baliza adversária, mas o guardião André estava atento. O Leixões tentava fazer um jogo organizado, mas o Académico mostrava ter mais iniciativa. Aos 11 minutos, Fernando Ferreira fez um cruzamento perigoso, mas Barry, bem posicionado, não conseguiu chegar à bola. O Académico de Viseu apanhou o primeiro susto aos 19 minutos, quando os visitantes se aproximaram com perigo da baliza de Peçanha. Jorge Silva passou o esférico a Ricardo Barros, mas este não aproveitou a oportunidade e cabeceou por cima da baliza.Numa fase do jogo em que as duas equipas se abeiravam alternadamente da área adversária, os adeptos do Académico chegaram mesmo a gritar golo, com a bola a parecer ter entrado na baliza. Bruno Miguel quase inaugurou o marcador, mas André estava lá para evitar.

A equipa da casa, que esta temporada se assume como candidata à subida à I Liga, viu os seus esforços recompensados pouco depois do regresso ao relvado. À semelhança das duas anteriores jornadas, os golos da vitória foram marcados na segunda parte da partida. Aos 49 minutos, Barry marcou o golo tão procurado, com um cabeceamento sem hipótese de defesa da parte do guarda-redes do Leixões. O segundo golo não tardou e, aos 54 minutos, numa jogada de insistência, após um ressalto num defesa do Leixões, Sandro Lima rematou forte à baliza com o pé direito, deixando o guardião André fora do lance. O Académico continuou a controlar o jogo, mas a equipa do Leixões mostrou-se mais aguerrida. No entanto, aos 82 minutos, Zé Paulo aumentou a vantagem, conseguindo enviar a bola para dentro da baliza mesmo à frente do guarda-redes.


No final da partida, Daniel Kenedy colocou o lugar à disposição da SAD, tendo a Administração aceite o pedido de demissão do treinador e anunciado que o professor João Henriques fica no comando da equipa.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

BIS DE BARROS FAZ SORRIR LEIXONENSES


Segunda jornada da Ledman pro Liga
Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Luís Godinho (AF Évora).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pintassilgo (71). Cartão vermelho direto para Leonel Olímpio (78).
Leixões - Varzim, 2-1.
Ao intervalo: 1-0.Marcadores:
Ricardo Barros (03 e 50), Diogo Ramos, (90+5)

LEIXÕES: André Ferreira, Jorge Silva, Jaime, Ricardo Alves, Derick, Stephen, Luís Silva, Breitner (Bruno China, 73), Evandro Brandão (Youssouf, 81), Kukula (Bruno Lamas, 86) e Ricardo Barros.Treinador: Daniel Kenedy.

VARZIM: Paulo Vítor, Jean Filipe (Mário Sérgio, 73), Tiago Valente, Sandro, Rui Coentrão, Pintassilgo, Nélson Agra (Milhazes, 65), Leonel Olímpio, Nelsinho Diogo Ramos e Lukman (Ruan Telles, 65).Treinador: João Eusébio.

Dois golos de Ricardo Barros, um em cada parte, deram este domingo ao Leixões a vitória por 2-1 na segunda jornada da 2.ª Liga portuguesa, frente ao Varzim, que terminou reduzido a dez unidades.

O avançado do Leixões abriu o marcador aos 3 minutos, numa recarga a uma bola ao poste e repetiu a façanha num belo pontapé no início da segunda parte, acabando Diogo Ramos, no último lance, por fechar a contagem. A pressionar alto e produzindo transições rápidas, a equipa da casa chegou cedo à vantagem quando Evandro Brandão, pela direita, serviu na área Kukula para um remate ao poste, surgindo Ricardo Barros, na recarga, a chutar para o fundo das redes. Até ao intervalo foram as defesas a mandar no jogo, impedindo que o resultado voltasse a funcionar. André Pereira (34), com uma grande defesa, evitou que o livre direto apontado por Rui Coentrão empatasse a partida.
Barros voltou a estar em foco ao minuto 50, recebendo a bola de Luís Silva e rodando para desferir um tiro a cerca de 30 metros da baliza, que deu o segundo golo dos locais, com Paulo Vítor a não conseguir o desvio. Com o Leixões a continuar a ter mais posse de bola, o Varzim voltou a ficar perto do golo noutro lance de bola parada, com Sandro (69) a desviar de cabeça por cima da trave após pontapé de canto. Nove minutos depois Leonel Olímpio viu o cartão vermelho direto após agressão a Stephen, aumentando os problemas para José Eusébio, que já havia esgotado as substituições. Tal como começara, o Leixões terminou o jogo a acertar no poste da baliza do Varzim por duas vezes, através do recém-entrado Youssouf (89 e 90+4).

Na última jogada da partida, de calcanhar, Diogo Ramos ainda reduziu, após o que o árbitro apitou para o final do jogo.

Foto DR 

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

ENTRADA EM FALSO! LEIXÕES GOLEADO NA ESTREIA


1ª Jornada da Ledman Liga Pro (2.ª Liga)
Complexo desportivo do Real Massamá, no Monte Abraão.
Árbitro: Rui Costa (AF Porto).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Bruno Lamas (70) e Ricardo Alves (90+3).
Real Massamá - Leixões: 4-1.
Ao intervalo: 1-0. Carlos Vinícius, (13 gp, 76 e 78 ) Marcos Barbeiro, (52). Breitner,( 63)

Real Massamá: Tom Santos, Jorge Bernardo, João Basso, Dmytro Lytvyn, Diogo Coelho, Rúben Marques (Marlon Costa, 74), Sabry (Tiago Morgado, 77), Brash, Marcelo Lopes, Marcos Barbeiro (Zé Pedro, 85) e Carlos Vinícius. Treinador: Filipe Martins.

Leixões: André Ferreira, Hendrickx, Jaime, Ricardo Alves, João Lucas, Stephen (Bruno Lamas, 62), Breitner, Luís Silva, Kukula (Derick Poloni, 74), Ricardo Barros e Evandro Brandão (Okitokandjo, 56). Treinador: Daniel Kenedy.

Leixões estreia-se na 2ª Liga 2017/2018 com uma derrota pesada, 4-1 frente aos estreantes na Competição Real Massamá (Sintra)
Cerca de 10 minutos após a primeira ameaça à baliza dos visitantes, os estreantes na II Liga portuguesa marcaram mesmo e de grande penalidade. Uma falta de Evandro Brandão sobre Diogo Coelho dentro da grande área foi transformada em golo da marca dos 11 metros, por intermédio Carlos Vinícius. Em vantagem, o Real controlou o primeiro tempo como quis, gerindo a posse de bola no seu meio-campo e com o médio Sabry em evidência nas jogadas perigosas, enquanto a equipa orientada por Daniel Kenedy mostrou-se tímida nos poucos ataques que fez, sem sequer testar o guardião da casa.
O segundo tempo começou de forma idêntica ao primeiro, com Marcos Barbeiro a cabecear e a dilatar a vantagem do Real, apesar de entrada aguerrida do Leixões na tentativa de inverter a desvantagem. Kenedy mexeu na equipa ao colocar Bruno Lamas e Okitokandjo, com o conjunto de Matosinhos a conseguir reduzir para a margem mínima, mas através de Breitner, quando cobrou de forma irrepreensível um livre direto à entrada da área. A partida ganhou outro ânimo, mas o jogou 'partiu-se' a meio-campo e o Real deixou de controlar a partida.
No entanto, foi o Real que, num espaço de dois minutos (76 e 77), chegou à goleada com dois golos de Carlos Vinícius, deixando o Leixões sem argumentos para lutar pelo resultado.

Declarações no final do jogo
Luís Silva capitão Leixonense “ Não começamos a guerra da melhor forma, perdemos de uma maneira que não espelha a qualidade da nossa equipa e a História do Leixões..
Agora há que não esquecer este jogo , pois certamente será importante para percebermos o que não podemos voltar a fazer no futuro.. Tenho a certeza que vamos orgulhar os nossos adeptos e alcançar os objectivos propostos..”

Fotos Real Clube Massamá (facebook)



terça-feira, 1 de agosto de 2017

JÁ ABRIU A "OFICINA" LAVRENSE 2017/2018


A “oficina” da  UD Lavrense já reabriu com vista a preparação do seu plantel sénior para a época que se avizinha
Com os treinos agendados para início de agosto, o plantel comandado por ANTÓNIO GAITEIRO, coadjuvado por FLÁVIO SILVA e FERNANDO FERREIRA (Nandinho) conta já com 18 atletas inscritos.
Transitam da época passada, o Guarda Redes TIAGO OLIVEIRA, os Defesas, ABÍLIO, JOÃO MAGALHAES, LEANDRO, os médios, AMILCAR, RAMOS, RUIZINHO, os avançados TIAGO CARVALHO, CARLITOS, CHETA, VASQUINHO.
Aquisições para esta época: o guarda redes LUÍS MATA, os defesas ANDRÉ ROCHA, ORGANISTA, JOÃO GRENHA, os médios, BAIANO, TRIVELAS, o avançado RUI SILVA
A Equipa técnica conta ainda com mais 4 atletas que irão ser recrutados através de captações a realizar nos próximos dias.

O primeiro jogo amigável que serve para analisar o comportamento dos atletas em competição está agendado para dia 5 de Agosto (próximo sábado) frente a equipa dos Dragões Sandinenses.
O primeiro jogo oficial está marcado para dia 19 de Agosto frente ao Maia Lidador no estádio Municipal da Maia para a Taça A F Porto 
A apresentação oficial aos sócios e simpatizantes do clube de Lavra está marcada para dia 27 de Agosto frente à equipa do Leixões SC (B) num dia que vai servir também para apresentar todos os atletas dos escalões de formação atletas dos veteranos também , tendo também um momento musical a cargo da cantora matosinhense Anabela Delgado com apresentação de Mário Mitch 


LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC