RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 9 de setembro de 2014

FUTEBOL FEMININO DO D LEÇA BALIO


Ao falar do futebol de formação, geralmente nem sempre nos lembramos do futebol feminino, das jovens que optaram por marcar a diferença do eu quotidiano ao trocarem os saltos altos, por umas chuteiras e mesmo não tendo o devido reconhecimento, encaram o seu objectivo desportivo com paixão e alma e fazem o que mais gostam, jogar futebol. 
Para dar conhecimento do panorama de uma equipa, pedimos um pequeno comentário aos técnico da equipa feminina do Desportivo de Leça do Balío, o seu treinador Fernando Pinto e á treinadora adjunta Cátia Silva: FP: Começo por agradecer à direcção do Desportivo do Leça do Balío pela oportunidade que nos tem proporcionado em podermos estar envolvidos com este grupo fantástico. Quero também agradecer ao Senhor Manuel Sá pelo excelente trabalho que tem realizado em prol do futebol de formação e em especial com o futebol feminino. Tomamos conta da equipe em Setembro de 2012, desde então tem sido um caminho longo e difícil. 
A primeira época 2012/13 penso ter sido a mais complicada para nós, com atletas novas na equipe, também jovens em idade e na modalidade de futebol. 
Durante essa época tivemos algumas atletas a abandonar o clube, tendo terminado a época apenas com 7 jogadoras necessárias para o jogo. Na época passada 2013/14 recebemos novas atletas, sendo para a maioria delas a primeira experiência no futebol. 
Não podemos dizer que foi uma época fantástica em termos desportivos porque não foi, mas tivemos os nossos bons momentos amealhando alguns pontos ao longo da época. O maior desafio lançado pela direção para o escalão Feminino era formar uma equipe com quem pudéssemos contar para esta nova época que estamos a começar e esse objetivo foi conseguido, formamos uma equipa com um balneário excelente com bom ambiente e estamos felizes por isso. 
Da nossa chegada ao clube a primeira condição foi criar uma equipe onde as atletas gostassem de praticar desporto neste caso futebol, se sentissem bem no clube e acima de tudo Fair-Play, não só para com as colegas mas para com as adversárias e tudo o resto que estivesse envolvido no jogo. 

Para a nova época que agora estamos a começar o primeiro objetivo será sempre o mesmo, formação das atletas para o futebol feminino e bem-estar no desporto. Já para nós equipe técnica os objetivos são mais exigentes, não descuidando o principal objetivo que já foi frisado pela direção mas queremos uma época desportiva com mais sucessos, fazer o máximo de pontos possíveis mas também apresentar um bom futebol para podermos pensar ir mais longe no futuro. Quero desde já desejar também as outras equipes de futebol feminino uma boa época e muito fair play. CS: Ambição ? Coragem ? Perseverança? Talvez estes três objetivos explicam bem aquilo que é a trajectória do DLB Feminino nestes últimos anos. Pegar em algumas “miúdas” e recriar uma equipa praticamente desfeita não se avistava como um objetivo fácil de ser cumprido.
E não o foi e nem o é, com altos e baixos, mas sempre com muita dedicação embarquei num pequeno barco que me proporcionou uma segunda família. Sim família, porque é assim que descrevo este “tal grupo de miúdas” que conheci em 2012. 
Com pouca experiência como treinadora mas sempre com muito espirito de aprendizagem fui aprendendo a lidar com um grupo de adolescentes que gostavam de jogar à bola mas pouco ou nada sabiam o que era jogar futebol.
 Pois, mas foi assim que nasceu esta oportunidade de pertencer a um clube pequeno mas grandioso nas pessoas que o constituem e que lhe dão vida. Deixando para trás aquilo que foi o primeiro ano com imensas dificuldades e com um último lugar na classificação, digo sempre e repito, foi com este ultimo lugar que crescemos e que aprendemos, sem vergonhas e com cabeça bem levantada. 
Posso a partir daqui descrever aquilo que nos propomos para esta nova temporada de 2014-2015. 

Nada mais nada menos que mais um ano de aprendizagem e crescimento e a procura por uma boa classificação na primeira metade da tabela. Temos vindo a crescer aos poucos, sempre a um ritmo moderado, mas o nosso objetivo é sempre tentar fazer melhor que a época transata, é assim que temos encarado o desafio que é este campeonato de sub-19 Feminino da A.F.Porto. 
Este ano apresentamos um grupo com poucas alterações em relação à época anterior, com mais experiência e sempre com muita vontade. Não garantimos aqui a conquista de um titulo, porque sabemos e percebemos as nossas limitações, contudo, não deixamos de trabalhar e de nos esforçar para tentar sempre o melhor. Afirmando mais uma vez, aquilo que pretendemos é superar o sétimo lugar que conseguimos o ano passado e demonstrar bom futebol, com posse e circulação de bola. Fazer crescer estas “miúdas” seja para o futebol como para as suas vidas pessoais, é aquilo que mais prazer me dá em pertencer a este grupo e a este clube que é o Desportivo Leça do Balio. Finalizo este texto desejando a todas os clubes do Campeonato de Sub-19 Feminino da A.F.Porto uma excelente época e que possamos todos juntos oferecer mais qualidade e futuro ao futebol feminino nacional. 

Manuel Sá

PERAFITA COM 10 UNIDADES RESISTIU ATÉ PERTO DO FIM


2ª JORNADA DA DIVISÃO D´ELITE A F PORTO
Cidade Desportiva de Paredes
Árbitro: Vítor Ribeiro
ALIANÇA DA GANDRA 1 PERAFITA 0
Ao intervalo 1-0, golo André (85)

A GANDRA: Rica, Marcelo, Rui, Celso, Carlos, Cerqueira, Brito, (Ricardo Barros 83), Poeira, André, Manuel Luís, Joca (Zé Alberto 66), Treinador Mário Rocha 

 PERAFITA: Artur, João Pedro, Ricardo, Castro, Bruninho, Toninho, Gonçalves (Magalhães 84), Paulinho (Eduardo 65), Tinaia, Lutchindo, Andrade. Treinador Manuel Matias 

 Com menos uma unidade praticamente todo o segundo tempo (João Pedro foi expulso ao minuto 55) a equipa comandada por Manuel Matias conseguiu resistir até ao minuto 85, ao forte pressing dos visitados que selaram a vitória e conquistaram os três pontos através de uma bonita jogada concretizada por André

CHUVA DE PEDRAS (o avançado leceiro bisou na partida)

2ª JORNADA DA DIVISÃO D`ELITE A F PORTO. 
Estádio do Leça FC – Leça da Palmeira 
Árbitro Gustavo Correia 
LEÇA 3 S. PEDRO DA COVA 2 
Ao intervalo, 2-1, golos Pedras (9 e 76) Paulo Oliveira (30) Reuss (89) 

LEÇA: Sérgio, Moura, Meneses (Mário 74), Touré, Bruno Vaz, Marco Fafiães (Miguel 74), Hugo, Pedras (Wendel 84), Pablo (Vítor 74), Lico (Guylherme 46) Fabrice. Treinador Pedro Soares 

S. PEDRO DA COVA: Maia, Marcos (Diogo 74) Carlos, Artur e César (Carlão 93) Tiago Veiga, Tozé (Pedrinho 46), Coentrão, Reuss, Paulo Oliveira, David Sousa. Treinador César Pinho 

 Com uma entrada forte e motivada para a assumir o comando do jogo, os leceiros cedo chegaram a vantagem através de PEDRAS, os mineiros lá foram aguentando o pressing dos da casa e em cima do minuto 30 chegam à igualde que diga-se lisonjeira para a equipa gaiense. Em cima do intervalo FRABRICE dá vantagem de novo aos verde e brancos vantagem essa mais que merecida No segundo tempo e depois dos visitantes estarem perto de igualar a partida de novo, Pedro Soares de uma assentada faz três substituições, na sua equipa e o resultado surtiu efeito, o Leça começa a comandar de novo as operações e PEDRAS bisa no encontro fazendo o terceiro para a sua equipa. Em cima do minuto 90, os mineiros reduziram para a diferença mínima através de Reuss.

EMPATE A TRES NO CONQUISTADOR


Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães. 
Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Gonçalo Graça (10), João Novais (53), Alemão (54), João Viana (69), Ricardo Valente (70), Zé Pedro (71), Cadinha (73), João Vigário (85), Orlando (90+1) e Telmo Castanheira (90+2). Cartão vermelho direto para Arrondel (31). 
V. Guimarães B-Leixões, 3-3 
Ao intervalo: 0-2. Marcadores: 0-1, Moedas, 33 minutos (grande penalidade). 0-2, Ricardo Valente, 38. 1-2, Crivellaro, 51. 2-2, Areias, 67. 2-3, Ricardo Valente, 69. 3-3, Crivellaro, 72 (grande penalidade). 

Vitória de Guimarães B: Miguel Oliveira, Alvin Arrondel, Gilberto, Lima Pereira, Luís Rocha, Bruno Alves, João Pedro (Telmo Castanheira, 54), Crivellaro (Isaac, 74), Ricardo, Knezevic (João Vigário, 77) e Areias. Treinador: Armando Evangelista. 

Leixões: Chastre, Gonçalo Graça, Orlando, Zé Pedro, João Viana, Rui André, Moedas (Rui Cardoso, 88), João Novais (Chiquinho, 67), João Mendes, Ricardo Valente e Alemão (Cadinha, 58). Treinador: Horácio Gonçalves. 

O Leixões acertou, o calendário da Segunda LIGA. No estádio D. Afonso Henriques, o conjunto leixonense esteve por duas vezes à frente do marcador e, de Guimarães, saiu com um ponto na bagagem num jogo de loucos, principalmente na segunda metade. Apesar de o Vitória ter dominado grande parte do encontro (mesmo quando reduzido a 10 elementos), a eficácia esteve do lado dos homens de Horácio Gonçalves. Com uma aposta no contra-ataque o conjunto leixonense viu-se na frente do marcador à passagem da meia hora de jogo através de uma grande penalidade a penalizar falta cometida sobre Alemão após cruzamento de Mendes. Hugo Guedes, chamado a marcar, apontou o seu 3.º golo da época e o primeiro do jogo. Oito minutos depois, Valente apontou o segundo para os de Matosinhos após uma jogada incrível em que deixa vários jogadores para trás e, na frente de Miguel Oliveira, só teve que encostar para o fundo das redes. Mendes, ainda antes do intervalo, poderia ter ampliado o marcador ainda mais mas a bola acabou por embater no poste. Ao intervalo o resultado ajustava-se principalmente pela eficácia demonstrada pelos jovens vindos de Matosinhos. No início da segunda metade, aos 51', o Vitória SC reduziu a desvantagem com Crivellaro a fazer o 1-2 numa jogada iniciada com um pontapé de canto. O empate dos vitorianos viria a surgir aos 70' por Areias numa jogada de insistência por parte da equipa da casa. No entanto a resposta leixonense viria a ser dada novamente por Valente que, assim, viria a bisar no encontro voltando a colocar o Leixões em vantagem no marcador. Uma vantagem que viria a ser diminuida minutos depois com novo golo do Vitória a surgir de grande penalidade a dar a oportunidade de Crivellaro também poder bisar. 
No próximo fim-de-semana o Leixões volta a jogar perante os seus adeptos com receção ao Desportivo das Aves.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC