RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 3 de abril de 2011

PADROENSE VENCE E NÃO DESISTE.



26ª Jornada da II divisão Zona Centro
Estádio Eng. Sílvio Marques, em Anadia
Árbitro: João Roque


VITÓRIA QUE PERMITE SONHAR.


O Jogo inicia-se com algum equilibriu, sem que as jogadas de perigo aparecessem nas duas balizas, no entanto e à medida que o mesmo ia avançando a equipa da casa, assume o comando do jogo, muito pela actuação muito passiva da equipa do Padroense, de facto a equipa de Matosinhos, durante a primeira parte, não fez jus a posição que ocupa na tabela classificativa, e como corolário lógico do que se estava a passar no terreno, a equipa do Anadia, chega ao golo aos 20 minutos, numa jogada de contra ataque em que Chico Trabuca, do lado esquerdo cruza para a área e Hélder Ferreira de cabeça, bate o guarda-redes Marco, sem apelo nem agravo. Os Bravos de Matosinhos, muito apáticos, tardavam em responder, realizando uma primeira parte, pouco conseguida. Ao intervalo, 1-0 para os da casa, muito justamente.

PADROENSE, PUXA DOS GALÕES DE CANDIDATO.



No regresso das cabines, a equipa do Padroense, cedo demonstrou que se apresentaria para a etapa complementar, com uma atitude diferente para melhor, e para isso muito contribuiu o golo ao minuto 47 por André Simões (golaço!). Os Bravos de Matosinhos, puxaram dos galões de candidato e nunca mais perderam o controlo do jogo, dominaram o mesmo com mestria, com os jogadores bem posicionados no terreno, e com definição de passe com muita confiança a equipa de Matosinhos, foi em busca do golo da vitória, ameaçando por diversas vezes a baliza da equipa do Anadia, e já depois de Marcão em campo, no lugar de Mário Costa, o avançado Silva, aos 67 minutos, remata forte e colocado, fazendo brilhar o guarda- redes da casa, o Padroense, não desarmava, e sempre porfiou a defensiva anfitriã, e aos 85 minutos, Silva, marca o golo que valeu os três pontos, jogada de contra ataque, Daniel, chuta largo, a bola vai em direção de Bruninho, que depois de ultrapassar o guarda-redes da casa, assiste para trás, de calcanhar, Silva que não enjeitou a oportunidade, fazendo justiça no marcador. Resultado final, 1-2, que mantém bem viva a chama da subida e a confirmação da excelente campanha que a equipa de Matosinhos vem fazendo.


PADROENSE: Marco, Paulinho, Vila, Armando e Vítor Lobo; Daniel, Mariano e André Simões; Mário Costa (Marcão), Bruninho e Silva.
Treinador: Augusto Mata.
Golos, 1-0 Hélder Ferreira (20), André Simões (47) Silva (85)

Próxima jornada, duelo de candidatos, no Padrão da Légua, Padroense vs Boavista.

LEIXÕES EMPATA FORA.


O Varzim empatou este domingo em casa com o Leixões 1-1, em partida da 23.ª jornada da Liga Orangina, e é agora um dos três últimos classificados, com o Fátima e o Covilhã. Os varzinistas não ganham desde a 11.ª jornada, quando bateram o Covilhã por 5-2, e hoje estiveram a perder até aos 88 minutos, altura em que o central Pedro Santos, de cabeça, fez o golo que evitou danos maiores para a equipa.

O encontro valeu pelo segundo tempo, pois os primeiros 45 minutos foram muito pobres e praticamente não houve verdadeiras situações de perigo para as duas balizas. A exceção foi um remate forte de André Carvalho, que obrigou Fonseca a uma intervenção difícil para canto (35).

A segunda parte começou praticamente com um remate poderoso de Tiago Terroso, a que Fonseca se opôs com uma defesa vistosa, enviando a bola para canto (46). Neste período, as duas equipas continuaram a exibir um futebol desinteressante e a ausência de golos refletia bem a inoperância de uma e de outra, em especial no plano ofensivo. Mas, aos 69 minutos, um cruzamento da direita apanhou Jean Sony distraído e Tiago Carneiro, nas suas costas e à vontade, disparou forte, mas à barra, desperdiçando assim a primeira grande ocasião de golo criada até aí. Aos 74, Oliveira, através de um livre direto, inaugurou o marcador, anotando o seu oitavo golo na prova. O Varzim começava então a dar sinais de fadiga e o Leixões, animado pelo golo, tomou conta do jogo e pareceu ter a situação controlada a seu favor e ser capaz de obter a sua terceira vitória fora de casa. Contudo, Pedro Santos, aos 88, marcou o golo do empate para a sua equipa, com um desvio certeiro de cabeça após um canto. O empate praticamente em cima da hora acabou por ser um mal menor para o Varzim, que tem pela frente uma dura tarefa para evitar a despromoção.

Para o Leixões, este resultado, não sendo negativo, teve um sabor amargo, pois deixou-o mais longe dos lugares cimeiros e do sonho de uma eventual promoção.

Jogo no Estádio Varzim SC, na Póvoa de Varzim.

Varzim-Leixões, 1-1.

Ao intervalo: 0-0. Marcadores: 0-1, Oliveira, 74 minutos.
1-1, Pedro Santos, 88

Equipas:
Varzim: Ricardo, Tiago Lopes, Pedro Santos, Neto, Telmo, Tito, Salvador, André Carvalho (Tito Silva, 70), Tiago Terroso (Rui André, 76), Gonçalo Graça (Tiago Carneiro, 64) e Rafael Lopes. (Suplentes: Avelino, Luca, Campinho, Tiago Carneiro, Rui André, Tito Silva e Hugo Costa).

Leixões: Fonseca, Jean Sony, Nuno Silva, Danilo, Zarabi, Cauê, Oliveira, Ruben (Fábio Espinho, 69), Livramento (Fangueiro, 41), Félix (Dyego Sousa, 55) e Rui Pedro. (Suplentes: Paulo Ribeiro, Tininho, Fábio Espinho, Pedro Santos, Paulo Tavares, Dyego Sousa e Fangueiro).

Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Félix (24), André Carvalho (45+1) Pedro Santos (73), Telmo (90+1) e Rui Pedro (90+3).

Assistência: cerca de 3 mil espectadores.

FONTE JORNAL RECORD.

INFESTA VENCE... A III DIVISÃO ALI TÃO PERTO!

Só deu Infesta esta tarde em Nogueira da Maia. A equipa do Nogueirense só na segunda parte conseguiu chegar à baliza de Duarte com algum perigo. José Manuel Ribeiro fez alinhar Duarte, António, Rui Jorge, Vilas Boas, Galego (Coutinho, 22'), Rui Franco, Cláudio (Pedro Nuno, 45'), Vitinha I, Vitinha II, Serge (Nuno Almeida, 66') e Paulinho.


O jogo foi muito disputado a meio campo nos primeiros minutos do encontro e só aos 18 minutos, o Infesta numa bonita jogada de entendimento entre Serge e Vitinha I, criou o primeiro lance de perigo. Vitinha desmarcou Serge pela esquerda, que esperou por Vitinha para lhe devolver a bola e este, à entrada da área, remata mas a bola saiu muito ao lado. Minutos antes, mais propriamente aos 11, Vitinha II foi empurrado dentro da área por um defensor do Nogueirense, ficando uma grande penalidade por marcar a favor do Infesta. À passagem da meia hora de jogo, Paulinho desmarcou Serge pela esquerda, este cruza ao segundo poste onde aparece Vitinha II que de cabeça, atirou ao lado. Grande oportunidade para o Infesta que dominava o encontro por completo. Cinco minutos depois Vitinha II ganha na direita a um defesa, finta outro, cruza rasteiro para a pequena onde aparece Cláudio que quase marcava, valeu o guarda-redes Isac que defendeu com o pé. No minuto seguinte, Vitinha II, no meio campo, ganha um mau passe de um jogador do Nogueirense, corre em direcção da baliza, mas quando estava a chegar à grande área, adiantou demasiado a bola, permitindo que o defesa corta-se o lance. Só dava Infesta e aos 41 minutos, Paulinho pela direita, cruza para a área, Isac defende com uma palmada para a frente mas Cláudio ganhou a bola e de pé direito, inaugurou o marcador. O Infesta ia justamente para o intervalo a vencer.


Na segunda parte, o Nogueirense equilibrou a contenda mas foi o Infesta que criou novamente perigo. Aos 55 minutos, num pontapé para o meio campo adversário de Duarte, Pedro Nuno, que entrou ao intervalo, desmarca de cabeça Paulinho que pela esquerda perdeu algum espaço e no remate permitiu a defesa de Isac. Aos 60 minutos, o Nogueirense chegou pela primeira vez com perigo à baliza de Duarte. Depois de um jogador da casa ter ganho um lance a meio campo de forma irregular ao jogar a bola com a mão, num cruzamento da direita a bola chega com perigo à pequena área onde por duas vezes a remates dos jogadores da casa, a bola esbarrou em Duarte, terminando o lance em fora de jogo. O Infesta voltou a tomar contra do encontro e aos 70 minutos, Vitinha I tenta do meio da rua, num livre, bisar a baliza de Isac que só à segunda tentativa, consegue segurar. O Infesta aumentou para 0-2 aos 76 minutos, num lance em que Vitinha II ganha de novo um lance à defesa do Nogueirense, cruza dentro da área para a marca de penalti onde Nuno Almeida, só teve de encostar para o fundo da baliza. Estava feito o segundo golo do Infesta e um resultado muito mais confortável. A equipa do Nogueirense só aos 86 minutos conseguiu novamente rematar à baliza de Duarte, mas a bola saiu por cima. Na jogada seguinte, Nuno Almeida pela esquerda, flectiu para o meio que à entrada da área, atirou para o fundo da baliza, não dando hipótese a Isac. O Infesta justificava a vantagem de três golos. O Nogueirense tentou reduzir a todo o custo. Num cruzamento da direita, Loureiro de cabeça atira por cima em cima do minuto 90. E a equipa maiata acabou mesmo por marcar aos 93 numa grande penalidade inexistente que o arbitro assinalou por falta de Rui Jorge sobre um jogador da casa, quando no mesmo lance, Duarte é que sofre falta. Na grande penalidade, Igor reduz o marcador. O Infesta venceu por 1-3 justamente. Uma nota negativa para o trabalho da equipa de arbitragem que desde o inicio do encontro, prejudicou a equipa do Infesta com a grande penalidade não assinalada aos 11 minutos, fora-de-jogo mal assinalados a prejudicar o Infesta e também no critério disciplinar. Na jornada, o Grijó venceu em Arcozelo por 0-1, tendo praticamente assegurado o segundo lugar do campeonato pois conta já com 6 pontos de avanço sobre o terceiro, Pedras Rubras que empatou a zero com o Rio Tinto.
http://fc-infesta.blogspot.com/

RESULTADOS DESPORTIVOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

Resultados das equipas de Matosinhos

VARZIM 1 LEIXÕES 1

ANADIA 1 PADROENSE 2

OL. DO DOURO 2 LEÇA 2

NOGUEIRENSE 1 INFESTA 3
CUSTÓIAS 1 NUN`ALVARES 0

LAVRENSE 1 S.FÉLIX 1
LEÇA DO BALIO 4 PEROSINHO 2
PERAFITA 3 LABRUGE 1
D. PORTUGAL 2 SCS HORA 1

LUSITANOS 3 AT. VILAR 1

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC