RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 17 de outubro de 2010

CUSTÓIAS CADA VEZ SÓLIDO NOS LUGARES CIMEIROS

A equipa do Custóias FC alcançou esta tarde uma brilhante vitória em casa do Barrosas.
A equipa foi ao longo de todo o jogo manifestamente superior aos seu adversário, e conseguiu os três pontos com toda a justiça, uma vitória por duas bolas a zero é tão justa como é indiscutivel, resultado que vai alicerçando a equipa nos lugares cimeiros da tabela classificativa. Em terceiro lugar, com 12 pontos e 8 golos marcados e 2 sofridos, com 3 vitórias e 3 empates, é a par de Infesta e Pedras Rubras 1º e 2º respectivamente, a equipa que ainda não conhece o sabor da derrota.
O Treinador Manuel Pinheiro, conseguiu com alguns reforços com provas dadas em clubes de outra dimensão, criar uma equipa consistente e sabedora dos seus propósitos em cada desafio.
Equipa do Custóias FC: Rui, Bruno Pacheco, Bruno Cruz, Luisão e Carlos; Pacheco, Bruno Mendes ( Jorginho 80), Félix ( Vasconselos 87)Vitinha e Cerejo ( Peixe 82). TREINADOR: Manuel Pinhiero. Golos Cerejo aos 48m e Bruno Cruz aos 55m.
Resulado; Barrosas 0 Custóias FC 2

LEÇA DO BALIO, GAITEIRO NÃO COMEÇA BEM

A equipa do Leça do Balio, não precisou de sair do conselho de Matosinhos para defrontar o adversário( FC Foz) desta tarde para a 8ª jornada da 1ª divisão da AF Porto. O jogo foi realizado no estádio do Perafita ( casa emprestada do FC Foz) em virtude de o campo da Ervilha ainda não reunir condições impostas pela AF Porto.

Esperava-se por parte do Leça do Balio que a "chicotada psicológica" funciona-se na perfeição, mas não, o FC Foz não permitiu que tal acontecesse. A equipa da "casa" moralizada pelo excelente campeonato que vem fazendo venceu por uma bola a zero fazendo jus ao bom momento que atravessa, por outro lado a equipa Baliense com mais esta derrota continua nos últimos lugares da tabela, antevendo-se muitas dificuldades para alcançar a estabilidade classificativa.

Equipa do Leça do Balio: Sergio, Ricardo ( Flávio 86) Virgilio, Pedro, Tiago; Nuno, Daniel e Cristiano, Vitor Barros ( João 72) César( Hugo Almeida 38) e Ismael.RESULTADO FINAL; F C Foz 1 Leça do Balio 0

LAVRENSE COM ESTREIA AZARADA DO NOVO TÉCNICO

Local: Labruge, Vila do conde
Clubes vizinhos apesar de serem de Conselhos diferentes, estão separados apenas por algumas centenas de metros. Jogo apetecido pela aproximidade existente entre ambos. O jogo foi realizado, quanto a meu ver em condições que já não se usam para a prática de futebol a este nível ( à atenção da AF Porto). Jogo muito repartido e disputado a meio campo, pertencendo ao Lavrense as melhores ocasiões de golo na primeira parte, primeiro Sissé a não chegar à bola depois de um bom cruzamento de Gandarela e o mesmo Sissé a atirar à malha lateral, só com o guarda redes pela frente em cima dos 45 m.

Na segunda parte assistiu-se a mais do mesmo, com Álvaro a falhar na cara do guarda redes logo nos minutos iniciais, o jogo tornava-se muito combativo com a equipa do Labruge a não deixar jogar o seu antagonista, cometendo várias faltas algumas delas passiveis de acção disciplinar que passaram impunes á equipa de arbitragem, a equipa do Lavrense continua a mandar no jogo mas sente muita dificuldade de penetração na defensiva Labruge e as oportunidades rareiam, até que um Sr. vestido de grenã resolve entrar no jogo chamando a si o protagonismo do mesmo e expulsa nos últimos 10m de jogo nada mais do que três jogadores Lavrenses; Pisco, Marco e Renato e para compensar um do Labruge nos instantes finais. Este Sr não deveria ter saído de casa hoje, pois fez um péssimo trabalho ( em prejúizo da equipa Lavrense ) que em nada dignifica a arbitragem da AF Porto. Quanto à equipa Lavrense que mudou de comando técnico esta semana, ainda não conseguiu por em prática as ideias do seu técnico ( o que com pouco tempo é perfeitamente normal ) mas dá para ver que respira confiança e que o mau tempo parece ter passado.
UD LAVRENSE : Beleza, Marco, Renato, Nuno Ribeiro e Filipe; Artur, Machado ( Vitor Carneiro ) e Postiga; Gandarela ( Álvaro) Sissé ( Pisco) e Tiago Pulga.
TREINADOR: Sabino Mendes RESULTADO: LABRUGE 0 LAVRENSE 0

A FIGURA DO JOGO
pela negativa é claro!
este senhor não têm
classe para arbitrar
prá jarra já!!!

INFESTA À IMAGEM DE PEDRO NUNO, CONTINUAM IMPARÁVEIS

O Infesta voltou a vencer e Pedro Nuno voltou a facturar, levando já 7 golos em 6 partidas disputadas. A vitória por 2-0 sobre o Vilarinho, não sofre qualquer contestação e depois de uma primeira parte bastante equilibrada, onde ocorreram oportunidades para ambos os lados, foi o Infesta que esteve mais próximo de inaugurar o marcador pelo goleador Pedro Nuno aos 32 minutos quando apareceu isolado perante o guardião, mas o remate foi desviado por um defensor do Vilarinho. O Vilarinho também teve a sua oportunidade para inaugurar o marcador aos 41 minutos, quando num pontapé de canto, a bola passou por entre os jogadores, não sofrendo qualquer desvio. Ao intervalo, o resultado era justo. Na segunda parte, o Infesta entrou melhor e Pedro Nuno, aos 50 minutos, em jogada individual, passou por dois defensores do Vilarinho e isolado perante Fernando Jorge, não perdoou. O Vilarinho respondeu bem, e teve vários lances de ataque, enquanto o Infesta jogava mais na defensiva, espreitando os contra-ataques. Aos 72 minutos, o Vilarinho esteve perto do empate, quando Cunha, do meio da rua, atirou à barra da baliza de Miguel Matos. Na jogada seguinte, Pedro Nuno voltou a aparecer isolado e fez o segundo da partida. O Infesta chegava a uma vantagem mais confortável e o Vilarinho fazia tudo para reduzir, mas até ao final, o resultado não mais se alterou. Vitória justa do Infesta, que foi eficaz nas acções ofensivas. A equipa de arbitragem também esteve bem, à excepção do juiz de linha que acompanhou o ataque do Infesta na segunda parte onde assinalou vários fora de jogo mal assinalados e onde não viu uma agressão de um defensor do Vilarinho sobre Rui Jorge que seguia isolado para a baliza. A jornada não sofreu alterações na frente, uma vez que o Pedras Rubras e o Custóias, venceram Arcozelo e Barrosas, respectivamente.

INFESTA: Miguel Matos, António, Rui Jorge, Vilas Boas, Coutinho, Claudio, Vitinha I, Corina (Nuno Almeida, 65'), Paulinho (Rui Franco, 86'), Vitinha II (Braga, 79') e Pedro Nuno.TR: José Manuel Ribeiro. Ao intervalo: 0-0Marcadores:1-0 por Pedro Nuno aos 50';2-0 por Pedro Nuno aos 74'.

LEIXÕES SOFRE, MAS CONTINUA NA FESTA DO FUTEBOL

Sofrido mas inteiramente justo. O Leixões Sport Club está apurado para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, depois de bater hoje à tarde o Mafra, por 3-2, numa partida recheada de emoção em que a equipa do Leixoes teve de se aplicar ao máximo para não ser surpreendida.
Depois de ter inaugurado o marcador, por Danilo (primeiro golo pela equipa do Mar), o Mafra empatou e deu a volta ao marcador, ameaçando virar tomba-gigantes, mas dois bons golos de Éder acabaram com as dúvidas e colocaram o Leixões na próxima ronda da chamada festa do futebol.
LEIXÕES SC : Paulo Ribeiro, Sony, Nuno silva, Danilo e Tininho; Tales( 57m Félix), Cauê, Oliveira, Tiago Cintra(71m Pedro Santos)Éder e Rui Pedro ( 46m Feliciano). Golos Danilo aos 2m, Éder aos 70 e 84m
AUGUSTO INÁCIO"Foi um bom jogo de futebol, emotivo e com golos. Começamos a ganhar o jogo. Tivemos sempre bastante determinação mas pouco discernimento para ligar as jogadas. O Mafra foi um adversário difícil mas, no fim, acabou por sair por cima a maior força do Leixões. Depois de estarmos a perder, tivemos de ir em busca e conseguimos dar a volta. Houve algumas equipas da nossa divisão e também da Primeira que já ficaram pelo caminho. Agora vamos preparar a equipa para vencer no Restelo."

GRANDE PADROENSE ESTEVE 1 HORA COMO "TOMBA GIGANTES"

O PROLONGAMENTO ERA MAIS DO QUE MERECIDO Nacional sofre para eliminar Padroense.
O Nacional venceu o Padroense, da segunda divisão, por 4-2, mas sentiu grandes dificuldades para passar à quarta eliminatória da Taça de Portugal.
Foi o Padroense a abrir o marcador aos 33, por Bruno. a equipa visitante dominava e foi para o intervalo a vencer, com Mateus a empatar para os madeirense aos 64. Cinco minutos depois, reviravolta consumada com um golo de Orlando Sá, mas o Padroense respondeu e conseguiu empatar, aos 76, por Marcão. O Nacional teve de continuar a trabalhar e a tranquilidade surgiu apenas nos últimos minutos: Felipe Lopes fez o 3-2 aos 88 e Orlando Sá confirmou a passagem do Nacional bisando aos 90+4.
Padroense: Marco; Paulinho (Orriça 90'+1), Daniel, Ramalho e Vítor Lobo; André Simões, Armando, Mariano; Bruno (Marcão 66'), Mário Costa (Miguel 73') e Silva
Suplentes: Freitas, Vilas, Mário Jorge e Sérgio
Treinador: Augusto Mata
EQUIPA MATOSINHENSE TEM A VIAGEM DE REGRESSO AO CONTINENTE MARCADA PARA AS 00:00 HORAS.

RESULTADOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS









Para a taça de Portugal

Leixões 3 Mafra 2
Nacional 4 Padroense 2

AFPorto
divisão de honra

Infesta 2 Vilarinho 0
Barrosas 0 Custóias 2

1ª Divisão

Labruge 0 Lavrense 0
Catelo da Maia 3 Senhora Hora 3
Foz 1 Leça do Balio 0
Maia Lidador 1 Perafita 2

2ª divisão
Boavista 1 os Lusitanos 1

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC