RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

SENHORA DA HORA FEMININO CEDE EM CASA FRENTE AOS SANDINENSES

 
Futebol Feminino de Matosinhos 
As sub 19 do Custóias FC recebem as jovens da Casa Povo Martim “Braga” e sofreram a 1ª derrotada no campeonato por 1 x 4, o factor casa pouco ao nada adiantou ás meninas da casa. 
Com este resultado positivo a Casa Povo Martim isola-se na liderança da Serie A do campeonato Feminino Fut9. De salientar que na Serie B, SC Srª da Hora folgou. 
No campeonato Promoção serie A o Leixões SC deslocou-se a Braga, mais concretamente a Martim. A equipa da casa “Casa Povo Martim” a não querer fugir dos lugares cimeiros da classificação, não deu tréguas e impôs uma pesada derrota ás Princesas do Mar 5 x 1, cujo águas andam um pouco agitadas para o lado do mar. 
Custóias FC teve direito á sua folga e estará já a pensar no grande dérbi da próxima semana com o SC Srª da Hora, seguramente um jogo a não perder. 

SC Srª da Hora recebeu Os Sandinenses “Guimarães” e perdeu por 3 bolas a zero, num jogo muito pautado e morno, em que as meninas do srª da Hora tem capacidade para fazer mais e melhor, faltou a raça e querer que as caracteriza, enquanto a equipa adversária mostrou mais maturidade futebolística e deixou Senhora da Hora como justo vencedor. 

Srª da Hora; Magalhães – Ana Vasconcelos – Ariana Ventura – Andreia Amorim – Brígida Lobo – Tracy Monte – Cristiana Ferreira – Vanessa – Soraia Gonçalves – Vânia Gonçalves – Marta Oliveira --- Suplentes; Sofia Oliveira - Patrícia Pereira – Ana Cardoso – Sofia Sousa – Vera Costa. 

Os Sandinenses; Rita – Cris Santiago – Abelheira – Machado – Ana – Ana Filipa – Taynala – Sara – Mar – marta – Mariana. Arbitragem; Helena Barbosa – João Freitas – Gilberto Vieira 

Manuel Sà

LAVRENSE EMPATA EM TERRENO DIFÍCIL

AF Porto Divisão Honra-Jornada 8 
Estádio Municipal da Maia 
Árbitro: João Pereira. 
MAIA LIDADOR 1  LAVRENSE 1
Ao intervalo, 1-0, golos Paulinho (35) Tiago Carvalho (58) 

MAIA LIDADOR: Rui, Ricardo, Grilo, Marmelo, Dinando (Pauleta 46), Pedro (Castro 60), Diogo Preto, Vitor, Hélder (Tiago Martins 60) Paulinho e Vasco. Treinador Manuel Mota 

LAVRENSE: Zé Santos, Fradinho (Postiga 56), Zé Campos, João Luis, Tiago Carvalho, Nuno Palheira, André Grilo, Wender (Kaká 42), Dani e Abílio. Treinador Leandro Cunha. 
Jogo muito e bem disputado, em que a equipa Lavrense conseguiu terminar com uma serie de vitorias do clube maiato (3). 
Os maiatos adiantaram-se no marcador a dez munutos do fim do primeiro tempo pelo experiente Paulinho ex FC Perafita. 
 Contudo e com muita vontade demonstrada a equipa Lavrense parte em busca do golo da igualdade que consegue a través do avançado Tiago Carvalho que parece ter encontrado a veia goleadora que o notabilizou. 
 Até ao final as equipas produziram futebol para que justificassem levar os três pontos em disputa, mas o resultado teimou em não se alterar.

PADROENSE PERDE MAS SAÍ DE CABEÇA ERGUIDA

AF Porto Divisão de Elite-Jornada 11 
Árbitro: João Gonçalves 
VALADARES 3 VS PADROENSE 2 
Ao intervalo 0-1 golos Kaká (43) Paulinho (56) China (61) Nuno Pinto (64) João Rodrigues (75) 

VALADARES: Castro, Fábio Rola, Jhony (Ricardinho 63), Nuno Pinto, Mansilha, Vítor Lobo, Carlos Pinto, João Rodrigues (Bruninho 86), Fabinho, Paulinho (Vitinha 76) Vítor Fonseca. Treinador Alexandre Ribeiro 

PADROENSE: Humberto, Simão, Pereira, Paulinho, Taipa, Toninho, Miranda, Hélder (Carlitos 80), Rui (Jonas 65), China (Chico 80) e Kaká. Treinador Augusto Mata

 
Grande jogo protagonizado por duas excelentes equipas que têm bem definidos os objectivos para esta época. 
Jogo com emoção, golos e com o resultado final bem imprevisível. 
 A turma gaiense dominou praticamente o primeiro tempo mas seriam os matosinhenses a marcarem bem perto do intervalo por intermédio de Kaká (6º remate certeiro no campeonato) 

No segundo tempo, bem que os anfitriões aumentar de intensidade na busca do golo, que aconteceu logo aos 56 minutos por Paulinho Teixeira, ele que outrora jogou no infesta. O Jogo aumenta de velocidade e emoção e o Padroense não demorou muito a responder, o médio China dá de novo vantagem aos matosinhenses, prometendo levar os três pontos de casa de um candidato à subida, contudo Nuno Pinto não demorou muito a empatar de novo o jogo. Bola lá bola cá o jogo entra numa fase em que pode acontecer golo numa ou outra baliza. Neste capitulo o Valadares é mais feliz e consumou a remontada em cima do minuto 75 por intermédio de João Rodrigues. 
Em suma: Um resultado que acaba por se aceitar, mas bem que o empate seria justo, pela categoria demonstrada por ambos os conjuntos. Arbitragem ao nível do espectáculo.

FOTOS:Domingos Lobo

BALIO PERDE MAS MANTÊM-SE NA LIDERANÇA

 
1ª Divisão A F Porto, jornada 8 . 
Complexo Desportivo do Leverense, em Vila Nova de Gaia. 
Árbitro: João Martins. 
Vermelhos: Guil (70) e Nando (86). 
LEVERENSE 1 D L BALIO 0 
Ao intervalo: 1-0.Marcadores: João Pinho (8). 

LEVERENSE: Nuno Gomes; Zé Carlos, Nando, Diogo Costa e Renato; Estrela, Bruno Morais (Robalinho, 46) e Martins (Pedro Abel, 80); João pinho (Carlitos, 66), Adriano e Zezinho (Luís Morais, 80). Treinador: João Ferreira. 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota; João Pinto (Carlitos,62), Miguel Cunha, Cardigos e Nélson; Gonçalo (Félix, 46), Pedrinho (Pedro Gomes, 62), Rafa, Guil; Hugo e Braga. Treinador: Mário Heitor. 

 

O Desportivo de Leça do Balio perdeu na deslocação a Lever, Vila Nova de Gaia pela margem mínima, mas continua na liderança da série 1 da 1ª divisão da associação de futebol do Porto. Os comandos de Mário Heitor entraram apáticos no jogo e pagaram uma fatura extramente cara por esse adormecimento inicial, tendo o Leverense logo aos oito minutos através de João Pinho marcado o golo que permitiu à equipa da casa ficar com os três pontos. A perder os de Matosinhos, mudaram a sua atitude e tomaram conta do jogo e começaram realmente a demonstrar o motivo pelo qual estão no topo, tendo pela frente um adversário muito forte em casa que se mostrou bem organizado no terreno de jogo. 

 No segundo tempo Mário Heitor introduziu Félix no jogo que veio dar mais velocidade e profundidade à equipa causando sempre perigo no último reduto gaiense. Entre várias oportunidade de golos da equipa Baliense, que com uma melhor finalização, podia ter mudado a história do jogo, destaca-se o penalti desperdiçado por Félix, defendido pelo guardião da casa para delírio dos seus adeptos. Derrota injusta para a formação do Leça do Balio que produziu o suficiente para sair com pontos do reduto do Leverense, que alcançou os Balienses no topo da classificação com 18 pontos. Destaque ainda para a expulsão de Fábio Guil que nos pareceu muito forçada pelo arbitro da partida, que deixou influenciar pela pressão dos adeptos da equipa da casa.

LEÇA É O REI DOS EMPATES (7)

 
AF Porto Divisão de Elite-Jornada 11 
Complexo Desportivo de Barrosas - Felgueiras 
Árbitro Tiago Loureiro 
BARROSAS 1 VS LEÇA FC 1 
Ao intervalo, 1-1 Golos Pedras (27) Joca (41) 

BARROSAS: Sampaio, Tanta, Carlão, Rui Moreira, Luciano, Joca, Paulo, Filipe Carvalho (Tiago 58), André (Vítor 75), Jorge Ferreira, Paulo Jorge. Treinador António Lima Pereira 

LEÇA: Diogo, Joel, Bruno Freitas, Noura e Caldas, Turé, Hugo e Jair (Marcos 85), Álvaro (Paulo Lopes 67) Pedras (Cheta 85) e Mesquita. Treinador Nuno Costa 

Uma equipa com a qualidade individual como o Leça tem e já por de mais demonstrada, não pode dar-se como satisfeita, jogando para pontuar como foi o caso nesta partida. 
A titulo de curiosidade, lembramos que a equipa que chegou a prometer bastante no inicio da temporada, fazendo uma prova na Taça Brali simplesmente imaculada, começando com uma vitoria como se imponha no arranque deste campeonato, desde de antão vem perdendo gaz (já não vence há 45 dias), e já vai no 6 jogo consecutivo sem vencer acumulando nesta serie uma derrota caseira. 

A equipa leceira apresentou-se em Barrosas (adversário que promete intrometer-se na luta pela subida, facto que até hoje, ainda não o demonstrou), sedenta do sabor da vitória. Começando até melhor que a equipa anfitriã, os leceiros chegaram ao golo por intermédio de Pedras (9 remates certeiros) dos 14 golos que a equipa obteve em 11 jogos. De facto foi o primeiro sinal de perigo conseguido nesta tarde, num jogo mal jogado um pouco sem organização de parte a parte em que luta sobre o meio campo se sobrepunha em todo o terreno de jogo. A finalizar o primeiro tempo a turma da casa chega ao empate no único lance que criou com perigo neste período. 

No segundo tempo mais do mesmo, jogo mal jogado sem que uma ou outra equipa cria-se lances para desfazer a igualdade. A equipa leceira que se apresenta quase sempre com duplo pivot defensivo e com Pedras na frente tentando um lance de magia, não conseguiu levar de vencida uma equipa que no nosso entender estava praticamente ao seu alcance. 

 FOTO de David Ferreira

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC