RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

LEÇA PERDE EM AVINTES MAS MANTÉM LIDERANÇA

13 Jornada Divisão D´Elite série 1 - AFP
Complexo Desportivo de Avintes – Gaia
Árbitro Rui Oliveira
FC AVINTES 1 LEÇA FC 0
Ao intervalo 0-0, golo Luís (89)

AVINTES: Humberto, Dani, Fábio, Renato, Ricardo, Pedro Sá, Tiago e Freixo, André (Ruben Pedrosa 75), Djalo (Rui Silva 75), Luís (Bruno Duarte 90+3). Treinador João Ferreira.

LEÇA: Taha, Joel, Ramalho, Vítor Fonseca, Paulo Lopes, Noura, Jair, Pedro Pinto (Cheta 80) Sérgio Pedras, Areias (Miguel 80), Diogo Pedras. Treinador Domingos Barros. 

Na condição de líder da prova, o Leça foi travado em Avintes já no final do encontro,
 Numa tarde com muita chuva, foi a tempestade que assola o país quem assumiu maior protagonismo. O equilíbrio foi a nota dominante mas o Leça entrou no jogo sem medo e até podia ter marcado bem cedo, não fossem as boas intervenções do guarda-redes Humberto. Aos 45 minutos o avançado da casa Djalo, desperdiça soberana oportunidade para levar a sua equipa para as cabines na condição de vencedor.
No segundo tempo manteve-se a toada de jogo, mas com o desenrolar do mesmo as condições do relvado foram se deteriorando, e o futebol de bola no pé, com passes e fintas, tornou-se uma miragem. O golo que valeria três pontos aos gaienses surgiu da única forma que seria possível, de bola parada, já perto do apito final Luís atirou a contar.

Apesar da derrota a equipa Leceira mantém a liderança, tirando partido da derrota do Valadares na cidade da Maia e do adiamento das partidas Boavista B vs Grijó e Oliveira do Douro vs Padroense a realizar dia 23 de Dezembro. 

QUEBRADO O CICLO DE 7 PARTIDAS SEM PERDER

Estádio Municipal de Arouca.
Árbitro: Vítor Ferreira (AF Braga).
Ao intervalo: 1-0.
Deyvison, (10)  Adílio,( 75).Matheus Costa, (89).

AROUCA: Rafael Bracalli, João Amorim, Nuno Coelho, Deyvison, Vítor Costa, Ericson, Nuno Valente (Adilio, 72), Bruno Alves, Barnes (Benny, 68), Roberto e Bukia (Jefre Vargas, 61).Treinador: Miguel Leal.

LEIXÕES: André Ferreira, Jorge Silva, Jaime, Ricardo Alves, Belly (Belima, 78), Stephen, Amine (Okitokandjo, 62), Luis Silva, Bruno Lamas, Kukula e Evandro Brandão (Matheus Costa, 82).Treinador: João Henriques.

Leixões, que já não perdia para a 2.º Liga há sete partidas, perdeu na 16.ª jornada do campeonato por 2-1 em Arouca.
Numa partida marcada pela chuva e vento forte, os visitantes entraram na partida com o objetivo de se aproximarem da liderança do campeonato, mas, logo aos 10 minutos, o central Deyvison abriu o marcador para o Arouca. No segundo tempo, o recém-entrado Adílio aumentou a contagem, aos 75 minutos, apenas três minutos depois de ter entrado, e Matheus Costa (89), defesa central que entrou para avançado já perto do fim, reduziu perto do fim.
Nos minutos iniciais, o Arouca andou sempre perto da área do Leixões, o que acabou por culminar no golo de Deyvison, aos 10 minutos, num cabeceamento certeiro, depois de um canto bem executado por Vítor Costa. No lance seguinte foi a vez dos leixonenses ficarem perto de igualar, num lance muito confuso dentro de área, no qual os visitantes não conseguiram finalizar. Já perto do intervalo, uma atrapalhação entre Belly e Ricardo Alves deixou a bola à mercê de Roberto, que, dentro da área, atirou forte para golo, mas a bola embateu com um estrondo na trave.

No segundo tempo, e a favor do vento, o Leixões foi aproximando-se cada vez mais da área do Arouca, mas o terreno ainda mais pesado, dificultava a tarefa dos homens que viajaram de Matosinhos. Aos 72 minutos, o Arouca viu-se obrigado a esgotar as substituições devido à lesão Nuno Valente, lugar para o qual entrou Adílio, numa troca que se revelou acertada, porque apenas três minutos mais tarde, o brasileiro aumentou a contagem. Roberto foi na luta por uma bola perdida dentro da área, e nova atrapalhação da defesa leixonense, desta feita entre Jaime e o 'guardião' André, deixou o esférico aos pés do recém-entrado Adílio, que só teve de empurrar para o fundo das redes. Aos 81 minutos surgiu o lance de maior perigo para o Leixões, livre a 30 metros cobrado por Bruno Lamas à baliza, sofreu ainda um desvio num defesa, e Bracalli protagoniza a defesa da tarde, evitando o golo. Ao cair do pano, Matheus Costa, também recém-entrado, reduziu para os leixonenses, num pontapé de canto, no qual Bracalli ainda faz uma boa primeira defesa, mas a recarga foi ter aos pés do defesa brasileiro que só teve de encostar.


Nota: O Leixões perde ao fim de 7 jornadas num encontro que merecia no mínimo sair de Arouca com um ponto na algibeira. Destaque também para os adeptos da equipa de Matosinhos, que mesmo debaixo de um temporal não regatearam esforços no apoio à sua equipa 

Foto Leixões SAD 

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC