RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 7 de janeiro de 2020

SUB-23 DO LEIXÕES FORAM IMPLACÁVEIS FRENTE AO MARÍTIMO

Estádio do Laranjal, São Pedro da Cova
Liga Revelação, 23.ª jornada
Árbitro: Fábio Melo
Leixões 4-0 Marítimo 

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Ítalo (10', 75' e 90+3') e Ricardinho (90+2'). 
Disciplina: Cartão amarelo para Ricardinho (17'), Jake (62') e Yoshi (80'). Vermelho para Pelagio (40).
  
LEIXÕES SC: Fábio Matos, Camelo, Teixeira, Fontes, Ricardinho, Ítalo, Yoshi (Diogo, 78'), Onana (Casanova, 89'), Folha, Leitão (Andrezo, 78') e Dinho (Osipov, 74'). 

Treinador: Bruno China


Marítimo: Matthew, Aires (Miguel Gouveia, 45'), Fábio Faria, Pelagio, Correia, Úmaro (Chico Banza, 58'), Carlos Gomez, Vilson (Michael, 45'), Jake (Marcelo, 72'), Jefferson (Johnson, 58') e Leo. 

Treinador: José Pedro Jacinto


Num jogo dominado pela formação matosinhense, Ítalo Cortés fez um jogo perfeito, tendo a maioria dos lances de perigo passado pelos seus pés. Logo na primeira jogada, Ítalo após um passe em profundidade de Dinho atira a bola aos ferros de Matthew.

Jefferson foi o mais inconformado do Marítimo, sendo que aos oito minutos remata com pujança para uma defesa atenta de Fábio Matos e aos 22 da mesma forma. 

Foi com naturalidade que chegou o primeiro do Leixões, apontado aos 10 minutos pelo avançado colombiano após um primeiro remate de Ricardinho, com o ponta de lança a ganhar uma segunda bola e a colocar no fundo das redes.

Pelágio viria a ser expulso aos 40 minutos por protestar contra uma decisão do árbitro de não apitar uma suposta falta à coxa da perna direita.

Ítalo Cortés estava a ser o melhor em campo, com a capacidade de criar jogadas pelos corredores com muita facilidade e aos 75 minutos após um cruzamento longo de Jean Onana, Ítalo ganha no corpo a corpo com o defesa insular e apanha em contrapé o guardião madeirense.

Aos 90 Ítalo ganha no frente a frente com o lateral do Marítimo e arranca na direita para cruzar para Ricardinho que só teve de enconstar para o fundo das redes para se estrear a marcar com a camisola leixonense.

O quatro apareceu na última jogada da partida, com Abel Folha a dar a bola a Andrezo que adianta para Ítalo com muita calma empurrar a bola para o fundo das redes.

Por isso o colombiano Ítalo Cortés teve um hat-trick, o que perfaz oito golos esta temporada, em 22 jogos.

Os sub-23 do Leixões estão no oitavo lugar com 29 pontos e na próxima jornada vão ao terreno do Famalicão.

Nota para a presença do treinador da equipa principal Carlos Pinto.


Fonte das Fotos: Leixões SAD

Diogo Bernardino

VENTURA SC ESTREOU-SE ESTA ÉPOCA NAS COMPETIÇÕES DISTRITAIS

A formação do Ventura SC é a mais recente equipa de futebol a ser criado em Matosinhos, sendo que nesta época estreou-se esta época nas competições distritais, desta vez na 2.ª Divisão Série 1.

Fundado a 05 de junho de 2017, o Ventura SC é presidido por Alexandro Ventura, que faz parte da página de assessoria e de marketing desportivo Power Brasil.

Por isso é que alguns dos jogadores que fazem parte desta formação são brasileiros.

O Ventura SC é neste momento 11.º classificado com 18 pontos, resultado de seis vitórias e oito derrotas, com um saldo de 26 golos marcados e 31 sofridos.


Fonte da Foto: Ventura SC


Diogo Bernardino

EDU MACHADO TEM "PRINCÍPIO DE ACORDO" COM O LEIXÕES

O lateral direito do Boavista Edu Machado pode vir a ser reforço do Leixões, sendo que de acordo com o Jornal de Notícias este tem "princípio de acordo" com o clube matosinhense.

O lateral que fez apenas dois jogos pelo Boavista na presente temporada vai juntar-se a Carlos Pinto, com quem esteve no Freamunde e no Tondela. 

Vai competir com Rui Silva por um lugar no lado direito da defesa.

Este termina o contrato com o Boavista esta temporada.


Fonte da Foto: Record


Diogo Bernardino

GONÇALO FRANCO É NOVA PÉROLA DO MAR

Apesar da derrota frente ao Penafiel por 1-0, no passado sábado, os adeptos poderam assistir ao nascimento de uma nova pérola do Mar, o médio de 19 anos Gonçalo Franco.

"Esta partida teve um sabor agridoce. O jogo podia ter sido melhor para nós, o resultado não foi o que queríamos. Apesar disso fiquei feliz com a estreia, tinha o objetivo de jogar na 2.ª Liga. Ainda acreditamos na subida", salientou.

A 2.ª Liga é muito renhida, perdem-se e ganham-se pontos onde menos se espera, mas ainda vai acontecer muita vcoisa e estamos na luta, o Leixões merece estar na 1.ª Liga. Tenho trabalhado no plantel principal, mas jogava pelos sub-23. Estava preparado para a chamada. Tentei corresponder e agarrar a oportunidade", mencionou o internacional por duas vezes da seleção sub-20.

Em declarações aos meios de comunicação social, salienta que o Leixões tem apenas pecado na finalização e que o pai lhe tem dado vários conselhos e já fala dos objetivos a nível do clube e pessoal.

"Quero ajudar o Leixões a subir. Depois passo a passo e com trabalho gostava de jogar no estangeiro e na Liga dos Campeões. A seleção também é um sonho. É preciso ter os pés bem assentes na terra e ir passo a passo, pois no futebol as coisas mudam de um dia para o outro", salientou.

"O Gonçalo fez uma estreia agradável. Ele ainda está a gatinhar e percebe que tem de esperar pelas oportunidades, o plantel tem muita qualidade. É preciso sorte, mas se continuar a trabalhar, pode chegar onde sonha", disse o pai de Franco, Pedro Franco, que foi central formado pelo Sporting e tem mais de 300 jogos nas ligas profissionais entre Nacional, Naval, Leça, Rio Ave, V. Guimarães, Penafiel e Moreirense.

Franco começou a jogar no Boavista, dando nas vistas e ingressado o FC Porto, depois o Rio Ave, chegando aos sub-15 do Leixões.


Fonte da Foto: Duarte Rodrigues


Diogo Bernardino

PEDRINHO VAI SER DISPENSADO

O lateral direito Pedrinho vai ser dispensado do Leixões, juntando-se aos cinco já anunciados (Yoshiaki Kikuchi, Tarzan, Alan Junior, Lewis Enoh e Junior Sena) avança hoje o Jornal Record.

O lateral até entrou em campo no jogo com o Penafiel, "mas as negociações para a desvinculação de contrato do experiente jogador, de 34 anos, já decorriam desde a semana passada".

Pedrinho jogou apenas quatro jogos no campeonato e foi sempre preterido em detrimento do dono habitual do lado direito da defesa, Rui Silva.

De acordo com indicações dadas pelo Jornal Record e pelo Jornal de Notícias, o lateral direito do Boavista Edu Machado é o escolhido para ocupar o seu lugar.


Fonte da Foto: Duarte Rodrigues


Diogo Bernardino 

LEÇA TRIUNFA FRENTE AO SANTA ISABEL

A equipa de futsal do Leça triunfou por 3-0 frente ao ADC Santa Isabel, em jogo da 15.ª jornada da Divisão de Honra da AF Porto.

Kiko Malafaia, Manel Guedes e Tomás Alves foram os marcadores.

O Leça é terceiro classificado com 29 pontos e na próxima jornada recebe o Estrelas Susanenses, segunda, 13, às 22:15.


Fonte da Foto: Leça FC/ AEFEP


Diogo Bernardino

PAULO GENTIL FOI O ESCOLHIDO PELA DIREÇÃO DO PERAFITA

Paulo Gentil (ex-Celoricense), treinador Matosinhense é o escolhido pelo presidente do FC Perafita, Pedro Vaz, para suceder a Vítor Andrade no comando técnico da equipa Perafitense.

Paulo Gentil, que na época 2010/2011 e entre 2015 a 2017 passou pelo FC Perafita, deixando o clube à porta da subida de divisão, está de regresso à formação matosinhense que passa por uma situação muito apertada.

Paulo Gentil já esteve no banco do Perafita no jogo com o Crestuma.

Este já treinou o Leça, o Candal, o Mondinense e foi adjunto no Paredes.


Diogo Bernardino 

OS LUSITANOS LEVA A MELHOR NO DÉRBI

Parque Domingos Soares Lopes, em Santa Cruz do Bispo
AF Porto 1.ª Divisão Série 1 Jornada 14
Árbitro: Tiago Ferreira
Os Lusitanos 3-2 Senhora da Hora

Ao intervalo: 0-1
Marcadores: Ivan (45 e 65), Rúben (50), Marcelo (78) e Pina (79)

Os Lusitanos: Mourão, Paulo Gonçalves, Diogo Duarte, Rúben (Hugo, 77), Tiago, Paulo Pereira (Marcelo, 46), Kevin, Pina, Ivo, Fernando e Joy (Mazola, 80)

Treinador: Albino Guerra

Senhora da Hora: Pedro, Bruno (Ivan, 31), Miguel, Jailton (Gastone, 65), Gean, Kiko, Rui (Bonani, 65), Ricardo, Artur, Diego e Sá

Treinador: Ricardo Ferreira


Os Lusitanos triunfou em casa num dérbi muito disputado, numa segunda parte de alto nível e a um ritmo alucinante.

O Senhora da Hora teve em Ivan o seu trunfo, sendo que no final da primeira parte, aos 45 Ivan apontou o primeiro golo.

Na segunda parte, começou o festival de golos, com Ivan aos 50 a apontar o primeiro golo para a formação da casa. Ivan aos 65 fez o segundo do Senhora da Hora. Mas em dois minutos o Lusitanos não só restabeleceu a igualdade como também chegou à vantagem, primeiro po Marcelo aos 78 e depois Pina aos 79.

No final, o Lusitanos é 12.º classificado com 14 pontos e na próxima jornada vai ao terreno do Torrão e o Senhora da Hora, 14.º com 13, recebe o Parada.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino 

CRISE DE RESULTADOS CONTINUA PARA O PERAFITA

Centro de Estágio do Olival, em Gaia
AF Porto 1.ª Divisão Série 1 Jornada 15
Árbitro: Rui Moreira
Crestuma 3-1 Perafita

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Carlos (10), Fábio André (25), Garcia (56 g.p.) e Bruninho (70 g.p)

Crestuma: Fábio, Teixeira (Elói, 30), Rochinha, Didi (Gusto, 75), 

Treinador: Vítor Moreira

Perafita: Miguel, Bernardo, João Pinto, Branco, Pita, Bruno, Simão (Zeca, 72), Pedro, Chico, Carlos (Vieira, 75) e Hélder (Leo, 85)

Treinador: Paulo Gentil

O Perafita continua mergulhado numa crise de resultados sem fim e mesmo com um novo treinador (Paulo Gentil regressa ao clube), a equipa consegue apresentar outros resultados.

Apesar das dificuldades foi a formação matosinhense que inaugurou o marcador logo aos 10 minutos por Carlos, mas aos 25 Fábio André fez o empate para a formação da casa.

Na segunda parte, o domínio foi da formação da casa, com dois golos apontados ambos por grande penalidade, primeiro Garcia aos 56 e Bruninho aos 70.

Com este resultado, o Perafita é último com um ponto e na próxima jornada recebe o Águas Santas.


Fonte da Foto: Artur Magalhães

Diogo Bernardino

NUNO GONÇALVES COBIÇADO NA DIVISÃO D´ELITE


Dois clubes da divisão d´elite (a saber em momento oportuno)  tentam demover o técnico da continuidade no clube de Lavra.
Nuno Gonçalves técnico da UD Lavrense, Vice-líder em igualdade pontual com o CD Candal da Divisão de Honra serie 1, está a ser muito pressionado para deixar o clube Matosinhense e por conseguinte ingressar num clube da Divisão d´Elite pro nacional
Mitchfoot sabe de fonte segura que nem tudo são rosas para o técnico que tem feito um trabalho simplesmente notável , pois alguns requisitos pedidos pelo técnico, tais como reforços de inverno, não tem sido satisfeitos pela direção.
Mostrando todo o interesse em continuar com o comando técnico da equipa Lavrense Nuno Gonçalves não coloca de parte a transferência para a divisão maior da A F Porto

ALDEIA NOVA FICA A SEIS PONTOS DO TOPO DA CLASSIFICAÇÃO

Complexo Desportivo do Aldeia Nova, em Matosinhos
AF Porto 1.ª Divisão Série 1 Jornada 14
Árbitro: Adélio Silva
Aldeia Nova 2-2 São Félix da Marinha

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Baresi (19), Rosas (38), Renato (72) e Filipe Campos (74)
Vermelhos: Alexis e Kaká (90)

Aldeia Nova: Pinheiro, Rosas, Batista, Gonçalo Freitas, Martins, Vieira, Santos, Fusão (Filipe Campos, 62), Pepo (Pedrinho, 80), Gonçalo Vieira e Danilo

Treinador: Leão

São Félix da Marinha: Migas, Barros, Biza, Alexis, Diogo, Renato (André, 85), Afonso, Baresi, Rente (Diego, 46) (Teixeira, 86), Pena (Kaka, 46) e Mamadou

Treinador: Rui Conceição


Num jogo muito bem disputado, a formação do Aldeia Nova teve algumas dificuldades em explorar o seu estilo, frente a um adversário direto, sendo que Baresi aos 19 minutos apontou o primeiro golo da formação de Gaia.

Os matosinhenses não desistiram de procurar o golo, aos 38 minutos Rosas apontou o golo do empate após uma excelente jogada individual.

Na segunda parte, muitas dificuldades para ambas as equipas conseguirem espaços, sendo que a batalha no meio campo. O equilíbrio foi o mote dos segundos 45 minutos, sendo que Renato aos 72 apontou o segundo do São Félix, mas dois minutos depois Filipe Campos voltou a estabelecer a igualdade no encontro.

Com este resultado, o Aldeia Nova, quinto lugar com 26 pontos vai ao terreno do Vandoma.


Fonte da Foto: Aldeia Nova


Diogo Bernardino 

LEÇA DO BALIO E CUSTÓIAS ANULAM-SE EM DÉRBI MUITO DISPUTADO

Complexo Desportivo de Leça do Balio, em Matosinhos
AF Porto Divisão de Honra Série 1 Jornada 15
Árbitro: Luís Pinto
Leça do Balio 2-2 Custóias

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Martin (52), Pedro (60), Alan (63) e Fábio (79)

Leça do Balio: Tiago Moniz, Paulo Marinho, Rui Saldanha, Hugo, Fábio Castro (Sérgio Coutinho, 72), José Henrique (Félix, 46), Salgado, Luís Barbosa, Carlos Diogo, Martin (Nélson, 72) e Fábio Loureiro

Treinador: Flávio Silva

Custóias: Beleza, Santa Cruz, Zé D'Angola, Carlos, Gabriel (Hugo, 72), Duarte (Igor, 72), Diogo, Meneses, Pedro, Paulo Silva e Alan

Treinador: Mário Rui

Num Jogo muito disputado com o Leça do Balio a construir lances de oportunidades sempre na procura do golo a assumir as despesas e o Custóias à procura do erro da equipa adversária. Na primeira parte os balienses construiram muitas jogadas de envolvimento que foram criando algum perigo sem grandes consequências e quando parecia que ia ser golo apareceu Beleza que conseguiu segurar o nulo até ao intervalo. 

O Custóias também entrou bem no jogo com várias oportunidades de golo, com uma bola a ir ao poste, com as duas equipas a repartirem o domínio no jogo.

Na segunda parte com um maior equilíbrio das duas equipas o Leça do Balio foi muito mais esclarecida e fez o primeiro golo com uma jogada de envolvimento perfeita com uma finalização á altura por parte do Martin aos 52 minutos. 

O Custoias carrega e com naturalidade chega ao 1-1 por Pedro aos 60 e ao 2-1 por Alan aos 63 em dois livres. Os homens aos comandos de Mário Rui tinham o jogo controlado até pelo desgaste dos jogadores ao comando de Flávio Silva e mais uma vez sem prever numa desatenção, o Leça do balio chega ao empate feito por Fábio Loureiro após a marcação de um canto. 

A última oportunidade em cima da hora foi realizada por Huguinho que isolado não conseguiu concretizar.

O Custóias foi uma equipa que procurou o golo como o Leça do Balio, num encontro em que houve muitos casos que passaram em branco para o árbitro.

Na próxima jornada, o Leça do Balio, 15.º classificado com nove pontos recebe o Gondim Maia e o Custóias 12.º com 16 vai ao terreno do Castelo da Maia.


Fonte da Foto: DR

Diogo Bernardiino

LAVRENSE ARRECADA UM PONTO EM GAIA

Estádio do Gulpilhares, em Gaia.
AF Porto Divisão de Honra Série 1 Jornada 15
Árbitro: Alexandre Machado
Gulpilhares 2-2 Lavrense

Ao intervalo: 2-2
Marcadores: Rui Pinheiro (1), Rabiu (15 g.p e 40) e Trivelas (43, g.p)

Gulpilhares: Lima, Bruno Valente, Rui Sousa, Hélder, Márcio Freitas, Cardoso (Ivo Lopes, 63), André, Emerson, Francisco Trindade, Miguel Ferreira (Ivo, 63) e Rabiu.

Treinador: Ricardo Jorge

Lavrense: João Padrão, Luís Pereira, Miguel Fradinho, José Magalhães, João Batista, Trivelas, Pedro Mesquita (Tiago Silva, 83), Noverça (Valter, 65), Zidane, Rui Pinheiro (Nuno Correia, 65) e Rui Paulino (Ferreira, 65)

Treinador: Nuno Gonçalves 


O jogo iniciou com o golo da UD Lavrense aos 15 segundos por intermédio de Ruizinho. Contra a corrente de jogo a equipa local empatou de grande penalidade por Rabiu aos 15 minutos e de seguida coloca-se na frente do marcador. Trivelas de grande penalidade volta a empatar o encontro, resultado ao intervalo.

Na segunda parte de acordo com informações divulgadas pelo clube, descreve que existiu um "terrorismo psicológico" exercido com a equipa de arbitragem nos balneários, "acaba como habitualmente com as equipas de V. N. Gaia por condicionar o jogo".

Mesmo assim, a formação do Lavrense está em segundo lugar com 32 pontos e na próxima jornada vai ao terreno do Perosinho.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

PADROENSE SOBE PARA O SEXTO LUGAR

Estádio do Padroense, em Padrão da Légua
AF Porto Divisão Pró Nacional Série 1 Jornada 17
Árbitro: João Sousa
Padroense 2-0 Nogueirense

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Mesquita (42) e Jardel (90+2)
Vermelho: Rodri (62)

Padroense: Moreira, Fábio, Taipa, Jinho (Pedro Oliveira, 66), Ricardo, Estebainha, Mesquita (Jardel, 66), Nuno Carvalho (David Yoo, 82), Cacheira (Juca, 66), Xoura e Kang

Treinador: João Costa

Nogueirense: Ima, Jopi, João Maia (Rosas, 82), Camelo e Nuno Costa, Miguel Tavares (Mateus, 82), Dos Santos (Pera, 56), Rodri, André Ferreira, Dani (Eiras, 56), Grade (Emanuel, 82)

Treinador: Duarte Grego


O Padroense conseguiu um triunfo importante e com os resultados da jornada, conseguiu subir na classificação e está a apenas dois pontos do terceiro lugar. 

Num jogo com domínio total do Padroense, aos 13 minutos teve uma oportunidade de abrir o activo por Ricardo, seguiu-se um domínio repartido mas sempre com mais vantagem para os matosinhenses e aos 42 Mesquita com  um golpe de cabeça abre o activo.

No segundo tempo o encontro tornou-se mais duro com entradas a roçar a violência tendo o juiz João Sousa mostrado o cartão amarelo por seis ocasiões sendo um duplo a Rodri, (62 respectivo vermelho) ao jogador do Nogueirense.

Aos 90+3 Jardel com calma isolado faz o segundo golo e dissipou qualquer dúvida que podia haver sobre o vencedor do encontro.

Na próxima jornada, o Padroense recebe o Grijó e está neste momento em sexto lugar com 26 pontos.


Fonte da Foto: Jorge Peixoto


Diogo Bernardino

MIGUEL ROSA FOI O TRUNFO DO INFESTA

Estádio de Sonhos, Ermesinde
Divisão de Elite – Série 1 | AF Porto | Jornada 17
Árbitro: Armando Mendes
Ermesinde 0-1 Infesta

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Miguel Rosa (84)


Ermesinde: Sérgio, João Neto, Pedro Castro, Bruno, Quim (João Pedro, 68), Fernandes (João Lindo, 65), Marco Cardoso, Deco, Daniel Félix, Herdeiro e Rafa (Beré, 65)

Treinador: Jorge Lopes

INFESTA: Rui Pereira; Malícia, João Silva, André Ribeiro, Morais; Bessa (83′), Baptista (11′), Lúcio, Mário (89′); João Rodrigues (89′) e Dani (63′).

Treinador: Bruno Costa


O Infesta alcançou nesta jornada a sua segunda vitória no campeonato, num jogo de sentido único para a formação matosinhense com Miguel Rosa a estrear-se e a apontar o golo do triunfo.

Logo aos três minutos, Dani isolou João Rodrigues que não conseguiu bater Sérgio. A equipa da casa raramente passava do meio campo do Infesta. Aos 18 minutos, Dani volta a assistir João que se antecipou a Sérgio e foi derrubado pelo guardião da casa.

Grande penalidade a favor do Infesta que João se encarregou de bater mas Sérgio defendeu o castigo máximo.

A equipa da casa estava perdida em campo e só conseguia travar o ímpeto ofensivo com jogadas faltosas, muitas delas a roçar o cartão vermelho. A fechar a primeira parte, Lúcio ainda enviou uma bola à barra.

Na segunda parte, o Infesta voltou a dominar o encontro e aos 65, João Rodrigues viu um golo anulado por pretenso fora-de-jogo. Aos 79, grande jogada individual de Dani que passou por dois defesas, assistiu João Rodrigues que com a baliza completamente escancarada, atirou ao poste.

A persistência e a perservança da formação do Infesta trouxe frutos e aos 84 minutos, o recém-entrado Miguel Rosa foi expedito e rematou para o fundo da baliza do Ermesinde, inaugurando o marcador. Já perto do final, o Ermesinde, atirou à barra da baliza de Rui Pereira.

O Infesta com esta vitória, é 15.º classificado com 12 pontos e ultrapassou o Pedroso e aproximou-se dos lugares de manutenção, estando neste momento a dois pontos do Varzim B. Na próxima jornada, o Infesta recebe o líder Salgueiros.


Foto: Joaquim Sousa


Diogo Bernardino

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC