RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 15 de novembro de 2015

PELA 3ª VEZ CONSECUTIVA O MESMO RESULTADO...1-1


14 ª JORNADA DA SEGUNDA LIGA (jogo em atraso) 
Estádio do Mar, em Matosinhos 
Árbitro: João Capela (Lisboa). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Caio (21), Carlos (32), Diogo Nunes (39), Ricardo Barros (52) e Ubay (85). 
LEIXÕES 1 FARENSE 
 Ao intervalo: 0-0 Marcadores: Delmiro, (75) Ricardo Barros, (90+2). 

LEIXÕES: Ricardo Moura, Gonçalo Graça, Diogo Nunes, Pedro Pinto, João Pedro, Rui Cardoso (Guo Yi, 81), Bruno Lamas, Max (Pedras, 71), Caio, Jorginho (Alemão, 60) e Ricardo Barros. Treinador: Manuel Monteiro. 

FARENSE: Bento, Saeed, Ubay, Delmiro, Diogo, Bilro, Harramiz, Carlos, Márcio (Bruno Loureio, 65), Irobiso (Osama, 83) e Tiago. Treinador: Jorge Paixão. 

Antes do início da partida guardou-se um minuto de silêncio pela morte de Hugo Oliveira, irmão do jogador do Leixões, Fábio Zola, vítima de um acidente de viação bem como pelos ataques terroristas ocorridos em Paris, na sexta-feira. 
Depois de quase meia hora de um jogo fechado, em que a luta se sobrepôs à qualidade do passe, num minuto (28') a partida conheceu duas ocasiões de golo, uma em cada baliza. Primeiro, quando Tiago surgiu na área dos locais a rematar, valendo a mancha de Ricardo Moura e logo depois numa cabeçada de Ricardo Barros, na sequência de um cruzamento da direita. À passagem da meia hora, mais duas ocasiões, primeiro, Harramiz assistiu, na área, de calcanhar, para o remate de Irobiso, que Ricardo Moura desviou para canto, respondendo Barros (32'), de fora da área, numa tentativa que Bento segurou entre os postes. 

Com a segunda parte a manter o ritmo da primeira, a bola continuou a ser jogada muito longe de ambas as áreas e só no minuto 75, quando Saaed, numa reposição da linha lateral, colocou a bola na área para Delmiro, de cabeça, inaugurar o marcador. E depois de Bruno Loureiro (84') ver Ricardo Moura negar-lhe o segundo golo com os pés, já nos descontos, e após uma insistência, Ricardo Barros contornou Bento e atirou para o empate. 

 Conferência de Imprensa 

Manuel Monteiro "Depois de dois empates fora, hoje queríamos vencer, mas, infelizmente, não o conseguimos. O empate acaba por ser justo porque estivemos a perder, mas se tivéssemos ido para o intervalo a ganhar tudo teria sido diferente. Estivemos melhor na primeira parte e merecíamos essa vantagem, pois tivemos uma oportunidade soberana que devia ter sido golo. Louvo a atitude dos meus jogadores porque, com o apoio do público de Matosinhos, depois de estarmos a perder, deram tudo o que tinham e conseguiram chegar ao empate. Tivemos sempre atitude positiva e querer. Não estou satisfeito com o resultado de hoje nem com o lugar que ocupamos na classificação, mas continuamos empenhados em sair desta situação." 

 Jorge Paixão "Foi um jogo muito difícil, num campo sempre difícil. O Leixões em casa por norma é forte e queria vencer depois de dois empates em campos complicados. Mas nós também preparámos este jogo para ganhar. A primeira parte não foi muito bem conseguida da nossa parte e deixámos o Leixões assumir o jogo e jogar mais no nosso meio campo. Retificámos ao intervalo e entrámos melhor na segunda parte. O jogo estava dividido, acabámos por fazer o golo e depois só nos podemos queixar de nós próprios, porque tivemos oportunidades para matar o jogo. Perdemos dois pontos, porque tivemos o jogo na mão, mas o Leixões, pelo que lutou, também mereceu o empate."

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC