RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 10 de maio de 2020

LEO RENOVA PELO LAVRENSE POR MAIS UMA TEMPORADA

O avançado Leo Correia renovou pelo Lavrense por mais uma temporada, revelou o clube nas redes sociais.

"É com muito gosto que assino por mais um ano com o meu clube de coração ! Onde estou nele à 12 anos! Com muito gosto que vou agarrar a oportunidade de jogar em um clube tão grande como o Lavrense", descreveu.

Leonardo Correia participou em sete encontros e apontou um golo.

Leo na formação representou além do Lavrense, Boavista e Padroense.


Fonte da Foto: UD Lavrense

Diogo Bernardino

TIAGO FERNANDES APONTADO AO LEIXÕES

O treinador de 38 anos Tiago Fernandes que já treinou o Sporting está a ser apontado pelos meios de comunicação como o técnico para a época 2020/2021 do Leixões.

Segundo o Jornal de Noticias uma fonte da administração da SAD refere que o próximo treinador tem de ser "jovem, estudioso e metódico que potencie os novos talentos", sendo que Tiago Fernandes está no topo da lista de nomes.

Além do Leixões, o treinador já foi apontado ao Mafra para ocupar o lugar de Vasco Seabra.

Desde janeiro que não treina qualquer clube, depois de na época passada ter rescindido o contrato com o Estoril.

O filho de Manuel Fernandes, um dos jogadores mais reconhecidos dos anos 70 do Sporting e que foi o coordenador do scouting dos 'leões' foi treinador adjunto no Vitória de Setúbal, durante sete épocas treinou várias equipas de formação do Sporting.

Em 2018/2019 foi treinador do Sporting durante três encontros e na segunda metade da temporada fez parte do Chaves.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

PAULO LOPES E CAPITÃES DO CAMPEONATO DE PORTUGAL PEDEM TOMADA DE POSIÇÃO DA FPF

O capitão do Leça Paulo Lopes e outros do Campeonato de Portugal pedem uma tomada de posição acerca dos rendimentos e da linha de créditos para ajudar os clubes, em comunicado.

"Caro Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, no mundo, e no nosso país, vivemos uma batalha inesperada e difícil. Esta pandemia, como já foi referido por muitos dirigentes e órgãos máximos de instituições, vai-se refletir num grande impacto a todos os níveis, incluindo desportivo e económico. Este impacto económico é talvez o que mais nos preocupa no momento atual, sendo nós o Campeonato de Portugal, prova gerida pela FPF e que alberga mais jogadores no nosso país.

Este Campeonato de Portugal, como o próprio nome indica, é jogado por todo o país, sendo o mais representativo de todos: Trás-os-Monte, região Douro, Beira Alta, Beira Baixa, toda a costa litoral, Alentejo, Algarve e as nossas incríveis ilhas.

Alguns dos jogadores estão dispostos a acordar às 7h, trabalhar em fábricas das 8h às 17h, treinar às 18h, quando não é mais tarde, e chegar a casa quando toda a família já jantou. Com sorte, ainda conseguimos dar um beijo aos nossos filhos, mas não dá para muito mais. 

Outros, e aqui assumimos mea culpa, vivem num falso profissionalismo. Aceitamos treinar durante o dia em troca de poucas centenas de euros que muitas vezes não chegam para colocar pão na mesa. Pelo meio ainda deixam de nos pagar e quando vamos a ver foram os mesmo dirigentes de sempre, que exploram a nossa classe sem nunca terem sido punidos.

Posto isto, e voltando ao parágrafo inicial, este impacto económico que falamos, tem uma dimensão dramática no Campeonato de Portugal, campeonato esse onde os clubes lutam para sobreviver com poucas ou nenhumas receitas e os jogadores amadores estão desprotegidos.

Estamos preocupados. O campeonato terminou, os clubes pararam e ficaram a faltar dois subsídios aos jogadores. Fica ainda por ter resposta a pergunta de quando iremos voltar a competir. São muitos meses sem nenhuma fonte de rendimento para a maioria, daí que entendemos que a ajhuda nesta situação deveria ser diferente e deveria ser clara e efetiva.

Sendo assim, deixamos algumas questões às quais agradecíamos uma resposta:

1. Foi lançada uma linha de crédito para ajudar os clubes, com uma série de requisitos a cumprir para que, ao fim de quatro anos, possa ter acesso a algum fundo perdido. Situação não muito do agrado de quem sobrevive neste Campeonato cumprindo as suas obrigações com maior ou menor dificuldade. No entanto, esta solução, que carece de muitas falhas, iria ser discutida pela FPF em reunião com os 72 clubes. Porque razão, até ao dia de hoje, não foi realizada uma reunião no sentido de encontrar uma solução?

2. Os jogadores da nossa Seleção Nacional, que tão bem nos têm representado a todos os portugueses, em mais uma grande jogada, preocupados com os atletas amadores, decidiram abdicar de uma parte do seu prémio monetário relativo à qualificação para o Europeu e assim ajudar estes mesmos atletas.
Porque é que essa ajuda foi colocada na linha de crédito e não doada aos atletas amadores para que efetivamente os ajudassem a receber os seus subsídios que tanto lhe fazem falta nesta situação? Será que a nossa Seleção Nacional não queria ajudar os atletas e não apenas quem aderisse a um crédito?

3. Nos últimos dias deparámo-nos com a notícia, enunciada por muitos órgãos de comunicação social, que dizia que o valor que cada clube da II Liga tem direito para melhorar infra-estruturas respeitante à próxima época desportiva iria ser adiantado pela FPF e como esta situação é excepcional podia ser usado para pagar salários. E nós, Campeonato de Portugal? Campeonato gerido pela FPF, não estamos a viver uma situação excepcional que mereça uma ajuda deste tipo? Não estamos a ver famílias em situações dramáticas, de grande dificuldade, que para além destes meses que o campeonato terminou, não sabem quando voltam a receber algum dinheiro?

Não queremos deixar passar que estamos de acordo com as medidas explicadas na Comunicação Social pelo Sr. Presidente da FPF, para este campeonato. Que existam regras e que seja para os clubes as cumprirem, que não sejam permitidos projetos poucos responsáveis, que não seja permitido profissionalismo encapotado, que haja uma proteção nos contratos amadores para não desproteger estes atletas.

Elaboramos, assim, mais alguns pontos e sugestões para estabelecer o diálogo e proteger os atletas do Campeonato de Portugal:

 Definir uma categoria para o jogador do Campeonato de Portugal, em que o vínculo atleta-clube seja reconhecido;
 Exigir, mediante o orçamento, garantias reais dos investidores que entram nos clubes, para que o atleta não seja ludibriado e enganado;
 Aplicar um limite de inscrições por equipa;
 Aplicar punições a quem não cumpre com os subsídios aos seus atletas (perda de pontos, proibição de inscrições…);
 Permitir que um atleta amador que tenha subsídios em atraso possa desvincular-se do clube sem ter que esse mesmo clube passar uma carta.

Queremos também com isto abrir uma janela de diálogo para que, de uma vez por todas, os moldes deste Campeonato sejam revistos, pois já todos sabemos que não são benéficos para ninguém e não privilegiam a regularidade das equipas. Achamos que deve ser debatido e alterado o mais rápido possível e que, para isso, se junte a opinião dos jogadores nas reuniões com a FPF, os clubes, e as Associações.

Queremos todos melhorar e este é um passo justo para que o futebol e o Campeonato de Portugal melhorem. Que se faça justiça a dirigentes e clubes incumpridores, pois os jogadores são seres humanos.

Caro Senhor Presidente da FPF, terminamos a dizer que estamos realmente preocupados, com o presente e o futuro, e não queremos ser colocados num canto, queremos ser tratados por igual como todos os outros. Esta carta é uma preocupação geral, de todo o campeonato de Portugal, e que faz um apelo para que se possa minimizar a situação dramática que muitos atletas vivem, não com empréstimos, mas com ajudas.

Aguardamos uma resposta e possível esclarecimento por parte da FPF nos próximos dias. Caso tal não aconteça vemos-nos obrigados a avançar para outros meios, a fim de ver a nossa situação esclarecida"


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

IURI RENOVA PELO ALDEIA NOVA POR MAIS UMA TEMPORADA

O médio defensivo Iuri renovou pelo Aldeia Nova por mais uma temporada, perfazendo assim a sua segunda época consecutiva, revelou o clube no Facebook.

"Iuri é um jogador com enorme potencial, é um jogador proveniente da nossa formação e vai este ano fazer o seu segundo ano de sénior", descreveu.

Iuri participou em oito encontros como sénior no Aldeia Nova. Além do Aldeia Nova este realizou a sua formação no Lusitanos e no Leça.

Iuri é o 18.º jogador do plantel de Leão para o plantel do Aldeia Nova para a época 2020/2021.


Fonte da Foto: Aldeia Nova


Diogo Bernardino

"SE EM JUNHO A ATIVIDADE VOLTAR VAMOS CONSEGUIR SAIR VIVOS DISTO"

O presidente do Senhora da Hora, Vasco Carvalho, salientou que o clube atravessa fase complicada a nível financeiro e "se em junho a atividade voltar vamos conseguir sair vivos disto", caso contrário é complicado, ao Jornal de Notícias. 

"Se em junho a atividade voltar, vamos conseguir sair vivos disto. Caso contrário será muito difícil. Já estamos a tratar de dar todas as condições de segurança. Temos atletas ligados à área de medicina que nos estão a ajudar", garantiu.

"É uma situação trágica para este tipo de clubes. Deixamos de ter qualquer tipo de receita. Já tínhamos algumas dificuldades que se agravaram. Vamos ter de arranjar maneira de as ultrapassar", descreveu.

O presidente referiu que os "adeptos tem-se mostrado bastante disponíveis" a ajudar o clube.

"Os sócios mais antigos tem pago as quotas. Mas é muito pouco. Sócios, adeptos e habitantes da cidade estão a mobilizar-se. Os adeptos já se propuseram a pintar o clube e fazer as obras normais de quem acaba a época. Já se propuseram a participar e a oferecer material, o que já nos dá uma força", mencionou.

A solução passou por colocar "alguns funcionários em lay-off".


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

FÁBIO AMARAL É O NOVO COORDENADOR DA FORMAÇÃO DO PERAFITA

O treinador Fábio Amaral é o novo coordenador da formação do Perafita proveniente do Bougadense, revelou o clube nas redes sociais.

Treinador com experiência em vários escalões, tendo nos últimos anos passado por clubes como AC Bougadense, FC Maia Lidador e CD Candal.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

EXCLUSIVO: CHINA É REFORÇO DO LEÇA DO BALIO POR UMA TEMPORADA

O médio China (ex-Desportivo de Portugal) é reforço do Leça do Balio por uma temporada, soube hoje em exclusivo o Mitchfoot.

China esteve envolvido em três subidas de divisão ao longo da carreira bem extensa.

Na época passada ao serviço do Desportivo de Portugal participou em 12 encontros.

O experiente médio de 36 anos já representou o Formiga, CD Torrão, Mocidade Sangemil, GD Águas Santas.

China junta-se a André Ribeiro, Zé Rainho, Ricardo Vasconcelos, Zé Campos, Nuno Costa, Tiago Vieira, Rui Saldanha, Caçoila, Bruno Ferreira, Bruninho, Afonso Saldanha, Rui Pereira, Rui Teixeira e Diogo Pereira como jogadores do Leça do Balio para a época 2020/2021.


Fonte da Foto: DR

Diogo Bernardino



EXCLUSIVO: ANDRÉ RIBEIRO RENOVA POR UMA TEMPORADA COM O LEÇA DO BALIO

O médio André Ribeiro renovou por mais uma temporada pelo Leça do Balio, soube em exclusivo o Mitchfoot.

André Ribeiro representou o Leça do Balio por 18 vezes e apontou seis golos na época passada, sendo um dos jogadores mais influentes do plantel baliense.

André Ribeiro chegou ao Leça do Balio proveniente do Águas Santas em 2019, quando fez a sua melhor temporada na carreira.

André Ribeiro foi considerado pelos seguidores do Mitchfoot que o votaram como o segundo melhor jogador no concelho.

Uma pedra basilar aonde passou, como no CA Rio Tinto, Pedrouços, Ataense e Alfenense, onde se vai reencontrar com vários jogadores no plantel desta temporada como Diogo Pereira.

André Ribeiro fez a sua formação no SC Rio Tinto e no Pedrouços.

André Ribeiro é um dos três jogadores que até ao momento renovaram o contrato com o Leça do Balio juntando-se a Rui Saldanha e Tiago Vieira.

André Ribeiro junta-se a Zé Rainho, Ricardo Vasconcelos, Zé Campos, Nuno Costa, Tiago Vieira, Rui Saldanha, Caçoila, Bruno Ferreira, Bruninho, Afonso Saldanha, Rui Pereira, Rui Teixeira e Diogo Pereira como jogadores do Leça do Balio para a época 2020/2021.



Fonte da Foto: DR

Diogo Bernardino


EXCLUSIVO: ZÉ RAINHO É REFORÇO DO LEÇA DO BALIO POR UMA TEMPORADA

O médio centro Zé Rainho (ex-CA Rio Tinto) é reforço do Leça do Balio por uma temporada, soube hoje o Mitchfoot em exclusivo.

Um dos médios mais promissores dos distritais é reforço dos balienses por uma temporada, depois de ter sido titular logo aos 20 anos no Pedrouços e no CA Rio Tinto.

Este participou em 20 encontros na época passada.

Na formação representou o Águas Santas, Gondomar e Sousense.

Zé Rainho junta-se a Ricardo Vasconcelos, Zé Campos, Nuno Costa, Tiago Vieira, Rui Saldanha, Caçoila, Bruno Ferreira, Bruninho, Afonso Saldanha, Rui Pereira, Rui Teixeira e Diogo Pereira como jogadores do Leça do Balio para a época 2020/2021.


Fonte da Foto: DR

Diogo Bernardino

EXCLUSIVO: RICARDO VASCONCELOS É REFORÇO DO LEÇA DO BALIO POR UMA TEMPORADA

O médio ofensivo Ricardo Vasconcelos (ex-Desportivo de Portugal) é reforço do Leça do Balio por uma temporada, soube o Mitchfoot em exclusivo.

Ricardo Vasconcelos já esteve na divisão de elite dos distritais ao serviço do Perafita em 2014/15 onde em 30 jogos apontou três golos.

Ricardo Vasconcelos é um jogador com muita experiência em campo e tem as características de um bom médio que transporta bem a bola para a linha avançada.

Ricardinho participou em 13 jogos e apontou um golo.

Ricardo Vasconcelos representou o Inter Milheirós, Castelo da Maia, Mocidade Sangemil, GD Águas Santas e Perafita. Na formação representou o Infesta e o Maia.

Ricardo Vasconcelos junta-se a Zé Campos, Nuno Costa, Tiago Vieira, Rui Saldanha, Caçoila, Bruno Ferreira, Bruninho, Afonso Saldanha, Rui Pereira, Rui Teixeira e Diogo Pereira como jogadores do Leça do Balio para a época 2020/2021.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

MARCOS E BUDA RENOVAM COM O CUSTÓIAS POR MAIS UMA TEMPORADA

O defesa Marcos e o médio Buda são reforços do Custóias por mais uma temporada, revelou o clube nas redes sociais.

O defesa mantém-se pela quarta temporada consecutiva e participou em três jogos na época passada.

Marcos realizou a sua formação no Mirandês, Ramaldense e esteve à experiência no SC Braga.

O médio Buda participou em sete jogos na época passada e vai manter-se pela quarta temporada consecutiva.

Buda fez a maioria da sua formação em Custóias.

Buda e Marcos juntam-se a Jonas, Zé D Angola, Igor, Meneses, Alan, Jean, Pedro Cêa, Diogo Teixeira, Santa Cruz.


Fonte das Fotos: DR


Diogo Bernardino

OFICIAL: AF PORTO ANUNCIA REFORMULAÇÃO DOS QUADROS COMPETITIVOS PARA 2020-2021

A AF Porto anunciou a reformulação dos quadros competitivos para a época 2020/2021, mantendo duas séries por cada divisão, mas aumentando o número de equipas na Divisão de Elite onde estão o Padroense e o Infesta.

"A Direção da Associação de Futebol do Porto, reunida em reunião ordinária no dia 08.05.2020, deliberou, por unanimidade, estabilizar e classificar os Clubes para a época 2019/2020, por reconhecimento de mérito desportivo, com base nos resultados obtidos nas várias competições à data de 10.03.2020", pode ler-se no comunicado.

No total a Divisão de Elite passa a ter 36 clubes em vez dos 32 que haviam na época passada com o Padroense e o Infesta a terem como novos adversários para a próxima época o Pedrouços da Maia e o Candal e o Perosinho de Gaia. 

O Perosinho sobe depois de se conhecer a decisão da FPF em dar ao Salgueiros um lugar no Campeonato de Portugal depois de ter ficado em primeiro lugar na Série e na prova. Esta prova passa a ter 32 jornadas em vez das 30.

A Série 1 da Divisão de Elite passa a ser composta por: Padroense, Infesta, Foz, Maia Lidador, Oliveira do Douro, Avintes, Rio Tinto, Nogueirense, Vila FC, Gondomar, Ermesinde, Varzim B, Grijó, Canidelo, Pedroso, Candal, Pedrouços e Perosinho

Em relação à Divisão de Honra onde estão o Lavrense, Custóias e Leça do Balio, a equipa de Lavra esteve a dois pontos de poder subir de divisão por convite da AF Porto.

As equipas matosinhenses passam a ter como novos adversários o Valonguense de Valongo e Leverense e Crestuma de Gaia. Continuam a ser 16 equipas por série e 30 jornadas pelas duas voltas como na 1.ª Divisão. 

Na Divisão de Honra passa a ser composta por: Lavrense, Custóias, Leça do Balio, Castelo da Maia, Inter Milheirós, Dragões Sandinenses, Gulpilhares, Serzedo, Arcozelo, Gondim Maia, Balasar, Desportivo de Portugal, AC Milheirós, Valonguense, Leverense e Crestuma.

Em relação à 1.ª Divisão o Aldeia Nova, Senhora da Hora, Lusitanos e Perafita tem como novos adversários o Mociedade Sangemil, Pedras Rubras B e Tirsense B.

A série das equipas matosinhenses passa a ser composta por: Aldeia Nova, Lusitanos, Senhora da Hora, Perafita, Águas Santas, SC Campo, São Félix da Marinha, Parada, Ramaldense, Ataense, Sobreirense, Torrão, Vandoma, Mociedade Sangemil, Pedras Rubras B e Tirsense B.

Na 2.ª Divisão a Série do Gatões e do Ventura vai ser disputada pelos clubes que se inscrevem voluntariamente, sendo que de acordo com indicações do Mitchfoot estas vão se inscrever para a próxima época. Neste caso pode haver mudanças em relação às equipas que vão compor a série.

A série de Gatões e Ventura é composta também por: São Pedro de Fins, Monte Cordova, Leões Seroa, Gervide, Melres, 1.º Maio Figueiró, Codessos, Marechal Gomes da Costa, Frazão, Baltar, Cruz, Campo do Lírio e Escola Futebol 115.

Em relação aos escalões de formação os Campeonatos Distritais da 1.ª Divisão passam a ser todos com 48 clubes "não havendo subidas aos nacionais e não descidas, inter-provas, mas com as habituais subidas" divididos em três séries de 16 cada, sendo que no final da temporada volta a duas séries de 16. 

A AF Porto salientou que os regulamentos para a época em causa serão redigidos e apresentados aos clubes e demais interessados.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

OFICIAL: MANUEL CAJUDA ANUNCIA SAÍDA DO COMANDO TÉCNICO DO LEIXÕES

Manuel Cajuda deixa o comando técnico do Leixões depois de seis jogos a comandar a equipa de fevereiro a março, revelou o próprio nas redes sociais.

"A existência chega ao fim, o amor acaba , o trabalho termina. Tudo na vida é temporário, por isso não sou dos que acreditam que as coisas são eternas e com isso evito sempre frustrações por vezes difíceis de superar. Com a conclusão da época desportiva 2019/2020 a acontecer de forma antecipada e inesperada para o Leixões devido á situação de emergência de saúde pública que atravessamos, venho desta forma informar que termina também a minha ligação contratual ao clube", pode ler-se na publicação.

"O tempo foi demasiado curto, mas o suficiente para com a vossa qualidade e compromisso profissional fazer regressar as vitórias e colocarmos o Leixões a praticar um futebol alegre e positivo à imagem da sua história e estou seguro que estávamos no caminho certo para potenciar o clube a todos os níveis honrando a sua tradição de jogar com novos, mas como os famosos bebés de Matosinhos", acrescenta.

Manuel Cajuda substituiu Carlos Pinto no comando técnico dos leixonenses tendo somando duas vitórias, dois empates e duas derrotas.


Fonte da Foto: Leixões SAD


Diogo Bernardino

ANTÓNIO PINTO É REFORÇO DO INFESTA POR UMA TEMPORADA

O médio António Pinto (ex-Dragões Sandinenses) é a primeira contratação do Infesta para a época 2020/2021, com contrato de uma temporada, revelou o clube nas redes sociais.

O Infesta realiza finalmente um sonho antigo, um desejo que tanto ambicionavam, de um dos mais promissores jogadores dos distritais.

O atleta de 21 anos, fez a sua formação no Leixões, FC Porto, Rio Ave e Boavista e ao nível sénior, jogou no Sobrado, Castêlo da Maia e na temporada passada, no Dragões Sandinenses.

Ao serviço do Dragões Sandinenses participou em 23 jogos e apontou quatro golos.

António Pinto junta-se a Miguel Ângelo; André Ribeiro, João Silva, João Ricardo, Malícia, Morais, Lúcio, Mário, Morgado, Baptista, Bessa, João Rodrigues, Dani e Miguel Rosa.


Fonte da Foto: FC Infesta


Diogo Bernardino

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC