RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

LAVRENSE APRESENTOU ARGUMENTOS PARA TRAVAR O LIDER


Complexo Desportivo De Valadares – Gaia
Árbitro: João Rafael Santos
Cartão Vermelho André Rocha (87)
VALADARES 3 LAVRENSE 1
Ao intervalo, 1-0 golos: Joãozinho (35), Gabriel Aquini (67), Fabinho (75) e Bruno Silva (80 pb).

VALADARES: Fábio Carvalho, Álvaro, Neto, Bruno silva, Carlos Pinto, Gabriel Aquini (André Sousa 89), Jonathan, Jorge Gonçalves (Rodrigo 74), Paulinho (Paulo Campos 74), Vítor Lobo, Fabinho e Joãozinho (Daniel Alves 89). Treinador Arlindo Gomes.

UD LAVRENSE: Mata, João Magalhães, André Rocha, Ramos (Carlitos 56), Abilio, Amilcar (Nolasco 74), Ruizinho, Trivelas, Tiago Carvalho Rui Silva (Vasco 76), Nunes (Organista 56). Treinador Antonio Gaiteiro

Previa-se extraordinariamente muito difícil a deslocação do Lavrense ao terreno do Valadares, facto que veio a confirmar-se, pois os gaienses são sérios candidatos à subida, estando na liderança.

Os gaienses venceram o encontro com justiça, possuidores de uma equipa mais experiente dominaram mas não controlaram o desafio. A equipa Lavrense foi a primeira equipa a criar perigo. Nunes num pontapé de canto atira ao poste. Trivela foi derrubado na pequena área (lance para penalti) árbitro nada dá. Fazendo jus à condição de líderes chegaram aos três golos sem resposta, mas a equipa Lavrense que nunca virou à cara à luta, ainda atirou um bola aos ferros (André Rocha de livre) e chegou ao golo de honra merecido através de um auto golo. 

LEÇA VENCE DÉRBI E SOBE AO PÓDIO

Estádio do Leça FC em Leça da Palmeira
Árbitro Miguel Ribeiro
LEÇA 2 PADROENSE 0
Ao intervalo, 1-0 Golos Diogo Pedras (24), Areias (55)

LEÇA:Taha, joel, Ramamalho, Vitor Fonseca, Alex. Marcos, Paulo Lopes (Jardel 80), Pinto. Sergio Pedras (Miguel 80), Diogo Pedras (Coutinho 65)e Areias (Castro 80). Domingos Barros.

PADROENSE: João Matos, Renato, Meneses, Pereira e Freitas, Medeiros, Brany (Ruben 46), André (Lutchindo 46), Leitão, Xoura e Osinis (Bruno 46). Treinador João Santos.

Derbi matosinhense que tinha um forte ingrediente esta época, disputado entre duas das equipas que melhor prestação tem tido, separadas apenas por um ponto, Leça e Padroense mediram forças numa excelente tarde para pratica do futebol
Leça entrou a mandar no jogo, mais pressionante e já depois de por duas vezes o capitão ter esbarrado no guardião Matos, Diogo Pedras à terceira conseguiu abrir o marcador à passagem do minuto
24 (Diogo Pedras, que nos últimos dois jogos teve 4 remates certeiros e é com todo mérito um dos convocados para a selecção de amadores da AF Porto)  
Ao intervalo o técnico João Santos mexeu no seu onze e o Padroense regressa mais forte, no entanto foram os da casa a fazer de novo gosto ao pé por Areias ao minto 55.A equipa do Padroense não baixou os braços mas todas as suas tentativas para chegar ao golo esbarravam no excelente sector defensivo leceiro. Vitoria justa, sendo que a turma de João Santos merecia o golo de honra.  

LEIXÕES INVICTO NO MAR APROXIMA-SE DA LIDERANÇA


Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Luís Ferreira (Braga).
Leixões - Académica, 1-0.
Ao intervalo: 1-0. Breitner, 20 minutos (pen.)

Leixões: André Ferreira, Jorge Silva, Huang Wei, Jaime, João Lucas, Stephen, Breitner (Bruno Lamas, 68'), Luís Silva, Evandro Brandão, Derick (Youssouf, 82') e Kukula (Okitokandjo, 89'). Treinador: João Henriques.

Académica: Ricardo Ribeiro, Mike, João Real, Zé Castro, Nélson Pedroso (Empis, 64'), Guima, Chiquinho (Djousse, 74'), Pedro Lagoa (Ki, 57'), Harramiz, Femi e Diogo Ribeiro. Treinador: Ivo Vieira.

Uma primeira parte de pressão alta da equipa da casa motivou erros na transição ao adversário e, com isso, situações para chegar ao golo, pelo que a vantagem de um golo ao intervalo pecava por escassa. Inofensiva na primeira parte, a briosa viu o árbitro recuar na decisão de marcar penálti por derrube a Nélson Pedroso, num lance com Jorge Silva, por indicação do árbitro assistente Paulo Miranda, aos 31 minutos. Antes e depois, o Leixões esteve por cima no jogo, dispondo de boas ocasiões para marcar, através de Derick (5') e Luís Silva (8'), nesta última com os locais a reclamarem penálti sobre Evandro Brandão. Uma defesa enorme de Ricardo Ribeiro (13') evitou um golo num pontapé acrobático de Brandão, que, segundos depois, desviou na cara do guarda-redes para fora, a concluir um contra-ataque.Aos 19', Harramiz derrubou na área o extremo, acabando Breitner, na conversão da grande penalidade, por abrir o marcador, enganando o guardião da Académica.


Na segunda parte, a Académica foi à procura do empate e Chiquinho (52') obrigou André Ferreira a uma grande defesa para canto e, aos 72', um mau alívio do guarda-redes quase foi aproveitado por Femi, num 'chapéu' que saiu demasiado alto. Tendo desperdiçado duas oportunidades para fazer o 2-0 - aos 70' por Derick e no minuto seguinte por Kukula - o Leixões teve de sofrer para somar o quinto triunfo consecutivo em casa.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC