RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

DÉRBI COM PULMÃO, GOLOS E MUITA EMOÇÃO


2ª Jornada Divisão de honra AFP
Complexo Desportivo Leça do Balio
Árbitro: Armando Mendes
Arbitragem excelente sem influencia no resultado
LEÇA DO BALIO 2 LAVRENSE 3
Ao intervalo, 1-1 Golos, Barreira (40) André Ribeiro (42), Mesquita (73), Hugo (82) e Hulk (87)

DL BALIO: Diogo, Hugo, Queimado, Tiago, Bruno Damas (Daniel 75) André (Nélson Batista 75), Luís (Marco Ferraz 75), Francisco (Zé Henriques 83), Félix, Carlos Diogo e Fábio Loureiro. Treinador Júlio Silva

UD LAVRENSE: Padrão, Fradinho, Trivelas, Mesquita,  Zidane (Hulk 79), Valmor Henrique (Léo 79), Barreira, Batista, Fábio Ferreira (Noverça 79) Luís E anunciação (Gandarela 46) . Treinador Nuno Gonçalves.

 Grande jogo disputado em Leça do Balio, com muita emoção, golos e a incerteza do resultado final até ao fim.
Muita entrega por ambas as equipas, com a equipa Lavrense a entrar melhor, jogando com a bola pelo chão e impondo velocidade, pelo outro lado, um jogo mais direto, tornando o espetáculo muito atrativo em ritmo de parada e resposta.
Os visitantes chegam ao golo através de bola parada, Parreira desvia de cabeça abrindo o marcador. Praticamente na resposta e de forma rápida apanhado a defensiva Lavrense na “curva” os da casa igualam a partida por intermédio de André Ribeiro.
No segundo tempo a toada não se alterou, bola lá e bola cá…chegou a vez de Gandarela em lance individual a descobrir Mesquita que de fora da área bate de novo o guardião Diogo.
O Leça do Balio não desarma e por duas vezes esteve perto de empatar mas Padrão segura a vantagem dos visitantes. Depois de tanta insistência no ataque os Balienses chegam à igualdade por Hugo. Quando já todos se preparavam para dividir os pontos, eis que Hulk já em período de descontos faz o golo dando os três pontos à sua equipa, conseguindo o pleno de vitórias em duas jornadas.      

COM HONRAS DE TELEVISÃO, LEÇA VENCE E ASSUME LIDERANÇA ISOLADO



Estádio do Leça em Leça da Palmeira
4ª Jornada da Série B do Campeonato Portugal  
Árbitro: Marco Cruz (Porto)
LEÇA 1 VALADARES 0
Ao intervalo 0-0 Golo  Isaac (78)

LEÇA FC. Cristiano, Zé Carlos, Pecks, Cláudio , Paulo Lopes, Teles, Nélsinho, Bruno Simões,  Pedro Prazeres (Vieira 66), Isaac (Jair 89), Adilson. Treinador Domingos Barros

VALADARES GAIA: Igor, Júnior, Quishini, André Cosme, Vitor Lobo (Cristiano 75), Fábio, Pedro Silva, Jonathan (George 54), João Sousa, Taofiq, João Beirão (João Rodrigues 62). Treinador Alexandre Ribeiro

Em encontro com honras de televisão (Canal 11 com a chancela da FPF) Leça engalanou-se e fez jus à condição de equipa 100 % vitoriosa na série B.
Vindo de uma derrota em Gondomar para a Taça de Portugal (O Leça foi repescado para a 2ª eliminatória)  Venceu o Valadares Gaia por uma bola a zero com tento Leceiro a ser apontado por Isaac.

Esquecendo por completo a derrota em Gondomar (mal menor pois o Leça continua na prova) a equipa de Domingos Barros entrou forte e determinado, num jogo de parada e reposta. Zé Carlos primeiro e depois Pecks estiveram à beira de marcar para os leceiros. Enquanto os visitantes apenas por uma vez ameaçaram a Baliza do Leça com bastante perigo.
O segundo tempo a toada foi de equilíbrio, sempre com o Leça com os olhos focados na Baliza de Igor, espreitando a melhor oportunidade, que surgiu à passagem do minuto 78, e aí Isaac não se fez rogado e fez o único golo do encontro.    



Domingos Barros no rescaldo da vitória
 “Encontramos um Valadares muito bem organizado, a tentar impedir o nosso jogo interior e a procurar ganhar os duelos nos corredores. Fomos pacientes, nunca nos desorganizamos, desgastamos bastante o adversário e com alguma naturalidade chegamos ao golo. Vitória justa da nossa equipa

Fotos Leça FC 

“A” GRAÇA CHEGOU NO FIM

2.ª Liga, à quinta jornada 
 Estádio Santos Pinto, na Covilhã 

 Árbitro: João Malheiro Pinto (AF Lisboa). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Harramiz (18), Adriano (54), Deividson (58 e 86), Rui Silva (64), Zarabi (65), Kukula (82) e João Graça (90+5). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Deivison (86) 

 Sporting da Covilhã-Leixões, 2-3. 
 Ao intervalo: 0-0. Marcadores: André Claro, (47) Deivison,(60). Burra, (67). Adriano, (73). João Graça, (90+2). 

 Sporting da Covilhã: Carlos Henrique, Tiago Moreira, Brendon, Zarabi, Soares (Joel Vital, 78), Gilberto, Mica Silva, Adriano, Jean Batista (Deivison, 56), Bonani (Leandro Pimenta, 90) e Kukula. Treinador: Filó. 

 Leixões: Stefanovic, Rui Silva, Bura, João Pedro, Vítor Bruno (Junior Sena, 71), Amine, Luís Silva, Poloni, Braga, Rodrigues (André Claro, 46) e Harramiz. Treinador: Carlos Pinto. 

Leixões impõe ao Covilhã a primeira derrota (2-3) na 2.ª Liga. 

 Os cinco golos foram marcados na segunda metade e João Graça fixou o resultado final, aos 90+2 minutos, quando os 'leões da serra' estavam a jogar em inferioridade numérica. Os serranos, que somavam por vitórias os quatro jogos disputados, e o emblema de Matosinhos, na segunda metade da tabela, apenas com uma vitória, entraram em campo cautelosos e ambos preferiram não correr riscos. A formação orientada por Carlos Pinto entrou melhor, mas as ocasiões de golo na primeira parte foram protagonizadas pelos 'leões da serra'. Ao minuto 25, Adriano Castanheira obrigou Stefanovic a intervir e, na recarga, Kukula, com a baliza à mercê, foi perdulário, e, aos 31, em resposta a um canto batido por Gilberto, Kukula cabeceou por cima. Já perto do descanso, um remate de fora da área de Mica Silva desviou em Vítor Bruno e a bola passou rente ao poste. No primeiro minuto dos descontos Adriano Castanheira obrigou Stefanovic a uma defesa apertada.

O reatamento começou com o Leixões a inaugurar o marcador, por André Claro (47 minutos), acabado de entrar em campo e depois de um ressalto feliz. O golo tornou o jogo aberto, mais dinâmico e o Sporting da Covilhã chegou à igualdade por Deivison (60 minutos), assistido por Bonani, mas o emblema de Matosinhos voltou a ganhar vantagem aos 67, num lance com muita gente na área, onde João Pedro, Brendon e Bura saltaram e a bola entrou, com o central a festejar. Os locais voltaram a reagir e Adriano Castanheira, que no início da partida recebeu o troféu de melhor jogador de agosto da II Liga, rematou de primeira de fora da área, em arco, e repôs a igualdade, aos 73 minutos. Os serranos ficaram reduzidos a 10 jogadores depois da expulsão de Deivison, por acumulação de cartões amarelos, aos 86 minutos, e, já nos descontos, aos 90+2, João Graça, outro jogador saído do banco, selou o triunfo do 'onze' de Matosinhos. 

 Fotos Duarte Rodrigues

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

LAVRENSE ENTRA DE PÉ DIREITO NO REGRESSO À DIVISÃO DE HONRA


Complexo Desportivo Municipal De Lavra 
Divisão de Honra AF Porto Série 1 - 1ª jornada 
Ábitro: Ricardo Carriço 
UD LAVRENSE 2 PEROSINHO 1 
Ao intervalo, 1-0, Golos: Fábio Ferreira (29) Bruninho (60 gp) Diogo Barreira (66) 

UD LAVRENSE: Padrão, Fradinho, Trivelas, Mesquita (Rui Ferreira 79), Zidane (Daniel Pereira 79), Walmor Henrique, Diogo Parreira, João Batista, Fábio Ferreira (Rui Paulino 79) Luís Pereira e Pedro Lopes (André Peixe 65). Treinador Nuno Gonçalves. 

PEROSINHO: Humberto, Neves, Joel, Pedro Henriques, Huguinho, Mário (Pereira 85), Vitinha (Silva 65) Djaló (Avelino 65), Tiago Carvalho, Bruninho e Ruizinho. Treinador Paulo Tavares. 

Lavrense entra a vencer o inicio oficial da temporada. Batendo o Perosinho Gaia por duas bolas a uma. 

Fruto da sua melhor concentração, o Lavrense entrou melhor na partida e assumiu de certa forma as despesas do jogo, num jogo em que foi repartido e muito disputado a meio campo, a equipa da casa desatou o nó à passagem da meia hora de jogo através de Fábio Ferreira que apontou com êxito uma assistência de Mesquita,batendo Humberto pela primeira vez.

No segundo tempo de grande penalidade ( muito dúbia), os gaienses recolocaram a igualdade, mas foi sol de pouca dura pois 6 minutos depois a equipa da casa volta à condição de vencedor com um golo apontado por Diogo Barreira. 
Vitoria justa da turma orientada por Nuno Gonçalves que no próximo compromisso defronta o Desportivo de Leça do Balio que teve uma entrada em falso ao perder em Gondim por 2-1...Derbi matosinhense em perspectiva. 

Fotos DR. 

PADROENSE VENCE FORA E ASSUME LIDERANÇA

2ª jornada Divisão d´Elite série 1 
Estádio Municipal de Nogueira da Maia 
Árbitro: João Carvalho 
Cartão Vermelho, Zé Tó (76) João Pedro (80) André (90+1)
NOGUEIRENSE 1 PADROENSE 2
Ao intervalo: 0-1, golos: Jardel (35 gp) João Maia (59) Balito (90+1) 

NOGUEIRENSE: Ima, João Pedro, Rui Pinto, André, Camelo, Nuno Costa, Joao Maia,Dani (Zé Gomes 75), Eiras (Dos Santos 85), Miguel e Grade (Gui 75). Treinador Duarte Grego 

PADROENSE FC: Moreira, Ruben, João Sousa, Ricardo (David 52), Azevedo (Gonçalves 52), Jardel, Gorito (Mesquita 52), Carlos Pinto, Xoura, Khang e Li (Ribeiro 46). Treinador João Santos 

Que fantástico jogo...Muito emotivo!
Depois do empate do U. Nogueirense, aos 59 m , Balito faz a diferença ao marcar o golo da vitória em cima do minuto 91.
Primeiro tempo com a equipa do Padroense por cima e a comandar as operações,chegando ao intervalo na condição de vencedor muito justamente, sendo o resultado verificado até então muito lisonjeiro para a turma anfitriã  

Após o regresso das cabines, o Nogueirense entrou melhor, e com algum domínio do jogo, chega ao tento da igualdade à passagem do minuto 59 por intermédio de João Maia. 
O técnico do Padroense, João Santos faz algumas alterações na sua equipa e começou de novo a tomar contado jogo, com um futebol retilíneo e pratico de processos ofensivos, foi ameaçando a baliza à guarda de Ima, conseguindo que o adversário fosse cometendo erros e faltas que lhe valeram 3 expulsões no último quarto de hora... mas foi ao cair do pano que Balito encontrou a chave do sucesso ao fazer o tento da vitória , justa diga-se em abono da verdade. 

Fotos Jorge Peixoto 

ENTRADA A DORMIR CUSTOU CARO À TURMA DO LEÇA

1ª Eliminatória da Taça de Portugal 
Estádio São Miguel em Gondomar 
Árbitro: João Pereira (Porto) 
Cartão Vermelho: Menezes (60) e Zé Pedro (66)
SC GONDOMAR 3 LEÇA FC 1 
Ao intervalo, 2-0, Golos: Edelino Lé (2` e 90 + 4) Fausto (14`gp) Nelsinho (68 `gp) 

SC GONDOMAR: Ricardo, Alberto, Rui Filipe, Menezes, Huguinho, Tiago Gomes, Ângelo (Artur 63), Micolli, Edelino Lé, Fausto e Fabinho (Dinis, Zé Pedro 53). Treinador Pedro Pinto.  

LEÇA FC: Gustavo, Zé Carlos, Nené, Pecks, Pedro (Pedro Prazeres 63), Nelsinho, Samuel , Isaac, João Paulo (Paulinho 46),  Jair (Vieira 72) e Adilson. Domingos Barros. 

o Gondomar mesmo reduzido a nove elementos conseguiu tirar fora da prova o Leça, invicto até ao momento. 
Os homens da casa entraram melhor na partida fruto de um golo madrugador.O Leça com uma entrada em falso, demorou muito a responder, aproveitando-se disso mesmo a turma do Gondomar  à passagem do quarto hora de jogo amplia a vantagem. 
A perder por 2-0 aos 15 minutos o Leça começa a responder, criando situações de perigo, mas não conseguiu almejar com êxito a baliza gondomarense até ao intervalo 

No segundo tempo o Leça começa com tudo à procura de reduzir a desvantagem, pelo outro lado a turma da casa joga em transições explorando os corredores. A partir do minuto 60, tudo se complica para o Gondomar, em seis minutos a turma canarinha fica reduzida a 9 elemento (Expulsão de Menezes e Zé Pedro). O Leça que ja demonstrava superioridade sobre o adversário, mais se acentuou esse domínio e reduz a desvantagem à passagem do minuto 68 de grande penalidade apontada por Nelsinho. 
Domingos Barros técnico leceiro, tenta tudo no ataque (seis jogadores de caris mais ofensivo). O Gondomar tranca as portas defendendo o resultado como podia e já em período de descontos acaba com as duvidas fazendo o 3ºgolo, eliminando um adversário que estava invicto até ao momento.  

Imprensa: Declarações do técnico Domingos Barros 
"Entrámos muito mal no jogo, demos quinze minutos de avanço ao adversário. A partir dos 15 minutos fomos à procura de virar o resultado, mas nem sempre fomos lúcidos para o fazer. Fomos penalizados pela  nossa entrada no jogo! A equipa está pronta para dar a resposta no próximo jogo "

Fotos Leça FC 

terça-feira, 3 de setembro de 2019

VASCO PINHO VICE DA AF PORTO E DETENTOR DO GRAU DE GESTOR DA UEFA É O NOVO ADMINISTRADOR DA MATOSINHOS SPORT

A Matosinhos Sport, empresa municipal do concelho de Matosinhos, responsável pela implementação e gestão da politica desportiva do concelho e seus equipamentos desportivos, passa a contar, a partir de 2 Setembro 2019, com um novo administrador executivo, Vasco Pinho.

Este novo administrador é um Matosinhense, com 40 anos, licenciado em Gestão, Pós-graduado em Administração Pública e Doutorando em Ciência Politica.

Vasco Pinho tem uma forte ligação ao desporto e ao dirigismo desportivo, tendo sido Presidente Adjunto do Padroense F. C. (2001 a 2011) e Vice-presidente da Associação de Futebol do Porto (de 2015 a 2019), detendo o grau de gestor de futebol atribuído pela UEFA, em parceria com a Universidade de Lausanne (Suíça).

Nos últimos 10 anos, exerceu ainda funções de vereador na Câmara de Matosinhos (2009 a 2017, vereador sem pelouro e em substituição) e foi deputado Municipal (2017 a 2019) além de coordenador da comissão de planeamento e PDM, de 2018 a 2019.

Funcionário da Autoridade Tributaria e Aduaneira (2000 a 2019) onde desempenhou diversas funções. É autor de várias publicações e participações conjuntas da especialidade, esteve ainda ligado ao ensino e formação, em várias instituições, entre elas a Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, o Instituto de Emprego e Formação Profissional a Escola de Negócios e Administração de Gaia.

Com a sua integração na administração da empresa, presidida por Luisa Salgueiro, Vasco Pinho substitui Fernando Rocha, anterior administrador não executivo que a seu pedido solicitou a saída e passa a partilhar, a tempo inteiro e com a administradora executiva Helena Vaz, a gestão da Matosinhos Sport, numa altura em que o parque desportivo municipal não para de crescer, bem como o número de clubes e associações, existindo de cada vez mais utilizadores desportivos de competição e de lazer, sendo palco da prática desportiva federada de mais de 40 entidades desportivas municipais, em mais de 20 modalidades diferentes e em diversos escalões; além da utilização por algumas entidades privadas e pelas AECS, é aqui, nos campos e pavilhões municipais, que encontramos muitos dos mais de 7000 atletas federados de Matosinhos.

Vasco Pinho 
"Começa amanhã segunda feira 2 de Setembro uma nova etapa profissional enquanto administrador da empresa municipal Matosinhos Sport.
Quero agradecer à Presidente Luisa Salgueiro pelo desafio que me lançou, e pela confiança depositada nas minhas capacidades para continuar o bom trabalho da Matosinhos Sport.
Uma palavra especial de reconhecimento para administradora Helena Vaz pela disponibilidade e atenção demonstradas.
Esta será uma oportunidade de juntar três das minhas paixões num único projeto, o desporto, a gestão e claro ... Matosinhos!
Contarei certamente com os colaboradores desta grande empresa bem como com todos os clubes, Associações e agentes desportivos para continuarmos a engrandecer o desporto em Matosinhos." 

Mário Mitch 

AÍ VÃO TRÊS...

Estádio dos Trambelos em Viseu 
Terceira Jornada do CP Série B 
Árbitro: João Pinheiro (Aveiro) 
VILDEMOINHOS 1 LEÇA FC 2 
Golos: Mamadou (17) Isaac (40) Nélsinho (53 gp) 

VILDEMOINHOS: Ruca, Raphael, Calico, Paulo Vieira, Ricardo Leal, Miguel Lopes, Mamadou (Dylan 45), João Guilherme, Tiago Barros (Rodrigues 61), Luís Almeida (Joaquim 61) Diogo Bra. Treinador Rogério Sousa

LEÇA FC: Cristiano, Cláudio, Paulo Lopes, Nélsinho, Adilson, Isaac (Paulinho 80), Bruno Simões (João Pedro 85), Teles, Pecks, Zé Carlos, Pedro Prazeres (Jair 70). Treinador Domingos Barros. 

Temos Candidato?
Parece que sim, o Leça já soma 3 triunfos em três jogos realizados e assume o comando de pareceria com o Coimbrões. 
A equipa de Vildemoinhos até entrou melhor na partida, e chegou ao golo à passagem do minuto 17 por intermédio de Mamadou, 
O Leça não esmoreceu e com a qualidade individual colectiva que já lhe é reconhecida, chegou à igualdade ainda antes do intervalo. 
No segundo tempo e fruto de maior experiência dos seus jogadores, muito consistente em termos defensivos e partindo para o ataque na hora certa, a equipa orientada por Domingos Barros faz a reviravolta no marcador através de uma grande penalidade convertida por Nélsinho. Até ao final a equipa da casa bem tentou repor de novo a igualdade, mão não o conseguiu pois a turma do Leça bem arrumada fechou-se bem conseguiu trazer os três pontos para Leça da Palmeira.

Próximo confronto em Leça da Palmeira frente ao Valadares Gaia. 

Domingos Barros técnico Leceiro
"A atitude do Lusitano valorizou muito esta nossa vitória, mas penso que só no último lance do jogo, tiveram perto de marcar."

Foto Leça FC 
Mitchfoot

DESPERDIÇAR TUDO EM 9 MINUTOS

Estádio do Mar, em Matosinhos.
Quarta jornada da 2.ª Liga
Árbitro: Rui Costa (AF Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Vítor Bruno e Edson Farias (42), Braga (55), Elves Baldé (88) e Ricardo (90+3).
Leixões-Feirense, 2-2.
Ao intervalo: 1-0.
Golos: João Pedro,( 29) Enoh,( 62) Nsor, (81) Fati, (88)

LEIXÕES: Ivo, Rui Silva (Pedrinho, 72), Bura, João Pedro, Derick, Amine, Luís Silva, Braga (João Graça, 62), Vítor Bruno, Harramiz e João Rodrigues (Enoh, 55). Treinador: Carlos Pinto.

FEIRENSE: Caio, Edson Farias, Ícaro Silva, Ricardo, Ruca, Afonso (Vítor Silva, 77), Christian, Feliz, Tavares (Elves Balde, 46), Fati e Boupendza (Nsor, 72). Treinador: Filipe Martins.
O Feirense recuperou de uma desvantagem de dois golos para empatar 2-2 na visita ao Leixões, em jogo da quarta jornada da 2.ª Liga, desperdiçando a equipa de Matosinhos a primeira vitória em casa. 
João Pedro abriu o marcador na sequência de um canto, com Enoh a ampliar no início da segunda parte, com o Feirense a responder com dois golos em sete minutos, por Nsor e Fati, para resgatar o empate. 
Com Vítor Bruno a estrear-se frente à ex-equipa e a mostrar serviço nas bolas paradas, o Leixões ganhou o oxigénio necessário para atingir o intervalo em vantagem, mercê do golo de João Pedro, na sequência do canto cobrado pelo médio e desviado pelo caminho por João Rodrigues.
A ganhar à meia hora de jogo, a equipa local deixou para trás os lamentos pelas excelentes intervenções de Caio na baliza do Feirense quando negou o golo a Harramiz (17) e a Braga (27).
Com o Feirense em busca do empate, o segundo golo do Leixões veio do banco de suplentes, com o recém-entrado João Graça (62) a assistir Enoh, para um remate que embateu no guarda-redes antes de entrar. 
Nsor (81), com um remate cruzado, reduziu para os visitantes depois de João Graça (73) e Enoh (75 e 78) terem desperdiçado o 3-0, assistindo sete minutos depois Fati para o empate, finalizado já na pequena área.
Feirense e Leixões somam agora ambos cinco pontos, ocupando, provisoriamente os oitavo e nonos lugares da classificação.

Foto Duarte Rodrigues 




segunda-feira, 26 de agosto de 2019

PLENO DE VITORIAS ALEGRA AS HOSTES LECEIRAS

Estádio do Leça FC em Leça da Palmeira 
2ª Jornada do CP serie B 
Árbitro: António Monteiro (Vila Real ) 
LEÇA FC 1 S ESPINHO 0 
Golo, Bruno Simões (34`)

LEÇA: Cristiano, Zé Carlos, Pecks, Cláudio, Paulo Lopes, Nelsinho, Bruno Simões (Jair 65) Teles, Pedro Prazeres (Van Zeller 72`) Isaac (Paulinho 78)e Adilson. Treinador Domingos Barros 

ESPINHO: Bruno Silva, Mica, Amadeu, João Pinto, Gonçalo , Paulo Jorge (Filipe Leite 76`) Diogo Valente, João Ricardo, Carlitos (Ivan 60) Jota, Miguel Batista  (Rafa 76). Treinador João Ferreira.

Grande arranque de temporada para o Leça, que já soma dois triunfos em dois jogos...Partida jogada com algum equilíbrio e bem jogada com ambas as equipas a quererem somar os três pontos. 
O Espinho foi a primeira equipa a ameaçar o golo, quando Carlitos testa os reflexos de Cristiano, o Leça responde de igual forma, Adilson na cara do guarda redes dos tigres atira ao lado...estava dado o mote para aquilo que assistiu em Leça da Palmeira.
Bruno Simões à passagem dos 34 minutos, assitido por Isaac faz o primeiro e único golo do encontro...o Espinho ainda antes do intervalo tentou igualar o encontro, mas o intervalo chegou com a vitoria leceira pela margem minima. 
No segundo tempo, o jogo manteve-sena mesma toada, os tigres à procura da igualdade e os leceiros mais na expectativa desferindo perigosos contra ataques...os visitantes quase não incomodaram Cristiano guarda redes leceiro, pois só de bola parada, os tigres que se revelaram pouco produtivos, iam ameaçando. 
Resultado Final justo, com a equipa do Leça a ter um arranque de temporada como  há muito não se via, pleno de vitorias no Campeonato de Portugal...
Próxima jornada os Leceiros vão até ao Lusitano de Vil de Moinhos. 

Foto Leça FC 
  

LEIXÕES EMPURRADO PELA SUA MASSA ADEPTA VENCE NA PÓVOA

Estádio do Varzim SC, na Póvoa de Varzim.
Terceira jornada da 2.ª Liga
Árbitro: Luís Godinho (AF Portalegre).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luís Silva (43), Rui Coentrão (45), Poloni (53), Bura (56), Luís Pedro (60), Nduwarugira (65), Minhoca (76) e Enoh (78).
Varzim - Leixões, 0-1
Ao intervalo 0-0.
Golo, Harramiz, 68 minutos.

VARZIM: Isma, João Amorim (Stanley, 70), Luís Pedro, Henrique, Tiago Cerveira, Rui Moreira, Ferreira, Rui Coentrão (Lumeka, 66), Nduwarugira (Minhoca, 69), Ricardo Barros e Willian. Treinador: Paulo Alves.

LEIXÕES: Ivo, Rui Silva, João Pedro, Bura, Poloni, Luís Silva, Amine, Braga (Junior Sena, 67), Vítor Bruno (Graça, 72), Rodrigues (Enoh, 52) e Harramiz. Treinador: Carlos Pinto.

O Leixões venceu no passado domingo o Varzim, 1-0, em jogo da terceira jornada da 2.ª Liga, com o golo de Harramiz, já na segunda parte, a desequilibrar o encontro.
O avançado leixonense marcou aos 68 minutos, entregando à equipa de Matosinhos a primeira vitória nesta edição do campeonato, enquanto o Varzim, depois de dois empates consecutivos, sofreu o primeiro desaire na competição, esta época.
A primeira parte até teve domínio repartido, apesar de ter sido a formação de Matosinhos a construir os lances mais ameaçadores durante esse período, com os poveiros, em duas ocasiões, a serem salvos pela trave, em remates de Bura e Luís Silva. 
A resposta do Varzim surgiu por Willian, que depois de falhar o alvo por centímetros, numa primeira tentativa, conseguiu, depois, mais dois remates sucessivos que o guarda-redes do Leixões conseguiu defender.
Os visitantes ainda insistiram até ao intervalo, mas não mostraram suficiente acerto para inverter um nulo castigador para ambos os conjuntos, no tempo de descanso.
Na segunda parte manteve-se uma toada equilíbrio, mas que foi quebrada aos 68 minutos, quando num livre cobrado por Júnior Sena encontrou a antecipação de Harramiz, que desviou de cabeça para o 1-0.
A equipa poveira ainda tentou evitar a derrota, alargando a frente de ataque, mas, de forma tranquila, os leixonenses conseguiram defender a vantagem até ao final.

Nota: O Leixões venceu um adversário difícil, num terreno difícil, venceu muito por culpa do seu excelente futebol e o apoio incondicional dos seus adeptos que tornaram o estádio poveiro a "casa" dos homens do Mar 

Fotos de Duarte Rodrigues 

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

LEÇA ENTRA A VENCER NO CAMPEONATO DE PORTUGAL

Campeonato de Portugal Serie B 1ª Jornada 
Complexo Desportivo CASTRO DAIRE
Árbitro: Rui Silva (Vila Real)
Cartão Vermelho a Simão (52) e Emersom (88) 
CASTRO DAIRE 1 LEÇA FC 3 
Ao intervalo, 1-1 Golos Isaac (31), Marcel (36) Adilson (60) Prazeres (63) 

CASTRO DAIRE: Pedro Gonçalves, Simão, Marcel, Fred Lopes (Pedro Marado 71), Rui Mendonça, Márcio Santos (Rafael 83), Barry, Emerson, Márcio Rocha, Tomé e Binaia (Parente 78) Treinador Vasco Almeida. 

LEÇA FC : Cristiano, Zé Carlos, Pecks, Cláudio, Paulo Lopes (Van Zeller 55), Leandro, Bruno Simões, Nelsinho,  Prazeres (Max 78) Isaac (Paulino 83) e Adilson. Treinador Domingos Barros. 
   
O Leça entrou com o pé direito no campeonato de Portugal ao vencer o Castro Daire em casa deste por tres bolas a uma, com golos de Issac,  Prazeres e Adilson. 
O  Leça abriu acontagem fruto do seu melhor futebol à passagem do minuto 31, o reforço Isaac marca asssimo primeiro golo oficial da época. Os castrenses 5minutos depois atraves do defesa central Marcel igualaram a partida...1-1 foi o resultado verificado ao intervalo

No regresso das cabines e ao minuto 52 o Leça fica com a tarefa mais facilitada com a expulsão de um jogador da casa, volvidos dez minutos e de rrajada  os leceiros acabam com o encontro em termos de resultado, 1º Adilson dá vantagem à sua equipa,tres minutos depois Prazeres amplia a vantagem...Vitoria Justa do conjunto orientado por Domingos Barros, pois soube controlar os momentos do jogo sabendo aproveitar a superioridade numerica.  
Proxmo confronto 2ª jornada a realizar em Leça da Palmeira frente ao SC Espinho 

Fotos LeçaFC 

MAIS DO MESMO...ARBITRAGEM DECISIVA NO RESULTADO FINAL

Estádio do Mar, em Matosinhos.
Segunda jornada da 2.ª Liga 
Árbitro: Tiago Martins (AF Lisboa).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Braga (04), Júlio Cesar (13), Amine (38), Rui Silva (45+1), Derick Polonia (51), Alhassan (52), Ruben Micael (60), Luís Silva (60), Jota (61), Witi (83), Bura (87), Kaká (88) e Pedro Perotti (90).
Leixões - Nacional, 1-1.
Ao intervalo 0-1 - Golos,  Rochez, (40`) Luís Silva, (53`)

Leixões: Ivo, Rui Silva, Bura, João Pedro, Derick Poloni, Amine, Luís Silva, Braga (Enoh, 58), João Graça (Vítor Bruno, 76), Harramiz e João Rodrigues (Junior Sena, 70).Treinador: Carlos Pinto.

Nacional: Daniel Guimarães, Kalindi, Júlio César, Rui Correia, Witi, Alhassan, Rúben Micael, Jota (Kaká, 68), Brayan Riascos, João Camacho (Gorré, 69) e Bryan Róchez (Pedro Perotti, 84).Treinador: Luís Freire.

Leixões e Nacional empataram este domingo 1-1, em jogo da segunda jornada da 2.ª Liga marcado pela grande intensidade e pelos 13 cartões amarelos mostrados.
Apesar de as duas equipas terem criado situações para marcar na primeira parte, apenas o Nacional conseguiu concretizar, aos 40 minutos, por Rochez, respondendo o Leixões na segunda metade, com o golo de empate de Luís Silva, aos 53.
O Leixões vinha de uma derrota fora e procurou tomar conta do jogo, impondo intensidade ao seu futebol e lançando os seus ataques quase sempre pelos corredores laterais, mas os seus cruzamentos não surtiram efeito.

A primeira grande situação ocorreu aos 17 minutos, quando Braga atirou ao poste direito, respondendo o Nacional dois minutos depois, com duas jogadas criadas por Brayan Riascos.
Aos 40 minutos, os insulares adiantaram-se no marcador, num lance em que João Camacho serviu Witi e este cruzou para Rochez, que fez o golo.
Depois de ter ameaçado o empate ainda antes do intervalo, o Leixões igualou o jogo aos 53. Na sequência de um canto cobrado por Derick Polonia, João Pedro desviou e Luís Silva encostou ao segundo poste.
Com a igualdade, o Leixões pressionou e o Nacional passou por algumas dificuldades, tendo João Rodrigues falhado uma grande oportunidade, aos 69 minutos, enquanto o conjunto visitante, aproveitando o adiantamento contrário, também esteve muito perto de passar para a frente, mas o guarda-redes Ivo evitou o golo de Riascos.

Nota: Em 3 jogos seguidos (1 para a taça da liga frente ao Maritimo)3 péssimas arbitragens ,com claro prejuízo para o Leixões.
 Neste jogo, doias lances com clara influência no resultado. 
1º O golo do Nacional procedido uma falta clara a nosso favor do Leixões não assinalada , quando o Árbitro Tiago Martins ia marcar e de repente deixa o lance prosseguir o qual originou o golo dos insulares. 
2º Tiago Martins não marca um pénalti claro para o Leixões, onde o defesa do Nacional já fora do lance se atira para cima do avançado do Leixonense impedindo de prosseguir o lance. 

fotos Duarte Rodrigues 

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

SE NÃO FOSSEM OS ERROS DE ARBITRAGEM OUTRO GALO CANTARIA

Estádio Cidade de Coimbra 
 1ª Jornada da II Liga (Ledmanpro) 
Árbitro: João Bento (AF Santarém). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Pedro (25), Barnes Osei (28), Derick Poloni (28), Rui Silva (31), Braga (60), Yuri Matias (61) e Bura (67). 
Académica – Leixões, 3-2. Ao intervalo: 1-1.Marcadores: André Claro, (13 g p).Harramiz, (34. e 57) Chaby, 54. Dias, 87. 

ACADÉMICA: Tiago Pereira, Mike, Yuri Matias, Zé Castro, Mauro Cerqueira, Dias, Leandro Silva (Marcos Gomes, 64), Ki (Hugo Almeida, 73), Barnes Osei, Chaby (Djoussé, 82) e André Claro. Treinador: César Peixoto. 

LEIXÕES: Ivo, Rui Silva, Bura, João Pedro, Derick Poloni, Amine, Luís Silva, Braga (Alan Júnior, 77), João Graça (Enoh, 46), Harramiz e João Rodrigues (Zé Paulo, 65).Treinador: Carlos Pinto. 

Resultado penalizador para a turma leixonense, que sempre andou atrás do prejuízo na partida. Entrada muito má na partida pelos homens do Mar, com a Académica a justificar, à passagem do minuto 15 a vantagem que surgiu numa grande penalidade, muito discutível por suposta falta sobre Chaby. Na conversão, André Claro não desperdiçou. A briosa estava melhor, e pouco depois, por muito pouco, não ampliou o marcador, não fosse a bola sair à barra da baliza de Ivo. Primeira meia hora com um critério muito apertado do árbitro da partida, com a amostragem de cartões a praticamente toda a defesa leixonense, condicionando o resto da partida. Aos 34 minutos, bola à entrada da área, com Braga a aproveitar um ressalto e com um passe magistral a isolar Harramiz, que se encontrava em posição duvidosa, com o avançado leixonense a não perdoar e a rematar certeiro para o fundo das redes. 
Melhorou, e muito, o Leixões com o golo. Os índices de confiança subiram, e permitiram à turma leixonense acabar a primeira parte por cima. 

Na segunda parte, face à alteração registada ao intervalo com a entrada de Enoh, o Leixões entrou muito forte mas acabou, na primeira vez que a Académica foi à baliza, por sofrer. Jogada de insistência pela esquerda, com Chaby a aproveitar o centro para finalizar. Resposta de pronto da turma leixonense, contra-ataque rápido pela direita, Enoh a levar bem a bola e a cruzar para Harramiz rematar para o empate. Minuto 60, Braga é derrubado por Tiago na área academista, mas o árbitro interpretou como simulação. Na jogada a seguir, entrada muito dura de um jogador da Académica, sem bola e por trás, a ver apenas o cartão amarelo. Três minutos depois, bola longa, com o guarda-redes academista a sair fora da área e a tocar com a mão na bola, quando Harramiz se isolava, mas nada foi assinalado, ficando ainda o cartão vermelho por mostrar. São muitos lances com claro prejuízo para a turma do Mar. O jogo estava aberto, podia ter caído para qualquer um dos lados. A turma leixonense arriscou tudo, acabou a jogar com quatro avançados, mostrando que queria ganhar o jogo, mas acabou por ser infeliz e sofrer mais um golo. Pontaoé de canto, primeiro desvio de cabeça com Dias a aparecer sozinho, em posição irregular, a encostar para o fundo das redes, já perto do apito final. Resultado injusto, pois, apesar de muito apagados na primeira meia hora, o Leixões foi melhor, conseguiu sempre reagir mas acabou derrotado 
Próximo compromisso é já no domingo dia 18 no Estádio do Mar frente ao Nacional da Madeira 

Nota: Erros de arbitragem, levam a SAD Leixonense a emitir um comunicado 

 COMUNICADO

 O Leixões Sport Club – Futebol, SAD vem por este meio exprimir a insatisfação pelos acontecimentos ocorridos, esta manhã, na primeira jornada da LigaPro, frente à Académica, em Coimbra. Dentro e fora das quatro linhas. 

Sem colocar em causa o profissionalismo e seriedade da equipa de arbitragem, mostrámos o nosso desagrado pela forma como fomos prejudicados no jogo desta manhã. Fazemo-lo para bem do futebol português, pois acreditamos plenamente nas entidades que o regem. Neste sentido, iremos pedir ao Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol uma reunião com caráter de urgência. 

Aproveitamos, também, para lamentar a forma como os nossos adeptos, sem que nada o justificasse, sofreram bastonadas da polícia. Somos um dos clubes nacionais que mais adeptos tem nos jogos fora de casa e o que aconteceu hoje, em Coimbra, foi lamentável. Neste sentido, foi aberta uma ocorrência, com o delegado da Liga, por, lamentavelmente, no relatório das forças de segurança nada constar. O Leixões orgulha-se muito dos adeptos que tem e irá defendê-los sempre. São a alma do nosso clube. 

De enaltecer a excelente exibição da nossa equipa que, mais uma vez, demonstrou que levará o nosso emblema ao lugar que merece, a Liga NOS.

Foto Duarte Rodrigues

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

POR VEZES SER MELHOR NÃO CHEGA PARA SEGUIR EM FRENTE

 Estádio do Mar, em Matosinhos. 
2ª Eliminatória da Taça da Liga 
 Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Derick (08), Charles (25), Vukovic (34), João Rodrigues (52) e Rui Silva (60). Cartão vermelho para Carlos Pinto, treinador do Leixões (90+1). 
Leixões - Marítimo, 1-2. 
Ao intervalo: 1-2. Marcadores: Harramiz, 14 minutos, Correa, 28, Jhon Cley, 45. 

LEIXÕES: Ivo, Rui Silva, Bura, João Pedro (Paná, 85), Derick, Amine (Zé Paulo, 77), Luís Silva, Braga, João Graça (Alan Júnior, 58), João Rodrigues e Harramiz. Treinador: Carlos Pinto. 

MARÍTIMO: Charles, Nanu, Zainadine, Karkez, Rúben Ferreira, Bambock, Vukovic (Marcelinho, 88), Correa, Jhon Cley (René Santos, 68), Edgar Costa (Erivaldo, 70) e Getterson. Treinador: Nuno Manta Santos.

 A formação de Matosinhos foi melhor mas quem seguiu em frente foram os insulares 
 O guarda-redes Charles repartiu o protagonismo com Harramiz na fase inicial da partida, primeiro ao deixar passar entre as pernas o desvio de cabeça do são-tomense, no dia em que faz 29 anos, antes de, aos 25 minutos, defender o penálti cobrado por Braga a castigar derrube seu ao avançado. 
Nesse lance, um pontapé de 30 metros de Bura deixara Harramiz na cara de Charles, a quem fez um chapéu que Kerkez, em cima do risco de baliza, desviou para a trave, acabando o árbitro por assinalar o derrube do guardião da equipa insular. 
Negado o 2-0, Correa tratou de empatar a partida três minutos depois, num remate à entrada da área, que fez a bola entrar junto ao poste esquerdo, surgindo a reviravolta em cima do intervalo quando mais uma investida do lateral Nanu acabou na cabeça de Jhon Cley. 
Numa segunda parte em que na fase final os dois guarda-redes brilharam, Charles carimbou a passagem no minuto 90+6, negando com uma grande defesa o empate a Bura, na cobrança de um livre direto.

Foto DR. 

segunda-feira, 29 de julho de 2019

Festas de Sant’Ana 2019 - Leça da Palmeira: Apresentação Leça FC

Apresentação da equipa sénior do Leça FC, no Parque público Engº Fernando Pinto de Oliveira, no passado dia 27 de julho, integrado no programa FEST`ARTE 2019
A equipa do Leça Futebol Clube fez a sua apresentação oficial aos seus associados e simpatizantes...num ambiente de festa e com apresentação de Edgar Lima, conhecido fadista e humorista de Leça da Palmeira um a um foram desfilando os atletas, treinadores e respetivo STAFF...a equipa leceira aproveitou também para apresentar os novos equipamentos

Domingos Barros 

" O Leça está a crescer e vai crescer muito mais porque tem condições para isso...obrigado à Dra. Luisa Salgueiro e ao Dr. Pedro Sousa que muito tem contribuído para este crescimento...Este ano vai se o de afirmação do Leça nesta divisão e conto com todos para nos ajudarem"   


Fernando Monteiro presidente adjunto

"Agradeço à equipa Sénior que tão bem nos representou a época passada no campeonato nacional, este ano temos matéria para fazer uma campeonato mais tranquilo...A aposta do Leça é na formação de jovens jogadores e homens porque são a garantia do Leça Futebol Clube "

José Pinho Presidente 

"Pretendo agradecer à Dra Luisa Salgueiro e Dr.Pedro Sousa por nos ter proporcionado esta magnifica festa de apresentação da equipa sénior do Leça...Dizer-vos que o Leça está vivo e bem vivo,temos outras modalidades em que apostamos como são os casos da Patinagem Artisitica, Karaté, Futsal...Fazemos também uma grande aposta na formação onde já temos cerca 300 jovens jogadores 
Dizer-vos também que temos mais potencial para podermos atacar o campeonato com mais tranquilidade"

João Pedro e Paulo Lopes apresentam os novos equipamentos 







LEIXÕES VENCE E SEGUE EM FRENTE NA TAÇA DA LIGA

Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Anzhony Rodrigues (AF Madeira).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Marcos Júnior (11), Sérgio Marakis (25), Braga (28), Vitinho (34), Amine (54). Ivo (69), Derick e Boubakary Diarra (76) e João Garça (85).
Leixões - Cova da Piedade, 0-0 (5-4 gp).
Marcadores no desempate por grandes penalidades:
0-1, André Carvalhas.1-1, Zé Paulo.1-1, Allef (defesa do guarda-redes).
2-1, João Pedro.2-2, Marcos Júnior.3-2, Burra.3-3, Zezinho.4-3, Derick.
4-4, Cele.5-4, Alan Júnior.

Leixões: Ivo, Rui Silva, Bura, João Pedro, Derick, Amine, Luís Silva, Braga (Zé Paulo, 70), João Graça (Paná, 87), João Rodrigues (Alan Júnior, 61) e Harramiz. (Suplentes: Fábio Matos, Paná, Alan Júnior, Zé Paulo, Pedrinho, Pedro Monteiro e Franco).Treinador: Carlos Pinto.

Cova da Piedade: Tony, Celso, Allef, Marcos Júnior, Zezinho, Sérgio Marakis (Yan Victor, 70), Boubakary Diarra (André Carvalhas, 85), Vitinho, Balogun, Sami (Gustavo, 81) e Cele. (Suplentes: Márcio, Rodrigo Martins, Gustavo, André Carvalhas, Chico Chen, Yan Victor e Edinho).Treinador: Jorge Casquilha.

O Leixões venceu o Cova da Piedade por 5-4, no desempate por grandes penalidades, após um nulo no final do tempo regulamentar, avançado para a segunda fase da Taça da Liga, na qual defrontará o Marítimo.

O Leixões entra na época oficial com uma vitória merecida tamanha foi a superioridade da turma comandada por Carlos Pinto. 

Jogando num 4x4x2 bem definido, dando primazia à posse de bola, com a mesma a circular por todos os sectores, jogando a toda a largura do terreno, o Leixões mandou sempre no jogo e esteve perto de marcar por várias vezes. Luis Silva capitão deu o mote, pela esquerda consegue isolar-se e só o inspirado Tony (Ex Leixões) evita o primeiro do Jogo . Já perto do intervalo, Tarzan vê o defesa do Cova da Piedade, Marcos Junior salvar sobre a linha de golo, um golo quase certo, de referir que na mesma jogada, um pouco antes , Marcos Júnior comete falta para grande penalidade, mas Anzhony Rodrigues fez vista grossa deixando o lance prosseguir. 

Na segunda metade assistiu-se a mais do mesmo, sempre como Leixões no comando das operações, dominando o jogo e criando várias oportunidades...Zé Paulo volta a estar em destaque, quando em situação preveligiada atira ligeiramente por cima da Baliza à Guarda de Tony . A decisão passou para as grandes penalidades, nas quais Ivo defendeu o pontapé de Allef e, como os colegas mostraram pontaria afinada, foi o Leixões a seguir para a segunda fase com o penalti decisivo a ser apontado por Alan Júnior 

Fotos Anabela Delgado/Duarte Rodrigues 

domingo, 21 de julho de 2019

LEIXÕES VENCE AÇORIANOS EM JOGO DE APRESENTAÇÃO AOS SÓCIOS E ADEPTOS

Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: João Lamares (AF Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Amine (49), João Pedro (50) e Luís Silva (52).
Leixões - Santa Clara, 1-0.
Ao intervalo: 1-0.
Golo, Amine, 07 minutos.

LEIXÕES: Stefanovic (Ivo Gonçalves, 46, Fábio Matos, 88), Rui Silva (Pedrinho, 80), Bura, João Pedro (Pedro Monteiro, 74), Derick (Andrezo, 88), Luís Silva (Franco, 80), Amine (Paná, 80), João Graça (Matheus Leal, 74), Braga (Enoh, 84), Harramiz (Zé Paulo, 68) e Tarzan (Alan Júnior, 46). Treinador: Carlos Pinto

- SANTA CLARA: André Ferreira, Rafael Ramos (Fábio Cardoso, 46), César Martins (Carlos Júnior, 46), Zaidu (João Lucas, 46), Mamadu (Steven Pereira, 46), Lucas Marques (Pacheco, 33, Rashid, 60), Stephens (Pablo Lima, 33, Ukra, 60), Nené (Zé Manel, 46), Pineda (Francisco Ramos, 46), Bruno Lamas (Patrik, 46) e Thiago Santana (Schettine, 60).Treinador: João Henriques.

O Leixões venceu esta sexta-feira o Santa Clara (1º esclaão do futebol portugues) por 1-0, no jogo de apresentação da equipa da II Liga aos sócios e adeptos, em Matosinhos.
A formação de Matosinhos apresentou 28 jogadores, entre eles 16 reforços, número aumentado com a chegada do defesa Pedro Pinto, que regressadepois deter passado por V. Setubal e FC Arouca.
Amine, com um remate de fora da área (08), abriu o marcador para os locais na primeira vez que o Leixões atirou à baliza, numa primeira parte em que foi a equipa da casa quem mais serviço mostrou.
Com sete reforços de início, a equipa de Matosinhos teve em João Graça e em Harramiz dois dos seus melhores elementos, com o avançado a dispor de oportunidade para fazer o 2-0 aos 41 minutos, mas o remate acabou por sair junto ao poste esquerdo.
A segunda parte, fruto das muitas alterações operadas na equipado Leixões, o jogo perdeu qualidade, o que ajuda a explicar que o Santa Clara tenha criado perigo pela primeira vez aos 90 minutos, num remate de Zé Manel que o recém-entrado Fábio Matos segurou.

terça-feira, 9 de julho de 2019

SUCESSO! BEBÉS DO MAR SUPORTERS SÃO ÚNICOS.

A Claque de pais de jovens (sub 8) leixonenses levou a efeito no passado sábado dia 6 de julho, um jogo de futebol solidário entre as equipas o Leixões SC e de Os Belenenses. 

 Do jogo propriamente dito, levou a melhor quem esteve a assistir (muito público) pois a claque dos Bebés Do Mar Supporters fizeram a festa, apoiando os seus jogadores e de igual forma os jogadores adversários, coisa linda e única em Portugal, na Europa e talvez em todo o Mundo.
Depois seguiu-se um magnífico repasto (porco no espeto) em que a confraternização entre todos teve nota máxima, a nota artística foi para a Maria Leal que abrilhantou a festa. 

 A nota mais significativa, foi a de que o objectivo deste evento foi largamente atingido, ou seja, a recolha de alimentos de primeira necessidade e de artigos para as as crianças mais carenciadas, atingiu uma escala que por muitos era inimaginável Todos os bens recolhidos reverteram a favor da Associação Casa do Caminho e tem como destino as crianças mais necessitadas.

Manuel Oliveira, principal responsável pela organização do evento que levou algumas centenas ao complexo Desportivo Aldeia Nova, no final tinha bem visível e estampado no rosto a satisfação do sucesso consumado! 
 Nota ainda para a presença da Rádio Cidade Matosinhos que cobriu o evento em direto durante 5 horas ininterruptas.

Fotos Duarte Rodrigues 

segunda-feira, 8 de julho de 2019

SELEÇÃO DE MATOSINHOS 2019 OBRIGADO A TODOS!

Agora depois de dois dias passados de um sábado que para mim foi muito gratificante...pretendo fazer agradecimentos públicos .aqueles que confiam no meu trabalho

 Sinto-me lisonjeado pelo convite de que fui alvo por parte da Leixões SC - Futebol SAD na pessoa do Team Manager Miguel Martinho que a pedido do técnico Carlos Pinto que por sua vez pretendia defrontar uma Seleção de futebol de Matosinhos, no arranque da época no que diz respeito a jogos de preparação. 
Respondi de pronto e afirmativamente pela consideração que o Clube do Mar me merece. Orgulhosamente e em equipa com o Sergio Nora (treinador do Padroense) construímos uma seleção que reunisse as condições técnicas e táticas exigidas para este encontro. 
Penso também que o objectivo foi cumprido e que os profissionais do Leixões tiveram um adversário de nível para iniciarem os jogos de preparação de uma época que se espera,seja auspiciosa e do agrado do universo leixonense. 
 Pretendo por isso agradecer a todos os jogadores a disponibilidade demonstrada na resposta à chamada para representarem a Seleção Matosinhos. 
Agradecer também ao professor João Costa, ao meu Amigo Antonio Gaiteiro, ao técnico Manuel António que constituíram a equipa técnica. 
Obrigado ao meu grande amigo Nelson Martins pois foi dele o patrocínio da Seleção, equipando-a Rigor 
 Por último deixo uma palavra de agradecimento ao Sergio Nora (Serginho), ele que foi muito importante e de uma disponibilidade única.

Mário Mitch 

LEIXÕES ENTRA DE GOLEADA FRENTE A SELEÇÃO DE MATOSINHOS

REFORÇO ALAN JÚNIOR ESTEVE EM DESTAQUE  
Estádio Do Mar em Matosinhos 
Árbitro José Santos (Gondomar)
LEIXÕES SC 4 SELEÇÃO DE MATOSINHOS 0 
Ao intervalo 1-0 Golos de Clovis (1) Alan Júnior (3)

LEIXÕES: Fábio Matos, Pedrinho, Bura, Pedro Monteiro, Derick, Paná, João Graça, Braga, Tarzan e Clóvis. Treinador Carlos Pinto 
Jogaram ainda: Ivo Gonçalves, Rui Silva, Mateus Costa, Anthony, ZéPaulo, Kikuchi, Harramiz, Enoh,  Luís Silva, João Pedro, Stefan Haas, Camará

SELEÇÃO DE MATOSINHOS: Moreira, Nuno Nora, Fábio, Lindolfo, Paulo Lopes, Xoura, Guilherme, Cacheira, Diogo Pedras, Juca e Ricardinho. Treinador João Santos e Antonio Gaiteiro.
Jogaram ainda: Buno Monteiro, João Trindade, Luis Mika, Gandarela, Ricardo Vieira, Jinho

O Leixões SC - futebol SAD, concluiu a primeira semana de trabalho com um jogo frente a uma Seleção de Matosinhos composta por jogadores que actuaram no Campeonato de Portugal e Divisão d´Elite (Seleção da responsabilidade do Blog Mitchfoot Futebol de Matosinhos)
Depois de  uma semana com treinos Bi diários em que a carga fisica foi significativa, não podia ter corrido melhor o primeiro apronto de conjunto.
A equipa de Carlos Pinto apresentou-se num 4x4x2 Classico, dando primasia a posse de bola, com circulção pelos corrdores ora pela direita ou pela esquerda. Posse com critério denotando já bem os principios de jogo que o tecnico pretende impor na formação leixõnense. Nos primeiro 45 minutos apenas Clóvis fez gosto ao pé, para nos segundos 45 ser a vez do reforço Alan Júnior concretizar um Hattrick.

A equipa do Leixões regressa ao trabalho dia 8, com treinos bi diarios (10:00 e 17:0) no Estádio do Mar e tem já agendado outro compromisso (dia 10- 17:00)  desta vez frente ao Lourosa em casa deste. 
No entretanto o Leixões já conheçe o clandário oficial para a época de 2019/2020: 
ALLIANZ CUP 1ª Eliminatória LEIXÕES vs COVA DA PIEDADE 
LIGAPRO 1ª Jornada ACADÉMICA vs LEIXÕES 2ª JornadaLEIXÕES vs NACIONAL 

segunda-feira, 3 de junho de 2019

MATOSINHOS ESTÁ DE LUTO (O Sr Chico já não está entre nós)


O desporto ficou mais pobre, particularmente o futebol e o ciclismo, as modalidades que o massagista/fisioterapeuta Francisco Barbosa, mais conhecido por Chico se dedicou ao longo da sua vida desportiva.
A sua atividade profissional foi de técnico de farmácia, o Sr. Chico (como carinhosamente era tratado por todos) representou emblemas como o Leixões, Boavista, Feirense, Vilanovense, Senhora da Hora e Académica S.Mamede.
Paz à sua alma!

terça-feira, 21 de maio de 2019

LEIXÕES FECHA CAMPEONATO COM UM VITÓRIA EM PENAFIEL E SELA A 7ª POSIÇÃO

34.ª e última jornada da II Liga de futebol. Estádio Municipal 25 de abril, em Penafiel. Árbitro: João Bento (AF Santarém) 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Romeu Ribeiro (62), Jorge Silva (64), João Paulo (80), Pedro Lemos (90) e Luís Ribeiro (90+2). Penafiel 0 Leixões 1 
Ao intervalo: 0-1. Marcador: Camara, (37) 

Penafiel: Ivo, Pedro Lemos, João Paulo, Vini, Leandro (Yuri Araújo, 78), Romeu Ribeiro, Ludovic (Kalika, 78), Tiago Ronaldo, Fábio Abreu, Pires e Areias (Caetano, 78). Treinador: Armando Evangelista. 

Leixões: Luís Ribeiro, Jorge Silva, Pedro Monteiro (Bura, 55), Anthony, Derick, Amine, Pedrinho, Zé Paulo, Camara, Roniel e Evandro Brandão (André Clóvis, 49, Ceitil, 85). Treinador: Jorge Casquilha. 

Um golo de Camara devolveu este domingo o Leixões às vitórias, depois de quatro empates consecutivos, com o triunfo por 1-0 na visita ao Penafiel, em jogo da 34.ª e última jornada da II Liga de futebol. 
 Com a manutenção garantida, nem por isso as duas equipas deixaram de procurar ganhar no último jogo da época, com a equipa da casa a ser que mais fez por se colocar em vantagem, mas os golos de João Paulo e de Pires acabaram anulados por infrações. 
Com muitas mexidas na equipa, o Leixões soltou-se, surgindo na partida Camara a abrir o marcador, aos 38 minutos, aproveitando um corte de Ivo que ficou curto, para atirar para o fundo das redes, estreando-se a marcar na II Liga. Três minutos depois, assistido por Pedrinho, o extremo do Leixões voltou a ficar na cara de Ivo, mas, desta vez, o guarda-redes do Penafiel levou a melhor, voltado a evidenciar-se entre os postes ao minuto 43, a remate de Roniel. 
À procura de um golo para acabar como melhor marcador da competição, Pires teve vida difícil face ao acerto da defesa do Leixões, com Luís Ribeiro a negar o empate a Leandro (52) antes de Fábio Abreu (65) rematar ao poste esquerdo. 

Final do campeonato vamos às contas, saldo colectivo e individual 

 O Leixões com 12 vitórias na temporada vale 7.° lugar na classificação final da Ledman LigaPro, melhor posição dos últimos seis campeonatos 

O médio brasileiro Zé Paulo foi o melhor marcador do plantel atual do Leixões, marcando seis golos, cinco no campeonato e um na Taça, atrás do angolano Evandro Brandão, e de Clóvis, avançado brasileiro. 

O jogador mais utilizado pelo Leixões ao longo da época foi Jorge Silva com 36 jogos , alcançou também o premio do sindicato de Jogadores (Melhor Jovem da II Liga) por duas vezes Fevereiro e Abril

Fotos Duarte Rodrigues 

segunda-feira, 13 de maio de 2019

JÁ ESTÁ!


34ª Jornada do Campeonato de Portugal
Estádio do Leça em Leça da Palmeira
Árbitro Pedro Viveiros (Madeira)
LEÇA FC 2 PENALVA DO CASTELO 0
Ao intervalo 1-0 Golos Zé Carlos (14) Isaac Sissé (87)
LEÇA: Cristiano (Mourão 90), Joel, Materazzi, Max, João Pedro; Samuel Teles, Jair (Pedro Pinto 65),  Bruno Simões, Zé Carlos Isaac Sissé e Miguel Lopes (Pedro Prazeres 70). Treinador Domingos Barros

PENALVA DO CASTELO: Miguel Batista, Tiago Almeida (Simão Batista 85), Luis Pedro, Miguel Rodrigues, Simão Marques, Rafael Barreiros, Russel, Rafael Santos, Marilson, Fábio Suarez (Qaudros 46), Simão Pipo. Treinador Filipe Amaral  

Foi difícil é um facto mas o Leça continua nos nacionais.
Época completamente atípica em poucos acreditavam que era possível, com a saida de muitos jogadores alguns até influentes, com a entrada de alguns que se revelaram importantes, Materazzi, Isac Sissé , sempre com o “Mingos” no comando, o técnico soube sempre dar a melhor orientação nesta corrida contra o tempo (o Leça esteve 7 meses abaixo da linha d`água) chegando a bom porto, culminado com a mais que merecida permanência nos nacionais.

Tarde de domingo, muito calor (34 %), não muito própria para esta altura do ano. O Leça cedo tomou conta do jogo e partiu para cima do adversário à procura do golo, que viria a acontecer depois de alguma oportunidades desperdiçadas à passagem do minuto 14, na sequencia de um pontapé de canto marcado por Bruno Simões ao segundo poste, onde aparece lá nas alturas, Zé Carlos de cabeça a confirmar o primeiro da partida. Jogo de sentido único, não nos recordamos de uma oportunidade para os visitantes, Penalva do Castelo, já com o seu campeonato resolvido (Descida aos distritais de Viseu), o Leça até ao intervalo foi consistente na busca do segundo golo, pecando na finalização.
O segundo tempo  foi a cópia fiel do primeiro, Leça sempre em busca do golo, ora pela direita, ou pela esquerda, de fora da área ou mesmo dentro desta, os leceiros tentaram tudo para acabar com o jogo e cedo começar  a fazer festa, festa que surgiu ao minuto 87 com o suspeito do costume (Isaac Sissé 12 golos apontados) a fazer o segundo leceiro e disparando como um vulcão o estádio do Leça.
Já esta! Difícil quanto saborosa…vão ter de levar com o Leça nos nacionais na próxima época.  

Fotos Leça FC .

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC