RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 22 de fevereiro de 2015

SENHORA DA HORA VENCE DÉRBI COM JOEL AO LEME (Gandarela foi homenageado)

AF Porto 1ª Divisão Série 1 2014/15 jornada 20 
Estádio do S C Senhora da Hora 
Árbitro Luís Moreira 
SENHORA DA HORA 3 DL BALIO 2 
Ao intervalo 1-0, golos: Joel (16 e 56) Freire (47) Hélder (51) Rafa (59) 

SENHORA DA HORA: Moreira, Fabinho, Tiago Costa, Bruno Carvalho, André Fernandes, Rochinha, Joel, André Costa (Cabral 60), Serrão (Bruno Pereira 60), Cesário e Freire (Joca 80). Treinador Albino Guerra 

D LEÇA BALIO: Miguel Mota, Carlitos, Hélder, Hugo Cunha, João Cardos (Nandinho 59), Carlos Diogo, Quaresma, Edu (Brás), Pedro (Soares), Gomes e Álvaro (Rafa 46). Treinado Mário Heitor 

 

Excelente partida de futebol protagonizada por ambos os conjuntos. O equilíbrio foi a nota dominante, que só foi desequilibrada por quem cometeu menos erros. Ameaça primeiro o golo, o conjunto visitante, mas Moreira regressado a baliza protagoniza uma grande defesa parando um remate bem direccionado por Diogo Carlos, praticamente na resposta o conjunto da casa quase chega ao golo que fica a centímetros dos pés de Freire. Aos 16 minutos mais um momento mágico de Joel, que depois de isolado finaliza de cartola fazendo um golo de belo efeito. O intervalo chega com a vitoria merecida da turma senhorenses. 

 

No reatamento, logo aos 47 minutos, Freire só encosta para o segundo a passe de Joel vindo do lado esquerdo. O Jogo entra numa parada e resposta, com perigo para ambos os lados, aos 51 minutos, Rafa entrado para o lugar de Álvaro no inicio do segundo tempo, reduz para os balienses numa recarga sem hipóteses para Moreira. O 3-1, surge 5 minutos depois (56), pelos mesmos protagonistas, desta vez é Freire que assiste Joel para este bisar na partida. Com futebol de ataque, com grande coração os balienses reduzem logo a seguir, Hélder marca numa das suas descidas ao ataque. Até ao fim a turma da casa baixa as suas linhas para segurar os três pontos, explorando em jogadas de transição rápidas o adiantamento da turma baliense. Já em período de descontos dados pelo árbitro do encontro (6`), um lance mais ríspido entre Brás e Bruno Pereira, resultou em algum burburinho que envolveu algumas agressões. O jogo terminou com a vitória justa da turma da casa. 

 

Antes mesmo das equipas abandonarem o terreno de jogo, a turma senhorenses homenageou o jogador GANDARELA, que está arredado da equipa por grave lesão sofrida e o infortuno de ter perdido a mãe, muito recentemente.

BRINDES DEFENSIVOS TRAMAM LEIXÕES

29.ª jornada da 2.ª Liga 
Estádio do Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves 
Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Romaric (27), Caballero (40), Enoh (45+1), Rafinha (62), Roberto Sousa (69), Zé Pedro (73), Orlando (83) e Jorge Ribeiro (86) 
Aves - Leixões, 3-2. 
Ao intervalo: 1-2.Marcadores:1-0, Ginho, 12 minutos. 1-1, Quim, 22' (própria baliza). 1-2, Tiago de Leonço, 36'. 2-2, João Pedro, 49' (própria baliza). 3-2, Caballero, 50'. 

Aves: Quim, Leandro (André Costa, 46), Romaric, Ginho, André Dias (Rafinha, 46), Grosso, Luís Manuel, Jorge Ribeiro, Pedro Pereira, Caballero (Júnior Pius, 87) e Perdigão. Treinador: Emanuel Simões. 

Leixões: Chastre, Gonçalo Graça (Pedras, 77), Pedro Pinto (Bruno Lamas, 65), Zé Pedro, João Pedro, Roberto Sousa, Cadinha, Orlando, Mendes (Alemão, 65), Tiago de Leonço e Enoh. Treinador: Horácio Gonçalves. 

O Leixões SC perdeu esta tarde na Vila das Aves frente ao Clube Desportivo (3-2) e voltou aos resultados negativos fora de portas. Com duas partes (e atitudes) totalmente distintas o Leixões da primeira parte foi bem melhor que aquele que se apresentou no reatar do encontro. Apesar disso foram os avenses a inaugurarem o marcador. Ginho, aos 12', fez o primeiro da tarde para a equipa da casa através de canto e o Leixões SC respondeu aos 22' depois de Enoh obrigar Quim a colocar a bola dentro da própria baliza num lance em que o conjunto leixonense contou com a ajuda do poste. Poucos minutos depois Tiago de Leonço fez o seu segundo e a reviravolta no marcador surgiu. Uma vantagem que podia ter sido ampliada pouco depois com Mendes a não conseguir acertar com as redes do Desportivo ao fazer a bola rasar o poste direito da baliza defendida pelo veterano. 

 A segunda metade trouxe a estreia de Bruno Lamas (64') mas antes disso os leixonenses permitiram o empate e a reviravolta em dois completos brindes. João Pedro introduziu a bola na própria baliza aos 50' e apenas um minuto depois Caballero fez o 3-2 que viria a subsistir até ao final da partida. Um lance que começa com uma bola chutada por Chastre que embatou no adversário. Dois golos que desmoralizaram por completo a equipa vinda diretamente de Matosinhos que não conseguiu voltar a ser a equipa que tinha sido na primeira metade numa tarde que só não foi mais gorda em golos porque Chastre aplicou-se várias vezes a fundo.

"INTRANQUILIDADE"

 

Horácio Gonçalves fala de situação ridícula e atribui desaire à intranquilidade que se vive no Leixões Após a derrota deste domingo nas Aves (3-2), Horácio Gonçalves diz ter assistido a uma "situação ridícula", que nunca tinha visto no Futebol, com dois golos do adversário a acontecerem em menos de um minuto, a permitirem reviravolta definitiva no marcador. O treinador leixonense atribuiu o sucedido à "intranquilidade" que se vive no Leixões, a qual, alegou, "o grupo não tem conseguido alhear-se".

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC