RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

sábado, 30 de junho de 2012

DANIEL ROCHA (Rochinha)É REFORÇO DO G D ALDEIA NOVA

DANIEL ROCHA (Rochinha)
Atleta que passou pelas equipas de formação do Leça FC
Época 2003/2004, na equipa de juniores do Leça FC, era peça importante no xadrez que guindou o Leça à primeira Divisão distrital.
ROCHINHA desempenhava funções dentro do campo como médio centro e também como defesa central, pena foi não dar continuidade à excelente performance que disponha, atleta de grande qualidade técnica e com uma qualidade de passe acima da média.
Sejas bem vindo ao futebol de Matosinhos

clique para ampliar

BRUNO MAGALHÃES ENTREVISTADO PELO MITCH


Bruno Filipe Oliveira Magalhães
Defesa/Lateral, Nascido a 1981-07-17 (30 anos) Natural Massarelos, Porto
O Portuense reside em Gondomar, mas está umbilicalmente ligado ao futebol de Matosinhos, pois já representou dois clubes do concelho, FC Infesta (2001/02 e 2004/05), Leça FC (2008/09 a 2010/11), pelo meio da sua já longa carreira, teve passagens por Vila Meã (2 épocas), Ermesinde (3 temporadas) e FC Pedras Rubras.
BRUNO MAGALHÃES, é um defesa/lateral com larguíssima experiencia, tanto à direita com à esquerda, MAGA mantém o bom nível exibicional.

MITCHFOOT - Como é que o futebol surgiu na tua vida? O que pensas desta modalidade?

BRUNO MAGALHÃES - O meu pai que chegou a ser diretor no Gondomar Sport Clube, fazia questão de acompanhar todos os jogos do clube e por isso a minha paixão pelo futebol nasceu aí. Daí a começar a jogar futebol foi um pequeno passo, pois aos 6 anos já jogava nas escolas do Gondomar. O futebol para mim é muito importante, pois ajudou-me na educação e formação como homem, e só tenho a agradecer as muitas amizades que fui fazendo ao longo destes anos.

M – Numa já longa carreira de futebolista, por certo existe momentos que queres recordar, queres partilhar esses momentos?

BM - Claro que existem momentos marcantes...um deles foi a minha ida para o FC Porto, clube que amo e que desde pequenino sonhei representar, não fosse o meu ídolo o capitão Fernando Gomes. Boavista foi outro momento marcante, pois pela primeira vez fui chamado a uma seleção nacional. Como sénior destaco o 1º ano como sénior no Infesta onde aprendi muito com o mister Augusto Mata. Seguiram-se anos muito bons...

M- E dos atletas que já defrontas-te, qual foi aquele que te deu mais trabalho de defrontar?

BM - É ingrato responder a essa perguntar e deixar de fora jogadores que têm imensa qualidade... mas sem dúvida alguma não posso deixar Fábio Felício que na altura representava a Académica, tendo-o defrontado ao serviço do FC Infesta. Mas podia falar de nomes como Sérgio Nora (grande amigo), Manuel José, Pedro Oliveira, Lourenço, Postiga...enfim...uma longa lista.

M – Em tanos anos de futebol, em tantas épocas realizadas, qual foi o treinador que te mais marcou e porquê?

BM - Não posso dizer apenas um treinador, pois todos eles foram responsáveis pelo meu crescimento enquanto jogador e homem. Desde o meu primeiro treinador no Gondomar, sr. Albertino, passando por Custódio Pinto (Porto),Joaquim Libório( Boavista), Valdemar Silva Infesta, Sr. Moreira(Salgueiros),Augusto Mata e Manuel António, José Augusto, Aloisio Alves, prof Leandro e Manuel Monteiro (Vila Meã) , Mesquita, Jovanovic e Filipe Ribeiro (Leça)...todos eles foram importantes, seria ingrato não os mencionar.

M – Qual o clube que tomou conta do teu coração?

BM - Tenho 2 clubes que me dizem muito neste momento Gondomar (1º clube e de onde saí para o Porto) e claro o Leça, clube que aprendi a gostar e onde criei imensas amizades e família. Foram 3 anos inesquecíveis...

M –A tua saída do Leça FC, não foi muito pacífica, Armindo Machado já mora em Leça da Palmeira, agora que terminas-te o teu vínculo contratual com o Vila Meã, voltares ao Leça está no teu horizonte?
CLIQUE PARA AMPLIAR

BM - Sim a minha saída não foi pacífica...não por minha culpa, mas pela falta de palavra de esse senhor. Mas o passado já lá vai...o tempo encarregou-se de mostrar o que sempre defendi. Claro que me custou, pois passei 3 anos maravilhosos, dei tudo por aquele clube e sair sabendo que a decisão era única e exclusivamente responsabilidade de uma pessoa que até aqui me tratava bem foi doloroso. A situação de regressar ao Leça foi posta inclusive a meio da temporada, pois fui abordado nesse sentido, mas não depende apenas de mim infelizmente. Existem assuntos pendentes que tem primeiro de ser resolvidos, depois disso não posso colocar de parte um possível regresso a um clube que sempre me tratou bem enquanto lá estive.

M – Com 30 anos, esperas jogar futebol até quando?

BM - Não tenho uma data estabelecida...mas jogarei enquanto me sentir útil e com força para me bater de igual para igual...Como todos sabem sou um jogador de equipa e não nenhum Maradona, foi esta humildade que me guiou até aqui e será assim que se vai manter até ao final. Quanto a projetos futuros, tenho algo grande em mente, mas posso garantir que é ligado ao futebol e será algo em grande. Apesar de ainda não pensar no termino da carreira, esse projeto já se encontra em fase de desenvolvimento.

M - Queres deixar uma mensagem para os adeptos?

BM - A mensagem que deixo aos adeptos do futebol e em particular ás gentes de Matosinhos é que devem continuar a apoiar os clubes da terra, a incentivar e fomentar a prática de desporto.

MITCHFOOT – Obrigado Maga por me teres concedido esta entrevista

BRUNO MAGALHÃES - Grande abraço amigo “mitch” e parabéns pelo trabalho em prol dos clubes de Matosinhos

CUCA SOUSA (Portosantense) ANUNCIA NO FACEBOOK QUE VAI SER JOGADOR DO INFESTA


José Francisco Salvador de Sousa
Nascido a 1992-05-05 (20 anos) Natural Porto
Defesa com uma polivalência que faz dele uma promessa muito forte e segura do futebol de Matosinhos anuncia na sua página oficial do Facebook, que vai ser jogador do FC INFESTA

CUCA SOUSA jogador formado nos escalões de formação do Leixões SC, mas foi no FC Foz que deu os primeiros pontapés na bola.
Na época transata e depois de 3 meses em cheio no Lavrense (1ª divisão Distrital), onde sempre foi titular, deu nas vistas e tranzitou para o Clube Desportivo Portosantense, clube da 3ª divisão nacional.

CUCA SOUSA em apenas três meses de competição ao nível sénior no futebol de Matosinhos, foi eleito pelos leitores do blog mitchfoot como o 2º melhor jogador do ano 2012, ficando muito próximo do Vencedor Armando Mesquita do Padroense FC.

CUCA SOUSA
“Agora de regresso ao continente, tinha como objetivo voltar a jogar por cá e numa divisão superior. E felizmente, tive a oportunidade e o convite do histórico FC Infesta. Queria agradecer a todos os que estão ligados ao FC Infesta, e em especial ao diretor geral Nuno Correia, que já me conhece dos tempos do Leixões e ao prof José Manuel, treinador, pela oportunidade dada...”

CUCA está de regresso ao futebol de Matosinhos.

ORRIÇA ESTÁ DE SAIDA DO SALGUEIROS 08


Pedro Miguel Telinhos Vasconcelos Orriça, Nascido a 1989-06-06 (23 anos) Natural da Foz do Douro, Porto. Posição Avançado, Altura 175 cm, Peso 74 kg

ORRIÇA ex Salgueiros 08, é um avançado que gosta de jogar descaído para as alas, faz da velocidade a sua mais forte arma, no um para um é poderoso e cruza com poucos.
Atleta, formado no Padroense, já fez 3 épocas como sénior ao serviço do clube do Padrão da Légua, pertencendo mesmo ao plantel que protagonizou a época de ouro do clube matosinhense, que esteve muito perto de subir à II Liga profissional, sendo Campeão da Zona Centro da II Divisão. ORRIÇA fez também parte da seleção de futebol de Matosinhos em 2011

O Jogador fechou o vínculo contratual com o Salgueiros 08, sendo um jogador livre. O atleta está recetivo a convites que surjam para dar continuidade à sua carreira.

MATOSINHENSE JOÃO PEDRO A CAMINHO DO AVES



João Pedro está em vias de reforçar a turma de José Vilaça. O lateral do Macedo de Cavaleiros esteve reunido com os responsáveis do clube e só falta ultimar alguns detalhes. João Pedro de 25 anos provém do Macedo de Cavaleiros (II Divisão). Está a caminho do Aves (II Liga)

Segundo o jornal Record João Pedro Atleta natural de Matosinhos pode ser jogador do Aves, o lateral esquerdo depois de representar a equipa do Leça FC, durante três temporadas, teve uma passagem pelo Macedo de Cavaleiros, onde as suas exibições despertaram o interesse do clube da Vila das Aves.

Sempre em ascensão, João Pedro depois de ganhar experiencia na III Divisão ao serviço do Leça FC, passagem pela II Nacional através do Macedo de Cavaleiros, e agora a II Liga profissional de futebol, a meta é com toda a certeza a I liga, pois valor não falta ao jovem Matosinhense

sexta-feira, 29 de junho de 2012

DESPEDIDA DOS RELVADOS DO INTERNACIONAL JOÃO PEIXE

O Estádio Municipal da Nazaré acolhe já no próximo sábado, 30 de junho, às 17 horas, um jogo convívio entre jogadores, dirigentes e treinadores de futebol que marcaram a carreira futebolística de João peixe.
Maniche; Chaínho; Pedro Henriques; Bruno Caires e Nuno Gomes são alguns dos convidados desta festa de despedida dos relvados do atleta, formado nos infantis do GD Nazarenos, sendo o jogador «com mais inscrições por diferentes clubes (27 clubes) na Federação Portuguesa de Futebol».


«A minha carreira começou nos infantis do GD Nazarenos, com 8 anos, depois fui para o Benfica, e passei por vários clubes em Portugal e no estrangeiro, como o Estrela da Amadora, Académica, Alverca, Aves, Desportivo de Beja, Oriental de Lisboa, Sporting da Covilhã, Marco, Sanjoanense, Ionikos da Grécia (temporada 2001/02), Pedras Rubras, Benfica de Castelo Branco, União da Serra, Rio Maior, Tondela, Torreense e Penamacor», disse.

João peixe conta com mais de 30 internacionalizações até aos "Sub/20", tendo sido Campeão da Europa, de "Sub/18", em 1994, em Espanha.
«Sempre tive esta ideia de acabar a carreira onde tudo começou», refere João peixe, de 36 anos, e já com 26 de carreira futebolística.
DE REFERIR de que o fundador do blog mitchfoot foi convidado para marcar presença no jogo convívio na despedida deste grande senhor do futebol, que Matosinhos teve a honra de ficar ligado, pois JOÃO PEIXE, jogou também no Custóias FC e FC Perafita

Como jogador PEIXE é SAUDADE, mas nasceu um competentíssimo Fisioterapeuta JOÃO CARLOS PEIXE.

OBRIGADO PEIXE! OBRIGADO POR SERES MEU AMIGO!

O D. LEÇA DO BALIO MUDA DE COMANDO TÉCNICO


INESPERADAMENTE ANTÓNIO FREITAS DEIXA O COMANDO TÉCNICO DO D LEÇA DO BALIO

António Freitas, renunciou ao cargo de treinador do D.Leça do Balio por motivos profissionais que o vão fazer estar ausente do país.

Para substituição a direção do Desportivo Leça do Balio encontrou a solução em casa, pois a escolha recaiu nos ex adjuntos de António Freitas, PAULÃO( treinador principal) e ARMENIO ( treinador adjunto)

quinta-feira, 28 de junho de 2012

NO INFESTA GONÇALO É O JOGADOR QUE SE SEGUE!

O FC Infesta continua a "pescar" em Gaia...Após a contratação dos jogadores da AD Grijó Isac e Dani, o clube de S.Mamede tem já certado o jogador do CD Candal, Gonçalo.

Gonçalo foi inclusivé o melhor marcador do campeonato com 19 golos marcados e já confirmou a sua ida para o Infesta no blog gaiense "A bola é redonda", blog esse que levou a cabo uma votação, em que Gonçalo voi o vencedor "melhor jogador Gaiense da Divisão de Honra da AF Porto".
Formado nas escolas do Vilanovense, fez a sua estreia nos séniores no Vila FC, há duas épocas, pela mão de Edmundo Duarte, acompanhando posteriormente o técnico para o Candal. Gonçalo juntou este prémio ao de melhor marcador da Divisão de Honra, com 19 golos apontados. O avançado irá prosseguira carreira no Infesta, saltando para a 2ª Nacional

GONÇALO AO “A BOLA É REDONDA”
ABR - Segundo algumas fontes, vais jogar no Infesta na próxima época. Confirmas?
GB - Confirmo. É mais um desafio, mais uma etapa da minha vida.
ABR - Se assim for, o que esperas desse novo desafio, visto saltares dos Distritais para a 2ª Nacional?
GB - Acima de tudo, espero adaptar-me o mais rapidamente possível para poder corresponder à confiança depositada pelo clube. É um salto qualitativo grande mas a única coisa que posso prometer, é muito trabalho e dedicação cada vez que entre em campo. Temos de estar constantemente a mostrar resultados porque, para o ano, já ninguém se lembra da época que fiz. Quero dar continuidade a este bom momento e dar o meu contributo ao Infesta.

Fonte BLOG ” A bola é redonda”

O MEU PAÍS NO EURO 2012 (levar os campeões do Mundo e da Europa para a lotaria dos penaltis)


MEIA FINAL EURO 2012

PORTUGAL (2) 0 X 0 (4) ESPANHA

Local: Donbass Arena, em Donetsk (Ucrânia)
Data: 27 de junho de 2012, quarta-feira

Arbitro-Cüneyt Çakir (Turquia)
Cartões amarelos: João Pereira, Pepe, Fabio Coentrão e Miguel Veloso (Portugal); Arbeloa, Sergio Ramos, Bosquets e Xabi Alonso (Espanha)

Pênaltis: PORTUGAL: Converteram: Pepe e Nani. Perderam: João Moutinho e Bruno Alves
ESPANHA: Converteram: Iniesta, Piqué, Sergio Ramos e Fabregas. Errou: Xabi Alonso

PORTUGAL: Rui Patrício, João Pereira, Pepe, Bruno Alves e Fábio Coentrão; Miguel Veloso (Custódio), Raúl Meireles (Varela) e João Moutinho; Nani, Cristiano Ronaldo e Hugo Almeida (Nelson Oliveira) Técnico:Paulo Bento

ESPANHA: Iker Casillas, Arbeloa, Gerard Piqué, Sergio Ramos e Jordi Alba; Sergio Busquets, Xabi Alonso, Xavi (Pedro) e Andrés Iniesta; Cesc Negredo (Fábregas) e David Silva (Jesús Navas). Técnico: Vicente Del Bosque

PORTUGAL SOMOS NÓS ORGULHOSOS DESTA SELEÇÃO



O jogo teve 120 minutos, foi a penáltis e no final ganhou a Espanha. Portugal "morreu na praia", depois de ter sido superior ao adversário durante todo o tempo regulamentar. Do famoso "tiki-taka" espanhol só se viram alguns lampejos apenas no prolongamento, o que, curiosamente ou talvez não, coincidiu com a fase em que os portugueses abdicaram de pressionar, depois de terem dominado, pressionado e corrido quilómetros sempre em altíssima rotação, com grande destaque para o trio de meio-campistas (liderado por um João Moutinho imparável), que anulou os cérebros do "hipnotizador" estilo espanhol: Xavi nem se viu até ao ocaso da sua substituição, Iniesta esteve sempre muito longe da bola. A história do jogo até poderia ter sido outra se, nos últimos segundos do tempo regulamentar, Cristiano Ronaldo tivesse aproveitado a maior oportunidade que teve para levar a Seleção à final do Euro2012, mas o capitão não definiu o lance da melhor maneira e o ensejo perdeu-se. No prolongamento, perante o agigantar de Espanha - finalmente conduzida por Iniesta - foi Rui Patrício a brilhar com um par de enormes defesas, que atiraram a decisão para a marca do penálti. Aí, João Moutinho e Bruno Alves falharam, de nada valendo mais uma brilhante defesa do jovem guardião português, que parou o primeiro penálti da série espanhola, apontado pelo especialista Xabi Alonso. Terminou assim a boa presença de Portugal no Euro2012... a um só jogo de distância de disputar o título.



quarta-feira, 27 de junho de 2012

CARLOS OLIVEIRA ESCLARECE NAÇÃO LEIXONENSE ATRAVÉS DO GRUPO "SOMOS LEIXÕES"

Excelente trabalho jornalístico do grupo SOMOS LEIXÕES, conduzido por João Pedro Faria. Neste momento conturbado do universo leixonense, todas as questões foram postas ao presidente da SAD e respondidas com clarividência.


CARLOS OLIVEIRA
“Lutarei até ao último minuto”

Carlos Oliveira, presidente da SAD do Leixões, aborda no nosso grupo vários temas do universo leixonense. A apresentação dos assuntos foi uma escolha nossa, bem como a respetiva ordem. Aqui e agora, cá está a atualidade do Leixões, logicamente sob o ponto de vista do presidente da Sociedade Anónima Desportiva rubro branca. Com revelações e a confirmação de alguns dados que já eram mais ou menos conhecidos.

INSCRIÇÃO NA LIGA - O presidente diz que nunca teve um ano tranquilo. “Estou no Leixões desde 2004 e isto aconteceu sempre. É preciso dinheiro para que as certidões das Finanças e da Segurança Social sejam emitidas. Estamos a falar de perto de meio milhão de euros. É um problema, mas já tivemos maiores. Tudo tem de estar resolvido até 15 dias do início dos jogos oficiais, ou seja, até meio de julho”.

SAD VENDIDA? – Adianta que tem havido contactos, mas garante ser mentira que tudo esteja resolvido e que esteja para entrar uma pipa de massa no Leixões. “Antes fosse verdade! É preciso que quem queira entrar coloque dinheiro no Leixões. Mas temos de ter garantias. Nunca irei cair no erro do Boavista, do tempo do presidente Joaquim Teixeira, que apresentou Sérgio Silva, que no fundo era um aventureiro e não deu em nada”.

INVESTIDOR INTERESSADO - Revela que há um grupo do Extremo Oriente interessado em investir no Leixões. “Há dois meses que decorrem as negociações, mas só na semana passada chegaram cá para fazer uma rigorosa verificação de contas. Estão interessados, mas é um processo que demora tempo. É possível que adquiram 51% do capital e, nesse caso, eu estaria disponível para deixar a presidência da SAD, mantendo-me como membro da administração”.

SAD SEM QUORÚM - Frisa que é necessário a entrada de mais um administrador. “A SAD do Leixões devia ter, no mínimo, três elementos, mas só estou eu e a dona Sílvia Carvalho. É fundamental que entre mais uma pessoa, mas terá de ser sem receber salário. Não há outra hipótese”.

PEDIDO DE INSOLVÊNCIA – Confirma que Afonso Sousa, antigo massagista do Leixões, pediu a insolvência da SAD. “Dá a ideia que o está a fazer por maldade. Não aceitou uma proposta nossa, mas devia, no mínimo, suspender o processo. Estão em causa cerca de 20 e tal mil euros. Até para ele, é melhor que o Leixões se consiga inscrever na Liga. Se a SAD acabar, não recebe nada”.

NOVO TREINADOR – Garante que nenhum dos nomes já falados [Sérgio Ribeiro e Fernando Mira, entre outros] é verdade. “Não houve convites, porque não quero prejudicar ninguém. Enquanto não tiver a inscrição na Liga totalmente resolvida, não vou convidar ninguém. Estamos atrasados, mas não será por aí. Acredito que rapidamente se conseguirá recuperar”.

HORÁCIO GONÇALVES PODE FICAR - “Se a SAD não passar a ser controlada em 51% por outro investidor, será a primeira pessoa que irei convidar. Disse isso ao treinador, no final da época e mantenho a minha palavra. Agora, com outras pessoas à frente, é natural que optem por outros treinadores. Temos de esperar mais uns dias”.

JOGADORES – Revela que ainda não fez nenhuma contratação. “Temos cinco ou seis jogadores que transitam da época passada e mais alguns ex-juniores. Estamos atrasados, mas o mercado também atravessa uma fase difícil e há margem para recuperar, assim os problemas financeiros sejam desbloqueados”.

FELICIANO – Confirma que Feliciano foi o único que não assinou o acordo, devido aos salários em atraso. “Não se portou bem. Convidei-o para duas reuniões e não apareceu. É um problema de carácter e de falta de solidariedade para com os colegas. Tivemos de pagar-lhe tudo. Até aí, o meu dinheiro chegou para resolver o problema, mas já meti no Leixões mais de dois milhões de euros. É muito dinheiro e não tenho condições para continuar a colocar dinheiro no Leixões”.

JEAN SONY - Sustenta que o haitiano pode sair, mas ainda não está vendido. “Estamos a tentar evitar que o Leixões seja obrigado a pagar 80 mil euros/ano, como está no seu contrato, automaticamente atualizado todos os anos. Não nos interessa ter um jogador tão caro e ele próprio merece mais. Na nova época, não vamos poder pagar a ninguém mais de 1500 euros/mês. Em Portugal, o Sony dificilmente ficará. Há uma hipótese para ir para a Roménia [Petrolul Ploiesti], mas para isso são necessárias garantias...”.

SÓCIOS – Revela que o Leixões tem pouco mais de 2000 pagantes. “É mau, mas é a realidade. Percebo as dificuldades das pessoas e sei que a quotização representa apenas 10% do orçamento. O grupo de trabalho criado pelos movimentos de apoio ao Leixões defende a descida do preço das quotas. O ideal seria baixar, para recuperar muitos sócios, mas temos de ver que o futebol tem custos brutais e é necessário pensar bem nesta situação, antes de tomar decisões”.

MENSAGEM AOS LEIXONENSES – Sustenta que não vira a cara às adversidades. “Lutarei até ao último minuto para tentar convencer as pessoas a ajudar o Leixões. Vou a todas e a falo com todos, na tentativa de melhorar a situação”.

Por João Pedro Faria

INFESTA REFORÇA-SE NA AD GRIJÓ



ISAC ( ex AD Grijó) GUARDA-REDES É REFORÇO DO INFESTA

Isac Alexandre Sousa Gomes, de 28 anos, com 180 cm de altura e 80 kg de peso, foi formado nos escalões mais jovens do CA Rio Tinto.
Em 2003/04 teve a sua estreia como sénior ao serviço do Infesta FC, onde se manteve no ano seguinte, em 2005/2006 foi até ao Alentejo para representar O Elvas. É um guarda-redes experiente com passagens também por SC Ermesinde, Perosinho, Ataense, Sousense, União Nogueirense FC e por último a A D Grijó, defrontando na época cessante o FC Infesta.

DANY (ex AD Grijó) VAI SER JOGADOR DO INFESTA

Pedro Daniel Araújo nascido a 19-02-1982 (29 anos), Há seis épocas na AD Grijó o médio/posição 6 vai ser jogador do FC Infesta na época que se avizinha.


Segundo a edição de hoje do jornal a Bola, o guarda-redes ISAC e o médio DANY ambos ex AD Grijó, vão ser reforços do FC Infesta.
Contactado pelo mitchfoot, o diretor geral do futebol infestista, Nuno Correia, não confirma nem desmente e que a seu tempo se saberá de tudo através do Site oficial do clube mamedense.

terça-feira, 26 de junho de 2012

DIOGO SOUSA ( a estrela da companhia- sub-19 FC Infesta) ESTÁ LIVRE PARA ESCOLHER O SEU FUTURO

Uma das maiores promessas do FC Infesta, acabou por não ser convidado a ficar na equipa sénior para a temporada que se avizinha.
SOUSA é um médio polivalente, joga a 10, extremo, médio e até mesmo a segundo avançado. Faz muitos golos e foi provavelmente a maior figura da equipa de juniores do Infesta nesta temporada. Jogador tacticamente disciplinado com boa técnica e passe, excelente leitura de jogo sendo forte no jogo pé para pé. Fez toda a sua formação no Infesta, desde as escolinhas até aos juniores e foi muitas vezes solicitado para treinar noutros clubes, onde se destacam o Gondomar, FC Porto e o Leixões que insistiu bastante, mas sobretudo o Benfica que no seu ultimo ano de iniciado, chegou a ser convidado para rumar a Lisboa mas acabou por não ir pois era muito jovem e os seus pais não deixaram.
Diogo Sousa está receptivo a convites que surjam, tendo já algumas propostas em carteira.

DIOGO MANSILHA ( sub-19 FC Infesta) JOVEM CENTRAL PROCURA CLUBE

Diogo Mansilha, jovem que terminou a sua formação no FC Infesta no final desta temporada, está à procura de clube para continuar a sua carreira de futebolista.
O jovem defesa central de elevada estatura (1,88m), é agressivo, tem boa impulsão e bom jogo aéreo. Sai bem a jogar e é detentor de um bom remate. Por vezes faz golos, mais em bolas paradas, pois a sua elevada estatura, permite que marque alguns golos de cabeça.
Mansilha fez praticamente toda a sua formação no Alfenense, reconhecido clube de boa formação de jogadores, saiu no seu primeiro ano de júnior para o Trofense, a convite do clube da Trofa. Fez uma época e meia e ingressou a meio desta temporada no FC Infesta, tendo sido uma das peças preponderantes do xadrez de José Catalão para ter conseguido quase milagrosamente a manutenção na 2ª Divisão Nacional.
O jovem está à procura de um clube para dar continuidade à sua carreira, agora no futebol sénior. Qualquer proposta, por favor enviem para "dyogo.mansilha@hotmail.com".

RENOVAÇÕES NO FUTEBOL DO INFESTA



A equipa técnica comandada pelo Prof. José Manuel vai contar no plantel infestista para a época de 2012/2013, com os seguintes jogadores que renovaram o contrato com o clube azul e branco

Guarda-Redes: Duarte

Defesas: Jorginho, Carlos Pinto, Rui Jorge e Pedro Pereira e o ex junior Rui Pedro

Médios: Oliveira, Serge e Vitinha I

Avançados: Vitinha II, Magalhães e Pedro Nuno

A juntar a estas renovações, o FC Infesta contratou Nuno Correia para diretor geral de todo o futebol Infestista.

Mitchfoot sabe que os infestistas, liderados por Nuno Correia, tem encetado vários contactos com jogadores que podem reforçar o clube.

Em breve mais noticias sobre o futebol do clube de São Mamede Infesta

segunda-feira, 25 de junho de 2012

LEIXÕES JÁ ESTÁ INSCRITO NA II LIGA PROFISSIONAL DE FUTEBOL



A Comissão Executiva da Liga Portugal deliberou hoje, dia 25 de Junho, face ao parecer da Comissão Técnica de Estudos e Auditoria, admitir à participação nos campeonatos da I e II Ligas do Leixões SC, Futebol SAD
Contudo, e face ao não cumprimento dos requisitos estabelecidos no nº 5 do artigo 53º do Regulamento das Competições, o Leixões SC, Futebol, SAD, e mais oito clubes ficam impedidos de registar contratos de trabalho desportivo ou de formação, bem como de utilizar jogadores com contratos já registados em épocas anteriores, até que os fundamentos de impedimento sejam sanados. A fim de poderem participar em competições profissionais os Leixonenses e outros referidos clubes devem dar cumprimento às normas estabelecidas no nº 3 do artigo 53 do Regulamento de Competições.

VÍTOR CARNEIRO (DL Balio) O "VELHINHO" VAI CONTINUAR




Vítor Carneiro, natural de Matosinhos, nasceu a 8/3/74 (38 anos), Avançado que pela sua experiencia aliada a uma técnica acima da média, ainda está aí para as “curvas”. O “velhinho” como carinhosamente é tratado pelos seus companheiros, vai continuar pelo menos mais uma época, a fazer aquilo de mais gosta, jogar futebol, com a alegria de um jovem, que já tem 30 anos de futebol.

MITCHFOOT - Vítor conta-nos como tudo começou no futebol?

VITOR CARNEIRO - O bichinho do futebol, começou desde muito pequenino, ao acompanhar o meu pai para ver os jogos do Leixões, depois o meu pai é um dos fundadores de um clube amador chamado Estrelas de Guifões, comecei aí com 9 anos no futsal, posteriormente nos infantis do futebol de 11 e depois por esses clubes todos até hoje.

M - De tantos jogos realizados de certeza que existe algum, ou alguns que te marcaram?

VC - Houve vários jogos que me marcaram, o 1º foi no campo do Foz contra o Mindelo pelos Estrelas de Guifões onde marquei o meu 1º golo, uns anos mais tarde num Desportivo L. Balio vs Custóias última jornada do campeonato em que eu representava o Custóias e precisava-mos de vencer esse jogo para não descermos de divisão e conseguimos os nossos objetivos, mais recente foi um Custóias vs Lavrense, última jornada, o clube que ganhasse era promovido á 1ª divisão de honra AFP e eu representava o Custóias e venci esse jogo por 1-0.

M - És um jogador com carreira no futebol de Matosinhos. Leixões, SCS Hora, Custóias FC, FC Perafita, UD Lavrense, D Leça do Balio, Estrelas de Guifões, fazem parte do teu curriculum, qual foi o que te mais marco?

VC - A esses clubes todos ainda acrescento o Ramaldense, o que mais me marcou pela negativa foi o Leixões SC, onde desde muito novo, fiquei a perceber que não chegava ter qualidades para poder representar o clube, era preciso ter também alguns conhecimentos e padrinhos, mais recente um clube que me marcou muito foi a UD Lavrense onde praticávamos um futebol fantástico!

M - És um apaixonado pelo futebol, qual o teu clube?

VC - O meu clube é SL Benfica

M - Em tantos anos de futebol, encontraste excelentes defesas, qual foi o mais difícil de ultrapassar?

VC - É verdade, já encontrei excelentes defesas, uns mais duros, outros com mais classe, vou optar pela classe- Luisão Custoias e o Hélder Maia FC Perafita.

M - Treinadores, tiveste vários, concerteza aprendeste com todos, queres destacar algum?

VC - Sim aprendi um pouco com todos eles e podia destacar aqui 2 ou 3, mas vou só falar no nome de um, Junas Naciri que pela forma simples de não complicar o futebol e ser sempre fiel á sua maneira de idealizar um jogo, fosse contra o último, fosse contra o 1º,me marcou bastante.

M - Vais continuar a jogar futebol, presumo de que no GD Leça do Balio?


VC - Vou continuar, pelo menos mais uma época e vai ser no DL.Balio, a equipa técnica e os seus diretores acham que ainda tenho condições para ajudar e como tal foi fácil chegar a acordo.

M - Até quando esta longevidade, Quando pensa terminar a carreira?

VC - Chega a uma altura da nossa (minha) idade, que já não fazemos planos a longo prazo, vamos época a época e no fim da mesma logo se vê se há condições para mais.

M - Depois de terminares, vais ficar ligado ao futebol?

VC - Quando terminar, gostava de ficar ligado ao futebol, afinal já são 30 anos de balneário e quem já partilhou um sabe que não é fácil ficar afastado de um balneário, mas o futuro a Deus pertence.

MITCH - Obrigado Vítor Carneiro, foi um prazer ter-te entrevistado, e é um prazer continuar a ver-te jogar futebol.

VITOR CARNEIRO - Obrigado eu “mitch” grande abraço.

sábado, 23 de junho de 2012

PEDRINHA REGRESSA AO FC PERAFITA

Daniel Pedrinha ex. SC Castêlo da Maia (Médio)

Jogador Natural de Matosinhos, 28 anos, com a sua formação dividida entre o Leixões SC e o Leça FC, PEDRINHA, enquanto sénior, conta já no seu curriculum, passagem por clubes como, Paredes, SCS Hora, FC Perafita, SC Castelo da Maia, entre outros…
Trata-se de um regresso ao clube, pois PEDRINHA em Dezembro de 2010, deixou o FC Perafita para representar o SC Castelo da Maia.

PEDRINHA, é um jogador versátil que pode desempenhar várias posições dentro do esquema tático, inclusive a de guarda-redes, poucos sabem disso mas o jogador no seu primeiro ano de juvenil, ao serviço do Leça FC, foi guarda-redes com exibições bastante categorizadas.
A sua forte personalidade e sua aguerrida forma com que disputa todos os lances, fazem dele um jogador de classe.

PEDRINHA um regresso ao futebol de Matosinhos que se saúda.

NUNO RIBEIRO - EXCELENTE REFORÇO PARA O PERAFITA

Nuno Ribeiro, 33 anos, Defesa Central, ex Custóias FC é reforço do FC Perafita para a época de 2012/2013.
Mitchfoot sabe que Nuno Ribeiro, tinha em mãos um convite para representar um clube dos nacionais, mas a forte amizade que o une a alguns jogadores perafitenses levaram-no a decidir pelo FC Perafita.Atleta com grande sentido de responsabilidade é um polivalente, pode jogar a lateral e também a médio defensivo.

Nuno Ribeiro, é um dos jogadores que foram eleitos para o melhor ONZE do futebol de Matosinhos, eleito pelos leitores do blog Mitchfoot futebol de Matosinhos
Depois de ter dado os primeiros pontapés na bola, no Bom Pastor, deu nas vistas e foi para o FC Porto, seguindo-se o Leixões SC, para concluir a sua formação como jogador, como sénior, representou o Aliados de Lordelo, FC Foz (2 épocas), teve uma passagem pelo futsal, representando a Fundação Jorge Antunes e os Famalicenses, para voltar ao futebol de onze, representando o SCS Hora durante 5 épocas, seguindo-se a U D Lavrense (2 épocas) e por último esteve ao serviço do Custóias FC.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

PADROENSE 2012/2013 TEM QUASE O PLANTEL DEFINIDO


Com o técnico Augusto Mata à frente na orientação da equipa do Padroense, o clube prepara o plantel para aproxima época.

Depois da contratação dos PEDRO DIAS ex Castelo da Maia, jogador formado na cantera leixonense e de PEDRO AREIAS ex At Vila Meã, também ele formado no Leixões SC. Os Bravos de Matosinhos asseguraram a contratação de FABU ex Pedrouços Avançado, JOÃO AMARAL Avançado e CHICO médio, ambos ex Candal. Segue-se também as contratações do guarda-redes MOREIRA ex sub 19 do Rio ave FC e de NAPOLEÃO avançado ex AD GRijó

Já renovaram com o clube do Padrão da Légua, os jogadores ARMANDO, MARCO, e MIGUEL, PAULINHO, NUNO PAULO, MÁRIO JORGE, GAZELA, MÁRIO COSTA e GOMES

COMFIRMADAS ESTÃO AS SAIDAS DE:

BENVINDO vai para o Tondela
DANIEL, MARIANO, MARCÃO E VÍTOR LOBO
BRUNINHO avançado de 23 anos, melhor marcador da Zona Centro com 24 golos, ao que tudo indica, vai rumar a terras do Sado para representar o VITÓRIA DE SETUBAL
TIAGO PENANTES, avançado que foi opção de Augusto Mata por várias vezes no onze do Padroense, vai jogar no SC COIMBRÕES na próxima época

Ainda existe 3 vagas por preencher no plantel do Padroense FC que vai competir na II Divisão Nacional a próxima época desportiva, De 9 a 13 de Julho, o clube vai realizar captações para a equipa sénior.

O MEU PAÍS NO EURO 2012 (Ronaldo faz “Checo-mate” até às meias)


EURO 2012

Estádio: Nacional de Varsóvia

Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)

Rep. Checa: Petr Cech; Gebre Selassie, Kadlec, Sivok, Limberský; Plasil, Pilar, Hübschman (Peckhart, 86'), Jirácek, Darida (Jan Rezek, 61'); Baros.

Portugal: Rui Patrício; João Pereira, Bruno Alves, Pepe, Fábio Coentrão; Miguel Veloso, Raul Meireles (Rolando, 88'), João Moutinho; Nani (Custódio, 84'), Cristiano Ronaldo, Postiga (Hugo Almeida, 40').

Acção disciplinar: Amarelo para Nani (26'), Miguel Veloso (27'), Limberský (90')

Portugal venceu, esta quinta-feira, a República Checa por 0-1, em jogo dos quartos de final do Euro2012, disputado no Estádio Nacional de Varsóvia, na Polónia. Cristiano Ronaldo marcou, aos 79 minutos, o golo que leva Portugal até às meias-finais, que já tinha estado nas "meias" em 1984, 2000 e 2004 -, conseguindo o seu terceiro na prova, depois do "bis" à Holanda (2-1).

A meia-final está agendada para 27 de junho, em Donetsk, na Ucrânia, e Portugal fica à espera do vencedor do encontro entre Espanha e França, que se realiza este sábado.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

PAULO MOTA (Paulinho) JÁ NÃO MORA NO MAR

O Moreirense garantiu a contratação do lateral-direito Paulinho ex Leixões SC.
Paulinho, de 20 anos, representou o Leixões, nas últimas três épocas, depois de ter cumprido quase toda a formação no FC Porto. O defesa realizou 33 partidas no Leixões.
O jogador de 20 anos, que fez 27 jogos a titular pelo Leixões na época passada, tinha uma proposta concreta da Roménia, para além de abordagens de Estoril e Belenenses. No entanto, a perspetiva de agarrar a titularidade num clube do escalão principal. O emblema presidido por Vítor Magalhães decidiu apostar numa promessa do futebol português que representava o Leixões desde a última época como júnior. Antes, Paulinho tinha feito toda a formação com a camisola do FC Porto.
Paulinho rubricou um vínculo válido por três temporadas, tendo o processo sido intermediado pelo agente FIFA, Rui Neno.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

VÍTOR PÁDUA GUARDA-REDES DE FUTEBOL (em entrevista)


Victor Hugo Pádua Ferreira Moita, Nascido a 1987-10-29 (24 anos), Natural de Matosinhos
VÍTOR PÁDUA guarda-redes está livre de compromisso.
O guarda-redes depois de abandonar a competição em Dezembro último, por motivos profissionais pretende voltar à competição.
Vítor Pádua guarda-redes felino, muito bom dentro dos postes, é capaz de proporcionar defesas espantosas. Quando está bem, é capaz de ser intransponível.
--------------------------------------------------------------------------------

MITCH- Como é que o futebol surgiu na tua vida? O que pensas desta modalidade?

VÍTOR PÁDUA - O futebol nasce na minha vida quando eu era bem pequenino, eram tempos em que nos meus 6/7 aninhos, ao fim de semana já me apanhavam às 8h da manhã sozinho a jogar futebol no jardim do prédio que habitava na Senhora da Hora. Tinha também um senhor amigo da família, infelizmente já falecido, que me levava ao antigo Estádio das Antas, para ver o Futebol Clube do Porto jogar e que me fez sócio do clube tendo eu 5 anos. Portanto o futebol na minha vida nasceu bem cedo e têm-me acompanhado ao longo destes anos bem ligado a mim, assumidamente como uma das minhas grandes paixões.
O futebol é uma modalidade que se for levada a sério se criam laços muito fortes, uma modalidade apaixonante. O vicio de ganhar, o nervoso miudinho antes das partidas começarem, a alegria nas vitórias, o choro nas derrotas, tudo isto faz com que nós jogadores tenhamos uma visão da vida mais alargada e mais clara, pois como na vida, o futebol é um perde e ganha, e como ninguém gosta de perder há que fazer tudo o que está ao nosso alcance para vencer. Queria imenso que o futebol continuasse a ser como é até hoje, o desporto rei. E os votos que faço, é que Deus me dê muita saúde, que todas as lesões que tive e poderei ter, me deixassem jogar sempre, até que um dia, por não poder mais, tenha de terminar a carreira de jogador.Que seja daqui a 25 anos.

M - Normalmente na formação, ninguém gosta de ir à baliza, como é que surgiu a hipótese de seres guarda-redes?

VP – Eu, fui crescendo numa época em que o Futebol Clube do Porto vencia títulos atrás de títulos, e eu era um menino que acompanhava isso aguerridamente. Nessas mesmas grandes equipas que o Futebol Clube do Porto construía, havia um nome que estava a dar que falar no futebol Mundial... Victor Baía. Desde aí que nunca mais tirei da ideia que um dia haveria de ser como ele e aí nasceu o meu amor pela baliza e impus a mim mesmo uma meta e um objetivo que era lutar para um dia chegar pelo menos a ser quase tão bom quanto ele.

M - Tens alguma referência que te inspire na baliza?

VP - Sem dúvida, o Victor Baía! Para mim, o melhor guarda-redes português de todos os tempos sem sombra de dúvida. A maneira como se posicionava na baliza, o controlo que tinha sobre a defesa, a autoridade e acima de tudo a humildade fazia dele o ídolo de todos os guarda-redes daquela altura e mesmo os da atualidade. Um senhor.

M - Depois de dois anos no SCS Hora, sais-te para o Lavrense… depois surgiu o Fiães e o regresso a Matosinhos para representares o Infesta, Como é que isso aconteceu?


VP - A minha ida para o Infesta surgiu através de contactos que tinha com uma pessoa amiga. Falaram-me muito bem do clube, e que de facto que grande clube que é, adorei o tempo em que lá estive, e fui falar com o treinador José Manuel. No meio do nosso diálogo, e se bem me lembro, ele tinha dito que em Dezembro, na altura em que representava o Fiães, ele já teria retirado informações minhas e já tinha visto a minha ficha de jogador num site de futebol, portanto não era um desconhecido para ele. Falamos, fomos francos e sinceros um com o outro e eu reparei logo que estava a lidar com gente de carisma, com uma personalidade forte e séria. Como posso dizer mesmo de diretores e especialmente do Presidente, que me recebeu de braços abertos no seu escritório e esteve a contar-me resumidamente a grande história deste grande clube de Matosinhos. Devido a motivos de força maior, que graças a Deus já está tudo ultrapassado tive de abandonar o clube, com grande mágoa e tristeza minha. Se bem me lembro, foi dos dias mais dolorosos da minha vida, ter de deixar aquilo que hoje continua a ser das minhas grandes paixões.

M - De todos estes anos de carreira, qual foi a época que mais te marcou?

VP - Tenho várias épocas marcantes e de sentimentos distintos.
Lembro-me perfeitamente da subida de divisão pelo Sport Clube Senhora da Hora logo na minha época de estreia de sénior pelo clube e o quanto era importante esse titulo para o clube. Também guardo na memória quando fiz a minha estreia no futebol pelo Leixões Sport Clube, um clube que eu espero que consiga debater-se até ao fim, porque um histórico de Matosinhos não pode estar numa situação como esta, penso que seja demasiado injusto e é uma pena para o futebol em si. Lembro-me duma época fantástica que tive ao serviço do Lavrense Futebol Clube, que fez com que desse o salto para o Fiães na época seguinte. Essa época teve um misto de emoções enorme, ninguém dava nada por nós e de um momento para o outro lá estávamos a lutar pela subida de divisão que nos escapou apenas por escassos pontos. A muito se deve ao treinador que tínhamos na altura, Junas Naciri, que tem um enorme talento e sabe como fazer as equipas praticarem um futebol bonito e com resultados. A época em que acho que ficou muita coisa por fazer, muita coisa para provar, foi esta ultima, no Infesta, que infelizmente tive que abandonar. Senti um vazio enorme porque sentia que podia, se pudesse, dar muito mais ao clube, senti que poderia ser o meu ano, mas infelizmente assim não se concretizou, mas que no fim tive uma grande alegria pelo Infesta ter subido de divisão com toda a justiça e lutando contra todas as adversidades.

M - Tens algum encontro que te vá ficar positivamente para sempre marcado na memória?

VP - Por acaso, tenho vários, e ainda bem, pelo facto de eles não me saírem da memória.
Jogos como contra o Varzim, na minha época de Junior, frente ao Futebol Clube do Porto, num jogo de apresentação, frente ao Salgueiros 08 quando representava o Lavrense, esse jogo foi espetacular, tivemos muito bem, um grande espirito de equipa e felizmente correu tudo bem para nós e para mim também, que estive muito bem nesse jogo, travando vários remates para desespero dos atacantes da equipa do Salgueiros 08.

M - E dos atletas que já defrontas-te, qual foi aquele que para ti, te deu mais trabalho?

VP - Ora bem, essa pergunta é um pouco difícil, porque defrontei bons jogadores, excelentes pontas de lança, mas tenho alguns que tive duelos intensos e que até são internacionais como é o caso do Caetano e do Yazalde. Do Caetano, pela sua técnica e rapidez e do Yazalde pela sua força e posicionamento no campo. Um segundo de distração e já ele tinha passado por mim para depois apenas encostar para fazer o golo, como aconteceu num jogo em que se disputou na Póvoa do Varzim para o campeonato.

M - Estás de regresso com toda a gana, presumo, o que perspetivas para o futuro?

VP - Estou com uma vontade imensa de voltar a pisar um relvado e de ver um estádio com pessoas a vibrar com o futebol. O bichinho do futebol nunca saiu de dentro de mim e custava-me imenso não estar a fazer aquilo que mais gosto na vida. Eu respiro futebol, e estou pronto, para que aos poucos tudo volte a ser como dantes, tou muito entusiasmado com esta nova oportunidade que a vida me deu. As perspetivas que tenho são fazer uma grande época, que seja a minha época. Encarar duma forma lutadora e cheio de vontade de singrar de uma vez por todas no Mundo do futebol. Tenho de estudar as propostas que vão surgindo, não tendo para já tomado nenhuma decisão quanto ao clube que vou representar, há que dar tempo ao tempo para não tomar nenhuma decisão precipitada e espero fazer a escolha certa para prosseguir a minha carreira de jogador de futebol.

M - Queres deixar uma mensagem para os adeptos?

VP - O que queria dizer aos adeptos é o seguinte: Nós, jogadores de futebol, não somos máquinas, somos seres humanos como qualquer outra pessoa. Temos dias bons e temos dias maus e com certeza que queremos sempre dar o nosso máximo em prol do clube que representamos e para o nosso próprio bem como é claro. Portanto queria que estivessem mais do lado dos jogadores quando algo corre mal, se estamos em campo, se corremos, se nos cansamos, se nos magoamos é porque temos amor pelo aquilo que fazemos e não porque estamos ali a passar o tempo. Apoiem-nos sempre, e vão aos estádios ver o futebol. Vocês fazem parte da festa ou melhor, a festa começa pelo vosso lado. O futebol é uma coisa única. Nós precisamos de vocês. Um grande abraço para todos vocês e em especial para o Sr. Mitch o meu muito obrigado por divulgar cada vez mais o futebol de Matosinhos.

MITCH – Obrigado Vítor por me teres concedido esta entrevista, desejo-te boa sorte para o futuro.

VITOR PÁDUA - Desde já, é com grande orgulho que tenho o prazer de ser entrevistado pelo senhor "Futebol de Matosinhos" e dou os meus parabéns pelo trabalho desenvolvido até agora, que é de facto muito bom.

terça-feira, 19 de junho de 2012

PEDRO MAGALHÃES GUARDA-REDES SUB-19 INFESTISTA ( está livre de procurar clube para prosseguir a sua carreira)

O jovem guarda-redes dos juniores do FC Infesta, Pedro Magalhães, está à procura de clube para a temporada que se avizinha. Pedro não faz parte dos planos do treinador dos seniores José Manuel Ribeiro, pelo que está livre de procurar clube para prosseguir a sua carreira.

Jogador equilibrado e trabalhador, é bastante interventivo estando sempre a dar indicações aos seus companheiros durante o encontro, aproveitando a sua visão privilegiada que os guarda-redes têm sobre o campo. Ágil entre os postes, Pedro fez toda a sua formação entre o Aguas Santas e o Infesta, onde conquistou neste ultimo, o título distrital de juniores na temporada passada, atuando na 2ª Divisão Nacional.

O guarda-redes está recetivo a propostas que possam surgir.Para os interessados, aqui fica o contacto 917963497

O MEU PAIS NO EURO 2012 (já está! venham daí os checos)


EURO 2012
Portugal 2 x 1 Holanda
Os 37.750 lugares do Estádio Metalist são ocupados, na sua maioria por adeptos da Holanda.


Portugal:Rui Patrício; João Pereira, Pepe, Bruno Alves e Fábio Coentrão; João Moutinho, Miguel Veloso e Raul Meireles; Nani, Hélder Postiga e Cristiano Ronaldo.

Holanda:Stekelenburg; Van der Wiel, Mathijsen, Vlaar e Willems; De Jong; Van der Vaart e Sneijder; Robben, Huntelaar e Van Persie.

Ronaldo enfim brilha, marca dois e carimba passaporte na próxima fase, o CR7 teve grande atuação e levou os lusos aos quartos-de-final do Euro.
A partida decisiva do Grupo B da Euro foi um dos grandes momentos da decisão até aqui. O meia Van der Vaart chegou a deixar a Holanda sonhar com a improvável vaga nos quartos-de-final, mas Cristiano Ronaldo apareceu, marcou duas vezes e conduziu Portugal à vitória por 2 a 1.
Agora, os lusos enfrentam a República Checa, primeira colocada no Grupo A, na próxima quinta-feira, às 19h45m. Os holandeses terminam uma das piores participações em Euro na sua história sem um único ponto conquistado.

domingo, 17 de junho de 2012

CUSTÓIAS É CAMPEÃO DE VETERANOS

FINAL DO CAMPEONATO DA A.A.V. NORTE 2011/2012
Complexo Desportivo de Campanhã- Cerco do Porto
Arbitro- Francisco Machado
Árbitros Assistentes- Joaquim Monteiro e Hernâni Preda
4º Arbitro- Luís Silva
CUSTÓIAS FC 3 SCS JOÃO DE VER 0
Ao intervalo 0-0, Marcadores, Miguel, Zezinho e Serginho.

CUSTÓIAS FC: Casqueira, Arménio (Paulão) P. Carvalho (P. Pedroso) Manel e coelho, Tozé, Zezinho (Henrique) e Berto (Libório), Mário Rui, Vasconcelos(cap) (Miguel) e Zé Manel (Serginho.Suplentes, Pedro Azevedo, Serginho, Paulão, Quim, Pedroso, Miguel, Libório, Luis Silva. Treinador, Henrique Dias

SCS JOÃO DE VER: Marco, António Tavares (Cap),Teofilo, Pinto, Daniel, Joaquim Tavares, Paulo, José Silva, Celestino, Valter. Suplentes, Alfredo, Cruz, Rocha, Cardoso, Reis, A. Tavares, Amorim, Vieira, Resende. Treinador, José Cardoso

Com uma grande afluência de adeptos de ambas as equipas.
Nesta final inédita, estiveram frente a frente duas equipas recheadas de excelentes jogadores, o que se previa um grande jogo.
O jogo começou com as duas equipais a respeitarem-se mutuamente, com muitas cautelas. Fazendo um jogo com lançamentos mais em profundidade para as costas da defesa custóiense, o SCS João de Ver, conseguiu ter algum ascendente sobre o seu adversário e criou as melhores oportunidades, mas encontrou pela frente o guarda-redes, Casqueira que se notabilizou com grandes paradas.

Na segunda parte o Custóias com outra disposição, mostrando desde o inicio vontade de resolver o encontro, tendo logo criado uma oportunidade de golo nos minutos iniciais, lance que serviu de tónico para a equipa Matosinhense, pegar no jogo e partir para uma exibição de CAMPEÃO. O primeiro golo surge num passe milimétrico de Aberto para Miguel, que domina e perante o Guarda-redes inaugura o marcador. O são João de Ver na resposta teve uma soberana oportunidade para fazer a igualdade mas mais uma vez CASQUEIRA salvou o golo iminente. O Custóias com o seu futebol mais apoiado e com mais posse e de passa curto, chegou ao 2 a 0 numa arrancada de Miguel pela direita que assiste para Zezinho finalizar. A partir desse momento sentia-se que o vencedor estava encontrado. O Custóias mesmo estando a vencer por 2 a 0 manteve a mesma toada e Serginho acabado de entrar faz o 3 a 0 resultado que se verificou até final do jogo.

O São João de Ver foi um digno vencido, mostrou ter uma grande equipa o que fez com que a conquista da equipa matosinhense fosse mais valorizada.

VIVA OS CAMPEÕES

VETERANOS A. A. V. NORTE GD MINI ÁGUIAS CONQUISTA A PROVA EXTRA.

FINAL PROVA EXTRA VETERANOS 2011/2012
Complexo de Campanhâ, Cerco do Porto
C.D. CANDAL 2–2 G.D.MINI ÁGUIAS
EM GRANDES PENALIDADES 2-4
Ao intervalo, 1-0. Marcadores, Miguel (34`) Vítor ( 74`), Nuno (81`) e Madureira (89`)

G D MINI ÁGUIAS: Gomes, David, Armando, Paulo, Couto, Ribeiro, Jorginho, Henrique, Niso, Brito, Carlitos. Suplentes: Nuno, M. Nunes, Acácio, Vítor.

Num jogo bem disputado, o equilibriu foi a nota dominante. Já perto do final da I parte a equipa de Gaia chega a vantagem através de um golo apontado por Miguel, resultado com que se atingiu o intervalo.

Na segunda parte o cariz do jogo não se alterou, dentro do equilibriu demonstrado no terreno de jogo, o último quarto-hora, foi carregado de emoções. O GD Mini Águias chega ao empate através de Vítor que tinha entrado no decorrer do jogo. A remontada surgiu ao minuto 81`com por Nuno, outro jogador que entrara no decorrer do encontro, e quando tudo fazia prever que a taça vinha para Matosinhos, eis que o Candal chega ao empate com um golo de Madureira no último minuto e leva a decisão para as grandes penalidades.
Nas grandes penalidades a vitória sorriu à equipa de Matosinhos, por 4-2, trazendo a taça que lhe fugira no tempo regulamentar.

PARABÉNS GD NINI ÁGUIAS

PARA A POSTERIDADE A FOTO DOS CAMPEÕES

Em cima da esq. Hilário (Delegado) Carlitos, Gomes, Henrique, M. Nunes, David, Paulo, Couto, Niso, Pereira (Treinador), Peixoto (Delegado). Em baixo da esq. Nuno, Armando, Ribeiro, Jorginho, Vitor, Acácio, Brito.

VIANA (Serzedo) É O PRIMEIRO REFORÇO DO FC PERAFITA

VIANA vai jogar na equipa de Gaiteiro na próxima época. O médio continua de azul e branco vestido, mas trocou as riscas horizontais do Serzedo pelas verticais do Perafita.
Mitchfoot sabe que VIANA vai jogar no Campeão da 1ª Divisão AF Porto, concretiza-se assim um dos grandes sonhos de Gaiteiro, recorde-se que o médio foi jogador do técnico a quando da passagem deste pelo Custóias FC. VIANA rumou ao Gulpilhares, para depois regressar ao futebol de Matosinhos vestindo a camisola do SCS Hora, nova passagem pelos clubes de Gaia, onde foi uma peça fundamental do Serzedo, equipa que tão boa conta de si deu na Divisão de Honra.

Um regresso ao futebol de Matosinhos que se saúda.

sábado, 16 de junho de 2012

HÉLDINHO (UD Lavrense) VAI JOGAR NO CUSTÓIAS

Hélder Seabra, jogador de 22 anos, nasceu a 6/8/1990, avançado, que se notabilizou ao serviço da UD Lavrense, na época que há pouco terminou. Não fora uma arreliadora lesão sofrida, que o afastou dos relvados durante 3 meses, HÉLDINHO podia ter sido uma das figuras do futebol de Matosinhos
HÉLDINHO é Jogador que alia a velocidade á técnica, não muito forte no jogo físico mas inteligente ao conseguir evitá-lo. Jogador dinâmico, adapta-se a qualquer tipo de tática. Foi formado nos escalões mais jovens do FC Pedras Rubras, antes mesmo teve uma passagem pelo futsal (Clube Académico de Pedras Rubras). Representou o Pedras como sénior (2 épocas), seguindo-se depois a UD Lavrense
Mitchfoot sabe de fonte segura que HÉLDINHO é uma das apostas de Pedro Fonseca, técnico recentemente contratado pelo Custóias FC

DRAGON FORCE / LEÇA FC - OPEN DAY


Irá realizar-se no próximo dia 1 de julho, domingo, o Open Day.

Trata-se de um convite para que todas as crianças interessadas possam vir experimentar gratuitamente um treino na Escola de Futebol Dragon Force Matosinhos.

No Complexo Desportivo de Leça da Palmeira (Bataria) das 10:00 às 13:00 as crianças nascidas entre 2003 e 2008 têm aí o seu espaço de atividade.

Entre as 15:00 e as 18:00 é para as crianças nascidas entre 1999 e 2002.

No mesmo dia estarão abertas as inscrições para a época 2012/2013 de Escola de Futebol.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC