RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

PADROENSE EM FRANCA RECUPERAÇÃO.


II DIVISÃO ZONA CENTRO
Estádio do Padroense FC
Árbitro: José Rodrigues

PADROENSE 4 COIMBRÕES 2
Resultado ao Intervalo: 1-1Golos: Penantes (6) Marcão (48 e 88) Gazela (90+4) André Pereira (24) Nuno (79)

PADROENSE: Marco, Vitor Lobo, Paulinho, Ricardo Teixeira, Miguel; Seidi (Nuno Paulo), Mário Jorge, Seabra; Bruninho, Mário Costa (Marcão)e Penantes (Gazela). Treinador: Augusto Mata

SC COIMBRÕES: Ivo; Nando, Zé Carlos, Joel (Cap.) (Diogo Costa) e André Pereira; Paulo Lima, Carlos Sousa, Rui Gomes (Diogo Teixeira) e Fábio Martins (Jorginho); Pedrito e Nuno Pinto. Treinador: Rui Correia.

PAULINHO DESPERDIÇA PENALTI.


Os Bravos de Matosinhos, começaram da melhor forma este encontro, pois logo aos 6` Penantes, abre o marcador, respondendo com mestria à oferta de Bruninho. Como corolário lógico do que estava a acontecer no relvado do Padrão da Légua, poucos minutos de pois a equipa do Padroense, poderia aumentar a vantagem, mas o capitão Paulinho, desperdiça uma grande penalidade. E como quem não marca sofra, eis que a equipa do Coimbrões, chega à igualdade, através de André Pereira, iam decorridos 24 minutos de jogo. Duro Golpe nas pretensões da equipa do Padroense, que de um possível 2-0, foi para as cabines com uma igualdade imerecida.


MARCÃO BISA NO ENCONTRO


No regresso das cabines, a equipa de Augusto Mata, vem com outra táctica de jogo, Mário costa fica no balneário e para o seu lugar entra Marcão, e o próprio põe novamente a sua equipa em vantagem logo aos 3´ depois do reinício da partida. Mas o coimbrões não se entrega em termos de resultado, e aos 79`de jogo, quando todos os presentes no estádio, esperavam que a equipa da casa, aumentasse a diferença, que diga-se muito justamente, sofre nova igualdade contra a corrente de jogo. Os últimos dez minutos foram jogados com um só sentido, a baliza dos forasteiros. A equipa do Padroense sempre em pressão constante na recuperação de bola e consequentemente, lançando fortes ataques à baliza defendida por Ivo, vê o seu esforço premiado aos 88 ` com Marcão de penalti a fazer o terceiro golo, segundo pessoal, e repõe justiça no marcador. No tempo de compensação dado pelo árbitro, não se jogou futebol, a equipa do Coimbrões, ficou reduzida a 8 elementos (3 expulsões) e Gazela, entrado já nos descontos, aumenta o score a favor dos Bravos de Matosinhos.

FOTOS: Domingos Lobo

LECEIROS CONQUISTAM UM PONTO FORA DE PORTAS

III DIVISÃO SERIE B
Campo das Oliveiras Serzedelo - Guimarães
Árbitro: Nuno Cabral
Serzedelo 1 Leça FC 1
Ao intervalo, 1-0, golos Jorge Miguel (35 ) Tiago Madalena (59)

SERZEDELO: Miguel, Jorge Miguel, Gil, Bruno Sousa, Zézinho, Miguel Mota, Leonel (Pablo), Mauricio (Ricardinho), Miguel Veiga, Pedro Fidalgo, Sócrates (Bruno Cunha). Treinador, Pedro Rui.

LEÇA FC: Cláudio, Zé d´ Angola, Zé Soares, Madalena, Rui Ramos, Moura (Ricardinho), André, Tiago André, Magno (Nogueira), Vitor Hugo (Vasconcelos) e Cerejo. Treinador, Armindo Machado.

LEÇA SOMA MAIS UM PONTO

O Leça empatou a uma bola, no Campo das Oliveiras, com o Serzedelo, em jogo referente à 7ª jornada do Campeonato Nacional da 3ª Divisão da Série B. A equipa liderada pelo técnico Armindo Machado esteve a perder até ao intervalo, depois de ter sofrido o golo através de um livre executado por Jorge Miguel, aos 39 minutos. (1-0, num livre em que a barreira abriu e traiu o Cláudio)

O CAPITÃO FEZ O TENTO DA IGUALDADE

Logo no início da segunda parte, o Leça restabeleceu a igualdade no marcador, na sequência de um pontapé de canto por Tiago Madalena (1-1, ao desviar já dentro da pequena área um desvio de cabeça do Rui Ramos). Quanto ao resto, 1-1 em golos, 1-1 em bolas ao poste, numa partida rasgadinha mas por vezes mal disputada. O resultado aceita-se pela produção das equipas, o Serzedelo foi mais consistente na 1ª parte, o Leça equilibrou o jogo e foi claramente mandão na 2ª parte mas sem criar oportunidades de golo claras. O resultado não viria a sofrer mais alteração até final do tempo regulamentar.
O Leça bem pode queixar-se da arbitragem por uma grande penalidade, falta claríssima por marcar dentro da área, sobre Rui Ramos

Na próxima jornada, que se realiza no dia 6 de Novembro, o Leça o Recebe o FC Infesta

LAVRENSE ENTRA ADORMECIDO E ACORDA A TEMPO DE VENCER


Complexo Desportivo de Lavra
Árbitro, Sérgio Ribeiro Ferreira
Ao intervalo, 0-1, golos Hugo Almeida (bis) e Diego

Lavrense: Miguel Mota; Renato (Ivo), Filipe Sousa, Cuca, Grilo (Diego), Wilson, João Diogo (André Grilo), Gonçalo, Tiago Pulga, Heldinho, Hugo Almeida. Treinador Hugo Reis

Após a vitória no terreno do S. Martinho a formação do Lavrense entrou em campo com a intenção de conquistar os três pontos. Porém na primeira parte não conseguir impor o seu futebol, tendo alguma dificuldade em circular a bola e entrar no último reduto da formação do Águias de Eiriz, uma equipa bem organizada no seu sector defensivo, e que tentava através do contra ataque chegar rapidamente ao último reduto do lavrense. A grande oportunidade do Lavrense na primeira parte surgiu de um cruzamento muito bem executado de Renato e Hugo Almeida, muito esforçado em todo o jogo acertou em cheio na trave da baliza! Perto dos 30 minutos numa desatenção da defesa do Lavrense a formação do Águias de Eiriz inaugurou o marcador.

HUGO ALMEIDA DE REGRESSO AOS GOLOS (2)

Na segunda parte a equipa do Lavrense entrou em campo com muita determinação de vencer e foi para cima do adversário e rapidamente marcou dois golos de belo efeito através de Diego e de Hugo Almeida. A formação forasteira apesar de estar a perder não baixou os braços e através de um livre directo mal assinalado pela equipa de arbitragem fez a igualdade a dois golos. Praticamente na jogada seguinte Hugo almeida deu justiça ao marcador e fez o golo da vitória! A parte final do encontro foi de grande sofrimento para o Lavrense, pois o árbitro da partida expulsou Heldinho, injustamente, e ficaram a jogar com dez jogadores. Mais uma vez o grande espírito de equipa e grande atitude dos jogadores do lavrense fez com que a equipa segurasse a merecida vitoria!

A salientar: - A péssima arbitragem pois houve uma notória dualidade de critérios desde o inicio ao fim da partida que resultou na expulsão do Heldinho sem causa aparente.

DESTAQUE-O regresso do Hugo Almeida aos golos e a Dinâmica do Gonçalo que fez um jogo do outro mundo.


Miguel Mota e Carlos coelho

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC