RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 24 de janeiro de 2016

CICLO VITORIOSO QUEBRADO COM GOLEADA SOFRIDA EM CASA

 
26.ª jornada da Segunda Liga 
Árbitro: Nuno Almeida (Algarve). 
Leixões 0 Varzim 4 
Ao intervalo 0-1, Golos: Elísio Esteves (20), Stanley (56 e 83), Gil Dias (75) 

Leixões: Ricardo Moura, Gonçalo Graça, Diogo Nunes, Pedro Pinto, João Pedro, Malafaia (Abalo, 64), Caio (Bruno China, 51), Bruno Lamas (Rateira, 65), Pedras, Alemão e Ricardo Barros. Treinador: Pedro Miguel. 

Varzim: Pedro Soares, Adilson, Sandro, Nélson Agra, Rui Coentrão (Raul, 53), Pedro Sá, Stanley, Nelsinho, Manafa (João Carneiro, 58), Elísio (José Postiga, 67) e Gil Dias.Treinador: Nuno Capucho.  
A perder ao intervalo devido ao golo madrugador de Nelsinho, o Leixões viu-se cedo reduzido a dez jogadores por expulsão de Pedro Pinto e acabou por encaixar mais três tentos, da autoria de Stanley (dois) e de Gil Dias, resultado que permitiu aos visitantes afastarem-se da zona de despromoção. Com a luta pela fuga aos lugares de despromoção no horizonte de ambas as equipas, foram os poveiros a começar melhor, tendo Nelsinho, aos 20, servido Elisío, que, sem marcação na área, atirou cruzado para o golo inaugural. O cenário agravou-se para o Leixões logo no recomeço, depois de Pedro Pinto ver o segundo cartão amarelo por mão na bola e pior ficou aos 56, quando Ricardo Moura (56) deixou que Stanley se antecipasse e, de cabeça, fizesse o 2-0. Gil Dias (75), desmarcado por Nelsinho, ampliou para 3-0, após o que Stanley, a aproveitar um perda de bola de Diogo Nunes (83), bisou na partida, fazendo o 4-0 e selando o marcador. 

 

Conferência de Imprensa 

Pedro Miguel "Muito sinceramente, não fiquei surpreendido com a atitude dos nos adeptos. Desde que cá estou, eles têm-nos apoiado sempre e isso motiva-nos. Depois de uma derrota destas, ficámos muito tristes, mas temos de levantar a cabeça e dar o máximo para, nos próximos jogos, conquistarmos as vitórias que os adeptos merecem. Hoje foi um dia mau mas apenas perdemos 3 pontos. O Varzim foi melhor e mereceu ganhar. Eles entraram fortes, marcaram e depois nós equilibrámos e poderíamos ter chegado à igualdade nos descontos da primeira parte. Depois houve um lance que marcou o jogo, em que o critério do árbitro não foi uniforme ao tido no lance que, minutos antes, valeu a expulsão ao Pedro Pinto. O árbitro auxiliar levantou a bandeira, mas a jogada prosseguiu e ficámos à espera do segundo amarelo para o jogador do Varzim quando o jogo parasse. Até o Capucho ficou surpreendido pelo que, para não correr riscos, retirou logo o seu jogador do campo. Esta decisão do árbitro foi determinante para o resto do jogo. Depois do segundo golo deles, arriscámos porque ou fazíamos o 1-2 e voltávamos ao jogo ou sofríamos mais um e tudo acabava ali, como infelizmente aconteceu." 

 Nuno Capucho "O jogo correu como eu esperava. O Leixões é uma equipa difícil, bem organizada e criou-nos muitas dificuldades no espaço defensivo. Mas o Varzim entrou muito bem, teve 30 minutos muito bons, criou oportunidades e chegou ao intervalo a vencer. Na segunda parte, a partir da expulsão do jogador do Leixões, comandámos o jogo e vencemos com toda a justiça."

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC