RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 29 de setembro de 2013

SÃO MARTINHO ESCORREGA EM CASA


 São Martinho empata a zero em casa frente ao Varzim B
3ª JORNADA DIVISÃO ELITE A F PORTO
Compelxo Desportivo de São martinho do Campo - Sto. Tirso
Árbitro - Rui Ferreira
SÃO MARTINHO 0 VARZIM B 0

 SÃO MARTINHO: Mata, Magalhães, Zé Soares, Moura e Macieira; Cascavel, Mica (Dani 46), Rui Gonçalves, Nandinho (Carlitos 46) Cheta e Fábio Loureiro (Raimundo 82). Treinador António Gaiteiro. 

 A equipa de Gaiteiro, não conseguiu levar de vencida a jovem mas muito bem montada equipa do Varzim S C, muito por culpa do desacerto total na hora de finalizar. Os campenses entraram melhor na partida e no primeiro quarto de hora foram donos e senhores do mesmo, criando excelente jogadas de desenvolvimento ofensivo que culminava com soberanas oportunidades. Findo esse período o jovens varzinistas equilibraram a contenda, não permitindo, que a mais experiente, equipa da casa conseguisse os seu intentos. 

 No segundo tempo, o cariz do jogo não se alterou muito, e até ao minuto 78, altura em que a equipa orientada por António Gaiteiro, fica reduzida a dez por expulsão de Rui Gonçalves. A equipa campense revelou-se de facto muito perdulária, e o Varzim não conseguiu tirar partido da vantagem numérica, durante 12 minutos. Em suma um bom espectáculo produzido pelas duas equipas.

LUSITANOS ENTRA A VENCER


1ª JORNADA 1ª DIVISÃO SERIE 1 A F PORTO 
Campo do Atlético de Rio Tinto – Gondomar
 Árbitro – Tony Calvo 
AT RIO TINTO 0 OS LUSITANOS 1 
Ao intervalo, 0-1, golo Meneses (11) 

 OS LUSITANOS: Filipe, Miguel, Carveli, Teixeira, Tarrelo, Edu, Rui Dias (Sandro 56), Ricardo Silva (Pipo 82), Meneses, Suíço, Lourenço (Ricardinho 56). Treinador Albino Guerra 

 Passados 21 anos, a equipa do Os Lusitanos F.C.S.C. competiu novamente na 1ª Divisão Distrital. A equipa comandada por Albino Guerra fez a sua estreia nesta divisão no terreno difícil do Atlético de Rio Tinto (campo pelado) e venceu pela margem mínima o encontro.

Na primeira parte a equipa de Santa Cruz entrou um pouco ansiosa, natural para uma estreia, mesmo assim conseguiu tomar conta do jogo. As situações de golo foram poucas tanto de um lado como de outra, com as defesas a sobressaírem sobre os atacantes, mas perto do minuto 11 a equipa do Lusitanos conseguiu colocar-se em vantagem, livre da esquerda marcado por Tarrelo, corte da defesa adversário que coloca a bola no nosso atleta Carveli que faz um passe longo para Meneses, este controla a bola perto da baliza e coloca a bola por baixo do guarda redes, estava feito o 0-1. Depois do golo a equipa da casa tentou criar mais problemas, no entanto a entrega e determinação dos visitantes foi sempre mais forte que a equipa de Rio Tinto.

A segunda parte, mais do mesmo, jogo bem disputado, muita luta, mas o Lusitanos sempre superior jogando sempre limpo e sempre que possível bola no chão. Foi um bom jogo de futebol onde ambas as equipas lutaram bastante, vencendo a equipa que mais teve unida, mais lutou, que mais se auto ajudou, podendo mesmo dizer que foi uma vitória de garra e atitude e determinação.

OS LUSITANOS FCSC

INEXPERIÊNCIA TRAI SENHORENSES

 
1ª JORNADA 1ª DIVISÃO SERIE 1 AF PORTO 
Compelxo Desportivo Senhora da Hora 
Árbitro – João Santos 
SENHORA DA HORA 3 ALFENENSE 4 
Ao intervalo, 2-0, golos, Fábio (22), Bessa (29 e 55 gp), Vítor Hugo (50), Dinis (64), Boni (84 gp) e Xavier (91) 

 SENHORA DA HORA; Dinis, Fábio, Stam, Virgílio, André ( Tiago 70), Tavares (Kayene), Bruno Pereira, Joãozinho (Henrique 70), Robeiro, Serrão e Bessa. Treinador Nuno Gonçalves. 

 Jogo com duas partes bem distintas uma da outra, na primeira, domínio absoluto do conjunto senhorense, com Fábio e Bessa a traduzir em golos a superioridade da equipa do SCSenhora da Hora. No segundo tempo, os visitantes foram mais astutos e, arriscaram mais busca de amenizar os estragos trazidos do primeiro tempo. Reduziram para 2-1 por Dinis. Os senhorenses ainda responderam com o terceiro golo, deixando no ar que tinham acabado com o encontro, mas a inexperiência demonstrada por alguns dos seus jogadores, foi fatal e permitiram que o adversário chegasse à igualdade e no período de compensação marcasse o golo que levaria três pontos para Valongo.

LAVRENSE MARCA PASSO!


1ª JORNADA DIVISÃO DE HONRA AF PORTO
 Parque Sares dos Reis – Gaia 
Árbitro – Pedro Barbosa 
VILA FC 3 UD LA VRENSE 1 
Ao intervalo, 2-0, golos Nico (29 e 45) Ricardo (76) e Grilo (85) 

 VILA FC: Clemente, Jorginho, Jota, Teixeira, Miguel; Rui, Nico, Chico (André 84)Vítor Andrade (Napoleão 84), Ricardo e Ivo. Treinador Gonçalo Silva. 

 UD LAVRENSE: Telmo, Magalhães, Ramalho (João Luís 71) Grilo, Tiago Pinto, Ricardo, Gonçalo (Paulo Lopes (60) e Couto; Jota, (Joel 71) Káká (Cardoso 60), Tiago Carvalho.Treinador José Pacheco

  A equipa Lavrense, não começou da melhor maneira possível, o jogo que marcou o inicio da competição, a equipa do Vila FC, revelou-se superior em todos os capítulos do jogo, como veio a verificar-se no final do encontro, com uma vitória justa, traduzindo o que se passou no relvado. Os gaienses revelaram-se muito produtivos na finalização, ao contrário do conjunto lavrense que desperdiçou algumas oportunidades. Próxima jornada a AD Lavrense recebe no seu reduto a equipa dos Dragões Sandinenses.

EM JOGO DE ELEVADO NÍVEL PADROENSE CEDE NO FIM


3ª JORNADA DIVISÃO ELITE AF PORTO
 Estádio do Padroense FC – Padrão da Légua 
Árbitro – Sérgio Ferreira 
PADROENSE 3 S. RIO TINTO 3 
Ao intervalo, 1-2, golos Petro (6), João Paulo (39 e 45), Galeão (63), Postiga (74), Joel (90) 

PADROENSE: Stephen, Paulinho, Rui Jorge, Armando, Pedro, Manuel Cordeiro (Gazela 62), Preto (Leandro 87), Joel, Ricardo (Postiga 62), Pedrinho, Paulo Campos (Galeão 62). Treinador José Ferreirinha  

S. RIO TINTO: Avelino, Duarte, Joel, Marco, Araújo, Machado; Tino, Miguel (Magalhães 70), Piscinas, Melo (Rui 32), Maciel, João Paulo. Treinador. Ricardo Jorge

 Padroense e Sport Rio Tinto, protagonizaram uma excelente partida de futebol, de parada e resposta, coube a equipa do Padroense as melhores oportunidades de marcar, enviando inclusive três bolas aos ferros da baliza à guarda de Avelino.

 Preto, muito cedo deu vantagem aos matosinhenses, mas ao cair do pano, fecho do primeiro tempo, João Paulo, matosinhense, comete um pequena traição aos matosinhenses ao bisar no encontro, e de virada dá vantagem à sua equipa.
Na segunda metade, os “Bravos de Matosinhos” lançam-se em busca do melhor resultado que era adverso, e depois de tanto porfiar, Galeão empatou, para dez minutos depois Postiga dar vantagem à sua equipa. Quando tudo se conjugava para que o Padroense arrecada-se os três pontos, que eram justíssimos, eis que um balde de água fria nas hostes padroenses, surge no último minuto do jogo, quando Joel empata de novo.

Em suma excelente partida de futebol, em que o Padroense foi melhor, mas que os visitantes foram eficazes no capitulo da finalização. Padroense, vai deslocar-se a Valongo para defrontar o Valonguense
 

PERAFITA NÃO ACERTA EM TERMOS DE RESULTADOS


4ª JORNADA (CNS) 2013/2014 
 Estádio Municipal de Vila Flor 
 Árbitro – Luís Calado 
 VILA FLOR 3 FC PERAFITA 0 
Ao intervalo, 1-0, Jerome (30), Francisco (86) Turé (93) 

 

VILA FLOR: Tiago, Rafael, Saul, David, Luiz H. ; João Costa (Francisco 81), Guga (Fontoura 63), Jerome, Stigas, Touré. Treinador Gilberto Gomes. 

 PERAFITA: Beleza, Pacheco, Fernando, Nuno Ribeiro (Ricardo 46) Coutinho; Hélder, Viana (Rafa 70), Fonseca, Toninho (Rui João 63), Rui Miguel e Lutchindo. Treinador Óscar Nogueira

De cimo do monte, junto ao belíssimo Parque de Campismo Municipal, local de descanso/lazer, de muitos matosinhenses, nas férias de verão, o FC Perafita, teve muitas dificuldades, para suster os ataques dos anfitriões. Na verdade esta equipa perafitense, nunca se encontrou, num jogo disputado em condições climatéricas adversas no maior período de tempo jogado. Ao intervalo já o Vila Flor vencia por uma bola a zero. Em termos de resultado positivo, a equipa que viajou de Matosinhos, manteve-se sempre expectante, mas a quatro minutos do fim Francisco, que tinha entrado no jogo pouco antes, acabou com as veleidades perafitenses, para no soar do último apito selar a contagem a favor dos da casa.

   

Próxima Jornada, a equipa azul e branca, vai receber no seu reduto, a equipa do Boavista FC

LEÇA CONQUISTA PONTO FORA DE PORTAS


3ª JORNADA DIVISÃO ELITE A FPORTO 
Estádio Municipal de Felgueiras
 BARROSAS 0 LEÇA FC 0 

 LEÇA FC: Marco, Ruca, Cuca, Meneses ,César, João Miguel (Miguel Pinto), Domingos, Wendel (Pedras), Hélder Borges (Huguinho) , Mimba e Mitchel. Treinador Vítor Leal. 

 Disputado em Felgueiras, casa emprestada do Barrosas, que tem o seu normal habitat em obras de colocação de piso sintético. 
Um jogo nada pacifico, inclusive os adeptos da claque leceira (Ultras Brigada Verde), tiveram de assistir ao mesmo do lado de fora, em virtude da exorbitância praticada nos preços dos bilhetes de acesso.
 Do jogo praticamente dito, apenas dizer que foi muito equilibrado, como traduz o resultado, mas em abono da verdade, dizer também que o trio de arbitragem prejudicou bastante os leceiros, com uma dualidade de critérios gritante.

Na próxima jornada em Leça da Palmeira, Leça FC vs CD Candal.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC