RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 23 de março de 2020

PRÉMIOS: DETERMINAÇÃO DE PAULO LOPES LEVA A NOMEAÇÃO PARA MELHOR JOGADOR EM MATOSINHOS

O lateral esquerdo de 31 anos do Leça Paulo Lopes, o capitão dos leceiros, conhecido pela sua raça e determinação, faz parte dos 26 nomeados para melhor jogador em Matosinhos esta temporada.

As virtudes do capitão que nasceu em Leça da Palmeira são os cruzamentos, as fintas, o primeiro toque, a antecipação, a determinação, a agilidade e a velocidade.

Estas qualidades fazem parte de um lateral a quem a idade não o proíbe de fazer maratonas pelos corredores laterais e a ser considerado uma das pedras basilares dos comandos de Domingos Barros.

Paulo Lopes que fez formação no Boavista, Leça e Sporting de Espinho, começou a sua carreira como sénior no Perafita.

Esteve no Celoricense, Lavrense, depois no Chipre pelo Frenaros, Custóias, Castelo da Maia antes de chegar ao clube do coração em 2013/14.

Foi aí que se sentiu em casa, aonde demonstrou todo o potencial que já tinha mas ainda mais não só por ser o clube que apoiava desde criança mas por também sentir os lemas do Leça igual à vida pessoal.

A vontade de jogar e de apresentar o seu talento não foi nunca posta em causa, Paulo Lopes com 31 anos parece que entra com o espírito de garra, vontade e determinação de um atleta com 20 anos.

Fora dos relvados é brincalhão e gosta de entreter as pessoas, os seus companheiros de equipa, os seus amigos, mas dentro transforma-se num jogador muito profissional, que faz muitos sacrifícios pelo clube, pelos companheiros, defendendo-os até ao limite.

Depois de uma passagem pelo Grijó em 2014/15 Paulo Lopes regressava ao Leça para até ao momento nunca mais sair. Paulo Lopes esteve sempre nos maus e bons momentos do clube, recentemente nas últimas três temporadas.

Pode não marcar muitos golos, pelo Leça tem seis golos em seis épocas, mas o seu objetivo é o de fazer passar os lemas do clube aos mais novos, quer da formação quer dos novos reforços da equipa sénior, tanto que no jogo Football Manager, que tenta aproximar-se da realidade, dão Paulo Lopes como o líder do balneário, do grupo de trabalho.

Entre 23 a 31 de março, o Mitchfoot vai descrever cada um dos nomeados das quarto categorias que vão a eleição no mês de abril com a sua biografia e características.



Fonte da Foto: DR

Diogo Bernardino  

PRÉMIOS: CRISTIANO COM REFLEXOS PARA NOMEAÇÃO A MELHOR GUARDA-REDES NO CONCELHO

O guarda-redes Jorge Cristiano do Leça com os seus reflexos extraordinários tem levado a bom porto o clube num excelente lugar e foi um dos cinco escolhidos entre os nomeados para melhor guarda-redes em Matosinhos.

As virtudes de Cristiano que desde que chegou ao Leça tomou conta do lugar da baliza são a tendência para socar as bolas, o alcance aéreo, o jogo de mãos, os pontapés, os reflexos, a agressividade, a antecipação, a impulsão e a determinação.

Depois de ter feito a sua formação no Penafiel, Leixões e Freamunde. Cristiano começou a sua carreira como sénior em 2011/12 ao serviço do Freamunde estava atrás de jogadores como Assis e Tó Figueira na Segunda Liga.

Em 2012/13 representou o Aliados Lordelo onde fez dez encontros, depois teve uma temporada para esquecer quer no Gondomar ou no Paredes, mas na sua terra natal que teve três temporadas de luxo e foi a partir daí que a carreira de Cristiano iria começar a explodir.

Depois do Paredes, onde foi peça chave, foi reforço do Sanjoanense onde manteve-se durante 40 jogos antes de ser reforço do Leça onde se tem como peça fundamental de Domingos Barros.

Entre 23 a 31 de março, o Mitchfoot vai descrever cada um dos nomeados das quarto categorias que vão a eleição no mês de abril com a sua biografia e características.


Fonte da Foto: DR

Diogo Bernardino

PRÉMIOS: ZLATAN DO PADRÃO DA LÉGUA REMATA PARA NOMEAÇÃO A MELHOR JOGADOR MATOSINHENSE

O avançado de 21 anos do Padroense Jardel Portela marca golos que se farta, além das qualidades que transporta em campo e é um dos 26 nomeados para melhor jogador matosinhense da temporada.

Eduardo Portela mais conhecido como Jardel é exatamente aquilo que já diz a música de Rui Veloso voar pelos centrais, ter um pontapé canhão que juntamente com os seus companheiros criam uma sinfonia que soa bem ao nosso ouvido e ao nosso olhar.

Depois de ter feito toda a formação no Rio Tinto, o seu primeiro ano como sénior ao serviço do CA Rio Tinto, surpreendeu tudo e todos, nascia um novo protótipo de goleador com apenas 19 anos de idade.

Em  24 jogos, 19 golos, o que equivale a um golo por jogo, o que é extraordinário para quem está a começar a dar os primeiros passos no futebol sénior.

O Padroense notou a qualidade do jogador e na época 2018/19 o contratou para o prazer dos adeptos e sócios da equipa de Padrão da Légua e apesar das dificuldades habituais em adaptar-se a uma nova realidade, nunca deixou de ser uma peça chave.

Em duas temporadas, ao serviço do Padroense fez 59 jogos e apontou 15 golos, 10 deles nesta temporada.

Nesta temporada, Jardel Portela tem 0,5 golos por jogo e os seus golos já ajudaram o Padroense a conquistar 13 dos 35 pontos que tem nesta época.

Estes números e prestações de qualidade levaram o a ser um dos 26 nomeados para o prémio de melhor jogador no concelho.

Entre 23 a 31 de março, o Mitchfoot vai descrever cada um dos nomeados das quarto categorias que vão a eleição no mês de abril com a sua biografia e características.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

PRÉMIOS: JINHO SPRINTA PARA NOMEAÇÃO A REVELAÇÃO MATOSINHENSE DA TEMPORADA

O médio de 20 anos João Francisco mais conhecido por Jinho que representa o Padroense está a deixar água na boca aos adeptos do futebol e a vários participantes na indústria e faz parte dos cinco nomeados para melhor revelação do concelho. 

Jinho apresenta uma excelente visão de jogo, consistência, organização defensiva e ofensiva e qualidade na realização dos passes de desmarcação para os seus companheiros.

Jinho começou a sua carreira como sénior esta época e já demonstrou em campo as suas virtudes, com 18 jogos e um golo apontado, depois de ter o feito nos juniores do Padroense na última época de formação.

Jinho passou maior parte das épocas de formação ao serviço do Felgueiras, onde já dava conta da sua qualidade em campo.

Este é apenas os primeiros passos do médio no futebol sénior e surpreendeu tudo e todos, só o futuro dirá o que pode valer Jinho.

Entre 23 a 31 de março, o Mitchfoot vai descrever cada um dos nomeados das quarto categorias que vão a eleição no mês de abril com a sua biografia e características.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

PRÉMIOS: DIOGO PEDRAS DRIBLA PARA NOMEAÇÃO A MELHOR MATOSINHENSE FORA DO CONCELHO

O avançado Diogo Pedras (Pedras Rubras) que teve uma ligação de 10 anos com o Leça está nomeado para melhor jogador matosinhense fora do concelho, entre 10 candidatos.

Diogo Pedras antes de subir aos campeonatos nacionais já apresentava ser um jogador fora de série, inspirado pelo seu tio Pedras que representou Leixões, Leça entre outros.

O avançado de 25 anos que fez a sua formação no Leça fez a partir da temporada 2013/14 aquilo que pode se considerar números de craque. 

Diogo Pedras fica para sempre ligado à história do Leça como dos jogadores com mais partidas realizadas com o emblema leceiro, apontando 86 golos em seis épocas.

As suas virtudes passam pela qualidade nos cruzamentos, na finta um contra um, na sua técnica com bola, as decisões que coloca em campo, a compostura graças aos ensinamentos de Pedras, a agilidade, a resistência, a predisposição física e a imprevisibilidade com e sem bola.

Antes de ser protagonista nos campeonatos nacionais, já estava a ser sondado para representar o FC Porto B, um espaço que daria uma visibilidade extraordinária.

Quando chegou aos campeonatos nacionais as dificuldades foram evidentes, mas mesmo assim não parava de marcar golos.

A surpresa chegou quando o Águeda o chamou, a equipa tinha objetivos de subir de divisão e um treinador experiente em Henrique Nunes e foi um jogador preponderante com 24 jogos e dois golos.

Esta época não foi feliz no Gondomar, reencontrando essa felicidade e a qualidade já demonstrada ao serviço da equipa maiata do Pedras Rubras, realizando seis jogos.

Entre 23 a 31 de março, o Mitchfoot vai descrever cada um dos nomeados das quarto categorias que vão a eleição no mês de abril com a sua biografia e características.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

PRÉMIOS: MEDEIROS NOMEADO PARA MELHOR JOGADOR MATOSINHENSE FORA DO CONCELHO

O médio Marcos Medeiros do Pedrouços está nomeado para o prémio de melhor jogador matosinhense fora do concelho, entre 10 futebolistas.

Marcos Medeiros venceu o prémio de melhor jogador em Matosinhos na época 2016/17.

Marcos Medeiros fez a sua formação no Leixões, Custóias e Senhora da Hora, começou a sua carreira no Pedras Rubras, passando depois pelo Perafita. No inicio estava muito complicado para Medeiros espalhar em campo as suas virtudes.

Nem no Ermesinde onde esteve duas temporadas, mas a época 2012/13 no Custóias nunca mais vai esquecer, quando em 33 jogos apontou 19 golos, chocando só aqueles que não conheciam quem Medeiros era em campo.

Tanto foi o espanto que o Valonguense o contratou na época seguinte, mas o Custóias era aonde se sentia mais feliz e o fez durante a segunda parte da temporada 2013/14, com dois golos em 10 jogos.

As seguintes duas épocas no Canidelo não foram as melhores para Medeiros, com poucas utilizações no plantel, só 12 jogos em dois anos.

Em 2016/17 o Padroense queria os seus recursos e com isso a equipa de Padrão da Légua conseguiu um jogador acima da média na obtenção de golos, sendo uma das peças chave da equipa com 8 golos e 65 jogos.

Em 2018/19 a chamada aos campeonatos nacionais com o Leça de Domingos Barros a conseguir a sua contratação e em apenas meia época sendo uma das peças fundamentais no começo da temporada, mas a partir de meio de fevereiro Medeiros deixava de ser opção e o Grijó foi o próximo destino, com uma boa temporada.

Não foi surpresa para ninguém que no início da temporada foi contratado pelo São Pedro da Cova que fazia uma aposta clara na subida ao Campeonato de Portugal, sendo que em 13 jogos apontava três golos.

Atualmente no Pedrouços ao lado de Joca reencontrou os mesmos objetivos de subida de divisão na divisão de honra.

Entre 23 a 31 de março, o Mitchfoot vai descrever cada um dos nomeados das quarto categorias que vão a eleição no mês de abril com a sua biografia e características.


Fonte da Foto: DR


Diogo Bernardino

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC