RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 3 de novembro de 2013

HÁ DIAS ASSIM…A SORTE NÃO AJUDA!


 13.ª jornada da Liga 2 Cabovisão 
Jogo no Estádio do Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves. 
Árbitro: Artur Soares Dias (Porto)
DESPORTIVO DAS AVES 1 LEIXÕES 0. 
Ao intervalo: 0-0. Marcador: João Paulo Gomes (67) 

D. AVES: Quim, Leandro, Romaric, Rafael (João Paulo Gomes, 37), Jorge Ribeiro, Tito, Vasco Rocha, Pedro Pereira, Fábio Martins, Jaime Poulsen (Luís Manuel, 78) e João Paulo Ribeiro (Andrew, 68).Treinador: Fernando Valente. 

LEIXÕES: Jorge Baptista, João Viana, Nuno Silva, Materazzi, João Pedro, Anderson (João Novais, 79), Cadinha, Rúben Saldanha, Moreira, Rui Coentrão (Fábio Zola, 69) e Anderson Grafite (Mailó, 66).Treinador: Pedro Correia.

Tarde infeliz a do Leixões no sábado, nas Aves. 
 Em jogo a contar para a LIGA2 Cabovisão, a equipa de Pedro Correia não conseguiu dar seguimento ao resultado alcançado domingo passado na Tapadinha em Lisboa e no final dos 90’ a vitória sorriu aos da casa. Num encontro disputado debaixo de chuva a primeira oportunidade do encontro pertenceu aos leixonenses com Grafite a enviar a bola ao lado após cruzamento de Ruben Saldanha quando estavam decorridos 9 minutos de jogo. Ainda na primeira metade, na conversão de um livre, Cadinha enviou a bola à trave da baliza defendida por Quim. Sem qualquer golo para cada um dos lados, o encontro foi para o intervalo empatado a zeros sendo que já com o decorrer da segunda metade, Pedro Correia iria apostar novamente em Mailo que regressava assim à competição. O Aves chegou à vantagem aos 66’ por intermédio de João Paulo II depois de um cruzamento apontado por Jorge Ribeiro. A perder o Leixões foi para o ataque e tentava por uma ou outra formas chegar ao empate que lhe permitisse estabilidade e numa arrancada de Fábio Zola, Artur Soares Dias não teve duvidas e apontou para a marca dos 11 metros. Na sequência da falta, um jogador da casa viria a ser expulso e Moreira, com a oportunidade nos pés enviou a bola muito por cima do Aves naquela que poderia ser a jogada do empate. 

 Sem conseguir fazer frente ao adversário o Leixões despede-se do Estádio do CD Aves com uma derrota por 1-0 antes da recepção ao Santa Clara agendada para a próxima quarta-feira (15h00) e da deslocação à Madeira para defrontar o Marítimo. 

 BLOG LEIXÕES

FC INFESTA E A SINA DE PERDER NOS ÚLTIMOS MINUTOS


DIVISÃO ELITE A F PORTO JORNADA 8 
Estádio Municipal Pedras Rubras
 Árbitro- Paulo Pinto
FC PEDRAS RUBRAS 1 FC INFESTA 0 
Ao intervalo, 0-0, marcador Leandro (85)

 FC INFESTA: Zé Pedro, Pedro Martins (João Pinto 86)', Guido Simões, Jorginho e Galego; Amaral, João Rodrigues e Nuno Barbosa; João (Pedro Oliveira 61') , Maia (Sousa 61) e Rivaldo (Káká 86). Treinador: António Formoso 

 Num jogo onde a diferença das duas equipas na classificação, não se viu, o Infesta voltou à semelhança do jogo de Vila Meã, a sofrer um golo quase ao cair do pano, sofrendo uma derrota com o Pedras Rubras pela margem mínima.
 O jogo foi muito disputado a meio campo, durante a primeira parte, poucas foram as oportunidades de ambas as equipas, mas mesmo assim, aos 25 minutos Nogueira e Nuno numa boa jogada de entendimento entre ambos, quase inauguraram o marcador com este último a rematar, valendo Guido Simões que cortou a bola para canto. Porém, antes desse lance, o Infesta aos 20 minutos reclamou uma grande penalidade por mão na bola de um defesa da equipa da casa que ao saltar juntamente com um colega, a bola tabelou no seu colega de equipa que tinha os braços afastados do corpo. Aos 32 minutos, o primeiro remate com perigo do Infesta por Nuno Barbosa que num livre frontal, atirou pouco ao lado da baliza. Aos 43 minutos, a melhor oportunidade da primeira parte foi para a equipa da casa em que Henrique pela direita deixou em Cunha e no frente a frente com guarda-redes do Infesta, foi Zé Pedro a levar a melhor ao defender para canto. 

 A segunda parte foi mais emotiva. Ambas as equipas dispuseram de oportunidades para marcar, mas foi a equipa da casa que esteve sempre mais perto do golo. Logo aos 52 minutos, canto da direita e Diogo de cabeça, atirou pouco por cima. À passagem da hora de jogo, Zé Pedro voltou a mostrar credenciais ao efectuar duas intervenções de grande nível na mesma jogada a remates de Oliveira e Diogo. O Infesta efectuou apenas o primeiro remate aos 67 minutos por Nuno Barbosa que recebeu a bola de cabeça de Sousa e rematou por cima. Aos 72 minutos, o Infesta esteve muito perto de inaugurar o marcador por Rivaldo, num livre de Nuno Barbosa da direita, Pedro Martins de cabeça atirou com selo de golo, Humberto defendeu e o ponta de lança do Infesta, na recarga, atirou frouxo ao lado. A equipa da casa, acabou por marcar a cinco minutos do fim, depois de uma jogada perigosa para o Infesta onde mais uma vez Rivaldo quase marca após um pontapé de canto, a equipa do Pedras Rubras sai em contra-ataque e termina a jogada com um remate colocado de fora da área de Leandro para o fundo da baliza de Zé Pedro. Formoso em desvantagem, coloca João Pinto e Káká no jogo e a equipa balanceada para o ataque, quase sofre o segundo golo noutra jogada de contra-ataque onde Diogo ganha o lance a Jorginho e à saída de Zé Pedro ao lance, remata frouxo para a baliza, permitindo a Jorginho recuperar a bola antes de entrar na baliza.
 Com esta derrota, o Infesta volta a descer na classificação. Já a equipa do Pedras Rubras, manteve a liderança. O árbitro da partida esteve bem, ficando a duvida sobre o lance da possível grande penalidade a favor do Infesta aos 20 minutos. 
 O Infesta na próxima jornada, vai receber o Oliveira do Douro.

FC INFESTA

LEÇA DO BALIO EM GRANDE!

A F PORTO serie 1 2ª divisão JORNADA 5 
Complexo Desportivo de Leça Do Balio, em Matosinhos. 
Árbitro André Vilaça 
Ao intervalo, 1-0, Marcadores: Carlos Diogo (18), Miguel Cunha (82) Ivo (92)  

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota, Seixas, Cardigos, Miguel Cunha e Helder; Carlos Diogo, Quaresma, João Machado, Edú, Grade e Filipe Bento. Jogaram ainda: Carlitos, Cardoso, Ivo e Shev. Treinador Mário Heitor

   

 Numa tarde de sol com algumas nuvens, na quinta jornada da 2º Divisão da Associação de Futebol do Porto, a equipa do Leça do Balio premiou os seus adeptos com a terceira vitória consecutiva frente ao ultimo classificado Medense, no resultado mais dilatado conseguido esta época. A equipa de Matosinhos entrou no jogo com muita vontade de vencer, e rapidamente assumiu o comando das operações tendo mais posse de bola e criando oportunidades de golo, mas nem sempre jogando bem. Numa dessas jogadas o experiente João Machado fez uma assistência para Carlos Diogo que com remate de belo efeito de fora da área não deu qualquer hipótese de defesa ao guarda redes da formação do Medense, inaugurando assim o marcador. Depois do golo e quando se esperaria uma caminhada fácil da equipa da casa para o triunfo, a formação de Gondomar reagiu, e com muita luta e esforço consegui aproximar-se da área da equipada orientada por Mário Heitor. À passagem do minuto 35, a formação do Medense teve então a melhor oportunidade do jogo, mas uma defesa espantosa de Miguel Mota evitou o empate. No lance imediatamente a seguir, numa jogada de rápido de contra-ataque, Grade em grande velocidade isola-se e foi derrubado pelo guarda redes visitante valendo a sua expulsão, ficando a sua equipa a jogar com dez elementos. 

 

Na segunda parte a equipa Baliense continuou a dominar, embora nem sempre jogando bem, também por culpa do adversário que fechou bem os caminhos da sua baliza, defendendo bem, mostrando que a sua classificação neste campeonato está aquém do valor desta equipa gondomarense. Quando o segundo golo tardava em aparecer para dar a devida tranquilidade aos homens da casa, o técnico Mário Heitor mais uma vez leu bem o jogo e mexeu na equipa com grande êxito. Lançou no jogo os extremos Ivo e Shev, que conseguiram dar profundidade à equipa, criando desequilíbrios e gerando diversas oportunidades de golo. Já no ultimo quarto de hora de jogo, o criativo Shev consegui ganhar a linha de fundo, cruzando para a área onde o central Miguel num golpe de cabeça perfeito fez o dois zero e deu a tranquilidade à formação de Matosinhos. Neste período a contagem do marcador podia ser mais dilatada, mas o guarda redes entrado do Medense, com defesas grandiosas foi adiando mais golos na sua baliza. Já em período de descontos o recém entrado Ivo numa boa finalização marcou o terceiro golo e fechou o marcador. Após este jogo o Leça do Balio subiu ao quarto posto da classificação a três pontos do líder Mocidade de Sangemil.

SENHORA DA HORA VENCE E ANUNCIA RECUPERAÇÃO


AF Porto, 1ª divisão serie 1 6 Jornada
Estádio do SCS Senhora da Hora
Árbitro Hugo Cardoso
SENHORA DA HORA 2 CUSTÓIAS 0
Ao intervalo, 0-0, Marcadores, Renam (55) e Ribeiro (65)
Disciplina; Amarelos a Héldinho (22), Ribeiro (29), Ferrer (59), Gandarela (75 e 93), Renam (78), Joca ( 74 e 87), Vermelho, joca (87) e Gandarela (93)

 

SENHORA DA HORA: Dinis, Fábinho, Henrique, Virgílio e Bruno Pereira; Dias, Isaías e Nando (Piasca 86), Serrão (Gandarela 70), Renam (Bessa 86) e Ribeiro (Fábio 86). Treinador Nuno Gonçalves. 

CUSTÓIAS: Tiago Moniz, Dany (Oliveira 50), Flávio, Manu e Rochinha; Ricardo, Mazola e Estrela (Joca 73); Héldinho (73), Ferrer e Alan. Treinador Mário Rui.

 Jogo muito emotivo foi aquele que assistiu no complexo Desportivo do SCS Senhora da Hora, com golos, a espaços com jogadas bem gizadas e de excelente recorte técnico. Começou melhor a equipa visitante, mas rapidamente os Da casa equilibraram a contenda e foram mesmo os primeiros a criar, real perigo, com o central Virgílio a cabecear à trave da baliza de Tiago Moniz. Com oportunidades repartidas, o intervalo chegou com um nulo verificado.

 

No segundo tempo, a equipa senhorense, mostrou mais vontade de ficar com os três pontos, e conseguiu um boa vantagem logo no primeiros 20 minutos, depois baixou as linhas e explorou muito bem em contra-ataque, as decidas do Custóias, aproveitando bem, algum desposicionamento da equipa visitante, que corria atrás do prejuízo. Resultado justo numa boa partida de futebol
Arbitragem esteve em bom plano, controlando sempre o jogo, no nosso entender teve muito rigoroso nas expulsões da partida, Joca para o lado do Custóias e Gandarela para lado senhorense.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC