RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

quinta-feira, 5 de abril de 2012

ADIVINHAM-SE TEMPOS DIFICEIS PARA OS CLUBES DE MATOSINHOS

No dia 3/4/2012 terça-feira a Câmara Municipal de Matosinhos em reunião, juntou mais de 300 representantes das Associações Desportivas, Culturais e Recreativas de Matosinhos que beneficiavam de apoios autárquicos.
Ouviram as piores notícias possíveis da boca do Presidente. “ Não contem com mais ajudas a que estavam habituados” Para muito será uma extinção.
A culpa é de "Lei dos Compromissos" aprovada em Assembleia da Republica, em Fevereiro.
Esta lei determina que as autarquias só podem fazer previsão de despesa com base em ¾ das suas receitas, ou seja; acabaram os 3 milhões de euros que anualmente a Câmara atribui as Associações Desportivas e Culturais e Recreativas do concelho de Matosinhos

Guilherme Pinto presidente da autarquia “ Queríamos continuar a apoiar, mas não há maneira de dar a volta. Não há outro remédio”. E continuou “ Para nós a atitude correta, foi chamar as Associações e avisa-las em tempo útil de que não poderiam contar com mais apoio da autarquia“ prosseguindo sugeriu, “ encontrem alternativas”.
Com este desfecho, cabe agora às instituições procurar e "inventar" soluções para contornar estas dificuldades, mas é certo que a maior parte das associações, irá mesmo ter que fechar portas e aquelas que não encerrem irão certamente passar muitas dificuldades.
Prevê-se tempos difíceis para as Associações Desportivas do concelho de Matosinhos.
Matosinhos terra de horizonte e mar, homens de trabalho árduo na defesa dos seus interesses.
Talvez se consigam milagres.

REUNIÃO COM (SJPF) CAPITÃO NUNO SILVA: «Vamos dar o melhor pelo clube»


Nuno Silva, capitão do Leixões, prometeu esta quinta-feira que o plantel vai "dar o melhor", apesar dos salários em atraso, após reunião com o sindicato de jogadores, que vai requerer audiência à Liga de clubes.

Em comunicado conjunto, Nuno Silva e o Sindicato dos Jogadores Profissionais (SJPF) esclarecem que "esta reunião foi solicitada pelos jogadores" e o SJPF "não pede autorização aos clubes e reúne-se com os jogadores quando entender ser necessário abordar estes temas".

A administração da SAD mostrara-se surpreendida com a reunião e acusara o organismo de querer "desestabilizar a equipa" na véspera do Leixões, 5.º classificado, a um ponto do 4.º, a Naval, visitar o Trofense, 6.º, clube que se encontra a dois pontos do clube de Matosinhos, na 26.ª jornada da Liga Orangina.



"Estamos a chegar aos quatro meses de ordenados em atraso, toda a gente sabe. Esta foi uma sessão de esclarecimento e agora não há muito mais a fazer, é uma questão de esperar pelo final de época. É claro que ninguém vai deixar de jogar ou treinar. Vamos dar o melhor pelo clube e no final logo se vê o que se pode fazer", afirmou Nuno Silva.

O presidente do SJPF, Joaquim Evangelista, anunciou que vai contactar o presidente do Leixões e pedir uma audiência ao presidente da Liga de clubes, porque "não podem ser sempre os jogadores a pagar a fatura".

"80 por cento dos clubes estão em incumprimento. É verdade e os dirigentes têm noção disso. A situação agrava-se e só pode ser resolvida em conjunto. Neste país até parece que se tornou regra ter um ou dois meses de ordenados em atraso", afirmou Evangelista.

FONTE jornal RECORD

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC